Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP9 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 181 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 19 ir para página                         

  1 / 181 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151871
Autor: Walz, Lucas A; Cutri, Adrián M; Torres, Fernando A; Riquelme, Claudio C; Gatto Bellora, Verónica; Ferrero, Fernando C.
Título: Conocimiento del derecho al servicio de interpretación de Lengua de Señas Argentina por pediatras que ejercen en la Ciudad Autónoma de Buenos Aires / Awareness of the right to Argentine Sign Language interpretation services among pediatricians practicing in the Autonomous City of Buenos Aires
Fonte: Arch. argent. pediatr;119(2):123-128, abril 2021. tab.
Idioma: en; es.
Resumo: Introducción. Los obstáculos en la comunicación entre médicos y personas sordas/hipoacúsicas pueden comportarse como factores de riesgo para la salud. El servicio de un intérprete profesional de Lengua de Señas Argentina (IPLSA), según la Ley N.º 26378, podría mitigar esto.Objetivo. Estimar la proporción de pediatras que conocen la Ley N.º 26378 y explorar si se asocia a recomendar a un IPLSA.Población y métodos. Estudio transversal con cuestionario electrónico autoadministrado a pediatras registrados en la Sociedad Argentina de Pediatría, que ejercían en la Ciudad Autónoma de Buenos Aires.Resultados. Se evaluaron 381 respuestas. El 15,1 % conocía la Ley, y esto se asoció con recomendar a un IPLSA (OR: 3,7; IC 95 %: 1,1-12,9; p < 0,05).Conclusiones. La proporción de pediatras de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires que conocía la ley fue el 15,1 %. Esto se asoció significativamente con recomendar a un IPLSA

Introduction. Barriers in communication between physicians and Deaf or hard of hearing people may be risk factors for health. The services of a professional Argentine Sign Language interpreter (PASLI), by virtue of Act No. 26378, may mitigate this.Objective. To estimate the proportion of pediatricians who have knowledge of Act No. 26378 and whether this is associated with the recommendation of a PASLI.Population and methods. Cross-sectional study with a self-administered electronic questionnaire among pediatricians members of the Sociedad Argentina de Pediatría who practiced in the Autonomous City of Buenos Aires (CABA).Results. A total of 381 surveys were assessed. Of these, 15.1 % knew the Act, and this was associated with the recommendation of a PASLI (OR: 3.7; 95 % CI: 1.1-12.9; p < 0.05).Conclusions. The proportion of pediatricians working in CABA who knew the Act was 15.1 %. This was significantly associated with the recommendation of a PASLL.
Descritores: Línguas de Sinais
Comunicação
Direito Sanitário
-Argentina
Relações Médico-Paciente
Conscientização
Epidemiologia Descritiva
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Perda Auditiva
Limites: Humanos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  2 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1152133
Autor: Calegari, Rita de Cassia.
Título: Humanização da assistência à saúde na percepção de enfermeiros e médicos de um hospital privado / Humanization of health care in the perception of nurses and physicians of a private hospital.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 80 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Estudo exploratório, descritivo e de abordagem qualitativa que objetivou verificar o significado do termo humanização para enfermeiros e médicos de uma instituição hospitalar; conhecer como eles percebem a humanização na prática profissional e identificar os fatores que dificultam e facilitam a humanização da assistência. Após a autorização da instituição e aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, foram entrevistados 19 profissionais, sendo nove enfermeiros e dez médicos de uma instituição hospitalar privada do Município de São Paulo. Para a coleta de dados, foi elaborado instrumento contendo dados referentes à caracterização dos participantes e as questões norteadoras: para você o que significa o termo humanização hospitalar?, como você percebe a humanização da assistência nessa instituição? e quais os fatores que dificultam e facilitam a humanização da assistência nessa instituição?. Após a transcrição das entrevistas, os dados foram analisados, conforme o método de Análise de Conteúdo de Bardin, emergindo as seguintes categorias e subcategorias: 1. Significado do termo humanização: 1.1 Respeito, 1.2 Acolhimento e 1.3 Empatia; 2. Fatores que facilitam a humanização: 2.1 Cultura organizacional, 2.2 Equipe multiprofissional, 2.3 Autonomia; 3. Sobrecarga de atividades como fator que dificulta a humanização. Foi evidenciado que humanizar o atendimento à saúde é respeitar as crenças, valores e direitos do paciente; adaptar as rotinas hospitalares aos hábitos do paciente; oferecer, além do cuidado técnico, um atendimento individualizado; melhorar a qualidade do relacionamento entre profissional e paciente pela empatia e promover a autonomia do paciente.A cultura institucional que apresenta características, tais como orientação religiosa, tratamento digno do funcionário, promoção de treinamentos, orientação em relação aos direitos do paciente e à importância do acolhimento, implantação de protocolos assistenciais que permitem o gerenciamento dos riscos e a qualidade da assistência, bem como programas de Acreditação Hospitalar, pode facilitar a humanização. Ao respeitar os funcionários e promover sua autonomia, transferindo-lhes autoridade e apoiando suas decisões, as instituições podem ajudar seus profissionais a desenvolver processos de trabalho mais criativos, participativos, responsáveis e humanizados. A sobrecarga de atividades foi apontada como fator que mais dificulta a humanização da assistência, pois escalas de serviço enxutas, grande quantidade de tarefas e processos de trabalho pouco ágeis dificultam que os profissionais dediquem o tempo necessário ao paciente para atendê-lo de forma humanizada, uma vez que precisam fazer escolhas em relação às demandas dos pacientes e, em consequência, não conseguem atender todas as solicitações. Observou-se uma mudança no perfil das atividades dos entrevistados, que desempenham cada vez menos atividades assistenciais e, cada vez mais, atividades consideradas burocráticas, o que pode dificultar a humanização.

Exploratory, descriptive, qualitative study aimed at checking the meaning of the term humanization for nurses and physicians at a hospital, knowing how they perceive humanization in professional practice and identifying factors that hinder and facilitate humanization in care. Upon the authorization of the institution and approval of the Research Ethics Committee, we interviewed 19 professionals (nine nurses and ten physicians) of a private hospital in the city of São Paulo. In order to collect data, we developed an instrument including data on the characterization of participants and the guiding questions: what does the term hospital humanization mean to you?, how do you perceive humanization of care at this institution? and what factors do hinder and facilitate the humanization of care at this institution?. Interviews were transcribed and data were analyzed in accordance with Bardins Content Analysis methodology, emerging the following categories and subcategories: Meaning of the term humanization: 1.1 Respect, 1.2 Reception and 1.3 Empathy; 2. Factors that facilitate humanization: 2.1 Organizational culture, 2.2 Multiprofessional team, 2.3 Autonomy; 3. Overload activities as a factor that hinders humanization. We evidenced that humanizing health care is to respect patients beliefs, values and rights; adapt hospital routines to patients habits; provide individualized care in addition to technical care; improve the quality of the relationship between the professional and the patient through empathy and promote patients autonomy.The institutional culture that presents characteristics such as religious orientation, dignified treatment of employees, promotion of training, orientation regarding patients rights and the importance of reception, implementation of assistance protocols enabling the management of risks and the quality of care, as well as Hospital Accreditation programs, may facilitate humanization. By respecting employees and promoting their autonomy, giving them authority and supporting their decisions, institutions can help its professionals to develop more creative, participative, responsible and humanized processes. The overload of activities was pointed out as the factor that most hinders humanization of care, because lean works schedules, large number of tasks and slow working processes hinders professionals from devoting the time needed to treat patients in a humanized manner, since they need to make choices regarding patients demands and, consequently they are unable to meet all requests. We observed a change in the profile of activities of respondents, which increasingly perform care activities and more and more activities regarded as bureaucratic, what may hinder humanization.
Descritores: Defesa do Paciente
Direito Sanitário
Humanização da Assistência
Limites: Humanos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  3 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1127360
Autor: Nossa, Paulo Nuno.
Título: Envelhecimento, financiamento e inovação nos sistemas de saúde: uma discussão necessária para a manutenção do direito à saúde / Aging, financing, and innovation in the health care system: a necessary discussion to maintain the right to health
Fonte: Saúde Soc;29(2):e200081, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Neste artigo discute-se a salvaguarda do direito à saúde, no âmbito de um conjunto de direitos constitucionais, materializados por políticas públicas que organizam o Serviço Nacional de Saúde em Portugal. Diante da degradação dos termos da oferta, frequentes vezes ancorados em uma associação que, de per se, observa o envelhecimento demográfico como condição suficiente para justificar o aumento dos custos em saúde, legitimando assim restrições na oferta. Procedemos a uma revisão da literatura na busca de fatores capazes de validar essa associação, examinando argumentos necessários à compreensão desse processo, debatendo a validade de se perspectivarem custos em saúde utilizando modelos baseados na idade versus modelos preditivos que consideram o tempo até à morte - time-to-death. Adicionalmente, analisa-se a evolução das principais causas de mortalidade em Portugal entre 1990 e 2017 para os grupos 50-59 anos e ≥70 anos, causas de incapacidade, bem como as perspectivas de financiamento público em saúde em percentagem do PIB nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico até 2030, enquanto se equacionam soluções de adaptação urgente e necessária dos Sistemas de Saúde, de modo a que possam ganhar eficiência sem degradar a performance, contribuindo e investindo em uma também necessária corresponsabilização em saúde do lado da procura.

Abstract This article discusses the safeguarding of the right to health, within the scope of a set of constitutional rights, materialized by public policies that organize the National Health Service in Portugal. Before the degradation of supply terms, frequently based on an association that observes the demographic aging as enough condition to justify the increase in health costs, legitimizing consequent restrictions on the supply. We conduct a literature review to search for factors that validate this association, examining arguments to understand this process; debating the validity of prospecting health costs using age-based models versus predictive models that consider the time to death. Additionally, we analyze the evolution of the main causes of mortality in Portugal between 1990 and 2017 for the groups 50-59 years and ≥70 years, causes of disability, as well as the prospects for public health financing in the percentage of GDP in countries of the Organization for Economic Co-operation and Development by 2030, while urgent and necessary solutions for Health Systems are considered, so they can gain efficiency without degrading performance, contributing and investing in a necessary co-responsibility in health on the demand side.
Descritores: Sistemas de Saúde
Envelhecimento
Custos e Análise de Custo
Direito Sanitário
Financiamento da Assistência à Saúde
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1127363
Autor: Lima, Jordão; Dallari, Sueli.
Título: A estratégia global sobre saúde pública, inovação e propriedade intelectual: estabelecimento de uma ordem de prioridade das necessidades de pesquisa e desenvolvimento no Brasil / The global strategy on public health, innovation and intellectual property: establishment of a priority order for research and development needs in Brazil
Fonte: Saúde Soc;29(2):e181162, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A aprovação da Estratégia Global e do Plano de Ação sobre Saúde Pública, Inovação e Propriedade Intelectual (GSPOA, do inglês Global Strategy and Plan of Action on Public Health, Innovation and Intellectual Property), no âmbito da Organização Mundial da Saúde (OMS), está baseada na percepção da necessidade de melhoria nas condições de acesso dos países em desenvolvimento a medicamentos e outros produtos que atendam às suas necessidades específicas de saúde pública. Nesse contexto, o escopo desta consiste em perscrutar a implementação, no Brasil, do primeiro elemento da GSPOA, que se refere ao estabelecimento de uma ordem de prioridade das necessidades de pesquisa e desenvolvimento. Trata-se de estudo de caso, enquanto método de investigação qualitativa. Partindo de uma perspectiva crítica e de marcos teóricos consagrados, buscou-se situar a GSPOA num contexto de saúde transnacional em uma era de globalização e pontuar os desafios para implementar mais completamente um direito à saúde que transcenda os medicamentos e as exigências individuais. Conclui-se que, para o período de 2008 a 2015, o Brasil logrou êxito em desenvolver metodologias e mecanismos para identificar e divulgar as lacunas nas pesquisas de doenças de maior incidência no país e suas consequências na saúde pública, orientando o desenvolvimento de produtos terapeuticamente viáveis e a preços acessíveis.

Abstract The adoption of the Global Strategy and Plan of Action on Public Health, Innovation and Intellectual Property (GSPOA) within the framework of the World Health Organization (WHO) is based on the perception of the need to improve the access conditions of developing countries to medicine and other products that meet their specific public health needs. This study verifies the implementation of the first GSPOA Element in Brazil, which refers to the establishment of an order of priority for research and development needs. This qualitative case study was based on a critical perspective and established theoretical frameworks, seeking to place GSPOA in a transnational health context in an era of globalization, and to discuss the challenges of implementing a more integral right to health, one which transcends drugs and individual requirements. For the period 2008-2015, the findings imply that Brazil has succeeded in developing methodologies and mechanisms to identify and disseminate gaps in research on diseases of higher incidence in the country and its consequences on public health, guiding the development of therapeutically feasible and affordable products.
Descritores: Organização Mundial da Saúde
Relatos de Casos
Direito Sanitário
Estratégias de eSaúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1145842
Autor: Perú. Ministerio de Salud.
Título: Guíame a mis derechos. Guía práctica para el ejercicio y la promoción de derechos en salud / Guide me to my rights: A practical guide for the exercise and promotion of health rights.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Superintendencia Nacional de Salud; Ago. 2017. 36 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación brinda las pautas como material de apoyo para actividades de capacitación a personal de salud y líderes de organizaciones sociales, a fin de contribuir a la construcción y fortalecimiento de una cultura de ejercicio de derechos en salud, que permitirá conocer, ejercer y promover los derechos en salud
Descritores: Participação da Comunidade
Direito Sanitário
Direito à Saúde
Promoção da Saúde
Tipo de Publ: Guia
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  6 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Campos, Gastao Wagner de Sousa
Texto completo
Id: biblio-1139791
Autor: Campos, Gastão Wagner de Sousa.
Título: O pesadelo macabro da Covid-19 no Brasil: entre negacionismos e desvarios / COVID-19 macabre nightmare in Brazil: between denials and ravings / La pesadilla macabra de Covid-19 en Brasil: entre negaciones y desvaríos
Fonte: Trab. educ. saúde;18(3):e00279111, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O texto discute as dificuldades para o enfrentamento do Covid-19 suscitadas pelo discurso e pelas ações defendidas por parte do governo federal. Em contraste com os governantes de países que obtiveram e00279111resultados eficazes no controle da pandemia, representantes do governo brasileiro, entre os quais se destaca o Presidente da República, vêm continuamente a público desqualificar tanto os riscos, quanto a adoção das medidas de prevenção fundamentadas cientificamente, em especial o isolamento social, defendendo, em seu lugar, a denominada 'imunidade de rebanho'. O argumento reiterado é que existe uma oposição entre a preservação da economia e da vida, sendo prioritária a primeira. Tais manifestações vêm acompanhadas de constrangimentos para que governos estaduais e municipais possam efetivar ações de prevenção localmente definidas. Essa postura expressa o desprezo pela vida humana e uma aguda desconsideração com a população socialmente mais vulnerável, que, em países com desigualdades crônicas, como Brasil, sofrem os efeitos mais graves de uma epidemia.

Abstract The text discusses the difficulties to face COVID-19 raised by the speech and the actions defended by the federal government. In contrast to the governments of countries that have achieved effective results in controlling the pandemic, representatives of the Brazilian government, among which the President of the Republic stands out, are continually disqualify publicly both risks and the adoption of scientifically based prevention measures, in particular social isolation, defending, in its place, the so-called 'herd immunity'. The reiterated argument is that there is an opposition between the preservation of the economy and life, the former being a priority. Such manifestations are accompanied by constraints on state and municipal governments in carrying out locally defined preventive measures. This attitude expresses contempt for human life and an acute disregard for the socially most vulnerable population, which, in countries with chronic inequalities, such as Brazil, suffer the most serious effects of an epidemic.

Resumen El texto discute las dificultades para enfrentar el Covid-19 ocasionadas por el discurso y las acciones defendidas por el gobierno federal. A diferencia de los gobiernos de los países que han logrado resultados efectivos en el control de la pandemia, los representantes del gobierno brasileño, entre los que se destaca el Presidente de la República, continuamente hace declaraciones públicas en las que descalifica tanto los riesgos como la adopción de medidas de prevención con base científica, especialmente el aislamiento social, defendiendo, en su lugar, la llamada 'inmunidad colectiva'. El argumento reiterado es que existe una oposición entre la preservación de la economía y la vida, siendo la primera opción una prioridad. Dichas manifestaciones son acompañadas de limitaciones para que los gobiernos estatales y municipales puedan llevar a cabo acciones de prevención definidas localmente. Esta actitud expresa el desprecio por la vida humana y una profunda falta de respeto a la población más vulnerable, que, en países con desigualdades crónicas, como Brasil, sufren los efectos más graves de una epidemia.
Descritores: Infecções por Coronavirus
Direito Sanitário
Política de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  7 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1123576
Autor: Moniz, Marcela de Abreu; Souza, Ingrid da Silva; Bastos, Mayara Pacheco da Conceição; Pacheco, Raila Neumann; Linhares, Layla Correa; Dias, Rayara Mozer.
Título: Interface entre saneamento ambiental e saúde: estudo participante com estudantes de enfermagem / Interfaz entre saneamiento ambiental y salud: estudio participante con estudiantes de enfermería / Interface between environmental sanitation and health: participant study with nursing students
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);18(1), mar. 2019. ilus.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: OBJETIVO: descrever a percepção de graduandos de enfermagem sobre a interface do saneamento ambiental com a saúde humana. MÉTODO: Empregou-se o estudo participante, a técnica World Café e a análise temática de conteúdo. Participaram 23 graduandos de enfermagem da Universidade Federal Fluminense, campus Rio das Ostras, no período de agosto de 2017 a maio de 2018. RESULTADOS: A percepção limitada dos participantes sobre as dimensões físicas, biológicas, toxicológicas, sociais e políticas que envolvem a relação saneamento-saúde revela uma formação dedicada ainda ao modelo biomédico e despolitizada das questões socioambientais que repercutem na saúde. CONCLUSÃO: Constatou-se a importância da educação ambiental centrada nos estudantes e em metodologias ativas de aprendizagem, com vistas ao pensamento crítico e à formação de competências dos futuros enfermeiros para a realização de ações que reduzam as condições de riscos à saúde relacionadas ao saneamento ambiental.

OBJETIVO: describir la percepción que los graduandos de enfermería tienen sobre la interfaz del saneamiento ambiental con la salud humana. MÉTODO: Se utilizó el estudio participante, la técnica World Café y el análisis temático de contenido. Participaron 23 graduandos de enfermería de la Universidad Federal Fluminense, campus Rio de las Ostras, en el período de agosto de 2017 a mayo de 2018. RESULTADOS: La percepción limitada de los participantes sobre las dimensiones físicas, biológicas, toxicológicas, sociales y políticas que envuelven la relación saneamiento-salud revela una formación que se dedica, todavía, al modelo biomédico, despolitizada de las cuestiones socioambientales que repercuten en la salud. CONCLUSIÓN: Se constató la importancia de la educación ambiental centralizada en los estudiantes y en las metodologías activas de aprendizaje, objetivando el pensamiento crítico y la formación de competencias en los futuros enfermeros para que ellos puedan realizar acciones que reduzcan las condiciones de riesgos a su salud relacionadas al saneamiento ambiental.

AIM: describe the perception of nursing students on the interface of environmental sanitation with human health. METHOD: The participating study, World Café technique and thematic content analysis were employed. Twenty-three nursing students from Fluminense Federal University, Rio das Ostras campus, participated from August 2017 to May 2018. RESULTS: The participants' limited perception of the physical, biological, toxicological, social and political dimensions that involve the sanitation-health relationship reveals a training dedicated to the biomedical and depoliticized model of socio-environmental issues that impact health. CONCLUSION: The importance of student-centered environmental education and active learning methodologies for critical thinking and skills training of future nurses for actions aimed at reducing health risks related to environmental sanitation was observed.
Descritores: Estudantes de Enfermagem
Saneamento
Bacharelado em Enfermagem
-Enfermagem em Saúde Pública
Educação em Saúde Ambiental
Riscos Ambientais
Risco à Saúde Humana
Direito Sanitário
Política Ambiental
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  8 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1103213
Autor: Deza, Soledad.
Título: El aborto no punible es una cuestión de derechos humanos y de clases de humanas / Non-punishable abortion is a matter of human and class human rights
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);3(1):18-21, jul.-dic. 2013.
Idioma: es.
Resumo: El acceso al aborto no punible es un derecho humano de las mujeres. Interpela directamente los mandatos culturales de maternidad que se arraigan en la sociedad. Por lo mismo, despierta opiniones encontradas que deben ceder ante el consenso moral que precede a la legalidad

Access to legal abortion is a human right of women. It challenges directly maternity cultural mandates that are rooted in society. For this reason, awakens conflicting opinions must yield to the moral consensus that precedes the law

Acesso ao aborto legal é um direito humano das mulheres. Desafia diretamente maternidade mandatos culturais que estão enraizados na sociedade. Por este motivo, desperta opiniões conflitantes deve ceder ao consenso moral que precede a lei
Descritores: Aborto Legal
Aborto Legal/legislação & jurisprudência
Valor da Vida
Direito Sanitário
Aborto
Direitos Humanos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  9 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1088052
Autor: Manrique, Jorge Luis.
Título: Justicia, derecho y equidad en la distribución de recursos sanitarios: Incógnitas y convocatoria / Justice, law and equity in the distribution of health resources: Unknowns and summons
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);4(2):139-141, dic. 2014.
Idioma: es.
Descritores: Adhatoda
Equidade
Recursos em Saúde
-Bioética
Direito Sanitário
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  10 / 181 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051089
Autor: Sánchez, Flavio Florencio.
Título: En busca de la justicia perdida / In search of lost justice
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);4(2):33-35, 2015.
Idioma: es.
Resumo: Hablar de justicia y equidad exige más que un análisis semántico. Se trata de problemas reales y complejos, enraizados en el seno mismo de la sociedad y donde actúan como causas y consecuencias un sinfín de situaciones que ponen a prueba las bases jurídicas, morales y humanas del mundo y del tiempo en el que vivimos.La justicia, conmutativa cuando trata de igualdad y distributiva cuando asigna proporciones, está supeditada a quienes se encargan de administrarla, de ejercerla o de otorgarla. Por tanto, la justicia no es una virtud ni es un atributo infalible, sino una cuestión humana, por tanto falible, imperfecta y con frecuencia injusta y desigual. Justicia y equidad son cuestiones de carácter humano cuya mejoría debe apoyar en mayor conciencia social, más empatía, más bondad, y más amor. Necesitamos más corazón y más humanidad, con ello, la justicia y la equidad vendrán solas
Descritores: Saúde Pública
Equidade/legislação & jurisprudência
Acesso aos Serviços de Saúde
Direitos Humanos
-Direito Sanitário
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca



página 1 de 19 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde