Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS4 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 51 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 51 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056942 LILACS-Express
Autor: Romão, Rodrigo; Marques, Maria Cristina da Costa.
Título: Aspectos biopolíticos da Vigilância Ambiental / Biopolitical aspects of environmental surveillance
Fonte: Physis (Rio J.);29(3):e290306, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo analisa, em uma perspectiva biopolítica, alguns aspectos da temática ambiental na Vigilância em Saúde, mais especificamente na área de Vigilância Ambiental. Tal análise nos remete a noções de biopolítica e governamentalidade elaboradas por Michel Foucault que servem de chaves conceituais para a discussão. Para produzir a análise bibliográfica, utilizamos os principais documentos técnicos e legislações da área de Vigilância Ambiental, Vigilância Ambiental em Saúde e Vigilância em Saúde Ambiental, três denominações utilizadas para o objeto de estudo durante o seu desenvolvimento. Ao separar os documentos, efetuamos a comparação e crítica dos mesmos, atentos aos aspectos biopolíticos explícitos ou implícitos. A pesquisa é parte de uma tese de doutorado que construiu uma genealogia da área da Vigilância Ambiental. No trajeto histórico da formação da Vigilância Ambiental, aspectos biopolíticos foram se delineando na construção das ações de saúde da área. Primeiro, descrevemos brevemente a formação da área; posteriormente, realizamos uma leitura de alguns aspectos da biopolítica que parece estar implícita nas práticas de saúde que vêm caracterizando a Vigilância Ambiental, destacando uma visão das suas implicações na prática do serviço.

Abstract This article analyzes, from a biopolitical perspective, some aspects of environmental theme in Health Surveillance, more specifically in the area of Environmental Surveillance. This analysis brings us notions of biopolitics and governmentality elaborated by Michel Foucault that serve as conceptual keys for the discussion. To produce the bibliographic analysis, we used the main technical documents and legislation of the Environmental Surveillance, Environmental Health Surveillance and Environmental Health Surveillance, three denominations used for the object of study during its development. In separating the documents, we compare and critique them, paying attention to explicit or implicit biopolitical aspects. The research is part of a doctoral thesis that built a genealogy of Environmental Surveillance. In the historical course of the formation of Environmental Surveillance, biopolitical aspects were outlined in the construction of health actions in the area. First, we briefly describe the formation of the area; then we read some aspects of biopolitics that seem to be implicit in the health practices that have characterized Environmental Surveillance, highlighting a view of its implications for service practice.
Descritores: Filosofia
Política
Saúde Ambiental
Vigilância Sanitária Ambiental
Vigilância em Saúde Pública
-Brasil
Legislação como Assunto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  2 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-883995
Autor: Rodrigues, Cláudio Manuel.
Título: O papel da vigilância entomológica no primeiro foco ativo urbano de leishmaniose visceral do município do Rio de Janeiro / The role of entomological surveillance in the first urban active focus of visceral leishmaniasis in the city of Rio de Janeiro
Fonte: ABCS health sci;43(1):10-13, maio 18, 2018. tab, mapas.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: A leishmaniose Visceral (LV) é uma antropozoonose causada pela Leishmania infantum que avança nos últimos trinta anos a passos largos em sentido ao ambiente urbano. Desde 1977 há registros da doença em áreas periféricas do município do Rio de Janeiro, entretanto em 2011 foi descrita no bairro do Caju por meio do diagnóstico do parasita em cães infectados e da captura de espécimes de seu principal vetor. OBJETIVO: Este artigo tem por objetivo divulgar o trabalho primário de captura e identificação entomológica destes espécimes que proporcionou ações de vigilância no primeiro foco ativo urbano de LV na cidade do Rio de Janeiro, citado recentemente em diversos estudos, mas ainda não publicizado em todos os seus detalhes. MÉTODOS: As armadilhas luminosas CDC adaptadas foram instaladas de forma setorizada em área circular de 1000 m de raio a partir do suposto ponto focal, das 17h00m às 07h00m da manhã seguinte, entre junho e setembro de 2011. RESULTADOS: Foram capturados 253 espécimes de Lutzomyia longipalpis, dos quais 63,1% na área do canil, considerado o foco primário de dispersão dos vetores. CONCLUSÃO: Os resultados descritos corroboram com artigos que indicam a urbanização do principal vetor da LV, salientando a importância de estudos mais detalhados sobre o seu ciclo biológico urbano e a necessidade da mudança dos paradigmas da vigilância das leishmanioses no Brasil.

INTRODUCTION: Leishmaniasis, Visceral (LV) is an anthropozoonosis caused by Leishmania infantum that was advanced in the last thirty years in the urban environment. Since 1977 there are records of the disease in peripheral areas of the municipality of Rio de Janeiro, however, in 2011 it was described in the Caju neighborhood by means of the diagnosis of the parasite in infected dogs and the capture of specimens of its main vector. OBJECTIVE: This article aims to disclose the primary work of entomological capture and identification of these specimens that provided surveillance actions in the first urban active focus of LV in the city of Rio de Janeiro, quoted recently in several studies, but not publicized in all its details. METHODS: The adapted CDC light traps were installed in a circular sector of 1000 m radius from the supposed focal point, from 5:00 p.m. to 7:00 p.m. the following morning, between June and September 2011. RESULTS: A total of 253 specimens of Lutzomyia longipalpis were collected, 63.1% of which in the kennel area, considered the primary focus of dispersion of the vectors. CONCLUSION: The results described corroborate articles indicating the urbanization of the main vector of LV, stressing the importance of more detailed studies of its urban life cycle and the need of the changing paradigms of leishmaniasis surveillance in Brazil.
Descritores: Psychodidae/patogenicidade
Urbanização
Entomologia
Vigilância Sanitária Ambiental
Leishmaniose Visceral/transmissão
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  3 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1129351
Autor: Bahia. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador.
Título: Orientações técnicas para ações de vigilância de ambientes e processos de trabalho / Technical guidelines for actions to monitor environments and work processes.
Fonte: Salvador; DIVAST; 2012. 56 p. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A existência de condições inadequadas nos ambientes de trabalho com exposição de trabalhadores a diversos riscos demonstram a utilização de processos de trabalho arcaicos e ou de incorporação de tecnologias que decorrem, muitas vezes, de estratégias gerenciais inapropriadas, o que tem resultado em novas formas de adoecimento dos trabalhadores com aumento significativo de acidentes e de doenças relacionadas ao trabalho. A publicação busca subsidiar e fortalecer a Política do Estado para as ações de Saúde do Trabalhador, uma vez que instrumentalizará a ação dos técnicos de vigilância em saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), prioritariamente, os técnicos de referência em saúde do trabalhador das Diretorias Regionais de Saúde (Dires), dos municípios e dos Centros de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest) no exercício da vigilância de ambientes e processos de trabalho. Além disso, norteará os responsáveis pela implementação dessas ações no âmbito do Estado e dos municípios para o o planejamento e acompanhamento sistemático que esse tipo de vigilância requer
Descritores: Saúde do Trabalhador
Vigilância Sanitária Ambiental
-Sistema Único de Saúde
Fatores de Risco
Carga de Trabalho
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  4 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1128642
Autor: Ministerio de Salud.
Título: Tiempo de vida del SARS-CoV-2 en el medio ambiente: potencial de transmisión por gotículas, aerosoles y fómites / Life time of SARS-CoV-2 in the environment: transmission potential by droplets, aerosols and fomites.
Fonte: San Salvador; Ministerio de Salud; oct.11. 2020. 4 p.
Idioma: es.
Resumo: La COVID-19 se ha extendido rápidamente en todos los países del mundo. Según los datos globales obtenidos hasta la fecha, el curso de la pandemia ha dejado un estimado de 44 871 314 casos y 1 178 751 de fallecidos a nivel mundial1. Muchos países han reportado una disminución de casos, lo que ha permitido una reapertura gradual de las actividades, estableciendo medidas de prevención para evitar la transmisión del virus entre la población. A pesar de esto, algunos países que experimentaron disminución de casos, ahora registran un segundo aumento. Este fenómeno ha formado parte de la discusión científica mundial, generando así la necesidad de estudiar con más detalle la forma de trasmisión del virus, describir su comportamiento en ambiente y determinar el tiempo en que permanece viable en superficies inertes. Se ha llegado al conceso que el virus SARS-CoV-2, que causa la COVID-19, se transmite a través de secreciones o gotículas respiratorias2. Se pude transmitir a través del contacto directo o indirecto entre las personas y por medio de superficies inertes contaminadas con el virus2. El potencial de transmisión por aerosol era poco conocido al inicio de la pandemia, sin embargo, la evidencia científica sobre la transmisión aérea del virus por aerosoles está aumentando y hay muchos estudios que sugieren, se considere como una importante vía de trasmisión. A continuación, se presenta una reseña científica sobre la transmisión del SARS-CoV-2 por medio del aire, superficies inertes y el agua, considerando algunos factores ambientales y la viabilidad que tiene en ciertas condiciones. Esta reseña científica no es una revisión sistemática, sin embargo, es un análisis rápido realizado a partir de publicaciones en revistas arbitradas y documentos de entidades de salud como la Organización Mundial de la Salud (OMS), entre otras.

COVID-19 has spread rapidly in all countries of the world. According to global data obtained to date, the course of the pandemic has left an estimated 44,871,314 cases and 1,178,751 deaths worldwide1. Many countries have reported a decrease in cases, which has allowed a gradual reopening of activities, establishing prevention measures to avoid the transmission of the virus among the population. Despite this, some countries that experienced declines in cases now register a second increase. This phenomenon has been part of the global scientific discussion, thus generating the need to study in more detail the way the virus is transmitted, describe its behavior in the environment and determine the time it remains viable on inert surfaces. It has been agreed that the SARS-CoV-2 virus, which causes COVID-19, is transmitted through respiratory secretions or droplets2. It can be transmitted through direct or indirect contact between people and through inert surfaces contaminated with the virus2. The potential for transmission by aerosol was little known at the beginning of the pandemic, however, scientific evidence on the airborne transmission of the virus by aerosols is increasing and there are many studies that suggest it is considered an important route of transmission. Next, a scientific review on the transmission of SARS-CoV-2 through the air, inert surfaces and water is presented, considering some environmental factors and its viability under certain conditions. This scientific review is not a systematic review, however, it is a quick analysis based on publications in peer-reviewed journals and documents from health entities such as the World Health Organization (WHO), among others.
Descritores: Vigilância Sanitária Ambiental
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: SV2 - Departamento de Gobernanza y Gestión del Conocimiento


  5 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-773044
Autor: São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária.
Título: Coletânea técnica CVS 01: meio ambiente / Technical collection CVS 01: environment.
Fonte: São Paulo; SES-SP; 2015. 194 p. tab. (Coletânea Técnica CVS, 1).
Idioma: pt.
Resumo: Eis aqui apresentado em coletânea um conjunto de normas e orientações técnicas que evidencia o rico universo temático relativo às questões ambientais a cargo da Vigilância Sanitária no Estado de São Paulo.Além de servir à consulta rápida dos profissionais das instâncias regionais e municipais do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária (Sevisa), a coletânea tem o propósito de permitir uma visão em perspectiva dos modos de se regular os fatores ambientais de risco à saúde que se manifestaram de diferentes formas no território paulista nessas últimas duas décadas.Esta visão panorâmica remete à necessária reflexão a respeito do ofício voltado ao controle do risco sanitário e à proteção da saúde da população paulista. Pois assim, a coletânea expressa algum tanto dos desafios que o Estado de São Paulo enfrenta para o pleno desenvolvimento e bem-estar de sua gente.Ao agregar as normas e orientações mais representativas de temática ambiental elaboradas pelo CVS num período de 23 anos (1991 a 2014), a publicação retrata modos de se abordar problemas sanitários que coincidem com o processo de estruturação da Vigilância Sanitária em São Paulo, em consonância com as diretrizes constitucionais de descentralização hierarquizada das ações do Sistema Único de Saúde (SUS)...
Descritores: Meio Ambiente
Normas Técnicas
Saúde Ambiental
Vigilância Sanitária Ambiental
-Monitoramento da Água
Normas de Qualidade da Água
Resíduos Perigosos/prevenção & controle
Saneamento de Hospitais
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-708361
Autor: São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Epidemiológica“Prof. Alexandre Vranjac” – Divisão de Doenças Ocasionadas pelo Meio Ambiente (DOMA).
Título: Caderno de Vigilância Epidemiológica: vigilância epidemiológica em saúde ambiental / Notebook Epidemiological Surveillance: epidemiological surveillance in environmental health.
Fonte: São Paulo; CVE; maio 2013. 154 p. graf, mapas, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Brasil/epidemiologia
Saúde Ambiental
Monitoramento Epidemiológico
Vigilância Sanitária Ambiental
Vigilância da População
-Desastres Naturais
Poluição Ambiental
Segurança Química
Tipo de Publ: Guia
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; Digital


  7 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1121428
Autor: Valença, Pamella Nicolly Melo.
Título: Implantação de um check-list para a visita domiciliar do agente de combate a endemias como ferramenta de monitoramento e controle do Aedes aegypti no município de São Bento do Una - PE / Implementation of a check-list for the home visit of the agent to combat endemic diseases as a tool for monitoring and controlling Aedes aegypti in the municipality of São Bento do una - PE.
Fonte: Garanhuns; s.n; 2017. 36 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Secretária Estadual de Saúde de Pernambuco. Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco. Especialização em Saúde Pública para obtenção do grau de Especialista.
Resumo: O mosquito Aedes aegypti é o principal vetor das arboviroses, doenças virais, como a febre amarela, dengue, chikungunya e zika. As arboviroses são um problema global de saúde pública, por sua alta disseminação territorial e com isso necessitam cada vez mais ações de controle e prevenção mais complexas, principalmente quanto ao seu vetor. Dentre os principais métodos de controle do A. aegypti, temos o mecânico, químico e biológico, sendo os Agentes de Combate a Endemias (ACE) os principais responsáveis por tais ações.Considerando os elevados índices de infestação do vetor, bem como o aumento do número de notificações destas viroses no município de São Bento do Una - PE, objetivou-se com este projeto de intervenção,implantar um check-list para a visita domiciliar do ACE como ferramenta no monitoramento e controle do Aedes aegypti no município de São Bento do Una ­ PE. O projeto foi desenvolvido no âmbito da Vigilância Ambiental, tendo como sujeitos os ACEs. Nesse contexto os processos de intervenção se deram através de roda de conversa para apresentação da intervenção aos ACE, oficina para a elaboração do check-list teste com os coordenadores do PNCD, Coordenação de Vigilância em Saúde e os ACE. Após a oficina o instrumento será apresentado aos ACE, bem como a gestão e Conselho Municipal de Saúde para sua validação e implantação nas visitas domiciliares destes agentes, com intuito de qualificar essas visitas e assim reduzir os índices de infestação e números de notificações dos agravos causados pelo A. aegypti.(AU)
Descritores: Infecções por Arbovirus
Aedes
Vigilância Sanitária Ambiental
-Viroses
Doenças Endêmicas
Controle de Vetores
Visita Domiciliar
Responsável: BR1903.1 - Biblioteca Nelson Chaves
BR1903.1; 614.449(813.42), V152i


  8 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1087768
Autor: Instituto Nacional de Salud.
Título: Medidas de protección en personal de salud para disminución de riesgo de contagio de covid-19 vs2 / Protective measures in health personnel for the prevention of COVID-19 vs2.-1
Fonte: San Salvador; Instituto Nacional de Salud; mar.2020. 10 p.
Idioma: es.
Resumo: La pandemia de la enfermedad por coronavirus (COVID 19)(1) es una enfermedad infecciosa causada por el coronavirus 2 del síndrome respiratorio agudo severo (SARS-CoV-)(2) que se detectó en Wuhan, China en diciembre 2019 y al momento se registran más de 500 mil casos y más de 25 mil muertes a nivel mundial (3). En El Salvador, el primer caso se notificó el día 18 de marzo y actualmente se registran 13 casos positivos. A partir del 11 de marzo, se decretó una cuarentena en centros de contención a toda persona que ingresara al país vía aérea o terrestre y el 21 de marzo se decretó cuarentena nacional por 30 días, lo cual ha significado habilitar al momento un total de 2 462 personas en 61 albergues a nivel nacional1. En este sentido, el personal de salud es quién está en la primera línea de atención de pacientes sospechosos y confirmados con COVID-19, ya que se encuentra al frente en la vigilancia y búsqueda en el área de manejo de pacientes con problemas respiratorios (área de IRAS) de los establecimientos de salud, y además, son quienes coordinan, examinan a todas las persona que se encuentran en los centros de contención. El número de personal de salud infectado por coronavirus no deja de crecer día tras día, para el 25 de marzo, España (4) había reportado 6500 contagiados entre los trabajadores sanitarios de un total de 47 600 casos (13.6%) e Italia (5) reportó 4824 contagios en personal de salud de casi 75 mil casos (6.4%); porcentajes mayores a lo reportado por China, donde el personal de salud contagiado por COVID-19 (2.7%) ha sido significativamente menor en comparación con los infectados por SARS (21.1%)(6).
Descritores: Vigilância Sanitária Ambiental
Proteínas Animais da Dieta
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: SV2 - Departamento de Gobernanza y Gestión del Conocimiento


  9 / 51 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1102790
Autor: GCBA. Ministerio de Salud. Gerencia Operativa de Epidemiología; .GCBA. Agencia de Protección Ambiental.
Título: Informe especial: Contaminación del aire: CABA 2010-2018 / Special report: Air pollution: CABA 2010-2018.
Fonte: Buenos Aires; GCBA. Gerencia Operativa de Epidemiología; 28 jun. 2019. a) f: 12 l:17 p. graf, tab. (GCBA. Gerencia Operativa de Epidemiología, 4, 149).
Idioma: es.
Resumo: informe realizado por los equipos de trabajo que pertenecen a Salud Ambiental, Agencia de Protección Ambiental y Gerencia Operativa de Epidemiología, del Gobierno de la Ciudad de Buenos Aires. En el presente informe se analizan una serie de indicadores que permiten observar los valores de contaminantes criterio: Material Particulado en suspensión menor a 10 micrones (PM 10), Monóxido de Carbono (CO) y Dióxido de Nitrógeno (NO2), registrados en las estaciones de Monitoreo de Calidad del Aire que posee la Ciudad (La Boca, Parque Centenario y Córdoba), las cuales registran las concentraciones de estos contaminantes en forma continua (durante 24 horas, los 365 días del año), mediante métodos homologados internacionalmente. El periodo registrado abarca los años 2010 hasta el año 2018 completo. (AU)
Descritores: Monóxido de Carbono/análise
Controle da Qualidade do Ar
Monitoramento do Ar
Poluição do Ar/prevenção & controle
Poluição do Ar/estatística & dados numéricos
Material Particulado/análise
Dióxido de Nitrogênio/análise
-Vigilância Sanitária Ambiental
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR494.1 - Centro de Documentación en Salud


  10 / 51 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1104283
Autor: GCBA. Gerencia Operativa de Epidemiología.
Título: Informe especial: Contaminante atmosférico:Dióxido de nitrógeno / Special report: Air pollutant: Nitrogen dioxide.
Fonte: Buenos Aires; GCBA. Gerencia Operativa de Epidemiología; 26 mayo 2017. a) f: 16 l:20 p. graf. (Boletín Epidemiológico Semanal: Ciudad Autónoma de Buenos Aires, 2, 40).
Idioma: es.
Resumo: El nitrógeno (N) es un gas sin olor, color ni sabor, que constituye el 78% del aire atmosférico, y en concentraciones dentro de límites normales, no es perjudicial para la salud. Su importancia como contaminante deriva de su capacidad de combinación con el oxígeno para formar diversos óxidos de nitrógeno. El dióxido de nitrógeno (NO2) es un gas más denso que el aire, de color marrón rojizo y olor acre. Es definido como un contaminante, criterio que altera de manera importante el aire urbano. El NO2 es un contaminante en sí mismo y un precursor en la generación de otras moléculas nocivas para la salud. se presentan una serie de gráficos que permiten observar los valores de NO2 en las estaciones de Monitoreo de Calidad del Aire que posee la Ciudad (La Boca, Parque Centenario y Córdoba), las cuales registran las concentraciones de este contaminante en forma continua (durante 24 horas, los 365 días del año) mediante métodos homologados internacionalmente. (AU)
Descritores: Controle da Qualidade do Ar
Monitoramento do Ar
Qualidade Ambiental
Poluentes Atmosféricos/toxicidade
Poluição do Ar/análise
Poluição do Ar/prevenção & controle
Poluição do Ar/estatística & dados numéricos
Vigilância Sanitária Ambiental
Dióxido de Nitrogênio/análise
Dióxido de Nitrogênio/efeitos adversos
Dióxido de Nitrogênio/toxicidade
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR494.1 - Centro de Documentación en Salud



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde