Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS2.001.001.002 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 187 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 19 ir para página                         

  1 / 187 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-761819
Autor: Santana, Dalvinea Carvalho; Bittencourt, Ester Dias; Weber, Márcia Lopes.
Título: Análise comparativa do teor de sódio presente em salgadinhos industrializados com os requerimentos para o consumo diário / Comparative analysis of sodium in industrialised snacks with requirementsfor the daily consuption
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;24(1,Supl.A):33-38, jan.-mar.2014.
Idioma: pt.
Resumo: A população brasileira apresenta um padrão alimentar rico emsal, açúcar e gorduras. Paralelo a isto, observa-se o aumento noconsumo de salgadinhos industrializados em escala mundial,em crianças e em adultos. O objetivo deste estudo foi identificaro teor de sódio em salgadinhos industrializados e compará-locom seus requerimentos para consumo diário. A amostra foicomposta de 10 marcas de salgadinhos industrializados. Foramconsiderados os teores de sódio por porção apresentados nainformação nutricional das embalagens e, a partir deles, foramcalculados o teor de sódio para a quantidade total de produtona embalagem e na porção, padronizada em 25 g. O teor desódio foi comparado, por porção e por embalagem, com seusrequerimentos para consumo diário, considerando-se valores deingestão adequada (AI) e nível de ingestão máximo tolerável(UL). As marcas foram comparadas em relação ao teor de sódiona porção e no conteúdo total da embalagem, ao percentualde valor diário recomendado para sódio por porção, e aopreço. Foram calculados média, desvio padrão e coeficientede variação (CV) para as variáveis, e a relação entre preço eteor de sódio foi analisada por meio do teste de correlação dePearson. O preço e o teor de sódio dos produtos apresentaramCV muito alto, e não foi observada correlação significanteentre preço e teor de sódio. O teor de sódio no conteúdo totalda embalagem ultrapassou os requerimentos de AI e UL emuma das marcas em estudo, e não excedeu os requerimentospor porção em nenhuma delas...

The Brazilian population has a high eating pattern in salt,sugar and fat. Parallel to this, there is a worldwide increase ofmanufactured snack foods consumption in children and adults.The aim of this study was to identify the sodium content inprocessed snacks and compare it with its requirements for dailyconsumption. The sample was composed of 10 industrializedsalty snacks. The content of sodium per serving shown in thepackage's nutrition facts was used to calculate the total sodiumcontent of the package and in a 25 g standardized portion. Thesodium content was compared, per serving and per package, withits requirements for daily consumption, considering values foradequate intake (AI) and tolerable upper intake level (UL). Thesodium content in a portion and in the package was comparedto the percentage of the recommended daily value for sodiumper serving. A possible correlation between price and sodiumcontent was also investigated. We calculated mean ± standarddeviation and coefficient of variation (CV) for the variables. Therelationship between price and sodium content was analyzed usingthe Pearson's correlation. The price and the sodium content of theproducts presented a very high CV, and there was no significantcorrelation between price and sodium content. One of the saltysnacks of the study exceeded the requirements of AI and UL fortotal sodium content of the package, but none of them exceed therequirements for a portion...
Descritores: Alimentos Industrializados
Dieta Hipossódica/métodos
Ingestão de Alimentos/fisiologia
Ciências da Nutrição/educação
Sódio/administração & dosagem
Sódio/análise
-Estudos Transversais/métodos
Prevalência
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1136695
Autor: Porto, Aline Silva; Martins, Haysla Xavier; Faria, Carolina Perim de; Molina, Maria del Carmen Bisi.
Título: Impact of the mHealth strategy in sodium consumption markers: AvaliaSal study / Impacto da estratégia mHealth em marcadores do consumo de sódio: estudo AvaliaSal
Fonte: Rev. Nutr. (Online);33:e200026, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective Evaluate the effectiveness of mHealth strategy on sodium consumption markers. Methods Intervention study carried out with 175 adults (20-59 years), from an educational institution of Vitória, Espírito Santo State. Participants were made aware through posters, oral approach and electronic media. Anthropometric, hemodynamic, socioeconomic, health, and dietary practices data was collected in two stages. After the first assessment, participants were randomized into two groups: Intervention Group and Control Group. The Intervention Group included 21 electronic messages and 3 videos on healthy eating focusing on the goal to reduce sodium intake for 3 months. Behavioral changes were assessed using the Generalized Estimation Equation (p-value <0.05). Results At baseline, no significant differences in socioeconomic, anthropometric and health variables, and eating practices between groups were observed. The stock broth cube was the most used ready processed seasoning. After the intervention, a reduction in the use of stock broth was observed only in the intervention group (β=0.615; p=0.016). In addition, 73% of the intervention group participants reported that the messages were clear, 67% reported that they were useful, and 48% stated they followed the guidelines. Conclusion There was a reduction in the frequency of use of stock broth cubes, demonstrating the potential effect of the m-Health strategy on sodium consumption markers in individuals without a hypertension medical diagnosis.

RESUMO Objetivo Avaliar a efetividade da estratégia mHealth sobre marcadores do consumo de sódio. Métodos Estudo de intervenção realizado com 175 adultos (20-59 anos), vinculados a uma instituição de ensino de Vitória, no Estado do Espirito Santo. Os participantes foram contatados por através da exposição a de um pôster, de abordagem oral e mídia eletrônica. Dados antropométricos, hemodinâmicos, socioeconômicos, de saúde e práticas alimentares foram coletados em dois momentos. Os participantes foram randomizados em dois grupos: Grupo de Intervenção e Grupo de Controle. Durante a intervenção, que durou três meses, os participantes receberam 21 mensagens eletrônicas e assistiram a três vídeos sobre alimentação saudável, com foco na redução do consumo de sódio. Mudanças foram avaliadas por Equação de Estimativa Generalizada e adoção de valor de p<0,05. Resultados Na linha de base, não foram observadas diferenças significativas em relação às variáveis antropométricas, socioeconômicas, de saúde e práticas alimentares entre os grupos. Caldo pronto foi o condimento industrializado mais utilizado pelos participantes durante o estudo. Foi observada uma redução do uso de caldo pronto apenas no Grupo de Intervenção (β=0,615; p=0,016). Além disso, 73% do Gruo de Intervenção relataram que as mensagens foram claras; 67% afirmaram que as mensagens foram úteis e 48% disseram que seguiram as orientações. Conclusão Foi observada uma redução da frequência do uso de caldo pronto, demonstrando potencial da estratégia m-Health sobre marcadores do consumo de sódio em participantes sem diagnóstico de hipertensão.
Descritores: Sódio
Ingestão de Alimentos
Alimentos Industrializados
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição


  3 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1281256
Autor: Bottan, Tatiane.
Título: Avaliação dos teores de ácidos graxos em alimentos comercializados na cidade de São Paulo / Evaluation of the levels of trans fatty acids in foods marketed in São Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 94 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os ácidos graxos (AGs) trans foram largamente utilizados pela indústria de alimentos. Entretanto, seu consumo tem sido associado a problemas de saúde, principalmente ao aumento do risco para doenças coronarianas. No Brasil, desde 2006, o conteúdo de gorduras trans obrigatoriamente precisa ser informado nos rótulos dos alimentos industrializados. Aparentemente, isso fez surgir diversos produtos que declaram não conter gorduras trans e que tradicionalmente os continham em grandes concentrações. Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi avaliar a oferta atual desses alimentos. Para tanto, a proporção de alimentos que declaravam conter 0g de gordura trans foi avaliada, verificando variações conforme a localização do estabelecimento de venda dentro da cidade de São Paulo. Também foi realizada a comparação da composição declarada e preço dos alimentos que declaram conter 0g de AGs trans com os demais. Além disso, foram analisados alguns produtos para verificar se a informação com relação ao conteúdo de AG é confiável e se está em conformidade com a legislação. A pesquisa foi realizada nas categorias biscoito doce simples, biscoito recheado, wafer, cream cracker e biscoito de polvilho através de pesquisa em supermercados. A quantificação dos AG nas amostras foi realizada por cromatografia gasosa e os resultados foram comparados com as informações contidas nos rótulos. Dos 498 diferentes produtos encontrados nos supermercados visitados, 68,9 por cento foram de alimentos que informavam não conter gorduras trans. Não foram observadas diferenças na oferta entre as regiões da cidade, entretanto, os produtos que informavam não conter gorduras trans possuem um preço mais elevado que os demais (p<0,001). Nove produtos foram analisados e a quantidade média de gordura trans por porção encontrada foi de 0,18 (±0,29). Dentre os produtos analisados, dois deles não poderiam declarar não conter gordura trans, pois continham mais do que 0,2 g por porção, considerando-se a variação permitida pela legislação de ±20 por cento. Os resultados sugerem que a obrigatoriedade em informar a quantidade de gordura trans nos rótulos proporcionou uma oferta ampla e bem distribuída de alimentos afirmam não conter esse tipo de gordura, no entanto, tais alimentos são menos acessíveis por possuírem um preço mais elevado. Além disso, com nem sempre as informações disponíveis nos rótulos são confiáveis, existe a necessidade de maior fiscalização por parte do poder público

Trans fatty acids (FA) were extensively used by food industry. However, the consumption of this type of FA has been associated with health problems, especially with increased risk for heart diseases. Since July, 2006, Brazilian regulation has imposed that industrialized food labels must express trans fat content. This apparently contributed to several products known for having large amounts of trans fat which now declare does not contain trans fat. Thus, the purpose of this study is to examine the supply of food products that claim to be trans fat-free, checking possible variations according to the sales spots, and comparing their composition and price to those of other food products in order to verify if such claims are reliable and comply with the law. The supply of the following products was evaluated supermarkets of Sao Paulo: sweet biscuit, sandwich biscuit, wafer, cream cracker and tapioca flour biscuit. The comparison between the products was based on the information on the labels. The quantification of trans FA in some of these foods was carried by gas chromatography and the results were compared with the information from labels. Were found 498 different products in the six supermarkets visited and 68.9 per cent of them were products that declare the absence of trans FA. There were no differences in terms of supply among regions of the city. However, the products that claim to be trans fat-free had a higher price than the others in all categories (p <0.001). No increase in the amount of saturated fat was found. In the nine products analyzed by gas chromatography the average amount of trans fat per serving was 0.18 (±0.29). Two of the products tested should not claim to be trans fat-free because they contained more than 0.2 g per serving, taking into account the acceptable variation of ±20 per cent. The results suggest that the mandatory declaration of trans fat content on labels led to a wide and well distributed supply of products that declare do not contain this kind of fat. However, these products are less accessible because they are more expensive. Furthermore, available information on the labels is not always reliable, which indicates the need to supervise such information
Descritores: Ácidos Graxos trans
Alimentos Industrializados
Rotulagem Nutricional
-Indústria Alimentícia
Biscoitos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1281199
Autor: Geraldo, Ana Paula Gines.
Título: Avaliação de estratégias de comunicação e da memória visual na embalagem de alimentos processados dirigidos ao público infantil / Evaluation of communication strategies and visual memory of packaging of processed foods targeted to children.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 97 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: INTRODUÇÃO. A indústria pode estimular o consumo de grande variedade de alimentos de alta densidade energética por meio do marketing, tendo participação decisiva na formação dos hábitos alimentares das crianças. Pouco se conhece sobre a memória da criança em relação às embalagens de alimentos industrializados dirigidos para esse público. OBJETIVO. Descrever o conteúdo de comunicação das embalagens de salgadinho e biscoito doce recheado utilizado como estratégia de marketing, a memória visual de crianças em relação à embalagem desses produtos e relacioná-las ao estado nutricional, ano escolar, sexo, freqüência de consumo de salgadinho e biscoito recheado e freqüência de ida ao supermercado. MÉTODOS. A avaliação da memória visual foi realizada pela técnica de desenho com 152 alunos matriculados no ensino fundamental I de uma escola da rede privada da cidade de Taubaté, São Paulo. Foram coletados os dados antropométricos e calculado o IMC e dados de freqüência de ida ao supermercado e de freqüência de consumo de salgadinho e bolacha doce recheada. Através dos desenhos foram identificadas as marcas citadas pelos alunos e categorizados os componentes de marketing presentes nas embalagens. Foram calculadas a freqüência de cada componente do desenho e realizado o teste qui-quadrado para analisar a sua relação com as variáveis em estudo. RESULTADOS. Em relação à memória visual das embalagens de salgadinho, os componentes que apareceram com maior freqüência nos desenhos foram marca (54,6 por cento), imagem do produto (45,4 por cento) e personagem (27,0 por cento) e as cores mais utilizadas foram vermelho (36,8 por cento), azul (30,3 por cento) e amarelo (22,4 por cento). Para o biscoito doce recheado apareceram com maior freqüência marca (62,5 por cento), personagem (30,9 por cento), imagem do biscoito (25,0 por cento) e sabor (15,8 por cento) e as cores mais utilizadas foram azul (36,8 por cento) e marrom (26,3 por cento). As cores identificadas pelas crianças, tanto para salgadinho, como para biscoito recheado condizem com os produtos comercializados. Todas as embalagens de salgadinho apresentavam a imagem do produto e 53,8 por cento possuíam o personagem que representa a marca, para o biscoito, em 54,5 por cento das embalagens havia presença de personagem. As crianças do sexo feminino se lembraram mais da imagem do salgadinho (p= 0,016) e dos personagens na embalagem da biscoito recheado (p= 0,04). Não foram observadas diferenças estatísticas significativas entre a lembrança dos componentes da embalagem e o estado nutricional e freqüência de ida ao supermercado e freqüência de consumo dos alimentos. CONCLUSÃO. Os elementos presentes nas embalagens ficam igualmente consolidados na memória das crianças independente do estado nutricional e freqüência de ida ao supermercado e freqüência de consumo dos alimentos

INTRODUCTION. The industry can estimulate the consumption of a variety of foods with high energy density through marketing, with substantial involvement on the shaping of childrens eating habits. Little is known about the child's memory in relation to the packaging of foods targeted to this audience. OBJECTIVE. To describe the communication contents of the packages of savoury snacks and sandwich cookies used as a marketing strategy, the visual memory of children regarding to the packaging of these products and to relate them with nutritional status, school grade, gender, frequency of savoury snack and sandwich cookie intake and frequency of visits to the supermarket. METHODS. The assessment of visual memory was performed using the drawing technique with 152 students enrolled in elementary school from a private school in the city of Taubaté, São Paulo. Anthropometric measures and frequency of visits to the supermarket and frequency of savoury snack and sandwich cookie data were collected and the BMI calculated. Through the drawings the brands mentioned by the students were identified and the marketing components were categorized. The frequency of each component of the drawing was calculated and the chi-square test was used to analyze the relationship between each component with the variables studied. RESULTS. Regarding the visual memory of savoury snacks packaging, the components that appeared most frequently in drawings were brand (54.6 per cent), the image of the product reproduced on the package (45.4 per cent) and character (27.0 per cent) and the colors used were red (36.8 per cent), blue (30.3 per cent) and yellow (22.4 per cent). For the sandwich cookies appeared more frequently brand (62.5 per cent), character (30.9 per cent), the image of the product reproduced on the package (25.0 per cent) and taste (15.8 per cent) and the colors used were blue (36 8 per cent), brown (26.3 per cent). The colors identified by the children, both for savoury snacks and sandwich cookies are similar to those found on the packages available in the market. All packages of savoury snacks had the product image and 53,8 per cent had a character that represents the brand, while 54,5 per cent packages of sandwich cookies had a character. The female children remembered more of the savoury snacks reproduced on the package (p = 0.016) and the characters in the drawing of the sandwich cookies package (p = 0.04). There were no statistically significant differences between the memory of the components of the package and the nutritional status and frequency of visits to the supermarket. CONCLUSION. The elements present in the package are equally consolidated in the memory of children regardless of nutritional status, frequency of visits to the supermarket and frequency of sandwich cookie and savoury snack intake
Descritores: Criança
Embalagem de Alimentos
Marketing
Ingestão de Alimentos
Alimentos Industrializados
Memória
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1252545
Autor: Serafim, Patricia.
Título: Disponibilidade de alimentos ultraprocessados no ambiente alimentar do consumidor em um município de médio porte no estado de SP / Availability of ultra-processed foods in the consumer's food environment in a medium-sized municipality in the state of SP.
Fonte: São Paulo; s.n; 2021. 90 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: A ascensão nas vendas dos alimentos ultraprocessados vem modificando gradativamente o padrão de alimentação, a incidência de doenças não transmissíveis e o ambiente alimentar ao redor do mundo. O ambiente alimentar do consumidor reflete a disponibilidade desses alimentos através do comércio varejista. O tipo do estabelecimento e sua localização no território podem estar relacionados com a qualidade dos alimentos comercializados. Fatores sociais, econômicos e demográficos também influenciam na disponibilidade dos alimentos. A alta disponibilidade de alimentos ultraprocessados favorece seu consumo e consequentemente causa impacto na saúde da população. Objetivo: Avaliar a disponibilidade de alimentos ultraprocessados e fatores associados no ambiente alimentar do consumidor de um município de médio porte do estado de SP. Metodologia: Estudo transversal observacional realizado com dados de auditoria de comércios varejistas no município de Jundiaí- SP coletados em 2017-2018. Foram analisados 649 comércios varejistas agrupados em 11 categorias de estabelecimento. Para a auditoria foi utilizado o instrumento AUDITNOVA. Dados sobre a disponibilidade de 18 tipos de alimentos ultraprocessados foram obtidos. Foi realizada uma somatória dos 18 alimentos ultraprocessados para criar um escore de disponibilidade de ultraprocessados, com variação de 0 a 100 pontos. Os alimentos ultraprocessados foram agrupados em cinco categorias, com subescore. Para caracterização do escore e dos subescore de disponibilidade de alimentos ultraprocessados segundo tipo de estabelecimento e indicadores sociodemográficos dos setores censitários (renda média mensal dos responsáveis, número de moradores no domicílio e participação de população negra, parda, amarela e indígena no total de habitantes) foi utilizada estatística descritiva, com medidas de tendência central e dispersão. As diferenças nas médias do escore segundo variáveis sociodemográficas foram avaliadas pelo Teste t-student. Mapas georreferenciados foram construídos para caracterização da distribuição da disponibilidade de alimentos ultraprocessados no território, segundo variáveis sociodemográficas. Resultado: Um total de 649 comércios varejistas foram analisados, sendo a maior parte classificados como mercados de bairro (25,4%). Supermercado foi a categoria de comércio com escore mais elevado de disponibilidade de alimentos ultraprocessados (escore total: 93), seguido dos mercados de bairro (escore total: 75). Entre os tipos de alimentos ultraprocessados analisados as balas, refrigerantes e salgadinhos estiveram disponíveis em 60% dos estabelecimentos auditados. A subcategoria bebidas açucaradas foi a mais frequente em 9 das 11 categorias de comércio. Escores mais elevados foram observados em regiões de menor renda, maior porcentagem de população preta, parda, amarela e indígena e maior número de moradores por domicílio (p<0,001). Conclusão: Foi possível mostrar por meio de um processo de auditoria que os mercados de bairro são os estabelecimentos comerciais mais predominantes no município e estão em segundo lugar na maior disponibilidade de alimentos ultraprocessados. Os bairros mais periféricos e de maior vulnerabilidade social são os mais afetados pela alta exposição aos alimentos ultraprocessados em diferentes tipos de comércios. A relação entre o escore de disponibilidade de alimentos ultraprocessados e fatores sociodemográficos da região indica desigualdade na exposição aos alimentos não saudáveis e não recomendados pelo Guia Alimentar para a População Brasileira. Nesse sentido é fundamental gerar incentivos e possibilidades para criar um ambiente alimentar do consumidor que favoreça escolhas alimentares mais saudáveis, em especial pela população mais vulnerável.

Introduction: The rise in sales of ultra-processed foods has been gradually changing the pattern of food, the incidence of non-communicable diseases, and the food environment around the world. The consumer's food environment reflects the availability of these foods through the retail trade. The type of establishment and its location in the territory may be related to the quality of the food sold. Social, economic, and demographic factors also influence the availability of food. The high availability of ultra-processed foods favors their consumption and consequently affects the population's health. Objective: To evaluate the availability of ultra-processed foods and associated factors in the consumer's food environment in a medium-sized municipality in the state of SP. Methodology: Observational cross-sectional study conducted with audit data from retail stores in the municipality of Jundiaí-SP collected in 2017-2018. 649 retail stores were analyzed, grouped into 11 establishment categories. The AUDITNOVA instrument was used for the audit. Data on the availability of 18 types of ultra-processed foods were obtained. A summation of the 18 ultra-processed foods was performed to create a score of availability of ultra-processed foods, with a range from 0 to 100 points. Ultra-processed foods were grouped into five categories, with a subscore. To characterize the score and subscore of availability of ultra-processed foods according the type of establishment and sociodemographic indicators of the census sectors (average monthly income of the heads, number of residents in the household, and participation of the black, brown, yellow, and indigenous population in the total of inhabitants) descriptive statistics were used, with measures of central tendency and dispersion. Differences in the mean scores according to sociodemographic variables were assessed using the Student's t-test. Georeferenced maps were constructed to characterize the distribution of the availability of ultra-processed foods in the territory, according to sociodemographic variables. Result: A total of 649 retail stores were analyzed, most of which were classified as neighborhood markets (25.4%). The supermarket was the trade category with the highest score for the availability of ultra-processed foods (total score: 93), followed by neighborhood markets (total score: 75). Among the types of ultra-processed foods analyzed, candies, soft drinks, and snacks were available in 60% of the audited establishments. The subcategory of sugary drinks were the most frequent in 9 of the 11 commercial categories. Higher scores were observed in regions with lower income, the higher percentage of the black, brown, yellow, and indigenous population, and a higher number of residents per household (p <0.001). Conclusion: It was possible to show through an audit process that neighborhood markets are the most prevalent commercial establishments in the municipality and are in second place in the greatest availability of ultra-processed foods. The most peripheral and most socially vulnerable neighborhoods are the most affected by the high exposure to ultraprocessed foods in different types of businesses. The relationship between the score of availability of ultra-processed foods and sociodemographic factors in the region indicates inequality in exposure to unhealthy foods and not recommended by the Food Guide for the Brazilian Population. In this sense, it is essential to generate incentives and possibilities to create a consumer food environment that favors healthier food choices, especially for the most vulnerable population.
Descritores: Fatores Socioeconômicos
Indicadores Demográficos
Vulnerabilidade Social
Alimentos Industrializados
Ciências da Nutrição
-Comércio
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1223930
Autor: Cardoso, Jucilene Rodrigues; Ferreira, Paula Daianny Alves Araújo; Andrade, Ana Paula Colares de.
Título: Avaliação de indicadores higienicossanitários em mortadelas fatiadas / Evaluation of sanitary hygienic indicators in the sliced bolognas
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;78(único):1-5, dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os embutidos cárneos estão entre os produtos mais consumidos e comercializados e podem representar uma importante fonte de contaminação por micro-organismos patogênicos ou deteriorantes decorrentes de manipulação excessiva, do aumento da superfície de contato e pela maior exposição ao oxigênio atmosférico. Este trabalho avaliou a qualidade microbiológica de mortadelas fatiadas comercializadas em Fortaleza, CE. Foram coletadas 12 amostras de mortadelas, de diferentes marcas, em supermercados de Fortaleza, CE e estas foram fatiadas e embaladas no momento da compra. As amostras foram submetidas à avaliação microbiológica quanto à presença de coliformes termotolerantes, estafilococos coagulase positiva e presença/ausência de Salmonella spp. Os resultados obtidos demonstraram que todas as amostras analisadas estavam dentro dos padrões estabelecidos pela legislação brasileira. A presença de coliformes e estafilococos coagulase positiva nos alimentos, mesmo que seja em níveis inferiores aos preconizados pela legislação vigente, pode indicar condições higienicossanitárias insatisfatórias. Neste contexto, enfatiza-se a necessidade de efetuar a adoção de boas práticas em supermercados e maior fiscalização por parte dos órgãos responsáveis, com o intuito de minimizar os possíveis problemas de saúde pública. (AU)

Meat sausages are among the mostly consumed and commercialized products, and they are the important source of contamination by pathogenic or deteriorating microorganisms due to the excessive manipulation, the increased surface contact and the considerable exposure to the atmospheric contents. The objective of this study was to evaluate the microbiological quality of sliced mortadella commercialized in Fortaleza, CE. Twelve samples of mortadella from different brands were collected in supermarkets located in Fortaleza, CE, and they were sliced and packed at the time of purchase. The samples were evaluated by the microbiological analyses for detecting the occurrence of thermotolerant coliforms, coagulase positive staphylococci and presence/absence of Salmonella spp. The results from the present study showed that all of the analyzed samples were within the standards established by the Brazilian legislation. The occurrence of coliforms and coagulase-positive staphylococci in food, even at lower levels than those recommended by current legislation, they indicate the unsatisfactory sanitary hygienic conditions. Therefore, it is emphasized the need to adopt the good practices in supermarkets and a major supervision by the responsible agencies, in order to minimize the occurrence of possible public health problems. (AU)
Descritores: Qualidade dos Alimentos
Higiene dos Alimentos
Técnicas Microbiológicas
Alimentos Industrializados
Manipulação de Alimentos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1181994
Autor: Perú. Ministerio de Salud.
Título: Un gordo problema: Sobrepeso y obesidad en el Perú / A fat problem: Overweight and obesity in Peru.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 2012. 21 p. ilus, graf.
Idioma: es.
Resumo: El presente documento, publicado en el marco de la acción vigilante del Ministerio de Salud ante los problemas nutricionales; tiene la finalidad de proponer cambios en los patrones de alimentación y actividad física, dado que el sobrepeso, obesidad y las enfermedades no trasmisibles como la hipertensión, diabetes y coronarias, vienen afectando significativamente a los peruanos. Se destaca, asimismo, que uno de los sectores más evidentes de esta epidemia, es el de las mujeres en edad fértil, en 1996 ya afectada en un 43% y el año pasado en más de la mitad (51%); el sector de los escolares, asimismo, según la Encuesta de Salud Escolar 2010, un 23% tiene exceso de peso. Se detalla también, que el sobrepeso y la obesidad ya han penetrado en uno de cada tres hogares pobres del país, y adicionalmente los niños menores de cinco años, presentan altas tasas de anemia nutricional; fenómeno de la desnutrición que se cruza entonces con el de sobrepeso y la obesidad
Descritores: Alimentos Industrializados
Atividade Motora
Bebidas Gaseificadas/efeitos adversos
Controle e Fiscalização de Alimentos e Bebidas
Desnutrição
Estilo de Vida
Obesidade
Programas e Políticas de Nutrição e Alimentação
Sobrepeso
Transtornos Nutricionais
-Peru
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MINSA 1631"}]


  8 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-982689
Autor: Paulino, Daniela Calado; Panetta, José Cezar; Levenhagen, Renata Savarino.
Título: Análise microbiológica de amostras de patês de presunto comercializados na região sul de São Paulo / Microbiological analysis of ham pate samples marketed in the southern region of São Paulo
Fonte: Hig. aliment;30(252/253):170-173, 29/02/2016. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O consumo de alimentos contaminados pode causar doenças que trazem prejuízos aos indivíduos. As doenças transmitidas por alimentos ­ DTA´s ­ mais comuns são as originadas pela contaminação de origem microbiana. O patê de presunto é um alimento rico em nutrientes e também apresenta grande atividade de água (Aa), ou seja, é muito propício para o crescimento bacteriano; portanto, caso ocorra falha durante o processamento desse alimento e ocorra contaminação, haverá condições para multiplicação bacteriana. Por isso, o processo deve ser muito bem feito, para não haver multiplicação de bactérias patogênicas, o que acarretará problema sério para a saúde de quem consumir o produto contaminado. Este trabalho teve como objetivo pesquisar a presença de Escherichia coli, Salmonella sp. e Staphylococcus aureus nos patês de presunto industrializados e comercializados nos principais supermercados, hipermercados e panificadoras da região sul do Estado de São Paulo. Os resultados obtidos permitiram avaliar, no período em que foram realizados os testes e para as amostras analisadas, que as condições microbiológicas dos patês que estão sendo comercializados nos estabelecimentos da região sul de São Paulo, para o consumo da população em geral, estão adequadas, sugerindo dessa forma que não há grandes problemas quanto ao seu processo de fabricação, condições higienicossanitárias e de manipulação de alimentos nos estabelecimentos pesquisados, porém mais pesquisas devem ser realizadas para afirmações conclusivas sobre a segurança microbiológica dos patês.

The consumption of contaminated food can cause diseases that bring harm to individuals. The food-borne diseases - FBD's - are most commonly caused by contamination of microbial origin. The ham pâté is a food rich in nutrients, and also has a large water activity (Aw), for example, it is very conducive to bacterial growth; therefore, if failure occurs during the processing of food, and contamination occurs, there will be conditions for bacterial growth. That is why, the process must be very well done, so there is no multiplication of pathogenic bacteria, which will result in a serious problem for the health of those who consume the contaminated product. This study aims to investigate the presence of Escherichia coli, Salmonella sp. and Staphylococcus aureus in ham pâté industrialized and marketed in major supermarkets, hypermarkets and bakeries in the southern state of Sao Paulo. The results allowed to assess the period in which the tests were performed and analyzed samples, the microbiological conditions of pate being sold in shops in the southern region of Sao Paulo, for the consumption of the general population, are appropriate thereby, suggesting that no major problems in terms of their manufacturing process, sanitary conditions and food handling establishments surveyed, but more research is required in order to make any statement about the microbiological safety of pates.
Descritores: Amostras de Alimentos
Contaminação de Alimentos/análise
Alimentos Industrializados
Produtos da Carne/microbiologia
-Salmonella/isolamento & purificação
Staphylococcus aureus/isolamento & purificação
Brasil
Escherichia coli/isolamento & purificação
Comercialização de Produtos
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  9 / 187 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1049797
Autor: Sousa, Maria Clara Domingos de Araújo; Barros, Yáskara Veruska Ribeiro; Silva, Vânia Nascimento Tenório; Santos Junior, Claudio José dos.
Título: Avaliação do teor de sódio contido em salgadinhos industrializados comercializados em supermercados / Evaluation of the sodium content contained in industrialized salted snacks marketed in supermarkets
Fonte: Rev. bras. ciênc. saúde;23(4):535-542, 2019. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Analisar experimentalmente o teor de sódio de sal-gadinhos industrializados disponíveis no comércio da Cidade de Maceió, Alagoas. Material e Métodos: Classificar o teor de sódio de acordo com a legislação vigente. Vinte amostras de salgadinho de milho, trigo e batata, de diferentes sabores foram avaliadas utilizando-se a metodologia de espectrofotometria de emissão com atomização em chama. Resultados: Verificou-se que todas as amostras apresentavam a classificação de "alto teor" de sódio, tendo por base a RDC n° 24 de 2010 da Anvisa e que 65% das amostras apresentaram valores reais do teor de sódio superiores aos que estavam declarados nos rótulos. Conclusão: Com relação ao teor de sódio encontrado nos salgadinhos analisados, verificou-se que todas as amostras apresentaram a classificação de "alto teor" de sódio. (AU)

Objective:The objective of the study was to analyze experi-mentally the sodium content of commercially available savory foods in the city of Maceió, Alagoas,. Method: to classify this content according to the current legislation. Twenty samples of corn flakes, wheat and potato snacks of random flavors were evaluated using the emission spectrophotometry with in-line flame atomization method. Results: It was verified that all The samples presented a sodium "high content" classification, based on Anvisa's RDC nº 24 of 2010 and that it was also observed that 65% of the samples had actual values of sodium content higher than those declared on the labels. Conclusion: Regarding the sodium content found in the analyzed snack foods, it was found that all samples had the classification of "high" sodium. (AU)
Descritores: Sódio/análise
Produtos de Venda Direta ao Consumidor
Alimentos Industrializados
-Sódio/classificação
Triticum/química
Solanum tuberosum/química
Zea mays/química
Informação Nutricional
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central


  10 / 187 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-897471
Autor: Souza, Celsa da Silva Moura; Camargo, Erika Barbosa; Lima, Thaize Maria Silva; Souza, Mauro Leno Rodrigues de; Silva, Gilberto Tadeu Reis da; Sanchez, Fernanda Figueroa.
Título: Consumo alimentar de crianças do ensino fundamental em uma instituição pública / Consumo alimentario de niños de la educación primaria en una institución pública / Food consumption of children of fundamental education in a public institution
Fonte: Rev. baiana enferm;31(2):e20583, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo verificar o consumo alimentar e a classe econômica de escolares de ensino fundamental em uma instituição pública. Método estudo transversal quantitativo e qualitativo com 43 escolares entre 6 e 11 anos, de ambos os sexos, da rede municipal de Manaus, Amazonas, Brasil. Os dados foram obtidos mediante questionário semiestruturado com informações de consumo alimentar e socioeconômicas e pela observação participante. Resultados foi verificado alto consumo de produtos industrializados, fontes de proteína de origem animal, gorduras e açúcares refinados, e baixo consumo de fibras e pescados, bem como pouca aderência aos alimentos oferecidos pela escola, independente de classe econômica. Conclusão o reduzido consumo de vegetais e frutas em todas as classes socioeconômicas e o frequente consumo de biscoitos, doces e produtos de processamento industrial refletem a baixa qualidade da dieta das crianças.

Objetivo verificar el consumo alimentario y la clase económica de escolares de educación primaria en una institución pública. Método estudio transversal cuantitativo y cualitativo, con 43 escolares entre 6 y 11 años, de ambos sexos, de la red municipal de Manaus, Amazonas, Brasil. Datos obtenidos mediante cuestionario semiestructurado con informaciones de consumo alimentario y socioeconómico y por la observación participante. Resultados se verificó alto consumo de productos industrializados, fuentes de proteína de origen animal, grasas y azúcares refinados, y bajo consumo de fibras y pescados, así como poca adherencia los alimentos ofrecidos por la escuela, independiente de clase económica. Conclusión el reducido consumo de vegetales y frutas en todas las clases socioeconómicas y el frecuente consumo de galletas, dulces y productos de procesamiento industrial reflejan la baja calidad de la dieta de los niños.

Objective To verify the food consumption and the economic class of primary and secondary schoolchildren from a public institution. Method It was a quantitative and qualitative cross-sectional study conducted with 43 students aged between 6 and 11 years, of both sexes, from the municipal network of Manaus, Amazonas, Brazil. Data collection occurred through a semi-structured questionnaire on food consumption and socioeconomic information and participant observation. Results High intake of industrialized food, sources of animal protein, fats, and refined sugars, and low intake of fiber and fish were observed, as well as low adherence to the school meals, regardless of economic class. Conclusion Reduced fruit and vegetable intake in all socioeconomic classes and the frequent consumption of cookies, sweets, and industrialized food reflect the poor quality of the children's diet.
Descritores: Serviços de Saúde Escolar
Educação Alimentar e Nutricional
Ingestão de Alimentos
Saúde da Criança
Alimentos Industrializados
-Instituições Acadêmicas
Ensino Fundamental e Médio
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería



página 1 de 19 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde