Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS2.001.003.004.006.008 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 10 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-742466
Autor: São José, Jackline Freitas Brilhante de; Medeiros, Hiasmyne Silva de.
Título: Uso de ultrassom associado ou não ao dicloisocianurato de sódio na sanitização de tomate cereja (Lycopersicon esculentum var. cerasiforme) / Use of ultrasound associated or not with sodium dichloroisocyanurate in the disinfection of cherry tomato (Lycopersicon esculentum var. cerasiforme)
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;72(3):244-248, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A operação de lavagem associada ao uso de soluções sanitizantes é considerada a única etapa na qual pode ser alcançada a redução no número de micro-organismos deterioradores e patogênicos. Nesta pesquisa foi avaliada a aplicação do ultrassom associado ou não ao dicloroisocianurato de sódio na etapa de sanitização de tomates do tipo cereja. O tratamento por ultrassom combinado à solução de dicloisocianurato de sódio e o procedimento com inicial aplicação de ultrassom seguido de imersão em solução do composto clorado,foram os que promoveram as maiores reduções na microbiota inicial de mesófilos aeróbios e coliformes a 35 oC. Em todos os tratamentos, não houveram alterações significativas nos valores de sólidos solúveis,pH e acidez titulável (p < 0,05). Os tratamentos com ultrassom promoveram 14 % de redução na firmeza do tomate cereja não sanitizado. Pelo fato de o ultrassom ser potencial alternativa na sanitização, outras variáveis do tratamento (tempo e frequência aplicada) devem ser estudadas para adequar as condições de processamento que potencializem a inativação de micro-organismos sem causar prejuízos na qualidade final do produto.

The washing procedure associated with the use of sanitizer solutions is the only one stage in whichthe reduction in the number of deteriorative and pathogenic microorganisms can be achieved. Thisstudy aimed at evaluating the application of the ultrasound associated with or without the sodiumdichloroisocyanurate on the cherry tomatoes sanitization step. The ultrasound treatment combinedwith sodium dichloisocyanurate solution, and the procedure in which the ultrasound was applied at firstand followed by the immersion in chlorinated solution, was the procedure that promoted the highestreductions in the initial aerobic mesophilic microorganisms and coliforms at 35 oC. No significant changeswas found (p < 0.05) on the soluble solids, pH and titratable acidity values in all of the used treatments.The treatments with ultrasound promoted 14 % reduction in the firmness of not sanitized tomato. As apotential alternative for performing the sanitization, the ultrasound should be assessed on the additionalvariables as the applied time and frequency. Therefore, the processing conditions would be adjusted, andit would enhance the microorganisms inactivation without causing harm on the quality of final product.
Descritores: Lycopersicon esculentum
Sódio
Soluções
Ultrassom
Verduras
Agentes de Lavagem
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  2 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Borges, Maria de Fátima
Id: lil-740599
Autor: Costa, Eveline de Alencar; Figueiredo, Evânia Altina Teixeira; Chaves, Cristina de Sousa; Almeida, Paulo César; Borges, Maria de Fátima; Magalhães, Iara Maria Cerqueira.
Título: Avaliação da eficiência de um detergente na sanitização de alfaces (Lactuca sativa L) de cultivos orgânico e convencional / Evaluation of the effectiveness of a detergent in the sanitization of lettuce (Lactuca sativa L) organic and conventional cultivation
Fonte: Hig. aliment;28(230/231):122-126, mar.-abr. 2014. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Alface/microbiologia
Detergentes
Higiene dos Alimentos
Microbiologia de Alimentos
Agentes de Lavagem
-Contaminação de Alimentos/prevenção & controle
Hipoclorito de Sódio/administração & dosagem
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  3 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-723627
Autor: Stork, Samara Souza; Cruz, Ana Carla da.
Título: Análise do processo de higienização de hortifrutis em uma unidade de alimentação e nutrição no município de Tubarão, SC / Analysis of the sanitization process for produce one unit of food and nutrition in the city of Tubarão, SC
Fonte: Hig. aliment;27(222/223):72-76, jul.-ago. 2013. graf.
Idioma: pt.
Descritores: Desinfecção/métodos
Higiene dos Alimentos
Serviços de Alimentação/normas
Verduras
-Brasil
Cloro/administração & dosagem
Contaminação de Alimentos/prevenção & controle
Hipoclorito de Sódio/administração & dosagem
Agentes de Lavagem
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  4 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-616592
Autor: Muxfeldt, Aline Bitencourt; Pinto, Andréa Troller.
Título: Ozônio como agente sanitizante de hortaliças / Ozone as a sanitizer of vegetables
Fonte: Hig. aliment;25(196/197):56-59, maio-jun. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Derivados do cloro são utilizados no Brasil como principal sanitizante para vegetais folhosos, sendo preferidos pelo seu baixo custo e aplicação simples. Diversos trabalhos apontam para uma forte associação entre derivados do cloro e formação de trihalometanos, tendo sido proibida sua utilização em alguns países da Europa. O ozônio aparece com uma opção simples e sustentável para sanitização de hortaliças, com a vantagem de não formar resíduos. O presente trabalho visou identificar as vantagens do uso do ozônio na sanitização de vegetais, comparando-o com o uso do cloro, na redução da contagem de coliformes termotolerantes. Pode-se afirmar que não há diferença na qualidade da higienização, entretanto há uma redução do tempo de trabalho e o consumo de água quando é usado ozônio para sanitização dos vegetais folhosos.
Descritores: Brassicaceae/microbiologia
Desinfecção da Água/métodos
Ozonização
Verduras
Agentes de Lavagem
-Microbiologia de Alimentos
Inocuidade dos Alimentos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  5 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ueno, Mariko
Id: lil-604013
Autor: Mitsue, Sandra Cristina; Santos, Tânia Aparecida Ferreira dos; Ueno, Mariko.
Título: Ozônio: aplicação na desinfecção de alface (Lactuca sativa L. ) / Ozone: application for the disinfection of lettuce (Lactuca sativa L. )
Fonte: Hig. aliment;23(178/179):150-153, nov.-dez. 2009. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Esta pesquisa teve por objetivo avaliar a eficiência da água ozonizada (6,4 mg/L) em comparação ao hipoclorito de sódio (200 ppm) e vinagre (4%) na sanitização de alface realizada por imersão durante 15 minutos. Foram analisadas 20 amostras quanto à presença de bactérias aeróbias mesófilas, de coliformes totais e coliformes termotolerantes. A microbiota inicial média apresentou 7,66 logUFC/g de bactérias aeróbias mesófilas, 3,38 log UFG/g de coliformes totais, 2,36 logUFC/g de coliformes totais e ausência de Salmonella. Os resultados mostraram que para bactérias aeróbias mesófilas a água ozonizada mostrou ser mais eficiente reduzindo 1,84 logUFC/g, seguido do hipoclorito que reduziu 0,97 logUFG/g e do vinagre com uma redução de 0,60 logUFG/g. Para coliformes termotolerantes o hipoclorito de sódio reduziu 0,94 logUFG/g, a água ozonizada reduziu 0,71 log/UFG/g e o vinagre reduziu 0,60 logUFG/g. Os três produtos tiveram eficiência semelhante na redução de coliformes totais. A análise estatística mostrou que todos os sanitizantes testados apresentaram resultados semelhantes, sendo que a água ozonizada mostrou-se superior na destruição de bactérias aeróbias mesófilas.
Descritores: Alface/microbiologia
Desinfecção/métodos
Higiene dos Alimentos
Ozonização
Agentes de Lavagem
-Ácido Acético/administração & dosagem
Contaminação de Alimentos/prevenção & controle
Hipoclorito de Sódio/administração & dosagem
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  6 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-585523
Autor: Peloso, Ana Gabriela Figueiredo; Carvalho, Patrícia Lunardelli Negreiros de; Veiga, Sandra Maria Oliveira Morais; Nascimento, Luiz Carlos do; Fiorini, João Evangelista.
Título: Avaliação da eficiência de diferentes sanificantes em alface (Lactuca sativa) e de suas influências na vida útil do produto / Evaluating the effectiveness of various sanitizers on lettuce (Lactuca sativa) and their influence on the product's life
Fonte: Hig. aliment;24(180/181):122-127, jan.-fev. 2010. tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Alface/microbiologia
Contaminação de Alimentos/prevenção & controle
Desinfecção da Água/métodos
Conservação de Alimentos
Agentes de Lavagem
-Cloro/administração & dosagem
Ozônio/administração & dosagem
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  7 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-563392
Autor: Antoniazzi, Aline; Jaskulski, Mariluce da Rocha.
Título: Avaliação microbiológica de amostras de agrião sanitizadas e não sanitizadas comercializadas em supermercados de Erechim, RS / Microbiological evaluation of samples of watercress sanitized and commercialized in supermarkets Erechim, RS
Fonte: Hig. aliment;23(174/175):146-152, jul.-ago.2009. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Os objetivos deste estudo foram avaliar a presença de coliformes totais e coliformes termotolerantes em amostras de agrião comercializadas em supermercados de Erechim, RS, assim como analisar a eficácia da lavagem em água corrente e imersão em solução de hipoclorito de sódio comercial. De acordo com os resultados encontrados, 90% das amostras não-sanitizadas apresentaram NMP de coliformes totais maiores ou iguais a 240. O limite de 10² Coliformes termotolerantes/g estabelecido pela legislação foi ultrapassado por 85% das amostras. Após o processo de sanitização 80% das amostras permaneceram com alta contaminação por Coliformes termotolerantes.
Descritores: Brassicaceae/microbiologia
Coliformes
Contaminação de Alimentos
Amostras de Alimentos
Verduras
Hipoclorito de Sódio
Agentes de Lavagem
-Brasil
Comércio
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  8 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Edir Nepomuceno da
Id: lil-558019
Autor: Oliveira, Jair Vicente de; Silva, Edir Nepomuceno da.
Título: Comparação de agentes químicos na sanitização de ovos comerciais / Comparison of chemical agents in the sanitation of commercial eggs
Fonte: Hig. aliment;23(170/171):98-102, mar.-abr. 2009. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Considerando os contaminantes da casca do ovo e o seu uso em alta escala na indústria de alimentos, o ovo passa a ser uma matéria prima que oferece riscos à saúde do consumidor, bem como prejuízo ao produtor e ao setor industrial. Com o objetivo de aumentar a eficiência na limpeza e sanificação, utilizamos, isoladamente, hipoclorito de sódio nas concentrações de 5,8, 50 e 100 mg/L de cloro ativo, composto de amônio quaternário concentrado a 50% diluído 1/500 e 1/1000 e um composto de amônio quaternário comercial contendo 20% do ingrediente ativo em suspensão alcalina, diluído de acordo com as recomendações do fabricante. (...) Realizou-se a contagem global de bactérias mesófilas e psicrotróficas aeróbias, bolores, leveduras, coliformes totais e fecais antes da aplicação dos sanificantes (para acompanhamento dos contaminantes oriundos da granja) e após a sanificação, compreendendo o período de estocagem de sete e quatorze dias para avaliação da sanitização. Na prática da aplicação em laboratório, encontramos que a microbiota da casca do ovo, foi reduzida de 2 a 3 ciclos logarítmicos quando usado os compostos de amônio quaternário (CAQ).
Descritores: Ácido Acético/administração & dosagem
Compostos de Amônio Quaternário/administração & dosagem
Contaminação de Alimentos/prevenção & controle
Casca de Ovo
Hipoclorito de Sódio/administração & dosagem
Agentes de Lavagem
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  9 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ueno, Mariko
Id: lil-531976
Autor: Santos, Tânia Aparecida Ferreira dos; Mitsue, Sandra Cristina; Ueno, Mariko.
Título: Eficiência de diferentes sanitizantes sobre a microbiota da alface orgânica (Lactuca sativa L. ) / Efficiency of different sanitizers on microbial organic lettuce (Lactuca sativa L. )
Fonte: Hig. aliment;22(160):81-84, abr. 2008. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A busca por alimentos saudáveis e de alta qualidade vem aumentando diariamente e um aspecto de importância na qualidade de hortaliças é o tratamento adequado com sanitizantes que assegure a redução de microrganismos aos níveis considerados seguros. Visando diminuir a carga microbiana inicial e seu desenvolvimento em alface orgânica, este estudo teve por objetivo verificar a eficiência de soluções de dicloroisocianurato de sódio (NaDCC), hipoclorito de sódio (NaOCI), ambos na concentração de 100 ppm, e ozônio (O3) 6,4 ppm sobre a população de coliformes fecais, coliformes totais, bactérias aeróbias mesófilas e Salmonella sp. A avaliação da microbiota inicial revelou que 100 por cento das amostras apresentavam níveis altos para coliformes totais e bactérias aeróbias mesófilas e 30 por cento das amostras apresentavam coliformes fecais. Não foi detectada Salmonella sp. Os tratamentos com NaDCC e NaOCI foram mais efetivos na redução de coliformes totais, seguidos da água ozonizada. Na redução de coliformes fecais todos os sanitizantes testados foram eficientes. Menores contagens de bactérias aeróbias mesófilas foram encontrados após tratamento com NaDCC, seguidos da água ozonizada e NaOCI.
Descritores: Alface/microbiologia
Coliformes/prevenção & controle
Desinfecção
Microbiologia de Alimentos
Alimentos Orgânicos
Hipoclorito de Sódio/administração & dosagem
Agentes de Lavagem
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  10 / 10 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Srebernich, Silvana Mariana
Id: lil-525407
Autor: Srebernich, Silvana Mariana; Carvalho, Érica Blascovi de; Sicalhone, Marcela.
Título: Avaliação do efeito sanitizante da quitosana sobre a microbiota do cheiro verde minimamente processado / Evaluation of sanitizers effects of chitosan on the microbiota of minimally processed
Fonte: Hig. aliment;21(157):22-27, dez. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Devido à crescente demanda por alimentos minimamente processados prontos para o consumo, a necessidade de um controle rigoroso das condições higiênico-sanitárias desses produtos é essencial. Sendo o cloro o único agente sanitizante permitido pelas leis sanitárias brasileiras e estando ele associado ao aparecimento de diversos tipos de câncer, busca-se atualmente encontrar outros agentes não químicos que possuam ação antimicrobiana. Um desses agentes é a quitosana, um biopolímero obtido através do processsamento da quitina, encontrada principalmente nos invertebrados marinhos, além de insetos, bolores e leveduras. A quitosana é facilmente dissolvida em soluções aquosas de ácidos orgânicos e inorgânicos, resultando em soluções viscosas usadas como filmes na proteção microbiana de legumes e frutas. Assim, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a ação sanitizante da quitosana em cheiro verde minimamente processado, nas concentrações de 5 e 10 por cento nos tempos de 5, 10 e 15 minutos de contato. Os resultados obtidos mostraram ausência de Salmonella spp. e E. coli em todas as amostras, demonstrando o efeito bactericida da quitosana independente das concentrações e tempos estudados. (...) Conclui-se que a quitosana pode ser utilizada como agente sanitizante em substituição ao hipoclorito de sódio no tratamento de cheiro verde minimamente processado e que não há necessidade de se trabalhar com concentração superior a 5 por cento.
Descritores: Microbiologia de Alimentos
Quitosana/efeitos adversos
Hipoclorito de Sódio
Plantas/microbiologia
Agentes de Lavagem
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde