Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.021.197.123.559 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 27 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 27 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990538
Autor: Ferreira, Sidnei; Porto, Dora.
Título: Sem palavras / Speechless / Sin palabras
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);27(1):7-8, jan.-mar. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Segurança
Barragens
Direitos Civis
Compensação e Reparação
Desastres
Fiscalização Sanitária
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  2 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-955183
Autor: Lira, Nibelle A; Pompeu, Paulo S; Agostinho, Carlos S; Agostinho, Angelo A; Arcifa, Marlene Sofia; Pelicice, Fernando M.
Título: Fish passages in South America: an overview of studied facilities and research effort
Fonte: Neotrop. ichthyol;15(2):e160139, 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: River regulation has fragmented fluvial ecosystems in South America, affecting fish migration and dispersion dynamics. In response, authorities have installed fish passage facilities (FPF) to mitigate impacts. However, little is known about the geographical distribution of these facilities, and no synthesis of the research effort applied to understanding their functioning and limitations exists. To address this issue, our study gathered the available scientific literature about fishways in South America to provide an overview of studied FPF and associated research effort. We found 80 studies that investigated 25 FPF, mostly ladders installed in the upper reaches of large rivers, particularly in the Paraná River Basin. One important finding is that most facilities do not lead to upstream and/or downstream sites due to the presence of other dams with no FPF. Though the number of studies has increased over the past 10 years, there is no consistent trend towards increased research effort. Overall, studies have focused on the fishway itself (i.e. upstream passage), and rarely evaluated broader issues (i.e. habitat distribution, population dynamics, conservation and management success). Our research therefore identified technical limitations of past studies, and revealed important gaps in the knowledge of FPF as a management tool.(AU)

A implantação de barragens tem perturbado e fragmentado os ecossistemas fluviais da América do Sul, afetando a migração dos peixes e dinâmicas de dispersão. Sistemas de transposição de peixes (STPs) têm sido instalados na tentativa de atenuar esses impactos. No entanto, pouco se sabe sobre a distribuição geográfica desses dispositivos, bem como o esforço de pesquisa aplicado para entender seu funcionamento e limitações. Nosso trabalho reuniu a literatura disponível com a finalidade de fornecer um panorama sobre os mecanismos investigados na América do Sul, bem como revelar o esforço e perfil das pesquisas. Encontramos 80 estudos que investigaram 25 STPs, a maioria escadas instaladas nos trechos superiores de grandes rios, particularmente na bacia do rio Paraná. Um resultado interessante é que a maior parte dos STPs está desconectada de trechos a montante e jusante devido à presença de outras barragens sem STPs. Embora o número de estudos tenha aumentado na última década, não registramos tendência consistente de incremento ao longo dos anos. No geral, os estudos abordam aspectos do próprio STP, especificamente a passagem ascendente, ignorando temas mais abrangentes (i.e. distribuição de habitats, dinâmica populacional). Além disso, o foco da pesquisa se direciona especialmente às questões de eficiência da passagem e raramente ao contexto da conservação e sucesso do manejo. Nossa avaliação, portanto, indicou que os estudos pretéritos são tecnicamente limitados, revelando importantes lacunas sobre o conhecimento dos STPs como medida de manejo.(AU)
Descritores: Barragens/análise
Barragens/métodos
Meio Ambiente
Peixes/classificação
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-970170
Autor: Giongo, Carmem Regina; Mendes, Jussara Maria Rosa.
Título: A legitimação da injustiça social e ambiental: análise da legislação no campo da construção de hidrelétricas no Brasil / The legitimation of social and environmental injustice: analysis of legislation on the construction of hydroelectric power plants in Brazil
Fonte: Textos contextos (Porto Alegre);17(2):423-436, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo pretende apresentar, a partir da análise da legislação vigente no campo da construção de hidrelétricas no Brasil, os diferentes ângulos da banalização do sofrimento das populações atingidas por estas obras. A pesquisa qualitativa teve um delineamento exploratório-descritivo e se apoiou na técnica da análise documental. O estudo dos materiais foi orientado pelas seguintes questões: a) como o documento aborda o sofrimento das populações atingidas pela construção de hidrelétricas; b) quais são os elementos do documento que contribuem para a invisibilidade da injustiça e do sofrimento das populações atingidas pela construção de hidrelétricas? Destaca-se a invisibilidade das populações atingidas pelos grandes empreendimentos no contexto da legislação vigente, excluindo aspectos que vão do sofrimento até questões atreladas à saúde, trabalho, relações sociais e culturais. Em contrapartida, privilegiam-se normativas que garantem a comercialização dos recursos naturais e o direito dos consumidores.

This paper intends to show, based on analysis of current legislation regarding the construction of hydroelectric power plants in Brazil, the different perspectives of suffering trivialization of populations affected by these enterprises. The qualitative research had an exploratory-descriptive design of qualitative based on document analysis technique. The following questions guided the material analysis: a) how does the document address the suffering of populations affected by the construction of hydroelectric power plants; b) which document components increase the invisibility of injustice and suffering of populations affected by the construction of hydroelectric power plants? The invisibility of the populations affected by the big enterprises in current legislation is evidenced, since it excludes aspects ranging from suffering to health, working, social and cultural relation issues. On the other hand, it favors regulations that guarantee commercialization of natural resources and consumers rights.
Descritores: Barragens/prevenção & controle
Centrais Hidrelétricas/prevenção & controle
Meio Ambiente
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  4 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732616
Autor: Gandini, Cíntia Veloso; Sampaio, Francisco Alexandre Costa; Pompeu, Paulo Santos.
Título: Hydropeaking effects of on the diet of a Neotropical fish community
Fonte: Neotrop. ichthyol;12(4):795-802, Oct-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.
Resumo: The impact of hydropeaking by dams is still poorly understood. Studying the diet of fish subjected to that variation allows us to test the following hypotheses: 1) seasonal and daily changes in river flow, causes changes in the use of the feeding resources; 2) species presenting larger differences in diet between seasons will be those with larger diet changes due to hydropeaking; 3) hydropeaking effects will be more evident in species feeding on items that can be more affected by variable flows. Fish diet collected from the Grande River, downstream from Itutinga Dam, in January and July 2010, was characterized by the feeding index (IA). NMDS, ANOSIM and SIMPER analyses were used to compare the diets under different hydropeaking and season. Relationship among diet dissimilarity between treatments was tested using Pearson Correlation. Seasonality and flow effects were not resulted in changes in the diet of species (hypothesis 1 rejected). In July, there was correlation of differences in the diet between stable and hydropeaking periods with the divergence caused by seasonality (hypothesis 2 accepted). The invertivores guild was the most affected by hydropeaking effects (hypothesis 3 accepted). This is the first study in Brazil that evaluates hydropeaking effects on ichthyofauna.

O impacto da flutuação de vazão causada pelas barragens ainda é pouco entendido. Estudando a dieta dos peixes sujeitos à variação na vazão conseguimos testar as seguintes hipóteses: 1) mudanças sazonais e diárias na vazão do rio promovem mudanças no uso dos recursos alimentares; 2) espécies que apresentam maiores diferenças na dieta entre as estações serão aquelas com maiores mudanças causadas pela variação de vazão; 3) os efeitos da flutuação na dieta serão mais evidentes naquelas espécies que se alimentam dos itens potencialmente mais afetados pela variação de vazão. A dieta dos peixes coletados no rio Grande, à jusante da barragem de Itutinga, em janeiro e julho de 2010, foi caracterizada pelo Índice Alimentar (IA). NMDS, SIMPER e ANOSIM foram usados para comparar a dieta em diferentes períodos e estações. As relações entre a dissimilaridade das dietas entre tratamentos foram testadas utilizando Correlação de Pearson. Os efeitos da sazonalidade e flutuação não resultaram em mudanças na dieta das espécies (hipótese 1 rejeitada). Em julho, houve correlação das diferenças nas dietas entre os períodos de vazão estável e flutuante com a dissimilaridade provocada pela sazonalidade (hipótese 2 aceita). A guilda invertívoros foi a mais afetada pelo efeito de flutuação de vazão (hipótese 3 aceita). Este é o primeiro estudo no Brasil que avalia os efeitos da flutuação de vazão sobre a ictiofauna.
Descritores: Barragens/efeitos adversos
Comportamento Alimentar/etnologia
Dieta/veterinária
-Biota/fisiologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-690099
Autor: Paschoalini, Alessandro Loureiro; Perini, Violeta da Rocha; Ribeiro, Dirceu Marzulo; Formagio, Paulo Sergio; Rizzo, Elizete; Bazzoli, Nilo.
Título: Reproduction of pimelodus maculatus (siluriformes: pimelodidae) in three section of grande river basin, downstream Porto Colombia dam, south-eastern Brazil
Fonte: Neotrop. ichthyol;11(3):615-623, jun. 2013. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The alterations to the hydrologic regime downstream from hydroelectric dams may cause an impact on the reproductive success of fishes. This study aimed to analyse the influence of the physical and chemical parameters of the water of the Grande and Pardo Rivers on gonadal maturation, oocyte diameter, follicular atresia and biological indices of Pimelodus maculatus collected from three river sections: Grande River, downstream from the Porto Colômbia dam (S1), Grande River, downstream from the confluence with the Pardo River (S2) and in the Pardo River channel (S3). Males and females captured in S1 presented significantly higher average values for total length and body weight than those captured in S2 and S3. The gonadosomatic index values were significantly higher in fish collected in S3 and the Fulton condition factor did not show significant differences in fish collected from the three sections. The oocyte diameter, the follicular cells height and the zona pellucida thickness did not show any statistical differences between the sections. Conductivity presented a significant difference between S1 and S3 and during the reproductive period, water transparency presented similar values in the two sampling sections of the Grande River, but a much lower value in the Pardo River. A low frequency of fish with reproductive activity was registered in S1, whereas in S2 and S3 higher frequencies were recorded, emphasising the need of preserving the tributaries for the reproductive success of P. maculatus of the Grande River in south-eastern Brazil.

A jusante das barragens hidrelétricas ocorrem alterações no regime hidrológico que podem causar impactos sobre o processo reprodutivo dos peixes. O objetivo do presente estudo foi analisar a influência de parâmetros físico-químicos da água do rio Grande e rio Pardo sobre a maturação gonadal, diâmetro ovocitário, atresia folicular e índices biológicos de Pimelodus maculatus coletados em três trechos: a jusante do reservatório de Porto Colômbia (P1), a jusante da confluência do rio Grande com rio Pardo (P2) e na calha do rio Pardo, a aproximadamente 100 km de P2 (P3). Machos e fêmeas capturados no ponto 1 apresentaram valores médios de comprimento total e peso corporal significativamente maiores do que aqueles capturados nos pontos 2 e 3. Os valores de IGS foram significativamente maiores nos peixes coletados no ponto 3 e o fator de condição de Fulton não apresentou diferenças significativas entre os peixes coletados nos três pontos. O diâmetro ovocitário, a altura das células foliculares e a espessura da zona pelúcida dos ovócitos vitelogênicos não mostraram diferenças estatísticas entre os pontos. A condutividade apresentou diferença significativa entre os pontos 1 e 3 e a transparência da água durante o período reprodutivo apresentou valores próximos nos dois pontos amostrais do rio Grande, e valor bem menor no ponto amostral do rio Pardo. Em P1 registrou-se baixa frequência de peixes em atividade reprodutiva, e em P2 e P3 maiores frequências de peixes reproduzindo. Os resultados encontrados enfatizam a necessidade de conservação de tributários para o sucesso reprodutivo de P. maculatus, do rio Grande no sudeste do Brasil.
Descritores: Centrais Hidrelétricas/métodos
Barragens
Oócitos
Peixes/classificação
Rios
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-669816
Autor: Raio, Cibele Bender; Bennemann, Sirlei Terezinha.
Título: A ictiofauna da bacia do rio Tibagi e o projeto de construção da UHE Mauá, Paraná, Brasil / The fish fauna of Tibagi river basin and the construction project of Mauá hydroelectric plant, Paraná, Brazil
Fonte: Semina cienc. biol. saude;31(1):15-20, jan.-jun.2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A construção da hidrelétrica Mauá foi projetada no médio rio Tibagi, Paraná, local identificado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) como área prioritária para a conservação. Os estudos de impactos ambientais, para as espécies de peixes, foram considerados incompletos, inconsistentes e inválidos pelos pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina. Assim, com o objetivo de verificar quais espécies de peixes ocorrem em trechos do rio Tibagi e em um afluente ameaçado pelo projeto, o rio Barra Grande, comparou-se a lista de espécies que constam nos relatórios (EIA/RIMA) com espécies coletadas neste estudo e com a literatura. Nos relatórios EIA/RIMA foram registradas 125 espécies de peixes. Este estudo acrescentou mais 26 espécies, além das registradas no EIA/RIMA, totalizando 151 espécies, para a bacia do rio Tibagi. Dentre as que não constavam no EIA, cinco foram coletadas em trechos do rio Tibagi e duas no rio Barra Grande. As demais são provenientes de estudos atuais realizados na região média e alta do rio Tibagi. Estes resultados confirmaram as falhas apresentadas no EIA, destacando ainda, que várias espécies podem ser novas para a ciência. Portanto, os estudos apresentados pela CNEC S.A., aprovados pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), não servem de base para propor ações mitigadoras para as espécies de peixes que poderão ser afetadas pelo projeto de construção da barragem da usina hidrelétrica Mauá na bacia do rio Tibagi.

The middle stretch of Tibagi river basin in the State of Paraná, where the hydroelectric plant of Mauá is planned to be constructed, was considered by the Ministério do Meio Ambiente (MMA) as an area of priority for conservation. The environmental impacts studies for the species of fish were considered incomplete, inconsistent and not valid by researchers from the Universidade Estadual de Londrina. Thus, with the purpose of verifying which species of fish occur in stretches of Tibagi river and an affluent threatened by the project, Barra Grande river, a list of species that appear on the reports (EIA/RIMA) with species collected in this study and in literature, were compared. In the EIA/RIMA reports 125 fish species were registered. This study added 26 species than those recorded in the EIA, totaling 151 species, for the Tibagi river basin. Among those who did not appear in the EIA, five were collected in stretches of Tibagi river and two in Barra Grande river. The others are from current studies carried out in the middle and upper regions of Tibagi river. These results confirmed the errors presented in the EIA, emphasizing that several species can be new for science. Therefore, the studies presented in the by the CNEC S.A., and approved by Instituto Ambiental do Paraná (IAP), do not support propositions drawn to weaken the effects of the Mauá dam over the fish species that could be attained.
Descritores: Centrais Hidrelétricas
Saúde Ambiental
Peixes
Barragens
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  7 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-612281
Autor: D'Avila, Frederico Alves.
Título: Estudo do impacto da construção de duas barragens na dinâmica populacional de mosquitos (Diptera: culicidae) na região metropolitana de São Paulo / Study the impact of dam construction in two population dynamics of mosquitoes (Diptera: Culicidae) in the Region São Paulo Metropolitan.
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. 66 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Assim como qualquer empreendimento que altera localmente o regime de águas, a construção de barragens de abastecimento modifica a ecologia dos culicídeos, podendo levar ao aparecimento de surtos. Foi comparado como foi a resposta dessa comunidade na construção das barragens de Biritiba-Mirim e Paraitinga, entre 2002 e 2005. Ambas fazem parte do Sistema Produtor do Alto Tietê, responsável pelo abastecimento da maior parte da região metropolitana de São Paulo. A amostragem aconteceu pelo método de Armadilha de Shannon, a partir dos dados coletados foram calculados índices dos componentes ecológicos, como riqueza, constância, abundância, similaridade e outros. A análise destes componentes revelou que a fauna de mosquitos das duas barragens possuíam estágios iniciais diferentes, logo tiveram reações diferentes ao impacto. Em Biritiba-Mirim estava presente uma fauna silvícola, que diminuiu grandemente com a inundação, enquanto a fauna associada a macrófitas e a criadouros temporários cresceram, isso levou a diminuição da diversidade no período estudado. Em Paraitinga a fauna silvícola era reduzida, então as modificações, qualitativa e quantitativas foram pequenas. Foram encontradas as seguinte espécie de importância médica: Mansonia titillans, Anopheles galvaoi, Anopheles albitarsis s.l., Anopheles evansae, Anopheles intermedius, Anopheles cruzii, Anopheles lutzi, Anopheles triannulatus, Aedes albopictus, Aedeomyia squamipennis, Psorophora ferox, Culex (Melanoconion) sp., Culex (Melanoconion) sp., Culex amazonensis, Limatus durhami, Aedes scapularis e Aedes serratus.
Descritores: Culicidae
Meio Ambiente
Barragens
Controle Biológico de Vetores
-Brasil
Coleta de Dados
Dinâmica Populacional
Limites: Animais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; MTR, 1848. CM. 53019/2011


  8 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-571585
Autor: Abilhoa, Vinícius; Vitule, Jean Ricardo Simões; Bornatowski, Hugo.
Título: Feeding ecology of Rivulus luelingi (Aplocheiloidei: Rivulidae) in a Coastal Atlantic Rainforest stream, southern Brazil
Fonte: Neotrop. ichthyol;8(4):813-818, 2010. mapas, tab.
Idioma: en.
Resumo: Feeding habits of the killifish Rivulus luelingi collected in a black water stream of the Coastal Atlantic Rainforest in southern Brazil were investigated. Eight samplings were made between April 2003 and January 2004. The diet, assessed through a similarity matrix with the estimated contribution values of food items, included microcrustaceans, aquatic immature insects (larvae and pupae), aquatic adult insects, terrestrial insects, insect fragments, spiders, and plant fragments. Differences in the diet according to temporal variations (months) were registered, but changes related with size classes evaluated and high/low precipitation period were not observed. The species presented an insectivorous feeding habit, and its diet in the studied stream was composed of autochthonous (mainly aquatic immature insects) and allochthonous (mainly insect fragments) material.

Neste estudo foram investigados os hábitos alimentares do peixe anual Rivulus luelingi em um riacho de água escura da Floresta Atlântica Costeira do Sul do Brasil. Oito amostragens foram realizadas entre abril de 2003 e janeiro de 2004. A dieta, avaliada através de uma matriz de similaridade com os valores de contribuição estimados para os itens alimentares, inclui microcrustáceos, insetos imaturos aquáticos, insetos aquáticos e terrestres, fragmentos de insetos, aranhas e fragmentos de plantas. Diferenças relacionadas ao período amostral (meses) foram registradas, mas mudanças na dieta em função das classes de tamanho avaliadas e o período de alta/baixa precipitação não foram observadas. A espécie apresentou hábito alimentar insetívoro, e sua dieta no riacho estudado foi composta por itens autóctones (principalmente insetos imaturos aquáticos) e alóctones (principalmente fragmentos de insetos).
Descritores: Canibalismo
Comportamento Competitivo
Dieta/veterinária
Comportamento Predatório
Tilápia
-Barragens
Lagos
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-537210
Autor: González, Ernesto; Carrillo, Víctor; Peñaherrera, Carlos.
Título: Características físicas y químicas del embalse agua fría (Parque Nacional Macarao estado Miranda Venezuela) / Physical and chemical features of agua fria reservoir (Macarao national park Miranda state Venezuela)
Fonte: Acta cient. venez;55(3):225-236, 2004. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Se determinaron las principales características fisicoquímicas del embalse de alta montaña Agua Fría. Se realizaron muestreos mensuales (Enero-Diciembre, 2001) en tres localidades: E1, en la región más profunda del embalse, cerca del dique y en E2 y E3, ubicadas en las desembocaduras de los tributarios al embalse. Se registraron altos valores de transparencia (promedio de 6,5 m), debido a la baja cantidad de materia orgánica e inorgánica presente, lo que permitió que la luz penetrara a través de casi toda la columna de agua en la mayoría de los muestreos. Se registró una estratificación térmica estable durante todo el período de estudio, lo que permitió clasificar el embalse como meromíctico con tendencia a cálido monomíctico, según el criterio de Lewis (1983) para lagos tropicales. Se presentaron condiciones de anoxia en el hipolimnion del embalse, las cuales persistieron de Mayo a Octubre. El embalse presentó una salinidad baja, reflejada en sus bajos valores de conductividad (<500 µS/cm). Las aguas presentaron un carácter ligeramente alcalino (pH>7,0). Se detectaron bajas concentraciones de nutrientes, especialmente de fósforo, por lo que el embalse pudo ser clasificado como ultraoligotrófico, según el criterio de Salas y Martinó (1991) para lagos tropicales.
Descritores: Barragens
Parques Recreativos/análise
Características Físico-Químicas da Água
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  10 / 27 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-507789
Autor: Cantanhêde, Geuza; Hahn, Norma Segatti; Fugi, Rosemara; Gubiani, Éder André.
Título: Alterations on piscivorous diet following change in abundance of prey after impoundment in a Neotropical river
Fonte: Neotrop. ichthyol;6(4):631-636, Oct.-Dec. 2008. ilus, graf, mapas.
Idioma: en.
Resumo: The goal of this study was to investigate the alterations of diet of a piscivorous fish (Acestrorhynchus pantaneiro) following changes in abundance of a forage fish (Moenkhausia dichroura) during the trophic upsurge stage in a reservoir. Fish samplings were taken monthly in the Manso Reservoir (State of Mato Grosso, Brazil) from March 2000 to February 2001 (period I) and from March 2003 to February 2004 (period II). The abundance of Moenkhausia dichroura in the reservoir was significantly different in both periods, representing 9.6% of the individuals in period I and 66.4% in period II. Stomach contents analyses showed that the number of prey species consumed by A. pantaneiro decreased from 41 prey in period I to 14 in period II. In the last period M. dichroura was the most important prey, comprising 95% of the diet, in contrast with the period I when this species represented only 15% of the diet. The predator and prey size relationship was positive in both periods, however was significantly different, because small and large predators consumed mainly small prey (M. dichroura) in period II. Thus, the results showed that A. pantaneiro altered its diet composition, trophic niche breadth and prey sizes to feed on more abundant and accessible prey. These alterations probably caused a decrease in energy costs related to prey searching, maximizing the energy gain of the predator.

O objetivo deste estudo foi investigar alterações na dieta de um peixe piscívoro (Acestrorhynchus pantaneiro) após mudanças na abundância de um peixe forrageiro (Moenkhausia dichroura) durante a colonização de um reservatório. Os peixes foram amostrados mensalmente entre março/2000 e fevereiro/2001 (período I) e março/2003 e fevereiro/2004 (período II), no reservatório de Manso (Mato Grosso, Brasil). A abundância de M. dichroura foi significativamente diferente entre os períodos, representando 9,6% dos indivíduos no período I e 66,4% no período II. No período I A. pantaneiro consumiu 41 presas, enquanto que no período II foram registradas 14 presas, sendo que M. dichroura foi a presa mais consumida, passando a representar 95% da dieta, enquanto no período I representava apenas 15%. A relação entre o tamanho do predador e da presa foi positiva em ambos os períodos, porém significativamente diferente. No período II pequenos e grandes predadores consumiram principalmente pequenas presas (M. dichroura). Os resultados mostraram que A. pantaneiro consumiu, no período II, a presa mais abundante e disponível, alterando a composição de sua dieta, amplitude do nicho alimentar e tamanho da presa. Estas alterações provavelmente causaram um decréscimonos custos energéticos associados à procura da presa, maximizando o ganho de energia do predador.
Descritores: Barragens/efeitos adversos
Peixes
Cadeia Alimentar
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde