Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP8.946.936.991.957 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 10 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Marziale, Maria Helena Palucci
Texto completo
Id: lil-359499
Autor: Marziale, Maria Helena Palucci.
Título: Violence in the health sector
Fonte: Rev. latinoam. enferm;12(2):147-152, mar.-abr. 2004.
Idioma: en; pt.
Descritores: Violência
Riscos Ocupacionais
Equipe de Assistência ao Paciente
Serviços Médicos de Emergência
-Fatores de Risco
Equipe de Busca e Resgate
Primeiros Socorros
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  2 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-546882
Autor: Amor Divino, Eveline do; Pereira, Queli Lisiane Castro; Siqueira, Hedi Crecencia Heckler de.
Título: A capacitação da equipe que atua no atendimento pré-hospitalar móvel: necessidade e importância da educação permanente na perspectiva dos trabalhadores / Qualification of a mobile pre-hospital care team: the need and the importance of a continuous education in the professionals´ point of view
Fonte: REME rev. min. enferm;13(3):365-371, jul.-set. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: O atendimento pré-hospitalar móvel representa o primeiro passo para uma rápida e mais eficiente assistência ao clienteque se encontra em situação de urgência/emergência. Com este trabalho, objetiva-se apreender a necessidade e aimportância da capacitação da equipe de atendimento pré-hospitalar móvel da área da saúde, que atua no socorro àsvítimas de trauma na cidade do Rio Grande-RS, na perspectiva dos trabalhadores. Trata-se de uma pesquisa descritiva,exploratória, com abordagem qualitativa. Participaram do estudo seis sujeitos de três instituições que compartilham oatendimento pré-hospitalar móvel nessa cidade. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada.Os dados foram analisados utilizando-se a técnica de análise temática. A capacitação prévia foi considerada necessáriapara que o profissional se sentisse seguro, apto para prestar o socorro e conseguisse salvaguardar-se da imperícia dosseus atos que pudessem prejudicar o restabelecimento e potencializar os agravos às vitimas. A maioria dos sujeitos apontouque os aspectos teóricos e práticos da capacitação, atentando para os detalhes das simulações e das experiências vividas,são imprescindíveis e devem ser atualizados de forma constante. A parte prática foi assinalada como indispensável porquehabilita o trabalhador para enfrentar com coerência, rapidez e segurança a diversidade de situações de trauma.
Descritores: Ambulâncias
Capacitação Profissional
Equipe de Assistência ao Paciente
Equipe de Busca e Resgate
Primeiros Socorros
-Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-878216
Autor: Marques, Ana Paula Almeida.
Título: Condições e organização do trabalho das equipes do SAMU/RMF: riscos e agravos daqueles que trabalham contra o tempo / Conditions and work organization of SAMU / RMF teams: risks and harms of those working against time.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2013. 168 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual do Ceará para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: INTRODUÇÃO: A escolha de estudar sobre a organização e as condições de trabalho dos trabalhadores do SAMU da Região Metropolitana de Fortaleza (SAMU/RMF) se deu em função da dificuldade de acesso a informações que tratem dessa realidade. OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo investigar as condições e organização do trabalho dos profissionais integrantes das unidades móveis do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência da Região Metropolitana de Fortaleza ­ SAMU/RMF. MATERIAL E MÉTODO: Utilizou-se metodologia de natureza qualitativa a partir da entrevista semiestruturada e da observação, além de pesquisa bibliográfico-documental, o que possibilitou análise mais aprofundada e articulada das informações coletadas no campo. RESULTADOS: A organização do trabalho encontrada é precária, principalmente pela natureza do vínculo empregatício estabelecido entre os trabalhadores do SAMU/RMF e a administração no qual um contingente significativo dos entrevistados é terceirizado. Outros aspectos que comprometem a organização do trabalho se voltam para a integração entre os componentes da Rede de Atenção às Urgências, bem como os próprios integrantes das equipes das unidades móveis tipo USA e USB. Há também que se mencionar que o parâmetro utilizado para a avaliação das equipes se sustenta no binômio "tempo-resposta" é incompatível com a realidade dos trabalhadores do SAMU/RMF, o que lhes causa grande insatisfação, dada a falta de manutenção periódica das unidades móveis, longas distâncias geográficas a serem percorridas até as unidades de saúde destino e a péssima conservação das rodovias. A condição do trabalho tem como aspecto positivo a provisão dos insumos utilizados nos atendimentos e dispostos nas unidades móveis, abastecidas pela área da dispensação. Todavia, há aspectos que dificultam o trabalho no que se refere às suas condições, tais como: o comprometimento da funcionalidade plena de algumas unidades móveis por falta de manutenção, o que expõe equipes e pacientes a diversos riscos; estrutura física de algumas bases descentralizadas inadequadas para oferecer o necessário repouso aos grupos de trabalho. Há também dificuldades da administração em perceber ou receber como adoecimento ou agravo à saúde sintomas de pânico, choro, angústia, encaminhando tais casos, quando manifestados, ao Núcleo de Treinamento em Urgência ­ NEU, por serem interpretados como falta de treinamento ou mesmo não adaptação ao posto de trabalho. CONCLUSÃO: No contexto deste estudo constatou-se que a precariedade leva a um comprometimento de toda a Rede de Atenção às Urgências ­ RAU, fragilizando todos aqueles que a compõem, levando à precarização do trabalho e consequente adoecimento do trabalhador.

INTRODUCTION: The choice of studying the organization and working conditions of SAMU workers in the Metropolitan Region of Fortaleza (SAMU / RMF) was due to the difficulty of accessing information that addresses this reality. OBJECTIVE: The present study has its objective on the investingation of the conditions and work organization of professional members of the mobile units of the SAMU of the Metropolitan Region of Fortaleza called SAMU/RMF. MATERIAL AND METHODS: The methodology used was qualitative from the semistructured interview and observation as well as bibliographic and documental which allows further analysis and articulate the information collected in the field. RESULTS: The profile of workers who participated in the study mostly consisted of male gender, married, with an average time working in healthcare for around 13 years and at SAMU/RMF for 03 years. It was raised that most respondents members of the mobile units have a second labor activity. The work organization found is precarious mainly by the nature of the employment relationship established between workers from SAMU/RMF and the administration represented by SAMU/Polo I/EC in which a significant proportion of respondents is outsourced. Other aspects that affect the organization turn to the integration between the components of the Emergency Care Network as well as members of their own staff of mobile units types USA and USB and the components of the Central Regulatory. We must also mention that the parameter used for the evaluation of staffs is based on the response time binomial and it is incompatible with the reality of workers SAMU/RMF what causes them great dissatisfaction given the lack of periodic maintenance of mobile units and geographical distances to be traveled by the target health facilities and also the poor maintenance of the highways. The positive condition of the work is the health inputs provision used in the care and placed in the mobile units and fueled by the dispensing area. Although there are aspects that hinder the work with regard to their conditions which are the commitment of the full functionality of some mobile units for lack of maintenance that exposes staff and patients to various risks. Physical structure of some decentralized bases are inadequated to provide the necessary rest to the working groups. The uniforms are uncomfortably hot and they are spread in insufficient numbers for replacement. There are also difficulties for the administration to receive notices such as illness or health problem symptoms of panic,crying, anxiety, forwarding such cases when expressed to Core Training Urgency called in Portuguese as NEU. It has being interpreted as a lack of training or even no adaptation the job as the worker away in the latter case assumes other responsibilities then his previosly routine. In the context of this study it was found that job insecurity leads to compromise the entire network for Attention to Emergencies called RAU. CONCLUSION: It has been weakening those who compose it also favoring practices that continually require the worker adequate answers to complex situations that are not faced with reality parameters which ends to weakening people and keeping them in precarious situations which leads them to the casualization of labor and consequently to illness.
Descritores: Ambulâncias
Serviços Médicos de Emergência
Saúde do Trabalhador
-Riscos Ocupacionais
Equipe de Busca e Resgate
Trabalho/normas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-878157
Autor: Silva, Renato Ferreira; Santos, João Bosco Feitosa dos; Guimarães, Emanoella Pessoa Angelim.
Título: Riscos e agravos a que profissionais de emergência estão submetidos no exercício de suas atividades / Risks and injuries to which emergency professionals are subjected in the exercise of their activities
Fonte: In: Universidade Estadual do Ceará. Anais da XVII Semana Universitária. Fortaleza, Universidade Estadual do Ceará, 19 - 23 nov. 2012. .
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo identificar os riscos e agravos à saúde que trabalhadores das equipes do SAMU 192 são submetidos por ocasião do atendimento às vitimas de acidentes e enfermidades do estado do Ceará. MATERIAL E MÉTODO: Como procedimento metodológico optamos pela observação direta da atividade e pesquisa bibliográfico documental em bases de dados da Enciclopédia da Organização Internacional do Trabalho-OIT; da relação das doenças Relacionadas ao Trabalho no Manual de Procedimentos para os Serviços de Saúde do Ministério da Saúde e de outras publicações relativas à organização e à condição do trabalho de profissionais que participam das equipes de emergência. Considerando que as equipes são compostas de condutor-socorrista, médico, enfermeiro e auxiliar de enfermagem, identificamos riscos comuns a cada categoria profissional e riscos específicos conforme a função que cada profissional executa. RESULTADOS: Os riscos apontados no estudo se dividem em quatro categorias: a exposição a agentes infecciosos e parasitários; o desenvolvimento de transtornos mentais, de comportamento e do sistema nervoso; o agravamento e aparecimento de doenças do sistema circulatório; e o desenvolvimento de lesões e doenças osteomusclares. CONCLUSÃO: Como resultados observamos também a existência de riscos de acidentes de percurso, bem como o estresse permanente na relação entre profissionais do SAMU e dos hospitais que recebem os pacientes.
Descritores: Serviços Médicos de Emergência
Saúde do Trabalhador
Riscos Ocupacionais
-Mão de Obra em Saúde
Equipe de Busca e Resgate
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-746770
Autor: Trajano, Adriano Dias.
Título: Análise dos óbitos por trauma em um hospital universitário brasileiro / Analysis of trauma deaths in a Brazilian university hospital.
Fonte: Campinas; s.n; jul. 2013. 84 p. tab, mapas, graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: O trauma é a principal causa de óbito e incapacidade entre as idades de 1 e 44 anos no Brasil. Revisões da mortalidade têm capturado cada vez mais um retrato detalhado da incidência do trauma, o papel do cuidado préhospitalar e a necessidade de uma política de prevenção. A avaliação do período de tempo e o local das mortes traumáticas podem melhorar a estimativa de um sistema de trauma e identificar as áreas que podem ser beneficiadas com mais recursos e pesquisa. Objetivo: Analisar a epidemiologia dos óbitos por trauma no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) se houve mudança no perfil dos óbitos e mostrar um panorama do atendimento hospitalar através dos anos. Método: Estudo retrospectivo de séries temporais utilizando banco de dados registrados em protocolo da Disciplina de Cirurgia do Trauma da Unicamp. Os sujeitos da pesquisa foram os óbitos intra-hospitalares por causas externas durante os anos de 1995, 2000, 2005 e 2010. Para comparar as variáveis categóricas foram utilizados os testes Qui-Quadrado ou exato de Fisher. Para comparar as variáveis numéricas foi utilizado o teste de Mann-Whitney. Para estudar a tendência de óbitos, tipos de trauma e mecanismos de trauma entre os anos foi usado o teste de tendência de Cochran-Armitage. O nível de significância adotado para os testes estatísticos foi de 5% (p < 0,05). Resultados: Dos 549 óbitos, foram selecionados 467 casos (85% do total), sendo 325 pacientes (69,6%) admitidos com sinais de vida e 142 (30,4%) considerados mortos ao chegar. A média etária foi de 35,3 ± 18,0 anos, com predomínio da faixa etária de 25 a 39 anos (23,6%). O gênero masculino foi maioria com 85,4%. O traumatismo fechado aconteceu em 73,0% dos casos e trauma penetrante em 27,0%. No decorrer dos anos, houve um aumento significativo (p < 0,001) de óbitos por acidentes motociclísticos, que saiu de 7,3% em 1995 para 31,5% em 2010.

Introduction: Trauma is the leading cause of death and disability between the ages of 1 and 44 years in Brazil. Mortality reviews have captured an increasingly detailed picture of the impact of trauma, the role of pre-hospital care and the need for a prevention policy. The evaluation of the time period and location of traumatic deaths can improve the estimative of a trauma system and identify areas that may benefit from more resources and research. Objective: To analyze the epidemiology of trauma deaths at the Clinic Hospital of the University of Campinas (Unicamp); determine if there was a change in the profile of deaths and show an overview of patients care through the years. Methods: Retrospective study using time series database registered in the Unicamp Trauma Surgery protocol. The research subjects were in-hospital deaths due to external causes during the years 1995, 2000, 2005 and 2010. To compare categorical variables, we used chi-square or Fisher exact test. To compare the numerical variables we used the Mann-Whitney test. To study the trend of deaths, types of trauma and trauma mechanisms between years was used to test Cochran- Armitage trend. The significance level for statistical tests was 5% (p <0.05). Results: Of the 549 deaths, 467 cases were selected (85% of total), 325 patients (69.6%) admitted with signs of life and 142 (30.4%) considered dead on arrival. The mean age was 35.35 ± 18.03 years, predominantly aged 25 to 39 years (23.6%). The majority were males with 85.4%. The blunt trauma occurred in 73.0% of cases and 27.0% for penetrating trauma. Over the years, there was a significant increase (p <0.001) in deaths from motorcycle accidents, which increased from 7.3% in 1995 to 31.5% in 2010. In contrast, there was a significant decrease (p = 0.030) for victims of injury by firearms, 21.0% in 1995 to 9.6% in 2010. About 60% of deaths occurred less than 24 hours of admission.
Descritores: Morte
Ferimentos e Lesões/mortalidade
Hospitais Universitários
-Ambulâncias/estatística & dados numéricos
Causas de Morte/tendências
Causas Externas
Equipe de Busca e Resgate
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Pessoa de Meia-Idade
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR25.1 - Biblioteca
BR25.1, T682a


  6 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-456126
Autor: Cilento, Alejandro.
Título: Reanimación cardiopulmonar de nivel intermedio: soporte vital intermedio para primeros respondedores profesionales / Cardiopulmonary reanimation of intermediate level: intermediate vital support for first proffesionals responders
Fonte: Rev. med. Plata (1955);39(2):17-21, nov. 2005. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Reanimação Cardiopulmonar
-Níveis de Atenção à Saúde
Equipe de Busca e Resgate
Responsável: AR38.1 - Centro de Documentación Médica de La Plata


  7 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-390399
Autor: Moreno-Jiménez, Bernardo; Garrosa Hernández, Eva; Morante Benadero, María Eugenia; Rodríguez Carvajal, Raquel; Losada Novoa, María Montserrat.
Título: El estrés traumático secundario: evaluación, prevención e intervención / Secondary traumatic stress: assessment, treatment, prevention
Fonte: Ter. psicol;22(1):69-76, 2004. tab.
Idioma: es.
Resumo: El diagnóstico, el tratamiento y la prevención del estrés traumático secundario se han basado tradicionalmente en las investigaciones sobre el síndrome de estrés postraumático. Su evaluación ha sido asumida por autores como Figley & Stamm (1995) o Motta, Kefer, Hertz & Hafeez (1999) que han desarrollado instrumentos específicos para su evaluación y diagnóstico. Complementariamente, se han comenzado a desarrollar programas de intervención y prevención del estrés traumático secundario. Los primeros van desde la educación basada en la detección de las fuentes y síntomas del síndrome hasta el afrontamiento en grupo o el compromiso organizacional (engagement). Por otro lado, muy pocas investigaciones se han centrado en el desarrollo de programas de prevención, sea ésta primaria, secundaria o terciaria. En este sentido, diferentes autores proponen programas basados bien en el individuo, bien en la organización o bien en la interación individuo-organización. En este artículo se exponen las propuestas actuales sobre la evaluación, intervención y prevención del estrés traumático secundario.
Descritores: Transtornos de Estresse Traumático/diagnóstico
Transtornos de Estresse Traumático/prevenção & controle
Transtornos de Estresse Traumático/terapia
-EVALUATION
Equipe de Busca e Resgate
Limites: Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  8 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-328031
Autor: Graziosi, Maria Elisabete Salvador.
Título: Simulaçäo on-line de desastre para treinamento de equipes de resgate: desenvolvimento e avaliaçäo / On-line disaster simulation in order to train rescue teams: developement and evaluate.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2002. [113] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Säo Paulo. Escola Paulista de Medicina. Curso de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Objetivos: 1. Desenvolver uma simulaçao on-line de desastre para o treinamento de equipes de resgate. 2. Avaliar a simulaçao quanto: a) ao acesso da populaçao brasileira, segundo sua distribuiçao por profissao, regiao e número de provas realizadas; b) à eficiência perante o público-alvo com o sistema de triagem Simple Triage and Rapid Treatment. Métodos: 0 modelo pedagógico da simulaçao foi baseado na exposiçao de conteúdo teórico e resoluçao de problemas com feedback mediato e auto-avaliaçao. Para avaliaçao de sua eficácia, foram treinados 212 bombeiros, sem experiência prévia de atendimento em desastres, que realizaram uma )cova antes e outra após o treinamento. 0 tempo total de treinamento variou de cinco a sete horas sobre o sistema de triagem Simple Triage and Rapid Treatment para classificaçao de cor, cartao e destino de 37 vítimas. Para análise estatística dos resultados, aplicou-se um teste estatístico nao paramétrico (teste do Qui-quadrado). Resultados: A simulaçao on-line foi desenvolvida contendo 113 páginas de Internet som 102 figuras, três animaçoes, 50 vídeos e 49 páginas com programaçao Hypertext Preprocessor, versao 3.0 e está disponível na Internet desde outubro de 1999. Desta jata a junho de 2002 foram cadastrados 3.243 usuários, com 1.203 provas realizadas. Mesmo possuindo conhecimento prévio intuitivo, os bombeiros obtiveram ganho de conhecimento significativo (p < 0,05) sobre triagem de vítimas. Conclusoes: 1. Foi possível desenvolver uma simulaçao on-line de desastre, reunindo conteúdo teórico extenso em várias mídias. 2. a) Foi oferecida informaçao especializada para um número expressivo de profissionais, destacando-se as categorias de maior porcentagem: classe médica; regiao Sudeste e avaliaçao sobre Simple Triage and Rapid Treatment, b) a simulaçao on-line mostrou-se eficaz na aquisiçao de conhecimentos, sugerindo que o ensino baseado em simulaçao on-line, pode ser uma importante forma de treinamento de habilidades para equipes de resgate
Descritores: Equipe de Busca e Resgate
Exercício de Simulação
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 7244


  9 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-297832
Autor: Venezuela. Ministerio de Salud y Desarrollo Social; .Venezuela. Coordinación Regional de Salud Mental. Servicio Unificado del Distrito Federal. Su Salud D.F.
Título: Desastre y Salud Mental / Disaster and Mental Health.
Fonte: Caracas; Venezuela. Ministerio de Salud y Desarrollo Social;Venezuela. Coordinación Regional de Salud Mental. Servicio Unificado del Distrito Federal. Su Salud D.F; 2000. 65 p. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Intervenção na Crise
Desastres
Saúde Mental
Equipe de Busca e Resgate
-Técnicas Psicológicas
Responsável: CR3.1 - CRID - Centro Regional de Información sobre Desastres para América Latina y el Caribe
CR3.1, DES


  10 / 10 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-297786
Autor: Campos, Armando.
Título: Prevención de desastres: Una mirada desde la salud mental / Disaster Prevention: A perspectiva from Mental Health
Fonte: In: NU. Estrategia Internacional para la Reducción de Desastres; Organización Panamericana de la Salud. Huracán Mitch: Una mirada a algunas tendencias temáticas para la reducción del riesgo. San José, NU. Estrategia Internacional para la Reducción de Desastres;Organización Panamericana de la Salud, nov. 2000. p.129-73.
Idioma: es.
Descritores: Honduras
Recursos Humanos em Desastres
Tempestades Ciclônicas
Saúde Mental
Nicarágua
Prevenção e Mitigação de Desastres
Psicologia
Equipe de Busca e Resgate
Responsável: CR3.1 - CRID - Centro Regional de Información sobre Desastres para América Latina y el Caribe
CR3.1, DES



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde