Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.946.819.775 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 29 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 29 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1126616
Autor: Rodríguez Lora, Haydeé.
Título: Acciones para implementar la recepción masiva de intoxicados en los hospitales durante las emergencias químicas / Actions to implement mass reception of intoxicated people in hospitals during chemical emergencies
Fonte: Rev. cuba. med. mil;48(2):e224, abr.-jun. 2019. fig.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El sistema de recepción masiva de intoxicados en los hospitales, durante las emergencias químicas, tributa a las fases de la etapa de respuesta del ciclo de reducción de riesgos de desastres, pero necesita de su implementación en la práctica. Objetivo: Elaborar una secuencia de acciones que permita implementar el sistema de recepción masiva de intoxicados en los hospitales en situaciones de emergencias químicas. Método: Se revisaron y analizaron fuentes bibliográficas entre 2005 y 2017. Se realizaron consultas individuales a personas vinculadas al tema, que permitieron la primera aproximación. Se empleó el criterio de expertos sobre la utilidad y viabilidad para la validación de los resultados. Resultados: Se elaboró una secuencia de acciones para la implementación del sistema de recepción masiva de intoxicados derivados de emergencias químicas en los hospitales, que se corresponden con las fases de la etapa de respuesta del ciclo de reducción de riesgos de desastres y con los subsistemas fundamentales del sistema. Esta asumió tres fases: fase 1, de alerta o preparación, que incluye las acciones de preparación hospitalaria; la fase 2, de alarma o ejecución, en las que se ejecutan las acciones de recepción masiva de intoxicados; y la fase 3, o de recuperación, que comprende las acciones de rehabilitación y restablecimiento. Conclusiones: La secuencia de acciones concebida permite implementar en la práctica el sistema de recepción masiva de intoxicados derivados de emergencias químicas en los hospitales; está compuesta por tres fases: preparatoria, ejecutoria y recuperativa; es integral, participativa y reproducible por cualquier institución hospitalaria(AU)

Introduction: The system of mass reception of intoxicated people during chemical emergencies, in hospitals, is linked to the phases of the response stage of the disaster risk reduction cycle, but needs to be implemented in practice. Objective: To elaborate a sequence of actions that allows to implement the system of massive reception of intoxicated people in hospitals, in situations of chemical emergencies. Method: Bibliographical sources were reviewed and analyzed between 2005 and 2017. Individual consultations were made to people linked to the topic, which allowed the first approximation. The criterion of experts on the utility and viability for the validation of the results was used. Results: A sequence of actions was developed for the implementation of the system of mass reception of intoxicates derived from chemical emergencies in hospitals that correspond to the phases of the response phase of the disaster risk reduction cycle and; with the fundamental subsystems of the system. This took three phases: phase 1, alert or preparation, which includes the actions of hospital preparation, phase 2, alarm or execution, in which actions of mass reception of intoxicated are carried out, and phase 3, or recovery, which includes rehabilitation and recovery actions. Conclusions: The sequence of actions conceived allows to implement in practice the system of mass reception of intoxicates derived from chemical emergencies in hospitals. It is composed of three phases: preparatory, executory and recuperative; It is comprehensive, participatory and reproducible by any hospital institution(AU)
Descritores: Reabilitação
Alerta
Preparativos para Desastre
Comportamento de Redução do Risco
Desastres/prevenção & controle
Hospitais
Pessoas
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1059138
Autor: Miranda, Juliana de Oliveira Freitas; Camargo, Climene Laura de; Nascimento Sobrinho, Carlito Lopes; Portela, Daniel Sales; Pinho, Paloma de Sousa; Oliveira, Thaiane de Lima.
Título: Factors associated with the clinical deterioration recognized by an early warning pediatric score / Factores asociados al deterioro clínico reconocido por una puntuación pediátrica de alerta temprana / Fatores associados à deterioração clínica reconhecida por um escore pediátrico de alerta precoce
Fonte: Texto & contexto enferm;29:e20180348, Jan.-Dec. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To identify the factors associated with clinical deterioration recognized by a Pediatric Early Warning Score. Method: A cross-sectional study conducted in a tertiary pediatric public hospital with 271 children aged from zero to ten, hospitalized between May and October 2015. For the identification of the children with and without signs of clinical deterioration, the translated, adapted and validated version of the Brighton Pediatric Early Warning Score was applied to the Brazilian context. Logistic regression analysis and prevalence ratio (PR) were used to measure the association between the variables studied. A 95% Confidence Interval (CI) and p value were adopted as a measure of statistical significance to identify potential associated factors. Results: The factors associated with the clinical deterioration of the children studied were age ≤ 2 years old (p=0.000), hospitalization in the emergency unit (p=0.000), comorbidity (p=0.020) and clinical diagnosis of respiratory disease (p=0.000). Conclusion: Children ≤ 2 years old, with comorbidity, diagnosed with respiratory disease and hospitalized in the emergency unit showed an increased likelihood of clinical deterioration. The identification of factors associated with clinical deterioration may alert and direct the health team to children more susceptible to this phenomenon.

RESUMEN Objetivo: identificar los factores asociados al deterioro clínico reconocido por una Puntuación Pediátrica de Alerta Temprana. Método: estudio de corte transversal realizado en un hospital público pediátrico terciario con 271 niños de cero a diez años de edad, hospitalizados entre mayo y octubre de 2015. Para identificar a los niños con y sin signos de deterioro clínico, se aplicó la versión traducida, adaptada y validad del Brighton Pediatric Early Warning Score para el contexto brasileño. Se utilizaron el análisis de regresión logística y la relación de prevalencia (RP) para medir la asociación entre las variables estudiadas. Se adoptaron el Intervalo de Confianza (IC) del 95% y el Valor de p como medida de significancia estadística para identificar los potenciales factores asociados. Resultados: los factores asociados al deterioro clínico de los niños estudiados fueron los siguientes: edad ≤ 2 años (p=0,000), internación en la unidad de emergencia (p=0,000), comorbilidad (p=0,020) y diagnóstico clínico de enfermedad respiratoria (p=0,000). Conclusión: los niños con una edad máxima de 2 años, con alguna comorbidad, con diagnóstico de enfermedad respiratoria e internadas en la unidad de emergencia presentaron una mayor probabilidad de deterioro clínico. Identificar factores asociados al deterioro clínico puede servir como alerta y orientar al equipo de salud hacia los niños más susceptibles a este fenómeno.

RESUMO Objetivo: identificar os fatores associados à deterioração clínica reconhecida por um Escore Pediátrico de Alerta Precoce. Método: estudo de corte transversal, realizado num hospital público pediátrico terciário, com 271 crianças de zero a dez anos, hospitalizadas entre maio e outubro de 2015. Para a identificação das crianças com e sem sinais de deterioração clínica, foi aplicada a versão traduzida, adaptada e validada do Brighton Pediatric Early Warning Score para o contexto brasileiro. Foram utilizadas a análise de regressão logística e a razão de prevalência (RP) para medir a associação entre as variáveis estudadas. O Intervalo de Confiança (IC) de 95% e Valor de p foram adotados como medida de significância estatística para a identificação dos potenciais fatores associados. Resultados: os fatores associados à deterioração clínica das crianças estudadas foram idade ≤ 2 anos (p=0,000), internamento na unidade de emergência (p=0,000), comorbidade (p=0,020) e diagnóstico clínico de doença respiratória (p=0,000). Conclusão: crianças ≤ 2 anos, portadoras de comorbidade, com diagnóstico de doença respiratória e internadas na unidade de emergência apresentaram aumento da probabilidade de deterioração clínica. A identificação de fatores associados à deterioração clínica pode alertar e direcionar a equipe de saúde para crianças mais suscetíveis a esse fenômeno.
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Criança Hospitalizada
Saúde
Saúde da Criança
Deterioração Clínica
-Alerta
Hospitalização
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  3 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1119670
Autor: Miranda, Juliana de Oliveira Freitas.
Título: Acurácia e reprodutibilidade de um escore pediátrico de alerta precoce de deterioração clínica / Accuracy and reproducibility of an early warning score to identify clinical deterioration in hospitalized children.
Fonte: Sanvador; s.n; 2016. 198P p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Bahia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os escores pediátricos de alerta precoce são instrumentos para reconhecer sinais de deterioração clínica em crianças hospitalizada se despertara equipe de saúde para a necessidade de cuidados imediatos. Objetivo: validar a versão traduzida e adaptada do Brighton Paediatric Early Warning Score para o contexto brasileiro (BPEWS-Br). Método: estudo de teste diagnóstico realizado em um Hospital Público Pediátrico em Feira de Santana, Bahia, Brasil. A amostra para verificação da acurácia do BPEWS-Br foi constituída por271 crianças, e, da reprodutibilidade, por 50 crianças, de 0 a 10 anos, internadas entre maio e outubro de 2015.Foram utilizados três instrumentos para coleta dos dados: instrumento 1,com variáveis de identificação, sociodemográficas e clínicas; instrumento 2, o BPEWS-Br; e o instrumento 3, o padrão de referência para identificar sinais de deterioração clínica baseado na avaliação clínica primária da criança gravemente doente recomendada pela American Heart Association. A preparação e coleta dos dados aconteceu em 4 etapas: tradução e adaptação do BPEWS para o contexto brasileiro; oficina para capacitação dos profissionais para a coleta; teste piloto para testar os instrumentos; e aplicação dos instrumentos para coleta dos dados. Para analisar a acurácia, foram calculadas sensibilidade, especificidade, curva ROC, prevalências real e estimada da deterioração clínica, Valor Preditivo Positivo (VPP), Valor Preditivo Negativo (VPN), Razão de Probabilidade Positiva (RP+),Razão de Probabilidade Negativa (RP-) e probabilidade pós-teste. Para analisar a reprodutibilidade, foram calculados os Coeficientes Kappa Simples e Kappa ponderado. Resultados: o BPEWS-Br apresentou bons indicadores de acurácia (sensibilidade: 73,9%; especificidade: 95,5%; VPP: 73,3%; VPN: 94,7%; RP+: 16,6; RP-: 0,27;área sob a curva ROC: 91,9%; probabilidade pós-teste positivo: 80%; probabilidade pós-teste negativo: 6%) e reprodutibilidade (Kappa simples: 0,85; Kappa ponderado: 0,80) para identificar sinais de alerta de deterioração clínica nas crianças estudadas. Conclusão: o BPEWS-Br mostrou-se um instrumento válido e confiável no contexto estudado, podendo ser viável para uso no Brasil Introduction: Pediatric early warning scores are used to recognize signs of clinical deterioration in hospitalized children and to awaken health staff to the need for immediate care. Aim: to validate the translated and adapted version of the Brighton Pediatric Early Warning Score for the Brazilian context (BPEWS-Br). Method: a diagnostic test study performed at a Public Pediatric Hospital in Feira de Santana, Bahia, Brazil. The BPEWS-Br accuracy test sample consisted of 271 children and the reproducibility of 50 children, aged 0 to 10, hospitalized between May and October 2015. Three instruments were used to collect data: instrument 1, with variables identification, sociodemographic and clinical characteristics; instrument 2, BPEWS-Br; and instrument 3, the reference standard for identifying signs of clinical deterioration based on the primary clinical evaluation of critically ill children recommended by the American Heart Association. The preparation and data collection happenedin 4 stages: translation and adaptation of BPEWS to the Brazilian context; Workshop to train professionals for the collection; Pilot test to test the instruments; and application of the instruments for data collection. To analyze the accuracy of BPEWS-Br were calculated the sensitivity, specificity, ROC curve, actual and estimated prevalence of clinical deterioration, Predictive Value Negative(NPV), Predictive Value Positive (NPV),Positive Likelihood Ratio (LR+), Negative Likelihood Ratio (LR-) and post-test probability. To analyze the reproducibility were calculated Simple Kappa and Weighted Kappa Coefficients. Results: BPEWS-Br presented good indicators of accuracy (sensitivity: 73.9%, specificity: 95.5%, PPV: 73.3%, NPV: 94.7%, LR+: 16.6, LR-: 0.27, area under the ROC curve: 91.9%, positive post-test probability: 80%, negative post-test probability: 6%) and reproducibility (Simple Kappa: 0.85, Weighted Kappa: 0.80) to warning signs of clinical deterioration in the children studied. Conclusion: BPEWS-Br proved to be a valid and reliable instrument in the context studied, and may be feasible for use in Brazil. (AU)
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Serviços de Saúde da Criança
Criança Hospitalizada
Saúde da Criança
-Alerta
Estudo de Validação
Gravidade do Paciente
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  4 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1116448
Autor: Goiás (Estado). Secretaria de Estado da Saúde; .Subsecretaria de Saúde; .Núcleo de Evidências.
Título: ´"Kit COVID-19" / "COVID-19 Kit".
Fonte: Goiânia; SES-GO; 10 jul. 2020. 1-7 p.
Idioma: pt.
Resumo: No Brasil, em diversos municípios de diferentes estados, no período da pandemia de Infecção por Coronavírus, até a publicação deste material, tem sido relatada a distribuição dos chamados "KIT-COVID", que se tratam de kits de medicamentos para serem usados como profilaxia ao contágio e/ou aos primeiros sintomas da infecção pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2). Os kits tem composição variável, sendo que os medicamentos incluídos com mais frequência são: cloroquina ou hidroxicloroquina, ivermectina, azitromicina, prednisona (ou outro corticosteroide). Além da variação de combinação de medicamentos que compõem o "KIT-COVID", também é variável a posologia e as orientações de uso. Alerta que, o uso de qualquer medicamento fora de sua indicação aprovada (off-label) deve ser uma decisão individual do médico, analisando caso a caso e compartilhando os possíveis benefícios e riscos com o paciente, e que é vedado ao médico a publicidade sobre tal conduta, de acordo com Código de Ética Médica, capítulo de Publicidade Médica: "Art. 113. Divulgar, fora do meio científico, processo de tratamento ou descoberta cujo valor ainda não esteja expressamente reconhecido cientificamente por órgão competente"

In Brazil, in several municipalities of different states, in the period of the Coronavirus Infection pandemic, until the publication of this material, the distribution of the so-called "KIT-COVID" has been reported, which are drug kits to be used as prophylaxis contagion and / or the first symptoms of infection with the new Coronavirus (SARS-CoV-2). The kits have a variable composition, and the drugs most frequently included are: chloroquine or hydroxychloroquine, ivermectin, azithromycin, prednisone (or another corticosteroid). In addition to the variation in the combination of drugs that make up the "KIT-COVID", the dosage and directions for use are also variable. Warns that the use of any medication outside its approved indication (off-label) must be an individual decision of the doctor, analyzing case by case and sharing the possible benefits and risks with the patient, and that the doctor is prohibited from advertising about such conduct, according to the Medical Ethics Code, Medical Advertising chapter: "Art. 113. Disclose, outside the scientific environment, a treatment or discovery process whose value is not yet expressly recognized scientifically by a competent body "
Descritores: Terapêutica
Comportamento
Ivermectina
Brasil/epidemiologia
Prednisona
Preparações Farmacêuticas
Cloroquina
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Azitromicina
Combinação de Medicamentos
Pandemias
Hidroxicloroquina
-Posologia
Morbidade
Transmissão de Doença Infecciosa
Publicidade
Alerta
Códigos de Ética
Distribuição de Produtos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1759.1 - Biblioteca Professora Ena Galvão


  5 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-414707
Autor: Figueras, Albert; Napchan, Berta Monica; Bergsten-Mendes, Gun; Lucchezi, Maria Clelia; Passarelli, Maria Cristina Guerra; Morales, Raquel Pinheiro.
Título: Farmacovigilância em Ação / Pharmacosurveillance in action.
Fonte: São Paulo; São Paulo. (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenação dos Institutos de Pesquisa. Centro de Vigilância Sanitária; 2003. 214 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Hospitais
Legislação como Assunto
Portarias
Preparações Farmacêuticas
Sistemas de Notificação de Reações Adversas a Medicamentos
Vigilância Sanitária
-Alerta
Saúde Pública
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA672.1, F475f, 2003


  6 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-836304
Autor: Cabeça, Luciana Palacio Fernandes; Sousa, Francisca Georgina Macedo de.
Título: Dimensões qualificadoras para a comunicação de notícias difíceis na unidade de terapia intensiva neonatal / Dimensiones para la comunicación de califican noticias difícil en unidad de cuidados intensivos neonatal / Dimensions qualifying for communication of difficult news in neonatalintensive care unit
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);9(1):37-50, jan.-mar. 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: understanding the qualifying dimensions for communication of difficult news in the neonatal intensive care unit. Method: Descriptive exploratory study, qualitative, from the thematic analysis. 10 mothers of newborns and 14 professionals were research subjects. Results: The use of strategies in helper/for the communication of difficult news in the NICU were revealed in the speeches of the research participants as facilitators in the process of interaction between professionals, mothers and families, allowing this type of communication, reduce the suffering of those involved, favoring support and support to the mother and family and extend security to overcome difficulties and challenges. Conclusion: The requirement of relational, interpersonal and communication skills in professional, from an expanded care and care that goes beyond the prevalent as technical and technological dimension in intensive care make it necessary perspective.

Objetivo: compreender dimensões qualificadoras para a comunicação de notícias difíceis em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Método: Estudo exploratório descritivo, qualitativo apoiado pela Análise Temática. Foram sujeitos de pesquisa 10 mães de recém-nascidos e 14 profissionais da terapia intensiva neonatal. Resultados: A utilização de estratégias auxiliadoras no/para a comunicação das notícias difíceis na UTIN foram reveladas nas falas dos participantes da investigação como facilitadoras para o processo de interação entre profissionais, mães e famílias, permitindo nesse tipo de comunicação, reduzir o sofrimento dos envolvidos, favorecer apoio e suporte à mãe e à família e ampliar segurança para ultrapassar dificuldades e desafios. Conclusão: os resultados sugerem competências relacionais, interpessoais e comunicacionais a partir de uma perspectiva ampliada do cuidado que ultrapassa a dimensão técnica e tecnológica tão prevalentes em terapia intensiva.

Objetivo: la comprensión de las dimensiones de calificación para la comunicación de noticias difíciles en la unidad de cuidados intensivos neonatales. Método: A, qualitativa, el análisis temático descriptivo del estudio exploratorio. Resultados: El uso de estrategias de ayudante/para la comunicación de noticias difíciles en la UCIN se revela en los discursos de los participantes en la investigación como facilitadores en el proceso de interacción entre los profesionales, las madres y las familias, lo que permite este tipo de comunicación, reducir el sufrimiento de los involucrados, favoreciendo soporte y apoyo a la madre y la familia y ampliar la seguridad para superar las dificultades y desafíos. Conclusión: (The requirement of relational, interpersonal and communication skills in professional, froman expanded care and care that goes beyond the prevalent as technical andtechnological dimension in intensive care make it necessary perspective.
Descritores: Alerta
Aviso
Comunicação
Luto
Enfermagem de Cuidados Críticos
Família
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
-Brasil
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Adulto
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  7 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1018291
Autor: Paéz, Malvina; Almirón, María; Figueroa, Rubén.
Título: Enfermedades infecciosas emergentes y re-emergentes en el Paraguay situación actual y plan estratégico para el 2000 / Emergic and Re-emerging infectious diseases in Paraguay current situation and strategic plan for the year 2000.
Fonte: Asunción; EFACIM-EDUNA; ene.2000. 115-128 p.
Idioma: es.
Resumo: Se enfatiza la urgente necesidad de un sistema de vigilancia, moderno y efectivo para la detención, prevención y control de las llamadas enfermedades infecciosas Emergente y Re-emergentes. Con ese fin se ha desarrollado un plan regional de acción para el establecimiento de un sistema de vigilancia de enfermedades infecciosas emergentes en el Cono Sur, a fin de potenciar e integrar las redes de vigilancia para enfermedades infecciosas existentes en las Américas. Se propone un sistema de vigilancia vasado en el abordage sindrómico, se hace posible la detección de enfermedades nuevas o no definidas y provee al sistema de notoficación de velocidad y oportunidad. Se plantea además, la creación de una red de laboratorios, como herramienta fundamental de este sistema de vigilancia que provea de tecnología apropiada y entrenamiento en la detección y caracterización de agentes patógenos. En el presente documento se propone un plan de acción para que el Paraguay forme parte activa de la vigilancia subregional
Descritores: Alerta/classificação
Doença
Doenças Transmissíveis
Infecções
Síndrome
Vigilância da População
Responsável: PY2.1 - Centro de Documentación
SR; 616.9363; An78a; 1998


  8 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-937010
Autor: São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde.
Título: Diarréia sanguinolenta / Síndrome Hemolítico-Urêmica por E.coli enterohemorrágica (EHEC) sorotipo O104: H4 em viajantes procedentes da Alemanha. 08 de Junho de 2011.
Fonte: São Paulo; São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde; 2011. 4 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Escherichia coli Êntero-Hemorrágica
Escherichia coli
Síndrome Hemolítico-Urêmica
-Alerta
Diarreia
Alerta Rápido
Contaminação de Alimentos
Saúde Pública
Limites: Humanos
Responsável: BR58.1 - Biblioteca
BR58.1


  9 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-937006
Autor: São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde. Gerência do Centro de Controle e Prevenção de Doenças.
Título: Alerta sarampo no município de São Paulo: janeiro 2011.
Fonte: São Paulo; São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde; 2011. 3 p.
Idioma: pt.
Descritores: Sarampo
Viroses
-Alerta
Sistemas de Alerta
Limites: Humanos
Responsável: BR58.1 - Biblioteca
BR58.1


  10 / 29 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-937005
Autor: São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde. Gerência Centro de Prevenção e Controle de Doenças.
Título: Alerta de Conjuntivite.
Fonte: São Paulo; São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde. Gerência do Centro de Controle e Prevenção de Doenças; 16 fev. 2011. 1 p.
Idioma: pt.
Descritores: Infecções Bacterianas
Conjuntivite
-Alerta
Sistemas de Alerta
Limites: Humanos
Responsável: BR58.1 - Biblioteca
BR58.1



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde