Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP9.090 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 158 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 16 ir para página                         

  1 / 158 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1087784
Autor: Perú. Presidencia de la República.
Título: Decreto supremo que declara en Emergencia Sanitaria a nivel nacional por el plazo de noventa (90) días calendario y dicta medidas de prevención y control del COVID-19 / Supreme decree that declares a National Health Emergency for a period of ninety (90) calendar days and dictates prevention and control measures of COVID-19.
Fonte: Lima; Perú. El Peruano; 20200300. 2 p.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene las declaratoria de emergencia, las medidas de prevención y control para evitar la propagación del COVID-19, así como el fortalecimiento de la gestión sanitaria internacional
Descritores: Controle de Doenças Transmissíveis
Estado de Alerta em Emergências
Normas Jurídicas
COVID-19
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  2 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1127655
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Oficina General de Tecnologías de la Información; .Oficina de Gestión de la Información. Biblioteca.
Título: Boletín temático normativo en COVID-19, N° 1 (Enero-junio 2020) / Regulatory thematic bulletin on COVID-19, N ° 1 (January-June 2020).
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20200800. 31 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El documento compila cronológicamente la normatividad legal-administrativa de salud, del diario oficial El Peruano y normas internas de la institución, de acuerdo al tema de COVID-19, correspondiente al primer semestre 2020.
Descritores: Impactos na Saúde
Normas Jurídicas
COVID-19
Legislação como Assunto
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  3 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1087776
Autor: Perú. Presidencia de la República.
Título: Decreto supremo que establece medidas para asegurar la continuidad de las acciones de prevención, control, diagnóstico y tratamiento del Coronavirus - COVID-19. (D.S. N° 012-2020-SA del 01-04-20 según Fe de Erratas, antes D.S. N. 013-2020-SA) / Supreme Decree establishing measures to ensure the continuity of the actions for the prevention, control, diagnosis and treatment of Coronavirus - COVID-19.
Fonte: Lima; Perú. El Peruano; 20200400. 4 p.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene las normas reglamentarias para asegurar la continuidad de las acciones en la prevención, control, diagnóstico y tratamiento del Coronavirus en el ámbito del Sector Salud. (D.S. N° 012-2020-SA del 01-04-20 según Fe de Erratas, antes D.S. N. 013-2020-SA).
Descritores: Doenças Transmissíveis
Normas Jurídicas
COVID-19
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  4 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1087785
Autor: Perú. Presidencia de la República.
Título: Medidas Urgentes Destinadas a Reforzar el Sistema de Vigilancia y Respuesta Sanitaria frente al Grave Peligro de la Propagación de la Enfermedad Causada por un Nuevo Coronavirus / Urgent Measures to Strengthen the Health Surveillance and Response System against the Serious Danger of the Spread of the Disease Caused by a New Coronavirus.
Fonte: Lima; Perú. El Peruano; 20200300. 8 p.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene los objetivos, la rectoría, las transferencia de partidas, el procedimiento para la aprobación institucional y otros destinados a reforzar el sistema de vigilancia y respuesta sanitaria frente a la propagación de la enfermedad COVID-19.
Descritores: Vigilância Sanitária
Estado de Alerta em Emergências
Normas Jurídicas
COVID-19
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  5 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1284498
Autor: Perú. Ministerio de Salud.
Título: Reglamento para la atención de reclamos y quejas de los usuarios de IAFAS, IPRESS y UGIPRESS, públicas, privadas y mixtas: Decreto Supremo Nº 030-2016-SA / Regulation for the attention of complaints and complaints from users of IAFAS, IPRESS and UGIPRESS, public, private and mixed: Supreme Decree No. 030-2016-SA.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; Set. 2017. 41 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación consta de tres capítulos, cuarenta y dos artículos, cuatro disposiciones complementarias finales, tres disposiciones complementarias transitorias, una disposición complementaria modificatoria, una disposición complementaria derogatoria y tres anexos, que forman parte integrante del presente decreto supremo
Descritores: Defesa do Paciente
Qualidade da Assistência à Saúde
Administração Pública
Direitos do Paciente
Normas Jurídicas
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  6 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1102401
Autor: Moraes, Rodrigo Fracalossi de.
Título: Medidas legais de incentivo ao distanciamento social: comparação das políticas de governos estaduais e prefeituras das capitais no Brasil / Nota Técnica n. 16 (Dinte): Medidas legais de incentivo ao distanciamento social: comparação das políticas de governos estaduais e prefeituras das capitais no Brasil / Português.
Fonte: Brasília; IPEA; abr. 2020. 43 p. ilus. (Nota Técnica / IPEA. Dinte, 16).
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho apresenta um índice que mede o grau de rigidez de medidas legais de distanciamento social adotadas em função da pandemia de Covid-19 e o aplica para comparar medidas adotadas por governos estaduais e prefeituras das capitais no Brasil. O índice é composto por seis variáveis: restrições a eventos e atividades culturais, esportivas ou religiosas; restrições ao funcionamento de bares e restaurantes; restrições ao comércio em geral; restrições sobre atividades industriais; suspensão de aulas; e restrições ao transporte terrestre, fluvial e marítimo de passageiros. O estudo conclui que, após a declaração pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de que a infecção causada pelo Covid-19 era uma pandemia, estados e capitais passaram a adotar diversas medidas de distanciamento social, embora em momentos e com graus de rigor distintos. Ao se comparar os estados, conclui-se que Acre, Alagoas, Ceará, Goiás, Maranhão, Pernambuco, Santa Catarina e Sergipe foram os que adotaram medidas legais mais restritivas. Ao se comparar as capitais, as medidas mais restritivas foram adotadas por Belo Horizonte, Boa Vista, Cuiabá, João Pessoa, Porto Alegre, Porto Velho, Rio de Janeiro e Teresina. Os dados indicam também que a relação entre as políticas dos estados e as das capitais tende a ser inversa, ou seja, medidas mais restritivas em uma capital, por exemplo, tendem a estar associadas a medidas menos restritivas nos estados. Isto decorre de um dos seguintes fatores: políticas não precisaram ser restritas nas capitais, pois políticas estaduais foram consideradas suficientes; ou políticas nas capitais precisaram ser restritas, pois as políticas estaduais foram consideradas insuficientes. Os dados também sugerem que medidas legais de distanciamento social contribuíram para que o isolamento social se ampliasse. Por fim, o texto faz um conjunto de recomendações, enfatizando a necessidade de que políticas de distanciamento social devem se basear na evidência disponível e que, conforme a realização maciça de testes produzir dados, deve-se pensar em uma estratégia de saída da política de quarentena.
Descritores: Quarentena
Infecções por Coronavirus
Coronavirus
Normas Jurídicas
Federalismo
ALLYLAMINE0ABDOMINAL INJURIES
Pandemias
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1


  7 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Id: biblio-1088661
Autor: França Tarragó, Omar Edwin; Crestanello Cánepa, Francisco Alfredo; Müller Gras, Augusto José; Silveri Mazzanti, Asdrúbal; Pons Chirigliano, José Enrique.
Título: El problema del sobrepeso y la obesidad en la niñez y adolescencia: una mirada desde la bioética / The problem of overweight and obesity in childhood and adolescence: a look from bioethics / O problema do sobrepeso e a obesidade na infância e adolescência: um olhar desde a bioética
Fonte: An. Facultad Med. (Univ. Repúb. Urug., En línea);4(1):55-95, jul. 2017. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La prevención, el diagnóstico y el tratamiento del sobrepeso y la obesidad, tienen componentes bioéticos que, a juicio de los autores, no han merecido suficiente análisis. En la niñez y adolescencia este encare tiene características diferentes que en la edad adulta, que hacen necesario un análisis específico. Este trabajo se propone identificar los componentes bioéticos más importantes del encare de este problema sanitario en estas edades, introducirlos en la consideración pública, y hacer algunos aportes de carácter inicial a su análisis, que no pretenden agotar el tema. Para ubicarse en la importancia del mismo, repasa los índices que definen el sobrepeso y la obesidad en la niñez y adolescencia, su prevalencia en América Latina, Uruguay y el Mundo, y los requerimientos en alimentación y en actividad física para ellas. Luego analiza las responsabilidades que en estas dos materias la ética marca a los diversos actores sociales (padres, educadores, profesionales de la salud, productores y comercializadores de alimentos y Estado), enumera las acciones éticamente deseables que derivan de esas responsabilidades, señala la existencia de factores que las circunscriben a los ámbitos de lo posible y lo realizable, y las contrasta con algunos ejemplos de acciones éticamente reprobables que se observan en la práctica. El trabajo finaliza con un inventario de lo que en Uruguay se ha hecho en esta materia y con el análisis de en qué medida se ajusta a lo que marca la ética.

The prevention, diagnosis and treatment of overweight and obesity, have bioethical components that, in the authors' opinion, have not deserved sufficient analysis. In childhood and adolescence this approach has different characteristics than in adulthood, which makes a specific analysis necessary. This paper aims to identify the most important bioethical components of this health problem at these ages, to introduce them into public consideration, and to make some initial contributions to its analysis, which do not attempt to exhaust the topic. To focus on its importance, it reviews the indexes that define overweight and obesity in childhood and adolescence, prevalence in Latin America, Uruguay and the World, and the requirements for food and physical activity for them. Then, it analyzes the responsibilities that ethics assigns to the various social actors (parents, educators, health professionals, producers and marketers of food and the State) in these two matters, lists the ethically desirable actions that derive from those responsibilities, points out the existence of factors that circumscribe them to the scopes of the possible and the achievable, and contrasts them with some examples of ethically reprehensible actions that are observed in practice. The work ends with an inventory of what it has been done in Uruguay in this area and with the analysis of the extent to which it conforms to what ethics marks.

Prevenção, diagnóstico e tratamento do sobrepeso e obesidade têm componentes bioéticos, os quais, na opinião dos autores, não têm recebido análise suficiente. Na infância e na adolescência esta abordagem, por possuir características diferentes que na idade adulta, exige uma análise específica. Este trabalho tem como objetivo identificar as componentes bioéticas mais importantes deste problema sanitário nessas idades, introduzi-los na consideração pública e fazer algumas contribuições iniciais para sua análise, sem pretender esgotar o assunto. Para destacar sua importância, reveem-se os indicadores que definem o sobrepeso e a obesidade na infância e na adolescência, sua prevalência na América Latina, Uruguay e o mundo e os requerimentos nutricionais e de atividade física para essas idades. Depois, analisam-se as responsabilidades que a ética impõe sobre essa matéria aos diversos atores sociais (pais, educadores, profissionais da saúde, produtores e comercializadores de alimentos e estado), enumeram-se as ações eticamente desejáveis que derivam dessas responsabilidades, assinala-se a existência de fatores que as circunscrevem aos âmbitos do possível e do realizável e comparam-se com exemplos de condutas eticamente reprováveis observadas na prática. Encerra-se o trabalho com um inventário do que foi realizado em Uruguay sobre o assunto e uma análise da medida em que isso está ajustado a ética.
Descritores: Temas Bioéticos
Sobrepeso/prevenção & controle
Sobrepeso/epidemiologia
Obesidade Pediátrica/prevenção & controle
Obesidade Pediátrica/epidemiologia
-Responsabilidade Social
Uruguai
Exercício Físico
Prevalência
Normas Jurídicas
Dieta Saudável
Necessidades Nutricionais
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  8 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1281532
Autor: Uruguay. Ministerio de Salúd Pública. Dirección General de Salud.
Título: Manual de fiscalización para el control del tabaco / Inspection manual for tobacco control.
Fonte: [Montevideo]; Ministerio de Salud Pública; 2017. 47 p. ilus, tab.
Idioma: es.
Descritores: Controle e Fiscalização de Produtos Derivados do Tabaco
-Uruguai
Normas Jurídicas
Redução do Consumo de Tabaco
Limites: Humanos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina
UY1.1; 34T, MAN; UY1.1; WM290, MAN


  9 / 158 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131795
Autor: Silva, Eduardo Jannone da; Carneiro, Larissa de Almeida; Jacob, Regina Tangerino de Souza.
Título: O Poder Judiciário e o acesso ao Sistema de Frequência Modulada: uma análise sobre a efetivação das políticas públicas em saúde auditiva / The Judiciary and access to the Frequency Modulation System: an analysis of the effectiveness of public policies on hearing health
Fonte: Audiol., Commun. res;25:e2252, 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo conhecer como se deu o processo de criação de políticas públicas em saúde auditiva no Brasil, bem como a influência do Poder Judiciário na concretização do acesso, pela pessoa com deficiência auditiva, ao Sistema de Frequência Modulada (Sistema FM) e para utilização em ambiente escolar. Métodos estudo qualitativo exploratório, por meio do qual foi realizado, inicialmente, um levantamento normativo nos sítios eletrônicos da Presidência da República, Câmara dos Deputados e Ministério da Saúde, visando identificar, no período compreendido entre outubro de 1988 e outubro de 2019, a existência de normas que versassem sobre a criação de políticas públicas em saúde auditiva. Foi realizado, em complemento, levantamento jurisprudencial nos sítios eletrônicos de Tribunais de Justiça, Tribunais Regionais Federais e Tribunais Superiores, visando identificar, no período compreendido entre janeiro de 2000 e outubro de 2019, a existência de decisões judiciais que versassem sobre acesso ao Sistema FM, via Sistema Único de Saúde (SUS). Resultados foi possível identificar dez instrumentos normativos que tratavam, especificamente, da criação de políticas públicas em saúde auditiva, além de seis decisões judiciais, cujos méritos consistiam, propriamente, no acesso ao Sistema FM, via SUS. Conclusão o Poder Judiciário tem papel fundamental na concretização do acesso ao Sistema FM pela pessoa com deficiência auditiva, uma vez que sua atuação suprime omissões dos outros Poderes e impede que políticas públicas já concebidas contemplem restrições contrárias à Constituição Federal.

ABSTRACT Purpose to know how the process of creating public policies on Hearing Health in Brazil, and the influence of the Judiciary Power for the access by the hearing impaired person and the use in the school environment, concerning the Frequency Modulation (FM) System. Methods an exploratory qualitative study through which a normative survey was initially carried out - on the websites of the Presidency, the Chamber of Deputies and the Ministry of Health - aiming to identify, from October 1988 to October 2019, the existence of norms dealing with the creation of public policies on Hearing Health. Also, a jurisprudential survey was carried out - on the websites of Courts of Justice, Federal Regional Courts, and Superior Court of Justice - to identify the existence of court decisions dealing with access to the FM System via the Unified Health System in the period from January 2000 to October 2019. Results We identified ten normative instruments that dealt specifically with the creation of public policies on Hearing Health, as well as six court decisions whose merits consisted of access to the FM System via the Unified Health System. Conclusion The Judiciary has a fundamental role in achieving access to the FM System for people with hearing impairment since its performance suppresses omissions provided by other Powers and prevents public policies already designed to contemplate restrictions contrary to the Federal Constitution.
Descritores: Correção de Deficiência Auditiva
Instituições Acadêmicas
Equipamentos de Autoajuda
Pessoas com Deficiência Auditiva/legislação & jurisprudência
Acesso Universal aos Serviços de Saúde
Decisões Judiciais
Poder Judiciário
Judicialização da Saúde
Política de Saúde/legislação & jurisprudência
-Sistema Único de Saúde
Redes de Comunicação de Computadores
Brasil
Implantes Cocleares
Normas Jurídicas
Limites: Humanos
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  10 / 158 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1224410
Autor: Guatemala. Ministerio de Salud Pública y Asistencia Social. Dirección General de Regulación, Vigilancia, Acreditación y Control de la Salud.
Título: Manual de organización y funciones: Departamento de Regulación, Acreditación y Control de Establecimientos de salud / Organization and functions manual: Department of Regulation, Accreditation and Control of Health Establishments.
Fonte: Guatemala; MSPAS; feb. 2021. 62 p.
Idioma: es.
Resumo: Un poco apagado, que dificulta un poco la lectura. Entre los diversos objetivos del reglamento, está la de servir de inducción al nuevo personal de la unidad, puesto que da sentido al trabajo, desde los aspectos: técnicos, administrativos y legales. Específicamente el objetivo general es: tener un documento técnico de gestión institucional que describa y establezca la organización, funciones generales y específicas de cada unidad y puesto de trabajo. Contiene la base legal del departamento en cuestión, así como los antecedentes del mismo; se describen además, su visión y misión, objetivos generales y específicos, así como las funciones del mismo. Incluye la estructura organizacional, organigrama, así como una detallada descripción de los puestos de mando, técnicos y administrativos. Otro tanto se hace con cada unidad del departamento.
Descritores: Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Administração de Serviços de Saúde/normas
Administração de Instituições de Saúde/métodos
-Normas Jurídicas
Guatemala
Manuais como Assunto
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: GT1.1 - Biblioteca y Centro de Información



página 1 de 16 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde