Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.016.172 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 546 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 55 ir para página                         

  1 / 546 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-982683
Autor: Ferreira, Caroline Thalita Queiroz; Andreza, Raul Sousa; Silva, Amanda Gonçalves da; Almeida, Bruna Soares de.
Título: Avaliação parasitológica e bacteriológica do gelo comercializado na cidade de Juazeiro do Norte – CE / Parasitological and bacteriological evaluation of the ice sold in the city of Juazeiro do Norte - CE
Fonte: Hig. aliment;30(252/253):137-141, 29/02/2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A água é a matéria-prima utilizada na produção de gelo e a adoção de práticas rigorosas de higiene em sua fabricação, manuseio, embalagem, conservação e distribuição torna-se indispensável. O método de congelamento não é capaz de destruir os patógenos contaminantes, pois os mesmos permanecem em estado de latência até que o produto entre em processo de fusão. O estudo teve como objetivo avaliar as condições parasitológicas e bacteriológicas do gelo comercializado para consumo no município de Juazeiro do Norte, CE. Trata-se de um estudo analítico e transversal, realizado a partir de análises microbiológicas, por meio da técnica dos tubos múltiplos, e parasitológicas, pelo método de Hoffmann Modificado, técnica de Faust e pesquisa de Cryptosporidium spp. pela técnica de Ziehl-Neelsen Modificado, conhecido como coloração de Kinyoun. Em quinze amostras adquiridas em diferentes bairros deste município, 66,7% apresentaram coliformes totais e 33,3% coliformes termotolerantes. Na avaliação parasitológica, 33,3% estavam contaminadas por Giardia lamblia e 6,6% por Cryptosporidium spp. As irregularidades higienicossanitárias, que abordam desde o processo de fabricação do produto até a sua distribuição nos estabelecimentos, são as possíveis causas de contaminações parasitárias e microbiológicas. Reforça-se, portanto, a necessidade de estabelecer estratégias a fim de detectar os possíveis pontos de contaminação do gelo, buscando solucionar o problema e, assim, prevenir os consumidores de possíveis infecções e parasitoses, além de garantir a segurança deste alimento.

Since this is the raw material used in the production of ice, it is essential to adopt strict hygiene practices in their manufacturing, handling, packaging, storage and distribution. Since the freezing method is not able to destroy contaminating pathogens because the microorganisms remain in the sleep state until the product goes into melting process. The objective of this study was to evaluate the parasitological and bacteriological ice conditions marketed for consumption in Juazeiro do Norte, Ceará. It's about an analytic and transversal study, conducted from microbiological, using the technique of multiple tubes, and parasitological through the modified method of Hoffmann, Faust technic and detection of Cryptosporidium spp. by Ziehl-Neelsen Modified, known as Kinyoun staining. In fifteen samples, acquired in different neighborhoods of the city, 66,7% had total coliforms and 33,3% thermotolerant coliforms. In parasitological evaluation, 33.3% were contaminated with Giardia lamblia and 6,6% with Cryptosporidium spp. The hygienic and sanitary irregularities, which range from the manufacturing process of the product to distribution establishments, are possible causes of parasitic and microbiological contamination. Therefore, it reinforces the need to provide strategies to detect the possible points of contamination of ice, seeking to solve the problem and then prevent consumers from possible infections, in addition to ensure the safety of food.
Descritores: Poluição Ambiental/análise
Gelo/análise
Técnicas Microbiológicas
Parasitologia
Microbiologia da Água
-Coliformes
Cryptosporidium/isolamento & purificação
Giardia lamblia/isolamento & purificação
Técnicas Microbiológicas
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  2 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-619658
Autor: Camargo, Sula de.
Título: Avaliação da condição higiênico-sanitária de centros educacionais infantis de São Paulo e estado nutricional de crianças / Children nutritional status, microbiological conditions of food, handler, and water of kids educational center in São Paulo municipality.
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. [207] p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: As unidades de alimentação dos Centros Educacionais Infantis (CEI), além de garantir refeições equilibradas do ponto de vista nutricional devem servir refeições seguras em relação aos aspectos higiênico-sanitárias. A preocupação se intensifica quando se considera que nos primeiros anos de vida há maior vulnerabilidade a agravos infecciosos e nutricionais. O objetivo do estudo foi avaliar as condições da cozinha e áreas afins além de analisaras condições microbiológicas das mãos de manipuladores, alimentos e água desses CEI e conhecer o estado nutricional das crianças com até 2 anos de idade que frequentavam os CEI lócus de estudo. Para análise da cozinha elaborou-se um check list respaldado na legislação vigente. As metodologias para análise microbiológica obedeceram ao Codex Alimentarius; International Commission on Microbiological Specifications for Foods Compendium of Methods for the Microbiological Examination of Foods e Standard Methods for the Examination of Dairy Products/APHA; Bacteriological Analytical Manual do FDA/AOAC e metodologias internacionalmente reconhecidas conforme Resolução - RDC nº 12, de 2 de janeiro de 2001. A avaliação do estado nutricional foi realizada em 112 crianças pela análise em score z dos índices antropométricos utilizando as referências populacionais da WHO(2006). Não conformidades na análise das cozinhas foram no mínimo de 40% em todos CEI. Todos apresentaram pelo menos 1 alimento contaminado e com exceção de um manipulador analisado todos estavam com as mãos contaminadas, a qualidade da água foi satisfatória exceto em um CEI. Quanto ao estado nutricional das crianças desvelaram-se 1,8% de déficit de P/I, 2,7% de P/A e 5,4% de A/I, em relação ao excesso de peso 6,3% P/A (>+2). Evidenciaram-se fatores de risco para a contaminação dos alimentos que gera dubiedade sobre a segurança dos mesmos fornecidos às crianças com até 2 anos de idade que frequentam...
Descritores: Avaliação Nutricional
Contaminação de Alimentos
Creches
Manipulação de Alimentos
Microbiologia da Água
Perfis Sanitários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, C172a, 2011


  3 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-797178
Autor: Dovidauskas, Sérgio; Okada, Isaura Akemi; Okada, Marina Miyuki; Briganti, Rita de Cássia; Oliveira, Camila Cardoso de.
Título: Determinação de fluoreto em baixas concentrações: validação de método com eletrodo íon seletivo para análise da água utilizada na preparação de soluções de diálise / Determination of fluoride at low concentrations: validation of method using ion selective electrode to analyze the water used in the preparation of dialysis solutions
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;74(4):347-360, out.-dez.2015. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho descreve o desenvolvimento e validação de metodologia analítica para determinar a concentração de fluoreto em água empregada para a preparação de soluções de diálise, por meio de potenciometria com eletrodo íon seletivo. Os parâmetros de validação investigados foram: seletividade, homoscedasticidade, linearidade, limite de detecção, limite de quantificação, veracidade de medição e precisão. As condições otimizadas de análise foram: tampão HOAc/-OAc/NaCl/CDTA (pH = 5,0 ± 0,1), na proporção 10:1 (amostra/tampão); concentrações das soluções-padrão da curva analítica: 0,05 a 0,80 mg/L. O método avaliado exibiu parâmetros de validação adequados com limites de detecção e de quantificação, respectivamente, de 0,020 e 0,050 mg/L. Ademais, foi também desenvolvida e validada uma planilha eletrônica para efetuar o monitoramento da qualidade da curva analítica do método que calcula o limite de decisão para 0,20 mg/L...
Descritores: Microbiologia da Água
Eletrodos Íon-Seletivos
Fluoretos
Potenciometria
Soluções para Diálise
Íons
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  4 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-782600
Autor: Ramos, Catarina Paula da Silva; Pinheiro, Irapuan Oliveira; Silva, Edvani Maria da; Leandro, Kátia Christina.
Título: Estudo da presença da toxina microcistina na água de reservatório de Mundaú (Garanhuns-PE) pelas metodologias ELISA e CLAE / Study on the occurrence of microcystin toxin in water reservoir of Mundaú (Garanhuns-PE) by ELISA and HPLC methodologies
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(2):169-177, abr.-jun. 2014. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: As cianobactérias são responsáveis pela produção de cianotoxinas que, uma vez acumuladas, podem causar sérios danos à saúde humana e animal. As microcistinas são o tipo mais comum de cianotoxinas e são promotoras de tumores hepáticos. O reservatório de Mundaú, localizado no município de Garanhuns-PE,foi o local escolhido por apresentar histórico de florações de cianobactérias produtoras de microcistinas.Neste trabalho foi investigada a presença de microcistinas em amostras de água bruta do reservatório do rio Mundaú utilizando-se as técnicas de Enzyme Linked Immunosorbent Assay (ELISA) e Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE). Durante quinze meses consecutivos, as amostras de água foram coletadas em duplicata no ponto de captação deste manancial e analisadas por ambas metodologias ELISAe CLAE. A presença de microcistinas foi detectada em 100 % das amostras, confirmando-se a relevância do monitoramento de microcistinas em águas de abastecimento público, pois assim como o rio Mundaú,vários mananciais de Pernambuco apresentam florações de cianobactérias que podem ser tóxicas.Este trabalho deixou como legado a implantação da referida análise no Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN-PE), e demonstrou sua importância como metodologia complementar à contagem das cianobactérias, para fornecer subsídios às ações preventivas de vigilância à saúde...
Descritores: Microbiologia da Água
Cianobactérias/patogenicidade
Cromatografia Líquida/métodos
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/métodos
Microcistinas
-Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  5 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-782598
Autor: Dovidauskas, Sérgio; Okada, Isaura Akemi; Okada, Marina Miyuki; Briganti, Rita de Cássia; Oliveira, Camila Cardoso de.
Título: Avaliação de limite de decisão (CCa) e capacidade de detecção (CCb) a partir de curvas analíticas em análises de águas para substânciascom teores permitidos: uma planilha eletrônica para a interpretaçãode resultados em Laboratórios de Saúde Pública / Estimating the decision limit (CCa) and the capability of detection (CCb) from analytical curves on water analysis for substances with permitted limits: an electronic spreadsheet for results interpretation in Public Health Laboratories
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(2):148-157, abr.-jun. 2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Neste trabalho são apresentadas planilhas eletrônicas construídas em software Microsoft Excel® quepossibilitam avaliar as estimativas de limite de decisão (CCα) e capacidade de detecção (CCβ) nas regiõesdo limite de detecção e do Valor Máximo Permitido (VMP). As estimativas são realizadas a partir decurvas analíticas lineares e homoscedásticas construídas em procedimentos de calibração segundo asnormas ISO e recomendações IUPAC. Após a validação por processamento manual dos dados, as planilhaseletrônicas foram utilizadas nas determinações de nitrito em águas envasadas (VMP = 0,02 mg/L) e defluoreto em águas de abastecimento público (intervalo de conformidade = 0,6 a 0,8 mg/L). Na análise defluoreto, em que existe um valor mínimo requerido (0,6 mg/L) e um valor máximo aceitável (0,8 mg/L)para a concentração, a planilha calcula a concentração crítica em ambos os limites com uma probabilidadede erro tipo I igual a 0,05. Desta forma, as planilhas eletrônicas permitem efetuar a rápida decisão entreconforme e não conforme na interpretação dos resultados...
Descritores: Microbiologia da Água
/métodos
AVALIACAO/métodos
Limite de Detecção
Estatística como Assunto
Validação de Programas de Computador
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-729397
Autor: Dovidauskas, Sérgio; Okada, Isaura Akemi; Sakuma, Alice Momoyo; Duran, Maria Cristina; Oliveira, Camila Cardoso de.
Título: Emprego de planilhas eletrônicas, baseadas nas normas ISO e recomendações IUPAC, em curvas analíticas da análise de água / Use of electronic spreadsheets, based on ISO standards and IUPAC guidelines, for assessing the quality of water analytical curves
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;72(1):10-20, 2013. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Microsoft Excel® para avaliar a qualidade analítica de gráficos de calibração de funções lineares ehomoscedásticas, que são usados em análises físico-químicas de águas por espectrofotometria UV-Vis, eobtidos segundo as normas ISO e recomendações IUPAC. Por meio da inserção dos valores de absorbância,as planilhas apresentam os gráficos de calibração e de resíduos e calculam desvio-padrão residual, desviopadrãopara coeficiente angular, desvio-padrão para intercepto e coeficiente de determinação. Em termosde predições, as planilhas calculam, com 95 % de confiança, o intervalo de predição (apresentado coma respectiva curva com limites superior e inferior), o valor crítico da absorbância, o valor crítico daconcentração (xC), o valor mínimo detectável da concentração (xD) ou limite de detecção, o limite dequantificação e os intervalos de confiança para amostras. De uma planilha inicial, simplificações foramintroduzidas e as planilhas resultantes foram usadas nas análises de nitrato, nitrito e ferro. A influência dassimplificações no cálculo dos parâmetros, nas relações entre os parâmetros xC/xD da ISO 11843-1,2 e nosparâmetros da Comissão Europeia CCα (limite de decisão)/CCβ (capacidade de detecção), são discutidas.
Descritores: Microbiologia da Água
Normas Técnicas
Validação de Programas de Computador
-Controle de Qualidade
Gráficos por Computador
Simplificação do Trabalho
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-729392
Autor: Araujo, Claudio Fernández; Hipólito, Janayna Roriz; Waichaman, Andrea Viviana.
Título: Avaliação da qualidade da água de poço / Assessment the quality of well-water
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;72(1):53-58, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O poço é considerado uma importante fonte de suprimento de água para consumo humano porpopulações que não têm acesso à rede pública de abastecimento em Manaus. A elevada porosidadedos solos de uma região, associada à quantidade de chuvas, pode comprometer a qualidade da água depoço por contaminação, principalmente antropogênica. Com o intuito de verificar essa contaminação,foram avaliadas 962 amostras oriundas das seis zonas do Município de Manaus durante todo o anode 2007 e de 2008, divididas nos períodos de chuva (inverno amazônico) e de seca (verão amazônico)da região, por meio de análises laboratoriais (físico-químicas e microbiológicas). Foram encontradosresultados fora dos parâmetros estabelecidos na Portaria nº 2914/2011 do MS em 20 % das amostrascorrespondentes ao período de seca e em 34 % das amostras referentes ao período de chuva. Essesresultados alertam para o risco da população ser acometida por diversas doenças de veiculação hídrica.Outrossim, este estudo mostra que é necessária a intervenção de órgãos competentes no sentido deminimizar a ocorrência de várias doenças de veiculação hídrica como parasitoses, hepatite infecciosa,febre tifoide, paratifoide, disenteria bacilar, cólera, dentre outras, na população de Manaus que faz usode água de poço.
Descritores: Fenômenos Químicos
Técnicas Microbiológicas
Microbiologia da Água
Poços de Água/análise
Qualidade da Água
-Brasil
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  8 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Milanez, Thais Valéria
Texto completo
Id: lil-729388
Autor: Scorsafava, Maria Anita; Souza, Arlete de; Stofer, Monica; Nunes, Claudete Azevedo; Milanez, Thaïs Valéria.
Título: Qualidade físico-química da água de abastecimento da região doVale do Ribeira-SP, Brasil / Physico-chemical characteristics of the public drinking water of the region of Vale do Ribeira, SP, Brazil
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;72(1):81-86, 2013. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade físico-química da água de abastecimento para consumohumano da região do Vale do Ribeira, SP, Brasil, entre 2008 e 2010. Foram medidos os parâmetros ferro,turbidez, cor aparente, nitrato e avaliados segundo a Portaria nº 2.914/2011 do Ministério da Saúde. Ofluoreto medido foi avaliado de acordo com a Resolução da Secretaria de Estado da Saúde SP 250/1995.Foram coletadas 1.254 amostras de águas de 15 municípios dessa região. Os resultados mostraramque 46 % das amostras estavam inadequadas para o consumo humano, principalmente pelos níveis defluoreto, que é adicionado à água de abastecimento público para prevenir a cárie dentária. Observouseque 42,7 % das amostras estavam fora da faixa recomendada (0,6 a 0,8 mg.L-1). Turbidez, ferro ecor aparente acima dos valores máximos recomendáveis (VMR) pela legislação foram evidenciados,respectivamente, em 2,2 %, 6,1 % e 2,1 % das amostras. Nenhuma das amostras apresentou nitrato.À vista dos resultados obtidos, conclui-se que há necessidade de implementar o monitoramento daqualidade da água.
Descritores: Microbiologia da Água
Características Físico-Químicas da Água
Fluoretos
Qualidade da Água
Água Potável
-Brasil
Monitoramento da Água
Saúde Pública
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  9 / 546 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-706168
Autor: Matta, Marcia Helena de Rizzo da; Pereira, Alecsandra Leite; Montagner, Émerson; Fortunato, Guilherme Vilalba.
Título: Determinação de bisfenol A (BFA) em água mineral por meio de CG/DCE - uma nova proposta de metodologia para análise / Bisphenol A (BPA) determination in mineral water by using CG/DCE - a new analysis methodology proposal
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;71(4):624-629, out.-dez. 2012. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neste trabalho foi avaliada a metodologia para determinar bisfenol A (BFA) em água mineral, utilizando-se a extração em fase sólida (SPE), a derivação com anidrido trifluoroacético (TFAA) e a análise por cromatografia em fase gasosa com detector de captura de elétrons (GC/ECD). A curva analítica forneceu coeficiente de correlação (R) de 0,999, valores de recuperação entre 88 e 106 por cento, limites de detecção e de quantificação de 2,5 e 25,0 ng. mL, respectivamente. A metodologia foi aplicada em quatro amostras de diferentes marcas de água mineral, dentre as quais apenas uma apresentou resultado detectável de 0,46 ng. mL. Este estudo sugere que o FBA pode ser facilmente detectado e quantificado na matriz utilizada por meio de metodologia proposta, a qual demonstrou ser seletiva, precisa e exata.
Descritores: Microbiologia da Água
Aqua Petra
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  10 / 546 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-696267
Autor: Scapin, Diane; Rossi, Eliandra Mirlei; Oro, Débora.
Título: Qualidade microbiológica da água utilizada para consumo humano na região do extremo oeste de Santa Catarina, Brasil / Microbiological quality of water used for human consumption in the extreme western region of Santa Catarina, Brazil
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;71(3):593-596, jul.-set. 2012. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: No presente estudo, foi avaliada a qualidade microbiológica da água consumida pela população na região do extremo oeste do estado brasileiro de Santa Catarina. Essa região é essencialmente agrícola, com atividades de bovinocultura e suinocultura, fatores que podem influenciar na qualidade microbiológica da água – principalmente porque, muitas vezes, esses mananciais não são adequadamente protegidos e os dejetos são incorretamente descartados. Foram avaliadas 298 amostras de águas de diversas propriedades dessa região entre os anos de 2007 a 2010. As análises microbiológicas (coliformes totais e termotolerantes) foram realizadas pela técnica de fermentação em tubos múltiplos, conforme a metodologia prescrita pela APHA (1998), segundo a Instrução Normativa 62 de 26 de agosto de 2003, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Das 298 amostras avaliadas, 191 (64,1%) estavam impróprias para o consumo humano, conforme os padrões bacteriológicos estabelecidos pela portaria 518/2004 do Ministério da Saúde. Das amostras analisadas, 191 (64,1%) continham coliformes totais e 168 (56,4%) coliformes totais e termotolerantes. Esses resultados são preocupantes, e mostram a necessidade de ferramentas como a adoção de medidas preventivas e o tratamento adequado das águas comprometidas, para evitar a ocorrência de enfermidades de veiculação hídrica.
Descritores: Abastecimento de Água
Brasil
Coliformes
Microbiologia da Água
Poluição da Água
Responsável: BR76.1 - Biblioteca



página 1 de 55 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde