Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS3.003.001.003 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 179 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 18 ir para página                         

  1 / 179 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1087693
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Dirección General de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública.
Título: Orientaciones para el cuidado integral de la salud mental de las personas con trastorno del espectro autista / Guidelines for comprehensive mental health care for people with autism spectrum disorder.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20200400. 49 p. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene la orientaciones para el cuidado integral de las personas con Trastorno del Espectro Autista a lo largo de su ciclo vital
Descritores: Empatia
Assistência à Saúde Mental
Transtorno do Espectro Autista
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  2 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1100050
Autor: Moraes Filho, Iel Marciano de; Negreiros, Cintia Taumaturgo Fernandes de; Silva, Sarah Rebecca Sousa da; Rodrigues, Marcio Fernando; Pereira, Mayara Cândida; Sousa, Thais Vilela de; Silva, Danila Cárita da; Félis, Keila Cristina.
Título: Perfil psicopatológico de atendimentos em serviço de saúde mental do entorno do Distrito Federal / Psychopathological profile of Federal District mental health care services / Perfil psicopatológico del servicio de salud mental del Distrito Federal
Fonte: Nursing (Säo Paulo);23(262):3633-3637, mar.2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Realizar levantamento epidemiológico das psicopatologias mais frequentemente atendidas em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) II no município do entorno do Distrito Federal. Método: Estudo transversal descritivo com coleta de dados por análise documental realizada com 2848 registros de atendimento de um CAPS II do município de Valparaíso de Goiás. Resultados: O maior número de atendimentos foi relacionado transtorno de pânico (20,5%). Os menores números de atendimento foram para o episódio depressivo moderado (1,8%). Conclusão: Com relação à cobertura de contingente populacional, a atenção em saúde mental da região estudada é adequada. Em relação ao seu perfil, atendimentos a pacientes com transtorno de pânico foram predominantes. Conhecer o perfil epidemiológico dos atendimentos permite melhor direcionar o cuidado, mas é preciso também traçar estratégias que visem à prevenção do adoecimento quando possível e a promoção da saúde mental.(AU)

Objective: To conduct an epidemiological survey of the psychopathologies most frequently attended at a Psychosocial Care Center (CAPS) II in the city around the Federal District. Method: Descriptive cross-sectional study with data collection by document analysis performed with 2848 records of attendance of a CAPS II of the city of Valparaíso de Goiás. Results: The largest number of visits was related to panic disorder (20.5%). The lowest attendance numbers were for the moderate depressive episode (1.8%). Conclusion: With regard to population contingent coverage, mental health care in the studied region is adequate. Regarding their profile, attendance to patients with panic disorder was predominant. Knowing the epidemiological profile of care allows better directing care, but it is also necessary to outline strategies aimed at preventing illness when possible and promoting mental health.(AU)

Objetivo: Realizar una encuesta epidemiológica de las psicopatologías más frecuentemente atendidas en un Centro de Atención Psicosocial (CAPS) II en la ciudad alrededor del Distrito Federal. Método: Estudio transversal descriptivo con recolección de datos mediante análisis documental realizado con 2848 registros de asistencia de un CAPS II de la ciudad de Valparaíso de Goiás. Resultados: El mayor número de visitas estuvo relacionado con el trastorno de pánico (20.5%). Los números de asistencia más bajos fueron para el episodio depresivo moderado (1.8%). Conclusión: Con respecto a la cobertura contingente de la población, la atención de salud mental en la región estudiada es adecuada. En cuanto a su perfil, predominó la asistencia a pacientes con trastorno de pánico. Conocer el perfil epidemiológico de la atención permite dirigir mejor la atención, pero también es necesario delinear estrategias destinadas a prevenir enfermedades cuando sea posible y promover la salud mental.(AU)
Descritores: Psicopatologia
Saúde Mental
Assistência à Saúde Mental
Serviços de Saúde Mental
-Perfil de Saúde
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  3 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051595
Autor: Carvalho, Karine Lucero; Terra, Marlene Gomes; Moreschi, Claudete; Siqueira, Daiana Foggiato de; Mello, Amanda de Lemos; Gamermann, Alessandra.
Título: Características de internações em saúde mental de hospitais gerais do Rio Grande do Sul / Characteristics of mental health hospitalizations in Rio Grande do Sul general hospitals / Características de las hospitalizaciones en salud mental en hospitales generales de Rio Grande do Sul
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1203, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: caracterizar as internações realizadas em leitos em saúde mental dos hospitais gerais de referência da 4a Coordenadoria Regional de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, durante o ano de 2016. MÉTODO: trata-se de estudo transversal, retrospectivo, no qual foram analisadas 1.391 internações em seis hospitais de referência em saúde mental, contemplando as internações de pessoas com transtornos mentais e comportamentais, bem como os decorrentes do uso de álcool e outras drogas. Os dados foram coletados nos meses de maio e junho de 2017 e analisados por meio de estatísticas no software Statistical Package for the Social Saencies. RESULTADOS: constatou-se que as internações, em sua maioria, foram de jovens adultos, do sexo masculino, com predominância na faixa etária de 18 a 39 anos de idade. O diagnóstico referente aos transtornos mentais e comportamentais derivados do uso de álcool e outras drogas apresentou maior prevalência. O município que com a maior prevalência de internação foi Cacequi; o dispositivo que mais encaminhou para internação foram os Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas; as internações voluntárias foram as que mais ocorreram; e o mais longo tempo de duração foi o período de 16 a 30 dias. CONCLUSÃO: essa caracterização possibilitou o conhecimento de indicadores importantes para a rede de atenção em saúde mental e poderá contribuir no planejamento dos gestores dos municípios da área de abrangência e dos hospitais gerais.(AU)

Objective: to characterize the mental health hospitalizations beds in the referral general hospitals of the 4th Coordenadoria Regional de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, during 2016. Method: it is a cross-sectional, retrospective study in which 1,391 hospitalizations in six referral hospitals in mental health were analyzed, including hospitalizations of people with mental and behavioral disorders, and also hospitalizations from the use of alcohol and other drugs. Data were collected in May and June 2017 and analyzed using statistics in the Statistical Package for the Social Sciences software. Results: most of the hospitalizations were of young adults, male, predominantly in the age group of 18 to 39 years old. The diagnosis regarding mental and behavioral disorders from the use of alcohol and other drugs was more prevalent. The municipality with the highest prevalence of hospitalization was Cacequi; the Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas was the center that most referred for hospitalization; voluntary hospitalizations were the most frequent ones, and the longest hospitalization was from 16 to 30 days. Conclusion: this characterization allowed knowing the important indicators for the mental health care network and may contribute to the planning of the managers of the municipalities in the coverage area and the general hospitals.(AU)

Objetivo: caracterizar las hospitalizaciones realizadas en camas de salud mental de los hospitales generales de referencia de la 4ta Coordinación Regional de Salud del Estado de Rio Grande do Sul, durante 2016. Método: estudio transversal y retrospectivo en el cual se analizaron 1.391 hospitalizaciones en seis hospitales de referencia en salud mental, incluidas las hospitalizaciones de personas con trastornos mentales y comportamentales así como las derivadas del consumo de alcohol y otras drogas. Los datos se recogieron en mayo y junio de 2017 y se analizaron utilizando estadísticas del software Statistical Package for the Social Sciencies. Resultados: se observó que las hospitalizaciones fueron principalmente de adultos jóvenes , hombres, con predominio del grupo de edad entre 18 y 39 años. El diagnóstico sobre trastornos mentales y comportamentales derivados del uso de alcohol y otras drogas fue el más frecuente. El municipio con mayor prevalencia de hospitalización fue Cacequi; los Centros de Atención Psicosocial de Alcohol y Drogas fueron los que indicaron más hospitalizaciones; las hospitalizaciones voluntarias fueron las más frecuentes y la duración más larga fue entre 16 y 30 días. Conclusión: esta caracterización permitió conocer importantes indicadores para la red de atención de salud mental y puede contribuir a la planificación de los gestores de los municipios en el área de alcance y de los hospitales generales.(AU)
Descritores: Saúde Mental
Assistência à Saúde Mental
Hospitalização
Serviços de Saúde Mental
-Serviços Comunitários de Saúde Mental
Limites: Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  4 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1119367
Autor: Rodrigues, Joelma de Jesus.
Título: Rede de atenção psicossocial: estratégias de intervenção para expansão da implantação da RAPS na IX região de saúde-PE / Psychosocial care network: intervention strategies for expanding the implementation of RAPS in the IX health region-PE.
Fonte: Serra Talhada; s.n; 2017. 31 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Objetiva-se com este projeto de intervenção estimular a retomada da implantação e ampliação da Rede de Atenção Psicossocial nos municípios que compõem a IX Região de Saúde-PE. Trata-se de um estudo de intervenção que será aplicado nos onze municípios que compõem a Região de Saúde em foco, no período de junho de 2017 a dezembro de 2018. A população de estudo são gestores municipais da saúde e trabalhadores de saúde dos serviços especializados que atuam com o usuário de serviços de saúde mental. A intervenção ocorrerá através da apresentação e discussão da RAPS pactuada na região junto aos gestores municipais, visando dar visibilidade à referida rede e contribuir para sua implantação; orientação da gestão técnica dos municípios para a implantação de serviços especializados de saúde mental, oferecendo apoio técnico na elaboração de projetos terapêuticos de serviços de saúde mental a serem implantados; promoção de encontro com os profissionais dos serviços de saúde para discussão sobre a inserção do serviço na RAPS e a necessária articulação entre os mesmos, visando garantir uma melhor prática das ações de saúde no serviço visando estimular o envolvimento dos profissionais da atenção básica, dentre outros, na luta pelo fortalecimento da RAPS e reativação do Colegiado Regional de Coordenadores Municipais de Saúde Mental, para discussão sobre a implantação da RAPS na região. Espera-se com este projeto que ocorra avanços no sentido de efetivar a implantação da Rede de Atenção Psicossocial pactuada na IX GERES, com o aumento de serviços implantados, entre eles, serviços de hospitalidade noturna, atenção especializada aos usuários de álcool e outras droga e atenção à clientela infanto-juvenil.(AU)
Descritores: Assistência à Saúde Mental
Serviços de Saúde Mental
-Atenção Primária à Saúde
Saúde Mental
Gestão em Saúde
Responsável: BR1903.1 - Biblioteca Nelson Chaves
BR1903.1; 613.86:614(813.42), R696r


  5 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Marcon, Sônia Silva
Texto completo
Id: biblio-974877
Autor: Pandini, Andressa; D'artibale, Eloana Ferreira; Paiano, Marcelle; Marcon, Sonia Silva.
Título: Rede de apoio social e família: convivendo com um familiar usuário de drogas / Red de apoyo social y familia: conviviendo con un familiar usuario de drogas / Social support network and family: living with a family member who is a drug user
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;15(4):716-722, Out.-Dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Neste estudo propôs-se apreender as vivências de famílias em relação ao familiar usuário de drogas e conhecer aspectos de sua rede social. Trata-se de uma pesquisa descritiva, do tipo estudo de caso, realizada com dez famílias de usuários de drogas atendidas em uma Unidade de Atenção Primária a Saúde no Estado do Paraná. Os dados foram coletados por meio de entrevista aberta e submetidos à análise de conteúdo na modalidade temática. A convivência familiar é dificultada pelo comportamento do usuário de drogas, pelo desconhecimento da família acerca do problema, pela sobrecarga financeira, física e psicológica, limitando a atuação da família, que conta com uma rede social frágil e pouco atuante, em relação a outros familiares, vizinhos e serviços de apoio. A dificuldade do apoio social ofertado pelos familiares e a fragilidade da rede social das famílias demonstram a necessidade de estratégias que incluam a família e seu contexto de vida como unidade fundamental de assistência em saúde mental.

RESUMEN Este estudio tuvo el objeto de comprender las experiencias de familias con respecto al familiar usuario de drogas y conocer aspectos de su red social. Se trata de una investigación descriptiva, del tipo estudio de caso, realizada con diez familias de usuarios de drogas atendidas en una Unidad de Atención Primaria a Salud en el estado de Paraná-Brasil. Los datos fueron recolectados por medio de entrevista abierta y sometidos al análisis de contenido modalidad temática. La convivencia familiar es dificultada por el comportamiento del usuario de drogas; el desconocimiento de la familia sobre el problema; la sobrecarga financiera, física y psicológica, limitando la actuación de la familia, que cuenta con una red social frágil y poco actuante, con relación a otros familiares, vecinos y servicios de apoyo. La dificultad del apoyo social ofrecido por los familiares y la fragilidad de la red social de las familias demuestran la necesidad de estrategias que incluyan a la familia y su contexto de vida como unidad fundamental de atención en salud mental.

ABSTRACT This study aimed at seizing the experiences of families of drug users and to know aspects of their social network. This is a descriptive research, a case study conducted with ten families of drug users assisted at a Primary Health Care Unit in the State of Paraná. Data were collected through open interviews and subjected to content analysis in the thematic modality. The family life is hampered by drug user behavior, the family's lack of understanding of the problem, the financial burden, physical and psychological, limiting the family's activities, which has a fragile and not very active social network in relation to other family members, neighbors and support services. The difficulty of the social support offered by family members and the fragility of the social network of families demonstrate the need for strategies that may include families and their life context as the fundamental unit of mental health care.
Descritores: Apoio Social
Relações Familiares
Usuários de Drogas
-Estratégias
Assistência à Saúde Mental
Rede Social
Cuidados de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1119268
Autor: Lima, Maria Andreza Carvalho Leite.
Título: A relação das famílias no tratamento dos pacientes de saúde mental assistidos no CAPS I do município de Petrolândia-PE / The relationship of families in the treatment of mental health patients assisted at CAPS I in the city of Petrolândia-PE.
Fonte: Serra Talhada; s.n; 2017. 26 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho discorre sobre o cuidado com o portador de sofrimento psíquico dentro do seu ambiente familiar. Foi realizada uma breve revisão teórica sobre a reforma psiquiátrica e o papel da família como cuidadora, sendo abordados aspectos como a sobrecarga e as dificuldades encontradas pelas famílias; o impacto causado pela doença mental nas famílias, tendo como objetivo principal identificar as dificuldades enfrentadas pelas famílias dos pacientes com transtorno mental e usuários de álcool e drogas do CAPS Nova Mente, localizado no município de Petrolândia-PE, visando ao fortalecimento dos vínculos ao cuidado integral em saúde. Trata-se de um projeto de intervenção, que trabalhará por meio de grupos com familiares e pacientes atendidos no CAPS I, do mencionado município. Com desenvolvimento do projeto, espera-se o fortalecimento dos vínculos afetivos dos pacientes do CAPS e seus familiares, que haja uma maior compreensão dos familiares dos pacientes de saúde mental sobre a importância da família durante o tratamento terapêutico, como um suporte tocante dos cuidados básicos e essenciais, fazendo com que as famílias dos pacientes de saúde mental entenda mais as patologias de seus familiares e que possam ser mais presentes durante o tratamento. Dessa forma, haverá possíveis contribuições para que os pacientes possam realmente ser compreendidos em sua totalidade, não apenas medicados, melhorando o cuidado integral ao usuário do CAPS.(AU)
Descritores: Saúde Mental
Cuidadores
-Terapêutica
Assistência à Saúde Mental
Serviços de Saúde Mental
Responsável: BR1903.1 - Biblioteca Nelson Chaves
BR1903.1; 362.17:614:616.899(813.42), L732r


  7 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1117921
Autor: Dreiling, Irene; Fernández Vitale, María Victoria; Santa Cruz, Gabriela.
Título: El rol del psicólogo en la guardia del HIGA Eva Perón: una mirada desde lo histórico ­ institucional ­ particular / Psychologyst role in HIGA´S Eva Perón emergency room: from historical, institutional and particular views
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);2(2):23-28, jul.-dic. 2012. graf..
Idioma: es.
Resumo: La Ley Nacional de Salud Mental exige que "la atención en salud mental esté a cargo de un equipo interdisciplinario integrado por profesionales, técnicos y otros trabajadores capacitados con la debida acreditación de la autoridad competente"; y que "se incluyen las áreas de psicología, psiquiatría, trabajo social, enfermería, terapia ocupacional y otras disciplinas o campos pertinentes". En octubre de 2011 se inició una experiencia interdisciplinaria que tendrá implicancias en los modelos clásicos de abordaje y en la formación de los nuevos profesionales. Los tiempos actuales han dado lugar al surgimiento de patologías mentales cada vez más complejas que exigen ampliar las herramientas de atención. Las nuevas formas de abordaje determinan el trabajo psicoterapéutico con el paciente en crisis, la orientación familiar y la constitución de redes de contención alternativas que faciliten la superación de la situación que determinó la consulta. Resulta prioritario favorecer el trabajo conjunto entre disciplinas diferentes y complementarias como son la medicina y la psicología con el fin de trabajar en forma integral sobre las aristas mencionadas. En esta presentación se sintetiza la experiencia lograda con la incorporación del especialista en psicología a la sala de emergencias de un Hospital General y sus eventuales proyecciones

A Lei Nacional de Saúde Mental exige que "o atendimento em saúde mental fique por conta de uma equipe interdisciplinar integrada por profissionais, técnicos e outros trabalhadores capacitados e com a acreditação correspondente da autoridade competente"; e que "sejam inclusas as áreas de Psicologia, Psiquiatria, Trabalho social, Enfermagem, Terapia ocupacional e outras disciplinas ou campos pertinentes". Em outubro de 2011, iniciou-se una experiência interdisciplinar que terá implicações nos modelos clássicos de abordagem e na formação dos novos profissionais. Nos tempos atuais tem surgido patologias mentais cada vez mais complexas que exigem ampliar as ferramentas do atendimento. As novas formas de abordagem determinam o trabalho psicoterapéutico com o paciente em crise, a orientação familiar e a formação de redes de contenção alternativas que tornem possível a superação da situação que determinou a consulta." Resulta prioritário favorecer o trabalho conjunto entre disciplinas diferentes e complementares como a Medicina e a Psicologia com o intuito de trabalhar integradamente sobre as aristas mencionadas. Nesta apresentação, sintetiza-se a experiência atingida com a incorporação do especialista em Psicologia à sala de emergências de um Hospital Geral e suas eventuais projeções.

Argentine National Mental Health Law establishes that "mental health attention must be in charge of interdisciplinary teams integrated by professionals, technicians and other trained workers with adequate accreditation given by competent authorities". It includes "people pertaining to different areas of psychology, psychiatry, social work, nursery, occupational therapy and other pertinent disciplines". On October of 2011 began an interdisciplinary experience that will change classical models of facing new aspects of mental health and training professionals for its care. Our time has given place to new and more complex mental pathology that obliges to widen the attention tools. New ways of facing patient´s care determine psychotherapeutic work in crises, familiar orientation, and building up alternative contention networks that will facilitate bettering conditions that determined the consultation. It is a priority to favor team activities among different and complementary disciplines such as medicine and psychology to treat the patient as a whole. This presentation sintesizes experiences gained by incorporating psychologists in Emergency Room assistance and future projection of the proceeding.
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Saúde Mental
Saúde Mental/legislação & jurisprudência
Serviço Hospitalar de Emergência
Assistência à Saúde Mental
Serviços de Saúde Mental/legislação & jurisprudência
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  8 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1118712
Autor: França, Thaisa Gabriela Cruz Freire.
Título: Instituição de um grupo de trabalho intersetorial em saúde mental no município de Itacuruba-PE, como estratégia de reabilitação psicossocial / Instituição de um grupo de trabalho intersetorial em saúde mental no município de Itacuruba-PE, como estratégia de reabilitação psicosocial.
Fonte: Serra Talhada; s.n; 2017. 23 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola de Governo em Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A identificação do tema para a construção deste projeto de intervenção surgiu diante das fragilidades encontradas na atual política de saúde mental, que além de não prevê a implantação dos Centros de Atenção Psicossocial em municípios menores que 15.000 habitantes, e estes apresentam certas dificuldades no que se refere à reabilitação psicossocial. O Brasil possui 5.570 municípios, desses 3.375 municípios (61%) possuem menos de 15 mil habitantes, sendo a Atenção Básica a principal estratégia de cuidado para as demandas de sofrimento mental nos territórios de pequeno porte populacional, além das articulações regionais, que geralmente privilegiam as afinidades políticas mais do que as reais necessidades dos municípios. Neste contexto, está Itacuruba, município de Pernambuco, com um problema reconhecido nacionalmente devido à sua taxa de suicídio ser até 06 vezes maior que a média nacional, no ano de 2002. Dessa forma, este projeto de intervenção tem como objetivo instituir um Grupo de Trabalho Intersetorial em Saúde Mental, no município de Itacuruba-PE, como estratégia de reabilitação psicossocial. Na operacionalização do Projeto de Intervenção, está listada a formação de grupos na sala de espera do ambulatório de psiquiatria do hospital municipal, para estreitamento de laços e formação de vínculos entre os pacientes e profissionais de saúde, em seguida serão estabelecidas parcerias com as secretarias de governo, no próximo passo será elaborado o plano de ação, e implantação do plano de ação. Os resultados esperados serão a redução das internações em clínicas psiquiátricas e da taxa de suicídio. Desta forma, este PI contribui para fortalecer uma rede de atenção e as estratégias de cuidado integral dos usuários do SUS, possibilitando trabalhar na prevenção do transtorno, promoção da saúde, e reabilitação psicossocial como enfrentamento dos casos de suicídio.(AU)
Descritores: Assistência à Saúde Mental
Sistemas de Apoio Psicossocial
-Promoção da Saúde
Serviços de Saúde Mental
Responsável: BR1903.1 - Biblioteca Nelson Chaves
BR1903.1; 614:616.899(813.42), F814i


  9 / 179 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1095849
Autor: Argentina. Ministerio de Salud de la Nación.
Título: Recomendaciones para la atención de personas internadas por motivo de salud mental en establecimientos públicos y privados en el marco de la pandemia / Recommendations for the care of people hospitalized for mental health in public and private establishments in the context of the pandemic.
Fonte: Ciudad Autónoma de Buenos Aires; Ministerio de Salud de la Nación; 30 de Marzo 2020. 10 p.
Idioma: es.
Resumo: En el marco de la pandemia declarada por la OMS de COVID-19, el presente documento tiene por fin comunicar lineamientos y generar criterios tendientes a la prevención de la expansión de la infección por Coronavirus atendiendo a la garantía de continuidad en el cuidado y respeto de los derechos de las personas con padecimiento mental.
Descritores: Coronavirus
Assistência à Saúde Mental
Betacoronavirus
Responsável: AR650.1 - Biblioteca


  10 / 179 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1118274
Autor: Bard, Nathália Duarte; Feijó, Isadora Olizsewski; Ipuchima, Jaqueline Ramires; Paz, Adriana Aparecida; Linch, Graciele Fernanda da Costa.
Título: Diagnósticos e intervenções de enfermagem em saúde mental utilizados em unidades de internação hospitalares: revisão integrativa / Nursing diagnoses and interventions in mental health used in hospital admissions units: integrative review / Diagnósticos e intervenciones de enfermería en salud mental utilizados en unidades hospitalares: revisión integrativa
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);12:1165-1171, jan.-dez. 2020. graf, ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: identificar diagnósticos e intervenções de enfermagem utilizadas nas unidades de internações hospitalares relacionadas à assistência em saúde mental. Método: revisão integrativa nas bases de dados Pubmed, Scopus e Web of Science, no intervalo de 2014-18, sendo nove artigos compondo a amostra do estudo. Resultados: os diagnósticos de enfermagem em saúde mental evidenciados foram agrupados quanto aos sentimentos relacionados: ansiedade, medo, tristeza, agressividade, estresse, negação e relações familiares. Quanto às intervenções, foram identificados cuidados como: dar esclarecimentos sobre tratamento, estar atento aos riscos físicos e emocionais, estimular saída do quarto, orientar higiene do sono, incluir familiares no tratamento, promover e permitir escolhas quando possível, evitar exaustão física e mental do paciente, realizar feedback positivo ao enfrentamento, dar suporte emocional, promover estímulos cognitivos, orientar comportamento adequado, realizar escuta ativa e mediar conflitos interpessoais. Conclusão: observou-se escassez no número de estudos sobre a temática

Objective: to identify nursing diagnoses and interventions used in hospital admissions units related to mental health care. Method: integrative review of the Pubmed, Scopus and Web of Science databases, between 2014-18. Nine articles composing the study sample. Results: mental health nursing diagnoses were grouped into related feelings: anxiety, fear, sadness, aggression, stress, denial, and family relationships. The interventions was related to cares as: clarifying treatment, being alert to physical and emotional risks, stimulating the exit of the room, guiding sleep hygiene, including family members in treatment, promoting and allowing choices when possible, avoiding physical and mental exhaustion of the providing positive feedback to coping, providing emotional support, promoting cognitive stimuli, guiding appropriate behavior, conducting active listening, and mediating interpersonal conflicts. Conclusion: there was a shortage in the number of studies on the subject

Objetivo: identificar los diagnósticos y intervenciones de enfermería utilizadas en las unidades hospitalares relacionadas a la asistencia en salud mental. Método: revisión integrativa en las bases de datos Pubmed, Scopus y Web of Science, desde 2014-18. Nueve artículos componen la muestra del estudio. Resultados: los diagnósticos de enfermería en salud mental evidenciados fueron agrupados por sentimientos relacionados: ansiedad, miedo, tristeza, agresividad, estrés, negación y relaciones familiares. En las intervenciones se han identificados cuidados como: dar aclaraciones sobre tratamiento, estar atento a los riesgos físicos y emocionales, estimular la salida de la habitación, orientar la higiene del sueño, incluir familiares en el tratamiento, promover y permitir opciones cuando posible, evitar el agotamiento físico y mental del paciente, realizar retroalimentación positiva al enfrentamiento, dar soporte emocional, promover estímulos cognitivos, orientar el comportamiento adecuado, realizar escucha activa y mediar conflictos interpersonales. Conclusión: se observó escasez en el número de estudios sobre la temática
Descritores: Diagnóstico de Enfermagem/métodos
Unidades de Internação
Assistência à Saúde Mental
-Enfermagem Psiquiátrica
Saúde Mental
Relações Familiares
Processo de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição



página 1 de 18 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde