Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.016.132.518 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1278158
Autor: Pinzón-Junca, Alfredo.
Título: Litro / Litre
Fonte: Acta méd. colomb;46(1):50-50, ene.-mar. 2021.
Idioma: es.
Resumo: El uso de unidades de medida es común en la práctica médica diaria. Una de ellas es el litroy sus derivados, que se utiliza como equivalente de la dimensión física: volumen (es equiparable al decímetro cúbico, dm3).Históricamente, el litro (L) apareció como una medida de «capacidad¼, usado principalmente para describir la cantidad de sustancia líquida o gaseosa que cabe en un recipiente (original-mente fue definido como el volumen ocupado por la masa de un kilogramo de agua pura a 4 °C), mientras que para cuantificar el «volumen¼ de cuerpos sólidos se determinó el metro cúbico (m3). Con el paso del tiempo, estas dos dimensiones, capacidad y volumen, han sido aceptadas como equivalentes, aunque en sentido estricto la primera se refiere a la espaciosidad de un recipiente o contenedor, mientras que la segunda es la magnitud métrica escalar del espacio que ocupa un cuerpo en las tres dimensiones (corpulencia); es decir, no son iguales, pero sí equivalentes, por lo tanto, se pueden utilizar indistintamente para indicar la cantidad de un medicamento o fluido, líquido o gaseoso.
Descritores: Física
Água Pura
-Tempo
Pesos e Medidas
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO70 - Asociación Colombiana de Medicina Interna


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Antonello, Ivan Carlos Ferreira
Texto completo
Id: lil-608332
Autor: Santos, Carlos Abaeté de los; Antonello, Ivan Carlos Ferreira; Figueiredo, Carlos Eduardo Poli de.
Título: Evidência adicional de que uso de água ultrapura diminui inflamação em hemodiálise / Further evidence that ultrapure water decreases inflammation in hemodialysis
Fonte: J. bras. nefrol;28(3):134-138, set. 2006. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: Uso de membranas não bio- compatíveis e exposição a água imprópria para hemodiálise (HD) podem aumentar os níveis de Proteína- Creativa (PCR). Esse estudo, acompanhando um grupo de indivíduos em HD, avaliou padrões de inflamação antes e após a introdução de água ultrapura (AUP). Métodos: PCR foi determinada nos mesmos 31 pacientes antes e depois da introdução da AUP para HD. Episódios de calafrios (não associados com infecção detectada) e transfusões de sangue foram mensurados nos três meses precedendo as determinações laboratoriais. Dialisadores de polissulfona foram utilizados. Análise estatística: teste t para amostras pareadas, Wilcoxon- ranked signed test, qui- quadrado e odds- ratio. Resultados:A comparação entre os períodos de 3 meses antes e 3 meses após a implantação da AUP permitiu observar diferenças nos parâmetros: incidência decalafrios (42 episódios versus dois episódios em 1178 sessões, p< 0.0001); número de transfusões (0,193 versus 0,096 unidades/paciente/mês, p<0,0001); Hemoglobina (Hgb) média, (aumentou de 9.6±1.8 para 10.4±1.6 g/dL, p< 0.007); e PCR média (diminuiu de 1.05±0.74 para 0.43±0.23 mg/dL, p< 0.001). Conclusões: Significativa redução nos níveis de PCR, com marcada diminuição dos episódios de calafrios ocorreu, apontando para diminuição dos níveisinflamatórios após uso de AUP. O aumento de Hgb refletiu-se na diminuição da necessidade de transfusões, sugerindo que a AUP diminuiu a inflamaçãodos pacientes em HD.

Background: Use of non-biocompatible membranes and exposure to inappropriately treated hemodialysis (HD) water may increase C- reactive protein (CRP). This study, following a single group of HD individuals, evaluated signs of inflammation before and after using ultrapure water (UPW) for HD.Methods: CRP levels were measured in the same 31 patients before and after UPW implementation in HD. Episodes of chills (not associated with detectableinfections) and blood transfusions, were compared in the three months periods preceding the laboratory determinations. Polysulfone dialyzers were used. Statistical analysis was accomplished using paired t test, Wilcoxon signed-rank test, chi-square test and odds-ratio. Results: The comparison between the3 months period preceding and following UPW implementation disclosed differences in the following parameters: incidence of chills (42 versus 2 episodesin 1178 HD sessions, p<0.001); number of blood transfusions ( 0.193 versus 0.096 units/patient/ month, p<0.0001). Mean Hemoglobin (increased from9.6±1.8 to 10.4±1.6 g/dL, p=0.01); and mean CRP (dropped from 1.05±0.74 to 0.48±0.23 mg/dL, p<0.001). Conclusions: A significant reduction in CRP levels occurred with marked decrease in the episodes of chills pointing to a diminished inflammatory process with the use of UPW. The increase in Hgblevels was reflected in the decrease of blood transfusion requirements, suggesting that the use of UPW reduces the inflammatory status of hemodialysispatients.
Descritores: Água Pura/análise
Diálise Renal
Eritropoetina/análise
Proteína C-Reativa/análise
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde