Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.473.654.692.792.710 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 479 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 48 ir para página                         

  1 / 479 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-779614
Autor: Tamayo Martínez, Nathalie; Bohórquez Peñaranda, Adriana Patricia; García Valencia, Jenny; Jaramillo González, Luis Eduardo; Ávila, Mauricio J; Gómez-Restrepo, Carlos; Arenas González, María Luisa.
Título: Evaluación y seguimiento hematológico del paciente con diagnóstico de esquizofrenia / Hematological Evaluation and Monitoring in Adult Patients Diagnosed With Schizophrenia
Fonte: Rev. colomb. psiquiatr;44(3):131-136, jul.-dic. 2015. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos: Ayudar al clínico en la toma de decisiones sobre las estrategias de evaluación y el seguimiento por el riesgo de alteraciones hematológicas en adultos con diagnóstico de esquizofrenia en tratamiento farmacológico. Método: Se elaboró una guía de práctica clínica bajo los lineamientos de la Guía Metodológica del Ministerio de Salud y Protección Social para identificar, sintetizar, evaluar la evidencia y formular recomendaciones respecto al manejo y seguimiento de los pacientes adultos con diagnóstico de esquizofrenia. Se adoptó y actualizó la evidencia de la guía NICE 82, que contestaba la pregunta acá planteada. Se presentó la evidencia y su graduación al grupo desarrollador de la guía (GDG) para la formulación de las recomendaciones siguiendo la metodología propuesta por el abordaje GRADE. Resultados: Un evento conocido con el uso de antipsicóticos es la disminución en el conteo de leucocitos y el riesgo de agranulocitosis, este asociado al uso de clozapina, que aunque es un evento raro (0,8%), puede tener consecuencias fatales; este efecto se presenta con mayor frecuencia en las primeras doce semanas y se mantiene el riesgo hasta un año aproximadamente. Conclusión: se consideraron como recomendaciones fuertes todas las relacionadas con el seguimiento hematológico, se recomienda la toma de un hemograma al inicio del tratamiento farmacológico. Si el paciente inicia clozapina debe realizar uno semanal durante los tres primeros meses, mensual hasta el ano y cada seis meses a partir del primer año. Si se encuentra una disminución del conteo de leucocitos se debe hacer un seguimiento periódico, suspenderlo si hay un recuente menor a 3.500 células/mm³ y se recomienda la suspensión y remisión si el recuento es menor a 2.000 células/mm³.

Objectives: To guide the clinician in taking decisions on the best strategies for assessing and monitoring the risk of blood disorders in adults diagnosed with schizophrenia in pharmacological treatment. Method: A clinical practice guideline was developed following the guidelines of the Methodological Guide of the Ministry of Social Protection to collect evidence and grade recommendations. De novoliterature researchwas performed. Results:With the use of antipsychotics there isriskofreducción in the leukocyte count and the risk of agranulocytosis,the later associated with the use of clozapine, although it is a rare event(0.8%) can be fatal; this effect occurs most frequently in the first twelve weeks of treatment and the risk is maintained aroundthe first year of it. Conclusion: The recommendations were considered strongin all hematologic related moni-toring.A blood count should be taken at the start of pharmacological treatment. If the patient is started on clozapine one shouldbe taken weekly during the first three months, monthly until completing one year and every six months thereafter. If there is a decrease in white blood cell count the patient should be monitored regularly, stopping if is a less than 3,500 cells/mm³ and consider referral if is less than 2,000 cells/mm³.
Descritores: Esquizofrenia
Monitoramento
Agranulocitose
-Terapêutica
Antipsicóticos
Sangue
Clozapina
Assistência ao Convalescente
Tomada de Decisões
Tratamento Farmacológico
Contagem de Leucócitos
Leucócitos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: CO78 - Asociación Colombiana de Psiquiatría


  2 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-963619
Autor: Silva, Bruna Rocha da; Carreiro, Monica de Almeida; Simões, Bruno Francisco Teixeira; Paula, Danielle Galdino de.
Título: Monitoramento da adesão à higiene das mãos em uma unidade de terapia intensiva / Monitoring hand hygiene adherence in an intensive care unit / Monitoreo de la adhesión a la higiene de las manos en una unidad de terapia intensiva
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e33087, jan.-dez. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: caracterizar a adesão da prática de higienização das mãos pelos profissionais de saúde. Método: estudo transversal, com a equipe multidisciplinar da unidade de terapia intensiva de um hospital do Rio de Janeiro, entre janeiro e fevereiro de 2017. A coleta de dados foi através da observação direta com um formulário adaptado. Foram realizadas 165 observações analisadas pelo software R. O projeto foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: em 13% das observações foi alcançado o padrão ouro que corresponde a higiene das mãos antes e após o contato com o paciente com a técnica correta. Todas as categorias profissionais realizaram mais a higienização das mãos após o contato com o paciente. Conclusão: verificou-se baixa taxa de adesão à higienização das mãos pelos profissionais de saúde. Contudo, a categoria enfermeiro é a que mais higieniza as mãos antes e após o contato com o paciente, conforme a técnica correta.

Objective: to characterize health professionals' adherence to hand hygiene procedure. Method: this cross-sectional study with the multidisciplinary team of an intensive care unit at a hospital in Rio de Janeiro was conducted between January and February 2017. Data were collected in 165 direct observations using an adapted form, and analyzed by R software. The project was approved by the research ethics committee. Results: the gold standard (hand hygiene before and after contact with the patient using the correct technique) was achieved in 13% of the observations. All categories of health personnel performed hand hygiene more after contact with the patient. Conclusion: the rate of adherence to hand hygiene by health professionals was low. However, the category that most hygienized hands before and after contact with patients, using the correct technique, was nurses.

Objetivo: caracterizar la adhesión de la práctica de higienización de las manos por los profesionales de salud. Método: estudio transversal, con el equipo multidisciplinario de la unidad de terapia intensiva de un hospital de Río de Janeiro, entre enero y febrero de 2017. La recolección de datos fue a través de la observación directa con un formulario adaptado. Fueron realizadas 165 observaciones analizadas por el software R. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética en Investigación. Resultados: en el 13% de las observaciones se alcanzó el patrón oro que corresponde a la higiene de las manos antes y después del contacto con el paciente, utilizando la técnica correcta. Todas las categorías profesionales realizaron más la higienización de las manos después del contacto con el paciente. Conclusión: se verificó baja tasa de adhesión a la higienización de las manos por los profesionales de salud. Sin embargo, la categoría enfermera es la que más higieniza las manos antes y después del contacto con el paciente según la técnica correcta.
Descritores: Infecção Hospitalar
Controle de Infecções
Monitoramento
Higiene das Mãos
-Brasil
Estudos Transversais
Estudo Observacional
Unidades de Terapia Intensiva
Cuidados de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  3 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-875511
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde.
Título: Sistema AngelMed Guardian para o monitoramento ambulatorial de isquemia do miocárdio / AngelMed Guardian System for Ambulatory Monitoring of Myocardial Ischemia.
Fonte: Brasília; CONITEC; 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: A Síndrome Coronária Aguda (SCA) se apresenta sob duas formas clínicas: com supradesnivelamento do segmento ST (SCACSSST), ou infarto agudo do miocárdio com supra de ST (IAMCSST), e aquela sem supradesnivelamento do segmento ST (SCASSST). A detecção precoce do IAM pode antecipar a instituição das terapias de reperfusão e melhorar o prognóstico do paciente. TRATAMENTO RECOMENDADO: A restauração do fluxo coronariano é o principal objetivo terapêutico no IAMCSST, no qual a trombose coronariana é o principal mecanismo fisiopatológico subjacente, limitando a extensão da necrose miocárdica e reduzindo a mortalidade. Existem duas formas principais de reperfusão coronariana: a química, com agentes trombolíticos, e a mecânica, através da angioplastia primária. A revascularização miocárdica cirúrgica é reservada para casos selecionados, de alto risco, em que não houve sucesso ou há contra-indicações para outro método.As diretrizes existentes definem os padrões de tratamento a partir do diagnóstico de um evento relacionado à Síndrome Coronariana Aguda. A TECNOLOGIA: O Sistema AngelMed Guardian® (sistema de detecção de isquemia miocárdica) é um dispositivo médico implantado, como se fosse um marca-passo, na região peitoral superior esquerda do tórax. O dispositivo analisa os sinais elétricos gerados pelo eletrodo do eletrocardiograma intracardíaco localizado no ápice do ventrículo direito e monitora continuamente o funcionamento elétrico do coração. No caso de uma isquemia aguda, o dispositivo implantado alerta o paciente através de uma vibração e emite sinais de radiofrequência para um dispositivo externo do tamanho de um pager que gerará sinais de alerta auditivos e visuais. O objetivo é permitir ao paciente obter ajuda médica imediata a partir da geração desses alertas. EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: As evidencias científicas atuais se resumem a 2 estudos fase 1. Estes dois estudos foram apresentados em uma publicação(1) que combina os resultados de ambos numa análise de 37 pacientes: o estudo CARDIOSAVER realizado no Brasil (n=20) e o estudo DETECT realizado nos Estados Unidos (n=17). Os demandantes citam também uma série de resumos que foram apresentados em congressos internacionais, no formato de pôsteres, elaborados pelo mesmo grupo de pesquisa binacional referido acima, com o último destes pôsteres publicado em 2012 e envolvendo 76 pacientes(2). Os resultados destes estudos preliminares sugerem que o sistema AngelMed Guardian® é seguro e viável (safety and feasibility) na detecção precoce de eventos isquêmicos com elevação do segmento ST, no entanto, estudos futuros são necessários. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Não existem evidências baseadas em ensaios clínicos randomizados da efetividade do dispositivo Angelmed Guardian® em relação a grupo de pacientes recebendo acompanhamento padrão após o 1º IAM. As evidências até o momento consistem em dois estudos de fase 1 envolvendo 37 pacientes no Brasil e EUA. Estes estudos concluem ser o método seguro e viável na avaliação ambulatorial dos pacientes com IAM prévio e com alto risco de desenvolver novos quadros isquêmicos, mas que estudos futuros são necessários. Com relação às análises de custo-efetividade e impacto orçamentário, estas estão comprometidas pela falta de evidencias que comprovem a eficácia e efetividade clínica do método e o grau desta efetividade. Além disso, muitas das premissas utilizadas no modelo de Markov criado para estabelecer a custo-efetividade do método não apresentam embasamento na literatura científica. DELIBERAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC presentes na 21º reunião ordinária, em 5 de dezembro de 2013, deliberaram, por unanimidade, por recomendar a não incorporação do Angelmed Guardian para o monitoramento ambulatorial do infarto agudo do miocárdio. Foi assinado o Registro de Deliberação nº 77/2013. DECISÃO: PORTARIA Nº 1, de 29 de janeiro de 2014 - Torna pública a decisão de não incorporar o Sistema AngelMed para o monitoramento ambulatorial de isquemia do miocárdio no Sistema Único de Saúde - SUS.
Descritores: Marca-Passo Artificial
Próteses e Implantes
Isquemia Miocárdica/cirurgia
Monitoramento
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Análise Custo-Benefício/economia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-875263
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde.
Título: Cateter PTIO2, cateteres com ponta metálica (tipo CODMAN ou PRESSIO) e cateter de fibra óptica (tipo CAMINO) para monitorização da pressão intracraniana em pacientes com traumatismo cranioencefálico grave / PTIO2 catheter, metal tip catheters (CODMAN or PRESSIO type) and fiber optic catheter (CAMINO type) for monitoring intracranial pressure in patients with severe head trauma.
Fonte: Brasília; CONITEC; 2014.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: O traumatismo cranioencefálico (TCE) continua como uma das principais causas de mortalidade e invalidez ao redor do mundo. Após a agressão inicial, se o aumento da pressão intracraniana (PIC) decorrente de formações expansivas e do edema cerebral não for controlado, pode levar à isquemia por redução do fluxo sanguíneo encefálico, hérnias cerebrais, compressão e torção vascular, que, por sua vez, pode gerar mais lesão ao tecido cerebral e, em consequência, piorar o prognóstico. Entre aqueles que morrem em decorrência do TCE, a maioria é em consequência do aumento incontrolado da pressão intracraniana. TECNOLOGIA: Cateter PTIO2, cateteres com ponta metálica (tipo CODMAN ou PRESSIO) e cateter de fibra óptica (tipo CAMINO) para monitorização da pressão intracraniana em pacientes com traumatismo cranioencefálico grave. TRATAMENTO: O manejo dos pacientes com edema cerebral e elevação da PIC após trauma ainda constitui um grande desafio para a neurocirurgia. A PIC deve ser mantida abaixo de 20 mmHg por meio de sedação, hiperventilação leve e uso de manitol. Em pacientes refratários a estas medidas, pode ser tentada a craniotomia. Apesar de ter sido demonstrado que a craniotomia descompressiva pode melhorar a hemodinâmica cerebral em pacientes com aumento da PIC associada ao edema cerebral, sua eficácia no que se refere ao desfecho clínico do paciente não foi bem estabelecida. Além disso, indicações claras para a realização desse procedimento não estão bem determinadas. Atualmente, existem vários métodos invasivos e não invasivos para monitorizar a PIC, os quais possibilitam uma melhor monitorização da PIC e um delineamento das condutas a serem tomadas. Os métodos de monitorização invasiva, com colocação do cateter em posição intraventricular, permitem uma redução desta pressão pela retirada do líquido cefaloraquidiano (LCR). Alguns autores sugerem que pacientes submetidos à drenagem do LCR tem melhor prognóstico e melhora nos níveis da PIC. EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: As evidências atualmente disponíveis sobre a eficácia da monitorização invasiva da PIC para guiar o tratamento da hipertensão intracraniana são conflitantes. Apesar da maioria dos estudos observacionais realizados mostrar uma associação entre o tratamento baseado na monitorização invasiva da PIC com um melhor desfecho clínico dos pacientes, o que levou à recomendação do procedimento nos "guidelines" sobre o manejo do trauma craniano severo (15), outros estudos observacionais mostram uma ausência de associação(32) ou uma associação negativa(29) entre a monitorização e o desfecho clínico. Além disso, o único ensaio clínico randomizado publicado até o momento, por Chesnut e colaboradores(56) em dezembro de 2012, também não mostra associação entre a monitorização invasiva da PIC e um melhor desfecho clínico dos pacientes. Logo, a real utilidade clínica da monitorização invasiva da PIC ainda é um assunto em debate e sua incorporação ao SUS deveria aguardar o surgimento de novas evidências de sua utilidade. DELIBERAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC presentes na 26ª reunião da CONITEC, realizada no dia 09/06/2014, deliberaram, por unanimidade, por não recomendar a incorporação na Tabela de Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS, do cateter PTIO2 e dos cateteres com ponta metálica (tipo CODMAN ou PRESSIO) e de fibra óptica (tipo CAMINO), para medida de oxigenação e de monitorização da pressão intracraniana, sem prejuízo da manutenção dos procedimentos existentes para essa monitorização. DECISÃO: PORTARIA SCTIE-MS Nº 48, de 16 de dezembro de 2014 - Torna pública a decisão de não incorporar na Tabela de Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS, do cateter PTIO2 e dos cateteres com ponta metálica (tipo CODMAN ou PRESSIO) e de fibra óptica (tipo CAMINO), para medida de oxigenação e de monitorização da pressão intracraniana, sem prejuízo da manutenção dos procedimentos existentes para essa monitorização.
Descritores: Pressão Intracraniana
Cateteres
Tecnologia de Fibra Óptica
Lesões Encefálicas Traumáticas/reabilitação
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Oxigenação/métodos
Análise Custo-Benefício/economia
Monitoramento
Equipamentos e Provisões Hospitalares
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1283598
Autor: São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Instituto Adolfo Lutz.
Título: Sars-cov-2 monitoramento atualizado em 1° de agosto de 2021 / Sars-cov-2 monitoring updated August 1, 2021.
Fonte: São Paulo; SES/SP; 2021. 20 p. map.
Idioma: pt.
Descritores: Monitoramento
Betacoronavirus
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2


  6 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1278462
Autor: Silva, Clailton Leopoldo da; Martins, Rafael; Xavier, Carlos Eduardo; Castioni, Júlio Cezar Oliveira; Lambert-Torres, Germano; Barbosa, João Felipe; Zacarias, Tiago Gonçalves; Marcelo, Diogo Gonzaga; Assunção, Frederico de Oliveira.
Título: Projects for predictive maintenance and operation between Copet G&T and Gnarus Institute
Fonte: Braz. arch. biol. technol;64(spe):e21210133, 2021. graf.
Idioma: en.
Projeto: Gnarus Institute for COPEL Generation and Transmission.
Resumo: Abstract The continuity of an electrical system's services is linked to its equipment's correct operation. The more correctly they worked, the higher the quality of the services provided. Thus, they must have their functioning scanned closely and that minor defects have their evolution monitored. This fact creates the possibility of making predictions about how long equipment can operate without compromising the system's continuity. This follow-up is proper for predictive maintenance. This paper presents three on-going COPEL Generation and Transmission projects in essential elements of its electrical system: circuit breakers, lightning arresters, and SF6 substation. The central idea of all monitoring projects is to check the early problem in this equipment and facilities.
Descritores: Manutenção Preventiva
Monitoramento
Equipamentos e Provisões Elétricas
-Pesquisa Aplicada
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150935
Autor: Santos, Nathália Ingrid Morais dos; Souza, Mariana Ferreira de; Neta, Joana Maria Pereira; Neto, Waldemar Brandão; Verissimo, Ana Virginia Rodrigues; Monteiro, Estela Maria Leite Meirelles.
Título: Vivências de enfermeiros na consulta de puericultura: percepção sobre os sinais de risco/atraso para o des-envolvimento infantil / Nurses' experiences in childcare consultation: perception of the risk/delay for child development / Experiencias de enfermeras en consulta de puericultura: percepción de los signos de riesgo/retraso para el desarrollo infantil
Fonte: Rev. urug. enferm;16(1):1-14, mar. 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A infância é um período da vida de grande transformação física, psíquica e social e como forma de prevenir enfermidades e promover o desenvolvimento saudável das crianças, as políticas de saúde vigentes no Brasil, estabelecem um acompanhamento longitudinal e com foco na atenção integral através da puericultura. Objetivo: Compreender a percepção e a prática do enfermeiro sobre a identificação dos sinais de risco/atraso do desenvolvimento em crianças acompanhadas durante a consulta de enfermagem em puericultura. Métodos: Estudo qualitativo, realizado com 12 enfermeiros que trabalham nas unidades de saúde da família de um distrito sanitário da cidade do Recife, entre janeiro e março de 2017. Para a coleta de dados foi empregada entrevista individual semiestruturada com o uso da gravação, sendo os mesmos submetidos à análise de conteúdo na modalidade temática. Resultados: A maioria das enfermeiras conhecia e utilizava a ficha de acompanhamento do desenvolvimento infantil proposta pelo Ministério da Saúde (MS) e inserida na caderneta da criança durante a consulta de puericultura, entretanto, a linguagem utilizada para definir os sinais de risco e atraso não é precisa. Porém, quando identificam alguma alteração no Crescimento e Desenvolvimento (CD) recorrem a equipe multiprofissional para acompanhamento dos casos. Considerações finais: O estudo permitiu perceber e discutir a importância da avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor, destacando a enfermeira como agente essencial desse processo. Ficou demonstrado na prática das enfermeiras o conhecimento dos protocolos para o acompanhamento do CD, porém destacou-se que a falta de cumprimento e registro dos parâmetros/indica-dores de avaliação orientados pelo MS foi um fato dificultador para uma assistência integral, sem deixar de enxergar a família como aliada no cuidado à criança.

Introduction: Childhood is a period of life of great physical, psychological and social transformation and as a way to prevent diseases and promote the healthy development of children, the health policies in force in Brazil, establish a longitudinal monitoring and focusing on comprehensive care through childcare. Objective: Understand the nurse's perception and practice on the identification of signs of risk / delay in development in children monitored during the nursing consultation in childcare. Methods: Qualitative study, conducted with 12 nurses who work in family health units in a health district in the city of Recife, between January and March 2017. For data collection, a semi-structured individual interview was used with the use of the recording, the same being analyzed by the thematic content analysis. Results: Most nurses knew and used the child development monitoring form proposed by the Ministry of Health (MH) and inserted in the child's handbook during the pediatric consultation, however, the language used to defi ne the signs of risk and delay is not accurate. Yet, when they identify any change in Growth and Development (GD), they use the multidisciplinary team to monitor the cases. Conclusions: The study made it possible to perceive and discuss the importance of assessing neuropsychomotor development, highlighting the nurse as an essential agent of this process. It was demonstrated in the nurses' practice the knowledge of the protocols for the monitoring of the GD, however it was highlighted that the lack of compliance and registration of the parameters/evaluation indicators oriented by the MH was a hindering factor for comprehensive care, without fail to realize the family as an ally in child care.

Introducción: La infancia es un período de vida de gran transformación física, psicológica y social y, como una forma de prevenir enfermedades y promover el desarrollo saludable de los niños, las políticas de salud vigentes en Brasil establecen un monitoreo longitudinal y se centran en la atención integral a través de la puericultura. Objetivo: Comprender la percepción y práctica de la enfermera sobre la identificación de signos de riesgo/retraso en el desarrollo en niños monitoreados durante la consulta de enfermería en la puericultura. Métodos: Estudio cualitativo, realizado con 12 enfermeras que trabajan en unidades de salud familiar en un distrito de salud de la ciudad de Recife, entre enero y marzo de 2017. Para la recopilación de datos, se utilizó una entrevista individual semiestructurada con el uso de la grabación, siendo el mismo sometidos al análisis del contenido en la modalidad temática analizado por el método de interpretación de los sentidos. Resultados: La mayoría de las enfermeras conocían y usaban el formulario de monitoreo del desarrollo infantil propuesto por el Ministerio de Salud (MS) e insertado en el manual del niño durante la consulta pediátrica, sin embargo, el lenguaje utilizado para definir los signos de riesgo y retraso no es exacto. Sin embargo, cuando identifican cualquier cambio en el Crecimiento y Desarrollo (CD), utilizan el equipo multidisciplinario para monitorear los casos. Consideraciones finales: El estudio permitió percibir y discutir la importancia de evaluar el desarrollo neuropsicomotor, destacando a la enfermera como un agente esencial de este proceso. Se demostró en la práctica de las enfermeras el conocimiento de los protocolos para el monitoreo de la CD, sin embargo, se destacó que la falta de cumplimiento y registro de los parámetros/indicadores de evaluación orientados por el MS era un factor que obstaculizaba la atención integral, si no se dan cuenta de la familia como aliada en el cuidado infantil.
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Brasil
Cuidado da Criança
Desenvolvimento Infantil
Saúde da Criança
Monitoramento
Crescimento e Desenvolvimento
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: UY7.1 - Biblioteca


  8 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960028
Autor: Martínez, Julián David; Garzón, Martín Alonso; Rey, Mario H; Hernández, Geovanny; Beltrán, Óscar; Ceballos, Jorge; Ponce de León, Enrique; Varón Puerta, Adriana.
Título: Factores pronósticos asociados con mortalidad en pacientes cirróticos con sangrado varicoso en dos hospitales de Bogotá, Colombia / Prognostic Factors Associated with Mortality in Cirrhotic Patients with Bleeding Varices at Two Hospitals in Bogotá D.C. Colombia
Fonte: Rev. colomb. gastroenterol;31(4):331-336, oct.-dic. 2016. tab.
Idioma: es.
Resumo: Antecedentes: el 90% de los pacientes cirróticos desarrollará várices esofágicas, y en algún momento de su vida, el 30% de ellos sangrará. Objetivo: identificar los factores pronósticos asociados con mortalidad en cirróticos con sangrado digestivo varicoso. Método: se presenta una cohorte retrospectiva de pacientes con sangrado digestivo varicoso en un período de 30 meses. Resultados: se presentan 63 pacientes (33 hombres y 30 mujeres), de 56 años (desviación estándar DE 16 años) de edad media. El 52,4% tenía una clase funcional Child-Pugh B. El promedio de hospitalización fue de 10 días. De estas, 12 (19%) fallecieron; el choque hipovolémico (p = 0,033) y la transfusión de glóbulo rojos (p = 0,05) estuvieron relacionados con la mortalidad. En el análisis bivariado, la variable más relacionada con la mortalidad fue el compromiso funcional hepático Child-Pugh C (p = 0,00). Las comparaciones de las variables numéricas encontraron que el valor de creatinina; media 1,74 mg/dL (p = 0,043); y la duración de la hospitalización; media de 10 días (p = 0,057); fueron superiores en los pacientes fallecidos. En los análisis bivariados, las variables Child-Pugh C (Exp(B) = 0,068; p = 0,002) y creatinina (Exp(B) = 0,094; p = 0,034) se mantuvieron estadísticamente relacionadas con el desenlace de interés. Conclusiones: la mortalidad del paciente con sangrado varicoso en este estudio es comparable con los estándares internacionales actuales. La enfermedad hepática avanzada y una función renal deteriorada están relacionadas con mayor mortalidad, razón por la cual los pacientes con predictores de mortalidad presentes durante la descompensación por sangrado varicoso ameritan una vigilancia estrecha e intervenciones tempranas para evitar desenlaces negativos

Background: Ninety percent of cirrhotic patients will develop esophageal varices, and bleeding will occur in 30% of these patients at some point in their lives. Objective: The objective of this study was to identify prognostic factors associated with mortality in cirrhotic patients with bleeding varices. Method: We present a retrospective cohort study of patients with bleeding digestive varices over a period of 30 months. Results: This study included 63 patients (33 men and 30 women) whose average age was 56 years (SD: 16 years). 52.4% of these patients' Child-Pugh classification was B. The average stay in the hospital was 10 days. Twelve (19%) died. Hypovolemic shock (p = 0.033) and red blood cell transfusion (p = 0.05) were related to mortality. Bivariate analysis showed that the variable most closely related to mortality was hepatic impairment with Child-Pugh C classification (p = 0.00). Comparisons of numerical variables found that the creatinine value (Mean: 1.74 mg/dl, p = 0.043) and length of hospital stay (mean time:10 days, p = 0.057) were higher in patients who died. In the bivariate analysis, Child-Pugh C (Exp (B) = 0.068, p = 0.002) and creatinine (Exp (B) = 0.094, p = 0.034) remained statistically related to the outcome of interest. Conclusions: Mortality from bleeding varices in the patients in this study is comparable to current international standards. Because advanced liver disease and impaired renal function are associated with increased mortality, patients with bleeding varices who have predictors for mortality during decompensation due to bleeding warrant close monitoring and early interventions to avoid negative outcomes
Descritores: Pacientes
Prognóstico
Varizes Esofágicas e Gástricas
Estudos de Coortes
Mortalidade
Hemorragia
-Monitoramento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: CO354 - Sociedad Colombiana de Gastroenterología


  9 / 479 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-978276
Autor: Pineda-O, Luis Fernando; Galindo-M, Pablo; Borráez-Segura, Bernardo A; Guio-RN, Angela; Angarita-Santos, Oscar; Arbeláez, Víctor; Arévalo, Lubin F.
Título: Eficacia diagnóstica de la impedancia basal nocturna media, un nuevo parámetro para el estudio de la enfermedad por reflujo gastroesofágico / Diagnostic efficacy of mean nocturnal basal impedance, a new parameter for the study of gastroesophageal reflux disease
Fonte: Rev. colomb. gastroenterol;33(3):211-220, jul.-set. 2018. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Introducción y objetivos: el análisis de la impedancia basal nocturna media (IBNM) se ha propuesto para incrementar la precisión diagnóstica de enfermedad por reflujo erosiva (ERGE). Nuestro objetivo fue evaluar el rendimiento diagnóstico de esta prueba en un grupo de pacientes con ERGE conocida. Materiales y métodos: incluimos 123 individuos (58 con ERGE y 65 controles sanos) a quienes se les realizó pH-impedanciometría (pH-IMM) consecutiva entre enero de 2015 y junio de 2017. Todos los pacientes tenían endoscopia tomada en los 6 meses previos. El tiempo de exposición ácida (TEA) anormal (>4,2%) y la presencia de pirosis y/o regurgitación en los 6 meses previos fueron los criterios para el diagnóstico de ERGE. Se encontraron 58 pacientes con ERGE, 24 con enfermedad por reflujo erosiva (ERE) y 34 con enfermedad por reflujo no erosiva (ERNE). Los 65 restantes fueron controles sanos (CS) asintomáticos con EGD y pH-IMM normales. Todos los trazos de pH-IMM se reanalizaron para medir la IBNM por un segundo observador que desconocía los datos previos. El análisis estadístico incluyó pruebas múltiples de Bonferroni para comparar los grupos; regresión lineal para variables continuas; y análisis de curva ROC para buscar valor IBNM con mayor rendimiento. Para los diferentes parámetros de precisión diagnóstica se utilizó el punto de corte de la IBNM. Se usó significancia estadística con valor de p <0,01 e intervalos de confianza de 95% (IC 95%) para todos los cálculos. Resultados: los pacientes con ERE y ERNE presentaron valores de IBNM significativamente más bajos que el grupo control (p <0,01). Se observó una correlación negativa entre los valores de la IBNM y TEA (r = 0,59; p = <0,001), y también entre la IBNM y número de eventos de reflujo (r = 0,37; p = <0,001). En el análisis de curva ROC, el área bajo la curva de la IBNM fue de 0,941 (IC 95%: 0,894-0,987) y el punto de corte con mayor eficiencia 1102 ohms (sensibilidad 98,5%; especificidad 84,5%). Usando este valor (<1,102), la IBNM tuvo una sensibilidad para detectar ERGE de 91% (ERNE 86% y ERE 100%) y una especificidad de 98%. Conclusión: la IBNM tiene alta sensibilidad y especificidad para el diagnóstico de la ERGE. Adicionar esta prueba al análisis convencional de la pH-impedancia y a los métodos actuales de estudio de la ERGE puede mejorar significativamente nuestra capacidad para diagnosticar la enfermedad.

Abstract Introduction and Objectives: Analysis of nocturnal basal impedance (IBNM) has been proposed as a way to increase accuracy of GERD diagnosis. Our objective was to evaluate the diagnostic performance of this test in a group of patients known to have GERD. Materials and methods: We included 123 individuals: 58 with GERD and 65 healthy controls. They underwent consecutive pH-impedance monitoring between January 2015 and June 2017. All had undergone endoscopy in the 6 months prior to testing. Criteria used for diagnosis of GERD were abnormal acid exposure time (AET > 4.2%), pyrosis and/or regurgitation in the previous 6 months. We found 58 patients with GERD of whom 24 had erosive reflux disease (ERE) and 34 had non-erosive reflux disease (NERD). The remaining 65 were asymptomatic healthy controls with normal endoscopic results and pH impedance monitoring. A second observer who did not know the previous data measurements analyzed all pH impedance monitoring traces for IBMN. Statistical analysis included multiple Bonferroni tests for comparison between groups, linear regression for continuous variables, and receiver operating characteristic (ROC) curve analysis to find high performance IBNM values. The IBNM cutoff point was used for diagnostic precision parameters. Statistical significance was set at p <0.01, and 95% confidence intervals were used for all calculations. Results: IBNM measures were significantly lower for patients with ERE and NERD than for the control group (p <0.01). A negative correlation was observed between IBNM and acid exposure time values ​​(r = 0.59, p = <0.001) and also between IBNM and number of reflux events (r = 0.37, p = <0.001). ROC curve analysis found that the area under the curve for IBNM was 0.941 (95% CI: 0.894-0.987), and the cutoff point with the highest efficiency was 1,102 ohms (sensitivity 98.5%, specificity 84.5%). Using this value (<1.102), the IBNM had a sensitivity for detecting GERD of 91% (NERD 86% and ERE 100%) and a specificity of 98%. Conclusion: IBNM has high sensitivity and specificity for diagnosis of GERD. Addition of this test to conventional pH-impedance analysis and current methods for studying GERD can significantly improve our ability to diagnose this disease.
Descritores: Refluxo Gastroesofágico
Doença
Impedância Elétrica
Monitoramento
Azia
Métodos
-Pacientes
Endoscopia
Parâmetros de Referência
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Responsável: CO354 - Sociedad Colombiana de Gastroenterología


  10 / 479 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1281514
Autor: Kaneto, Leia Alves.
Título: Oficina educativa sobre monitorização glicêmica para crianças escolares com diabetes mellitus tipo 1 / Educational workshop on glucose monitoring for school children with diabetes mellitus type 1.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 72 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Univesidade de São Paulo para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: O processo educativo e de suporte deve ser permanente e compartilhado, tendo o indivíduo com diabetes como o centro de toda a ação. A automonitorização glicêmica é, em geral, a primeira prática de autocuidado ensinada à criança com diabetes mellitus tipo 1 (DM1) em seu processo de autonomia no manejo da doença. Objetivos: Geral: Avaliar a efetividade da oficina educativa no desempenho da técnica de monitorização glicêmica capilar em crianças escolares com diagnóstico de DM1; Específicos: Verificar os Índices de Conformidade do procedimento da técnica de monitorização glicêmica das crianças escolares com DM1 antes e após serem submetidas à oficina educativa e comparar os Índices de Conformidade, pré- e pós-oficina, da técnica de automonitorização glicêmica das crianças com DM1 que serão submetidas à oficina educativa. Método: Trata-se de um estudo quantitativo, quase-experimental, pré-teste e pós-teste. Participaram do estudo 33 crianças escolares, de 6 a 11 anos, com DM1 há mais de um ano, usuárias de dois ambulatórios infantis de endocrinologia de um complexo hospitalar do município de São Paulo. Após a concordância dos pais e o assentimento da criança, foram assinados, respectivamente, o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e o Termo de Assentimento. A coleta de dados foi realizada por meio do emprego dos seguintes instrumentos: 1) Dados sociodemográficos; 2) Perfil de monitorização glicêmica e 3) Passos da técnica de monitorização glicêmica, antes da oficina educativa.Os instrumentos 2 e 3 foram reaplicados um mês e meio após o término da oficina. Resultados: Verificou-se que houve resultados estatísticos significativos para três passos da técnica de automonitorização glicêmica: trocar a lanceta do lancetador (p=0,021), pressionar o local de punção (p=0,057) e desprezar o material utilizado em recipiente adequado para perfurocortantes (p=0,004). A oficina educativa também foi eficaz para provocar mudança de comportamento nas crianças, uma vez que elas conseguiram sair de uma média de conformidade de 5,3 passos corretos da técnica de monitorização, para 6,58 passos, ou seja, passaram a executar um passo a mais em conformidade em relação ao que vinham realizando. Conclusão: A oficina educativa, por meio de atividades lúdicas, foi uma ferramenta eficaz para melhorar o desempenho da execução da técnica de automonitorização glicêmica capilar realizada por crianças escolares com DM1.

Introduction: In the case of diabetes, care must be patient-centered and the educational process and support must be permanent and shared. Blood glucose monitoring is generally the first practice of self-care taught to children with diabetes mellitus type 1 (DM1) to grant them autonomy to manage their disease. Objectives: General: To evaluate the effectiveness of the educational workshop on the performance of the capillary blood glucose monitoring technique in school children diagnosed with DM1; Specific: To check Compliance Indices of the blood glucose monitoring technique of school children with DM1 before and after being subjected to the educational workshop and to compare Compliance Indices, pre- and post-workshop, of the glucose monitoring technique of children with DM1 to be submitted to the educational workshop. Method: This is a quantitative quasi-experimental pretest and posttest study. The study included 33 school children, 6-11 years of age, with DM1 for more than a year, attended at two endocrinology pediatric clinics of a hospital complex in São Paulo. The Informed Consent Form and the Child Assent Form were signed by parents and children, respectively, upon agreeing with the protocol. Data collection was conducted through the use of the following instruments: 1) sociodemographic data; 2) glycemic profile monitoring and 3) steps for the glucose monitoring technique before the educational workshop. Steps 2 and 3 were reapplied six weeks after the end of the workshop.Results: We found that there were statistical significant results for three steps of the self-monitoring blood glucose technique: replacing the lancet of the lancing device (p = 0.021), press the puncture site (p = 0.057) and dispose of the material used in a suitable container for needles and other sharps (p = 0.004). The educational workshop was also effective to promote behavior changes in children, as they were able to move from an average of 5.3 correct steps in the compliance monitoring technique, to 6.58 steps. Therefore, they started to perform one more step correctly than they had previously done. Conclusion: The educational workshop using play activities was an effective tool to improve the performance of the capillary blood glucose monitoring technique performed by school children with DM1.
Descritores: Diabetes Mellitus Tipo 1
-Pediatria
Monitoramento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1



página 1 de 48 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde