Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP9.020.010 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1223 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 123 ir para página                         

  1 / 1223 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1006677
Autor: Garbus, Pamela; Solitario, Romina; Stolkiner, Alicia.
Título: Derechos, ciudadanía y participación en salud: articulaciones con la accesibilidad simbólica a los servicios / Rights, citizenship and participation in health care: articulations with symbolic accesibility to health care services
Fonte: Rev. Asoc. Med. Bahía Blanca;17(3):56-59, jul-sep. 2007.
Idioma: es.
Resumo: Se analizan las características de la accesibilidad a la atención en salud de los usuarios de un Centro de Salud ubicado en la Ciudad de Buenos Aires. Se define a la accesibilidad como un vínculo que se construye entre los sujetos y los servicios, que surge de una combinatoria entre las condiciones y discursos de los servicios y las condiciones y representaciones de los sujetos.

This work analyzes the characteristics of health care accessibility for the users of a health care center located in the city of Buenos Aires. Accessibility is defined as a link built between subjects and services, arising from a combination of health care service conditions and discourses and the subjects' conditions and representations.
Descritores: Direito à Saúde
-Administração dos Cuidados ao Paciente
Participação da Comunidade
AMINATIONABORTION APPLICANTS
Acesso aos Serviços de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR393.1 - Centro de Información y Documentación Dr H. Urquiola


  2 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bocchi, Silvia Cristina Mangini
Texto completo
Id: lil-779927
Autor: Rocha, Suelen Alves; Bocchi, Silvia Cristina Mangini; Godoy, Moacir Fernandes de.
Título: Acesso aos cuidados primários de saúde: revisão integrativa / Access to primary health care: integrative review
Fonte: Physis (Rio J.);26(1):87-111, jan.-mar. 2016. graf.
Idioma: pt.
Resumo: O acesso oportuno aos cuidados primários de saúde ainda é um problema em muitos países. Realizou-se uma revisão integrativa de literatura com o objetivo de analisar a produção científica nacional e internacional referente ao incremento do acesso na atenção primária à saúde. O corpus de análise reuniu 16 artigos publicados, entre 2009 e 2014, localizados nas bases de dados LILACS, SciELO, PubMed e Scopus. A maioria dos artigos foi publicada em periódicos de atenção primária à saúde e em inglês. Diversas foram as abordagens metodológicas adotadas, com predomínio dos desenhos epidemiológicos observacionais. Um sistema de saúde menos iníquo provê acesso oportuno e continuidade do cuidado. Este texto apresenta as principais estratégias de alcance dessas duas diretrizes. O acesso avançado parece ser o modelo de agendamento mais promissor ao equilibrar demanda e capacidade controlando o tempo de espera. No entanto, não adianta modificar o agendamento sem prover a estrutura necessária para mantê-lo.

Timely access to primary health care is still a problem in many countries. We conducted a literature integrative review aimed to analyze the national and international scientific production about the increase of access in primary health care. The analysis brought out 16 articles published between 2009 and 2014, in the databases LILACS, SciELO, PubMed and Scopus. Most publications were available in journals of primary health care and in English. Several methodological approaches were adopted, with a predominance of observational epidemiological designs. An equitable health system provides timely access and continuity of care. This article presents the main strategies to reach both guidelines. The advanced access appears the most promising scheduling model because balances the demand and capacity while controlling delay. However, it is no use to modify the scheduling model without providing the necessary infrastructure to maintain it.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Direito à Saúde
Sistemas de Saúde
Continuidade da Assistência ao Paciente
Acesso aos Serviços de Saúde
-Revisão
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-895603
Autor: Silva, Lívia Karoline Morais da; Silva, Ana Luzia Medeiros Araújo da; Coelho, Ardigleusa Alves; Martiniano, Claudia Santos.
Título: Uso do nome social no Sistema Único de Saúde: elementos para o debate sobre a assistência prestada a travestis e transexuais / Use of the social name in the Brazilian Public Health System: elements for the debate on assistance provided to transvestites and transsexuals
Fonte: Physis (Rio J.);27(3):835-846, Jul.-Set. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A discriminação e, como consequência, a exclusão social sofrida pelas travestis e transexuais pode limitar e afastar seu acesso aos serviços de saúde. Como forma de combate às discriminações contra essa população, o uso do nome social nos serviços de saúde é garantido entre os direitos dos usuários do SUS. Objetivamos discutir o uso do nome social no SUS como ferramenta para efetivação do acolhimento, humanização e integralidade da assistência a travestis e transexuais, através da elaboração de um ensaio teórico-reflexivo. Elegeram-se como categorias de análises: o acolhimento e a promoção do acesso à saúde através do nome social; o nome social como ferramenta para humanização da assistência; e o nome social como base para efetivação da integralidade. Podemos afirmar que o nome social se apresenta como a senha de acesso das travestis e transexuais ao SUS. A partir da efetivação desse direito por parte dos profissionais, respeitando e disponibilizando meios para seu uso oral e nos prontuários e documentos, facilita-se a execução das ações em saúde, fazendo valer os direitos de cidadania e de saúde destes usuários.

Abstract Discrimination and, as a consequence, social exclusion suffered by transvestites and transsexuals can limit and exclude their access also to health services. As a way to combat discrimination against this population, the use of the social name in health services is guaranteed among the rights of users of the Brazilian Public Health System (form Portuguese, SUS). We aim to discuss the use of the social name in the SUS as a tool for effecting the reception, humanization and integral care of transvestites and transsexuals through the elaboration of a theoretical-reflexive essay. The categories of analysis were chosen: the reception and promotion of access to health through the social name; The social name as a tool for the humanization of care; And the social name as the basis for integral care. We understand that the social name presents itself as the gateway of transvestites and transsexuals to the SUS. From the realization of this right by the professionals, respecting and making available means for their use orally and in the medical records and documents, the fulfilment of health actions is facilitated, asserting the rights of citizenship and health for these users.
Descritores: Preconceito
Sistema Único de Saúde
Direito à Saúde
Brasil
Pessoal de Saúde
Humanização da Assistência
Marginalização Social
Pessoas Transgênero
Integralidade em Saúde
Identidade de Gênero
Serviços de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  4 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Amaral, Rita Goreti
Texto completo
Id: biblio-974865
Autor: Chagas, Virginia Oliveira; Vila, Vanessa da Silva Carvalho; Provin, Mércia Pandolfo; Amaral, Rita Goreti; Pereira, Milca Severino.
Título: Acesso ao medicamento: perspectivas de pessoas que recorreram à via judicial / Acceso al medicamento: perspectivas de personas que recurrieron a la vía judicial / Access to medication: the perspectives of people who resort to judicial proceedings
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;15(3):489-497, Jul.-Set. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Trata-se de um estudo de caso interpretativo desenvolvido com o objetivo de descrever as experiências de pessoas que recorreram à via judicial para ter acesso a medicamentos no Sistema Único de Saúde. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada nos domicílios de oito pessoas que recorreram a essa via, residentes em um município localizado no sudoeste do Estado de Goiás. A experiência de acesso ao medicamento foi marcada por barreiras que estão interligadas aos diversos níveis do sistema de saúde; envolvem aspectos organizacionais e assistenciais relacionados à informação, ao acolhimento e à resolutividade. A necessidade do tratamento contínuo da condição crônica e a dificuldade financeira foram os fatores determinantes para que os participantes recorressem à justiça. Observou-se a necessidade de aprimorar o acolhimento e a comunicação entre a equipe de saúde envolvida no acesso ao medicamento e de qualificar os profissionais da saúde para uma compreensão ampliada da assistência farmacêutica no Sistema Único de Saúde.

RESUMEN Se trata de un estudio de caso interpretativo desarrollado con el objetivo de describirlas experiencias de personas que recurrieron a la vía judicial para tener acceso a medicamentos en el Sistema Único de Salud de Brasil. Los datos fueron recolectados por medio de entrevista semiestructurada en los domicilios de ocho personas que recurrieron a esta vía, residentes en un municipio ubicado en el sudoeste del Estado de Goiás. La experiencia de acceso al medicamento fue marcada por obstáculos que están interconectados a los diversos niveles del sistema de salud; involucran aspectos organizacionales y asistenciales relacionados a la información, acogiday resolutividad. La necesidad del tratamiento continuo de la condición crónica yla dificultad financiera fueron los factores determinantes para que los participantes recurrieran a la justicia. Se observól a necesidad de perfeccionar la acogiday comunicación entre el equipo de salud involucrado en el acceso al medicamento y de calificar a los profesionales de la salud para una comprensión ampliada de la asistencia farmacéutica en el Sistema Único de Salud.

ABSTRACT The present study is an interpretative case study developed to describe the experiences of people who have resorted to judicial proceedings to gain access to medications in the Unified Health System. Data were collected through semi-structured interviews in the homes of eight individuals who have used this approach, who lived in a city in the southwest of the State of Goiás. The experience of access to medications was marked by barriers that are interconnected to the different levels of the health system; they involve organizational and assistance aspects related to information, embracement and resolution. The need for continued treatment of chronic conditions and financial difficulties were the determining factors for participants to resort to judicial proceedings. The need to improve embracement and communication among the health teams involved in access to medications, and to qualify health professionals for a broader understanding of pharmaceutical care in the Unified Health System, was observed.
Descritores: Assistência Farmacêutica
Sistema Único de Saúde
Direito à Saúde
Acesso a Medicamentos Essenciais e Tecnologias em Saúde
Acesso aos Serviços de Saúde
-Direitos do Paciente
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  5 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Moreira, Marlea Chagas
Texto completo
Id: biblio-895591
Autor: Santos, Nereida Lúcia Palko dos; Pereira, Renata Meneses Magalhães; Moreira, Marlea Chagas; Silva, Ana Lúcia Abrahão da.
Título: O cuidado à saúde de pessoas com albinismo: uma dimensão da produção da vida na diferença / Health care of persons with albinism: a dimension of life production in difference
Fonte: Physis (Rio J.);27(2):319-333, Abr.-Jun. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo: O cuidado à saúde das pessoas com albinismo perpassa a invisibilidade social do grupo populacional, o acesso à informação e aos serviços de saúde, a integralidade do cuidado e a multiplicidade na produção da vida. O objetivo do estudo é discutir o cuidado à saúde de pessoas com albinismo e familiares. Estudo descritivo com abordagem qualitativa, desenvolvido no Instituto Benjamin Constant (IBC). A coleta dos dados ocorreu entre abril e maio de 2012, utilizando a entrevista individual semiestruturada com dez participantes, pessoas com albinismo / familiares, sendo: dois alunos do IBC, seis mães, uma avó e uma ex-aluna usuária do serviço de oftalmologia. Destacamos na intersetorialidade, a relação da saúde com a educação e a seguridade social. Há carência de formulação e efetivação das políticas sociais, dispositivos normativos, como possibilidade de superação da invisibilidade social e da garantia do direito à saúde. A vida das pessoas com albinismo extravasa a deficiência e a diferença, e demanda a efetivação de dispositivos normativos, processos singulares e subjetivos para a produção do cuidado no cotidiano das práticas em saúde. Mais que saberes dados, exige escuta, relações horizontais e coprodutivas para o cuidado em saúde.

Abstract The healthcare of people with albinism goes beyond the social invisibility of this population group, access to information and health services, comprehensive care and multiplicity in life production. The aim is to discuss the health care of people with albinism and their family. Descriptive study with a qualitative approach was developed at Benjamin Constant Institute (IBC). Data collection took place between April and May of 2012, using semi-structured individual interviews with ten participants, people with albinism / family, as follows: two students of IBC, six mothers, a grandmother and a user of the ophthalmology service. Highlighting the intersectionality, health related education and social security. There is a lack of formulation and execution of social policies, regulatory requirements, as the possibility of overcoming social invisibility and ensuring the right to health. The lives of people with albinism goes beyond disability and difference and demand the fulfillment of regulatory requirements, unique and subjective processes for the production of care in daily health practices. More than data knowledge, they require listening, horizontal relations and co-production for health care.
Descritores: Isolamento Social
Direito à Saúde
Albinismo
Pessoas com Deficiência
Assistência à Saúde
Integralidade em Saúde
-Política Pública
Pesquisa Qualitativa
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  6 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-239667
Autor: Morlachetti, Alejandro.
Título: Situación actual: obligaciones de Latinoamérica y el Caribe ante el derecho internacional de adolescentes y jovenes / Situation present: obligation of Latin-American and of Caribe in the face of international law of adolescents and youth.
Fonte: Washington; Organización Panamericana de la Salud; mar. 1999. 85 p.
Idioma: es.
Descritores: Adolescente
Direitos Humanos
Direito à Saúde
-Responsabilidade Social
América Latina
Região do Caribe
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3387.00


  7 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-895607
Autor: Andrade, Flávia Reis de; Narvai, Paulo Capel; Montagner, Miguel Ângelo.
Título: Implicações éticas de inquéritos populacionais epidemiológicos / Ethical implications of population-based health surveys
Fonte: Physis (Rio J.);27(3):475-489, Jul.-Set. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivou-se identificar e analisar possíveis implicações de natureza ética decorrentes de inquéritos populacionais epidemiológicos, com base em depoimentos de gestores da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal. Utilizou-se estudo de caso como método de pesquisa qualitativa. Foram 14 entrevistados de 11 estados e do Distrito Federal: nove membros do Grupo Gestor; três, do Comitê Técnico Assessor do Ministério da Saúde e dois coordenadores, um estadual, outro, municipal. Empregou-se a técnica do discurso do sujeito coletivo. Foram identificadas seis ideias centrais: gerar ações que beneficiem a população, pois os benefícios de um inquérito são indiretos; ser utilizado na geração de novos conhecimentos; estimular a elaboração de políticas públicas mais equânimes; proporcionar maior aproximação entre a academia e o serviço; contribuir para que os profissionais revejam as suas práticas; gerar memória, ou seja, registrar em termos epidemiológicos as mudanças nas condições de saúde da população. Para os entrevistados, os inquéritos têm algumas atribuições éticas, como contribuir para a superação das situações de iniquidade em saúde.

Abstract This study aimed to identify and analyze the possible implications of an ethical nature arising from epidemiological population surveys based on the testimony of managers of the National Oral Health Survey. Case study was used as a qualitative research method. There were 14 respondents from 11 states and the Federal District: nine from the Steering Group, three from the Technical Advisory Committee of the Ministry of Health and two coordinators, one State, the other Municipal. The collective subject discourse technique was used. Six central ideas were identified: generate actions that benefit the people, as the benefits of a survey are indirect; use it to generate new knowledge; promote the drafting of more equitable public policies; provide closer ties between academia and the service; help towards having professionals review their practices; and generate memory, that is, register changes in the health status of the population in epidemiological terms. For the respondents, these investigations have certain ethical attributes, such as contributing towards overcoming iniquitous health situations.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Direito à Saúde
Brasil
Saúde Bucal
Inquéritos Epidemiológicos
Gestão em Saúde
Pesquisa Qualitativa
Gestor de Saúde
Disparidades nos Níveis de Saúde
Ética
Sistemas de Informação em Saúde
FURSULTIAMIN9
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Entrevista
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  8 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-576450
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Coordenação-Geral de Inovação Gerencial.
Título: Manual de orientação: elaboração de portarias no Ministério da Saúde: versão preliminar / Orientation handbook: preparation of ordinances of the Ministry of Health (Brazil).
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2010. 68 p. ilus. (A. Normas e Manuais Técnicos).
Idioma: pt.
Descritores: Normas Jurídicas
Portarias
-Direito à Saúde/legislação & jurisprudência
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR1.1 - BIREME
ACERVO DIGITAL


  9 / 1223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-789495
Autor: Alonso, Juan Pedro.
Título: El derecho a una muerte digna en Argentina: la judicialización de la toma de decisiones médicas en el final de la vida / O direito a uma morte digna na Argentina: a judicialização da tomada de decisões médicas no final da vida / The right to a dignified death in Argentina: the judicialization of end-of-life care decisions
Fonte: Physis (Rio J.);26(2):569-589, abr.-jun. 2016.
Idioma: es.
Resumo: Resumen El artículo discute desde una perspectiva socio-histórica el contexto y las implicancias de los procesos de judicialización en torno a la gestión médica de la muerte y el morir. El objetivo del artículo es describir y analizar la judicialización de la toma de decisiones médicas en el final de la vida en Argentina, a partir de fallos judiciales producidos entre 1975 y 2015. Se examina el contexto y las principales características de la litigación respecto a estas decisiones, así como los cambios producidos en el periodo: los casos que son objeto de disputa (desde el rechazo de transfusiones al pedido de retiro de medidas de soporte vital), los argumentos y leguajes utilizados (de la objeción de conciencia a la autonomía) y la emergencia de nuevos derechos. Por último se discuten las consecuencias y las perspectivas futuras de la judicialización en este campo.

Resumo O artigo discute, a partir de uma perspectiva sócio-histórica, o contexto e implicações sociais da judicialização da gestão médica da morte e o morrer. O objetivo do artigo é descrever e analisar a judicialização da tomada de decisões médicas no final da vida na Argentina, a partir de julgamentos produzidos entre 1975 e 2015. O artigo examina o contexto e as principais características da litigação em torno a essas decisões, assim como as mudanças no período: nos casos disputados (de rejeitar transfusões a pedidos de retirada de suporte vital), em os argumentos e linguajem usados (de objeção de consciência à autonomia) e o surgimento de novos direitos. Por fim, são discutidas as consequências e perspectivas futuras da judicialização neste campo.

Abstract The paper discusses, from a socio-historical perspective, the context and implications of judicialization processes regarding medical decisions making on death and dying. This paper aims to describe and analyze the judicialization of end-of-life care decisions at the end of life in Argentina, considering courts decisions produced between 1975 and 2015. The context and the main features of litigation regarding those decisions are examined, as well as the changes within the period: the cases disputed (from rejecting blood transfusions to withdrawal of life support), the arguments and languages that frame the legal cases (form conscientious objection to autonomy) and the emergence of new rights. Finally, the social consequences and the future prospects of judicialization in this field are discussed.
Descritores: Argentina
Bioética
Direito à Saúde
Direito a Morrer
Tomada de Decisões
Medicalização
Judicialização da Saúde
-Direitos Humanos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  10 / 1223 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1021517
Autor: Landaeta-Jiménez, Maritza.
Título: La vulnerabilidad nutricional en la venezuela del siglo XXI / Nutritional vulnerability in 21st century venezuela
Fonte: An. venez. nutr;31(1):[3], 2018.
Idioma: es.
Descritores: Classe Social
Direito à Saúde
Vulnerabilidade Social
Interrupção de Serviços e de Abastecimento
-Pobreza
Epidemiologia e Bioestatística
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 123 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde