Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.036.407.348 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-591498
Autor: Neiva, Elaine Rabelo; Brito, Maria Júlia Pantoja de.
Título: Redes sociais e mudança em um grupo de produtores rurais do planalto central / Social network and change in a rural brazilian producers group
Fonte: Rev. psicol. organ. trab;8(1):5-24, jun. 2008.
Idioma: pt.
Resumo: Vários estudos que investigam mudança nas organizações se focam nas atitudes percebidas pelos indivíduos frente à mudança. Quando os indivíduos de uma organização são informados a respeito de uma mudança, eles formam crenças e ideias que questionarão como a mudança irá afetar as características do trabalho do indivíduo, se a organização é capaz de realizar a mudança de tal forma que os objetivos principais sejam alcançados, e se a mudança casa com os valores do indivíduo. As relações sociais em que cada indivíduo está inserido podem ser vistas como uma rede. Assim, dentro de um contexto específico organizacional, o estudo das redes se torna extremamente importante na investigação de processos que envolvem relações informais, pois estes muitas vezes consolidam a dinâmica organizacional e processos de tomada de decisão. O presente estudo tem por objetivo descrever e analisar a estrutura social e as reações dos indivíduos durante a implantação de uma associação de produtores rurais do Distrito Federal. Entrevistas semi-estruturadas e um questionário para investigar as redes sociais de amizade, informação, confiança e influência foram utilizados como metodologia do estudo. Participaram do estudo 15 produtores rurais e 5 profissionais de uma empresa de extensão rural do Distrito Federal As entrevistas ressaltaram a característica solitária do trabalho do produtor, vinculado a seu pequeno negócio. Os resultados indicaram que as reações à mudança foram de desconfiança e temor. O grau de confiança do grupo no indivíduo que propõe a introdução das mudanças e as experiências anteriores com outras associações foram determinantes para a participação do produtor. Os resultados das redes sociais indicaram ainda redes com pouca interação e possibilidade de crescimento. O estudo também indicou atores importantes para melhor estruturação das redes.

The informal social network make a social base to consolidate the organizational change once the reactions of changes have effects that happen in the social network context. This current study describes and analyses the social network structure and the individual reactions during an implantation of a rural producers association of Distrito Federal. Structured interviews and a survey to investigate social network's content were used as methodology of study. Fifteen rural producers and five professional people of a rural company of Distrito Federal were part of the study. The interviews showed the producer lonely characteristic linked to his small business and family. The results showed that the reactions of changing were: distrust and fear. The group level of trust in the individual that suggest the introduction of changes and preceding experiences with other associations were important to the producer participation. The social network results also showed that there is few interaction and possibility of growth. The study indicated important actors that can make network structures even better.
Descritores: Redes Comunitárias
Associações de Agricultores
Inovação Organizacional
Trabalhadores Rurais/psicologia
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde