Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS2.002.001.010.001 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 45 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 45 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1007981
Autor: Rocha, Karine Watanabe Oliveira.
Título: Técnicas de recomposição de componentes do sangue para fins terapêuticos / Techniques for restoring blood components for therapeutic purposes
Fonte: Rev. bras. anal. clin;49(4):339-343, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O uso de técnicas de recomposição de componentes do sangue para fins terapêuticos sem a necessidade de transfusão de sangue apresenta uma grande perspectiva de desenvolvimento futuro. A preocupação com a redução das necessidades de transfusão de sangue e derivados nos períodos trans e pós-operatórios sempre existiu devido à incidência de complicações correlatas às transfusões, principalmente com o risco de transmissão de doenças, como a AIDS, hepatite, malária e doença de Chagas. Todas as medidas que possam ser usadas para que haja a redução do volume de sangue transfundido são válidas, por isso esse artigo tem como objetivo identificar as estratégias clínicas existentes e assim foram analisados todos os métodos e alternativas disponíveis, como o uso da eritropoetina recombinante humana (rhEPO), a doação autóloga, uso de hemoderivados e as soluções carreadoras de oxigênio. Para o século XXI, haverá grandes mudanças em relação às estratégias clínicas com um grande foco no aperfeiçoamento da segurança e aumento de produtos hemoderivados
Descritores: Transfusão de Sangue Autóloga
Eritropoetina
Medicamentos Hemoderivados
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  2 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-971793
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. Coordenação-Geral de Sangue e Hemoderivados.
Título: Manual de hemofilia / Guide on the management of Hemophilia / Guía sobre el manejo de la hemofilia.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2015. 79 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Hemofilia A/sangue
Hemofilia A/complicações
Hemofilia A/diagnóstico
Hemofilia A/terapia
-Medicamentos Hemoderivados
Hematologia
Serviço de Hemoterapia
Prevenção de Doenças
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Manuais
Publicações Governamentais
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)
BR599.1; 616.151.5(035), B823m, MT, 3000. 10001031168; BR599.1; 616.151.5(035), B823m, e.2, AG. 10001031169


  3 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-971784
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. Coordenação-Geral de Sangue e Hemoderivados.
Título: Caderno de informação sangue e hemoderivados: dados de 2013 / Blood and hemoderivates: hemotherapy production: Unified Health System – SUS/Brazil – (public and private contractors): private non-contracted services by SUS.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2015. 153 p. map, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Sangue
Medicamentos Hemoderivados
Hematologia/estatística & dados numéricos
Serviço de Hemoterapia
Estatística como Assunto
-Sistema Único de Saúde/estatística & dados numéricos
Doadores de Sangue/estatística & dados numéricos
Estatística como Assunto
Brasil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)
BR599.1; 612.1(81), B823c, MT, 1000. 10001031197; BR599.1; 612.1(81), B823c, e.2, AG, 1000. 10001031198


  4 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-973161
Autor: Massa, Catalina.
Título: Laboratorio nacional de hemoderivados: un orgullo nacional que cumplió sus primeros 50 años / Laboratorio nacional de hemoderivados: a national pride is celebrating its first 50 years
Fonte: Rev. argent. transfus;40(2):103-107, 2014. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Laboratórios/economia
Laboratórios/história
Laboratórios/tendências
Medicamentos Hemoderivados
-Aniversários e Eventos Especiais
Doadores de Sangue
Desenvolvimento Tecnológico
Argentina
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  5 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-936524
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada.
Título: Gestão de hemocentros: relatos de práticas desenvolvidas no Brasil: I curso de especialização em gestão de hemocentros: resumos das monografias finais.
Fonte: Brasília-DF; Ministério da Saúde; 2010. 674 p.
Idioma: pt.
Descritores: Medicamentos Hemoderivados
Serviço de Hemoterapia
Cultura Organizacional
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: BR276.2 - Biblioteca Doutor Orlando Costa
BR276.2; 612.1, B823g, AG


  6 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-833543
Autor: Rozengway Vijil, Herman; Vallecillo Amador, Len Isaias; Alvarado Medina, Cristian Gerardo.
Título: Suministros y uso de productos sanguíneos, banco de sangre del Hospital Escuela Universitario, Tegucigalpa, Honduras / Supply and use of the blood products, blood bank of the University School Hospital, Tegucigalpa, Honduras
Fonte: Rev. fac. cienc. méd. (Impr.);13(2):9-18, ju.-dic. 2016. graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Un banco de sangre es el ente encargado de la obtención de unidades sanguíneas: sangre total, eritrocitos,plasma, plaquetas, crioprecipitado; mantenimiento (tamizaje y refrigeración) y distribución, cuando es intrahospitalario además de estas funciones, abastece las salas de hospitalización que soliciten estos insumos. Objetivo: describir las principales fuentes de obtención de unidades sanguíneas, diferimiento, prevalencia de enfermedades transmisibles por vía transfusional, uso y descarte de hemoderivados Material y Métodos: estudio descriptivo, retrospectivo, transversal. Se analizaron los registros de la base de datos del Banco de Sangre del Hospital Escuela Universitario, año 2014, se identificó número y tipo de donantes, causas de diferimiento, donantes que presentaron reactividad en el tamizaje, componentes sanguíneos descartados y transfundidos y unidades de origen extrahospitalario. Resultados: la información fue conformada por 22 124 registros de donantes potenciales, 99.6% donantes de reposición y 0.4% donantes voluntarios; de estos se rechazó 3 724(16.8%) por incumplir los requisitos de donación. Se tamizaron 18 400 unidades: seroprevalencia para anti-core hepatitis B de 1.76%, Chagas 1.15%, T. Pallidum 1.1%, VIH 0.5%, Hepatitis C 0.4%, HBsAg 0.3%, HTLV I/II 0.3%. Se descartaron 14 745 unidades: plasma 75%, glóbulos rojos 9.9%, unidades seropositivas 6.9% y otros 8%. Se transfundieron 38 594 unidades: glóbulos rojos 43%, plasma fresco congelado 26%, plaquetas 18% y otros 13%. Se transfundieron adicionalmente 3,803 unidades provenientes de la Cruz Roja Hondureña: plaquetas 57%, plasma 27%, crioprecipitado 15%, otros 0.55%; otras instituciones proveyeron 698 unidades plaquetas 36%, plasma fresco congelado 21%, crioprecipitado 21% y otros 12%. Conclusiones: se observó una deficiente cantidad de donantes voluntarios, las unidades sanguíneas se obtienen principalmente de donantes de reposición, desconociendo la causa de la mayoría de diferimientos. Las prevalencias encontradas son coherentes con las establecidas por la OMS; el hemoderivado más descartado es el plasma, siendo proporcionalmente mayor a las cifras de la OMS, el hemoderivado más trasfundidos son glóbulos rojos que comparado con datos del Instituto Nacional de Salud colombiano es proporcionalmente menor. Las unidades transfundidas provenientes de otras instituciones muestran una reducción significativa y se destaca el alto grado de autonomía alcanzado...(AU)
Descritores: Bancos de Sangue/provisão & distribuição
Proteínas Sanguíneas/administração & dosagem
Coleta de Amostras Sanguíneas/métodos
Medicamentos Hemoderivados
Sala de Recuperação/provisão & distribuição
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Estudos de Validação
Responsável: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  7 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-790040
Autor: Valderrama Sanabria, Mery Luz; Malpica Estupiñán, Flor Nubia; Franco Vargas, Karen Yesenia.
Título: Cuidado de enfermería en la administración de hemoderivados / Nursing care in the administration of blood products
Fonte: rev. cuid. (Bucaramanga. 2010);6(1):955-963, ene.-jun. 2015. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El objetivo de la investigación fue identificar los cuidados de enfermería en la administración de hemoderivados. Materiales y Métodos: Estudio descriptivo de revisión sistemática de la literatura, mediante búsqueda de artículos en bases de datos como SciELO, Medigraphic y Medline, durante el segundo semestre del 2014 publicados entre los años 2000 y 2014 escritos en inglés, portugués y español. Resultados: la administración de hemoderivados es un procedimiento realizado por la enfermera y requiere responsabilidad, manejo meticuloso de la atención a la persona y aplicación correcta de un protocolo para prevenir complicaciones. Los cuidados se dividieron en tres; aquellos que se llevan a cabo antes de la administración, que a su vez se subdividen en administrativos, los cuales requieren compromiso ético-legal dando cumplimiento a normas establecidas y los de tipo asistencial; en segundo lugar se encuentran los que hacen referencia a los generados durante el proceso de transfusión y por último los que corresponden al finalizar tal proceso. Discusión y Conclusiones: Durante la revisión no se encontró un documento completo que soportara los cuidados de enfermería en la administración de hemoderivados por lo cual se tomaron de las diferentes fuentes bibliográficas. Tampoco se identificó un consenso nacional e internacional de estos cuidados y se evidenció que la enfermera desempeña un papel fundamental en la administración de hemoderivados puesto que permanece más tiempo con el paciente.

Introduction: The research objective was to identify the level of nursing care in the administration of blood products. Materials and Methods: Descriptive investigation about previous research articles. We conducted a comprehensive systematic review of the literature in databases such as SciELO, Medigraphic and Medline in the second semester of 2014. Articles were published in English, Portuguese and Spanish, with abstracts available in the period 2000 to 2014. Results: The administration of blood products is a process performed by nurses. The rationale for this is that nurses have responsibility and they are meticulous about their patients care. In addition nurses must follow protocols to prevent complications. Care is divided into three categories; before, during and after. Before administration of blood and its derives which includes administrative work and the measurement of vital signs. Administrative work requires a compromise between ethical and legal procedures that must be followed. Others care during administration and the end after administration. Discussion and Conclusions: During research nothing was found about care related to the administration of blood products. In order to work through this problem the best opinions of care were taken from each article. There is no National and International consensus on care in the administration of blood products. Nurses play an important role the administration of blood products because they are always at their patients side.
Descritores: Sangue
Medicamentos Hemoderivados
Cuidados de Enfermagem
Supervisão de Enfermagem
Organização e Administração
Protocolos
-Epidemiologia Descritiva
Literatura de Revisão como Assunto
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO646.9 - UDES - Universidad de Santander


  8 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-730115
Autor: Gadelha, Carlos Augusto Grabois.
Título: Hemobrás / Hemobras
Fonte: Divulg. saúde debate;(50):126-128, nov. 2013.
Idioma: pt.
Descritores: Medicamentos Hemoderivados
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  9 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-730114
Autor: Soares, Beatriz MacDowell.
Título: Rota da Política Nacional de hemoderivados / Political National Route of Blood Products
Fonte: Divulg. saúde debate;(50):113-124, nov. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A oferta de produtos hemoderivados ainda é um desafio a ser superado, vistoque a Hemobrás está em fase de implantação. A Constituição Federal bBasileira de 1988 e a Lei 10.205, de 21 de março de 2001, vedam a comercialização do sangue, seus componentes e derivados. Este trabalho reconstrói os passos para a produção nacional, analisados sob os pontos de vista ético, político, social, econômico e tecnológico. A despeito dos avanços e negociações pela autonomia da produção nacional, até o presente estesprodutos chegam ao país pela via do programa de fracionamento do plasma brasileiro excedente do uso terapêutico, no exterior, uma vez que o plasma é a matéria–prima para a produção dos hemoderivados, e pela via da importação. Contraditoriamente ainda há no país descarte de plasma por motivos técnicos e gerenciais.A preservação e a transformação desse plasma em hemoderivados, a partir do programa de fracionamento do plasma brasileiro excedente do uso terapêutico, no exterior, iniciado em 2002, constituíram um grande avanço e desafio ético para a política e a gestãoda saúde, que descartava a maior parte do que os doadores ofereciam aos serviços de hemoterapia nacionais.Duas alternativas foram apontadas para o país alcançar a autossuficiência em hemoderivados, baseadas nos aspectos econômicos e do provimento adequado: a construção de fábrica nacional para a ampliação da produção interna e a contratação de serviços, por meio de concorrência internacional, para a realização do fracionamento do Plasma Fresco Congelado/PFC já estocado e do que seria coletado, até que se tivesse a fábrica brasileira em funcionamento.Este estudo revelou que o investimento em fábrica própria é viável e vantajoso. Apesar de argumentos contrários a esta proposta, sustenta–se aqui que, em médio e longo prazos, deve–se chegar à autossuficiência. O país deve buscar alcançar a sua soberania no setor, dada a relevância destes produtos para a população...

The supply of blood products in Brazil still poses a challenge, particularly considering that Hemobrás is still under implementation. The Brazilian Federal Constitution of 1998 and Law 10.205, 21 March 2001, prohibit the sale of blood, blood components and derivatives. This paper reconstructs the steps required for national production and reviews them from ethical,political, social, economic and technological perspectives. Despite the advances and negotiations towards autonomy in national blood production, so far blood products arrive at the country via the Brazilian Plasma Fractionation Program. These are mostly imports of surplus plasma from therapeutic use coming from other countries serving as input for the production of blood products. Paradoxically, the country still discards its own plasma, for technical and managerial reasons. The preservation and transformation into blood products of the therapeutic–use surplus plasma obtained from abroad via Brazil's Fractionation Program, an initiative started in 2002, was at once a breakthrough and an ethical challenge for Brazil's healthcare policies and management, which, at the time, discarded the majority of what donors offered to Brazil's national hemotherapy service. Two alternatives for the country to achieve self–sufficiency in blood products was identified, taking into account both economic aspects and the ensuring of an adequate. Proposal 1would be the construction of a national factory for expansion of domestic production, while Proposal 2 would entail hiring external services, through an international bidding process, tocarry out the fractionation of the Fresh Frozen Plasma–FFP (both the current stock and that of future collections) until Brazilian plant to become operational.This study reveals that an in–country plant is not only feasible, but an advantageous investment. Despite arguments against this proposal, it is here argued that on the medium andlong terms such plant should reach...
Descritores: Medicamentos Hemoderivados
Política de Saúde
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  10 / 45 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-730112
Autor: Amorim Filho, Luiz de Melo.
Título: Cenário mundial do fracionamento industrial de plasma e da produção de hemoderivados / World scenario of industrial plasma fractioning and blood derivates production
Fonte: Divulg. saúde debate;(50):93-101, nov. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A produção de hemoderivados no mundo se iniciou nos anos 40, depois que o químico americano Edwin Cohn desenvolveu uma técnica de precipitação das proteínas plasmáticas pelo álcool. Desde então, a indústria tem passado por diversas fases, das quaisa primeira foi o boom da produção de albumina em pequenos laboratórios. Depois, surgiram os fatores de coagulação liofilizados para o tratamento da hemofilia e as imunoglo-bulinas intravenosas. O aparecimento da AIDS e a comprovação de que ela era transmitida pelos hemoderivados, nos anos 80, trouxeram no seu bojo uma transformação radical, com a introdução de métodos de inativação viral e a obrigação de a indústria cumprir compadrões de qualidade cada vez mais rígidos. O surgimento dos fatores de coagulação recombinantes modificou preços e estratégia dos centros de fracionamento de plasma, hoje focados principalmente na produção de imunoglobulina. A tendência da indústria de hemoderivados tem sido o de consolidações e fusões, criando grandes grupos econômicos que controlam o setor e que dependem cada vez mais do plasma em centros de doação remunerada, disseminados nos Estados Unidos. O Brasil entrou recentemente para o rol dos países com indústrias de hemoderivados, com a criação da Hemobrás, empresa estatalpertencente ao governo federal, cujo objetivo central é aproveitar o plasma disponível no país e reduzir a dependência externa por hemoderivados.

The hemoderivative production started in the 1940s, after the American chemistEdwin Cohn developed a alcohol–based plasmatic–protein precipitation technique. Since then, industry has gone through many phases, being the boom of albumin production in small labs the first one. After that, lyophilized coagulation factors appeared for the treatment of hemophilia and intravenous immunoglobulin. AIDS appearing and the verification that it was transmitted by hemoderivatives, in the 1980s, made present a radical transformation that introduced viral inactivation methods and the industry's obligation of complying with higher quality standards. The appearance of recombinant coagulation factors modified both prices and strategies of plasma fractionation centers, focused nowadays in imunnoglobulin production. Hemoderivative industry is following a consolidation and fusion tendency, creating big economical groupswhich control the sector and depend more and more on plasma from paid donation center, popular in The United States. Brazil has recently entered to the list of countries with hemoderivative industries after the creation of Hemobrás, whose main goal is to use the plasma available in the country to reduce the dependance on imported hemoderivatives.
Descritores: Medicamentos Hemoderivados
Brasil
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde