Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP9 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 152 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 16 ir para página                         

  1 / 152 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051089
Autor: Sánchez, Flavio Florencio.
Título: En busca de la justicia perdida / In search of lost justice
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);4(2):33-35, 2015.
Idioma: es.
Resumo: Hablar de justicia y equidad exige más que un análisis semántico. Se trata de problemas reales y complejos, enraizados en el seno mismo de la sociedad y donde actúan como causas y consecuencias un sinfín de situaciones que ponen a prueba las bases jurídicas, morales y humanas del mundo y del tiempo en el que vivimos.La justicia, conmutativa cuando trata de igualdad y distributiva cuando asigna proporciones, está supeditada a quienes se encargan de administrarla, de ejercerla o de otorgarla. Por tanto, la justicia no es una virtud ni es un atributo infalible, sino una cuestión humana, por tanto falible, imperfecta y con frecuencia injusta y desigual. Justicia y equidad son cuestiones de carácter humano cuya mejoría debe apoyar en mayor conciencia social, más empatía, más bondad, y más amor. Necesitamos más corazón y más humanidad, con ello, la justicia y la equidad vendrán solas
Descritores: Saúde Pública
Equidade/legislação & jurisprudência
Acesso aos Serviços de Saúde
Direitos Humanos
-Direito Sanitário
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  2 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-583479
Autor: Organización Panamericana de la Salud.
Título: Reglamento sanitario internacional: RSI 2005.
Fonte: Asunción; OPS; 2008. 60 p. tab.
Idioma: es.
Descritores: Direito Sanitário
Controle Social Formal
Resoluções
-Paraguai
Saúde Pública
Limites: Seres Humanos
Responsável: PY2.1 - Centro de Documentación
Py2.1; 614, 2226


  3 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049686
Autor: Paz, Elizabete Pimenta Araújo.
Título: 16ª Conferência Nacional de Saúde: espaço amplo e democrático de discussão e articulação da Enfermagem / 16th National Health Conference: a broad and democratic space for discussion and articulation of Nursing
Fonte: Enferm. foco (Brasília);10(3):1-1, jul. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A 16ª Conferência Nacional de Saúde, também denominada 8ª + 8, configura-se como o maior evento da sociedade na discussão sobre a defesa dos direitos sociais e de saúde e ocorrerá em Brasília no período de 04 a 07 de agosto de 2019. (AU)

The 16th National Health Conference, also called 8th + 8, is configured as the largest event of society in the discussion on the defense of social and health rights and will take place in Brasilia from 04 to 07 August 2019. (AU)

La 16a Conferencia Nacional de Salud, también llamada 8th + 8, se configura como el evento más grande de la sociedad en la discusión sobre la defensa de los derechos sociales y de salud y tendrá lugar en Brasilia del 04 al 07 de agosto de 2019. (AU)
Descritores: Enfermagem
-Sistema Único de Saúde
Pessoal de Saúde
Direito Sanitário
Enfermeiras e Enfermeiros
Auxiliares de Enfermagem
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  4 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-784262
Autor: Lara, Lutiane de; Guareschi, Neuza Maria de Fátima; Bernardes, Anita Guazzelli.
Título: Reforma sanitária e a privatização da saúde em um contexto biopolítico de garantia de direitos / Reforma sanitaria y privatización: contexto biopolítico de garantía de los derechos / Sanitary reform and health privatization in a biopolitical context of guarantee of rights
Fonte: Psicol. soc. (Online);28(2):360-368, mai.-ago. 2016.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: Resumo Este artigo reflete sobre os jogos entre garantias de direitos e Reforma Sanitária no contexto da privatização na saúde. Para tanto, empreende-se uma análise das relações que se estabelecem entre Estado, direito e economia para compreender os processos de privatização da saúde experimentados no Brasil nas últimas décadas. As ferramentas conceituais inspiram-se nas discussões foucaultianas sobre formas de governo da vida. Parte-se do entendimento de que o investimento da Reforma Sanitária é voltado para um Estado em que as políticas sociais não subsomem as políticas econômicas. Considera-se, a partir disso, que o direito migra do espaço da política para o espaço do consumo, de modo a tornar alguns dos princípios da Reforma Sanitária, como a universalidade de acesso, em universalidade de acesso ao consumo. A racionalidade da economia política, no neoliberalismo, permite que a política social, tal qual aquela elaborada pela Reforma Sanitária, se torne uma política econômica social.

Resumen Este artículo reflexiona sobre los juegos entre garantías de derechos y Reforma Sanitaria en el contexto de la privatización de la sanidad. Para ello, se lleva a cabo un análisis de las relaciones que se establecen entre Estado, derecho y economía para comprender los procesos de privatización de la sanidad experimentados en Brasil de las últimas décadas. Las herramientas conceptuales se inspiran en las discusiones foucaltianas sobre formas de gobierno de la vida. Se parte del entendimiento de que la inversión de la Reforma Sanitaria se dirige para un Estado en que las políticas públicas no subsumen las políticas económicas. Se considera, a partir de eso, que el derecho migra del espacio del consumo, de modo a cambiar algunos principios de la Reforma Sanitaria, como la universalidad del acceso, en universalidad de acceso al consumo. La racionalidad de la economía política, en el neoliberalismo, permite que la política social, conforme la desarrollada por la Reforma Sanitaria, cambie en una política económica social.

Abstract This paper reflects on the games between warranties of rights and Sanitary Reform regarding health privatization. We performed an analysis of the relationships established between State, law and economy to understand the processes of health privatization in Brazil over the last decades. The conceptual tools have been inspired by Foucauldian discussions about forms of government of life. We regard the Sanitary Reform as an investment in a State in which social policies do not depend of economic policies. We consider that law has migrated from the politics sphere to the consumption sphere in order to turn some of the principles of the Sanitary Reform, such as the universality of access, into universality of access to consumption. In neoliberalism, political economy rationality has enabled social policy, such as the one designed by the Sanitary Reform, to become a social economic policy.
Descritores: Política
Privatização
Política de Saúde
-Reforma dos Serviços de Saúde
Direito Sanitário
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046580
Autor: Fornillo, Nora.
Título: De lo que hablamos algunas veces cuando hablamos de pobreza / What we talk about sometimes when we talk about poverty
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);5(1):13-14, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Por lo visto, abarca no sólo a privaciones materiales sino también a carencias espirituales. En el ámbito sanitario, en el cual discutimos cuestiones que tienen que ver con la salud la enfermedad y su impacto en la sociedad, la pobreza nos circula y nos circunda.Los médicos atendemos pobres, personas que carecen de cobertura social o que aun teniéndola no satisface las necesidades mínimas en cuanto a la complejidad,internación o necesidades de medicación
Descritores: Pobreza
Problemas Sociais
Direito à Saúde
Direito Sanitário
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  6 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046227
Autor: Outomuro, Delia; Mirabile, Lorena M.
Título: Una mirada no reduccionista para la atención de la salud / Non reductionist look for health care
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);5(1):144-147, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Suele decirse que la salud es un derecho humano y se reclama atención médica para su satisfacción. Desde una perspectiva no liberal, cabe decir que se trata de un derecho a la atención de la salud y no de un derecho a la salud. A su vez, la atención de de la salud excede la asistencia médica. Los determinantes de la salud yacen en el plano sociocultural más que en el biológico. No obstante, el reclamo de tecnología médica es cada vez mayor. Sus éxitos asociados al pensamiento mágico presente todavía en la medicina son una causa importante de esa demanda. Queda abierto el interrogante sobre otras motivaciones más profundas

It is often said that health is a human right and medical care is necessary for its satisfaction. From a non-liberal perspective, that this is a right to health care and not a right to health. In turn, health care is beyond medical care. Determinants of health lie in socio-cultural levels rather than biological spheres. However, the demand for medical technology is growing. Successes associated with the magical thought still present in medicine, are a major cause of that demand. The question about other deeper motivations remains open

Diz-se frequentemente que a saúde é um direito humano e os cuidados para a sua satisfação é reivindicada. A partir de uma perspectiva não-liberal, é para dizer que é um direito aos cuidados de saúde e não um direito à saúde. Por sua vez, os cuidados de saúde além da assistência médica. Os determinantes da saúde estão no nível sócio-cultural e não biológica. No entanto, a demanda por tecnologia médica está crescendo. Seus sucessos associados a este pensamento mágico ainda na medicina são uma das principais causas de a demanda. A questão de outras motivações mais profundas está aberta
Descritores: Saúde Pública
Tecnologia Biomédica
Direito Sanitário
Meio Ambiente
FURSULTIAMINABATTOIRS
Direitos Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  7 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025994
Autor: Coelho, Elton Tony Souza Pondé.
Título: O perfil sanitarista do Parlamento brasileiro: caminhos, interesses e conquistas da saúde nas Assembleias Nacionais Constituintes de 1946 e 1987-88 / The sanitary profile of the Brazilian Parliament path, interests and achievements of health in the National Constituent Assemblies of 1946 and 1987-88.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 194 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: As conquistas dos direitos sociais brasileiros, especialmente à saúde, atrelam-se à dinâmica da 'representação democrática' no país. A lógica de composição do Congresso Nacional e, particularmente, das Assembleias Nacionais Constituintes - importantes esferas de participação - representam avanços e retrocessos na pauta sanitária. Analisamos, nesta pesquisa, o 'perfil sanitário' do Parlamento brasileiro, a partir da formação escolar, filiação partidária e região geográfica dos constituintes nas ANCs de 1946 e 1987-88, que exprimiram a primeira incidência da pauta sanitária em um texto constitucional e a consolidação de luta da 8ª Conferência Nacional de Saúde, respectivamente. Ao contrário do que possa parecer, 'mais parlamentares da saúde' não representaram 'mais leis sanitárias'. O estudo demonstrou que o recrutamento político das profissões da saúde não logrou êxito determinante no avanço sanitário. As conquistas da ANC de 1987-88 foram alcançadas pelos movimentos sociais e pela própria consolidação do 'conceito de saúde', capitaneada por parlamentares solitários, frente ao corporativismo de outros seguimentos.

The achievements of Brazilian social rights, especially health, are tied to the dynamics of 'democratic representation' in the country. The logic of composition of the National Congress, and particularly of the National Constituent Assemblies - important spheres of participation - represent advances and setbacks in the health agenda. In this research, we analyzed the Brazilian health profile of the Brazilian Parliament, based on school education, party affiliation and geographical region of the constituents in the 1946 and 1987-88 ANCs, who expressed the first incidence of the health agenda in a constitutional text and the consolidation of the 8th National Health Conference, respectively. Contrary to what might seem, 'more health parliamentarians' did not represent 'more sanitary laws'. The study showed that the political recruitment of the health professions did not make a decisive success in advancing health. The achievements of the ANC of 1987-88 were achieved by social movements and by the consolidation of the 'health concept', led by solitary parliamentarians, as opposed to the corporatism of other segments.
Descritores: Saúde Pública
Constituição e Estatutos
Direito Sanitário
Poder Legislativo
Legislação como Assunto
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1016215
Autor: Chicas, Arihé Antonio; Núñez, Thelma Rossio; Gáleas, Juan José; Alger, Jackeline.
Título: Mortalidad y morbilidad materna externa, Hospital Escuela Universitario 2015: estudio caso-control / Maternal mortality and near miss, Hospital Escuela Universitario 2015: case-control study
Fonte: Rev. méd. hondur;86(3/4):96-101, jul.- dic. 2018. tab.
Idioma: es.
Resumo: Antecedentes: En 2015, el Hospital Escuela Universitario (HEU) registró una tasa de mortalidad materna de 136/100000 nacidos vivos. Objetivo: Determinar los factores asociados a mortalidad materna en casos de morbilidad materna extrema (MME), HEU, Tegucigalpa, 2015. Metodología: Estudio caso-control. Se utilizaron criterios OMS (2009) para definición de casos (muertes) y controles (MME). Se estimaron proporciones, razón de disparidad (OR) e intervalo de confianza de 95% (IC95%); p<0.05 se consideró estadísticamente significativo. Resultados: Las proporciones identificadas fueron MME 6.1% (990/16,209) y muertes por MME 1.7% (17/990). Seevaluaron17 casos de muerte materna y 51 controles de MME. En casos y controles respectivamente, se identificó edad promedio 30 (16-34) y 25 (14-44) años, primíparas 52.9% (9) y 49.0% (25), información incompleta sobre control prenatal 70.6% (12) y 45.1% (23); patologías registradas: trastornos hipertensivos 58.9% (10) y 54.9% (28), sepsis 29.3% (5) y 11.8% (6), hemorragia masiva 11.8% (2) y 25.5% (13). Los factores asociados significativamente a mortalidad: Edad ≥19 años (OR5.2, IC95%1.1-25.4, p=0.02), Glasgow <8 (OR6.4, IC95%1.5-26.7, p=0.005), hospitalización en Sala Emergencia Medicina Interna (OR11.5, IC95%3.2-41.2, p=0.00004). Sepsis e internamiento en UCI, demostraron tendencia a p<0.05. Discusión: Laproporción de MME identificada es superior a la informada en otras regiones del mundo.El análisis de los factores asociados fue limitado por datos incompletos. Las pacientes deben hospitalizarse y recibir atención adecuada y oportuna antes de que el deterioro sea irreversible. Mejorando el sistema de vigilancia, el análisis de las condiciones de MME podría usarse como indicador de calidad del cuidado materno...(AU)
Descritores: Mortalidade Materna
Morbidade/tendências
Direito Sanitário
Limites: Seres Humanos
Responsável: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  9 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-832930
Autor: Morais, Leonardo Stoll de; Fernandes, Márcia Santana.
Título: Aspectos médicos, bioéticos e jurídicos do uso de material genético na reprodução humana assistida post mortem a partir de um estudo casuístico / Medical, bioethical and legal aspects of the use of genetic material in postmortem assisted human reproduction from a case study
Fonte: Revista da AJURIS;41(135):[32], 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O problema ético e legal relativo à utilização da técnica de reprodução humana assistida (RHA) no Brasil diz respeito ao uso e à manipulação do material genético criopreservado. Esta questão recebeu maior destaque principalmente após a decisão judicial que viabilizou a RHA com uso de material genético, coletado previamente e manipulado de forma post mortem. Este caso judicial possui fatos e circunstâncias que exigem uma contínua reflexão sobre os aspectos éticos e legais envolvidos. Desta forma, por meio do método qualitativo casuístico, elegeu-se o caso judicial para estudo, tendo o presente artigo o objetivo de abordar os aspectos médicos, bioéticos e jurídicos da utilização do material genético em um procedimento de reprodução humana assistida post mortem, adotando como referencial teórico a bioética complexa.
Descritores: Técnicas Reprodutivas
Medicina Reprodutiva/legislação & jurisprudência
Temas Bioéticos
-Direito Sanitário
Genética
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  10 / 152 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-830874
Autor: Prestes, Clélia R. S; Paiva, Vera S. F.
Título: Abordagem psicossocial e saúde de mulheres negras: vulnerabilidades, direitos e resiliência / Psychosocial approach and health of black women: vulnerabilities, rights and resilience
Fonte: Saúde Soc;25(3):673-688, jul.-set. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo apresenta uma revisão crítica de teorias, técnicas e práticas que visam a potencialização da saúde de mulheres negras com foco em concepções sobre resiliência. Além da literatura acadêmica, em especial da psicologia, o texto mobiliza diferentes fontes sobre relações raciais, inclusive a produção do movimento social. Mulheres negras estão expostas à privação de direitos humanos, à ineficiência dos programas de governo na garantia do direito à educação e à saúde integral, entre outros. Estão também expostas à incidência frequente do racismo e do sexismo, que se traduzem em prejuízos à sua saúde. A concepção processual de resiliência adotada neste artigo, que resulta tanto da reflexão crítica sobre a literatura como de resultados de pesquisa apresentados, fortalece a adoção de uma perspectiva psicossocial, resultante da análise das vulnerabilidades integrada ao quadro dos direitos humanos. Conclui-se pela produtividade de iniciativas que incluam a sabedoria prática das mulheres negras e a valorização de experiências coletivas e transgeracionais que as apoiam para superar os contextos de alta vulnerabilidade a que estão expostas, estimulando a potencialização de processos de resiliência. Nessa perspectiva será necessário considerar não apenas o acolhimento das mulheres negras, mas também suas experiências e instâncias de pertencimento, suas trajetórias, suas redes, comunidades e territórios.

Abstract This article presents a critical overview of theories and practices that aim to enhance black women's health focusing on the concept of resilience. Beyond the academic literature, mostly from Pyschology, this text mobilizes different sources about racial relations, including the social movement production. Black women are exposed to human rights deprivation, to the inefficency of governmental programs that should guarantee the right to education and to comprehensive health care, among others. They are also frequently exposed to racism and sexism that affect their health. The concept of "resilience as a process" adopted in this article, a result of both the critical reflection on the literature and of research data, supports the adoption of a psychosocial approach resulting from vulnerabilities analysis integrated to a human rights based framework. The conclusion calls for initiatives that include the practical knowledge of black women and for valuing their collective and transgenerational experiences that has supported the overcome of their exposure to extreme vulnerable contexts, experiences that enhanced their processes of resilience. In this perspective, there is a need to consider not only black women's assistance and individual care but also their different experiences of belongingness, their trajectories, their networks, communities and territories.
Descritores: Relações Raciais
Ajustamento Social
Saúde da Mulher
Direito Sanitário
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Políticas Públicas de Saúde
Origem Étnica e Saúde
Vulnerabilidade em Saúde
-Sexismo
Integralidade em Saúde
Serviços de Saúde
Direitos Humanos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 16 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde