Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS1.001.003.001.001.002.001.001 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 35 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 35 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-783214
Autor: Amorim, Amanda Laryssa Borges do Carmo; Couto, Emanuel Pereira; Santana, Angêla Patrícia; Ribeiro, Jaqueline Lamounier; Ferreira, Márcia de Aguiar.
Título: Avaliação da qualidade microbiológica de queijos do tipo Minas padrão de produção industrial, artesanal e informal / Microbiological evaluation of Minas type cheeses from industrial, artisanal and informal manufacturing
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(4):364-367, out.-dez. 2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os objetivos deste estudo foram de avaliar a qualidade microbiológica de queijos do tipo Minas padrão,produzidos de forma industrial com inspeção federal, artesanal com inspeções estadual e municipal (a partir de leite não pasteurizado) e informal (produção caseira), bem como de analisar os hábitos de consumo desse tipo de queijo no Distrito Federal, Brasil. As amostras (n = 21) foram submetidas a análises para a pesquisa de coliformes a 30 °C e 45 °C, Staphylococcus coagulase positiva, Listeria monocytogenes e Salmonella spp. Os resultados foram avaliados de acordo com a RDC 12/2001 da ANVISA; 57,14% das amostras de queijos industriais, 100% das informais e 100% das artesanais estavam em desacordo quanto às contagens de Staphylococcus coagulase positiva. As contagens de coliformes a 45°C estavam em desacordo em 71,42% das amostras de queijos informais e 14,28% das industrializadas e artesanais. Nenhuma amostra foi positiva para L. monocytogenes ou Salmonella spp. Um questionário simplificado sobre o consumo de queijo Minas foi aplicado a 50 pessoas no momento da compra e houve indicação de 47% de preferência ao sabor de queijos informais. Em virtude destes queijos não serem inspecionados e não seguirem padrões de produção, representam um risco à saúde pública...
Descritores: Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Produção de Alimentos
Qualidade dos Alimentos
Queijo/microbiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  2 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-783206
Autor: Turcatel, Louise Cristiane; Pires, Patrícia Fernanda Ferreira; Diniz, Priscila Reis; Ferreira, Sila Mary Rodrigues; Alves, Márcia Aurelina de Oliveira; Beux, Márcia Regina.
Título: Que doce de leite é esse? Uma discussão sobre o padrão de identidade e qualidade do doce de leite pastoso / Which dulce de leche is that? A discussion on the identity and quality standard of creamy dulce de leche
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(3):302-308, jul.-set. 2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: No presente trabalho foi determinada a qualidade do doce de leite pastoso comercial para discutir se há descaracterização do produto tradicional pela indústria de alimentos, considerando-se o padrão de identidade e qualidade (PIQ). Foram avaliadas cinco marcas de doce de leite pastoso e uma marca definida como amostra padrão, codificadas em DL I, DL II, DL III, DL IV, DL V e DL P. As amostras foram submetidas à análise físico-química de umidade, cinzas, lipídios, proteínas e análise dos parâmetros de cor e textura. Os ingredientes dos rótulos foram analisados e confrontados com o padrão de identidade e qualidade. Os resultados foram tratados pela análise de variância (ANOVA) e teste Tukey com p <0,05 no software Statistica 10.0 (StatSoft). Os valores obtidos das amostras quando comparados com a amostra padrão sugerem que o doce de leite tem sido modificado ao longo dos anos. No entanto, mesmo com a adição de outros ingredientes não tradicionais ao doce de leite, o produto final está de acordo com os parâmetros estabelecidos pelo padrão de identidade e qualidade, o que pode ser atribuído a uma permissividade da legislação Brasileira, aliada à apropriação da indústria de alimentos sobre o produto tradicional...
Descritores: Alimentos Industrializados
Doces/análise
Indústria Alimentícia
Leite
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
-Fenômenos Químicos/métodos
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  3 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Colli, Celia
Texto completo
Id: lil-782587
Autor: Latorre, William Cesar; Colli, Célia.
Título: Good manufacturing practice in brazilian wheat mills with particular reference to the flour fortification
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(1):67-76, jan.-mar. 2014. tab.
Idioma: en.
Resumo: Iron deficiency anemia (IDA) is a widespread nutritional disorder that affects a significant proportion of the Brazilian population. The obligatory fortification of wheat flour with iron and folic acid represents a strategy of the Brazilian Ministry of Health for combating IDA. However, several studies have reported the occurrence of iron in excessive concentrations and insufficient contents of folic acid in commercial flour samples. In the light of these information, a participatory observational study on the wheat flour production processes was undertaken in 11 major flour mills located in the São Paulo state, Brazil. This study aimed at writing a detailed good manufacturing practice (GMP) guidelines for the industrial sectors, including directives for standardized operational procedures (SOPs) on the flour fortification. The outcomes of this study are a GMP checklist and the recommended SOPs, which help to standardize the production processes in flour fortification, which currently is incongruous one, and also to facilitate the work of the government health inspectors...
Descritores: Alimentos Fortificados
Boas Práticas de Fabricação
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Triticum
-Deficiência de Ferro
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  4 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051124
Autor: Silva, Luis Francisco Borges da; Bortoluci, Fabiane; Vivan, Ana Carolina Polano.
Título: Análise microbiológica de queijos tipo minas frescal oriundos de diferentes formas de produção / Microbiological analysis of minas frescal cheese from different forms of production
Fonte: Rev. Salusvita (Online);38(2):329-343, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: o queijo tipo Minas Frescal, obtido através da coagulação do leite, é amplamente consumido no Brasil, e apresenta um alto teor de umidade, sendo um ótimo meio para crescimento microbiano. Por isso, para sua produção, é necessária a pasteurização do leite cru, além de boas técnicas e práticas de fabricação seguindo as normas sanitárias, evitando, assim, contaminações graves por micro-organismos causadores de doenças transmitidas por alimentos (DTAs). Objetivo: o presente trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade microbiológica de 3 amostras de queijo Minas Frescal oriundas de diferentes processos produtivos. Materiais e métodos: os micro-organismos pesquisados foram coliformes totais e termotolerantes, S. aureus e Salmonella spp. As origens das amostras foram: industrializada, produzida em açougue de bairro em Bauru e oriunda de produção caseira/artesanal. Resultados: das 3 amostras analisadas, os resultados foram: a artesanal e a de açougue apresentaram crescimento de coliformes totais e termotolerantes acima do permitido; as 3 amostras apresentaram crescimento de colônias atípicas incontáveis nas análises de S. aureus, impossibilitando a contagem dos micro-organismos em questão; nenhuma delas apresentou crescimento de Salmonella spp. Conclusão: considerando a qualidade microbiológica, foi possível concluir que somente o queijo Minas Frescal industrializado está dentro dos padrões determinados pela ANVISA, enquanto as outras amostras apresentaram resultados insatisfatórios, o que pode comprometer a saúde do consumidor.

Introduction: Minas Frescal cheese, which is obtained through milk coagulation, is widely consumed in Brazil, and presents a high moisture content, being a great way for microbial growth. That's why, for its production, it's necessary raw milk's pasteurization, besides good manufacturing techniques and practices following sanitary standards, thus avoiding serious contaminations caused by foodborne illness. Objective: the present study had as objective to evaluate the microbiologic quality of 3 Minas Frescal cheese samples coming from different manufacturing processes. Materials and methods: the microorganisms searched were total and thermotolerants coliforms, S. aureus and Salmonella spp. The origins of the samples were: industry, butchery and homemade/craft production. Results: from the 3 analyzed samples, the results were: the craft production and butchery ones presented above the allowed growth of total and thermotolerants coliforms; the 3 samples showed uncountable atypical colonies growth in the analysis of S. aureus preventing the count of the microorganisms in question; and none of them presented Salmonella spp's growth. Conclusion: thus, considering microbiologic quality, it was possible to conclude that only the industrialized Minas Frescal chesse is within standards given by ANVISA, while the other samples presented unsatisfactory results, which can harm the consumer's health.
Descritores: Microbiologia de Alimentos
-Salmonella
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR36.1 - Biblioteca


  5 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-988199
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Dirección General de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública.
Título: Estudio de caso: la experiencia del Perú en el desarrollo, la implementación y el monitoreo de estándares de calidad de los servicios de salud diferenciados para adolescentes / Case study: Peru's experience in the development, implementation and monitoring of quality standards of differentiated health services for adolescents.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20190400. 27 p. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene: la finalidad, objetivos, ámbito de aplicación, base legal, metodología del estudio de caso: La experiencia del Perú en el desarrollo, la implementación y el monitoreo de estándares de calidad de los servicios de salud diferenciados para adolescentes.
Descritores: Adolescente
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Instalações de Saúde
-Atenção à Saúde
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  6 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048822
Autor: Campos, Gabriela Zampieri.
Título: Avaliação microbiológica de queijos minas artesanais provenientes da Serra da Canastra durante e após o período de maturação / Microbiological evaluation of artisanal minas cheeses from Serra da Canastra during and after the ripening period.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 89 p. graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O queijo minas artesanal da Canastra é produzido na região da Serra da Canastra por pequenos produtores, sendo que alguns são cadastrados no Programa Queijo Minas Artesanal (PQMA) do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Por ser fabricado com leite cru, é importante que os patógenos que podem ser veiculados sejam controlados durante e após o período mínimo de maturação do queijo de 22 dias. Este trabalho avaliou as características microbiológicas de queijos obtidos de 78 produtores rurais da região da Canastra após a maturação e de três produtores rurais durante maturação. As contagens de coliformes totais, Escherichia coli e Staphylococcus coagulase positiva foram realizadas em placas Petrifilm® (3M). A detecção de Salmonella spp. foi realizada utilizando o método ISO 6579: 2002 e por PCR convencional e Listeria monocytogenes foi investigada de acordo com o método ISO 11290-1:1996/(A) 1: 2004 e PCR convencional. A contagem de Enterobacteriaceae foi determinada pelo método APHA 9.62: 2015. As mensurações de pH foram realizadas de acordo com o método IAL 017/IV em pHmetro digital BEL engineering e aferidas diretamente com pHmetro Hanna Instruments e a atividade de água (aw) em analisador Aqua Lab. No estudo realizado ao longo da maturação, as análises indicaram que as amostras, todas provenientes de produtores cadastrados no PQMA, atingiram os limites estabelecidos pela legislação antes dos 22 dias de maturação. Houve diferença significativa (p<0,05) no pH das amostras ao longo da maturação, embora este parâmetro não tenha correlação com as contagens analisadas. Já no estudo pós maturação, os resultados mostraram que 54% das amostras dos produtores cadastradas e 65% das amostras dos produtores não cadastradas no PQMA não atenderam a pelo menos um parâmetro microbiológico exigido pela legislação. As contagens obtidas para Enterobacteriaceae variaram de <1 a 6,6 log UFC/g, para coliformes totais de <1 a 6,4 log UFC/g, E. coli de <1 a 5,8 log UFC/g e Staphylococcus coagulase positiva de <1 a 7,6 log UFC/g. Em nenhuma amostra foi encontrada Salmonella spp e L. monocytogenes foi detectada e confirmada por PCR em uma amostra analisada. Os valores obtidos de pH e aw estratificados em grupos que atendem e não atendem a legislação não mostraram diferença significativa, sugerindo que esses parâmetros não são bons indicadores de qualidade microbiológica do produto. O elevado número de não-conformidades indica que são necessários esforços para melhoria das condições higiênico-sanitárias refletidas por meio dos indicadores microbiológicos. O registro no PQMA mostrou-se efetivo durante o estudo da maturação, mas não teve o mesmo resultado no estudo mais abrangente realizado pós maturação. São necessários mais esforços dos produtores (cadastrados e não cadastrados) bem como dos órgãos reguladores para melhoria dos indicadores microbiológicos

Canastra artisanal minas cheese is produced in the Serra da Canastra region by small farmers who may or may not be registered in the Artisanal Minas Cheese Program (PQMA) of the Agricultural Institute of Minas Gerais (IMA). Since this cheese is made from raw milk, it is important that the pathogens that may be carried in this product are controlled during the 22 days of ripening. This work evaluated the microbiological characteristics of cheese samples from 78 rural properties in the Canastra region after the ripening period and during ripening in three rural properties. Total coliform counts, Escherichia coli and Staphylococcus coagulase positive were performed on Petrifilm® plates (3M). The detection of Salmonella spp. was performed using the ISO 6579: 2002 method and conventional PCR and Listeria monocytogenes was investigated according to ISO 11290-1: 1996/(A) 1: 2004 and conventional PCR. The Enterobacteriaceae count was determined by the APHA method 9.62: 2015. The pH analyzes were performed according to the IAL 017/IV method on a BEL engineering digital pHmeter and measuring directly with Hanna Instruments pHmeter and the water activity (aw) in Aqua Lab analyzer. In the study carried out during ripening, the analyzes indicated that the samples, all from properties registered in the PQMA, reached the limits established by the legislation before the 22 days of ripening. There was a significant difference (p <0.05) in the pH of the samples during ripening, even though this parameter did no correlate with the microbiological counts. In the post-ripening study, the results showed that 54% of samples from PQMA registered properties and 65% of samples from non-registered properties did not comply with at least one microbiological parameter required by the legislation. Enterobacteriaceae counts ranged from <1 to 6.6 log CFU/g, for total coliforms from <1 to 6.4 log CFU/g, E. coli from <1 to 5.8 log CFU/g and Staphylococcus coagulase positive from <1 to 7.6 log CFU/g. Salmonella spp was not detected and L. monocytogenes was detected and confirmed by conventional methodology and by PCR in one analyzed sample. The pH and aw values stratified in groups that complied and did not comply with the legislation showed no significant difference, suggesting that these parameters are not good indicators of microbiological safety of the product. The high number of nonconformities indicates that efforts are needed to improve the hygiene and sanitary conditions reflected through the microbiological indicators. The PQMA registration was effective during the ripening study but did not have the same result in the larger post-ripening study. More efforts are needed from producers (registered and non-registered) as well as regulators to improve microbiological indicators of this cheese
Descritores: Técnicas Microbiológicas/análise
Queijo/análise
Noxas/toxicidade
-Higiene dos Alimentos
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T576.163, C198a. 30100022646-F


  7 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-746261
Autor: Petrola, Maribel; Martínez, Amaury; Tomé, Elisabetta; Luigi, Teresita; Rojas, Tomás.
Título: Efecto de la temperatura de refrigeración y calentamiento de fórmulas lácteas Infantiles en el crecimiento de cronobacter sakazakii / Effect of temperature cooling and heating of powered infant formula on the growth of cronobacter sakazakii
Fonte: An. venez. nutr;26(2):106-111, dic. 2013. graf.
Idioma: es.
Resumo: Cronobacter sakazakii (C. sakazakii) es un microorganismo perteneciente a la familia Enterobacteriaceae asociado con patologías como meningitis y septicemia en recién nacidos. Las fórmulas lácteas infantiles (FLI) han sido reconocidas como el vehículo más importante de transmisión de C. sakazakii, por condiciones inadecuadas durante su producción o preparación. El objetivo de la presente investigación fue evaluar el efecto de la temperatura de refrigeración y el calentamiento de las FLI en el crecimiento de C. sakazakii. Las muestras de FLI reconstituidas se contaminaron con 102, 104 y 106 UFC/mL de C. sakazakii y se refrigeraron durante cuatro horas a 4°C, 6°C y 10°C, posterioriormente, se calentaron en baño hidrotérmico hasta 37°C. Las muestras fueron sembradas al tiempo “0” (postrefrigeración) y luego del calentamiento hasta 37°C en placas con agar cromogénico y se incubaron a 35°C por 24h. Para el análisis de los datos se utilizó la prueba de Wilcoxon. Según los datos obtenidos no hubo variación significativa en la población de C. sakazakii en las FLI luego de 4 horas en refrigeración a 4°C, 6°C y 10°C; sin embargo, al calentar las fórmulas hasta 37°C, hubo en todos los casos una reducción de un ciclo logarítmico en la población de C. sakazakii con un valor de p = 0.0056 y Z= 2.752. Se concluye que el calentamiento a 37°C post-refrigeracion de las muestras, disminuye la población de C. sakazakii en FLI (p<0,05)(AU)

Cronobacter sakazakii (C. sakazakii) is a microorganism belonging to the family Enterobacteriaceae associated with diseases such as meningitis and sepsis in newborns. The powdered infant formula (PIF) have been recognized as the most important vehicle of transmission of C. sakazakii, by inadequate conditions during production or during its preparation. The aim of this investigation was to assess the effect of the cooling temperature and the heating of PIF in the growth of C. sakazakii. For this, PIF reconstituted samples were contaminated with 102, 104 and 106 CFU / mL of C. sakazakii and refrigerated for four hours at 4 ° C, 6 ° C or 10 ° C after this hydrothermal bath heated to 37 ° C. Samples were cultured at time “0” (after- cooling) and then heating to 37 ° C in chromogenic agar plates and incubated at 35 ° C for 24h . For data analysis we used the Wilcoxon test. According to the data there was no significant variation in the population of C. sakazakii in PIF after 4 hours in the refrigerator at 4 ° C, 6°C and 10 ° C , however , by heating the formulas to 37 ° C , in all cases there was a reduction of one log cycle in population C. sakazakii with a value of p = 0.0056 and Z = 2.752 . We conclude that heating at 37°C post- cooling of the samples, decreases the population of C. sakazakii in FLI ( p < 0,05 )(AU)
Descritores: Cronobacter sakazakii
Enterocolite/etiologia
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Meningite/etiologia
-Bacteriologia
Alimentos Resfriados
Manipulação de Alimentos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: VE557.1 - Biblioteca Fundación Bengoa


  8 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Brackmann, Auri
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-964855
Autor: Pinto, Josuel Alfredo Vilela; Thewes, Fabio Rodrigo; Schorr, Márcio Renan Weber; Ceconi, Deiverson Luiz; Brackmann, Auri; Hamann, Jonas Janner; Fronza, Diniz.
Título: Mass loss induction on physical and chemical qualities of 'murcott' tangor during cold storage / Indução de perda de massa nas qualidades físicas e químicas de tangor 'murcott' durante o armazenamento refrigerado
Fonte: Biosci. j. (Online);31(5):1325-1332, sept./oct. 2015.
Idioma: en.
Resumo: In order to obtain more consumers approval, fruit require high quality during commercialization, making the improvement of new storage technologies necessary. Thus, the aim of this study was to evaluate the best mass loss level on 'Murcott' tangor quality maintenance after cold storage during 10 weeks. The treatments evaluated were: [1] 0% of mass loss (100 % of relative humidity); [2] 3% of mass loss; [3] 6% of mass loss and [4] 9% of mass loss, with 5 replicates of 18 fruits each treatment. The storage temperature was maintained at 4.0°C (±0.2°C). The experiment was conducted in a completely randomized design. After 10 weeks of storage plus seven days of shelf life at 20°C it was verified that with the mass loss increase, the decay incidence and the succulence are suppressed, mass loss also increased the soluble solids and titratable acidity. The best mass loss level for 'Murcott' tangor storage stay between 3 up to 6% because it reduces the decay incidence and turgor loss and maintain chemical qualities, such as ascorbic acid, soluble solids and titratable acidity.

Para obter uma grande aceitação pelo consumidor, os frutos necessitam de uma elevada qualidade na comercialização, tornando necessário o aperfeiçoamento de técnicas de armazenamento. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da perda de massa sobre a manutenção da qualidade durante o armazenamento refrigerado (AR) de tangor 'Murcott' durante 10 semanas. Os tratamentos avaliados foram: [1] 0% de perda de massa (umidade relativa de 100%); [2] 3% de perda de massa; [3] 6% de perda de massa; [4] 9% de perda de massa, com cinco repetições de 18 frutos para cada tratamento. A temperatura de armazenamento foi de 4,0°C (±0,2°C). O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado. Após 10 semanas de armazenamento mais sete dias de exposição a 20°C verificase que com o aumento da perda de massa diminuiu a incidência de podridões e suculência, aumentou o teor de sólidos solúveis e acidez titulável. O melhor nível de perda de massa para o armazenamento de tangor 'Murcott' está entre 3 e 6%, por diminuir a ocorrência de podridões, perda de turgor e manutenção das qualidades químicas como ácido ascórbico, sólidos solúveis e acidez titulável.
Descritores: Ácido Ascórbico
Produtos Agrícolas
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Armazenamento de Alimentos
Frutas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  9 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964260
Autor: França, Norival; Rufino, Luciana Rosa Alves; Sá, Odila Rigolin de; Veloso, Roberta Bessa; Fiorini, João Evangelista.
Título: Ação da radiação ultravioleta na redução da microbiota do caldo de cana para produção de cachaça / Effect of ultraviolet radiation on microbial reduction of sugarcane juice for the production of cachaça
Fonte: Hig. aliment;27(226/227):171-178, 30/12/2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O processo fermentativo para produção de cachaça é influenciado pela qualidade da matéria-prima. Uma matéria-prima que contenha alta carga microbiana resultará em uma fermentação ineficiente, cujo resultado é refletido na qualidade final da cachaça. Objetivou-se nesta investigação avaliar a ação da radiação ultravioleta como desinfetante alternativo na desinfecção do caldo de cana para produção de cachaça. Confeccionou-se uma câmara de tratamento do caldo de cana com uma parte inferior e cinco tampos para instalação das lâmpadas germicidas por radiação ultravioleta. A câmara foi instalada na saída da moenda. A eficiência do tratamento foi avaliada através de análises microbiológicas do caldo de cana em cinco tempos de tratamento. O delineamento estatístico do experimento foi o inteiramente casualizado. As análises microbiológicas apresentaram um P valor de 64,63%. As análises de acidez, porcentagem de álcool e pH do vinho irradiado e não irradiado apresentaram um P valor maior que 0,05% As cachaças produzidas com caldo de cana irradiado e não irradiado apresentaram valores que estão de acordo com a legislação vigente. Concluiu-se que as características físico-químicas do caldo de cana foram influenciadas pela radiação U.V. sobre os micro-organismos presentes no mesmo, eliminando uma pequena parte destes, estatisticamente não significativas.

The fermentation process for the production of cachaça (the most popular alcoholic distilled beverage) in Brazil is influenced by the quality of the raw material. Thus any raw material containing a high microbial load results in an ineffective fermentation, which is reflected on the final quality of the cachaça. This study evaluated the action of ultraviolet radiation as an alternative disinfectant for cachaça-producing sugarcane juice. The experiment was carried out at the TUCANINHA cachaça-producing unit in the city of São João Batista do Glória, MG. A 10.0m × 43cm × 13cm aluminum plate treatment chamber was made with five 2.0 × 43cm × 14cm heads for germicidal UV lamps. The chamber was installed at the outlet of the mill for the passage of the UV-treated sugarcane juice in a continuous flow system. The effectiveness of the treatment was assayed by microbiological analyses of the cane juice at five treatment times. The statistical design was completely randomized, with five treatments and three replications, with a P value of 64.63%. Two types of fermented wines were analyzed: those from UV radiation-treated broth and the ones from untreated broth, consideration two treatments and 10 repetitions. The tests for acidity, alcohol percentage, and pH showed a P value higher than 0.05%. The cachaças produced with irradiated and non-irradiated sugarcane juice showed values in accordance with the current legislation. It was concluded that the physical and chemical characteristics of the sugarcane juice was influenced for the action of the U.V. radiation on the cane juice microorganisms. Only a small amount of microorganisms were eliminated, what demonstrates that ultraviolet radiation is not effective to eliminate the microbiota of sugarcane juice.
Descritores: Raios Ultravioleta
Saccharum
Desinfetantes
Bebidas Alcoólicas
Irradiação de Alimentos
Tecnologia de Alimentos
-Vinho/análise
Contaminação de Alimentos
Fenômenos Químicos/métodos
Técnicas Microbiológicas/métodos
Estatística como Assunto/métodos
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Agentes de Controle de Microrganismos
Fermentação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  10 / 35 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rall, Vera Lúcia Mores
Texto completo
Id: biblio-964258
Autor: Albuquerque, Manuela de Moraes; Santos, Renata Bossolani Ferreira dos; Rall, Vera Lúcia Mores.
Título: Vegetais minimamente processados na cidade de botucatu: qualidade higienicossanitária e pesquisa de enterotoxina estafilocócica / Minimally processed vegetables in the city of botucatu: hygienicosanitary quality and staphylococcal enterotoxin research
Fonte: Hig. aliment;27(226/227):166-170, 30/12/2013.
Idioma: pt.
Resumo: Os produtos minimamente processados são frutas, legumes ou hortaliças ou qualquer combinação destes que tenham sido alterados fisicamente, embora mantenham o seu estado fresco. Estes vegetais surgiram como uma alternativa para o consumidor na busca por produtos de boa qualidade, saudáveis e de fácil preparo e consumo, porém sua qualidade e segurança podem ser afetadas quando micro-organismos patogênicos passam a fazer parte da microbiota em decorrência do manuseio a que são submetidos. Assim, foram analisadas 70 amostras de produtos minimamente processados (legumes, verduras e frutas) de supermercados e quitandas da cidade de Botucatu - SP. Foi realizada a determinação do número mais provável de coliformes termotolerantes (CT) e a pesquisa de Salmonella, conforme recomendação da ANVISA (RDC nº12, 2001). Também foi pesquisada a enumeração de Staphylococcus aureus, devido à manipulação intensa da matéria-prima e a pesquisa da produção de enterotoxinas por essas cepas. Dentre as amostras analisadas, todas foram negativas para a presença de Salmonella. Nas análises de coliformes termotolerantes, 64,3% apresentaram excesso desse indicador, considerando-se a legislação vigente, que permite até 5 x 102 NMP/g. Em relação ao Staphylococcus aureus, em somente uma amostra (2%) foi confirmada a presença desse micro-organismo, sem a produção das enterotoxinas clássicas. Portanto, a presença desses micro-organismos indica que a qualidade destes produtos não está adequada, podendo trazer riscos à saúde dos consumidores.

Minimally processed products are fruits, vegetables or any combination of these that have been physically altered but remaining fresh. These vegetables are an alternative for consumers looking for good quality products, healthy and easy preparation and consumption. However their quality and safety can be affected when pathogenic microorganisms become part of microbiota due to handling. Thus there were analyzed 70 samples of minimally processed products (vegetables and fruits) in supermarkets and groceries stores in the city of Botucatu ­ SP. Was done the determination of the most probable number of thermotolerant coliform (TC) and tested the presence of Salmonellaas, as recommended by ANVISA (RDC nº12, 2001). Staphylococcus aureus and its enterotoxins were researched due to intense manipulation. Among the samples analyzed, all were negative for the presence of Salmonella. In the thermotolerant coliforms analysis, 64.3% were above the acceptable limit up to 5x10² MPN/g. Regarding Staphylococcus aureus, only one sample (2%) was confirmed the presence of this microorganism, without production of classical enterotoxins. Therefore, the presence of these microorganisms indicates that the quality of these products is not appropriate, which may cause risks to consumer health.
Descritores: Salmonella
Staphylococcus aureus
Qualidade dos Alimentos
Enterotoxinas
Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
Manipulação de Alimentos
-Verduras
Vigilância Sanitária
Amostras de Alimentos
Alimentos Integrais
Comercialização de Produtos
Frutas
Fabaceae
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde