Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS2.003.004.001.006 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 13 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 13 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1254920
Autor: Nuñez, Suleivys M; Guzmán, Fanny; Valencia, Pedro; Almonacid, Sergio; Cárdenas, Constanza.
Título: Collagen as a source of bioactive peptides: a bioinformatics approach
Fonte: Electron. j. biotechnol;48:101-108, nov. 2020. tab, ilus.
Idioma: en.
Projeto: ANID PIA.
Resumo: BACKGROUND: Collagen is the most abundant protein in animals and can be obtained from residues of the food industry. Its hydrolysate has many desirable properties that make it suitable as an additive in foods and cosmetics, or as a component of scaffold materials to be used in biomedicine. RESULTS: We report here the characterization of type I collagen from five different sources, namely bovine, porcine, chicken, trout and salmon, as well as their hydrolysates by means of bioinformatics tools. As expected, the results showed that bovine and porcine collagen, as well as trout and salmon collagen, can be used interchangeably due to their high identity. This result is consistent with the evolution of proteins with highly identical sequences between related species. Also, 156 sequences were found as potential bioactive peptides, 126 from propeptide region and 30 from the central domain, according to the comparison with reported active sequences. CONCLUSIONS: Collagen analysis from a bioinformatic approach allowed us to classify collagen from 5 different animal sources, to establish its interchangeability as potential additive in diverse fields and also to determine the content of bioactive peptides from its in silico hydrolysis.
Descritores: Peptídeos
Colágeno/química
Biologia Computacional
-Hidrolisados de Proteína
Salmão
Suínos
Análise por Conglomerados
Colágeno Tipo I
Aditivos em Cosméticos
Aditivos Alimentares
Hidrólise
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-483765
Autor: Pareja P., Bertha.
Título: Los sistemas no acuosos y sus posibles aplicaciones en dermatología y cosmética / Nonaqueous systems and their possible applications in dermatology and cosmetics
Fonte: Folia dermatol. peru;16(2):67-69, mayo-ago. 2005. tab.
Idioma: es.
Resumo: En la presente investigación damos a conocer los resultados de nuestras observaciones acerca de la estabilidad y posibles aplicaciones de los sistemas no acuosos, de manera especial la influencia de la temperatura y el tiempo de almacenamiento.
Descritores: Óleos
Aditivos em Cosméticos
Vaselina
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  3 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-529233
Autor: Bagatin, Edileia.
Título: Mecanismos do envelhecimento cutâneo e o papel dos cosmecêuticos / Mechanisms of skin aging and the role of cosmeceuticals
Fonte: RBM rev. bras. med;66(supl.3):5-11, abr. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A maioria dos mecanismos moleculares e celulares envolvidos no envelhecimento cutâneo intrínseco ou cronológico e extrínseco ou fotoenvelhecimento constitui objeto de muitos estudos de excelente qualidade e, portanto, são bem conhecidos. Contudo, existem aspectos ainda não completamente elucidados e até controversos. Por outro lado, a busca de tratamentos para prevenção, controle e reversão do envelhecimento, particularmente o fotoenvelhecimento, tem despertado muito interesse, nem sempre acompanhado do rigor científico necessário. Muitos ativos ditos antienvelhecimento são incorporados aos chamados cosmecêuticos que constituem uma classe de produtos tópicos intermediários entre os cosméticos e os medicamentos ou drogas. Como esses produtos são registrados como cosméticos, não há uma exigência rigorosa em relação aos estudos clínicos de eficácia e segurança, ou seja, são poucos os estudos controlados e randomizados. Em geral, eles não causam eventos adversos sérios, já que são utilizadas concentrações baixas dos ativos, muito aquém das que demonstram eficácia nos estudos pré-clínicos. Muitos, inclusive, não têm ação que comprovadamente possa interferir em qualquer dos mecanismos conhecidos do envelhecimento cutâneo. Não há como excluir a possibilidade de que tenham alguma utilidade, nem tampouco afirmar que possam produzir os resultados prometidos pela indústria cosmecêutica. Depende do bom senso dos dermatologistas decidir quando e qual produto indicar, assumindo com honestidade o real benefício esperado.Este artigo apresenta uma revisão dos mecanismos conhecidos do envelhecimento cutâneo e das principais substâncias ativas dos cosmecêuticos colocados no mercado nos últimos anos.
Descritores: Aditivos em Cosméticos
Envelhecimento da Pele/genética
Tecnologia de Cosméticos
Tegumento Comum/efeitos da radiação
-Cosméticos/análise
Cosméticos/química
Cosméticos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-974415
Autor: Puertas-Mejía, Miguel Angel; Gutierrez-Villegas, María Isabel; Mejía-Giraldo, Juan Camilo; Winkler, Robert; Rojano, Benjamín.
Título: In vitro UV absorption properties and radical scavenging capacity of Morella parvifolia (Benth. ) Parra-Os. extracts
Fonte: Braz. J. Pharm. Sci. (Online);54(3):e17498, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The goal of this research was to identify major compounds of the aerial parts of M. parvifolia (Benth.) Parra-Os., that could enhance its possible application as additive in dermocosmetic products, as well as evaluate the antioxidant properties. The extracts agreed with the broad-spectrum UVB/UVA absorption detected and could act as broad-spectrum sunscreens, covering the UVA and UVB range. Methanolic extracts showed an important antiradical capacity (0.46 and 0.47 g/µmol DPPH), TPC (37.58 and 51.41mg GAE/g DS) and TAC (1.12 and 3.31 mg C3GE/g DS) in fruits and leaves, respectively. M. parvifolia could be considered as a prospective source of natural UV-radiation absorbers with antioxidant capacity. Although the results have clearly demonstrated the potential photoprotection capacity, more studies are needed to enhance its application as an additive in pharmaceutical and medicinal formulations.
Descritores: Raios Ultravioleta/efeitos adversos
Extratos Vegetais
Myricaceae/classificação
Absorção
-Protetores Solares/efeitos adversos
Técnicas In Vitro/instrumentação
Componentes Aéreos da Planta
Aditivos em Cosméticos
Antioxidantes
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-889447
Autor: Spindola, Daniel Gonsales; Hinsberger, Andre; Antunes, Valéria Maria de Souza; Michelin, Luis Felipe Gomes; Bincoletto, Claudia; Oliveira, Carlos Rocha.
Título: In vitro cytotoxicity of chemical preservatives on human fibroblast cells
Fonte: Braz. J. Pharm. Sci. (Online);54(1):e00031, 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: Preservatives are widely used substances that are commonly added to various cosmetic and pharmaceutical products to prevent or inhibit microbial growth. In this study, we compared the in vitro cytotoxicity of different types of currently used preservatives, including methylparaben, imidazolidinyl urea (IMU), and sodium benzoate, using the human newborn fibroblast cell line CCD1072Sk. Of the tested preservatives, only IMU induced a reduction in cell viability, as shown using the MTT assay and propidium iodide staining (IMU>methylparaben>sodium benzoate). IMU was shown to promote homeostatic alterations potentially related to the initiation of programed cell death, such as decreased mitochondrial membrane potential and caspase-3 activation, in the treated cells. Methylparaben and sodium benzoate were shown to have a very low cytotoxic activity. Taken together, our results suggest that IMU induces programed cell death in human fibroblasts by a canonical intrinsic pathway via mitochondrial perturbation and subsequent release of proapoptotic factors
Descritores: Conservantes Farmacêuticos/análise
Aditivos em Cosméticos
-Ciclo Celular
Citotoxicidade Imunológica
Potencial da Membrana Mitocondrial
Fibroblastos
Citometria de Fluxo/métodos
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Estudo Comparativo
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  6 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-846627
Autor: Oliveira, Fernanda Fialho.
Título: Sistemas nanoestruturados contendo o óleo da polpa e da amêndoa da bocaiuva (Acrocomia aculeata) ( Jacq. ) Lodd. xx Mart. ): preparação e caracterização físico-química / Nanostructured systems containing the oil of the pulp and the almond of the bocaiuva (Acrocomia aculeata) ( Jacq. ) Lodd. Xx Mart. ): preparation and physical-chemical characterization.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 127 p. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O fruto da bocaiúva pertence à família Palmae, espécie Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd.Ex Martius abundante e nativa no Estado do Mato Grosso do Sul, Pará, São Paulo e Minas Gerais. O óleo da polpa da fruta constitui de alto teor de ácidos graxos insaturados, com uma predominância de ácido oleico, chegando a 60% de sua composição e o óleo da amêndoa da bocaiúva apresenta além do oleico, aproximadamente 40% o ácido láurico (13%) e ácido palmítico (12,6%). O óleo da polpa é rico em fenóis totais (2,69 g por 100g de amostra), carotenóides (55mg eq ß- caroteno/100g de amostra) e possui alta atividade ORAC (283,93 µmol/g de amostra). Foram obtidos quatro novos sistemas nanoestruturados que estão apresentados a seguir com seus respectivos valores de potencial zeta e diâmetro médio: 1) carreador lipídico nanoestruturado contendo o óleo da polpa (-22,4 mV e 192,55 nm); 2) carreador lipídico nanoestruturado contendo o óleo da amêndoa (-23,95 mV e 227,75 nm); 3) nanopartículas poliméricas contendo o óleo da polpa (-47,5 mV e 127,70 nm) e 4) nanopartícula polimérica contendo o óleo da amêndoa da bocaiúva (-44,74 mV e 131,3 nm). O sistema nanoestruturado contendo o óleo de polpa de bocaiuva e o sistema contendo triglicérides de ácido cáprico e caprílico apresentaram a primeira concentração não-citotóxica igual a 0,098% (p/v). O sistema lipídico nanoestruturado contendo óleo de polpa de bocaiúva e os filtros químicos octocrileno e avobenzona revelou citotoxicidade maior quando comparado aos sistemas ipídicos nanoestruturados, isentos de filtros, conforme esperado. Os sistemas carreadores lipídicos nanoestruturados contendo o óleo da amêndoa e o óleo da polpa da bocaiuva quando adicionados na formulação base (FPS 14), em concentração de 20% p/p, apresentou aumento respectivamente de 92,8% e 35,7 % no FPS. Tais resultados demonstraram interação sinérgica entre a formulação fotoprotetora e o sistema lipídico nanoestruturado contendo o óleo de amêndoa. Dessa maneira, esse sistema carreador lipídico nanoestruturado, aditivado com os filtros químicos constitui inovação com aplicação industrial. A obtenção dos sistemas nanoestruturados proposto no presente projeto permitirá o desenvolvimento de uma nova plataforma nanotecnológica farmacêutica e cosmética contendo os óleos vegetais do fruto da bocaiúva, de maior segurança, eficácia e de elevado valor agregado

Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd. ex Martius, known as bocaiuva is an oleaginous species of the family Arecaceae, a widely distributed palm in America. Pulp and almond oils were extracted by cold-pressed method. The oil from the pulp is rich in phenolics (2.69 g per 100 g of sample), carotenoids (beta-carotene 55 mg eq / 100g sample) and has high ORAC activity (283.93 umol/g of sample). Four new nanostructured systems were obtained which are shown below with their respective values zeta potential and average diameter: 1) nanostructured lipid carrier containing the pulp oil (-22.4 mV and 192.55 nm); 2) nanostructured lipid carrier containing the almond oil (-23.95 mV and 227,75nm); 3) polymeric nanoparticles containing the pulp oil (-47.5 mV and 127,70nm) and 4) polymeric nanoparticle containing the almond oil (-44.74 mV and 131.3 nm). The nanostructured system containing the bocaiuva pulp oil and the system containing oil and capric caprylic triglyceride presented the first non-cytotoxic concentration equal to 0.098% (w/v). The nanostructured lipid system containing bocaiuva pulp oil and chemical filters octocrylene and avobenzone showed a higher cytotoxicity when compared to the nanostructured lipid systems, free of filters. The nanostructured lipid carriers systems containing bocaiuva almond oil and pulp oil when added to the base formulation (SPF 14), in a concentration of 20% (w/w), increased respectively 92.8% and 35.7% the SPF. These results demonstrated a synergic interaction between the sunscreen formulation and nanostructured lipid system containing almond oil. Thus, the lipid carrier system nanostructured, spiked with the chemical filters is innovation with industrial application. The obtaining nanostructured systems proposed in the present design will allow the development of a new pharmaceutical nanotechnology platform and cosmetics containing oils from the fruit of bocaiuva, increased safety, efficiency and high added value. Thus, bocaiuva pulp and almond oils present interesting composition, consistent for the use in pharmaceutical and cosmetic topical products due to its moisturizing, emollient and anti-aging potential properties
Descritores: Fenômenos Químicos
Nanoestruturas
Óleos Vegetais/síntese química
-Aditivos em Cosméticos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Estudo de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T668.55, O48s. 30100022247-F


  7 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Srebernich, Silvana Mariana
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-741363
Autor: Gonçalves, Gisele Mara Silva; Silva, Gustavo Henrique da; Barros, Pedro Paulo; Srebernich, Silvana Mariana; Shiraishi, Cecilia Toyoko Cavalcanti; Camargos, Victória Rodrigues de; Lasca, Thais Barbiero.
Título: Use of Curcuma longa in cosmetics: extraction of curcuminoid pigments, development of formulations, and in vitro skin permeation studies
Fonte: Braz. j. pharm. sci;50(4):885-893, Oct-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Curcuma longa is a ginger family aromatic herb (Zingiberaceae) whose rhizomes contain curcuminoid pigments, including curcumin, a compound known for its anti-inflammatory effects. The objective of this study was to obtain curcuminoid-rich extracts, develop topical formulations thereof, and assess the stability and skin permeation of these formulations. Curcuma longa extracts were obtained and used to develop formulations. Skin permeation studies were conducted in a modified Franz diffusion cell system, and skin retention of curcuminoid pigments was quantified in pig ear membrane. Prepared urea-containing gel-cream formulations were unstable, whereas all others had satisfactory stability and pseudoplastic rheological behavior. The amount of curcuminoid pigments recovered from the receptor solution was negligible. The skin concentration of curcuminoid pigments retained was positive (>20 µg/g of skin, mostly in the stratum corneum), considering the low skin permeability of curcumin. We conclude that development of topical formulations containing curcumin or Curcuma longa extract is feasible, as long as adjuvants are added to improve preservation and durability. The formulations developed in this study enabled penetration of curcumin limited to the superficial layers of the skin and then possibly without a risk of systemic action, thus permitting local use as a topical anti-inflammatory.

Curcuma longa é uma erva aromática, pertencente à família Zingiberaceae e seus rizomas contêm pigmentos curcuminoides, dentre eles a curcumina, conhecida por seu efeito anti-inflamatório. O objetivo deste trabalho foi obter extratos ricos nestes pigmentos, desenvolver e avaliar a estabilidade de formulações tópicas e realizar o estudo da penetração cutânea. Extratos de Curcuma longa foram obtidos e utilizados no desenvolvimento de formulações. A penetração e retenção cutâneas de pigmentos curcuminoides foi avaliada em pele de orelha de porco, utilizando célula de difusão de Franz modificada. As formulações de gel creme preparadas que continham ureia foram instáveis e as demais apresentaram estabilidade satisfatória e comportamento reológico pseudoplástico. A quantidade de pigmentos curcuminoides encontrada na solução receptora foi insignificante, enquanto que a quantidade retida na pele foi superior a 20 µg/g de pele. Concluiu-se como possível o desenvolvimento de formulações tópicas contendo curcumina ou extrato de Curcuma longa, conciliando a adição de adjuvantes para a preservação e maior durabilidade da mesma. As formulações promoveram a penetração da curcumina limitada às camadas superiores da pele, possivelmente sem o risco de ocorrência de ação sistêmica sendo possível a sua utilização para ação local com atividade anti-inflamatória.
Descritores: Química Farmacêutica
Curcuma/classificação
Pigmentos Biológicos
-Aditivos em Cosméticos
Anti-Inflamatórios/análise
Produtos Biológicos/classificação
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-741349
Autor: Cancian, Maythê de Lima; Leonardi, Mauricio Saadi; Mosca, Mariane Martins; Guerra, Lucas Offenbecker; Hengeltraub, Simone Fanan; Leonardi, Gislaine Ricci.
Título: Safety assessment of cosmetic products, with emphasis on the ocular area: regulatory aspects and validation processes
Fonte: Braz. j. pharm. sci;50(4):667-676, Oct-Dec/2014.
Idioma: en.
Resumo: Before marketing a cosmetic product, a series of biological assays, such as ocular irritation tests, must be conducted in order to prove that the product is safe. However, a few scientific articles mention the discussion and evolution of cosmetic products testing performed in the eyes area. The aim of this study was to review the available literature on the evolution of tests carried out with cosmetics, in the ocular area, as well as to describe the methodologies that have been used and that are currently accepted. In Brazil, tests performed on animals are still allowed. However, the international laws strongly recommend the use of alternative methods for evaluating the risk of cosmetic ingredients and products. Regulatory requirements involving the registration of these products also request safety support of them in human beings. To perform ocular tests in human beings, it is necessary to involve an ophthalmologist for conducting clinical protocols. These protocols signed by the expert physician are sent to the National Health Surveillance Agency in order to endorse the product manufacturer concerning its safety. The safety support of a cosmetic product is very important, taking into account that the consumer has free access to these products of widespread use in today's society.

Com o objetivo de comprovar que um produto cosmético é seguro, antes que este seja colocado no mercado, este deve passar por uma série de ensaios biológicos, que avaliem sua segurança, como, por exemplo, os testes de irritação ocular. Porém, poucos artigos científicos trazem a discussão e a evolução sobre os testes de produtos cosméticos realizados na área dos olhos. O objetivo desse trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica sobre a evolução dos testes realizados com cosméticos, na região ocular, bem como descrever as metodologias que já foram utilizadas e as que são aceitas atualmente. No Brasil, são ainda permitidos testes em animais, entretanto, as legislações internacionais indicam fortemente a utilização de métodos alternativos para avaliação de risco de ingredientes e produtos cosméticos. As exigências regulatórias que envolvem o registro desses produtos solicitam também a comprovação de segurança destes produtos em serem humanos. Para a realização dos testes oculares em humanos, é necessário o envolvimento de um oftalmologista na condução de protocolos clínicos. Esses protocolos assinados pelo médico especialista são enviados à Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, a fim de respaldar o fabricante do produto sobre a segurança do mesmo. A comprovação da segurança de um produto cosmético é bastante importante, considerando-se o livre acesso aos consumidores e o amplo uso desses produtos na sociedade atual.
Descritores: Controle e Fiscalização de Cosméticos
Estabilidade de Cosméticos
Tecnologia de Cosméticos
Produtos para Áreas dos Olhos
-Aditivos em Cosméticos
Curadoria de Dados
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-653469
Autor: Camargo Junior, Flavio Bueno de; Gaspar, Lorena Rigo; Campos, Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia.
Título: Immediate and long-term effects of polysaccharides-based formulations on human skin
Fonte: Braz. j. pharm. sci;48(3):547-555, July-Sept. 2012. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: A new trend in cosmetic formulations is the use of biotechnological raw materials as the polysaccharides from Klebsiella pneumoniae, which are supposed to enhance cell renewal, improve skin hydration and micro-relief. Botanical extracts of Myrtus communis leaves contain different sugars, which may provide the same benefits. Thus, the objective of this study was to evaluate through objective and subjective analysis the immediate and long-term effects of cosmetic formulations containing polysaccharides biotechnologically-originated and / or the ones contained in Myrtus communis extracts. Three polysaccharide-based and placebo formulations were applied on the forearm skin of 40 volunteers. Skin hydration, transepidermal water loss (TEWL), viscoelasticity and skin micro-relief measurements were made before and 2 hours after a single application and after 15 and 30 day-periods of daily applications. Answers to a questionnaire about perceptions of formulation cosmetic features constituted the subjective analysis. All polysaccharide-based formulations enhanced skin hydration. Formulations with isolated or combined active substances improved skin barrier function as compared to placebo, in the short and long term studies. Formulations containing Myrtus communis extracts had the highest acceptance. Results suggest that daily use of formulations containing these substances is important for protection of the skin barrier function.

Uma nova tendência em formulações cosméticas é a utilização de matérias-primas biotecnológicas como os polissacarídeos de Klebsiella pneumoniae, que pode aumentar a renovação celular e melhor a hidratação e micro-relevo da pele. Por outro lado, o extrato vegetal de Myrtus communis contém diferentes polissacarídeos, que também podem proporcionar benefícios à pele. Assim, o objetivo do estudo foi a avaliação dos efeitos imediatos e em longo prazo, de formulações cosméticas contendo polissacarídeos obtidos por processo biotecnológico e/ou de extrato de M. communis por meio de análises objetivas e subjetivas. Três formulações contendo os polissacarídeos e um placebo foram aplicadas na pele dos antebraços de 40 voluntários. As medidas foram realizadas antes e após 2 horas da aplicação das formulações e após 15 e 30 dias de aplicações diárias em termos de hidratação da pele, perda transepidérmica de água (TEWL), viscoelasticidade e micro-relevo da pele. Para a análise subjetiva, os voluntários responderam um questionário a fim de obter-se informações sobre a percepção relativa à qualidade de cosméticos. Todas as formulações provocaram aumento da hidratação cutânea. As formulações que continham os polissacarídeos melhoraram a função barreira da pele, em curto e em longo prazo. A formulação contendo extrato de M. communis apresentou maior aceitação. Os resultados sugerem que o uso diário dos polissacarídeos avaliados é importante na proteção da função barreira da pele.
Descritores: Polissacarídeos/análise
Pele
-Aditivos em Cosméticos
Biotecnologia/instrumentação
Hidratação/classificação
Klebsiella pneumoniae/classificação
Myrtus communis/análise
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 13 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-553029
Autor: Ostrosky, Elissa Arantes.
Título: Avaliação da eficácia e segurança do extrato de folhas de Rubus rosaefolius Sm. visando a aplicação como conservante em produtos cosméticos / Effectiveness and safety evaluation of Rubus rosaefolius Sm. leaves, regarding to the preservative use in cosmetic products.
Fonte: São Paulo; s.n; 2009. 172 p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os produtos cosméticos e farmacêuticos contendo componentes de origem natural têm aumentado significativamente nos últimos anos. Com o objetivo de utilizar esses componentes como conservante em formulações cosméticas, determinou-se a atividade antimicrobiana do extrato bruto de folhas de Rubus rosaefolius Sm. e suas frações. Aquele de melhor desempenho foi avaliado quanto à toxicidade in vitro e seu comportamento em formulações cosméticas (creme, gel e xampu), relacionado à estabilidade, eficácia do sistema conservante e compatibilidade epidérmica. A atividade antimicrobiana foi determinada pelo método de microdiluição e a concentração de 0,2% (p/v) do extrato bruto apresentou melhor desempenho. O teste de toxicidade do extrato bruto foi realizado por meio do método colorimétrico Cell Titer 96®, MTS, em cultura de queratinócitos humanos, constatando-se índice de citotoxicidade (IC50) de 1,0 mg/mL. As formulações cosméticas contendo o extrato foram analisadas quanto à estabilidade e as de melhor desempenho foram submetidas ao teste de eficácia do sistema conservante, de acordo com os procedimentos descritos na CTFA. O sistema conservante mostrou-se efetivo frente à Escherichia coli IAL 2393 (ATCC 10536), a Pseudomonas aeruginosa IAL 1874 (ATCC 9027), ao Staphylococcus aureus IAL 1875 (ATCC 6548), a Burkholderia cepacia IAL 1834 ATCC (17759) e a Candida albicans IAL 1611 (ATCC 10231). Avaliouse a compatibilidade epidérmica das formulações em equivalentes dermo-epidérmicos, sistema tridimensional cultivados na superfície ar-líquido. Os resultados mostraram que houve diferenças na compatibilidade epidérmica dependendo das características dos componentes das formulações. Concluiu-se que o extrato bruto de folhas de Rubus rosaefolius Sm. a 0,2% (p/v) pode ser utilizado como candidato a conservante em formulações cosméticas, sendo estável e apresentar compatibilidade epidérmica.

Cosmetic and pharmaceuticals products contained natural compounds have increased in the last few years. To verify the use of these compounds as preservative in formulations, the antimicrobial activity from the raw extract of the Rubus rosaefolius Sm. leaves and its fractions was determined. The toxicity in vitro and the behavior in cosmetic formulations (gel, emulsion and shampoo), regarding to the stability, effectiveness of the preservative system, and epidermal compatibility were evaluated in the extract, which had the best preservative action. The antimicrobial activity was determined by the micro dilution method, and the 0.2% concentration (w/v) of the raw extract had the best performance. The toxicity of the extract was analyzed by Cell Titer 96® colorimetric; MTS method in human keratinocytes culture, and the index of cytotoxicity (IC 50) found was 1.0 mg/mL. The cosmetic formulations with the raw extract were analyzed regarding to the stability and the best formulations were submitted to preservative challenge test, according to CTFA procedures. The preservative system was effective against Escherichia coli IAL 2393 (ATCC 10536), Pseudomonas aeruginosa IAL 1874 (ATCC 9027), Staphylococcus aureus IAL 1875 (ATCC 6548), Burkholderia cepacia IAL 1834 ATCC (17759), and Candida albicans IAL 1611 (ATCC 10231). The epidermal compatibility of the formulations was verified by skin (dermo-epidermal) equivalent, three-dimensional system, cultivated in the air-liquid surface. The results showed there were differences in the epidermal compatibility depended on the ingredient of formulation. In conclusion, the raw extract from the Rubus rosaefolius Sm leaves 0.2% (w/v) can be used as preservative candidate in the cosmetic formulations analyzed due to stability and it presented epidermal compatibility.
Descritores: Extratos Vegetais/farmacologia
Morus/química
-Aditivos em Cosméticos
Conservantes de Alimentos
Tecnologia de Cosméticos
Produtos Biológicos/farmacologia
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T668.55, O85a. 19752



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde