Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP9.050.030.010.010.010 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 31 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 31 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-464079
Autor: Wanderley, Luiz Eduardo W.
Título: Mercosul e sociedade civil
Fonte: São Paulo perspect = Säo Paulo perspect. (Impr.) = Sao Paulo perspect;16(1):63-73, jan.-mar. 2002. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os pontos principais referem-se a aspectos parciais de uma pesquisa em andamento sobre "gestão pública estratégica dos governos subnacionais diante dos processos de inserção internacional e integração latino-americana", desenvolvida por equipes dos quadros da Fundap, do Cedec e da PUC-SP. Das três partes constituintes do projeto temático, serão feitas referências àquela pertinente à participação da sociedade civil no processo de integração regional, tendo por centro o Mercosul.

The main points of this article are extracted from a research project that is currently underway entitled "Strategic Public Strategies of Sub-National Governments Within the Context of the Processes of Latin American Global Insertion and Integration" carried out by researchers from Fundap (Foundation for Public Administration), Cedec, and the Catholic University of São Paulo. Reference will be made to a section of the study dealing with the participation of civil society in regional development, in this case, in the context of Mercosul.
Descritores: Mercosul
-Internacionalidade
FURSULTIAMINABATTOIRS
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  2 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-464078
Autor: Miyamoto, Shiguenoli.
Título: O Mercosul e a segurança regional: uma agenda comum?
Fonte: São Paulo perspect = Säo Paulo perspect. (Impr.) = Sao Paulo perspect;16(1):54-62, jan.-mar. 2002.
Idioma: pt.
Resumo: Desde o início do processo de integração regional, têm falado mais alto os interesses particulares dos Estados, cada um procurando resolver seus próprios problemas domésticos. Nesse contexto, a indefinição de uma agenda mais consistente dificulta a integração regional em todos os planos, sobretudo, em áreas sensíveis como as de políticas externa e de defesa, muito complexas para serem elaboradas em conjunto.

Despite movement towards regional integration, countries continue to place priority on their national interests, seeking first and foremost to address their particular domestic issues. The resulting lack of a cohesive agenda hinders regional integration, particularly in the areas of foreign policy and defense -- issues that, by reason of their complexity, defy group consensus.
Descritores: Seguridade Social
Mercosul
Cooperação Internacional
-Atos Internacionais
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  3 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
ALBUQUERQUE, JOSE AUGUSTO GUILHON
Texto completo
Id: lil-464075
Autor: Albuquerque, José Augusto Guilhon.
Título: O Brasil e os chamados blocos regionais / Brazil and the so-called regional blocs
Fonte: São Paulo perspect = Säo Paulo perspect. (Impr.) = Sao Paulo perspect;16(1):30-36, jan.-mar. 2002.
Idioma: pt.
Resumo: A hipótese de formação de blocos regionais rivais não se realizou. O Brasil tem hoje a possibilidade de aprofundar sua inserção de modo complementar em dois arranjos regionais -- a Alca e o Mercosul -- e um arranjo inter-regional, entre o Mercosul e a União Européia. A negociação da Alca é a mais importante das três porque estabelece a referência a partir da qual o Brasil definirá seu papel no mundo.

Contrary to expectations, the formation of competing trade blocks has not become a reality. Today, Brazil has the opportunity to play a larger role in two regional associations -- the FTAA and Mercosul -- as well as in the inter-regional arrangement between Mercosul and the European Union. FTAA membership is the most important of the three, providing as it would a point of reference from which Brazil can define its role in the world.
Descritores: Comércio
Mercosul
Cooperação Internacional
-Internacionalidade
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  4 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-756884
Autor: Neves Junior, Wilson Lopes.
Título: O Conselho de Saúde Sul-Americano (Unasul-Saúde) e seus primeiros anos de institucionalização (2008-2013) / The Board of South American Health (UNASUR-Health) and their first years of institutionalization (2008-2013).
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2014. x,94 p. mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este estudo busca refletir sobre o desenvolvimento do processo de integração regional ocorrido na América do Sul, tendo a saúde atuado como elemento colaborador desse processo de integração. Para isso, foi preciso reconhecer o funcionamento e as instâncias da União de Nações Sul-Americanas - Unasul, e dentro desta, o Conselho Sul-Americano de Saúde, identificado nesta dissertação como Unasul-Saúde, órgão responsável por consolidar a integração da América do Sul no âmbito da saúde,conforme escrito no seu Plano Quinquenal. Observam-se, na dinâmica de trabalho e desenvolvimento de projetos da Unasul-Saúde, ações que se referenciam as teorias do institucionalismo, do regionalismo e da integração regional. Além disso, reconhece-se na globalização neoliberal um dos elementos da contemporaneidade que atinge as nações como um todo. Este fator também contribuiu para que os países sul-americanos modificassem suas agendas externas e desenvolvessem políticas em forma de cooperação.Ao analisar a institucionalidade da Unasul-Saúde destaca-se a procura por se criar políticas de saúde para enfrentar: as necessidades da região, em face das doenças;as questões referentes aos medicamentos e à formação de recursos humanos. Ao mesmo tempo, a Unasul-Saúde tem buscado de maneira preponderante gerar estruturas institucionais que propiciem suporte a essa demanda de projetos destinados à região sulamericana.Após a análise do andamento das atividades que têm sido desenvolvidas no âmbito da Unasul-Saúde, conclui-se que a integração regional, tendo a saúde como elemento de integração, ainda carece de um empenho maior por parte dos Estados-Membros e das instâncias do setor de saúde para enfrentar as iniquidades e as assimetrias da região...

This study AIMS to reflect on the development of the regional integration process that occurred in South American, having the health as a collaborator element ofthis integration process . It was Necessary to Recognize the operation and the instancesof Union of South American Nations - UNASUR, and Within this , the South American Council of Health, Identified in this research like UNASUR - Health - the agencyresponsible for consolidate the South America integration in the field of health , as iswritten in its Five-Year PlanIt is observed, in the dynamics of work and project development of the Unasul-Health, actions that make reference to the Theories Institutionalist, Regionalist and Regional integration. Besides, it is recognized in neo-liberal globalization one of thecontemporary elements that reaches the nations as a whole. This factor also contributed to the changing of the external agenda of the South American countries and, also, the development of policies in the form of cooperation.By analyzing the institutionalization of Unasul-Health, stands out the demand to create health policies in order to address: the needs of the region, considering the diseases; issues related to medicines and human resources training. At the same time, Unasul-Health has been searching a way to generate institutional structures that may support this demand of projects intended to South American Region. After analysing the progress of the activities that has been developed in the framework of Unuasul-Health, it was concluded that regional integration, having healt has an integration element, still lacks of further engagement of the States members and, also, of the health sector bodies, in order to deal with the inequities and asymmetries of the region...
Descritores: Assistência à Saúde
Mercosul
Organização Internacional
Relações Interinstitucionais
-América do Sul
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Bibliografia
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  5 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-978879
Autor: Masciadri, Viviana.
Título: Panorama sobre el dengue en los Estados miembros del Mercosur (1991-2015) / Overview of dengue in the MERCOSUR Member States, 1991-2015 / Panorama da dengue nos Estados Membros do Mercosul (1991-2015)
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;43:e11, 2019. graf.
Idioma: es.
Projeto: Ministerio de Ciencia, Tecnología e Innovación Productiva y del Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas.
Resumo: RESUMEN Objetivo En la actualidad, el virus del dengue constituye un fenómeno endémico que azota la región del Mercosur. El objetivo de esta investigación es elaborar un diagnóstico sobre la situación epidemiológica causada por el dengue en los Estados miembros y asociados del Mercosur. Métodos Se utilizaron datos estadísticos —tasas de morbilidad por dengue estimadas para el período 1980-2015, y especialmente del período 1991-2015—, junto con un corpus de leyes sanitarias, comerciales, laudos, informes ejecutivos y bibliografía específica. Resultados Se observó que, a excepción de Chile y Uruguay, los países asociados o miembros del Mercosur —principalmente Brasil, que exhibe la mayor incidencia mundial de casos de dengue— necesitan identificar los factores que favorecen el aumento de la propagación de la endemia. Conclusiones Este breve panorama sobre los Estados miembros del Mercosur en el período 1991-2015 se fundamenta en datos macroestructurales que ponderan y, al mismo tiempo, representan el sumatorio de los cuatro elementos establecidos por la OMS y la OPS para el control del dengue: la voluntad política de los Gobiernos, la coordinación intersectorial, la participación de la comunidad y el fortalecimiento de las leyes sanitarias nacionales.

ABSTRACT Objective Dengue virus is an endemic now ravaging the MERCOSUR region. The objective of this research is to assess the epidemiological situation caused by dengue in the MERCOSUR Member States and Associate States. Methods Statistical data were used (estimated dengue morbidity rates for the period 1980-2015, with particular focus on 1991-2015), together with a corpus of health legislation, commercial law, arbitration awards, executive reports, and subject-specific literature. Results It was found that, with the exception of Chile and Uruguay, MERCOSUR members and associate countries (in particular, Brazil, which has the highest incidence of dengue cases in the world) need to identify the factors that favor the increasing spread of this endemic disease. Conclusions This brief overview of the MERCOSUR Member States in the period 1991-2015 is based on a consideration of macrostructural data that represent the sum of the four elements established by WHO and PAHO for dengue control: the political will of governments, intersectoral coordination, community participation, and the strengthening of national health legislation.

RESUMO Objetivo O vírus da dengue é atualmente um fenômeno endêmico que assola a região do Mercosul. O objetivo desta pesquisa foi fazer um diagnóstico da situação epidemiológica da dengue nos Estados Membros e Estados Associados do Mercosul. Métodos O estudo se baseou em dados estatísticos (taxas de morbidade pela dengue estimadas para o período 1980-2015 e, em particular, para o período 1991-2015) e em um corpus de legislação de saúde, legislação comercial, laudos, relatórios executivos e bibliografia específica. Resultados À exceção do Chile e Uruguai, os países associados ou membros do Mercosul, sobretudo o Brasil que tem a maior incidência mundial de dengue, precisam identificar os fatores que favorecem o aumento da propagação da endemia. Conclusões Este breve panorama da dengue nos Estados Membros do Mercosul no período 1991-2015 está fundamentado em dados macroestruturais que ponderam e, ao mesmo tempo, representam o somatório dos quatro componentes estabelecidos pela OMS e OPAS para o controle da dengue: vontade política por parte dos governos, coordenação intersetorial, participação da comunidade e fortalecimento da legislação nacional de saúde.
Descritores: Saúde Pública
Dengue/epidemiologia
-Incidência
Pneus
Mercosul
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-980821
Autor: Guimarães, Samuel Pinheiro.
Título: O mundo multipolar e a integração Sul-Americana / The Multi-polar World and South American Integration
Fonte: Rev. Temas e Matizes;7(14):58-72, 2008.
Idioma: pt.
Resumo: Neste início de século a integração regional e sul-americana volta a ser um dos desafios para as novas gerações. Os países da América do Sul apresentam características históricas semelhantes, seja em termos das desigualdades sociais e das assimetrias inter e intra-nações. Durante o período em que houve o predomínio de governos neoliberais, muitos países da região adotaram políticas desindustrializantes e de desnacionalização que acentuaram ainda mais as desigualdades sócioeconômicas. Todavia, as experiências históricas de integração já realizadas durante o século XX (ALALC, Pacto Andino e MCCA) e as reflexões teóricas e históricas sobre o desenvolvimento contribuem para tornar as diferenças em fatores positivos para uma integração sul-americana orientada pela complementaridade dos fatores produtivos, populacionais e das políticas de Estado. O papel estratégico que o Brasil e a Argentina têm para uma integração sub-regional e sul-americana é essencial para o futuro do Mercosul e da UNASUL, que aponte caminhos distintos aos da NAFTA e da ALCA. Novamente os investimentos em transporte, energia e a criação de um sistema de crédito regional são fundamentais para a superação das assimetrias e do baixo nível de intercâmbio.

In this new century, the regional integration and South American become, once more, one of the challenges for the new generations. The South American countries present similar historical characteristics, in terms of social inequalities and asymmetries of inter and intra-nations. During the period in which there was the predominance of neoliberal governments, many countries in the region adopted policies of denationalization and desindustrialization which aggravated socio-economic inequalities even more. However, the historical experiences of integration during the past century (ALALC, Pacto Andino e MCCA) and the theoretical and historical reflections on the development contribute to making differences in factors positive for a South American integration driven by the complementarity of production, population and policies of state factors. The strategic role that Brazil and Argentina have for a sub-regional and South American integration is essential to the future of Mercosur and UNASUL, which point to different ways of NAFTA and the FTAA. Further, investment in transport, energy and the creation of a regional credit system are essential to overcome the imbalances and the low level of exchange.
Descritores: América do Sul
Iniquidade Social
-Argentina
Fatores Socioeconômicos
Brasil
Mercosul
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  7 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-912476
Autor: Menucci, Daniel Lins.
Título: O regulamento sanitário internacional (2005) e a vigilância em saúde / The International Health Regulations (2005) and Health Surveillance
Fonte: Rev. direito sanit;7(1-3), 20060000.
Idioma: pt.
Resumo: Aborda-se no presente artigo a participação do Brasil e do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL) no processo de revisão do Regulamento Sanitário Internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS), que teve início em 1995 e foi finalizado em maio de 2005. Numa visão retrospectiva ­ a partir do exame documental e de relatos da experiência do autor, enquanto testemunha ocular desse processo ­ são analisadas as principais mudanças introduzidas neste instrumento de direito internacional, bem como as medidas necessárias para a sua implementação em cada país e, especificamente, no Brasil. As conclusões apontam para a necessidade de uma ampla articulação entre os diversos segmentos do setor de saúde e demais setores envolvidos no tráfego e comércio entre países, além da cooperação internacional e do apoio da própria OMS, objetivando evitar a propagação internacional de doenças e seus agentes patógenos.
Descritores: Regulamento Sanitário Internacional
Cooperação Técnica
-Brasil
Planejamento em Saúde
Mercosul
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  8 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-905091
Autor: Ministerio de Salud de la Nación. Dirección Nacional de Capital Humano y Salud Ocupacional.
Título: La construcción de la matriz mínima de datos de profesionales de la salud del MERCOSUR desde sus inicios hasta el 2014 en Argentina, Brasil y Uruguay / The construction of the minimum data matrix of health professionals of MERCOSUR from its inception until 2014 in Argentina, Brazil and Uruguay.
Fonte: Buenos Aires; Ministerio de Salud de la Nación;Dirección Nacional de Capital Humano y Salud Ocupacional; 2015. 170 p. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Este libro presenta una sistematización de los logros alcanzados en la tarea de armonizar las normas de regulación profesional en salud en los países del MERCOSUR en el período 2012-2014. La Organización Panamericana de la Salud/Organización Mundial de la Salud (OPS/OMS) ha venido acompañando y estimulando este proceso, el cual puede considerarse de alto nivel de calidad en la construcción de mecanismos de consenso entre países, específicamente en el campo de las políticas sanitarias.
Descritores: Pessoal de Saúde
Mercosul
-Argentina
Brasil
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Prática Profissional
Uruguai
Trabalho
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-884901
Autor: Williams, Guillermo; Duré, Isabel; Dursi, Carolina.
Título: Médicos en argentina red federal de registros de profesionales de la salud / Doctors in Argentina federal network of records of health professionals.
Fonte: Buenos Aires; Observatorio de Recursos Humanos en Salud ­ Ministerio de Salud de la Nación; 2014. 10 p. graf.
Idioma: es.
Resumo: En el año 2004, los países del MERCOSUR firman un acuerdo mediante el cual se establece que los estados parte deben disponer de una cantidad de datos mínimos2 de los profesionales de la salud en caso de que un profesional desee migrar de un país a otro. En esta situación es el país de origen quien debe aportar estos datos al estado al que migrará ese profesional. La Matriz Mínima fue adoptada por Argentina mediante la Resolución Ministerial 604 del año 2005. El proceso de consolidación de la matriz mínima en nuestro país requirió la creación de un sistema de registro de profesionales de alcance nacional, que comenzó a gestarse en el año 2008, a partir de la firma de convenios con las diferentes provincias. A través de los mismos se acuerda la incorporación de los datos de la matriz mínima en los registros provinciales y su carga en el Sistema Integrado de Información Sanitaria Argentina (SIISA). De este modo nace lo que se denomina Red Federal de Registros de Profesionales de la Salud (REFEPS).
Descritores: Médicos
Prática Profissional
-Argentina
Pessoal de Saúde
Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos
Migração Humana/estatística & dados numéricos
Armazenamento e Recuperação da Informação
Mercosul
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 31 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-884810
Autor: Ministerio de Salud de la Nación. Dirección Nacional de Capital Humano y Salud Ocupacional.
Título: La construcción de la matriz mínima de datos de profesionales de la salud del MERCOSUR desde sus inicios hasta el 2014 en Argentina, Brasil y Uruguay / The construction of the minimum data matrix of health professionals of MERCOSUR from its beginnings until 2014 in Argentina, Brazil and Uruguay.
Fonte: Buenos Aires; Ministerio de Salud de la Nación;Dirección Nacional de Capital Humano y Salud Ocupacional, 2015; 2015. 170 p. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Este libro presenta una sistematización de los logros alcanzados en la tarea de armonizar las normas de regulación profesional en salud en los países del MERCOSUR en el período 2012-2014. La Organización Panamericana de la Salud/Organización Mundial de la Salud (OPS/OMS) ha venido acompañando y estimulando este proceso, el cual puede considerarse de alto nivel de calidad en la construcción de mecanismos de consenso entre países, específicamente en el campo de las políticas sanitarias.
Descritores: Recursos Humanos em Saúde
Mercosul
Prática Profissional
-Argentina
Brasil
Recursos Humanos em Saúde/tendências
Pessoal de Saúde
Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos
Prática Profissional/história
Prática Profissional/estatística & dados numéricos
Uruguai
Trabalho
Trabalho/história
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde