Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.016.142.573 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-600885
Autor: Freitas, Tiago Magalhães da Silva; Almeida, Vitor Hudson da Consolação; Valente, Roberta de Melo; Montag, Luciano Fogaça de Assis.
Título: Feeding ecology of Auchenipterichthys longimanus (Siluriformes: Auchenipteridae) in a riparian flooded forest of Eastern Amazonia, Brazil
Fonte: Neotrop. ichthyol;9(3):629-636, 2011. graf, mapas, tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação Grupo O Boticário de Proteção à Natureza; . Programa de Pesquisa em Biodiversidade; . CNPq; . CAPES. Programa Nacional de Cooperação Acadêmica.
Resumo: Feeding habits of the midnight catfish Auchenipterichthys longimanus collected in rivers of the Caxiuanã National Forest (Eastern Amazonia, Brazil) were investigated through the different hydrological periods (dry, filing, flood and drawdown). A total of 589 specimens were collected throughout seven samplings between July 2008 and July 2009, of which 74 were young males, 177 adult males, 89 young females and 249 adult females. The diet composition (Alimentary index - Ai percent) was analyzed by a non-metric multidimensional scaling (nMDS) and by the analysis of similarity (ANOSIM), which included 37 items grouped into nine categories (Aquatic insects, Other aquatic invertebrates, Arthropods fragment, Fish, Plant fragment, Seeds, Terrestrial insects, Other terrestrial invertebrates, and Terrestrial vertebrates). We also calculated the niche breadth (Levins index) and the repletion index (RI percent). Differences in the diet composition between hydrological seasons were registered, primarily on diet composition between dry and flood season, but changes related with sex and maturity were not observed. The midnight catfish showed more specialists feeder habit in the flood period (March 2009) and more generalist habits in the dry season (November 2008). The amount of food eaten by A. longimanus based on repletion index (RI percent), did not differ significantly from sex and maturity. However, we evidenced differences in RI percent when comparing the studied months. These results provide important biological information about the trophic ecology of auchenipterids fish. In view of the higher occurrence of allochthonous items, this research also underpins the importance of riparian forests as critical environments in the maintenance and conservation of wild populations of fish in the Amazon basin.

Neste estudo foram investigados os hábitos alimentares do bagre Auchenipterichthys longimanus coletados em rios da Floresta Nacional de Caxiuanã (Amazônia Oriental, Brasil) ao longo de diferentes períodos hidrológicos (seco, enchendo, cheio e vazando). Foram coletados 589 espécimes durante sete amostragens, entre julho de 2008 e julho de 2009, dos quais 74eram machos jovens, 177 machos adultos, 89 fêmeas jovens e 249 fêmeas adultas. A composição da dieta, analisada pelo Índice de Importância Alimentar (IAi por cento) foi avaliada por um escalonamento multidimensional não-métrico (nMDS) e pela análise de similaridade (ANOSIM), que incluiu 37 itens alimentares agrupados em nove categorias (insetos aquáticos, outros invertebrados aquáticos, fragmento de artrópodes, peixe, fragmento de planta, sementes, insetos terrestres, outros invertebrados terrestrese vertebrados terrestres). Também foram obtidos a amplitude de nicho (Índice de Levins) e o Índice de Repleção (IR por cento) da dieta do bagre. Foram observadas diferenças na composição da dieta entre os períodos hidrológicos, principalmente relacionada à estação seca e cheia, mas não houve variação na composição da dieta entre os sexos e maturidade. No período de cheia (especificamente no mês de março/2009) o bagre mostrou uma alimentação mais especialista enquanto que no período de seca (novembro/2008) os valores de amplitude de nicho classificaram-no com hábitos mais generalistas quanto a alimentação. A quantidade de alimentos ingeridos por A. longimanus com base no Índice de Repleção (IR por cento), não diferiram significativamente entre o sexo e maturidade. No entanto, foram evidenciadas diferenças quando comparados os meses estudados. Estes resultados fornecem informações biológicas importantes sobre a ecologia trófica de peixes da família Auchenipteridae. Tendo em vista a maior ocorrência de itens alóctones na dieta deste bagre, esta pesquisa também reforça a importância das matas ciliares em ambientes críticos na manutenção e conservação das populações selvagens de peixes na bacia amazônica.
Descritores: Comportamento Alimentar/fisiologia
Peixes-Gato/fisiologia
-Ecologia
Estações Hidrológicas
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-600880
Autor: Montaña, Carmen G; Layman, Craig A; Winemiller, Kirk O.
Título: Gape size influences seasonal patterns of piscivore diets in three Neotropical rivers
Fonte: Neotrop. ichthyol;9(3):647-655, 2011. ilus, graf, mapas.
Idioma: en.
Resumo: We examined diets of four piscivores, two in the order Perciformes (Cichla temensis and C. orinocensis) and two in the order Characiformes (Boulengerella cuvieri and B. lucius), from the Cinaruco, La Guardia, and Ventuari rivers in Venezuela throughout the wet-dry seasonal cycle. The four piscivores consumed a phylogenetically and morphologically diverse group of fishes, reflecting the overall diversity of fish species in these rivers. At the start of the falling-water period, Cichla consumed large prey, especially the abundant, migratory, fish of the genus Semaprochilodus. As these relatively large prey became depleted during the dry season, Cichla tended to consume smaller prey. For Boulengerella, gape limitation precluded consumption of larger, seasonally abundant, fishes, and so prey sizes were more consistent throughout the seasonal cycle. Our findings show how prey abundance and gape limitations interact to influence seasonal patterns of predator-prey interactions.

Foram examinadas as dietas de quatro espécies de peixes piscívoros, duas da ordem Perciformes (Cichla temensis and C. orinocensis) e duas da ordem Characiformes (Boulengerella cuvieri and B. lucius), coletadas durante os ciclos de cheia e seca nos rios Cinaruco, La Guardia e Ventari, Venezuela. Os quatro piscívoros consumiram grupos de peixes filogenética e morfologicamente diversos, o que reflete a ampla diversidade de peixes nos rios estudados. No início da vazante, Cichla consumiu presas grandes, especialmente Semaprochilodus, um peixe migrador muito abundante. Com a diminuição das presas maiores durante a estação seca, Cichla tendeu a se alimentar de presas menores. Para Boulengerella, a limitação da abertura bucal impediu o consumo de peixes grandes e sazonalmente abundantes e, deste modo, o tamanho de suas presas foi menos variável ao longo do ciclo sazonal. Nossos resultados mostram como a abundância das presas e a limitação na abertura bucal interagem, influenciando os padrões de interação predador-presa.
Descritores: Peixes
Perciformes
-Comportamento Alimentar
Estações Hidrológicas
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-600877
Autor: Corrêa, Carlos Eduardo; Albrecht, Miriam Pilz; Hahn, Norma Segatti.
Título: Patterns of niche breadth and feeding overlap of the fish fauna in the seasonal Brazilian Pantanal, Cuiabá River basin
Fonte: Neotrop. ichthyol;9(3):637-646, 2011. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: Spatial and temporal variations in patterns of niche breadth and feeding overlap were investigated for the fish fauna in the Pantanal region, aiming to determine the factors that account for species coexistence. Samples were conducted in the Cuiabá River and Chacororé pond, in the upper Pantanal region, Mato Grosso State, Brazil, during one hydrological cycle (March 2000 to February 2001), (designed spatial-seasonal units). Mean niche breadth values were overall low for the fish assemblage (0.2-0.3). Differences between periods were not statistically significant. Feeding overlap values ranged between 0 and 0.4, whereas the mean was always inferior to 0.05 in all spatial-temporal units, and differences between periods were not statistically significant. The highest and lowest mean values were both observed in the pond; the former during the drought period and the latter during the flood period. All feeding overlap mean values were significantly higher than the values expected at random in the null model, using both "scrambled-zeros" (RA3) and "conserved-zeros" (RA4) algorithms. Thus, the foraging patterns show evidences of food sharing. The variance generated in the null model had a pattern similar to the niche overlap pattern: observed variance was higher than expected by chance in all spatial-temporal units, suggesting that the fish fauna is structured in trophic guilds. The patterns of food resource use and the different trophic guilds identified, suggest that species probably have different roles in this ecosystem. Our results suggest that food sharing allows coexistence of different fish species.

Foram investigadas variações espaço-temporais nos padrões de amplitude de nicho e sobreposição alimentar da ictiofauna de uma região do Pantanal, com o objetivo de determinar os fatores responsáveis pela coexistência das espécies. Os peixes foram coletados no rio Cuiabá e na lagoa Chacororé, na região superior do Pantanal de Mato Grosso, Brasil, durante um ciclo hidrológico (março de 2000 a fevereiro de 2001) (designada unidade espaço-temporal). De modo geral, a ictiofauna apresentou baixos valores de amplitude de nicho trófico, sendo que as médias variaram entre 0,2 e 0,3 e não apresentaram diferenças significativas. Os valores de sobreposição alimentar foram igualmente baixos, entre 0 e 0,4 e as medianas em cada unidade espaço-temporal foram inferiores a 0,05, sendo que as diferenças não foram significativas. Os maiores e menores valores médios foram observados na lagoa, durante a seca e cheia, respectivamente, sendo essas diferenças significativas. Os valores médios de sobreposição alimentar foram significativamente maiores do que os esperados ao acaso no modelo nulo, usando tanto a opção de zeros embaralhados (RA3) quanto a de zeros retidos (RA4). Assim, os padrões de forrageamento das espécies mostraram evidência de compartilhamento de recursos alimentares. A variância acompanhou o mesmo padrão da sobreposição de nicho, sendo aquela observada sempre maior que a esperada ao acaso, indicando que a ictiofauna, de modo geral, é estruturada em guildas. Assim, os resultados desse estudo sugerem que o compartilhamento de recursos alimentares permite a coexistência das diferentes espécies.
Descritores: Peixes
Fauna Aquática/efeitos adversos
-Comportamento Alimentar
Estações Hidrológicas
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-406840
Autor: Di Bernardo, Luiz; Botari, Alexandre; Sabogal-Paz, Lyda Patricia.
Título: Uso de modelação matemática para projeto de câmaras mecanizadas de floculação em série em estações de tratamento de água / The use of mathematical modeling to the design of continous flow completely mixed chambers in series for flocculation in water treatment plants
Fonte: Eng. sanit. ambient;10(1):82-90, jan.-mar. 2005. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A metodologia encontrada na literatura para a otimização do gradiente de velocidade médio em reatores de mistura completa, com câmaras em série de escoamento contínuo, a partir de ensaios em reator estático tipo jarteste, baseia-se em modelos matemáticos que descrevem a cinética dos encontros entre partículas durante a floculação. Considerando-se que a aplicabilidade desta metodologia tem-se revelado inconsistente, como observado por diversos autores, este trabalho propõe uma metodologia racional para utilizar e otimizar os dados experimentais obtidos em reatores estáticos e, utilizando modelos matemáticos, obter dados para o projeto de floculadores mecanizados em série em estações de tratamento de água.
Descritores: Água/análise
Coagulantes (Tratamento da Água)
Água Potável
Modelos Teóricos
Gradiente de Velocidade
Controle da Qualidade da Água
Purificação da Água
-Floculação
Estações Hidrológicas
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR559.1 - Centro de Informação e Documentação em Saúde



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde