Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.473.654.412.052 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1028330
Autor: Mussel, Ivone Coutinho; Paula, Adriana Oliveira de; Oliveira, Adriana Cristina de.
Título: Armazenamento dos produtos para saúde em centros de esterilização de hospitais / Storage of health products in hospital sterilization centers
Fonte: Enferm. foco (Brasília);8(4):37-41, dez. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: descrever condições de armazenamento dos produtos estéreis em Centros de Material Esterilizado de hospitais de grande porte. Metodologia: conduziu-se um estudo de abordagem quantitativa, realizada em dez hospitais de Belo Horizonte, entre maio e setembro de 2013. Para a coleta de dados utilizou-se um questionário estruturado e as análises por meio da estatística descritiva. Resultados: o acondicionamento do produto para saúde é feito em armários fechados (60%), com revestimento lavável (100%), com controle de umidade relativa do ar e temperatura. O controle da data de validade dos produtos foi referido em todos os centros de material e esterilização e o transporte em carros exclusivos em 80%; 30% não possuíam área física exclusiva para produtos estéreis, armazenando-os junto a materiais não estéreis. Conclusão: Observou-se a necessidade uma maior atenção ao armazenamento do produto para saúde e ao cumprimento da legislação vigente.

Objective: describe storage conditions for sterile products Sterilized Material Centers of large hospitals. Methodology: We conducted a study of quantitative approach, between May and September 2013 in ten hospitals. For data collection was used a structured questionnaire and analyzes using descriptive statistics. Results: the packaging of the medical device is given in closed cabinets (60%), with washable lining (100%), with control of relative humidity and air temperature. The control of the expiry date of the products mentioned in all material and sterilization centers and transport in exclusive cars by 80%; 30% did not have exclusive physical area for sterile products, storing them together with non-sterile materials. Conclusion: There is a need for greater attention to the storage of the product for health and compliance with current legislation.

Objetivo: describir las condiciones de almacenamiento de los productos estériles esterilizadas los centros de material de grandes hospitales. Métodos: Se realizó un estudio de enfoque cuantitativo, entre mayo y septiembre de 2013 en diez hospitales. Para la recolección de datos se utilizó un cuestionario estructurado y los análisis por medio de la estadística descriptiva. Resultados: el envase del dispositivo médico se da en armarios cerrados (60%), con revestimiento lavable (100%), con control de la humedad relativa y la temperatura del aire. El control de la fecha de caducidad de los productos mencionados en todos los centros de material y esterilización y el transporte en automóviles exclusivos en un 80%; 30% no tenía espacio físico exclusivo para productos estériles, y los almacena junto con los materiales no estériles. Conclusión: Existe una necesidad de una mayor atención a la conservación del producto para la salud y el cumplimiento de la legislación vigente.
Descritores: Armazenamento de Substâncias, Produtos e Materiais
Enfermagem
Esterilização
Segurança do Paciente
Substâncias, Produtos e Materiais
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-471181
Autor: Rosa, Simone Corrêia; Macedo, Jefferson Lessa Soares de.
Título: Materiais injetáveis para aumento de partes moles / Injectabe materials for soft tissue augmentation
Fonte: Rev. Soc. Bras. Cir. Plást., (1997);22(2):116-121, abr.-jun. 2007.
Idioma: pt.
Resumo: Embora diversos materiais injetáveis de preenchimento estejam disponíveis uma série de substâncias existentes, incluindo colágeno bovino, ácido hialurônico, gordura autóloga, fibroblastos autólogos, matriz dérmica autóloga, matriz dérmica homóloga, dimetilsiloxane, polimetilmetacrilato com colágeno bovino, polimetilmetacrilato, poliacrilamida e ácido polilático, esclarecendo algumas de suas vantagens e desvantagens. No entanto, uma série de novos materiais encontra-se em estudo, buscando alcançar um material que seja eficaz e seguro a longo prazo.
Descritores: Técnicas Cosméticas
Recursos Materiais em Saúde
Substâncias, Produtos e Materiais
-Injeções Subcutâneas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-420625
Autor: Rosa, Simone Corrêa.
Título: Reações adversas a substâncias de preenchimento subcutâneo / Adverse reactions to subdermal filler substances
Fonte: Rev. Soc. Bras. Cir. Plást., (1997);20(4):248-252, out.-dez. 2005. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Uma série de substâncias vem sendo utilizada em larga escala por cirurgiões plásticos e dermatologistas para correção de rugas na face. O sucesso dos preenchimentos está diretamente relacionado com a substância escolhida e com a técnica utilizada para realização do procedimento. São apresentados quatro casos de reações adversas com o uso dos seguintes materiais de preenchimento: poliacrilamida, polimetilmetacrilato e dimetilsiloxane. Foram observadas diferentes reações adversas decorrentes do uso de substâncias de preenchimento, levando a resultados desastrosos e altamente desagradáveis por se localizarem na face. A substância ideal para preenchimento de partes moles ainda não foi desenvolvida e, portanto, esses procedimentos podem resultar em reações adversas associadas ao tipo de substância empregada ou ao erro de técnica de aplicação.
Descritores: Polímeros/efeitos adversos
Substâncias, Produtos e Materiais
Técnicas Cosméticas/efeitos adversos
-Injeções Subcutâneas/efeitos adversos
Métodos
Limites: Adulto
Masculino
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Revisão de Integridade Científica
Estudo Comparativo
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-341040
Autor: Lugo, Ariel.
Título: El manejo de la biodiversidad en el siglo XXI / Biodiversity management in the 21st. century
Fonte: Interciencia;26(10):484-490, oct. 2001. tab.
Idioma: es.
Resumo: Los ecólogos están de acuerdo sobre los impactos del ser humano en la biosfera. La deforestación, reducción del ozono en la atmosfera, aumento en la concentración de los gases de efecto invernadero, la erosión y desertificación, y las extinciones de especies son ejemplos de los impactos globales del ser humano. Se espera que estas tendencias continuen y culminen en la era del Homogeoceno, cuando el impacto del ser humano sobre la biota será más obvió. Hay desacuerdo entre los ecólogos sobre cómo enfocar la conservación de la biodiversidad en el presente y en el Homogeoceno. En este ensayo se propone que el manejo de ecosistemas con énfasis en su funcionamiento es el enfoque apropiado para la conservación de la biodiversidad. Tal enfoque valora a todas las especies, incluyendo las forasteras, y utiliza semillazón múltiple, autodiseño y elasticidad de los ecosistemas, y rehabilitación de sistemas degradados como guías para la conservación de la biodiversidad
Descritores: Atmosfera
Conservação dos Recursos Naturais
Ecossistema
Meio Ambiente
Conservação dos Recursos Naturais
Espécies em Perigo de Extinção
Perda de Ozônio
Sementes
Substâncias, Produtos e Materiais
-Ecologia
Ciência
Venezuela
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde