Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS2.003.002 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1293153
Autor: Rossi, Eliandra Mirlei; Possai, Jéssica; Honorato, Jessica Fernanda Barreto.
Título: Esponjas de banho: promovem limpeza ou podem ser reservatório e veículo de transmissão de microrganismos? / Bath sponges: promote cleaning or can be reservoirs and vehicles in the transmission of microorganisms?
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;79(Único):1-10, 31 mar. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: As esponjas de banho podem carrear contaminação, pois sua estrutura favorece a multiplicação microbiana. Desse modo, o objetivo deste trabalho foi verifica a eficiência de dois métodos de desinfecção para diminuir a quantidade de microrganismos de importância clínica nas esponjas de banho. Foram analisadas 30 esponjas de banho (15 vegetais e 15 sintéticas) que foram cortadas em três partes iguais. Uma delas serviu como controle. As demais partes foram submetidas à desinfecção por fervura durante cinco minutos e à imersão em hipoclorito de sódio 200 ppm. Os resultados demonstraram média de contaminação de bactérias heterotróficas de 4,1 LogUFC/mL e 4,7 LogUFC/mL, para as vegetais e sintéticas, respectivamente. A maioria (80%) das esponjas (10 sintéticas e 14 vegetais) apresentou contaminação por microrganismos de importância clínica. Os métodos de desinfecção reduziram as contagens de bactérias heterotróficas em 3,3 LogUFC/mL com fervura durante cinco minutos e 1,8 LogUFC/mL com desinfecção em hipoclorito de sódio 200 ppm. Conclui-se, portanto, que as esponjas de banho possuem contaminação microbiológica de importância clínica e que a fervura por cinco minutos é um método de fácil execução, baixo custo e capaz de controlar a quantidade de bactérias nas esponjas utilizadas para banho, reduzindo a disseminação de doenças. (AU)

Bath sponges can carry contamination, because their structure favors microbial multiplication. Thus, the objective of this work was to verify the efficiency of two disinfection methods to decrease the number of microorganisms of clinical importance in bath sponges. Thirty bath sponges (15 loofah and 15 synthetic) were analyzed and cut in three equal parts. One served as control. The other parts were boiled disinfected for five minutes and immersed in 200 ppm sodium hypochlorite. The results showed a mean contamination of heterotrophic bacteria of 4.1 LogUFC/mL and 4.7 LogUFC/mL, for plants and synthetic, respectively. The majority (80%) of the sponges (10 synthetic and 14 loofah) presented contamination by microorganisms of clinical importance. Disinfection methods reduced the counts of heterotrophic bacteria by 3.3 LogUFC/mL with boiling for five minutes and 1.8 LogUFC/mL with disinfection with 200 ppm sodium hypochlorite. It is concluded, therefore, that bath sponges present microbiological contamination of clinical importance and that boiling for five minutes is an easily executed low-cost method that is able to control the amount of bacteria in sponges used for bathing, reducing the risk of dissemination of disease. (AU)
Descritores: Bactérias
Reservatórios de Doenças
Desinfecção
Luffa
Produtos para Higiene Pessoal
Noxas
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-761218
Autor: Rosa, AM; Chang, MR; Spositto, FLE; Silva, CG; Miyagusku, L; Sversut, RA; Amaral, MS; Kassab, NM.
Título: Análise microbiológica de xampus e cremes condicionadores para uso infantil / Microbiological Analysis of Children?s Shampoos and Conditioners
Fonte: Rev. ciênc. farm. básica apl;36(1), mar. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: O Brasil é um dos maiores mercados mundiais consumidores de cosméticos infantis. A utilização de produtos de higiene pessoal, como xampus, condicionadores e sabonetes infantis, e de produtos de beleza já se incorporou ao dia a dia de muitas crianças. Deste modo, é imprescindível que esses produtos estejam em consonância com os limites microbianos estabelecidos pela Farmacopeia Brasileira (2010) e pela Resolução da Diretoria Colegiada/ANVISA No 481/99 para serem comercializados. Neste trabalho, foi avaliada a qualidade microbiológica de amostras de 10 xampus e 10 cremes condicionadores de cabelos destinados à higiene infantil. Dentre as amostras analisadas, verificou-se que, em 50% dos xampus e 30% dos cremes condicionadores capilares, houve proliferação de micro- organismos, tais como bactérias aeróbias e fungos, acima dos limites máximos permitidos. Embora não se tenha encontrado micro-organismos patogênicos, essas percentagens indicam a necessidade do cumprimento das Boas Práticas de Fabricação por parte das indústrias farmacêuticas e cosméticas, para que os consumidores possam adquirir produtos confiáveis, com qualidade adequada para manutenção da saúde e do bem-estar.(AU)

Brazil is one of the largest commercial markets for children?s cosmetics. Personal-care products such as shampoos, conditioners and soaps for infants use, as well as beauty products are used daily by many children. Therefore, it is essential that these products are within microbial limits established by the most recent Brazilian Pharmacopoeia and the Brazilian Health Surveillance Agency Collegiate Board of Directors Resolution No 481/99. This study evaluated the microbiological quality of samples of 10 shampoos and 10 conditioners intended for infant hygiene. Of the samples analyzed, 50% of shampoos and 30% of conditioners showed microbial growth, such as aerobic bacteria and molds/yeasts, over the limits allowed. Although pathogenic micro- organisms were not found, these proportions indicate the need for pharmaceutical and cosmetic companies and businesses to comply with Good Manufacturing Practices, so that consumers are able to purchase reliable products with appropriate quality to maintain their health and well-being.(AU)
Descritores: Microbiologia de Cosméticos
Preparações para Cabelo/análise
-Controle de Qualidade
Produtos para Higiene Pessoal
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-936472
Autor: Agência Nacional de Vigilância Sanitária.
Título: Guia de controle de qualidade de produtos cosméticos: uma abordagem sobre os ensaios físicos e químicos.
Fonte: Brasília-DF; ANVISA; 2007. 123 p.
Idioma: pt.
Descritores: Vigilância Sanitária
Produtos para Higiene Pessoal
-Saúde Pública
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Responsável: BR276.2 - Biblioteca Doutor Orlando Costa
BR276.2; 613.49:614.3(036), A265g, AG


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-513616
Autor: Guevara, Eva; González, María Gabriela; Pérez, Celsa; Rojas, Cielo; Gallippoli, Liliana; Cabrera, Dido.
Título: Incidencia de infecciones vaginales diagnósticadas por citolog¡a cervicovaginal: en mujeres mayores de 40 años: Hospital Miliar Dr. Carlos Arvelo / Incidence of vaginal infections diagnosed by cervicovaginal cytology in women older than 40 years: Hospital Militar Dr. Carlos Arvelo
Fonte: Salus militiae;31(1):32-34, ene.-jun. 2006. graf.
Idioma: es.
Resumo: Las infecciones son probablemente, la patología más frecuente de consulta en ginecología. La abundante y molesta sintomatología que suele acompañar a estos procesos lleva a la mujer a consultar con su médico. Las infecciones vaginales o vaginitis se puede ocasionar por virus, bacterias, hongos o parásitos, estos gérmenes pueden estar en la vagina solos o asociados. Clínicamente pueden distinguirse según los síntomas y signos, pero el diagnóstico definitivo se establece por citología y/o microbiología. Los cambios hormonales durante la pubertad, en la adolescencia, el ambarazo y la menopausia, predisponen a la mujer a contraer vaginitis, al igual que la falta de higiene adecuada, sensibilidad a ciertos jabones, utilización de anticonceptivos, entre otros. En este tarbajo se presenta la casuística de esta patología en las pacientes examinadas entre enero y diciembre de 2004 en el Departamento de Ginecología y Obstetricia de nuestro hospital.
Descritores: Candidíase Vulvovaginal/microbiologia
Doenças Vaginais/patologia
Doenças Vaginais/urina
Infecções Urinárias/patologia
Produtos para Higiene Pessoal
Tricomoníase/microbiologia
-Biologia Celular
Gardnerella vaginalis/citologia
Hormônios/análise
Unidade Hospitalar de Ginecologia e Obstetrícia/classificação
Limites: Humanos
Adulto
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde