Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP9 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 147 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 15 ir para página                         

  1 / 147 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1016215
Autor: Chicas, Arihé Antonio; Núñez, Thelma Rossio; Gáleas, Juan José; Alger, Jackeline.
Título: Mortalidad y morbilidad materna externa, Hospital Escuela Universitario 2015: estudio caso-control / Maternal mortality and near miss, Hospital Escuela Universitario 2015: case-control study
Fonte: Rev. méd. hondur;86(3/4):96-101, jul.- dic. 2018. tab.
Idioma: es.
Resumo: Antecedentes: En 2015, el Hospital Escuela Universitario (HEU) registró una tasa de mortalidad materna de 136/100000 nacidos vivos. Objetivo: Determinar los factores asociados a mortalidad materna en casos de morbilidad materna extrema (MME), HEU, Tegucigalpa, 2015. Metodología: Estudio caso-control. Se utilizaron criterios OMS (2009) para definición de casos (muertes) y controles (MME). Se estimaron proporciones, razón de disparidad (OR) e intervalo de confianza de 95% (IC95%); p<0.05 se consideró estadísticamente significativo. Resultados: Las proporciones identificadas fueron MME 6.1% (990/16,209) y muertes por MME 1.7% (17/990). Seevaluaron17 casos de muerte materna y 51 controles de MME. En casos y controles respectivamente, se identificó edad promedio 30 (16-34) y 25 (14-44) años, primíparas 52.9% (9) y 49.0% (25), información incompleta sobre control prenatal 70.6% (12) y 45.1% (23); patologías registradas: trastornos hipertensivos 58.9% (10) y 54.9% (28), sepsis 29.3% (5) y 11.8% (6), hemorragia masiva 11.8% (2) y 25.5% (13). Los factores asociados significativamente a mortalidad: Edad ≥19 años (OR5.2, IC95%1.1-25.4, p=0.02), Glasgow <8 (OR6.4, IC95%1.5-26.7, p=0.005), hospitalización en Sala Emergencia Medicina Interna (OR11.5, IC95%3.2-41.2, p=0.00004). Sepsis e internamiento en UCI, demostraron tendencia a p<0.05. Discusión: Laproporción de MME identificada es superior a la informada en otras regiones del mundo.El análisis de los factores asociados fue limitado por datos incompletos. Las pacientes deben hospitalizarse y recibir atención adecuada y oportuna antes de que el deterioro sea irreversible. Mejorando el sistema de vigilancia, el análisis de las condiciones de MME podría usarse como indicador de calidad del cuidado materno...(AU)
Descritores: Mortalidade Materna
Morbidade/tendências
Direito Sanitário
Limites: Seres Humanos
Responsável: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-832930
Autor: Morais, Leonardo Stoll de; Fernandes, Márcia Santana.
Título: Aspectos médicos, bioéticos e jurídicos do uso de material genético na reprodução humana assistida post mortem a partir de um estudo casuístico / Medical, bioethical and legal aspects of the use of genetic material in postmortem assisted human reproduction from a case study
Fonte: Revista da AJURIS;41(135):[32], 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O problema ético e legal relativo à utilização da técnica de reprodução humana assistida (RHA) no Brasil diz respeito ao uso e à manipulação do material genético criopreservado. Esta questão recebeu maior destaque principalmente após a decisão judicial que viabilizou a RHA com uso de material genético, coletado previamente e manipulado de forma post mortem. Este caso judicial possui fatos e circunstâncias que exigem uma contínua reflexão sobre os aspectos éticos e legais envolvidos. Desta forma, por meio do método qualitativo casuístico, elegeu-se o caso judicial para estudo, tendo o presente artigo o objetivo de abordar os aspectos médicos, bioéticos e jurídicos da utilização do material genético em um procedimento de reprodução humana assistida post mortem, adotando como referencial teórico a bioética complexa.
Descritores: Técnicas Reprodutivas
Medicina Reprodutiva/legislação & jurisprudência
Temas Bioéticos
-Direito Sanitário
Genética
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  3 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-886022
Autor: Varsi Rospigliosi, Enrique.
Título: Clasificación del sujeto de derecho frente al avance de la genómica y la procreática / Subjects of rights classification facing genomic and proteomic development / Classificação do sujeito de direito contra o avanço da genômica e da procriativa
Fonte: Acta bioeth;23(2):213-225, jul. 2017. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Resumen: El Derecho cataloga la vida humana de acuerdo al estado con el cual se presenta en sociedad con la finalidad de darle una adecuada seguridad. La teoría del sujeto de derecho se sustenta en la conceptualización jurídica de la vida humana. Como teoría, fue creada para reconocer una real y efectiva regulación jurídica a las relaciones que lleve a cabo el hombre en la sociedad, tomando en cuenta que la vida humana tiene numerosas formas de presentarse en sociedad. La vida es una, pero -sea biológica o social- adopta diversos estadios que merecen una regulación acorde con su estatus. Es esta esencia y forma como la vida se presenta en sociedad lo que permite categorizarla jurídicamente y de esto se encarga la teoría del sujeto de derecho. De esta forma se regula la vida humana en su verdadera esencia y dimensión; sin embargo, la biotecnología procreática y genómica vienen alterando su clásica taxonomía, variándolo, al presentar nuevos actores en un mundo de relación.

Abstract: Law categorizes human life according to its situation in society with the goal to provide adequate safety. The theory of the subject of rights is based on the juridical conceptualization of human life. As theory, it was created to recognize a real and effective legal regulation to human relations in society, taking into account that human life has many ways to appear in society. Life is one, but -be biological or social- it adopts diverse stages which deserves regulation according to their status. This essence and way in which life is presented allows its juridical categorization by the subject of rights theory. In this way, human life is regulated in its true essence and dimension; nevertheless, genomic and proteomic biotechnology have being altering their classic taxonomy, changing it when presenting new actors in a world of relations.

Resumo: O Direto cataloga a vida humana de acordo com o estado com a qual se apresenta na sociedade com a finalidade de dá-la um nível adequado de segurança. A teoria do sujeito de direito é baseada no conceito jurídico de vida humana. Como teoria, foi criada para reconhecer uma real e efetiva regulação jurídica das relações realizadas pelo homem na sociedade, tendo em conta que a vida humana tem inúmeras maneiras de se apresentar na sociedade. A vida é uma, embora -seja biológica ou social- adota diferentes fases que merecem uma regulação em conformidade com o seu estatuto. É essa essência e forma como a vida surge na sociedade é o que permite categorizá-la juridicamente e disso se encarga a teoria do sujeito do direito. Assim, regula a vida humana na sua verdadeira essência e dimensão; no entanto, a biotecnología procriativa e genômica vem alterando sua taxonomia clássica, variando-a, introduzindo novos atores em um mundo de relações.
Descritores: Biotecnologia
Genômica/legislação & jurisprudência
Direito Sanitário
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL58.1 - Biblioteca


  4 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-830874
Autor: Prestes, Clélia R. S; Paiva, Vera S. F.
Título: Abordagem psicossocial e saúde de mulheres negras: vulnerabilidades, direitos e resiliência / Psychosocial approach and health of black women: vulnerabilities, rights and resilience
Fonte: Saúde Soc;25(3):673-688, jul.-set. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo apresenta uma revisão crítica de teorias, técnicas e práticas que visam a potencialização da saúde de mulheres negras com foco em concepções sobre resiliência. Além da literatura acadêmica, em especial da psicologia, o texto mobiliza diferentes fontes sobre relações raciais, inclusive a produção do movimento social. Mulheres negras estão expostas à privação de direitos humanos, à ineficiência dos programas de governo na garantia do direito à educação e à saúde integral, entre outros. Estão também expostas à incidência frequente do racismo e do sexismo, que se traduzem em prejuízos à sua saúde. A concepção processual de resiliência adotada neste artigo, que resulta tanto da reflexão crítica sobre a literatura como de resultados de pesquisa apresentados, fortalece a adoção de uma perspectiva psicossocial, resultante da análise das vulnerabilidades integrada ao quadro dos direitos humanos. Conclui-se pela produtividade de iniciativas que incluam a sabedoria prática das mulheres negras e a valorização de experiências coletivas e transgeracionais que as apoiam para superar os contextos de alta vulnerabilidade a que estão expostas, estimulando a potencialização de processos de resiliência. Nessa perspectiva será necessário considerar não apenas o acolhimento das mulheres negras, mas também suas experiências e instâncias de pertencimento, suas trajetórias, suas redes, comunidades e territórios.

Abstract This article presents a critical overview of theories and practices that aim to enhance black women's health focusing on the concept of resilience. Beyond the academic literature, mostly from Pyschology, this text mobilizes different sources about racial relations, including the social movement production. Black women are exposed to human rights deprivation, to the inefficency of governmental programs that should guarantee the right to education and to comprehensive health care, among others. They are also frequently exposed to racism and sexism that affect their health. The concept of "resilience as a process" adopted in this article, a result of both the critical reflection on the literature and of research data, supports the adoption of a psychosocial approach resulting from vulnerabilities analysis integrated to a human rights based framework. The conclusion calls for initiatives that include the practical knowledge of black women and for valuing their collective and transgenerational experiences that has supported the overcome of their exposure to extreme vulnerable contexts, experiences that enhanced their processes of resilience. In this perspective, there is a need to consider not only black women's assistance and individual care but also their different experiences of belongingness, their trajectories, their networks, communities and territories.
Descritores: Relações Raciais
Ajustamento Social
Saúde da Mulher
Direito Sanitário
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Políticas Públicas de Saúde
Origem Étnica e Saúde
Vulnerabilidade em Saúde
-Sexismo
Integralidade em Saúde
Serviços de Saúde
Direitos Humanos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1006611
Autor: Torres Goitia T. , Javier.
Título: Movilización popular por la salud en Bolivia / Popular mobilization for health in Bolivia
Fonte: Estudios sobre las culturas contemporáneas;16(31):227-248, 2010. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Se presenta la experiencia de una política de salud democrática y participativa que pudo aplicarse exitosamente en Bolivia simultáneamente con la recuperación de la democracia después de 18 años de gobiernos de facto y dictaduras militares. Esta experiencia estuvo inspirada en los conceptos emergentes de la medicina social y tuvo como base una forma de concebir la participación popular en salud muy diferente a la tradicional que busca que la población coopere con los servicios. Lo que la experiencia boliviana señala es que son los profesionales del área de salud los que deben cooperar con la población en la conquista de sus reivindicaciones y derechos, uno de los cuales es el Derecho a la Salud. Se analiza el importante papel que cumplieron los Comités Populares de Salud por un lado y médicos especialmente capacitados por otro, para acometer una serie de movilizaciones que lograron impactos importantes como la desaparición del bocio endémico que afectaba al 65.5% de la población escolar, la reducción de la mortalidad infantil de 200 por mil a 75 en un período de 10 años, la desaparición de enfermedades inmunoprevenibles como la poliomielitis y el sarampión y otros avances importantes. (AU)
Descritores: Direito Sanitário
-Bolívia
Política de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1006812
Autor: Basantes Jarrín, Tania Maritza.
Título: El derecho de la adolescente embarazada a recibir información sobre las alternativas de alumbramiento, combinando la medicina tradicional y alternativa en la Parroquia San Miguel del Cantón Guaranda provincia de Bolívar periodo noviembre 2011-junio 2012 / The right of the pregnant adolescent to receive information about alternative births, combining traditional and alternative medicine in the San Miguel del Cantón Guaranda Parish of the Bolívar period November 2011-June 2012.
Fonte: Ambato; s.n; 2013. 1-168 p. tab, graf, ilus.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Técnica de Ambato para obtenção do grau de Especialista.
Resumo: La técnica y la tecnología han sido y son utilizadas en muchas oportunidades como argumentos de intervención profesional, provocando una alteración en el proceso normal del parto, prejuzgando a la medicina tradicional y alternativa como factores innecesarios e inoperantes. El parto por lo general tiene un tratamiento médico frío, individualista con rutinarias intervenciones médicas en algunos casos innecesarias, sin ponerse a pensar en el especial momento que la madre está viviendo, es decir no se valoriza los aspectos afectivos, vinculantes con su familia y cultura que envuelven al parto y al nacimiento. La medicina tradicional y alternativa deben ser combinadas procurando que el parto sea humanizado ya que es derecho de la madre a decidir cómo traer al mundo a sus hijos, respetando cada etapa del parto como un momento subliminal y que tiene derecho a vivirlo con respeto a sus derechos y a la información clara, oportuna siendo que puede elegir la alternativa de alumbramiento si está preparada para un parto normal. Lamentablemente persiste la carencia de programas que informen y socialicen en las casas de salud los derechos de la madre adolescente sobres sus alternativas al momento de parto. Mientras mayor información se brinde menor seria la tasa de mortalidad materna infantil además de beneficios psicológicos que dejarían de lado que el momento del parto es un momento de sufrimiento eterno y traumático. Tomado como eje las variables adolescente embarazada y medicina tradicional y alternativa; relevante en la investigación se plantea una propuesta que enmarca la importancia de la creación de espacios de socialización para las madres adolescentes de la parroquia San Miguel. (AU)
Descritores: Direito Sanitário
Medicina Tradicional
-Equador
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-550377
Autor: Aith, Fernando; Dallari, Sueli Gandolfi.
Título: Vigilância em saúde no Brasil: os desafios dos riscos sanitários do século XXI e a necessidade de criação de um sistema nacional de vigilância em saúde / Health surveillance in Brazil: the challenges of the sanitary risks in the XXI century and the necessity of a national health surveillance system
Fonte: Rev. direito sanit;10(2):94-125, jul.-out. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: As evoluções tecnológicas vividas no mundo contemporâneo vêm transformando a sociedade e as relações entre os Estados e as pessoas. A mobilidade do ser humano atingiu níveis nunca antes imaginados, sendo possível chegar de um lado ao outro do mundo em menos de 24 horas. Esta mobilidade também inclui bens e serviços, dando a tônica do mundo globalizado do Século XXI. Neste contexto os riscos de doenças e outros agravos à saúde se amplificaram intensamente. Hoje, uma epidemia que se inicia na China pode chegar ao Brasil no dia seguinte. O Brasil reconhece a saúde como direito de todos e dever do Estado (CF, art. 196), devendo este organizar-se para a eliminação ou controle dos riscos à saúde que existirem em nossa sociedade. Atualmente, a organização do Estado brasileiro no que se refere à vigilância dos riscos de doenças e outros agravos à saúde é fragmentada, havendo a vigilância sanitária (focada em bens, produtos e serviços), a vigilância epidemiológica (doenças transmissíveis e investigações de outros riscos) e a vigilância ambiental em saúde (meio ambiente em geral, inclusive o do trabalho). Esta fragmentação provoca problemas de gestão e de consolidação de informações estratégicas para a defesa da saúde. Neste sentido, deve-se pensar na organização das vigilâncias dentro de um sistema único e coordenado, denominado Sistema Nacional de Vigilância em Saúde, que articule as diferentes especialidades de vigilância em saúde hoje existentes no Brasil e possibilite um sistema de informações e ações de vigilância em saúde eficaz e resolutivo, capaz de enfrentar a contento situações emergenciais de saúde pública.
Descritores: Direito Sanitário
Direito à Saúde
Risco Sanitário
Monitoramento Epidemiológico
Vigilância Sanitária
Vigilância da População
-Brasil
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-986979
Autor: Alvarez Magdariaga, Yuri; Ribeaux Verdecia, Raúl.
Título: XI Jornada Científica Provincial y II Jornada Territorial de los servicios médicos del Ministerio del Interior en Santiago de Cuba / XI Provincial Scientific Event and II Territorial Journey of the Ministry of Interior Medical Services in Santiago de Cuba
Fonte: Medisan;22(7), jul.-ago. 2018.
Idioma: es.
Resumo: Bajo el auspicio del Capítulo Provincial de la Sociedad de Medicina General Integral, del 23-26 de mayo de 2018, se celebraron en Santiago de Cuba la XI Jornada Científica Provincial y II Jornada Territorial de los servicios médicos del Ministerio del Interior, con el objetivo de fomentar el intercambio de experiencias, el diálogo y la comunicación científica entre los participantes. En los eventos participaron 117 delegados y 25 invitados, entre ellos autoridades y personalidades de la ciencia, la administración y la docencia, médicos, residentes, así como profesionales de diversas especialidades. Las temáticas analizadas estuvieron relacionadas con la medicina penitenciaria y los programas de salud desarrollados en el entorno.

Under the auspice of the Comprehensive General Medicine Society Provincial Branche, the XI Provincial Scientific Day and II Territorial Journey of the Ministry of Interior Medical Services took place in Santiago de Cuba from May 23-26, 2018, with the objective of fomenting the exchange of experiences, the dialogue and scientific communication among the participants. In the events 117 delegates participated and 25 guests, among them authorities and personalities of science, administration and teaching representatives, doctors, residents, as well as professionals of several specialties. The topics analyzed were related with the penitentiary medicine and the health programs developed in the environment
Descritores: Prisioneiros
Direito Sanitário
Eventos Científicos e de Divulgação
-Atenção à Saúde
Medicina Militar
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: CU418.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Santiago de Cuba


  9 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-986649
Autor: Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Brasil).
Título: O Direito Sanitário como instrumento de fortalecimento do SUS: ênfase na educação permanente em saúde / Health Law as an instrument to strengthen SUS: emphasis on permanent health education.
Fonte: Brasília; CONASS; 2018. 97 p. (CONASS documenta, 30).
Idioma: pt.
Resumo: O CONASS reconhece a importância do Direito Sanitário, o que é evidente em suas manifestações públicas e produções técnico-científicas. Contudo, é dever chamar a atenção para a abrangência do conjunto normativo que refere o direito à saúde, não sendo admissível sua redução ao fenômeno da judicialização. Com esse pensamento e considerada a necessidade de se especializarem técnicos e advogados públicos da gestão estadual, de modo a capacitá-los nos aspectos da política de saúde, para atuarem pelo SUS, junto à administração, aos tribunais, defensorias, Ministério Público ou quaisquer outras esferas, o CONASS estabeleceu parceria com a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec), a fim de oferecer curso de especialização em Direito Sanitário, pela modalidade de ensino à distância. O curso contou com a expertise do Programa de Direito Sanitário (Prodisa), da Fiocruz Brasília e da Universidade Aberta do SUS (UnaSUS), que atuaram em consonância com as necessidades e o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). A proposta de vanguarda favoreceu as condições de ensino-aprendizado de aproximadamente 160 profissionais, de diferentes áreas das Secretarias Estaduais de Saúde (SES) e também das procuradorias dos estados, de forma a propiciar a observação e a compreensão dos indicadores de saúde, a percorrer todo o arcabouço legislativo e normativo do SUS ­ desde a Constituição até seus atos administrativos, para ao final propor, no âmbito da Educação Permanente, o fortalecimento da política pública de saúde, a partir de estratégias territorialmente identificadas. É necessário destacar que a Educação Permanente em Saúde (EPS) é, ao mesmo tempo, um conceito e uma estratégia. Efetua relações orgânicas entre o ensino e o serviço, a docência e a atenção à saúde, o trabalho e a gestão, o desenvolvimento institucional e o controle social. É, portanto, uma estratégia político-pedagógica que favorece a transformação de conceitos e práticas. A EPS reconhece o caráter educativo do trabalho, porque entende o trabalho como lugar de problematização. A aprendizagem acontece no trabalho, a partir dos problemas enfrentados no seu contexto, centrada na resolução dos problemas. A valorização do trabalho como fonte de conhecimento tem relação direta com o conceito de aprendizagem significativa. A aprendizagem significativa considera conhecimentos e experiências, acontece a partir da problematização do processo de trabalho, ora para responder a uma pergunta, ora para produzir um novo conhecimento a partir do diálogo com o que já se sabia. A EPS reconhece o caráter educativo do próprio trabalho, concebido não apenas no sentido instrumental, mas como espaço de problematização, diálogo e construção de consensos. Isto porque conhecimento não se transmite, se constrói desde as dúvidas e questionamentos das práticas, baseadas em determinado contexto. A EPS é um instrumento potente para corrigir o descompasso entre a formação dos profissionais e os princípios e diretrizes do SUS. Na medida em que este CONASS DOCUMENTA 30 constitui-se em fonte de pesquisa, especialmente para a Educação Permanente, cabem duas importantes considerações. A primeira é que a Educação Permanente se faz necessária para todos os profissionais inseridos no sistema de saúde, pois somente com a ampliação do conhecimento é possível o enfrentamento dos desafios postos ao SUS. A segunda é que é missão do CONASS promover a informação e a difusão de conhecimento sobre o SUS, buscando tanto a produção do saber quanto a inovação para a gestão em saúde. Nesse contexto, o presente livro disponibiliza para acesso livre e desembaraçado ­ seja por sua versão impressa ou eletrônica ­ os trabalhos finais do mencionado curso, com o intuito de difundir esta experiência singular possibilitando aprimoramento da gestão e a cooperação técnica entre SES.
Descritores: Vigilância Sanitária/legislação & jurisprudência
Legislação como Assunto
Direito Sanitário
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Sistemas de Saúde/legislação & jurisprudência
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 147 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-983469
Autor: Pio, Carla Gabriela Costa.
Título: Benefícios previdenciários dos indivíduos acometidos por hanseníase no município de Vitória da Conquista, BA: sujeitos, direitos e trajetórias.
Fonte: Vitória da Conquista, BA; s.n; 2016. 94 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Apesar dos avanços no combate a hanseníase, as dificuldades em erradicar a doença persiste no cenário brasileiro. Parte da população ainda é carente de informações acerca deste agravo, o que leva a procurar os serviços de saúde tardiamente. Associado a isso, o diagnóstico e o tratamento tardio repercutem em incapacidades físicas graves. Tais incapacidades impactam significativamente na vida do indivíduo, sobretudo, no trabalho. A inabilidade ao trabalho predispõe a busca por benefícios previdenciários. Tratando-se de uma doença marcada pela violação de direitos humanos desde o isolamento compulsório até os dias de hoje, a discussão referente a proteção dos direitos previdenciários dos indivíduos acometidos, se mostra relevante. O estudo analisou a garantia dos direitos previdenciários e a trajetória na defesa desses direitos por indivíduos acometidos por hanseníase no município de Vitória da Conquista (BA), por meio de uma pesquisa qualitativa de delineamento exploratório. Toda a discussão levantada pelo estudo foi centrada na narrativa de vinte sujeitos que descreveram a trajetória em busca da garantia do direito previdenciário. Diante das ponderações verificadas no estudo, conclui-se que embora muitos indivíduos acometidos pela doença não tenham registrado dificuldades em conseguir o benefício previdenciário, para muitos dos sujeitos, essa trajetória foi marcada por adversidades.

Despite of advances in the fight against Hansens disease, persists in the Brazilian scene the difficulties in eradicating the disease. Part of population is still lacking information about this injury, which leads them to seek health services late. Associated with this, diagnosis and late treatment reverberate in severe physical disabilities. Such disabilities impact significantly on the individuals life, especially at work. The inability to work predisposes the search for social security benefits. Treating of a disease marked by violations of human rights, since from the compulsory isolation until the present days, the discussion regarding to protection of pension rights of affected individuals, it's shown relevant. The study examined the warranty of pension rights and the trajectory in defense these rights for individuals affected by leprosy in the Vitoria da Conquista Town (Bahia, Brasil), through a qualitative research of exploratory design. The whole discussion raised by the study was focused on the narrative of twenty subjects who described the journey in search of the guarantee the social security law. On the weights observed in the study, it was concluded that although many individuals affected by the disease have not registered difficulties in achieving social security benefit, for many others subjects, this trend has been marked by adversity.
Descritores: Pessoas com Deficiência
Seguro por Invalidez
Hanseníase/economia
-Direito Sanitário
Salários e Benefícios
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T616.998098142, P662b



página 1 de 15 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde