Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.021.227 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 95 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 10 ir para página                        

  1 / 95 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-620801
Autor: Silva, Rosângela Aguilar da; Petrarca, Mateus Henrique; Santos, Roberto Costa; Yamamoto, Isabel Tacaco; Marques, Lilian Regina Macelloni.
Título: Monitoramento da concentração de íons fluoreto na água destinada ao consumo humano proveniente de um município com diferentes sistemas de abastecimento público / Monitoring the fluoride ions concentration in water for human consumption from a municipality with different public water supply systems
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(2):220-224, abr.-jun. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: No presente estudo foram avaliadas as concentrações de íons fluoreto em amostras de água destinada ao consumo humano em um município com diferentes sistemas de abastecimento público. Em 139 amostras coletadas no ponto de entrada das edificações, no período de 2003 a 2007, foram determinadas as concentrações de íons fluoreto por meio de eletrodo combinado seletivo para flúor. As concentrações em conformidade com o padrão estadual (0,6 a 0,8 mg/L) foram detectadas em 87 (62,6) amostras e as proporções de conformidade aumentaram de 46,9 para 71,9 durante o período do estudo. As variações consideráveis nessas proporções, assim como nas concentrações mínimas e máximas, foram verificadas tanto em um mesmo sistema bem como entre diferentes sistemas de abastecimento de água. Os dados obtidos neste estudo indicam a necessidade de elaboração de planos de amostragem individualizados para cada sistema ou, ainda, a implantação de outra estratégia para efetuar o monitoramento da fluoretação da água em municípios com diferentes sistemas públicos de abastecimento de água para consumo humano.
Descritores: Abastecimento de Água
Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Fluoretação
Fluoretos
Monitoramento
Íons
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  2 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-107300
Autor: Mujica, Oscar; Quik, R; Palacios A., Olga; Beingolea, L; Vargas, R; Moreno Baanante, Delia; Seminario, L.
Título: Cólera en la selva peruana: factores de riesgo y protección / Cholera at peruvian jungle: risk factors and protection
Fonte: Rev. peru. epidemiol. (Online);4(2):62-9, jun. 1991. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El cólera no ha sido reconocido en Sudamérica desde fines del siglo pasado; sin embargo, desde inicios de 1991 más de 200,000 casos de cólera han sido reportados en Perú. La epidemia alcanzó la región amazónica en febrero de 1991, y se efectuó un estudio Caso Control pareado en habitantes de la ciudad de Iquitos con el propósito de identificar factores de riesgo en la transmisión de la enfermedad en el escenario amazónico. Los casos fueron residentes con diarrea acuosa aguda admitidos a la Unidad de Tratamiento de Cólera de los Hospitales de Salud de la ciudad; los controles fueron residentes sanos pareados por sexo, edad y vecindario. Los factores asociados a cólera fueron los siguientes: consumo de agua cruda (ORm=2,9; IC 95 por ciento=1,3<6,4); consumo de fruta y/o verdura sin lavar (ORm=8,0; IC 95 por ciento=2,2<28,9); consumo de arroz frio (ORm=2,1; IC 95 por ciento=1,1<4,5); consumo de `juane' en adultos de 25 a 44 años (ORm=4,2; IC 95 por ciento=1,1<16,3). Adicionalmente, se encontró que el consumo de jugo de toronja (`toronjada'; pH promedio=2,3) se asoció con un riesgo de enfermedad significativamente disminuido (ORm=0,4; IC 95 por ciento=0,2<0,7). El aparente efecto protectivo asociado al consumo de toronja, independientemente de la fuente de agua pura pudiera deberse a la incapacidad de sobrevivencia del V. cholerae en medios con pH bajo. Los factores de riesgo identificados en esta región de la amazonía sugieren que el consumo de agua hervida (o apropiadamente clorinada), la preparación higiénica y el calentamiento de los alimentos previo a su consumo pueden prevenir la ocurrencia de casos de cólera en otras situaciones epidémicas
Descritores: Medidas de Segurança/economia
Medidas de Segurança/normas
Fatores de Risco
Cólera/epidemiologia
Cólera/etiologia
Cólera/prevenção & controle
-Consumo de Água (Saúde Ambiental)/estatística & dados numéricos
Consumo de Alimentos/normas
Serviço Hospitalar de Emergência
Serviço Hospitalar de Emergência
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  3 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1103895
Autor: Gomes, Natália Barabani Leal; Lourenço, Maristela Soares; Carvalho, Lúcia Rosa de; Pontual, Leandro Vahia; Mello, Juliana Vieira de Castro; Cavalcanti, Marina Rodriguez.
Título: Proposta de reuso da água utilizada no pré-preparo de hortifrutigranjeiros e na higienização de pratos e talheres em um restaurante universitário no Estado do Rio de Janeiro / Prpoposal for reuse of water for the pre-preparation of fruit and vegetables and the sanitization of dishes and flatware in a university restaurant in the state of Rio de Janeiro
Fonte: Demetra (Rio J.);15(1):e37978, jan.- mar.2020. tab, ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: O presente estudo teve como objetivo elaborar uma proposta para o reuso de água em um restaurante universitário no Estado do Rio de Janeiro, além de propor medidas para redução do seu consumo. Metodologia: Foi aplicado um formulário para quantificação do consumo de água nas etapas de pré-preparo de hortifrutigranjeiros e na higienização de pratos e talheres, em um período de 9 e 13 dias, respectivamente. Em seguida, foi estimado o volume, em litros, de água potável utilizado diariamente em cada etapa. Resultados: Na etapa de pré-preparo de hortifrutigranjeiros, calculouse que são utilizados 2.400 litros por dia; e na etapa de higienização de pratos e talheres, estimou-se o uso de 478 litros por dia. Desta forma, pôde-se calcular o volume total de 2.878 litros por dia que ficarão armazenados para o reuso com fins não potáveis, como por exemplo, a higienização do piso dos refeitórios do restaurante, o que representa 31,97% da quantidade necessária para limpeza de todo o restaurante universitário. Além disso, realizou-se a quantificação dos pontos de água para possível instalação de arejadores nas torneiras, no intuito de reduzir o consumo. Em seguida, elaborou-se o projeto do reservatório de água para reuso. Conclusão: Por fim, atestou-se a importância da proposta apresentada, tendo em vista a significativa quantidade de água com possibilidade de reuso que é desperdiçada diariamente, contribuindo-se assim com a preservação ambiental e diminuição dos custos do restaurante universitário. (AU)

Objective: The aim of the present study was to propose the reuse of water in a university restaurant in the state of Rio de Janeiro, as well as measures to reduce consumption. Methods: A form was applied to quantify water consumption during the pre-preparation of fresh produce and the sanitization of dishes and flatware, within a period of 9 and 13 days, respectively. Later, the volume of potable water used daily was estimated in liters. Results: The estimated volume of water used per day was 2.400 liters for pre-preparation of fresh produce and 478 liters of water per day for sanitization of dishes and flatware. Thus, a total volume of 2.878 liters of water per day for non-potable reuse was estimated, such as, for example, for the sanitization of the dining hall floor of the restaurant. In addition, the quantification of water points for possible installation of faucet aerators was made aiming to reduce consumption. Next, a project of the storage container for the reuse of water was developed. Conclusion: It may be concluded that the importance of the proposal is related to the significant quantity of daily wasted water that could be reused and thus, contribute to environmental preservation and decrease the water expenses of the university restaurant. (AU)
Descritores: Água
Reciclagem da Água
-Restaurantes
Universidades
Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Água Cinza
Reservatórios de Água
Gestão Ambiental
Gestão da Qualidade
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  4 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-469500
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde.
Título: Programa nacional de vigilância em saúde ambiental relacionada à qualidade da água para consumo humano / Environmental health surveillance national program related to the water quality for human consumption.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2005. 105 p. ilus, tab. (C. Projetos, Programas e Relatórios).
Idioma: pt.
Resumo: Este livro trata do Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental, a ser implementado no Brasil, que está relacionado à qualidade da água para consumo humano no País. O presente documento contém as diretrizes e os princípios norteadores do programa no âmbito do SUS, o campo e a forma de sua atuação, bem como as principais atividades necessárias para a sua execução
Descritores: Consumo de Água (Saúde Ambiental)
-Critérios de Qualidade da Água
Normas de Qualidade da Água
Qualidade da Água
Vigilância
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)
BR599.1; 10001020279, MT; BR599.1; 10001020280, AG, e.2; BR599.1; 10001020469, AG, e.3


  5 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-157352
Autor: Sao Paulo (Estado). Secretaria da Saude. Centro de Vigilancia Sanitaria. Divisao Tecnica de Acoes sobre o Meio Ambiente. Programa Estadual de Vigilancia da Qualidade da Agua para Consumo Humano.
Título: Avaliacao da qualidade da agua para consumo humano no Estado de Sao Paulo, 1991 a 1993 / Water quality evaluation to human consuption at Sao Paulo State, 1991 to 1993.
Fonte: Sao Paulo; Sao Paulo (Estado). Secretaria da Saude. Centro de Vigilancia Sanitaria. Divisao Tecnica de Acoes sobre o Meio Ambiente. Programa Estadual de Vigilancia da Qualidade da Agua para Consumo Humano; 1994. 60 p. tab, mapas.
Idioma: pt.
Descritores: Água/análise
Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Qualidade da Água
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2/1535/Cx.A8


  6 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-115117
Autor: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária.
Título: Manual para coleta de amostras de águas para consumo humano: projeto pró-água / Waater's samples collection manual to human consumption: water project.
Fonte: s.l; Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária; 1991. s.p p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Água
Manual de Referência
-Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2/1372/Cx.S22


  7 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Akerman, Marco
Texto completo
Id: lil-176476
Autor: Akerman, Marco; Campanario, Paulo; Maia, Paulo Borlina.
Título: Saúde e meio ambiente: análise de diferenciais intra-urbanos, Município de Säo Paulo, Brasil / Environment and health: an analysis of intra-urban differentials in the City of S. Paulo, Brazil
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;30(4):372-82, ago. 1996. ilus, tab, mapas.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se preencher as lacunas no tipo de informaçäo necessária sobre mortalidade para estabelecimento de correlaçöes entre saúde, urbanizaçäo e meio ambiente. As estatísticas produzidas baseiam-se na análise de dados de registros contínuos, dados de pesquisas, relatórios e censos populacionais. Dados socioeconômicos foram utilizados para construir um indicador composto para cada distrito e subdistrito fornecendo a base para a construçäo de quatro zonas socioeconômicas. Säo apresentados diferenciais de mortalidade entre essas zonas, distribuídos por quatro grupos de causas e cinco grandes grupos etários. O zoneamento urbano mostrou que 43,8 por cento da populaçäo da cidade de Säo Paulo vive em áreas com as piores condiçöes socioeconômicas. Os dados de saúde demonstraram que pessoas vivendo nessas áreas tinham padräo de mortalidade mais elevado que aquelas vivendo em áreas com melhores condiçöes socioeconômicas. Analisa-se a sobremortalidade entre as zonas socioeconômicas e sugere-se este enfoque como instrumento útil para a definiçäo de prioridades na alocaçäo de recursos de saúde
Descritores: Mortalidade
Características de Residência
Saúde da População Urbana/estatística & dados numéricos
-Fatores Socioeconômicos
Saneamento Urbano
Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Zoneamento
Fatores Sexuais
Causas de Morte
Escolaridade
Renda
Fatores Etários
Habitação
Urbanização
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-398694
Autor: Lepargneur, Hubert.
Título: Agua: qualidade de vida. O desafio do século / Water - Quality of Life. The Challenge of the Century
Fonte: Mundo saúde (Impr.) = Mundo saude (Impr);28(4):364-372, out.-dez. 2004.
Idioma: pt.
Resumo: Não é por acaso que a UNESCO pôs os problemas da água entre suas prioridades, a ponto de declarar 2003 o Ano Internacional da Água Doce, este líquido que representa apenas 2, 5 por cento da água deste planeta. O Terceiro Fórum Mundial da Água ocorreu em março de 2003 em Kyoto, com cem chefes de Estado, delegações de 170 países e mais de dez mil especialistas, com contracúpula alternativa em Florença. Os peritos o declaram um fiasco ( O Estado de São Paulo, de 26/3/2003). Não será o último simpósio sobre água neste século. O presente artigo começa por relacionar a água e a saúde, como convém nesta revista. Em seguida alarga-se o horizonte de modo a fazer adivinhar as muitas conexões que a água tem com nossa vida, nessa história, nesse planeta e para toda a humanidade. No mundo, um quinto da população (1, 1 bilhão de pessoas) não têm acesso à água pótavel. Constatou-se em Kyoto o fracasso das promessas internacionais (homologas notadamente em Johannesburgo, em 2002) em vista de reduzir pela metade, até o ano 2015, as carências em água pótavel.
Descritores: Abastecimento de Água/ética
Água Doce
Água Potável/fisiologia
CONSERVACAO DA AGUA
Consumo de Água (Saúde Ambiental)/economia
Poluição da Água/economia
Saúde Pública/economia
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)


  9 / 95 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1028632
Autor: Cubilla, Mitzi; Alguero, Lourdes; Ortega de Gómez, Estelina; Berrocal, Rubén; Rengifo Herrera, Claudia.
Título: Consumo de agua como hábito saludable en la población universitaria / Consumption of water as healthy habit in the university population
Fonte: Enfoque (Panama);18(13):35-41, jul.-dic.2015.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Caracterizar el perfil de hábitos y prácticas de salud de los universitarios en cuanto al consumo deagua en la Universidad de Panamá.El agua es uno de los grandes componentes del cuerpo humano. Constituye el medio en que se llevan a cabola mayor parte de las reacciones químicas en el cuerpo y juega un papel importante en la transformación deenergía, la excreción de desechos y la regulación de la temperatura (Brown 2006).Metodología: Se utilizó el muestreo aleatorio estratificado proporcional, utilizando un error máximo de 3%y un 95% de confianza. Además se le probó la homogeneidad estructural del instrumento. Con los resultadosobtenidos, se procedió a desarrollar un análisis descriptivo con diferentes variables de tipo general ademásde las preguntas sobre el consumo de agua. Por otro lado se realizó un análisis multivariante aplicando elmétodo HJ-Biplot el cual permitirá identificar patrones con respecto a las respuestas manifestadas en lasfacultades examinadas.Resultados: La muestra estaba distribuida 15% administrativos, 68% estudiantes 17% docentes. Dondemanifiestanqueeltipodelíquidoconelqueacompañanlascomidastienecomopreferenciaconsumiragua. Y delgrupo de los encuestados los estudiantes universitarios son aquellos con los menores niveles de consumo deagua argumentados por la falta de tiempo.Conclusión: La población está anuente que el consumo del agua genera beneficios en la salud física y en elbienestar general, sin embargo los hábitos generales de la misma no reflejan dicho conocimiento.

Objective: Characterize the habit profile and health practices of university students, administrative personneland faculty members, in regards to water consumption in the University of Panama.Water is one of the major components of human body. It constitutes the mean for body's main chemicalreactions and plays an important role in the transformation of energy, waste excretion and temperatureregulation (Brown, 2006).Methodology: Proportional stratified random sampling was used, using a maximum error of 3% and 95%confidence. Also, the structural homogéneity of the instrument was tested. With the results, we proceeded todevelop a descriptive analysis with different general variables in addition to questions about drinking water.Furthermore, a multivariate analysis using the HJ- Biplot method was run for identifying patterns related tothe responses expressed by the students from different schools.Results: The sample was distributed among 15% staff, 68% students and 17% faculty. They expressed theirpreference of drinking water during meals instead of any other kind of beverage. The students interviewedare the group drinking the less amount of water due to lack of time.Conclusion: The population is aware of the benefits of drinking water for physical health and well-being;however, the general habits do not reflect this knowledge.

Objetivo: Caraterizar o perfil de hábitos e práticas de saúde dos universitários enquanto ao consumo de águana Universidade de Panamá.A água é um dos grandes componentes do corpo humano. Constitui o meio em que se dão a maior partereações químicas no corpo e têm um papel importante na transformação de energia, a excreção dos detritose a regulação da temperatura (Brown 2006). Metodologia: Se utilizou a amostragem aleatória estratificadaproporcional com um erro máximo de 3% e um 95% de confiança. Além disso, se provou a homogeneidadeestrutural do instrumento. Com os resultados obtidos se procedeu a desenvolver uma análise descritiva comdiferentes variáveis de tipo geral, além das perguntas sobre o consumo de água. Por outro lado, se realizouuma análise múlti variante aplicando o método HJ-Biplot, que permitirá identificar padrões com respeito àsrespostas manifestadas nas faculdades testadas.Resultados: A amostra foi distribuída em 15% administrativos, 68% estudantes e 17% docentes. Osresultados indicam que o tipo de líquido preferido para acompanhar as comidas é a água, e do grupo derespondentes, os estudantes universitários foram aqueles com os menores níveis de consumo de água,argumentando a falta de tempo.Conclusão: A população sabe que o consumo de água gera benefícios na saúde física e o bem-estar integral,porém, os hábitos gerais no refletem esse conhecimento.
Descritores: Armazenamento de Água
Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Critérios de Qualidade da Água
-Usos da Água
Limites: Humanos
Responsável: PA30.1 - BINASA - Biblioteca Nacional de Salud


  10 / 95 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001462
Autor: Pinaffi, C D; Santos, C H.
Título: Volatilization of ammonia in systems of treatment of swine manure with aquatic macrophytes / Volatilização de amônia em sistemas de tratamento de dejetos de suínos com macrófitas aquáticas
Fonte: Braz. j. biol;79(3):423-431, July-Sept. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The usage of aquatic plants represents an alternative in the treatment of residues originating from swine. In these systems, one of the N removal methods is the ammonium (NH4 +) uptake and volatilization of ammonia (NH3). In this way, the objective of this work was to evaluate the volatilization rates of NH3 in waste treatment systems swine fluids (SSF) with aquatic macrophytes, as well as the concentration of NH 4+ present in the swine fluids. The experiment was carried out at Campus II/UNOESTE. The treatment systems were composed of 16 boxes of PVC and characterized as: T1 = Control sample 50% of SSF/50% of water; T2 = 50% SSF/50% water + Eichhornia crassipes (Mart.) Solms; T3 = 50% SSF/50% water + Pistia stratiotes L.; T4 = 50% SSF/50% water + Salvinia auriculata Aubl. The design was randomized blocks, with 4 treatments and 4 replicates. The hydrogen potential (pH) and the NH4 + content of the effluent were analyzed weekly, and the volatilization of NH 3 by means of collectors installed in each treatment unit. The presence of aquatic macrophytes promoted the reduction of NH4+ concentration and of the pH values ​​of swine fluids, and this resulted in the reduction of NH3 volatilization rates to the environment, with emphasis on the system with Eichhornia crassipes (Mart.) Solms, which presented the lowest rate of volatilization.

Resumo A utilização de plantas aquáticas representa uma alternativa no tratamento de resíduos oriundos da suinocultura. Nestes sistemas, uma das formas de remoção de nitrogênio (N) é a absorção de amônio (NH4+) pelas plantas, entretanto, também ocorre a volatilização de amônia (NH3). Dessa forma, o objetivo do trabalho foi avaliar as taxas de volatilização de NH3 em sistemas de tratamentos de dejetos líquidos de suínos (DLS) com macrófitas aquáticas, bem como a concentração de NH4+ presente nos dejetos. O experimento foi realizado em área de ambiente aberto no Campus II/UNOESTE. Os sistemas de tratamento foram constituídos de 16 caixas de PVC e caracterizados como: T1 = Testemunha 50% de DLS/50% de água; T2 = 50% de DLS/50% de água + Eichhornia crassipes (Mart.) Solms; T3 = 50% de DLS/50% de água + Pistia stratiotes L.; T4 = 50% de DLS/50% de água + Salvinia auriculata Aubl. O delineamento adotado foi em blocos casualizados, com 4 tratamentos e 4 repetições. Foram analisados o potencial hidrogeniônico (pH) e o teor de NH4 + do efluente semanalmente, e a volatilização de NH3 por meio de coletores instalados em cada unidade de tratamento. A presença das macrófitas aquáticas proporcionou a redução da concentração de NH4+ e dos valores de pH dos dejetos líquidos de suínos, e isto resultou na redução das taxas de volatilização de NH 3 ao meio ambiente, com destaque ao sistema com Eichhornia crassipes (Mart.) Solms, que apresentou a menor taxa de volatilização.
Descritores: Eliminação de Resíduos Líquidos
Araceae/metabolismo
Eichhornia/metabolismo
Amônia
Esterco/análise
-Suínos
Volatilização
Biodegradação Ambiental
Distribuição Aleatória
Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Resíduos Industriais/análise
Criação de Animais Domésticos
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 10 ir para página                        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde