Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.473.981.867 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 320 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 32 ir para página                         

  1 / 320 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056949
Autor: Rocha, Matheus Barbosa da; Severo, Ana Kalliny de Sousa; Félix-Silva, Antônio Vladimir.
Título: Nos batuques dos quintais: as compreensões dos povos de Umbanda sobre saúde, adoecimento e cuidado / The beats of drums in backyards: the understandings of Umbanda people on health, illness and care
Fonte: Physis (Rio J.);29(3):e290312, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Durante o processo de escravização africana no Brasil, os negros trouxeram consigo uma imensa bagagem simbólico-cultural, tais como danças, comidas, festividades e cerimônias religiosas. Na esfera religiosa, o processo de intercâmbio das doutrinas africanas com os elementos culturais já existentes em terras brasileiras deu surgimento à religião umbandista. O presente artigo teve como objetivo conhecer as concepções dos praticantes e consulentes de três terreiros de Umbanda sobre saúde, adoecimento e cuidado. Como matriz metodológica, utilizou-se o referencial da Análise Institucional "no papel". Os participantes foram três sacerdotes umbandistas e os respectivos praticantes e consulentes dos terreiros que os mesmos conduziam. Como resultados, identificamos alguns elementos que explicariam, de acordo com as cosmologias umbandistas, os processos de saúde/doença: desequilíbrios energéticos; pensamentos e condutas negativas diante da vida; nervosismo; obsessores; mediunidade não resolvida ou alguma questão de ordem médica ou psicológica. Pôde-se perceber, portanto, que os conhecimentos dos povos umbandistas sobre saúde em muito destoam daqueles em que se sustentam os saberes hegemonicamente instituídos que direcionam os profissionais da saúde.

Abstract During the process of African enslavement in Brazil, blacks brought with them an immense symbolic-cultural background, such as dances, food, festivities and religious ceremonies. In the religious sphere, the process of exchanging African doctrines with cultural elements already existing in Brazilian lands gave rise to the Umbandaist religion. This article aimed to know the conceptions of practitioners and consultants of three Umbanda terreiros (meeting places) about health, illness and care. As a methodological matrix, we used the reference of Institutional Analysis "on paper". The participants were three Umbanda priests and their practitioners and consultants of the terreiros they conducted. As a result, we identified some elements that would explain, according to Umbanda cosmologies, the health / disease processes: energy imbalances; negative thoughts and conduct towards life; nervousness; obsessors; unresolved mediumship or any medical or psychological issue. Therefore, it can be seen that the knowledge of the Umbanda peoples on health is very different from those on which the hegemonically instituted knowledge that directs health professionals is based.
Descritores: Assistência Religiosa/métodos
Religião
Religião e Medicina
Religião e Psicologia
Modalidades Cosmológicas
Processo Saúde-Doença
-Fatores Culturais
Espiritualidade
Pesquisa Qualitativa
Narrativa Pessoal
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  2 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Moreira, Martha Cristina Nunes
Texto completo
Id: biblio-1056934
Autor: Lamego, Denyse Telles da Cunha; Moreira, Martha Cristina Nunes.
Título: O diagnóstico como "passaporte" para reconhecimento e significação das experiências na dislexia / Diagnosis as a "passport" for recognition and significance of experiences in dyslexia
Fonte: Physis (Rio J.);29(3):e290311, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Analisamos as implicações do diagnóstico de dislexia na produção de sentidos sobre as experiências relacionadas a esta condição, a partir da ótica de diferentes atores sociais em campos de interações diversos. Utilizamos o método de narrativas em diálogo com os conceitos de "normalidade" e "patologia", "ideologia" e "cultura" e com o campo teórico-conceitual da "Sociologia do Diagnóstico". Realizamos 19 entrevistas-narrativas com atores sociais diferentemente posicionados na estrutura social, recrutados a partir da rede social Facebook, no grupo "Dislexia e Pais". Discutiu-se o contexto sócio-histórico de construção social da categoria diagnóstica "dislexia"; a peregrinação por diagnóstico, barreiras e conflitos encontrados nos sistemas de saúde e educação; a importância do diagnóstico biomédico para a significação da experiência de adoecimento pela dislexia; o papel e as funções do diagnóstico de dislexia para a busca de reposicionamentos e reordenamentos da vida cotidiana, para a construção de marcas identitárias, assim como para o reconhecimento e acesso a direitos em espaços públicos. O diagnóstico de dislexia foi interpretado como um personagem principal que apresenta funções positivas e negativas na vida cotidiana de pessoas vivendo com essa condição.

Abstract We analyze the implications of the diagnosis of dyslexia in the production of meanings about the experiences related to this condition, from the perspective of different social actors in different fields of interactions. We used the narratives method in dialogue with the concepts of "normality" and "pathology", "ideology" and "culture" and with the theoretical-conceptual field of "Sociology of Diagnosis". We conducted 19 narrative interviews with social actors differently positioned in the social structure, recruited from the social network Facebook, in the group "Dyslexia and Parents". We discussed the socio-historical context of social construction of the diagnostic category "dyslexia"; the pilgrimage by diagnosis, the barriers and conflicts found in the health and education systems; the importance of the biomedical diagnosis for the significance of the experience of illness by dyslexia; the role and functions of the diagnosis of dyslexia for the construction of identity marks, as well as for the search for repositioning and reordering of the daily life and for the recognition and access to rights in public spaces. The diagnosis of dyslexia was interpreted as a main character that presents positive and negative functions in the daily life of people living with this condition.
Descritores: Processo Saúde-Doença
Dislexia/diagnóstico
Narrativa Pessoal
Fatores Sociológicos
Acontecimentos que Mudam a Vida
-Doença Crônica
Entrevistas como Assunto
Fatores Culturais
Pesquisa Qualitativa
Dislexia/etnologia
Dislexia/terapia
Estigma Social
Barreiras ao Acesso aos Cuidados de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056945
Autor: Brilhante, Aline Veras Morais; Oliveira, Luiz Adriano Freitas; Lourinho, Lidia Andrade; Manso, Almudena Garcia.
Título: Narrativas autobiográficas de mulheres com endometriose: que fenômenos permeiam os atrasos no diagnóstico? / Autobiographic narratives of women with endometriosis: which phenomena permeate the delays in diagnosis?
Fonte: Physis (Rio J.);29(3):e290307, 2019. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo objetiva compreender a rede de significados construídos intersubjetivamente que caracterizam o fenômeno da endometriose na vida das mulheres acometidas, equilibrando perspectivas micro e macrossociais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa ancorada na técnica de narrativa autobiográfica do sociólogo Fritz Schütze, que explorou a experiência de 29 mulheres com endometriose. A análise foi realizada de acordo com o método reconstrutivo proposto por Schütze. Para além da estrutura esquemática baseada nos dados indexados, emergiam duas teorias: negligência estrutural legitimada por questões de gênero e barreiras e atalhos na rede de assistência. As narrativas revelam a institucionalização de questões de gênero nos serviços de saúde como reflexo de relações embutidas na estrutura social. Negligência, psiquiatrização do sofrimento feminino, centralidade das ações na função reprodutiva e medicalização precoce do corpo feminino foram fenômenos sociais identificados nas narrativas. Esses aspectos estruturais, legitimados pela violência cultural, relacionam-se de forma simbiótica a lapsos na rede de assistência. O enfrentamento a esse fenômeno demanda mais do que a reorganização das linhas de cuidado segundo o paradigma da integralidade, embora esta emerja como uma possiblidade. É crucial a compreensão das microestruturas relacionadas ao gênero que fundamentam os arranjos sociais e a organização assistencial, produzindo violências institucionais e múltiplos sofrimentos.

Abstract This article aims to understand the network of intersubjectively constructed meanings that characterize the phenomenon of endometriosis in the lives of affected women, balancing micro and macrosocial perspectives. This is a qualitative research based on the autobiographical narrative technique of sociologist Fritz Schütze, who explored the experience of 29 women with endometriosis. The analysis was performed according to the reconstructive method proposed by Schütze. Beyond the schematic structure based on indexed data, two theories emerged: structural neglect legitimized by gender issues and barriers and shortcuts in the care network. The narratives reveal the institutionalization of gender issues in health services as a reflection of relationships embedded in the social structure. Neglect, psychiatrization of female suffering, centrality of actions in reproductive function and early medicalization of the female body were social phenomena identified in the narratives. These structural aspects, legitimized by cultural violence, are symbiotically related to lapses in the care network. Coping with this phenomenon demands more than the reorganization of care lines according to the integrality paradigm, although it emerges as a possibility. Understanding the gender-related microstructures that underlie social arrangements and care organization, producing institutional violence and multiple sufferings, is crucial.
Descritores: Mulheres
Serviços de Saúde da Mulher
Endometriose/diagnóstico
Gênero e Saúde
Vulnerabilidade em Saúde
Diagnóstico Tardio
-Atenção Primária à Saúde
Estresse Psicológico
Doença Crônica
Entrevistas como Assunto
Saúde da Mulher
Fatores Culturais
Pesquisa Qualitativa
Narrativa Pessoal
Integralidade em Saúde
Violência de Gênero/etnologia
Barreiras ao Acesso aos Cuidados de Saúde
Relações Interpessoais
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  4 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1146783
Autor: Gómez Campo, Conchita María Cecilia; Sigüenza Barrera, Natalia Nohemy.
Título: Factores sociales y culturales que influyen en la asistencia de la mujer embarazada a los controles prenatales en la Unidad Comunitaria De Salud Familiar Intermedia Soyapango, Febrero a Julio 2017 / Social and cultural factors that influence the attendance of pregnant women to prenatal check-ups at the Soyapango Intermediate Family Health Community Unit, February to July 2017.
Fonte: San Salvador; s.n; 2017. 113 p.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad de El Salvador para obtenção do grau de Maestría.
Resumo: Propósito: Fortalecer las intervenciones de salud en el Programa de Atención Materna sobre la base de los resultados obtenidos, para ampliar las coberturas, disminuir los riesgos y complicaciones de la salud de la mujer embarazada y su hijo. Materiales y métodos: Se realizó un estudio de tipo descriptivo, con enfoque cualitativo, de corte transversal en 50 mujeres embarazadas inscritas en el Programa de Atención Materna de la Unidad de Salud Familiar Intermedia Soyapango, para conocer los factores socioculturales que hacen que estas no asistan a su control prenatal. Resultados: Uno de los principales motivos por los cuales la embarazada no asiste a su control prenatal es la "falta de dinero". Las prácticas de salud de la mayoría de las embarazadas son buenas y eficientes. Los conocimientos que las usuarias tienen respecto al proceso de embarazo están más íntimamente relacionados a los signos y síntomas de alarma que los prestadores de salud eficientemente indican en cada control. La percepción de la mujer embarazada sobre el control prenatal es "buena". Conclusiones: La condición socioeconómica es uno de los factores más importantes para que las usuarias asistan a su control prenatal. Las prácticas de salud de la embarazada son buenas importante para el bienestar físico y mental del binomio (madre-hijo). En general la percepción que tiene la mujer embarazada sobre el control prenatal es muy buena. Recomendaciones: Evaluación frecuente del programa. Capacitación al personal de salud. Realizar campañas periódicas de información de los servicios. Concientizar a la población en general de los beneficios del control prenatal.
Descritores: Gestantes
-Saúde Pública
Fatores Culturais
Responsável: SV2 - Departamento de Gobernanza y Gestión del Conocimiento


  5 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1147102
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública. Dirección de Pueblos Indígenas u Originarios.
Título: Orientaciones para incorporar la pertinencia cultural en los servicios diferenciados de atención integral de salud del adolescente / Guidelines for incorporating cultural relevance in the differentiated services of comprehensive adolescent health care.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública. Dirección de Pueblos Indígenas u Originarios; 2018. 13 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación contiene aspectos y acciones para que el personal de salud brinde una atención integral al adolescente con pertinencia cultural. Implica también las acciones a realizar dentro y fuera del establecimiento de salud, promueve la participación ciudadana y permite la obtención y análisis de la información para la toma de decisiones; con participación de los adolescentes
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Adolescente
Assistência Integral à Saúde
Fatores Culturais
Acesso aos Serviços de Saúde
Tipo de Publ: Guia de Estudo
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  6 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Celeste, Roger Keller
Texto completo
Id: biblio-1056964
Autor: Badalotti, Tatiana Strümer; Toassi, Ramona Fernanda Ceriotti; Celeste, Roger Keller.
Título: O enfrentamento ao fenômeno discriminatório em uma população de adultos / Facing the discriminatory phenomenon in adult population
Fonte: Physis (Rio J.);29(4):e290415, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A discriminação é um fenômeno social causador de prejuízos e iniquidades em saúde. O objetivo desta pesquisa foi explorar a discriminação e suas formas de enfrentamento por servidores universitários. Trata-se de estudo qualitativo analítico, usando entrevistas individuais semiestruturadas, interpretadas pela fenomenologia. A amostra foi intencional, definida pela técnica da bola de neve. Utilizou-se a análise de conteúdo temática proposta por Bardin, com o auxílio do software NVivo para definir categorias analíticas. Os principais resultados revelam um modelo de enfrentamento/combate à discriminação, no qual as categorias se inter-relacionam. A categoria cultura ocupa papel central, interligando as estratégias de cotas, educação formal, legislação e políticas públicas, mídias e educação informal. As cotas viabilizam acesso à educação formal, que reduz discriminação e aumenta oportunidades entre os indivíduos. As leis e políticas alteram o comportamento, tanto pelo seu papel educativo, quanto coercitivo. A mídia permite a interação e discussão sobre nós críticos da discriminação na sociedade. A educação informal cria ambientes viáveis de discussão e estimula o convívio menos discriminatório desde a infância. Este estudo traz novas perspectivas e abordagens alternativas para compreender formas de enfrentamento à discriminação, que é um fenômeno injusto, que cruza múltiplos espaços e contextos sociais.

Abstract Discrimination is a social phenomenon that causes damage and inequities in health. This paper aimed to explore the discrimination and its ways of confrontation by university servants. This is a qualitative analytical study, using semi-structured individual interviews, interpreted by phenomenology. The sample was intentional, defined by the snowball technique. Thematic content analysis proposed by Bardin was used, with the help of NVivo software to define analytical categories. The main results reveal a model of confronting / combating discrimination, in which the categories are interrelated. The culture category occupies a central role, linking the strategies of quotas, formal education, legislation and public policies, media and informal education. Quotas allow access to formal education, which reduces discrimination and increases opportunities among individuals. Laws and policies change behavior by both its educational and coercive roles. The media allows interaction and discussion about us who are critical of discrimination in society. Informal education creates viable environments for discussion and encourages less discriminatory living since childhood. This study brings new perspectives and alternative approaches to understand ways to confront discrimination, which is an unfair phenomenon that crosses multiple spaces and social contexts.
Descritores: Fatores Socioeconômicos
Ambiente de Trabalho
Fatores Culturais
Educação Superior
Estigma Social
Discriminação Social/etnologia
-Política Pública
Pesquisa Qualitativa
Empregados do Governo
Empoderamento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  7 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1125380 LILACS-Express
Autor: Loyola, Maria Andrea.
Título: Covid-19: uma agenda de pesquisa em torno das questões de gênero / Covid-19: a research agenda around gender issues
Fonte: Physis (Rio J.);30(3):e300312, 2020.
Idioma: pt.
Descritores: Mulheres
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Fatores Culturais
Igualdade de Gênero
Capacidade de Liderança e Governança
Relações Interpessoais
-Política
Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  8 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135686 LILACS-Express
Autor: Alcaraz, José Pedro Hernández; Ramírez, José Palacios; Peinado, María Esther López.
Título: Actualizando los abordajes socioculturales de la obesidad: propuestas a partir de Hacking, Bourdieu y Foucault / Updating the sociocultural approaches to obesity: proposals from Hacking, Bourdieu and Foucault / Atualizando abordagens socioculturais da obesidade: propostas baseadas em Hacking, Bourdieu e Foucault
Fonte: Physis (Rio J.);30(3):e300322, 2020.
Idioma: es.
Resumo: Resumen El aumento de las tasas de obesidad y sus consecuencias negativas, tanto individuales como colectivas, reclama la necesidad de nuevos enfoques científicos, que permitan un abordaje multidisciplinar que integre los factores biológicos y socioculturales, explorando en profundidad tanto los aspectos objetivos como subjetivos de este problema. En este sentido, en el presente trabajo proponemos un conjunto de reflexiones teóricas, que puedan servir como marco crítico de actualización de las aportaciones de corte sociocultural en los debates científicos sobre la obesidad y el sobrepeso. Para ello, primero revisaremos las principales características de los enfoques biológico y sociocultural sobre el tema. Y después pasaremos a proponer dicho conjunto de reflexiones, realizando un análisis de los conceptos de tres teóricos sociales de corte crítico, vistos como modelos potencialmente fértiles pero poco usados en este tipo de tema por distintos motivos.

Abstract The increase in obesity rates and their negative consequences, both individually and collectively, call for the need for new scientific approaches, which allow for a multidisciplinary approach that integrates the biological and sociocultural, exploring in depth both aspects objectives as subjective of this problem. In this connection, in this work we propose a set of theoretical reflections, which can serve as a critical framework for updating sociocultural contributions to the scientific debates on obesity and overweight. In order to that first we will review the main characteristics of the biological and sociocultural approaches on the subject. And then we will propose this set of reflections, performing an analysis of the concepts of three critical social theorists, seen as potentially fruitful but little used models in this type of subject by different reasons.

Resumo O aumento das taxas de obesidade e suas consequências negativas, tanto individuais como coletivas, exigem novos enfoques científicos que permitam uma abordagem multidisciplinar que integre fatores biológicos e socioculturais, explorando em profundidade tanto aspectos objetivos como subjetivos desse problema. Neste sentido, no presente trabalho propomos um conjunto de reflexões teóricas que pode servir de marco crítico atualizado de contribuições de corte sociocultural para ou debate científico sobre obesidade e sobrepeso. Para isso, primeiro revisaremos as principais características dos enfoques biológicos e socioculturais deste tema. Depois, passaremos a propor este conjunto de reflexões, realizando uma análise dos conceitos de três teóricos sociais de corte crítico, vistos como modelos potencialmente frutífero que, no entanto, por diferentes motivos, são pouco utilizados nesta temática.
Descritores: Fatores Biológicos
Fatores Culturais
Sobrepeso/etnologia
Fatores Sociológicos
Obesidade/etnologia
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  9 / 320 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1022065
Autor: Rodríguez Ceberio, Marcelo E; Rodríguez, Sonia E.
Título: Reglas sociales que condicionan la espontaneidad de las emociones en la expresión facial / Social norms conditioning the spontaneity of emotions in facial expression
Fonte: Salud(i)ciencia (Impresa) = Salud(i)ciencia (En linea);23(2):167-169, ago.-sept. 2018. ilus..
Idioma: es.
Descritores: Emoções
Expressão Facial
Comunicação não Verbal
-Características Culturais
Fatores Culturais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  10 / 320 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-751503
Autor: Morera, Jaime Alonso Caravaca; Parada, Aydee Rivera de; Ogowewo, Bridgt; Gough, Howard; Alava, Maria Magaly Scott; Zeferino, Maria Terezinha; Jules, Mia; Mitchell, Rashalee; Sarmiento, Rolando Salazar; Barbosa-Branco, Anadergh; Khenti, Akwatu.
Título: The role of family relations, spirituality and entertainment in moderating peer influence and drug use among students of eight universities from five countries in Latin America and three from the Caribbean / O papel das relações familiares, espiritualidade e diversão como moderadores entre a influência de pares e o uso de drogas entre estudantes de oito universidades de cinco paises da América Latina e três do Caribe / El papel de las relaciones familiares, espiritualidad y diversión como moderadores entre la influencia de pares y el uso de drogas entre estudiantes de ocho universidades de cinco países de America Latina y tres del Caribe
Fonte: Texto & contexto enferm;24(spe):106-116, 2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: This study is a multi-centric investigation on the role of family relations, spirituality and entertainment in moderating the relationship between peer influence and drug use (licit and illicit) among students from eight universities from five countries in Latin-America and three from the Caribbean. The sample was composed by 2198 university students from faculties of Social Sciences and Humanities/Health Sciences. Drug use was the dependent variable and the level of peer influence (number of friends who use drugs) was the independent variable. The results showed that problematic family relationship, high number of party-based entertainment and high number of friends on drugs use (peer influence) increased the odds of youths using illicit drugs. The only interaction statistically significant for licit and illicit drug use was party-based entertainment and friends on drugs. The use of licit drugs presented large variability among universities in the sample, potentially influenced by cultural/religious aspects.

Trata-se de estudo multicêntrico, que analisa o papel das relações familiares, espiritualidade e entretenimento-festas como moderadores da relação entre a influência dos pares e o uso de drogas entre estudantes de oito universidades de cinco países da América Latina e três do Caribe. A amostra foi composta por 2198 estudantes de Faculdades de Ciências Sociais e de Ciências da Saúde. Uso de drogas foi a variável dependente e influência dos pares (número de amigos usando drogas), a independente. Os resultados mostraram que relações familiares problemáticas, participar de muitas festas e ter muitos amigos usando drogas aumentou a chance dos estudantes universitários da amostra usarem drogas ilícitas. A única interação estatisticamente significante para o uso de drogas lícitas ou ilícitas foi o entretenimento-festas/amigos usando drogas. O uso de drogas lícitas apresentou grande variabilidade entre as universidades da amostra, potencialmente influenciada por aspectos culturais/religiosos.

Estudio multicéntrico que analiza el papel de las relaciones familiares, la espiritualidad y la diversión-fiestas como moderadores de la relación entre la influencia de pares y el uso de drogas entre estudiantes de ocho universidades de cinco países de America Latina y tres del Caribe. La muestra fue composta de 2198 estudiantes de Facultades de Ciencias Sociales y de Ciencias de la Salud. El Uso de drogas fue la variable dependiente y la influencia de pares (número de alumnos usando drogas) la independiente. Los resultados indicaron que las relaciones familiares problemáticas, participar de muchas fiestas y tener muchos amigos utilizando drogas aumentó la oportunidad de los estudiantes de la muestra a utilizaren drogas ilícitas. La única interacción estadísticamente significante para el uso de drogas lícitas e ilícitas fue la diversión/fiestas/amigos usando drogas. El uso de drogas lícitas presenta grande variabilidad entre las universidades de la muestra, potencialmente influenciada por aspectos culturales/religiosos.
Descritores: Grupo Associado
Universidades
Família
Drogas Ilícitas
Fatores Culturais
Limites: Humanos
Adulto
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)



página 1 de 32 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde