Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.946.819.892 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 9 [refinar]
Mostrando: 1 .. 9   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 9 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-841683
Autor: Moraga Rodríguez, Alina; Zamora Matamoros, Larisa; Sagaró del Campo, Nelsa M; Moraga Rodríguez, Annia; Rodríguez Griñán, Alina.
Título: Análisis estadístico implicativo para la identificación de factores pronósticos de la mortalidad por cáncer de mama / Statistical analysis involving the identification of mortality prediction factors due to breast cancer
Fonte: Medisan;21(4), abr. 2017. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Se realizó un estudio observacional y analítico para evaluar la utilidad de una nueva técnica de análisis estadístico implicativo en la identificación de los factores pronósticos de la mortalidad por cáncer de mama en la provincia de Santiago de Cuba, desde septiembre de 2013 hasta igual mes de 2014. Según la regresión logística, los factores de mal pronóstico fueron la invasión neural y la radioterapia; según el análisis estadístico implicativo, la invasión neural, la radioterapia, la invasión vascular y el grado III de diferenciación histológica. El análisis estadístico implicativo resultó ser una técnica apropiada que complementa a la regresión logística en la identificación de factores pronósticos, con lo cual se logra una mejor comprensión de la causalidad y se eleva la calidad de las investigaciones de este tipo

An analytical observational study was carried out to evaluate the usefulness of a new technique of statistical analysis involving the identification of mortality prediction factors due to breast cancer in Santiago de Cuba, from September, 2013 to the same month in 2014. According to the logistical regression, the poor prediction factors were the neural invasion, radiotherapy; according to statistical involving analysis, neural invasion, radiotherapy, vascular invasion and histological differentiation stage III. The statistical involving analysis was a suitable technique that complements the logistical regression in the identification of prediction factors, with which a better understanding of causation is achieved and the quality of this type of investigations increases
Descritores: Neoplasias da Mama
Análise Estatística
Interpretação Estatística de Dados
Previsão de Danos
-Prognóstico
Cuba
Estudo Observacional
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CU418.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Santiago de Cuba


  2 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870798
Autor: Viegas, Alexandre de Christo.
Título: Fatores preditivos de resultados desfavoráveis da meniscectomia medial artroscópica em pacientes com mais de 50 anos de idade / Predictors of poor outcomes of arthroscopic medial meniscectomy in patients over 50 years old.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. [158] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A evolução do conhecimento acerca das funções dos meniscos e do tratamento das suas lesões, impulsionada pelo advento da cirurgia artroscópica, consagrou e popularizou a meniscectomia por esta via, por ser uma técnica menos invasiva, com menor morbidade e menores custos hospitalares, a ponto de torná-la, atualmente, a cirurgia ortopédica mais frequentemente realizada no mundo. Embora a maior parte dos pacientes submetidos a esta intervenção cirúrgica tenha resultados favoráveis e resolução rápida dos sintomas, percebe-se que parte considerável dos pacientes, especialmente os mais idosos, não apresenta uma evolução póscirúrgica satisfatória, apresentando piora dos sintomas e, eventualmente, necessitando de nova cirurgia. Partindo da hipótese que em determinados pacientes a meniscectomia, em vez de tratar, precipita e acentua um desequilíbrio biomecânico do joelho, o autor realizou estudo observacional prospectivo não-controlado com 86 pacientes de ambos os gêneros, com idade superior a 50 anos (média de 60,2 ± 7,1 anos), submetidos à meniscectomia artroscópica para tratamento de lesão do menisco medial de natureza degenerativa, com o objetivo de determinar variáveis demográficas, clínicas, anatômicas e cirúrgicas relacionadas aos resultados desfavoráveis. As avaliações funcionais pré e pós-operatórias foram realizadas utilizandose o Índice do KOOS (Knee Injury and Osteoarthritis Outcome Score), aplicado a todos os pacientes antes da cirurgia e 60 meses depois. Após análise estatística dos resultados obtidos, o autor verificou que 10 fatores podem ser considerados preditivos das meniscectomias mediais artroscópicas neste grupo etário, sendo quatro fatores fortemente associados aos resultados desfavoráveis: lesão da raiz posterior do menisco medial, dor pré-operatória intensa, claudicação antes da cirurgia e tempo decorrido entre o início dos sintomas e a cirurgia; dois fatores foram considerados moderadamente associados aos resultados...

The evolution of knowledge concerning meniscal functions and the treatment of their injuries, boosted by the development of arthroscopic surgery, has established and popularized arthroscopic meniscectomy due to its less invasiveness, less post-operative morbidity and lower hospital costs, to the point it has become, nowadays, the most frequently performed orthopedic procedure in the world. Although the majority of patients undergoing this operation is quite pleased with the outcomes and with the prompt resolution of their symptoms, it is noticeable that a considerable amount of patients with meniscal injuries, mainly the older, does not have a satisfactory postoperative outcome, with worsening of symptoms after being operated on and occasionally requiring another surgery. Based on observations of his medical practice and on the assumption that meniscectomy, rather than treat, can hasten and accentuate a biomechanical imbalance of the knee in those patients, the author conducted an observational prospective uncontrolled study with 86 patients of both genders, aged over 50 years old (average 60.2 ± 7.1 years), who underwent arthroscopic meniscectomy for the treatment of degenerative medial meniscal lesions, aiming to determine demographic, anatomical, clinical and surgical variables related to poor outcomes. The functional pre and post-operative evaluations were performed using the KOOS index (Knee Injury and Osteoarthritis Outcome Score) applied to all patients before surgery and 60 months later. After statistical analysis of the results, the author found that 10 factors can be considered predictors of arthroscopic medial meniscectomy in this age group: four factors were strongly associated with unfavorable results - posterior root lesion of the medial meniscus, intense pre-operative pain, claudication before surgery and time elapsed between onset of symptoms and surgery; two factors were moderately associated with unfavorable results - bone marrow...
Descritores: Artroscópios
Artroplastia do Joelho/reabilitação
Artroscopia/instrumentação
Previsão de Danos
Meniscos Tibiais/cirurgia
Meniscos Tibiais/lesões
Fatores de Risco
-Doença Crônica/reabilitação
Fatores Epidemiológicos
Estudos Prospectivos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  3 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-756502
Autor: Tavares, Eder Torres; Schramm, Fermin Roland.
Título: Princípio de precaução e nanotecnociências / The principle of precaution and the nano-techno-sciences / Principio de precaución y nanotecnociencias
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);23(2):244-255, maio-ago. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: O rápido desenvolvimento das nanotecnociências e a crença de que representam ameaças à sobrevivência no planeta têm levado grupos da sociedade civil organizada a pedir moratória para as pesquisas nanotecnocientíficas, baseando-se no princípio de precaução. Constata-se que esse princípio suscita debates em torno do conceito, da sua forma de aplicação e de suas implicações bioéticas. Alguns termos como “risco”, “perigo”, “dano”, “incerteza”, “ignorância”, “prevenção” e “precaução” são tomados como sinônimos, o que pode levar a decisões políticas por vezes “exageradas”. Aplicado quase sempre como medida de tutela do meio ambiente, o princípio de precaução tem se tornado importante instrumento regulatório das tecnociências, por se acreditar que, junto com os potenciais benefícios, trazem ameaças à vida e ao planeta. As tecnociências não são entes autônomos, mas, sim, pensados, criados e manejados pelo ser humano. Portanto, não há que atribuir um risco inerente a todo e qualquer produto tecnocientífico.

The rapid development of the nano-techno-sciences and the belief that they represent threats to the survival of the planet have led groups of organized civil society to request moratoria on nano-techno-scientific research, based on the principle of precaution. This article takes off from the finding that this principle provokes debates around its concept, its form of application and its bioethical implications. Here terms such as risk/danger, uncertainty/ignorance, and prevention/precaution are confounded as synonyms - which can lead to policy decisions that are at times "exaggerated." Applied almost always as a measure of stewardship of the environment, the principle has become an important regulatory principle of the techno-sciences, because it is believed that together with the potential benefits, they bring threats to life on the planet. The techno-sciences are not autonomous, but rather entities conceived, created and managed by human beings. Thus there is no way to attribute an inherent risk to any and all techno-scientific products.

El rápido desarrollo de las nanotecnociencias y la creencia de que representan amenazas a la supervivencia en el planeta, ha llevado a grupos de la sociedad civil organizada a pedir una moratoria para las investigaciones nanotecnocientíficas, en base al principio de precaución. El artículo parte de la constatación de que este principio suscita debates en torno a su conocimiento, su forma de aplicación y sus implicaciones bioéticas. Algunos términos como riesgo/peligro/daño, incertidumbre/ignorancia, prevención/precaución son confundidos como sinónimos, lo que puede conducir a decisiones políticas, a veces, “exageradas”. Aplicado casi siempre como medida de tutela del medio ambiente, el principio se ha tornado un importante instrumento regulatorio de las tecnociencias por creerse que, junto con los potenciales beneficios, traen amenazas a la vida y al planeta. Las tecnociencias no son entes autónomos, sino que son pensadas, creadas y manejadas por el ser humano. Por lo tanto, no hay que atribuir un riesgo inherente a todo y cualquier producto tecnocientífico.
Descritores: Bioética
Planejamento Social
Tomada de Decisões
Meio Ambiente
Meio Ambiente
Nanotecnologia/ética
Políticas
Precaução
-Previsão de Danos
Política Pública
Gestão de Riscos
Desenvolvimento Sustentável
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-726191
Autor: Álvarez Aliaga, Alexis; González Aguilera, Julio César; Maceo Gómez, Liliana del Rosario; Frómeta Guerra, Adonis; Bárzaga Morell, Salvador; Cervantes Infante, Ana Elis.
Título: Árbol para predecir el desarrollo de la cardiopatía hipertensiva / Prediction tree for hypertensive heart disease
Fonte: Rev. cuba. med;53(3):266-281, jul.-set. 2014.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la cardiopatía hipertensiva representa altas morbilidad y mortalidad. La complejidad de su prevención radica en el número de factores de riesgo implicados en su desarrollo. Objetivo: diseñar y validar un árbol de predicción para el desarrollo de la cardiopatía hipertensiva, a partir de factores hemodinámicos y no hemodinámicos. Métodos: se realizó el diseño y validación de un árbol de predicción para el desarrollo de la cardiopatía hipertensiva, mediante el procedimiento de descubrimiento de conocimientos en bases de datos y minería de datos, en pacientes hipertensos atendidos en la consulta especializada de hipertensión arterial de la Policlínica de Especialidades del Hospital General Universitario Carlos Manuel de Céspedes del municipio Bayamo, provincia de Granma, Cuba, desde el 1ro de enero de 2004 hasta el 31 de diciembre de 2009. Resultados: el árbol predijo el riesgo de desarrollar la cardiopatía hipertensiva a 82,598 por ciento de los pacientes; con un área bajo la curva ROC de 0,861 y una tasa de verdaderos positivos de 0,733 y de 0,921 para las clases 1 y 2, respectivamente. El factor más importante lo constituyó la proteína C reactiva, seguida en orden de importancia por la glucemia, el ácido úrico, el colesterol y la microalbuminuria. Conclusiones: el árbol de toma de decisiones y el conjunto de reglas derivado de este, permitieron predecir el riesgo de desarrollar la cardiopatía hipertensiva en individuos hipertensos, por lo que su introducción en la práctica clínica, mejorará la evaluación del paciente con hipertensión arterial...

Introduction: hypertensive heart disease is associated with high morbidity and mortality. The complexity of its prevention lies in the number of risk factors involved in its development. Objective: design and validate a prediction tree for the development of hypertensive heart disease on the basis of hemodynamic and non-hemodynamic factors. Methods: a prediction tree for the development of hypertensive heart disease was designed and validated following the procedure of knowledge discovery in databases and data mining. The patients surveyed were being cared for at the hypertension specialized consultation of the secondary care polyclinic in Carlos Manuel de Céspedes General University Hospital, municipality of Bayamo, Granma province, Cuba, from 1 January 2004 to 31 December 2009. Results: the tree predicted risk of developing hypertensive heart disease in 82.598 percent of the patients, with an area of 0.861 under the ROC curve and a true positives rate of 0.733 and 0.921 for classes 1 and 2, respectively. The most important factor was C-reactive protein, followed by glycemia, uric acid, cholesterol and microalbuminuria, in that order. Conclusions: the decision making tree and the set of rules deriving from it allowed prediction of the risk to develop hypertensive heart disease in high blood pressure patients. Their incorporation into clinical practice will improve the evaluation of these patients...
Descritores: Previsão de Danos
Cardiopatias
Hipertensão
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-591593
Autor: Feldman, Liliane Bauer(org).
Título: Gestão de risco e segurança hospitalar: prevenção de danos ao paciente, notificação, auditoria de risco, aplicabilidade de ferrramentas, monitoramento / Risk management and hospital safety preventing damage to the patient, reporting, audit risk, the applicability of ferrramentas, monitoring.
Fonte: São Paulo; Martinari; 2009. 391 p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O gerenciamento de risco hospitalar é um processo inter e transdisciplinar que associa o conhecimento da administração, enfermagem, medicina, farmácia, direito, odontologia, engenharia clínica e ambiental entre outros. O objetivo é perceber, notificar, tratar e monitorar os fatores de risco para prevenir eventos adversos, que podem causar danos às pessoas e ao hospital. Escrito por um grupo de especialistas, que têm dedicado parte de suas vidas ao estudo das complexas relações entre a assistência, a segurança e controle de risco bem como a repercussão da prestação do cuidado. O livro propõe ferramentas, métodos e apresenta práticas realizadas em hospitais sobre gestão de risco, para possibilitar ações de excelência e a superação das expectativas, garantindo a segurança do paciente, visitante, profissional, do meio ambiente, comunidade usuária e imagem da organização de saúde.
Descritores: /prevenção & controle
EXPOSICAO A AGENTES BIOLOGICOS/prevenção & controle
Gestão da Segurança/organização & administração
Hospitais
-Previsão de Danos
Pessoal de Saúde
ISO 9000
Resíduos de Serviços de Saúde
Notificação
Avaliação em Enfermagem
Competência Profissional
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 658.47, F312g


  6 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-475252
Autor: Passarelli, Maria Cristina Guerra; Jacob Filho, Wilson.
Título: Reações adversas a medicamentos em idosos: como prevê-las? / Adverse drug reactions in elderly patients: how to predict them?
Fonte: Einstein (Säo Paulo);5(3):246-251, 2007.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: Reações adversas a medicamentos (RAM) apresentamgrande importância epidemiológica em idosos em virtude de suaelevada prevalência e potencial para complicações. Este estudo tevecomo objetivos determinar os fatores de risco para RAM em umapopulação idosa hospitalizada e, a partir destes, criar um instrumentoque permita a sua previsão. Métodos: A população do estudo foicomposta de 186 idosos (≥ 60 anos) internados na enfermaria declínica médica de um hospital-escola. Por meio de um método debusca ativa, os pacientes foram avaliados diariamente para pesquisae diagnóstico de RAM. Os fatores de risco associados foram obtidospor meio de um modelo de regressão logística múltipla e, a partir deles,adotou-se o método de seleção de variáveis backward para a criação deum Instrumento de Previsão de RAM. Resultados: Entre a populaçãoavaliada, 115 pacientes (61,8%) apresentaram no mínimo uma RAM,91% das quais do tipo A. Os fatores de risco considerados significativospara RAM foram o número de diagnósticos (OR = 1,41; IC 95% [1,06-1,86]), o número de medicamentos (OR = 1,10; IC 95% [1,03-1,17]) eo uso de medicamento inapropriado para idosos (OR = 2,32; IC 95%[1,17-4,58]). Com base nesses dados, é possível calcular o valor decorte do número de medicamentos empregados de tal forma que, seo paciente usar um número de medicamentos superior a esse valor,apresentará risco de RAM superior a 0,5. Conclusões: A aplicaçãodo Instrumento de Previsão de RAM permitirá que pacientes sujeitosa maior risco sejam monitorados enquanto usarem medicamentos,aprimorando a qualidade do cuidado.
Descritores: Previsão de Danos
Hospitalização
Preparações Farmacêuticas/administração & dosagem
Fatores de Risco
Limites: Idoso
Responsável: BR500.1 - Biblioteca


  7 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-416762
Autor: Nardi, Henrique Caetano; Rigoni, Rafaela de Quadros.
Título: Marginalidade ou cidadania? a rede discursiva que configura o trabalho dos redutores de danos / Marginality or citzenship? the discursive net that configures the work of outreach workers
Fonte: Psicol. estud;10(2):273-282, maio-ago. 2005.
Idioma: pt.
Resumo: A revisão bibliográfica mostra que os estudos relativos à redução de danos (RD) se centram, predominantemente, na discussão das implicações de diferentes modelos de tratamento para o usuário de drogas e na redução de danos aplicada a usuários de drogas injetáveis. Porém, poucos estudos são encontrados acerca do trabalhador em RD. Neste contexto, o presente artigo propõe uma reflexão a respeito do trabalho dos redutores de danos, questionando como as formações discursivas sobre aids e drogas, na sociedade contemporânea, atravessam a subjetividade e o trabalho dos redutores, bem como sobre as possibilidades de inserção e sustentabilidade das ações em redução de danos.
Descritores: Previsão de Danos
Trabalho/psicologia
-Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  8 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-330563
Autor: Incer Barquero, Jaime; Wheelock Román, Jaime.
Título: El terremoto que no lo agarre movido / The earthquake that doesn't grab it moved.
Fonte: Managua; IPADE; s.f. 25 p. ilus. (Cuadernos de prevención de desastres terremotos, 1).
Idioma: es.
Resumo: Presenta cuaderno de prevención de desastres-terremotos, esta dirigido a las familias nicaraguenses, especialmente a los padres y madres responsables de la vida de sus familias, a los maestros líderes locales que en situaciones de desastres se ponen al frente de sus comunidades, así como a las organizaciones de las comunidades y barrios
Descritores: Previsão de Danos
Desastres
Terremotos
Planos de Emergência
Prevenção e Mitigação de Desastres
Responsável: NI1.1 - BNS - Biblioteca Nacional de Salud
NI1.1; NHC79.D45, 0021


  9 / 9 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-273517
Autor: Brito, Daniel; Fernandez, Fernando A. S.
Título: Dealing with extinction is forever: understanding the risks faced by small populations
Fonte: Ciênc. cult. (Säo Paulo);52(3):161-70, maio-jun. 2000. tab.
Idioma: en.
Resumo: Despite its importancefor ecology, extinction was often neglected by this science until the present environmental crisis brought the subject to the fore in the early eighties. Important theoretical developments, mainly island biogeography, metapopulation theory and geneticas contributed to build a set of theories on the genetic and ecological processes which threaten the persistence of small populations. Two of the greatest contributions of this paradigm were to show the propabilistic nature of extinction, and to make clear the point how a small population can be extinguished by stochastic processes even if protected from further human intervention. Four such processes can be distinguished: demographic, environmental and genetic stochasticities, and loss of adaptive flexibility. undestanding and modeling these processes resulted in the development of Population viability analysis (PVA), a family of simulation models employed to quantify the future risk of extinction of a small population. The complexity of the extinction processes poses serious problems for the reliability of the predictions; however, PVA has had considerable heuristic value in fostering improvements in understanding extinction. In addition to the scientific and technical aspects, there are also complex economic considerations involved. Nevertheless the small population paradigm and PVA have allowed great advancements in our capacity of devising scientifically sound conservation and management actions to diminish extincion.
Descritores: Espécies em Perigo de Extinção
Densidade Demográfica
-Conservação dos Recursos Naturais/métodos
Previsão de Danos
Zona de Risco
Processos Estocásticos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde