Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.473.981.972 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 442 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 45 ir para página                         

  1 / 442 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051193
Autor: Rocha, Solange Silva; Halpern, Silvia Chwartzmann.
Título: Interface entre uso de drogas e lazer: percepção de usuários de um caps ad de Cuiabá­MT / Interface between drug use and leisure: perception of users of a caps ad de Cuiabá-MT
Fonte: Licere (Online);22(4):534-566, dez.2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Esta pesquisa objetivou investigar a percepção de usuários de um CAPS ad de Cuiabá/MT, sobre a interface entre lazer e uso de drogas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, descritiva, com 10 participantes do sexo masculino, com idade média de 26 anos. Os dados foram coletados utilizando entrevistas semi estruturadas, e para análise a técnica de Análise de Conteúdo. Foram geradas quatro categorias: Interface entre lazer e uso de drogas; importância do lazer para a saúde; fatores que dificultam e que facilitam o lazer. Os participantes percebem prejuízos relacionados ao uso de drogas, atribuem dificuldade de acesso ao lazer decorrente da condição financeira, consideram que a mudança de comportamento pode facilitar a inserção do lazer na rotina. Compreendem que o lazer é importante para a saúde, e acreditam que o Estado deve contribuir com Políticas que promovam lazer acessível a todos.

This research aimed to investigate the perception of users of a CAPS ad from Cuiabá/MT related to the interface between leisure and drug use. This is a qualitative, descriptive study with 10 male participants, with a mean age of 26 years. The data were collected using semi-structured interviews, and for analysis the Content Analysis technique. Four categories were generated: Interface between leisure and drug use; importance of leisure for health; factors that hinder and facilitate leisure. The participants perceive damages related todrug use, consider difficulties of access to leisure due to the financial condition, consider that change of behavior can facilitate leisure routine. They understand that leisure is important for health and believe that the State should contribute with Polities that promote leisure accessible to all.
Descritores: Política Pública
Preparações Farmacêuticas
Adolescente
Área Urbana
Vulnerabilidade Social
Pesquisa Qualitativa
Serviços de Saúde
Atividades de Lazer
Estilo de Vida
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-764177 LILACS-Express
Autor: Lermen, Helena Salgueiro; Gil, Bruna Laudissi; Cúnico, Sabrina Daiana; Jesus, Luciana Oliveira de.
Título: Saúde no cárcere: análise das políticas sociais de saúde voltadas à população prisional brasileira / Health in prison: analysis of health social policies targeting the Brazilian prison population
Fonte: Physis (Rio J.);25(3):905-924, jul.-set. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: ResumoEste estudo se propõe a realizar uma análise das terminologias utilizadas em três marcos fundamentais das políticas sociais de saúde voltadas à população prisional, a saber: a Lei de Execução Penal (LEP), o Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário (PNSSP) e a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP). Realizamos uma reflexão teórica das terminologias utilizadas nessas legislações, bem como uma contextualização do momento sócio-histórico em que foram implementadas. A LEP, de 1984, surge no período de redemocratização brasileira e prevê pela primeira vez saúde aos "presos e condenados". O PNSSP, de 2003, instituído no primeiro ano do governo Lula, preconiza o acesso à saúde à "população privada de liberdade" no sistema penitenciário. Já a PNAISP, de 2014, garante o acesso integral a toda população prisional, ou seja, todas as pessoas que se encontrem sob custódia do Estado. A partir dessas análises, entendemos que os marcos aqui descritos foram fundamentais para o avanço na ampliação dos direitos para a população privada de liberdade, avanço este que só foi possível em função do momento histórico em que a sociedade se encontrava.

AbstractThis study aims at conducting an analysis of the terminologies used in three fundamental milestones of health social policies targeting the prison population, namely: the Brazilian National Prison Law (Lei de Execução Penal - LEP), the National Plan for Health in the Prison System (Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário - PNSSP) and the National Policy of Comprehensive Health Care to People Deprived of Liberty in the Prison System (Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional- PNAISP). We carried out a theoretical reflection of the terminologies used in these pieces of legislation, as well as a contextualization of the socio-historical moment in which they were adopted. The LEP, from 1984, arises in the period of Brazil's redemocratization and for the first time provides for health care to "prisoners and convicted people". The PNSSP, of 2003, instituted in the first year of Lula da Silva's government, advocates access to health care for the "population deprived of liberty" in the penitentiary system. The PNAISP (2014), in turn, guarantees full health care access to the prison population, that is, to all people under the custody of the State. From these analyses, we understand that the aforementioned milestones were critical to the headway made in the expansion of rights to the population deprived of liberty. A progress that was only rendered possible in view of the suitable historical moment in which society stood.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Prisões
Sistema Único de Saúde
Brasil
Saúde
Vulnerabilidade Social
Iniquidade Social
Política de Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1052437
Autor: Biasutto, Melisa Carla; Bracamonte Gómez, Carolina.
Título: El dispositivo institucional como "holding" de las problemáticas de adolescentes en situación de vulnerabilidad: contexto clínico / The institutional device as a "holding" of the problems of adolescents in vulnerable situations: clinical context.
Fonte: Córdoba; s.n; 2017. 118 p.
Idioma: es.
Descritores: Psicologia
Vulnerabilidade Social
-Serviços de Saúde do Adolescente
Limites: Seres Humanos
Adolescente
Responsável: AR304.2 - Biblioteca
AR304.2; TF PSC 158


  4 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048064
Autor: Couto, Pablo Luiz Santos; Gomes, Antônio Marcos Tosoli; Erdmann, Alacoque Lorenzini; Brito, Ozeli Oliveira; Nogueira, Virgínia Paiva Figueiredo; Porcino, Carle; Vilela, Alba Benemérita Alves.
Título: Correlação entre marcadores de vulnerabilidade social frente ao uso do preservativo por trabalhadoras sexuais / Co-relationship between social vulnerability markers and the use of condoms by sex workers
Fonte: Saude e pesqui. (Impr.);12(3):591-599, set/dez 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se analisar a correlação entre os marcadores de vulnerabilidade social com o uso do preservativo entre trabalhadoras sexuais. Estudo quantitativo, inferencial e de corte transversal realizado com 138 mulheres no sertão produtivo da Bahia, em abril de 2017. Foi utilizado o software SPSS, versão 22.0, para a realização dos testes estatísticos r de correlação, p de Pearson e Teste-t student; adotou-se o nível de significância de 5%. O teste r apontou correlação do uso de preservativo entre as mulheres com idade, cor autodeclarada e o tempo de serviço. No teste p de Pearson, a idade relacionada ao uso do preservativo, o resultado foi negativo, o Teste-t resultou em duas amostras r e p com variâncias equivalentes. As três correlações estabelecidas entre os marcadores de vulnerabilidade social e o uso de preservativo pelas trabalhadoras sexuais são significantes; ressalta-se que o nível de escolaridade não influenciou na adesão ao uso do preservativo.

The co-relationship between social vulnerability markers and the use of condoms among sex workers is provided through a quantitative, inferential and transversal research with 138 females within the production sector of Bahia, Brazil, during April 2017. SPSS 22.0 was employed for co-relation statistic tests r, Pearson´s p and Student´s t test, at 5% significance. Test r indicated a co-relationship in the use of condoms by females according to age, color and service time. In the case of Pearson´s test, there was a negative result in age related to the use of condoms, whilst test t provided two samples r and p with equivalent variables. Established co-relationships between social vulnerability markers and the use of condoms by sexual workers were significant. Schooling level did not affect adhesion to the use of condoms.
Descritores: Vulnerabilidade Social
Profissionais do Sexo
Saúde Sexual
-Saúde Pública
Preservativos
Promoção da Saúde
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR313.1 - Biblioteca Ana Bove


  5 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049780
Autor: Cazella, Larissa Giovanna; Almeida, Letícia Yamawaka de; Oliveira, Jaqueline Lemos de; Zanetti, Ana Carolina Guidorizzi; Souza, Jacqueline de.
Título: Qualidade de vida de mulheres e as características sociodemográficas associadas / Women's quality of life and associated socio demographic characteristics
Fonte: Enferm. foco (Brasília);10(3):34-39, jul. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar as características sociodemográficas associadas à percepção da qualidade de vida de mulheres atendidas na atenção primária. Metodologia: estudo transversal, quantitativo, desenvolvido com 113 mulheres em uma unidade de saúde do interior de São Paulo. Utilizou-se um questionário sociodemográfico e a versão abreviada do instrumento de avaliação de qualidade de vida. Para análise dos dados, foram empreendidos testes de associação. Resultados: a maioria das participantes era de classes sociais menos favorecidas e apresentava boa percepção de qualidade de vida e saúde. Os fatores renda, escolaridade e idade foram os mais relevantes na associação com a qualidade de vida. Conclusão: Apesar de mencionarem boa qualidade de vida e saúde, foram identificados piores resultados nos domínios físicos, psicológicos e meio ambiente. Os achados reforçam a necessidade de que as ações de saúde estejam contextualizadas aos aspectos sociais/territoriais e vinculadas a políticas mais amplas de redução da vulnerabilidade social. (AU)

Objective: to analyze the sociodemographic characteristics associated to the perception of the quality of life of the women attended in the Primary Health Care. Methodology: this cross-sectional quantitative study was carried out with 113 women aged 20 to 65 years in a health unit in the interior of São Paulo. A sociodemographic questionnaire and the abbreviated version of the WHOQOL-bref quality of life assessment instrument were used. For data analysis, association tests were undertaken. Results: the majority of participants were from less favored social classes and had a good perception of quality of life and health. The factors income, schooling and age were the most relevant in the association with quality of life. Conclusion: in view of the sociodemographic characteristics associated with quality of life in the present study, it is emphasized that health actions should be linked to broader policies to reduce social vulnerability, enabling empowerment strategies and, above all, increasing women's access to education and income. (AU)

Objetivo: analizar las características sociodemográficas asociadas a la percepción de la calidad de vida de mujeres que acuden a atención primaria. Métodos: este estudio cuantitativo transversal se realizó con 113 mujeres de 20 a 65 años en una unidad de salud en el interior de São Paulo. Se utilizó un cuestionario sociodemográfico y la versión abreviada del instrumento de evaluación de calidad de vida WHOQOL-bref. Para el análisis de los datos, se realizaron pruebas de asociación. Resultados: la mayoría de los participantes provenían de clases sociales más bajas y tenían una buena percepción de la calidad de vida y la salud. Los factores ingresos, educación y edad fueron los más relevantes en asociación con la calidad de vida. Conclusión: en vista de las características sociodemográficas asociadas con la calidad de vida en el presente estudio, se enfatiza que las acciones de salud están vinculadas a políticas más amplias para reducir la vulnerabilidad social, permitiendo estrategias de empoderamiento y, sobre todo, aumentando el acceso de las mujeres a educación e ingresos. (AU)
Descritores: Qualidade de Vida
-Atenção Primária à Saúde
Mulheres
Centros de Saúde
Vulnerabilidade Social
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  6 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1049579
Autor: Barberá, Florencia; Chena, Marina.
Título: Distintas modalidades de trabajo con jóvenes en situación de vulneración de derechos desde un centro socioeducativo abierto de la Ciudad de Córdoba / Different types of work with young people in situations of violation of rights from an open socio-educational center in the City of Córdoba.
Fonte: Córdoba; s.n; 2016. 123 p.
Idioma: es.
Descritores: Psicologia Social
Vulnerabilidade Social
Limites: Seres Humanos
Adolescente
Responsável: AR304.2 - Biblioteca
AR304.2; aTF PSC 113


  7 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1049510
Autor: López, Enzo Javier; Chena, Marina; Sala, Claudia Mabel; Rivarola Padrós, Pablo; Maeca, Juan Pablo.
Título: Sentidos acerca del etiquetamiento y la estigmatización en contextos de expulsión social en jóvenes que asisten a un centro socioeducativo / Senses about labeling and stigmatization in contexts of social expulsion in young people attending a socio-educational center.
Fonte: Córdoba; s.n; 2015. 86 p.
Idioma: es.
Descritores: Psicologia
Vulnerabilidade Social
Iniquidade Social
Limites: Seres Humanos
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: AR304.2 - Biblioteca
AR304.2; aTF PSC 100


  8 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1049444
Autor: Pairetti, Camila Elisa.
Título: Participación infantil: estrategias de fortalecimiento en sectores con derechos vulnerados. Contexto social comunitario / Child participation: strengthening strategies in sectors with violated rights. Community social context.
Fonte: Córdoba; s.n; 2017. 136 p.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Católica de Córdoba. Facultad de Filosofía y Humanidades para obtenção do grau de Licenciado/Professor.
Descritores: Pobreza
Psicologia
Vulnerabilidade Social
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR304.2 - Biblioteca
AR304.2; aTF PSC 152


  9 / 442 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1025767
Autor: Marques, Camilla Fernandes; Roberto, Nathalia Leardini Bendas; Gonçalves, Hebe Signorini; Bernardes, Anita Guazzelli.
Título: O que Significa o Desmonte? Desmonte Do que e Para Quem? / What Does Dismantling Mean? Dismantling of What and for Whom? / ¿Qué Significa el Desmontaje? ¿Desmontaje Qué y para Quién?
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):6-18, ago.-nov. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo tem como objetivo discutir o desmantelamento das políticas públicas, em específico, das políticas de saúde e da assistência social. A discussão situa-se no campo da Psicologia Social e inspira-se no pós-estruturalismo para análise desta problemática, tendo como questionamento norteador como se constitui o desmonte, considerando-o como processo dinâmico e inerente à produção das políticas. Por meio do método cartográfico, foi possível percorrer materialidades que emergem como pistas para compreender tal processo. Entende-se que há uma tensão na própria construção dessas políticas, com o intuito de substituir modelos anteriores que não se extinguem pela incorporação do SUS e do SUAS à Constituição. Esta se caracteriza pelo esvaziamento de conceitos norteadores das políticas, como as noções de território e vulnerabilidade. Esse esvaziamento potencializa a emersão de uma nova lógica de governo dentro das políticas públicas, não somente por via da regulação, normatização das condutas e criminalização de certa categoria da população, mas também por uma necropolítica, que visa a colocar no jogo democrático uma política de morte....(AU)

This paper aims to discuss the dismantling of public policies, particularly those related to health and social assistance. With a post-structuralist inspiration, and situated in the field of Social Psychology, this discussion questions how that dismantling has occurred, considering it as a dynamic process that is inherent to the production of policies. By means of the cartographic method, it has been possible to address materials that have emerged as hints to understand that process. There is a tension in the very formulation of those policies aiming at replacing previous models that have not been extinguished with the incorporation of SUS and SUAS to the Constitution. The latter is characterized by the emptying of guiding concepts of those policies, such as the notions of territory and vulnerability. This emptying potentiates the emergence of a new governmental logic within the public policies, by means of not only regulation, conduct normalization, and criminalization of a certain population category, but also through necropolitics, aiming at introducing a death policy in the democratic game....(AU)

El artículo tiene como objetivo discutir el desmantelamiento de las políticas públicas, específicamente las políticas de salud y de asistencia social. La discusión se ubica en el campo de la Psicología Social y se inspira en el postestructuralismo para el análisis de este problema, teniendo como cuestionamiento orientador cómo se constituye el desmantelamiento, considerándolo como un proceso dinámico e inherente a la producción de políticas. A través del método cartográfico, fue posible transitar por materialidades que emergen como pistas para comprender este proceso. Se entiende que existe una tensión en la propia construcción de estas políticas, para sustituir modelos anteriores que no se extinguen por la incorporación del SUS y del SUAS a la Constitución. Esto se caracteriza por el vaciado de los conceptos que orientan las políticas, como las nociones de territorio y vulnerabilidad. Ese vacío potencializa la emergencia de una nueva lógica de gobierno dentro de las políticas públicas, no sólo mediante la regulación, normalización de conductas y criminalización de una determinada categoría de la población, sino también a través de una necropolítica, que busca colocar una política de muerte en el juego democrático....(AU)
Descritores: Psicologia
Psicologia Social
Política Pública
Serviço Social
Sistema Único de Saúde
Vulnerabilidade Social
Política de Saúde
-Vulnerabilidade a Desastres
Democracia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  10 / 442 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1049082
Autor: Barbosa, Thania Aparecida Gomes da Silva; Gazzinelli, Andrea; Andrade, Gisele Nepomuceno de.
Título: Mortalidade infantil evitável e vulnerabilidade social no vale do jequitinhonha, Minas Gerais, Brasil / Avoidable child mortality and social vulnerability in vale do jequitinhonha, Minas Gerais, Brazil / Mortalidad infantil evitable y vulnerabilidad social en el Valle del Jequitinhonha, Minas Gerais, Brasil
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1246, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: analisar a ocorrência de mortalidade infantil segundo critérios de evitabilidade e de vulnerabilidade social no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. MÉTODOS: estudo transversal realizado com dados dos sistemas de informação do Ministério da Saúde, entre 2009 e 2014. Foi considerado o índice de vulnerabilidade social das cidades e as causas de morte foram classificadas conforme lista de causas evitáveis por intervenção do SUS. Foram calculadas as proporções, taxas corrigidas de mortalidade infantil geral e estratificadas. Diferenças foram avaliadas por meio do teste qui-quadrado em todo o período e entre os triênios 2009-11 e 2012-14. RESULTADOS: a taxa de mortalidade infantil média foi de 21,7 óbitos /1.000 nascidos vivos. No total, 69,5% dos óbitos foram classificados como evitáveis. Foram observadas reduções de 34,9 e 26,5% nos óbitos evitáveis por ações de atenção à mulher na gestação (p=0,00) e ao recém-nascido (p=0,04), respectivamente, e aumento de 65,8% nos óbitos evitáveis por ações de atenção à mulher no parto (p=0,01). Foi demonstrada predominância de óbitos evitáveis nos municípios de mais vulnerabilidade social (p=0,00). CONCLUSÕES: os resultados destacaram a importância das causas evitáveis relacionadas ao cuidado em saúde no momento do parto e, apesar das reduções observadas, na gestação e ao recém-nascido. Também evidenciaram a maior proporção de óbitos evitáveis na população mais vulnerável. O desafio de reduzir essa mortalidade indica a urgência por ações que visem à redução das desigualdades sociais, bem como a necessidade de melhorias no acesso e na qualidade dos serviços assistenciais.(AU)

Objective: to analyze the occurrence of child mortality according to avoidability and social vulnerability criteria in Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. Methods: a crosssectional study conducted with data from the Ministry of Health's information systems between 2009 and 2014. The social vulnerability index of the cities was considered and the causes of death were classified according to the list of preventable causes by SUS intervention. The proportions, and corrected rates of general and stratified child mortality were calculated. The differences were assessed using the Chi-square test, throughout the period and between the three year periods of 2009-11 and 2012- 14. Results: the mean infant mortality rate was 19.5 deaths/1,000 live births. In the total, 69.6% of the deaths were classified as preventable. Reductions were observed of 35.7% and 26.1% in the preventable deaths due to actions of care to women during pregnancy (p = 0.00) and newborns (p = 0.04), respectively, and an increase of 71.3% in preventable deaths due to actions of care to women in childbirth (p = 0.01). A predominance of preventable deaths was demonstrated in municipalities with greater social vulnerability (p = 0.00). Conclusions: the results highlighted the importance of preventable causes related to health care at delivery and, despite the observed reductions, in pregnancy and the newborn. They also evidenced the highest proportion ...(AU)

Objetivo: analizar la incidencia de mortalidad infantil según los criterios de prevención y vulnerabilidad social en el Valle del Jequitinhonha, Minas Gerais. Métodos: estudio transversal realizado con datos de los sistemas de información del Ministerio de Salud, entre 2009 y 2014. Se consideró el índice de vulnerabilidad social de las ciudades y las causas de muerte se clasificaron según la lista de causas evitables por intervención del SUS. Se calcularon las proporciones, las tasas corregidas de mortalidad infantil general y estratificadas. Las diferencias se evaluaron mediante la prueba de chi-cuadrado durante todo el período y entre los trienios 2009-11 y 2012-14. Resultados: la tasa promedio de mortalidad infantil era de 21,7 muertes / 1.000 nacimientos vivos. En total, el 69,5% de las muertes se clasificaron como evitables. Se observaron reducciones de 34,9 y 26,5% en muertes prevenibles debido a acciones de atención de las mujeres durante el embarazo (p = 0.00) y recién nacidos (p = 0,04), respectivamente, y un aumento de 65, 8% en muertes evitables mediante acciones de atención a mujeres en el parto (p = 0.01). La prevalencia de muertes evitables se demostró en municipios con mayor vulnerabilidad social (p = 0,00). Conclusiones: los resultados realzaron la importancia de las causas evitables relacionadas con la atención médica en el parto y, a pesar de las reducciones observadas, en el embarazo y el recién nacido. También mostraron la mayor proporción de muertes evitables en la población más vulnerable. El desafío de reducir esta mortalidad indica la urgencia de acciones dirigidas a reducir las desigualdades sociales, así como la necesidad de mejorar el acceso y la calidad de los servicios asistenciales.(AU)
Descritores: Mortalidade Infantil
Causas de Morte
Indicadores Sociais
Vulnerabilidade Social
Estudos Ecológicos
-Fatores Socioeconômicos
Fatores de Risco
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería



página 1 de 45 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde