Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP6.056.247 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 24 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 24 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-2692
Autor: Sabino, Jéssika Bispo; Brasileiro, Nicole Porcaro Muricy; Souza, Leonardo Teixeira de.
Título: Pesquisa de resto-ingesta em uma unidade de alimentação e nutrição hospitalar de Teófilo Otoni - MG / Resting-ingestion research in a hospital feeding and nutrition unit of Teófilo Otoni - MG
Fonte: Hig. aliment;30(260/261):24-27, 30/10/2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho teve por objetivo avaliar o índice de resto-ingesta de uma unidade de alimentação e nutrição (UAN) que produz refeições transportadas para um hospital de Teófilo Otoni ­ MG. As sobras dos marmitex foram pesadas durante 16 dias consecutivos. Os valores de porcentagem de resto-ingesta foram obtidos pela fórmula em que se multiplica o peso do resto por 100 e divide-se pelo peso da refeição distribuída. Os valores de resto-ingesta variaram de 22,73% a 47,87% do peso dos alimentos. A média foi de 39,62%, sendo considerada muito alta, caracterizando um péssimo serviço. Concluiu-se sobre a importância de se fazerem mudanças no cardápio, verificar as prescrições corretas a clientes/pacientes sem dentição, verificação de pedido e preparo de dietas a clientes que estavam em jejum ou haviam recebido alta hospitalar e aqueles em estados pré e pós-cirúrgico. Sugere-se ainda que haja maior controle quanto aos acompanhantes dos clientes no momento de realização das refeições. O Nutricionista deve promover ações contribuindo com a diminuição do resto e desperdício de alimentos e, consequentemente, com a sustentabilidade ambiental.

This work aimed to evaluate the rate of the rest of a restaurant producing meals transported to a hospital of Teofilo Otoni - MG. The remains of packed lunch were weighed for 16 consecutive days. The percentage remains values were obtained by the formula in which multiplies the remainder by weight by 100 and divided by the weight of distributed meal. The rest values ranged from 22.73% to 47.87% by weight of the food. The average was 39.62%, and is considered very high, featuring a lousy service. It was concluded on the importance of making changes in the menu, check the correct prescriptions to clients / patients without teeth, order verification and preparation of diets to customers who were fasting or had been discharged and those in stages pre- and post- surgical. It also suggests that there is greater control as the customer companions at the time of carrying out the meals. The Nutritionist must promote actions contributing to the reduction of rest and food waste and consequently to environmental sustainability.
Descritores: Perdas de Alimentos
Qualidade dos Alimentos
Desperdício de Alimentos
Análise de Alimentos
Lixo
Hospitais Públicos
-Alimentação Coletiva
Refeições
Serviço Hospitalar de Nutrição
Abastecimento de Alimentos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  2 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Aranha, Flávia Queiroga
Texto completo
Id: biblio-882814
Autor: Aranha, Flávia Queiroga; Gustavo, Ana Flora Silva e.
Título: Avaliação do desperdício de alimentos em uma unidade de alimentação e nutrição na cidade de Botucatu, SP / Evaluation of food waste in a food and nutrition unit in the city of Botucatu, SP
Fonte: Hig. aliment;32(276/277):28-32, fev. 27, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: [{"text": "A avaliação de parâmetros como sobras e resto-ingesta são comumente\r\nutilizados para conhecer e avaliar o desperdício em Unidades de Alimentação\r\ne Nutrição (UAN). O objetivo deste estudo foi verificar e analisar o desperdício\r\nde alimentos a partir dos índices de sobra limpa, suja e resto-ingesta de\r\numa UAN da cidade de Botucatu/SP. Para aferir o peso da preparação distribuída\r\nfoi feita a pesagem de uma cuba de cada preparação, depois de pronta,\r\nsendo descontado o valor do recipiente. Para a sobra limpa foram pesadas as\r\npreparações que permaneciam nos pass through quente e frio e para sobra\r\nsuja foram pesadas todas as cubas que haviam sido encaminhadas para a distribuição,\r\nonde foi descontado o peso do recipiente para ambas as pesagens.\r\nO peso do resto foi obtido por meio da pesagem dos restos dos alimentos\r\ndas bandejas dos comensais da área de devolução da unidade. Os resultados\r\ndemonstraram alto índice de desperdício na unidade, especialmente com relação\r\nàs sobras sujas que atingiram em média 19,15% (±8,05). Com relação\r\nao resto,os resultados se enquadraram no que qualifica a unidade como de\r\nbom desempenho, com média de 8,73% (±3,12);enquanto a sobra limpa atingiu\r\nmédia de 3,46% (±4,15).Sendo assim, faz-se necessária a implementação\r\nde medidas que minimizem esses resultados, a partir da observação diária e\r\ndesenvolvimento de campanha relacionada ao tema para conscientização dos\r\ncomensais e colaboradores.(AU)", "_i": "pt"}]
Descritores: Desperdício de Alimentos
Serviços de Alimentação/normas
Abastecimento de Alimentos
Planejamento de Cardápio/normas
-Brasil
Perdas de Alimentos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR908


  3 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-846492
Autor: Nunes, José Eduardo de Albergaria; Neves, Anna Luiza Santana; Pires, Edileide Freitas.
Título: Perda por degelo em carcaças de frangos congeladas / Ice break up loss on frozen chicken carcasses
Fonte: Hig. aliment;31(268/269):97-101, 30/06/2017.
Idioma: pt.
Resumo: O consumo de frango congelado aumentou nos últimos anos. O fator de degelo, água absorvida pelo músculo da ave durante o processamento industrial, é um indicador de qualidade e economicidade para este produto. Com objetivo de avaliar perdas de peso por degelo em carcaças de frango, por meio do método de gotejamento (Drip test), foram analisadas 25 amostras de 5 diferentes marcas (10 evisceradas e 15 não evisceradas). Os resultados das amostras individuais demonstraram que das 25 amostras, 14 amostras (56%) evidenciaram perda por degelo acima do permitido pela legislação pertinente que é de 6%. Observou-se também que as amostras com vísceras tiveram médias de perda por degelo bem superiores àquelas evisceradas: 7,3% e 5,2%, respectivamente. Considerando valores médios de 5 amostras por marca, apenas as com vísceras apresentaram não conformidade em relação à perda de peso por degelo. Todas as amostras contendo vísceras apresentaram irregularidades e 20% das amostras evisceradas tiveram percentual de degelo ligeiramente acima do máximo permitido. Diante dos resultados concluiu-se que: as condições "eviscerado" e "não eviscerado" influenciaram sobremaneira os valores de perda por degelo, que a maioria das amostras analisadas apresentou percentuais elevados de degelo e que a aquisição de carcaça eviscerada é a melhor opção de compra para este tipo de produto considerando a economicidade.
Descritores: Perdas de Alimentos
Alimentos Congelados/análise
Degelo
Produtos da Carne
-Brasil
Amostras de Alimentos
Aves Domésticas
Limites: Animais
Responsável: BR908


  4 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-833501
Autor: Marques, Elisabete Coentão; Marques, Renata Coentrão.
Título: Roteiro para a sustentabilidade na produção de refeições / Roadmap for sustainability in food production
Fonte: Hig. aliment;31(266/267):140-144, 30/04/2017.
Idioma: pt.
Resumo: A nutrição em saúde pública é influenciada pelos sistemas agrícola, econômico, segurança alimentar, acessibilidade do cuidado com a saúde e educação e pela influência dos órgãos governamentais. Desta forma, a sustentabilidade está neste contexto. Este trabalho teve como objetivo condensar as informações sobre sustentabilidade em serviços de alimentação, preparando este ambiente para mudanças imediatas e discussões para o futuro de unidades de alimentação e nutrição. Para tanto foi feita uma revisão de literatura. Observouse que práticas como conscientização de funcionários, gerenciamento de resíduos sólidos, cuidados com o uso da água e infra-estrutura em serviços de alimentação podem auxiliar na redução do desperdício e estimular o reuso e reciclagem de materiais. Concluiu-se que é importante um planejamento prévio das ações pela sustentabilidade, pois estas atividades impactam sobre o fluxo de produção e trazem benefícios ambientais duradouros.
Descritores: Conservação dos Recursos Naturais
Produção de Alimentos
Serviços de Alimentação/normas
Gerenciamento de Resíduos
-Perdas de Alimentos/normas
Desperdício de Alimentos
Boas Práticas de Fabricação
Literatura de Revisão como Assunto
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR908


  5 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831762
Autor: Silva, Carine Santos da; Jesus, Jamile Cruz de; Soares, Lilian Santos.
Título: Fator de correção de frutas e hortaliças em unidades de alimentação e nutrição de Salv ador - BA / Factor of correction of fruits and vegetables in feeding and nutrition units of Salvador - BA
Fonte: Hig. aliment;30(262/263):26-31, 30/12/2016.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo transversal realizado durante os meses de agosto a outubro de 2015, com o objetivo de determinar os Fatores de Correção (FC) de frutas e hortaliças em duas Unidades de Alimentação e Nutrição localizadas em Salvador-Bahia, e comparar com os dados referidos na literatura. A amostra foi realizada em triplicata em dezoito tipos de hortaliças e nove de frutas, respeitando a incidência do cardápio e os procedimentos das unidades. Das hortaliças folhosas analisadas, a Unidade A foi a que apresentou maior desperdício quando comparada à Unidade B, destacando-se a alface crespa, cebolinha, coentro, repolho branco, rúcula e salsa. Essas perdas foram devido à má qualidade dos alimentos no momento do recebimento e de manipulação imprópria na seleção e no pré-preparo. Em relação às frutas, a Unidade A também apresentou maior variação, sendo a manga a que mais teve destaque. Cabe, portanto, ao nutricionista responsável pela UAN que apresentou maior desperdício, selecionar seus fornecedores exigindo matéria-prima de qualidade, além de treinamento adequado dos manipuladores responsáveis por realizar o pré-preparo, a fim de reduzir desperdícios e custos.
Descritores: Serviços de Alimentação/normas
Desperdício de Alimentos
Frutas
Planejamento de Cardápio
Verduras
-Brasil
Manipulação de Alimentos
Perdas de Alimentos/normas
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR908


  6 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-789613
Autor: Basso, Natalia; Brkic, Mariana; Moreno, Celina; Poullier, Paula; Romero, Analía.
Título: Valoremos los alimentos, evitemos pérdidas y desperdicios / Valuing foods, avoiding losses and waste
Fonte: Diaeta (B. Aires);34(155):25-32, abr.-jun.2016. graf.
Idioma: es.
Resumo: El siguiente artículo versa sobre la problemática de las pérdidas y desperdicios de alimentos y su relación con la seguridad alimentaria, el cuidado del ambiente y los recursos. Se describe un estado del arte mundial, regional y nacional, a la vez que se enuncian las principales definiciones acordadas a nivel internacional. Asimismo, se expresan los avances en América Latina y el Caribe, y en especial en Argentina por medio del Programa Nacional de Reducción de Pérdida y Desperdicio de Alimentos que lleva adelante el Ministerio de Agroindustria de la Nación. El objetivo de la nota es despertar el interés de los lectores frente a la oportunidad de propiciar sistemas agroalimentarios más eficientes, sostenibles, e inclusivos; que se traduzcan en una producción de excelente calidad, y que impulsen el consumo de alimentos responsable. Perder y desperdiciar alimentos significa un costo ambiental, un costo económico y por sobre todo un costo ético. Finalmente se proponen soluciones y posibles líneas de acción de forma tal que los profesionales de la salud, la nutrición y los alimentos; así como otros colegas, puedan contribuir a aprovechar mejor los alimentos...
Descritores: Argentina
Alimentos
Perdas de Alimentos
Desperdício de Alimentos
Ecologia da Nutrição
Responsável: AR489.1 - Biblioteca


  7 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-707866
Autor: Silva, Elineides Santos; Januário, Bruna Lourenço; Silveira, Maria Aparecida Ravanhane; Scaglioni, Fabiana Toledo; Silva, Zoraia Moura da.
Título: Avaliação do desperdício de hortifrutis em Unidade de Alimentação e Nutrição na cidade de São Paulo, SP / Evaluation food wastefulness in Nutrition Unit in São Paulo, SP
Fonte: Hig. aliment;27(216/217):24-30, jan.-fev. 2013. tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Manipulação de Alimentos
Desperdício de Alimentos
Serviços de Alimentação/normas
-Brasil
Perdas de Alimentos
Armazenamento de Alimentos
Verduras
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  8 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-707865
Autor: Anon.
Título: Desperdício de alimentos ainda é constante no Brasil / Food wastefulness is still constant in Brazil
Fonte: Hig. aliment;27(216/217):23-23, jan.-fev. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Perdas de Alimentos
Produção de Alimentos
Desperdício de Alimentos
-Brasil
Conservação de Alimentos
Armazenamento de Alimentos
Saneamento de Hotéis
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  9 / 24 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-678613
Autor: Meira, Andréia Carla; Cruz, Saliza dos Santos; Dias, Rose Feliciano.
Título: Avaliação do fator de correção de frutas e hortaliças, preparadas em duas unidades de alimentação e nutrição institucionais, na Bahia / Evaluation of the correction factor of fruits and vegetables, prepared in two units of food and nutrition institutions in Bahia
Fonte: Hig. aliment;26(208/209):30-34, maio-jun. 2012. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar as perdas no pré-preparo de frutas e hortaliças em Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN), localizadas no Pólo Petroquímico de Camaçari e Simões Filho – BA, no período de agosto a novembro de 2009. A amostra foi composta por 11 tipos de hortaliças e cinco tipos de frutas, sendo executado o estudo com três repetições de cada, durante quatro semanas. As pesagens eram feitas respeitando-se a freqüência das frutas e hortaliças nos cardápios das unidades de alimentação e nutrição. Do total em quilos das amostras, 33,58% (Camaçari) e 32,57% (Simões Filho), corresponderam às aparas resultantes do pré-preparo confirmando a existência e grandeza do desperdício. Ao comparar os fatores de correção das unidades em questão com os estabelecidos na literatura por dois autores isoladamente, detectou-se conformidade em 33% e 57% das amostras.
Descritores: Manipulação de Alimentos
Serviços de Alimentação
Armazenamento de Alimentos
Desperdício de Alimentos
Frutas
Verduras
-Brasil
Perdas de Alimentos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  10 / 24 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-558016
Autor: Fontelles, Antônio Leôncio Biaggio; Corsini, Carla Fernanda.
Título: Avaliação do peso efetivo do filé de peixe congelado comercializado em Camboriú, SC / Evaluation of the effective weight of frozen fish fillet commercialized in Camboriu, SC
Fonte: Hig. aliment;23(170/171):79-82, mar.-abr. 2009. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Qualidade total significa a ênfase na busca da excelência em todos os níveis da empresa, envolvendo tanto as questões externas quanto as internas, abrangendo o controle de qualidade. Diante deste fator, o trabalho em questão avaliou um requisito de qualidade muito discutido atualmente, que é a avaliação do peso efetivo do filé de peixe congelado, visando verificar se existe fraude econômica, através da adição de água. A metodologia utilizada baseou-se na Portaria INMETRO n. 5, de janeiro de 2006. Dos 12 produtos analisados, 10 (83,33%) estavam irregulares, pois o peso efetivo (PEF) estava abaixo do peso declarado (PD) e 2 (16,67%), estavam adequados em relação ao peso. Esses dois últimos produtos, no entanto, não sofreram o processo de glaciamento, já que o mesmo é opcional. Nota-se então que o consumidor de filé de peixe congelado, em sua grande maioria, é lesado (fraude econômica) ao adquirir um desses produtos apresentando PEF menor que PD. Sugere-se a adequação da legislação de forma a obrigar os fabricantes a informarem o peso drenado do produto no rótulo.
Descritores: Peixes
Embalagem de Alimentos
Tecnologia de Alimentos
Alimentos Congelados
Perdas de Alimentos/economia
-Brasil
Segurança de Produtos ao Consumidor
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde