Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.946.117.226.215.169 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 18 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 18 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-692141
Autor: Antunes, Marcia de Souza.
Título: Estudo à microscopia eletrônica da estabilidade física das emulsões lipídicas em soluções nutritivas parenterais / Electron microscopy study of the physical stability of lipid emulsions in parenteral nutrient solutions.
Fonte: Niterói; s.n; 2002. 119 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal Fluminense. Mestrado em Patologia Experimental para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O estudo consiste na determinação da estabilidade dos lipossomas das ELs utilizadas como fonte calórica em 28 composições de NPTs, denominadas misturas 3 em 1, através da avaliação à microscopia eletrônica de transmissão. Foram verificadas a ocorrência ou não de instabilidade como floculação/agregação ou coalescência/aglutinação das partículas e medidos os respectivos maiores diâmetros encontrados, sendo estudadas as ELs originais e as formulações mais comuns em nossa prática clínica, nos tempos, 0, 24, 48 e 72h. Foram avaliados e calculados alguns dos fatores predisponentes e de favorecimento de instabilidade como dosagem de pH, valores de CAN (número de agregação crítica) e avaliação farmacêutica dos insumos adicionados. Os resultados encontrados foram 5 formulações com ELs estáveis, 16 com floculação e 7 com coalescência. Para as amostras com floculação, o fator de maior contribuição foi a diminuição do pH, interferindo nas forças eletrostáticas. Para coalescência, a instabilidade ocorreu supostamente pela alteração do pH, pela adição de heparina e cátions divalentes em concentrações elevadas. Como conclusão, os lipossomas não alteram-se morfologicamente quando a sequência de manipulação das formulações encontra-se em condições controladas,são analisadas farmaceuticamente, apresentam os componentes em concentrações e ordem de adição adequadas e quando o tempo e a temperatura após preparação forem os recomendados. O uso clínico da mistura 3 em 1 deve ser limitado aos parâmetros sugeridos.
Descritores: Misturas Alimentícias
Lipídeos
Lipossomos
Nutrição Parenteral
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM
BR408.1; T615.63, A636, 2002


  2 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-680444
Autor: Bezerra, Maria de Fátima; Correia, Roberta Targino Pinto.
Título: Análise descritiva quantitativa e aceitação sensorial de iogurte obtido pela mistura de leite caprino e bubalino / Quantitative and descriptive analysis and sensory acceptance of yoghurt made from caprine and bubaline milk mixtures
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;71(1):140-147, jan.-mar. 2012. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho trata da avaliação sensorial de formulações de iogurte de sabor morango elaboradas com misturas dos leites bubalino e caprino, por meio de análise descritiva quantitativa (ADQ) em associação ao teste de aceitação por escala hedônica. Foram avaliadas 5 amostras contendo diferentes proporções de leite caprino e bubalino: C (100% leite de cabra), 7C3B (70% leite de cabra e 30% leite de búfala), 5C5B (50% leite de cabra e 50% leite de búfala), 3C7B (30% leite de cabra e 70% leite de búfala)e B (100% leite de búfala). Os resultados da ADQ mostraram que o iogurte produzido somente com leite bubalino (B) apresentou-se mais firme e ácido do que os demais. Todas as amostras desenvolvidas pela mistura dos dois tipos de leites obtiveram escores sensoriais de aceitação semelhantes. Esses dados mostraram que a adição do leite de búfala ao leite caprino pode ser uma estratégia eficiente na elaboração de um novo produto com consistência mais adequada e sabor agradável.
Descritores: Análise de Alimentos
Misturas Alimentícias
Leite
Estudos de Avaliação como Assunto
Iogurte
Responsável: BR76.1 - Biblioteca


  3 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-616622
Autor: Barros, Suely Prieto de; Marques, Maria Inês do Val Maringoni; Herrera, José Luiz; Papini-Berto, Silvia Justina.
Título: Carne em pó: elaboração de mistura protéica, natural e solúvel / Meat powder: preparation of proteic mix, natural and soluble
Fonte: Hig. aliment;25(196/197):178-186, maio-jun. 2011. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Misturas Alimentícias
Tecnologia de Alimentos
Produtos da Carne
Transtornos de Deglutição/terapia
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  4 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-616601
Autor: Silva, Gabriela Jesus da; Bricarello, Liliana Paula.
Título: Qualidade microbiológica de multimistura ofertada no município de Itapecerica da Serra, SP / Microbiological quality of multimixture offered in the city of Itapecerica da Serra, SP
Fonte: Hig. aliment;25(196/197):64-68, maio-jun. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: A desnutrição infantil ainda representa um sério problema de saúde pública no país. Na tentativa de amenizar a desnutrição, diversas estratégias vêm sendo adotadas, dentre elas a suplementação com a multimistura. Entretanto, a utilização desse suplemento tem sido alvo de muitas críticas, visto que não há comprovações científicas de seus efeitos benéficos, além disso, não haveria garantias sobre sua qualidade higiênico-sanitária. Para determinar a carga microbiana da multimistura, foi realizada análise de bactérias mesófilas contagem média de bactérias mesófilas aeróbias foi de 6,9 x 10³ UFC/g. Já a amostra 2 apresentou contagem média de 8,24 x 10 UFC/g. A Portaria n. 451 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, preconiza o limite de 10 UFC/g para Contagem Padrão em Placas. Por esse parâmetro, os níveis detectados em ambas as amostras se apresentaram abaixo do limite estabelecido.
Descritores: Alimentos Fortificados
Microbiologia de Alimentos
Misturas Alimentícias
Farinha
Transtornos da Nutrição Infantil/prevenção & controle
-Brasil
Tecnologia de Alimentos
Limites: Humanos
Pré-Escolar
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  5 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-588642
Autor: Del Castillo, Valeria; Lescano, Gerardo; Armada, Margarita.
Título: Formulación de alimentos para celíacos con base en mezclas de harinas de quínoa, cereales y almidones / Foods formulation for people with celíac disease based on quinoa (chenopoduim quinoa), cereal flours and starches mixtures
Fonte: Arch. latinoam. nutr;59(3):332-336, sept. 2009. graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Se formularon alimentos sin gluten para celíacos en base a mezclas de harina de quínoa (Chenopodium quinoa), arroz y maíz con almidones. Para la formulación de estos alimentos se usó la herramienta informática (ALIM V1.0) desarrollada por los autores. Se obtuvieron panqueques, scones, prepizza y pan, los cuales fueron evaluados en composición química (proteínas, grasas, cenizas, fibras, humedad y carbohidratos). También se determinaron actividad de agua (a w), aceptabilidad y parámetros de textura (dureza, gomosidad, masticabilidad, adhesividad, cohesividad). Se tomaron como referencia productos comerciales (C) a los que se les realizaron los mismos análisis que a los productos formulados (F). Se encontraron diferencias significativas en los contenidos de proteínas, grasas, humedad, cenizas, fibras y en la mayoría de los parámetros de textura estudiados en ambos grupos de productos (pw de los productos (F) y (C) resultaron similares a los datos citados en bibliografía para productos análogos. Las formulaciones más aceptables fueron los scones y los panqueques con valores superiores al 80 por ciento. Los productos formulados en general aportan proteínas de buena calidad, poseen buenas características texturales y adecuados porcentajes de aceptabilidad para ser usados en la alimentación de pacientes celíacos.

Gluten free food for people with celiac disease based on quinoa, rice and corn flours and starches, were formulated. An informatic tool (ALIM V 1.0) developed by the authors, was used for the formulation of these foods. The obtained products were pancakes, scons, precooked pizza and bread which were analyzed in their chemical composition (protein, fat, fiber, moisture, ash and carbohydrates). Water activity (a w), acceptability and texture parameters (hardness, gumminess, chewiness, adhesiveness and cohesiveness) were also determined. Commercial products (C) were taken as reference and were performed the same analysis to formulated products (F). Significant differences were found in protein, fat moisture, ash and fiber content and in most of the texture parameters studied in both food groups (pw of products (F) and (C), gave values similar to the data cited on bibliography for analogous products. The formulations more acceptable (values over 80 percent) were scones and pancakes. Overall, the formulated products provide good quality proteins, have good textural characteristics and adequate percentages of acceptability to be used in the feeding of celiac patients.
Descritores: Chenopodium quinoa
Farinha
Misturas Alimentícias
Alimentos Formulados
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  6 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-583067
Autor: Medeiros, Marlene Jardim; Oliveira, Palmira Antonia Alves Cruz de; Souza, Joana Maria Leite de; Silva, Reginaldo Ferreira da; Souza, Maria Luzenira de.
Título: Composição química de misturas de farinhas de banana verde com castanha do brasil / Chemical composition of mixtures with green banana and nut Brazil flours
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;69(3):396-402, jul.-set. 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: No presente estudo foram preparadas misturas de farinhas de banana verde e de castanha-do-brasil e analisadas suas características e os valores aditivos nutricionais. Diferentes percentuais de farinha de castanha-do-brasil (5%, 10% e 15%) foram misturadas à farinha de banana verde. Determinou-se a composição centesimal da mistura por meio de análises químicas das matérias-primas individuais e das farinhas mistas. Por se tratar de matérias-primas distintas, a composição centesimal da farinha de banana verde e de castanha-do-brasil apresentou diferença significativa para todos os constituintes químicos analisados. As farinhas mistas apresentaram aumento nos teores médios de proteínas, lipídeos, cinzas e decréscimo de carboidratos totais. A mistura de farinha de castanha-do-brasil, em até 15%, na farinha de banana verde, apresentou melhor valor nutricional quando comparada com suas matérias-primas individuais. Sugere-se a realização de mais estudos com as mesmas matérias-primas, com adição de farinhas de castanha-do-brasil, que apresentem baixos teores de lipídeos, com objetivo de aumentar ainda mais a concentração dos teores de fibras totais, proteínas e minerais nas farinhas mistas elaboradas.

The mixtures of green banana and Brazilian nut flours were prepared and characterized on food nutritionaladditive value. Varied percentage of Brazilian nut flour (5%, 10% and 15%) were combined with green banana flour. The centesimal composition of the mixture was determined by means of chemical analyses in the individual raw materials and in the mixed flours. For being distinct raw materials, the centesimal composition of both green banana and Brazilian nut flours showed significant differences in all of theanalyzed chemical constituents. An increase in the average contents of proteins, lipids, and ashes, and adecrease in total carbohydrates were found in the mixed flours. The mixture of Brazilian nut flour in up to 15% in green banana flour demonstrated the best nutritional value when compared with the respective raw materials. It is suggested to perform further studies on the same raw materials and adding Brazilian nut flours containing low lipid contents, for increasing the concentration of the total fibers, proteins and minerals contents in the prepared flours mixtures.
Descritores: Composição de Alimentos
Misturas Alimentícias
Frutas
Musa
Valor Nutritivo
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-558330
Autor: Leal, Alexandre Soares; Gonçalves, Cinthia Gracielle; Vieira, Ionara Fernanda Rezende; Cunha, Mariem Rodrigues Ribeiro da; Gomes, Tatiana Cristina Bomfim; Marques, Fátima Regina.
Título: Avaliação da concentração de minerais e dos fatores antinutricionais fitato e oxalato em multimisturas da Região Metropolitana de Belo Horizonte/MG / Evaluation of mineral concentration and anti-nutritional factors phytate and oxalate in Multimix from the Metropolitan Region of the City of Belo Horizonte/MG
Fonte: Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr;35(2), ago. 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: In this work, samples of Multimix, both for industrial use and prepared by the Child's Pastoral in different parts of the metropolitan region of Belo Horizonte / MG were analyzed for determining the concentration of phytates, oxalates and even the minerals K, Mg, Mn, Na, Zn, Fe and Ca. The results showed, in most cases, the concentration of minerals below the recommended daily intake for portions of multi-mixture used, 5 and 22.5g. The concentration of anti-nutritional factors was assessed by the molar ratios of phytate / Fe, phytate / Zn, phytate / Ca, phytate x Ca / Znand Ca / oxalate. The obtained values, in almost all cases > 1, associatedwith low concentration of minerals in the environment, suggest a low bioavailability of essential minerals, which reinforces the debate on the effectiveness of Multimix as a nutritional supplement.

En este trabajo, muestras de "multimistura" del tipo industrial y preparadas por la Pastoral del Niño en diferentes puntos de la región metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, fueron analizadas para determinar la concentración de fitatos, oxalatos y los minerales K, Mg, Mn, Na, Zn, Fe y Ca. Los resultados mostraron, en la mayoría de los casos, una concentración de minerales abajo de la ingesta diaria recomendada, para las porciones diariasde "multimistura" ingerida: 5 y 22,5g. La concentración de factores antinutricionalesse evaluó mediante las relaciones molares defitato/Fe, fitato/Zn, fitato/Ca, fitato x Ca/Zn y Ca/oxalato. Los valores obtenidos, en casi todos los casos son mayores que la unidad (> 1), esto, asociado a una baja concentración de mineralesen el medio, permite suponer que hay baja biodisponibilidad de minerales esenciales, lo que refuerza el debate sobre la eficacia de la "multimistura" como suplemento nutricional.

Neste trabalho, amostras de multimistura do tipo industrial, preparadas pela Pastoral da Criança em diferentes pontos da região metropolitana de Belo Horizonte/MG, foram analisadas para determinação da concentração dos fatores antinutricionais fitato e oxalato e ainda dos minerais K, Mg, Mn, Na, Zn, Fe e Ca. Os resultados mostraram, na maior parte dos casos, concentração dos minerais abaixo do recomendado para ingestão diária nas porções utilizadas da multimistura, 5 e 22,5g. A concentração dos fatores antinutricionais foi avaliada através das razões molares fitato / Fe, fitato / Zn, fitato / Ca, fitato x Ca / Zn e Ca / oxalato. Os valores obtidos, em quase todos os casos > 1, associados à baixa concentração dos minerais no meio, sugerem uma baixa biodisponibilidade dos minerais essenciais, o que reforça o debate sobre a eficácia da multimistura como complemento nutricional.
Descritores: Misturas Alimentícias
Minerais na Dieta/análise
Avaliação Nutricional
Oxalatos/análise
-Avaliação de Resultado de Intervenções Terapêuticas
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  8 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-461275
Autor: Kaminski, Tiago André; Silva, Leila Picolli da; Bagetti, Milena.
Título: Composição centesimal e mineral de diferentes formulações de multimisturas provenientes da região central do Rio Grande do Sul / Centesimal and mineral composition of multimixtures derived from central region of Rio Grande do Sul - Brazil
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;65(3):186-193, set.-dez. 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo avaliou 20 amostras de multimisturas quanto à composição centesimal e mineral. Considerando-se a resolução nº 53 da ANVISA, em vigor na época da coleta e análise das amostras, 55% das amostras apresentaram teor de umidade e substâncias voláteis superior ao máximo de 6,0g% e apenas 15% atingiram o teor mínimo de 5,5g% de cinzas. Atualmente, vigora a Resolução n° 263 da ANVISA, na qual o único parâmetro estipulado é o limite de 15% para umidade e substâncias voláteis; portanto, as amostras estão de acordo com a nova legislação. As médias dos grupos estatísticos, em g%de massa seca, variaram de 11,42 a 16,10 para proteína; de 3,53 a 8,54 para extrato etéreo; de 36,41 a 56,65 para carboidratos e de 14,66 a 29,76 para fibra alimentar. Foram encontrados altos teores de minerais nas amostras, atingindo 30% das Ingestões Diárias Recomendadas (IDRs) para crianças de até 10 anos, conforme a Portaria n° 33 da ANVISA. No entanto, como o acréscimo de multimistura é de cerca de 5% da dieta, apenas o mineral manganês fica caracterizado como fonte por ter atingido 15% da IDR em 65% das amostras e, ainda como alto teor em 10% das amostras por ter apresentado 30% da IDR.
Descritores: Suplementos Nutricionais
Misturas Alimentícias
Desnutrição
Minerais
Nutrientes
Tabela de Composição de Alimentos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  9 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-460187
Autor: Vissotto, Aline Lobato Anholeto; Vilela, Gislei Lunkes; Casais, Elvira Blanco; Stefani, Hélide; Martinello, Valeska; Santos Junior, Nelson dos; Sampaio, Maurício; Bou-Chacra, Nádia Araci.
Título: Abordagem estatística na validação retrospectiva do processo de fabricação de mistura polivitamínica / Statistical approach on retrospective validation process of polyvitaminic mixture
Fonte: RBCF, Rev. bras. ciênc. farm. (Impr.);43(2):263-272, abr.-jun. 2007. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: As exigências legais relativas à rotulagem de alimentos, em especial aqueles constituídos de polivitamínicos e minerais destinados a lactentes e crianças de primeira infância, requerem processos de fabricação que assegurem os valores declarados. Dessa forma, os fornecedores de mistura de polivitamínicos devem demonstrar que o processo de homogeneização dos pós conduz aos resultados esperados, conforme especificado. Os estudos de validação devem contemplar tal exigência e podem ser efetuados de forma prospectiva, concorrente ou retrospectiva. A abordagem retrospectiva, fundamentada na revisão e análise de registros históricos, pode ser efetuada no caso dos lotes considerados terem sido produzidos segundo os mesmos parâmetros operacionais e especificações. Assim sendo, o objetivo do presente trabalho foi validar o processo de fabricação de produto constituído pela mistura das seguintes vitaminas: cloridrato de piridoxina, nicotinamida, ácido ascórbico e pantotenato de cálcio, empregando abordagem retrospectiva. A análise estatística dos dados relativos ao teor de cada componente foi efetuada empregando gráficos de controle objetivando a avaliação da estabilidade do processo. Os índices de capacidade Cp e Cpk foram calculados após avaliação da distribuição dos dados empregando teste de Anderson-Darling. Todos os dados apresentaram distribuição normal exceto aqueles relativos ao teor de nicotinamida. Esses dados foram normalizados utilizando método proposto por Box-Cox (lambda igual a -4,24). Os índices de capacidade (Cpk) obtidos foram 1,01, 1,14, 1,21 e 1,96, respectivamente, para cloridrato de piridoxina, nicotinamida, ácido ascórbico e pantotenato de cálcio. Tais resultados indicaram que o processo de mistura de polivitaminas pode ser considerado validado. Além disso, investigações adicionais visando à centralização da concentração teórica, na faixa relativa aos limites de controle, devem ser conduzidas.

The regulatory demands related to the labeling of food, mainly the one constituted of polyvitaminics and minerals destined to lactants and children in their first infancy, require manufactured process that assure the labeled content. Therefore, the suppliers of polyvitaminics have to demonstrate that the process of powder homogeneity leads to expected results, according to the specifications. Thus, the objective of this work was to validate the process of the mixture of the following vitamins: pyridoxine hydrochloride, nicotinamide, ascorbic acid and calcium pantothenate, based on retrospective approach. Control charts were employed for the statistic analysis of the data related to the assay of each vitamin targeting the evaluation of the stability of the process. The capacity indexes, Cp and Cpk, were calculated after the evaluation of the data distribution using Anderson-Darling test. All data showed normal distribution, except for nicotinamide assay. This data was treated by a method proposed by Box-Cox (lambda equal -4.24) aimed at obtaining the normality of the data. The capacity indexes (Cpk) obtained were 1.01, 1.14, 1.21 and 1.96, respectively, for pyridoxine hydrochloride, nicotinamide, ascorbic acid and calcium pantothenate. Therefore, the process of polyvitaminic mixture can be considered validated.
Descritores: Rotulagem de Alimentos
Fórmulas Infantis
Vitaminas
-Misturas Alimentícias
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  10 / 18 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-442907
Autor: Souza, Jane Cristina de; Mauro, Ana Karina; Carvalho, Helenice Aparecida de; Monteiro, Márcia Regina Pereira; Martino, Hércia Stampini Duarte.
Título: Qualidade protéica de multimisturas distribuídas em Alfenas, Minas Gerais, Brasil / Protein quality from multimixture distributed in Alfenas, Minas Gerais, Brazil
Fonte: Rev. nutr;19(6):685-692, nov.-dez. 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVOS: O propósito do estudo foi avaliar a qualidade protéica de quatro multimisturas distribuídas para combater a desnutrição em comunidades do Município de Alfenas-MG. MÉTODOS: Foram utilizados ratos da raça Wistar, machos, distribuídos ao acaso em 6 grupos (n=6) em gaiolas individuais de aço inox, com temperatura controlada (25°C, desvio padrão= 2°C), durante 14 dias. O grupo padrão recebeu dieta à base de caseína, o grupo controle dieta livre de nitrogênio e os outros quatro grupos experimentais receberam dietas à base de multimistura. Para avaliação da qualidade protéica foram utilizados os métodos biológicos Quociente de Eficiência Protéica, Razão Protéica Líquida, Utilização Protéica Líquida e Digestibilidade Verdadeira. RESULTADOS: O quociente de eficiência protéica, a razão protéica líquida e a digestibilidade dos grupos recebendo multimistura foram inferiores (p<0,05) ao da caseína. A utilização protéica líquida promovida pelas dietas à base de multimisturas foi inferior à dieta à base de caseína em todos os grupos experimentais, exceto no grupo cuja multimistura apresentava maior proporção de leite em pó e não era adicionada de pó de sementes, de folha de mandioca e de casca de ovo. A digestibilidade das multimisturas foi em torno de 89 por cento, entretanto a utilização protéica foi de, aproximadamente, 27 por cento. CONCLUSÃO: Conclui-se que as multimisturas apresentaram baixa retenção protéica, não sendo adequadas para o crescimento dos animais ou até mesmo para a manutenção do peso corporal em um dos grupos teste.

OBJECTIVE: The study was developed to evaluate the protein quality of four multimixtures distributed in communities in Alfenas, MG, Brazil, to combat malnutrition. METHODS: Male Wistar rats were randomaly assigned to one of six groups (n=6) and individually housed in stainless steel cages on controlled temperature (25°C, standard deviation 2°C) for 14 days. The standard group was fed a casein diet, control group was fed a free nitrogen diet and four-test groups were fed different multimixture diets. A biological assay was carried out to determine the protein quality by Protein Efficiency Ratio, Net Protein Ratio, Net Protein Utilization and True Protein Digestibility. RESULTS: The Multimixture test groups showed lower (p<0.05) Protein Efficiency Ratio, Net Protein Ratio and digestibility than casein group. The net retention protein from multimixture test groups was lower (p<0.05) than casein group, except the group fed with multimixture contained a higher powdered milk proportion and was not added with powdered seeds, leaf cassava and egg shell powders in their formula. The multimixture digestibility was roughty 89 percent however the protein retention was approximately 27 percent. CONCLUSION: In conclusion, the multimixture showed low protein retention, did not promote adequate animal growth and was not capable of maintaining body weight in one multimixture test-group.
Descritores: Dieta
Misturas Alimentícias
Transtornos Nutricionais
-Ratos Wistar
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde