Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.011.127.423.724 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 80 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 80 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-915656
Autor: Anon.
Título: The Recife Political Declaration on Human Resources for Health: renewed commitments towards universal health coverage.
Fonte: Recife; s.n; nov. 10, 2013. 4 p.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: 3rd Global Forum on Human Resources for Health, Recife, nov. 10-13, 2013.
Resumo: We, the representatives of governments who gatheredin Recife, Brazil, from 10 to 13 November 2013,met with a diverse group of multilateral, bilateral and academic institutions, civil society, the private sector and health workers' professional associations and unionsat the Third Global Forum on Human Resources for Health (HRH) to take stock of progress made since the Second Global Forum in 2011, to identify continuing challengesand to renewour shared vision and resolve regarding human resources for health,and adopted this Declaration. (AU)
Descritores: Cobertura Universal de Saúde
Recursos Humanos em Saúde/tendências
-Atos Internacionais/políticas
Educação Profissional em Saúde Pública
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Recursos Humanos em Saúde/organização & administração
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046412
Autor: Trapani Júnior, Alberto.
Título: Cuidados no trabalho de parto e parto: recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) / Care in labor and childbirth: recommendations of the World Health Organization (WHO)
Fonte: Femina;47(1):34-36, 20190131. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Organização Mundial da Saúde
Trabalho de Parto
Parto
Diretrizes para o Planejamento em Saúde
-Nações Unidas
Atos Internacionais
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  3 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-464078
Autor: Miyamoto, Shiguenoli.
Título: O Mercosul e a segurança regional: uma agenda comum?
Fonte: São Paulo perspect = Säo Paulo perspect. (Impr.) = Sao Paulo perspect;16(1):54-62, jan.-mar. 2002.
Idioma: pt.
Resumo: Desde o início do processo de integração regional, têm falado mais alto os interesses particulares dos Estados, cada um procurando resolver seus próprios problemas domésticos. Nesse contexto, a indefinição de uma agenda mais consistente dificulta a integração regional em todos os planos, sobretudo, em áreas sensíveis como as de políticas externa e de defesa, muito complexas para serem elaboradas em conjunto.

Despite movement towards regional integration, countries continue to place priority on their national interests, seeking first and foremost to address their particular domestic issues. The resulting lack of a cohesive agenda hinders regional integration, particularly in the areas of foreign policy and defense -- issues that, by reason of their complexity, defy group consensus.
Descritores: Seguridade Social
Mercosul
Cooperação Internacional
-Atos Internacionais
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  4 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-978860
Autor: Massuda, Adriano; Titton, César M. S; Poli Neto, Paulo.
Título: Remembering Alma-Ata: challenges and innovations in primary health care in a middle-income city in Latin America / Recordando a Alma-Ata: desafíos e innovaciones en la atención primaria de salud en una ciudad de ingresos medios en América Latina / Relembrando Alma-Ata: desafios e inovações na atenção primária à saúde em uma cidade de renda média na América Latina
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;42:e157, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The year 2018 is an opportune time to explore health system reforms and primary health care (PHC) in Brazil, given the anniversaries of the Alma-Ata Declaration (40 years) and of the Constitution of Brazil (30 years), the basis of the Unified Health System (SUS). In this context, health system analysis in the municipal setting is an important instrument for acknowledging achievements and innovations, as well as weaknesses and threats. Due to the principle of decentralization of SUS, municipalities have assumed a leadership role in health policy development and implementation. The cities also come first in expressing the failures of the health system and the consequences of austerity measures. Thus, analysis of health system transformations at the municipal level are fundamental to studying PHC achievements and gaps. This report identifies the challenges and innovations of PHC implementation in Curitiba, beginning with a brief history of the city's health system development. The city was a pioneer in linking urban planning with health system design, improving access to health care, and obtaining better health outcomes over the past 30 years. This report covers those years, as well as the challenges and strategies implemented during the most recent political cycle (2013 - 2016). There are substantial lessons that can be garnered from the experience of this middle-income city in Latin America, lessons that may be useful as the region moves toward the Sustainable Development Goal of Universal Health Coverage by 2030.

RESUMEN El año 2018 es un momento oportuno para explorar las reformas del sistema de salud y la atención primaria de salud (APS) en Brasil, dados los aniversarios de la Declaración de Alma-Ata (40 años) y de la Constitución de Brasil (30 años), las bases del Sistema Único de Salud (SUS). En este contexto, el análisis del sistema de salud en el ámbito municipal es un instrumento importante para reconocer los logros e innovaciones, así como las debilidades y amenazas. Debido al principio de descentralización del SUS, los municipios han asumido un papel de liderazgo en el desarrollo y la implementación de políticas de salud. Las ciudades también son las primeras en expresar las deficiencias del sistema de salud y las consecuencias de las medidas de austeridad. Por lo tanto, el análisis de las transformaciones del sistema de salud a nivel municipal es fundamental para estudiar los logros y las brechas de la APS. Este informe identifica los desafíos y las innovaciones de la implementación de la APS en Curitiba, comenzando con una breve historia del desarrollo del sistema de salud de la ciudad. La ciudad fue pionera en vincular la planificación urbana con el diseño del sistema de salud, mejorar el acceso a la atención sanitaria y obtener mejores resultados de salud en los últimos 30 años. Este informe se enfoca en ese periodo, así como los desafíos y las estrategias implementados durante el ciclo político más reciente (2013-2016). Hay lecciones sustanciales que se pueden obtener de la experiencia de esta ciudad de ingresos medios en América Latina, que pueden ser útiles a medida que la región avanza hacia el Objetivo de Desarrollo Sostenible de la cobertura universal de salud para el año 2030.

RESUMO O ano de 2018 é um momento oportuno para explorar as reformas do sistema de saúde e atenção primária à saúde (APS) no Brasil, considerando os aniversários da Declaração de Alma-Ata (40 anos) e da Constituição do Brasil (30 anos), as bases do Sistema Único de Saúde (SUS). Neste contexto, a análise do sistema de saúde no cenário municipal é um instrumento importante para reconhecer realizações e inovações, bem como fraquezas e ameaças. Devido ao princípio de descentralização do SUS, os municípios assumiram um papel de liderança no desenvolvimento e implementação de políticas de saúde. As cidades também são as primeiras a expressar os fracassos do sistema de saúde e as conseqüências das medidas de austeridade. Assim, a análise das transformações do sistema de saúde no nível municipal é fundamental para o estudo das conquistas e lacunas da APS. Este relatório identifica os desafios e inovações da implementação da APS em Curitiba, começando com uma breve história do desenvolvimento do sistema de saúde da cidade. A cidade foi pioneira em vincular o planejamento urbano com desenho dos sistemas de saúde, melhorando o acesso aos serviços de saúde e obtendo melhores resultados de saúde nos últimos 30 anos. Este relatório abrange esses anos, assim como os desafios e estratégias implementados durante o ciclo político mais recente (2013-2016). Há lições substanciais que podem ser extraídas da experiência desta cidade de renda média na América Latina, lições que podem ser úteis à medida que a região avança em direção ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da cobertura universal de Saúde até 2030.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Reforma dos Serviços de Saúde
Atos Internacionais
Cobertura Universal de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-994878
Autor: Schmitz, Guilherme de Oliveira(org); Rocha, Rafael Assumpção(org).
Título: Brasil e o Sistema das Nações Unidas: desafios e oportunidades na governança global / Brazil and the United Nations System: challenges and opportunities in global governance.
Fonte: Brasília; IPEA; 2017. [526] p.
Idioma: pt.
Descritores: Governança
Cooperação Internacional
-Nações Unidas
Brasil
Saúde Global
Atos Internacionais
Internacionalidade
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  6 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-979688
Autor: Organización de las Naciones Unidas. Asamblea General.
Título: Declaración Universal de Derechos Humanos / Universal Declaration of Human Rights
Fonte: Rev. enferm. Inst. Mex. Seguro Soc;9(1):49-52, Ene.-Abr. 2001.
Idioma: es.
Descritores: Nações Unidas
Estados Unidos
Atos Internacionais
Direitos Humanos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: MX346.1 - CENAIDS - Centro Nacional de Investigación Documental en Salud


  7 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859962
Autor: Pittas, Tiago Mocellin; Dri, Clarissa Franzoi.
Título: O diálogo entre saúde e política externa na cooperação brasileira em bancos de leite humano / The dialog between health and foreign policy in Brazilian cooperation in human milk banks
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;22(7), jul. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: O leite materno é a principal forma de alimentação nos primeiros anos da infância. Na impossibilidade deste tipo de amamentação, surgem alternativas secundárias, como os bancos de leite humano. No caso brasileiro, a adoção desta fonte teve início em 1943, com a instituição do primeiro banco de leite. A partir de então, passando por diferentes fases, foi desenvolvido um modelo nacional que culminou na criação da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano. Como consequência, diversos projetos de cooperação internacional iniciam a partir disso, sendo o modelo brasileiro relevante principalmente para países em desenvolvimento. O objetivo central desta análise é compreender o que motiva o Brasil a promover os bancos de leite internacionalmente. Para realizá-lo, busca-se entender o relacionamento entre saúde e política externa, expressa aqui em termos de soft power, posto que as duas pastas dialogaram nesses atos. Entre os resultados estão expressos ganhos em ambas as áreas e a afirmação da saúde como um fim a ser alcançado no grupo de interesses nacionais do caso.
Descritores: Cooperação Internacional
Bancos de Leite
-Atos Internacionais
Leite Humano
Saúde Pública
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  8 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859944
Autor: Lima, Jordão Horácio da Silva.
Título: Saúde global e política externa brasileira: negociações referentes à inovação e propriedade intelectual / Global health and Brazilian foreign policy: the negotiations on innovation and intellectual property
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;22(7), jul. 2017.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: Após a entrada em vigor do Acordo sobre Direitos de Propriedade Intelectual relacionados ao Comércio (Trips), o Brasil, assim como outros países em desenvolvimento, se tornou mais assertivo nas negociações multilaterais e passou a defender que o atual sistema internacional de propriedade intelectual fosse mais bem adaptado às suas necessidades e interesses. Ao fazê-lo, o país tem ressaltado que a propriedade intelectual não é tema associado exclusivamente ao comércio, mas também à saúde pública e aos direitos humanos. Sendo assim, o presente estudo propõe-se a analisar a atuação do governo brasileiro no âmbito de negociações multilaterais que envolvem saúde pública, inovação e propriedade intelectual. Ao resgatar a memória da atuação da diplomacia brasileira nessa área específica, conclui-se que o Brasil vem protagonizando esse debate, buscando alternativas que mitiguem os efeitos deletérios do atual sistema internacional de propriedade intelectual no acesso a medicamentos e outras tecnologias médicas nos países em desenvolvimento.
Descritores: Direitos Autorais/estatística & dados numéricos
EVOKED POTENTIALS, AUDITORYTEMEFOS
Propriedade Intelectual
Saúde Pública
-Brasil
Inovação
Atos Internacionais/políticas
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  9 / 80 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859805
Autor: Herrero, María Belén.
Título: Hacia una Salud Internacional Sur-Sur: deudas y desafíos en la agenda regional / Moving towards South-South International Health: debts and challenges in the regional health agenda
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;22(7), jul. 2017.
Idioma: en; es.
Resumo: El objetivo de este artículo es doble. En primer lugar,investigar el creciente interés en la salud como una dimensión importante de la política exterior, en sintonía con el surgimiento de un nuevo marcopara la integración regional y la diplomacia en salud. En segundo lugar, comprender el papel y las prácticas de los nuevos bloques regionales en el campo de la salud y si estasconducena la emergencia de nuevas estrategias para abordar las políticas sanitarias regionales en América del Sur. Los nuevos procesos de integración regional se refieren a la salud como un derecho. Así, algunas prácticas y procesos de la política regional están estableciendo nuevos patrones de cohesión política y social en el avancede un nuevo regionalismo. La salud en este proceso de formulación e implementación de la política regional,atraviesa las agendas nacionales, regionales y globales de forma multidireccional. Un valor agregado de Unasur es su propuesta de avanzar es pos de una mayor soberanía regional en salud, a pesar del hecho de que los países miembros mantienen su autonomía nacional. En este sentido, Unasur ha proyectado una política exterior que promueve principios y valores a partir de un enfoque innovador. El caso de Unasur muestra que los organismos regionales tienen el potencial para cambiar las reglas (y el resultado) del juego en la diplomacia global y convertirse en actores influyentes en la agenda internacional.
Descritores: Saúde Global
Diplomacia em Saúde
Política de Saúde
-Atos Internacionais
Cooperação Internacional
Direito à Saúde
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  10 / 80 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-848077
Autor: Eggen, Øyvind; Sending, Jacob.
Título: Recent contributions to research on health and foreign policy: a report of the international research initiative 'foreign policy as part of global health challenges'.
Fonte: Oslo; Norwegian Institute of International Affairs; jan. 2012.
Idioma: en.
Descritores: Saúde Global
Atos Internacionais
Cooperação Internacional
-Governança
Saúde Pública
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde