Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP9.180.010 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 13 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 13 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1100675
Autor: Amaya, Andrea Catalina León.
Título: Legislações e abordagens institucionais em violência contra as mulheres no sistema de justiça: experiências na América Latina / Texto para Discussão (TD) 2552: Legislações e abordagens institucionais em violência contra as mulheres no sistema de justiça: experiências na América Latina / Português.
Fonte: Brasília; IPEA; 2020. 55 p. ilus. (Texto para Discussão / IPEA, 2552).
Idioma: pt.
Resumo: O presente texto versa sobre as experiências na América Latina na temática de violência contra as mulheres no que concerne a legislações e abordagens institucionais no sistema de justiça, com enfoque em seis países: Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Guatemala e Uruguai. O texto é produto de revisão documental e bibliográfica para desenho de pesquisa no âmbito do projeto O Poder Judiciário no Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra Mulheres, desenvolvido pelo Ipea em parceria técnica com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A partir do estudo de documentos internacionais, legislações e pesquisas institucionais e acadêmicas sobre o tema, apresentam-se as relações normativas e práticas dos países às recomendações internacionais do Comitê de Experts (Cevi), do Mecanismo de Seguimento da Convenção de Belém do Pará (MESECVI). Embora se verifiquem adequações às recomendações internacionais, as reflexões orientam para a força dos elementos locais na aplicação do transnacional, uma vez que interposições estruturais e valorativas definem distanciamentos normativos e institucionais.

This current work deals with experiences in Latin America on the theme of violence against women, concerning legislation and institutional approaches in the justice system, focusing on six countries: Argentina, Brazil, Colombia, Costa Rica, Guatemala and Uruguay. The text is the product of a documental and bibliographic review for research design within the scope of the project The Judiciary in Confronting Domestic and Family Violence against Women, developed by Ipea in technical partnership with the National Council of Justice (CNJ). Based on the study of international documents, legislation and institutional and academic research on the subject, the normative and practical relations of the countries are presented to the international recommendations of the Committee of Experts (Cevi), of the Follow-Up Mechanism to the Belém do Pará Convention (MESECVI). Although there are adjustments to the international recommendations, the reflections guide to the strength of local elements in the application of the transnational, since structural and evaluative interpositions define normative and institutional distances.
Descritores: Medidas de Segurança
Mulheres
Violência Doméstica
Defensoria Pública
Violência contra a Mulher
Violência de Gênero
-América Latina/epidemiologia
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1


  2 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: lil-637489
Autor: Anon.
Título: NORMATIVA / Normative
Fonte: Med. leg. Costa Rica;26(2):125-138, sep. 2009.
Idioma: es.
Descritores: Direitos Civis/legislação & jurisprudência
Privacidade/legislação & jurisprudência
Vítimas de Crime/legislação & jurisprudência
Crime
Normas Jurídicas
Defensoria Pública
Julgamento
Tipo de Publ: Caso Julgado
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  3 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: lil-637487
Autor: Castro Fernández, Juan Diego.
Título: ¿Inseguridad o temor?: Impunidad, politiquería y posibles soluciones / Insecurity or fear? Impunity, politicking and possible solutions
Fonte: Med. leg. Costa Rica;26(2):99-109, sep. 2009. tab.
Idioma: es.
Resumo: En los últimos quince años la inseguridad que soporta la sociedad costarricense, se ha agravado de manera vertiginosa, mientras la política criminal de los últimos gobiernos ha sido inconsistente e ineficaz. Algunos sostienen que el problema es más de percepción o de simple temor, aunque de julio de 2007 a julio de 2008, el 28% de los hogares del país, manifestaron haber sido víctimas de algún tipo de delito o agresión, mientras en 1997 ese porcentaje era del 15%, además el nivel de respuesta judicial a las víctimas de la delincuencia no supera el 10% y la impunidad ha crecido exageradamente. Las soluciones a nivel legislativo, policial, judicial y carcelario, son sencillas, pero tienen un gran obstáculo: la falta de voluntad de los dirigentes políticos.

Over the past fifteen years, the insecurity that supports Costa Rican society, has worsened dramatically, while the criminal policy of recent governments has been inconsistent and ineffective. Some mantain that the problem is of perception or simple fear, but from July 2007 to July 2008, 28% of of the homes of these country said that they had been victims of any crime or aggression, while in 1997 this percentage was of 15%. Also the judicial level of answer to the victims of delinquency does not superpasse 10% and impunity has grown excessively. The solutions at the legislative, police, judiciary and prisons levels are simple but they have a great obstacle: the lack of will of politician leaders.
Descritores: Política
Direitos Civis/legislação & jurisprudência
Costa Rica
Defensoria Pública
Violações dos Direitos Humanos/legislação & jurisprudência
Direitos Humanos/legislação & jurisprudência
Delinquência Juvenil/legislação & jurisprudência
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  4 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-949830
Autor: Mozzaquatro, Caroline de Oliveira; Alves, Amanda Pansard; Lucca, Gerusa Morgana Bloss; Christofari, Gabriela Clerici; Arpini, Dorian Mônica.
Título: Reflexões acerca da demanda atendida por um serviço de psicologia em uma assistência judiciária gratuita / Reflections about attended demand of a service of psychology in a free judicial assistance
Fonte: Aletheia;(46):159-173, jan.-abr. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: A participação da Psicologia no campo jurídico não é recente. Contudo, cada vez mais se percebe a importância desta articulação, a qual pode ser vislumbrada, por exemplo, na prática da mediação. O objetivo deste artigo é caracterizar a demanda atendida pelo serviço de Psicologia, que tem a mediação como uma de suas atividades em um Núcleo de Assistência Judiciária de uma instituição federal de ensino superior. A pesquisa, teve caráter quantitativo e foi realizada através de análise documental. Os resultados apontam que a maioria da procura pelo serviço foi de mulheres. A maior demanda foi relacionada à pensão alimentícia, porém demandas de guarda, visitação dos filhos e separação conjugal também estiveram presentes. Afinal, destaca-se que a aproximação entre Direito e Psicologia pode possibilitar um manejo mais adequado dos casos que envolvem conflitos familiares, além de permitir a desconstrução de papéis familiares rígidos, favorecendo uma resolução de conflitos de forma mais positiva.

The participation of Psychology in the legal field is not recent, however, it is becoming noticeable the importance of this articulation which can be seen, for example, in the mediation practice. The objective of this paper is to characterize the satisfied demand of a Psychology service, which has mediation as one of its activities on a Legal Aid Center of a federal institution of higher education. The research had a quantitative character, and was conducted through a documental analysis. The results indicated that women were the majority of the demand for the service. The main demand was related to child support, but custody, children visits, and marital separation were also present. After all, it is highlighted that the approximation between Law and Psychology can provide a more appropriate handling of cases involving family disputes, by allowing the deconstruction of rigid family roles, which favors a positive conflict resolution.
Descritores: Poder Familiar
Defensoria Pública
Relações Familiares
-Psicologia
Custódia da Criança
Divórcio
Direitos Civis
Conflito Familiar
Limites: Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  5 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-877440
Autor: Lima, Ítalo Emanuel Pinheiro de(edt); Bacural, Rayane Pereira(edt); Sousa, Fernanda Indira Sampaio Pacífico de(edt); Lima, Karla Daniely Silva(edt).
Título: Uma experiência da psicologia com mediação de conflitos: estágio em psicologia e processos de gestão / An experience of Psychology with conflict mediation: internship in psychology and management processes
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);8(2):129-135, jul.-dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: O estágio supervisionado tem como objetivo promover o desenvolvimento de habilidades e competências necessárias para a formação do estudante de psicologia, tornando-se um momento crucial de transição entre o papel estudantil e profissional. O presente trabalho consiste em um relato da experiência decorrente das práticas de estágio desenvolvidas durante três semestres pelos alunos do curso de Psicologia do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio matriculados na ênfase Psicologia e Processos de Gestão. Buscaremos aqui discutir a configuração do serviço de mediação de conflitos como prática institucional, a entrada da psicologia e estruturação de suas atividades no cotidiano do campo de estágio e os reflexos desse trabalho na dinâmica organização. Como estratégias metodológicas foram utilizadas as supervisões acadêmicas, como lugar de sistematização dos fenômenos e discussão das práticas, além dos registros de campo trazidos pelos estagiários. Consideramos que o espaço construído pela Psicologia no campo de estágio promoveu significativas mudanças não só na dimensão operacional, mas também em elementos nos níveis estratégicos e políticos da instituição e da profissão, possibilitando uma prática mais alinhada com os princípios que orientam a Defensoria Pública como local de acesso e promoção da cidadania.

The supervised internship aims to promote the development of skills and competences necessary for the training of psychology students, becoming a crucial moment of transitionbetween student and Professional roles. The present work consists of an account of the experience derived fromthe internship practices developed during three semesters by the students of Psychology course of the University Center Dr. Leão Sampaio, matriculate in the emphasis Psychology and Management Processes. We Will discuss here the configuration of the conflict mediation service as an institutional practice, the entrance of the Psychology in the service and structuring of its activities in the daily life of the internship field and the reflexes of this work in the dynamic organization. As methodological strategies, academic supervision was used as a place to systematize the phenomena and discuss the practices, as well as the field records brought by the trainees. We believe that the space built by psychology in the field of internship has promoted significant changes not only in the operational dimension, but also in elements at the strategic and political levels of the institution and profession, enabling a practice more aligned with the principles that guide public advocacy as a place of access to and promotion of citizenship.
Descritores: Internato e Residência
Psicologia
-Negociação
Defensoria Pública
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  6 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-842129
Autor: Gonçalves, Marcos Antonio Barbieri; Guzzo, Raquel Souza Lobo.
Título: A Defensoria Pública e Cuidados em uma Relação de Cuidado: Um Estudo de Caso / The Public Defender in a Care Relationship: a Case Study / La Defensa Pública en una Relación de Cuidado: un Estudio de Caso
Fonte: Psicol. ciênc. prof;37(1):236-247, jan.-mar. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A Defensoria Pública ocupa lugar em processos judiciais de destituição do poder familiar atuando majoritariamente em favor dos pais de famílias pobres. O psicólogo na Defensoria que atua em processos judiciais é chamado de assistente técnico. O objetivo do presente artigo é discutir concepções pertinentes à atuação do psicólogo na Defensoria a partir do lugar processual do assistente técnico, especialmente compreendido dentro das políticas públicas que trabalham com famílias necessitadas nos termos da lei. Para tanto, foi feito um estudo de caso com pesquisa documental qualitativa em busca das ações radicais possíveis. Os dados e as ações foram pensados à luz das teorias winnicottianas do desenvolvimento e do conceito de juízes anexos, de Foucault. O discurso dominante na Psicologia mantém a lógica de legislações anteriores ao Estatuto da Criança e do Adolescente, em que se culpabiliza a família pobre em processos de destituição do poder familiar. O assistente técnico figurou como importante ator para a inserção, no sistema de justiça, da compreensão de que um bebê não é um bebê sozinho, mas será sempre acompanhado de seus principais cuidadores, pessoas de quem ele depende e que são sujeitos que pretendem desfrutar de uma sociedade livre. A prática comunitária produziu o efeito de criar soluções para a situação que gerou sofrimento aos membros de uma família. Concluímos que teorias que associam pobreza e incapacidade de cuidar dos filhos funcionam de modo similar aos códigos minoristas anteriores ao Estatuto da Criança e do Adolescente...(AU)

Abstract The Public Defender takes place in lawsuits of destitution of the family power acting largely in favor of the parents of poor families. The psychologist at Public Defender that acts in legal proceedings is called technical assistant. The purpose of this article is to discuss pertinent concepts to the psychologist’s activities in Public Defender from the procedural place of the technical assistant, especially understood within the public policies that work with needy families in accordance with law. To that end, we made a case study with qualitative documental research searching for possible radical actions. The data and actions were thought in the light of Winnicott’s development theories and the concept of attachments judges, by Foucault. The dominant discourse in psychology maintains the logic of previous legislation to the Statute of Children and Adolescents, in which blames the poor family in the family power dismissal processes. The technical assistant figured as an important actor for the inclusion, in the justice system, of the understanding that a baby is not a baby alone, but will always be accompanied by their primary caregivers, people he depends and which are subject wishing to enjoy a free society. The community practice had the effect of creating solutions to the situation that caused suffering to family members. We conclude that theories linking poverty and inability to take care of the children, they work in a similar way as minorists codes previous to Child and Adolescent Statute....(AU)

Resumen La Defensa Pública tiene lugar en la destitución del poder familiar actuando en gran medida a favor de los padres de familias pobres. El psicólogo de la Defensa Pública que actúa en los procedimientos legales se llama asistente técnico. El propósito de este artículo es discutir los conceptos pertinentes para la accíon del psicólogo en la Defensa Pública desde el lugar de asistente técnico, entendido sobre todo dentro de las políticas públicas que trabajan con las familias necesitadas de conformidad com la ley. A tal efecto, se realizó un estudio de caso con la investigación cualitativa documental en busca de posibles acciones radicales. Los datos y las acciones fueron diseñados a la luz de las teorías de desarrollo de Winnicott y el concepto de los jueces adjuntos, de Foucault. El discurso dominante en psicología mantiene la lógica de la legislación anterior en el Estatuto de los Niños y Adolescentes, en el que culpa a la familia pobre en los procesos de despido de alimentación de la familia. El asistente técnico hay figurado como un actor importante para la inclusión, en el sistema de justicia, de la comprensión que un bebé no es un bebé solo, pero siempre estará acompañado por sus cuidadores primarios, la gente que depende y que están deseando sujetos a disfrutar una sociedad libre. La práctica comunitaria produjo el efecto de crear soluciones a la situación que causó sufrimiento a los familiares. Llegamos a la conclusión de que las teorías que vinculan la pobreza y la incapacidad para cuidar de los niños trabajan de una manera similar a los códigos anteriores minoritas el Estatuto de los Niños y Adolescentes....(AU)
Descritores: Encenação
Defesa da Criança e do Adolescente
Família
Decisões Judiciais
Ministério Público
Defensoria Pública
-Avaliação de Processos em Cuidados de Saúde
Corporações Profissionais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-829373
Autor: Blum, Vera Lucia; Rocha, Pâmela Cristina da.
Título: As Possibilidades da Escuta Psicanaliticamente Orientada no Âmbito da Defensoria Pública / The Possibilities of Psychoanalytically Oriented Listening in the Public Defender’ Offices / Las Posibilidades de la Escucha Psicoanalíticamente Orientada en el Ámbito de la Defensoría Pública
Fonte: Psicol. ciênc. prof;36(4):946-956, out.-dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo faz uma reflexão sobre a função da escuta psicanalítica em um contexto em que os pedidos de ajuda precisam ser traduzidos em demanda jurídica. A experiência sobre a qual se baseia esta reflexão provém da prática de estágio de alunos do último ano do curso de Psicologia da Universidade Federal de Mato Grosso na Defensoria Pública do Estado. Posto que a finalidade da Defensoria Pública é defender os direitos dos cidadãos, o artigo parte da hipótese de que por trás do pedido de garantia de direitos se encontram conflitos de interesses, os quais sinalizam certa dificuldade de quem pede ajuda ao Estado para lidar com os impasses resultantes dos (des)encontros com a alteridade. É essa hipótese que justifica as ideias psicanalíticas mobilizadas neste artigo. A prática dos estagiários de Psicologia, que estimula o fluxo enunciativo do conflito, parece se contrapor à prática dos operadores do Direito, que precisam circunscrever os conflitos em termos jurídicos. Todavia, a experiência vem sinalizando que a escuta psicanalítica, ao promover a circulação da palavra, trabalha no sentido de fazer emergir um sujeito que responde por sua situação, na perspectiva de que a solução técnico-jurídica dada ao conflito possa produzir efeitos de cidadania....(AU)

Abstract This article reflects upon the function of a psychoanalytically oriented listening in a context where the demand for help must be translated into a juridical language. This reflection is based on an experience of a practical curricular training of students from the last year of Psychology undergraduate course at the Federal University of Mato Grosso (Brazil) at the public defender’s office. Given that the goal of the public defender’s office is to ensure the rights of the citizens, this article works on the hypothesis that behind these demands for help there are conflicts of interests which highlights the vulnerability from the ones asking for state assistance to deal with troubles resulted from their (mis)matches with alterity. This hypothesis justifies the psychoanalytical ideas set in motion in this article. The practice of these Psychology students, that elicits an enunciation flow of the conflict, seems to be the opposite of the practice by juridical system operators, who need to translate the conflict into juridical and objective terms. Nonetheless, the experience has been indicating that a psychoanalytically oriented listening, when it comes to promote the circulation of the speech, is capable to work towards the emergence of a subject responsible for its own situation in such a way that the technical-juridical solution given to these kinds of conflicts can operate citizenship effects....(AU)

Resumen Este artículo reflexiona sobre el papel de la escucha psicoanalítica en un contexto en que la demanda por ayuda debe traducirse en una demanda jurídica. La experiencia sobre la cual se basa este análisis proviene de la práctica curricular de los estudiantes del último año de Psicología en la Universidad Federal de Mato Grosso, Brasil, en el contexto de la Defensoría Pública del Estado. Puesto que el propósito de la Defensoría Pública es garantizar los derechos de los ciudadanos, el artículo comienza con la suposición de que detrás de la demanda de garantía de los derechos hay conflictos de interés, lo que indica cierta dificultad de los que piden ayuda al Estado para solucionar las cuestiones que resultan de sus (des) encuentros con la alteridad. Por ese supuesto es que se ha justificado la movilización de ideas psicoanalíticas en este artículo. La práctica de los estudiantes de psicología, que estimula el flujo de enunciación del conflicto, parece oponerse a la práctica de los operadores del campo del Derecho, que necesitan limitar los conflictos a términos jurídicos. Sin embargo, la experiencia ha demostrado que la escucha psicoanalítica, al promover la circulación de la palabra, está trabajando para hacer emerger un sujeto que sea responsable por su situación, en la perspectiva de que la solución técnico-jurídica del conflicto puede producir efectos de ciudadanía....(AU)
Descritores: Prática Profissional
Psicanálise
Defensoria Pública
Estado
Apoio ao Desenvolvimento de Recursos Humanos
-Conflito Psicológico
Psicologia
Responsabilidade Social
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-740746
Autor: Bueno, Rovana Kinas; Leal, Carla Falcão Rodrigues; Souza, Sabrina Alves de.
Título: Mediação na defensoria pública: um relato de experiência / Mediation in the public defender: an experience report
Fonte: Pensando fam;16(1):249-258, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Esse relato de experiência profissional é referente ao estágio profissionalizante em psicologia social comunitária efetuado na Defensoria Pública da Comarca de Santo Ângelo (RS), através do Núcleo de Psicologia Social Comunitária da Universidade. A prática consiste em mediações familiares durante março a dezembro de 2009. Foram atendidos 21 casos, todos em co-mediação. Na maioria dos casos a demanda inicial foi a dissolução da união, pois o casal não encontrava alternativa para resolver seus problemas. Assim, a mediação, além de facilitar o diálogo, possibilitava a resolução de conflitos, evitando processos judiciais desnecessários e contribuindo para a eliminação de custos para o Estado e celeridade da justiça...

This experience report is referring to the professional internship experience in community social psychology performed in the County Public Defender of Santo Angelo (RS), through the Community Social Psychology Department of the University. The practice consists of family mediations were held during March-December 2009. Twenty-one cases were treated, all in co-mediation. In most cases the demand was the dissolution of marriage because the couples had not found any alternative to solve their problems. Therefore, mediation has facilitated dialogue, made possible the resolution of conflicts, avoiding unnecessary lawsuits, and contributing to the elimination of costs for the State and speed of justice...
Descritores: Terapia de Casal
Família/psicologia
Psicologia Social
Defensoria Pública
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  9 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-697193
Autor: Vilar de Carvalho, Marina Wanderley.
Título: Interfaces entre Psicologia e Direito: desafios da atuação na defensoria pública / Interfaces between Psychology and law: the challenge of working at The Public Defender's Office / Interfaces entre Psicología y derecho: desafíos de la actuación en la defensoría pública
Fonte: Psicol. ciênc. prof;33(spe):90-99, 2013.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo propõe-se a narrar as experiências do início do trabalho da Psicologia na Defensoria Pública do Estado de São Paulo. Pretende-se, a partir de alguns casos encaminhados e de situações cotidianas no ambiente de trabalho, desenvolver reflexões críticas acerca das demandas endereçadas - tanto por parte dos usuários como dos outros profissionais -, de respostas possíveis e de colocar em análise o lugar que a Psicologia está sendo chamada a ocupar. Para tanto, uma ferramenta importante que se faz necessária é a análise de implicações, proposta pela análise institucional, em especial por René Lourau. Observa-se que as demandas se dividem em resoluções extrajudiciais de conflitos, apoio e encaminhamento para a rede de serviços municipais ou para acompanhamento psicológico. O desafio, na prática, é dirigir um olhar diferenciado a partir da compreensão das produções socio-histórico-econômico-familiares do sujeito de maneira a não reproduzir sofrimentos e opressões; é constantemente colocar-se como profissional envolvido na promoção da cidadania e na autonomia e no empoderamento dos sujeitos, é, em uma perspectiva ética, entender a nossa atuação como produtora de demandas, de verdades, de mundos...

This article aims at narrating the experiences regarding the outset of the psychology work at the São Paulo Public Defender's Office. Based on some practical cases, as well as daily situations in the work environment, critical reflections are developed concerning the demands addressed by users and other professionals, possible responses to these requests and an analysis of what place psychology is asked to occupy. In order to reach this goal, one important resource is the implication analysis proposed by the institutional analysis, especially by René Lourau. One observes that the demands are divided in extrajudicial conflicts resolutions, psychological support, indication to public services and to therapeutic accompaniment. Practically speaking, the challenge is to foster a different view which considers the comprehension of the social-historical-economic-familiar productions of the subject, so that one does not reproduce suffering and oppression; it is a matter of constantly placing oneself as a professional who is involved in promoting citizenship, autonomy and the empowerment of the subject; according to an ethic perspective, it means understanding our practice as a promoter of demands, truth and worlds...

El presente artículo se propone narrar las experiencias del inicio del trabajo de la Psicología en la Defensoría Pública del Estado de São Paulo. Se busca, desde algunos casos encaminados y de situaciones cotidianas en el ambiente de trabajo, desarrollar reflexiones críticas acerca de las demandas direccionadas - tanto por parte de los usuarios como de los demás profesionales -, de respuestas posibles y de poner en análisis el lugar que la Psicología está siendo llamada a ocupar. Para eso, una herramienta importante que se hace necesaria es el análisis de implicaciones, propuesta por el análisis institucional, en especial por René Lourau. Se observa que las demandas se dividen en resoluciones extrajudiciales de conflictos, apoyo y encaminamiento para la red de servicios municipales o para acompañamiento psicológico. El desafío, en la práctica, es dirigir una visión diferenciada a partir de la comprensión de las producciones socio-histórico-económico-familiares del sujeto de manera de no reproducir sufrimientos y opresiones; es constantemente situarse como profesional involucrado en la promoción de la ciudadanía y en la autonomía y en el empoderamiento de los sujetos, es, en una perspectiva ética, entender nuestra actuación como productora de demandas, de verdades, de mundos...
Descritores: Intervenção na Crise
Responsabilidade Legal
Defensoria Pública
-Psicologia
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  10 / 13 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-697192
Autor: Oliveira, Camilla Felix Barbosa de; Brito, Leila Maria Torraca de.
Título: Judicialização da vida na contemporaneidade / Life judicialization in contemporaneity / Judicialización de la vida en la contemporaneidad
Fonte: Psicol. ciênc. prof;33(spe):78-89, 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo visa a empreender um estudo sobre o fenômeno da judicialização da vida na contemporaneidade. Por judicialização, compreende-se o movimento de regulação normativa e legal do viver, do qual os sujeitos se apropriam para a resolução dos conflitos, reproduzindo uns com os outros o controle, o julgamento e a punição das condutas. Nesse sentido, objetiva-se analisar os efeitos dos discursos e das práticas jurídicas sobre as subjetividades, ou seja, sobre as formas de os sujeitos se relacionarem, experimentarem e conceberem suas vidas. Para tanto, utilizar-se-á como disparadores leis, políticas e ações relacionadas à alienação parental e ao bullying, evidenciando as lógicas patológicas e judicializantes que as embasam e suas aproximações com o campo psi. Por fim, propõe-se que a Psicologia esteja em permanente reflexão ético-política, a fim de fomentar a construção de práticas psi inovadoras, que rompam os aprisionamentos produzidos pelo movimento de judicialização e que inaugurem desvios a serviço da valorização da vida...

This article aims to study the phenomenon of contemporary judicialization of life. By judicialization it can be understood the movement of legal and normative regulation of living, which is appropriated by the individuals for the resolution of conflicts, which reproduces to each other the control, judgment and punishment of conducts. In this sense, the objective of this work is to analyze the effects of discourses and legal practices over subjectivities, ie, the way individuals relate experience and conceive their lives. Thus, laws, policies and actions related to parental alienation and bullying will be used as triggers, highlighting the pathological and judicial logics that are their basis and how close they are to psychology. Finally, it is proposed that psychology is in constant ethical-political reflection in order to foster the construction of innovative psi practices, which break the imprisonment produced by the movement of judicialization and create new paths for life improvement...

Este artículo tiene la intención de emprender un estudio sobre el fenómeno de la judicialización de la vida en la contemporaneidad. Por judicialización, se comprende el movimiento de regulación normativa y legal del vivir, del cual los sujetos se apropian para la resolución de los conflictos, reproduciendo unos con otros el control, el juicio y el castigo de las conductas. En ese sentido, se objetiva analizar los efectos de los discursos y de las prácticas jurídicas sobre las subjetividades, o sea, sobre las formas de cómo los sujetos se relacionan, experimentan y conciben sus vidas. Para eso, han de utilizarse como disparadores leyes, políticas y acciones relacionadas a la alienación parental y al bullying, evidenciando las lógicas patológicas y judicializantes que las sustentan y sus aproximaciones con el campo psi. Por fin, se propone que la Psicología esté en permanente reflexión ético-política, con el fin de fomentar la construcción de prácticas psi innovadoras, que rompan los aprisionamientos producidos por el movimiento de judicialización y que inauguren desvíos a servicio de la valorización de la vida...
Descritores: Bullying
Defensoria Pública
-Psicologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde