Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.946.819.793.761.729.322 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-912589
Autor: Pereira, Julia Gabriela Dietrichkeit; Paz, Dennise de Castro; Coltri, Marcos Vinícius; Silva, Ricardo Henrique Alves da.
Título: Adicional de insalubridade e periculosidade na prática odontológica ­ uma revisão / Additional of insalubrity and hazard in dental practice - a review
Fonte: Rev. Bras. Odontol. Leg. RBOL;4(3):[89-100], set.-dez.2017.
Idioma: pt.
Resumo: A prática clínica do cirurgião-dentista está constantemente permeada por situações e condições de insalubridade e periculosidade, ou seja, uma profissão que coloca aqueles que a exercem em situações de risco. Considerando a importância dos aspectos clínicos e legais sobre os riscos relacionados à prática odontológica, o objetivo deste trabalho foi discutir em que casos o cirurgião-dentista teria direito a receber adicionais de insalubridade e periculosidade na sua rotina laborativa e em qual porcentagem. Os fatores de insalubridade aos quais o cirurgião-dentista está exposto são os riscos físicos, químicos, biológicos e ergonômicos, e os fatores de periculosidade são as fontes de irradiação ionizante. Desde 2003, com a criação da Portaria no 518 do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), a atividade odontológica passou a integrar o quadro de atividades e operações perigosas, e os trabalhadores passaram a ter o direito ao adicional salarial de insalubridade e periculosidade. E, segundo a Constituição Federal do Brasil, em seu artigo 7º, verifica-se que é direito do trabalhador um adicional para as atividades penosas, insalubres ou perigosas. Concluiu-se que os profissionais que trabalham em locais insalubres ou com risco de vida fazem jus ao adicional sobre o seu salário, podendo ser de insalubridade, periculosidade ou ambos. Os critérios para determinação do percentual de reajuste variam entre os empregados públicos e os regidos pela CLT. Além disso o cirurgião-dentista que contribui para com a Previdência Social na condição de segurado do INSS ou que tem regime previdenciário próprio pode requerer a aposentadoria especial.

The dental clinical practice is constantly exposed to insalubrity situations and hazardous work conditions. This profession puts who practice it in situations of risk. Considering the importance of clinical and legal aspects of risks related to dental practice, the aim of this article was to discuss in which cases the dentist would be entitled to receive additional payment for insalubrity and dangerousness in his work routine and in what percentage. The insalubrity factors the dentist are exposed to are: physical, chemical, biological and ergonomic risks, and the peculiarity factors are the sources of ionizing radiation. Since 2003, with the creation of Decree no 518, from the Ministry of Labor and Employment (MTE), dental activity has become part of the framework of dangerous activities and operations. Workers are entitled to the additional salary of insalubrity and hazard, according to article 7o from the Brazilian's Federal Constitution. It was verified that it is the right of the worker an additional to the painful, unhealthy or dangerous activities. It was concluded that professionals who work in unhealthy or life-threatening places are entitled to additional on their salary, which may be insalubrity, hazardous or both. The percentage increased variability between public and private employees, in addition, the dentist who contributes to the Social Security (INSS) or who has a social security regime of his own, may require special retirement.
Descritores: Odontologia Legal
Periculosidade Total
-Saúde do Trabalhador
Riscos Ocupacionais
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR1932.9 - USP - Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: lil-782500
Autor: Garcia, Gustavo Filipe Barbosa.
Título: Meio ambiente do trabalho: direito, segurança e medicina do trabalho / Working environment: law, safety and occupational health.
Fonte: Rio de Janeiro; Forense; 2014. 230 p.
Idioma: pt.
Resumo: O presente livro tem como objetivo o estudo harmônico e sistemático de temas do Direito do Trabalho, pertinentes, mais especificamente, à segurança e medicina do trabalho, como segmento da ciência vinculado ao mencionado ramo do Direito e incumbido de oferecer condições de proteção à saúde do trabalhador no local de trabalho.Foram selecionadas questões da mais alta relevância sobre a matéria, diretamente relacionadas ao chamado meio ambiente do trabalho, buscando a sua devida compreensão...
Descritores: Acidentes de Trabalho
Responsabilidade Civil
Doenças Profissionais
Saúde do Trabalhador
Medicina do Trabalho
Periculosidade Total
-Prevenção de Acidentes
Depressão
Saúde Ambiental
Indenização aos Trabalhadores/legislação & jurisprudência
Exposição à Radiação
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Bibliografia
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde