Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS4 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 36 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 36 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014700
Autor: Araujo, Isabelle Maria Mendes de; Oliveira, Angelo Giuseppe Roncalli da Costa.
Título: Relações de produção, trabalho, ambiente e saúde em complexo automotivo multinacional em Pernambuco / Relationships of production, work, environment and health in a multinational automotive complex in Pernambuco, Brazil / Relaciones de producción, trabajo, ambiente y salud en un complejo automotriz multinacional en Pernambuco, Brasil
Fonte: Trab. educ. saúde;17(3):e0022252, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O estudo que originou este artigo, realizado entre 2015 e 2017, busca a compreensão de possíveis relações no âmbito produtivo, ambiental e sanitário na cidade de Goiana, Pernambuco, diante da chegada do empreendimento multinacional da Fiat Chrysler Automobiles. Objetivou-se construir uma matriz explicativa com base no framework força motriz-pressão-situação-exposição-efeito-ação com sistematização de indicadores para o monitoramento de mudanças no território que possam afetar a saúde da população local e o ambiente decorrentes da instalação do complexo automotivo. Para tal, foram propostos componentes descritivos para cada dimensão da matriz e realizada sistematização de dados secundários em diferentes bancos de dados. Houve apreensão de efeitos ao bem viver no contexto local resultantes da exposição territorial ao aumento da violência, precarização e agravos relacionados ao trabalho, contaminação ambiental e saneamento básico precário. São propostas ações para o enfrentamento de problemas complexos e sistêmicos identificados, as quais podem subsidiar estratégias para a vigilância em saúde ambiental e em saúde do trabalhador. Por meio do framework, podemos traçar processos de vulnerabilização no território local associando-os a forças estruturantes produtivas e a modificações na situação da reprodução social.

Abstract The study that originated the present article, which was conducted between 2015 and 2017, has the goal of understanding the possible relationships in the productive, environmental and sanitary contexts in the municipality of Goiana, in the state of Pernambuco, Brazil, with the arrival of the Fiat Chrysler Automobiles multinational enterprise. We aimed at developing an explanatory matrix based on the Driving force-Pressure-State-Exposure-Effect-Action framework, with the systematization of indicators for the monitoring of changes in the territory that could affect the health of the local population and the environment due to the establishment of the automotive complex. In order to do so, we proposed descriptive components for each dimension of the matrix, and we performed a systematization of secondary data in different databanks. We noticed effects on the well-being within the local context due to the territorial exposure to an increase in violence, precarization and injuries related to work, environmental contamination and precarious sanitation. In order to face the complex and systematic problems identified, we propose actions that can subsidize strategies for the vigilance in environmental health and in the health of the worker. Through the framework, we can describe processes of vulnerabilization in the local territories, associating them with productive structuring forces and changes in the social reproduction situation.

Resumen El estudio que originó este artículo, realizado entre el 2015 y el 2017, busca la com-prensión de posibles relaciones en el ámbito productivo, ambiental y sanitario en la ciudad de Goiana, Pernambuco, ante la llegada del emprendimiento multinacional de Fiat Chrysler Automóviles. El objetivo es construir una matriz explicativa con base en el framework fuerza motriz-presión-situación-exposición-efecto-acción con sistematización de indicadores para el monitoreo de cambios en el territorio que puedan afectar la salud de la población local y el ambiente por causa de la instalación del complejo automotriz. Para tal, fueron propuestos componentes descriptivos para cada dimensión de la matriz y realizada sistematización de datos secundarios en diferentes bancos de datos. Hubo aprehensión de efectos al bien vivir en el contexto local resultantes de la exposición territorial al aumento de la violencia, precarización y agravios relacionados al trabajo, contaminación ambiental y saneamiento básico precario. Son propuestas acciones para el enfrentamiento de problemas complejos y sistémicos identificados, las cuales pueden subsidiar estrategias para la vigilancia en salud ambiental y en salud del trabajador. Por medio del framework, podemos trazar procesos de vulnerabilización en el territorio local asociándolos a fuerzas estructurantes productivas y las modificaciones en la situación de la reproducción social.
Descritores: Saúde do Trabalhador
Vulnerabilidade Social
Vigilância Sanitária Ambiental
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  2 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-780990
Autor: Mendes, Tânia Kátia de Araújo; Oliveira, Sérgio Pacheco de; Delamarque, Elizabete Vianna; Seta, Marismary Horsth De.
Título: Reestruturação da gestão das vigilâncias em saúde em Alagoas: a precarização da formação e do trabalho / Restructuring health surveillance management in Alagoas, Brazil: pracarization of training and labor / Reestructuración de la gestión de las vigilancias en la salud en Alagoas, Brasil: la precarización de la formación y del trabajo
Fonte: Trab. educ. saúde;14(2):421-443, mai.-ago. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A descentralização das vigilâncias sanitária, epidemiológica e ambiental para os municípios tomou impulso com mudanças organizacionais e no financiamento federal, quando cresceu a ideia de integração entre elas, e delas com a atenção individual e coletiva. Nos organogramas de muitas secretarias de Saúde, reuniram-se as vigilâncias sob uma coordenação comum, e os gestores demandaram a formação de novos profissionais para esse arranjo. Este artigo objetiva delinear os perfis dos profissionais de nível médio das vigilâncias de seis municípios do estado de Alagoas e dos serviços em que eles operam, agregando percepções dos gestores sobre a prática desses trabalhadores, que representam 88% da força de trabalho das vigilâncias nesses municípios. Sem formação específica para realizar suas atividades, o desempenho dos trabalhadores foi avaliado como pior quanto menor o tempo de exercício do gestor no cargo. As dificuldades destacadas foram: ingerência política no trabalho da vigilância sanitária e ambiental; preenchimento deficiente das fichas de investigação epidemiológica pelas equipes de saúde da família nos seis municípios; papel indefinido desse profissional na vigilância em saúde do trabalhador. A necessária formação técnica é insuficiente para superação dessas dificuldades, requerendo-se a revisão de processos de gestão e coordenação do trabalho das equipes para práticas mais efetivas.

Abstract The decentralization of health, epidemiological, and environmental surveillance at municipalities was driven by organizational changes and changes made to federal funding, and the idea of not only integrating them, but also blending them with individual and collective care, gained momentum. Many health departments’ organization charts brought the different surveillances together under a common coordination, and managers demanded new professionals be trained to meet the needs of this arrangement. This article aims to outline the profile of the middle-level professionals at the surveillances at six municipalities in the state of Alagoas, Brazil, and services they provide, adding the views of the managers about the practices of these workers, who account for 88 percent of the surveillance workforces in these municipalities. With no specific training to carry their activities out, it was noted that the less time the manager had been holding his or her position, the poorer the employees performed. The main difficulties highlighted were political interference in the health and environmental monitoring work; poor filling in of the epidemiological investigation forms by the family health teams in the six municipalities, in addition to these professionals’ undefined roles in worker health surveillance. The required technical training is insufficient to overcome these difficulties, a fact that demands a revision of the teams’ labor management and coordination processes to ensure more effective practices.

Resumen La descentralización de las vigilancias sanitaria, epidemiológica y ambiental para los municipios cobró fuerzas a partir de cambios en la organización y en el financiamiento federal, cuando germinó la idea de la integración entre ellas y de ellas con la atención individual y colectiva. En los organigramas de muchas secretarías de salud, las vigilancias fueron reunidas bajo una coordinación común, y los gestores solicitaron la formación de nuevos profesionales para esa disposición. Este artículo apunta a delinear los perfiles de los profesionales de nivel medio de las vigilancias de seis municipios de Alagoas, Brasil, y de los servicios en los cuales operan, agregando percepciones de los gestores sobre la práctica de esos trabajadores, que representan el 88% de la fuerza de trabajo de las vigilancias en esos municipios. Sin formación específica para realizar sus actividades, el desempeño de los trabajadores fue evaluado como peor cuanto menor el tiempo de ejercicio del gestor en el cargo. Las dificultades destacadas fueron: injerencia política en el trabajo de vigilancia sanitaria y ambiental; cumplimentación deficiente de los formularios de investigación epidemiológica por parte de los equipos de salud de la familia en los seis municipios; e indefinición del rol profesional en la vigilancia en salud del trabajador. La necesaria formación técnica es insuficiente para superar esas dificultades, necesitando la revisión de procesos de gestión y coordinación del trabajo de los equipos para lograr prácticas más efectivas.
Descritores: Vigilância Sanitária
Educação Profissionalizante
Vigilância Sanitária Ambiental
Vigilância em Saúde Pública
Monitoramento Epidemiológico
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  3 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-981770
Autor: Romão, Rodrigo.
Título: Da Agenda ambiental à Vigilância Ambiental: um percurso histórico e biopolítico / From the Environmental Agenda to Environmental Surveillance a historical and biopolitical path.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 128 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Prática de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A presente tese se propõe a traçar uma genealogia da Vigilância Ambiental no Brasil. Partindo de um conjunto de chaves interpretativas da obra do filósofo Michel Foucault, congregamos um amplo leque de fontes documentais para compreender os primeiros sinais de uma incipiente medicina preventiva e sua agenda eminentemente ambiental, ainda em um Brasil pré-imperial, e observamos suas transformações em paridade com o desenvolvimento de nossa sociedade - buscando aí encontrar o mote biopolítico, dado que a construção da nação exigia medidas sanitárias que garantissem a saúde da população, ainda que não necessariamente por questões humanitárias. Acompanhamos a transição da agenda ambiental na saúde pública, que leva em conta os impactos do meio ambiente na existência humana para o movimento reverso, quando nos damos conta de que a humanidade está provocando danos possivelmente irreversíveis ao planeta - e como essa nova fase tem afetado nossa saúde. De maneira crítica e reflexiva, discutimos a formação e a dimensão biopolítica da Vigilância Ambiental na atualidade, dispondo de maiores e melhores recursos tecnológicos, mas atuando em uma governamentalidade neoliberal de redução de direitos - que afetam, inclusive, o direito à saúde

This thesis aims to trace the genealogy of Enviromental Surveillance in Brazil. From the standpoint a set of interpretative concepts of the philosopher Michel Foucault, we convey a vast array of documental sources to comprehend the first signs of an incipient preventive care and its respectable environmental agenda, still in a pre-imperial Brazil, and we observe its transformations parallel to the development of our society - aiming to find the biopolitical mote, given that the creation of the nation required sanitation methods that could guarantee the health of the population, even though not by strictly humanitarian reasons. We follow the transtition of the environmental agenda in our public health, which takes into consideration the impact of the environment in the human existence to the reverse movement, when we come to the realization that humanity has been causing possibly irreversible damage to the environment - and due to this also affecting our health. In a critic and self-reflecting way, we discuss the formation and the dimension of biopolitics of the Enviromental Surveillance in current day society, having access to a vast array of newer and better technological resources, but acting in a neoliberal governmentality of deprivation of rights, that also affect the right to health
Descritores: Filosofia
Administração Ambiental
Meio Ambiente
Política Ambiental/história
Genealogia e Heráldica
Política de Saúde/história
-Brasil
Saúde Ambiental
Saúde Pública
Vigilância Sanitária Ambiental
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; DR1483


  4 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-970053
Autor: Parisi, Samanta Gouveia.
Título: Pessoas em situação de acumulação e ocorrência de arboviroses envolvendo o mosquito Aedes aegypti, município de São Paulo, perí­odo de 2013 a 2017 / People in a situation of accumulation and occurrence of arboviruses involving the mosquito Aedes aegypti, municipality of São Paulo, from 2013 to 2017].
Fonte: São Paulo; s.n; 2018. 154 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: Em suas áreas urbanas, o Brasil vem enfrentando graves epidemias de Dengue, Zika e Febre Chikungunya. Sabe-se que a principal forma de transmissão se deve à veiculação dos vírus causadores destes agravos pelo mosquito Aedes aegypti, sendo fundamental o desenvolvimento de atividades de vigilância entomológica e controle vetorial. Além disso, Ae. aegypti é vetor do vírus da Febre Amarela e Mayaro, entre outros agravos. Entre as diferentes formas que contribuem para a proliferação de Ae. Aegypti, estão os imóveis onde residem pessoas que estão em situação de acumulação, e que podem se configurar como locais importantes para o aumento da densidade do vetor. Objetivo: Avaliar a relação entre os imóveis onde residem esses indivíduos, e a ocorrência de agravos causados por vírus veiculados por Ae. aegypti; elaborar um caderno de orientação aos profissionais de saúde para o atendimento de pessoas com transtorno de acumulação na esfera da Vigilância Ambiental. Materiais e Métodos: A pesquisa foi desenvolvida em uma região da zona norte da cidade de São Paulo, no período de agosto de 2013 a julho de 2017. Foram geocodificados os endereços das pessoas que estão em situação de acumulação, dos Pontos Estratégicos e dos casos autóctones de Dengue, e demais agravos envolvendo Ae. aegypti. Os imóveis das pessoas que estão em situação de acumulação e os PE foram caracterizados no espaço e temporalmente. A existência de aglomerados de casos das arboviroses em torno dos imóveis foi testada por meio da estatística espacial e focal denominada Gi, sendo considerada uma distância máxima de 500 metros, com intervalos a cada 100 metros. O caderno de orientação foi produzido com base na consolidação da estrutura de atendimento de pessoas com transtorno de acumulação existente no âmbito da Vigilância Ambiental. Resultados: Dos 93 imóveis de pessoas em situação de acumulação, foram utilizados 78, dos quais se constituíram como plausíveis para a análise. Em relação aos Pontos Estratégicos, foram considerados todos os 94 presentes na área de estudo. No período, foram confirmados 3112 casos autóctones de Dengue. Quanto às demais arboviroses, foram confirmados apenas 5 autóctones de Chikungunya. Dos imóveis de pessoas em situação de acumulação e dos Pontos Estratégicos, em apenas 6 (7,69%) e 4 (4,26%) respectivamente, foi constatada a formação de aglomerados de casos de dengue, todos pertencentes ao Distrito Administrativo de Vila Medeiros. Conclusões: Os imóveis e os Pontos Estratégicos não se mostraram relevantes para a constituição de aglomerados de casos de arboviroses. O caderno de orientação é apresentado no corpo do trabalho

Introduction: Brazil has been facing severe epidemics of Dengue Zika and Chikungunya Fever in urban areas. It is widely known that the main form of transmission is due to the dispersion of the virus, which leads to diseases caused by the mosquito Aedes aegypti. Thus, the development of entomological surveillance and vector control activities are fundamental. In addition, Ae. aegypti is a vector of Yellow Fever, Mayaro virus and other diseases. Among different ways of contributing for the proliferation of Ae. aegypti, are the houses where people accumulate objects, who suffer from the so-called accumulation disorder, that can be configured as important places for the increase of the vector\'s density. Objective: To evaluate the relationship between the houses where people who are in a situation of accumulation reside and the occurrence of diseases caused by virus transmitted by Ae. aegypti; to elaborate a guidebook for health professionals to care for people with accumulation disorders in the ambit of Environmental Surveillance. Materials and Methods: The research was conducted in a region situated in the northern part of the city of São Paulo, from August 2013 to July 2017. The addresses of the people in the accumulation situation, the Strategic Points and the cases were geocoded. autochthonous diseases of Dengue and other diseases involving Ae. aegypti. The properties of the people afflicted by hoarding disorder and the PE were characterized in space and temporarily. The existence of arboviruses clusters around real estate was tested using the spatial and focal statistics called Gi, considering a maximum distance of 500m, with intervals every 100m. The guidance document was produced based upon the consolidation of the care structure for people with accumulation disorder existing in the scope of Environmental Surveillance. Results: Of the 93 properties of people in a situation of accumulation, 78 were used, of which they were constituted as plausible for an analysis. Regarding the Strategic Points, we considered all the 94 presents in the study area. During the period, 3,112 autochthonous cases of Dengue were confirmed. As for the other arboviruses, only 5 autochthonous cases of Chikungunya were confirmed. Regarding the properties of the people in a situation of accumulation and of the Strategic Points, only in a total of 6 (7.69%) and 4 (4.26%) were respectively identified the formation of agglomerates of Dengue cases, all belonging to the Administrative District of Vila Medeiros. Conclusions: The properties and Strategic Points were not relevant for the formation of clusters of arboviruses cases. The orientation notebook is displayed in the body of the work
Descritores: Infecções por Arbovirus/transmissão
Aedes
Vigilância Sanitária Ambiental
Transtorno de Acumulação
-Saúde Ambiental
Dengue/transmissão
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; MTR2372; BR67.1; MTR2372 revisada


  5 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-983476
Autor: Simoni, Elisa Cruz de.
Título: A categoria território e sua incorporação nos estudos de saúde e ambiente.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2016. 101 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A proposta desta pesquisa foi refletir sobre a utilização do conceito de território nos estudos que tratam das interações entre a saúde e o ambiente, considerando seu potencial para abordar de forma integrada os problemas complexos referentes a este novo campo. Além do conceito geográfico de território, foram adotados referenciais teóricos que embasam a discussão sobre a relação saúde e ambiente, assim como contribuições acadêmicas sobre a articulação território e saúde pública. Através do Portal de Pesquisa da BVS (Biblioteca Virtual em Saúde), foi feito o levantamento da produção dos últimos dez anos (2006 a 2015) em bases de dados nacionais e internacionais, contemplando: Literatura Americana e do Caribe em Ciências Sociais (LILACS); Medline Complete e Science Direct e na biblioteca eletrônica Scientific Eletronic Library Online (SciELO). Também se buscou dissertações e teses no banco de teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Após análises preliminares dos textos levantados, o corpus de estudo foi composto por 41 publicações, que se concentraram entre 2012 e 2014, com um total de 23 trabalhos, entre teses, dissertações e artigos. A revista Ciência & Saúde Coletiva publicou o maior número de artigos no período (um total de seis artigos), em comparação com os demais periódicos científicos. Com os procedimentos adotados para a categorização temática chegou-se a quatro grandes grupos: modelos de desenvolvimento e questões socioambientais (com 13 trabalhos); atenção à saúde e problemas ambientais (12 textos); urbanização, saneamento e vetores (10 textos) e vigilância em saúde ambiental e do trabalhador (6 textos). Constatou-se que, em muitos casos, a forma de utilização do conceito de território na produção acadêmica sobre saúde e ambiente não considera algo essencial: as relações sociais de poder, econômico-políticas e culturais que são instituídas nos diferentes espaços.

The purpose of this research was to make reflexions of the use of territory's concept in studies that dealt with interactions between health and the environment, considering its potential to address in an integrated way the complex problems related to this new field. In addition to the geographical concept of territory, theoretical frameworks that support the discussion on the relationship between health and environment were also used, as well as academic contributions on the relation between territory and public health.The search of last ten years academic production (2006-2015) in national and international databases was made through the BVS Research Portal (Virtual Health Library), that contemplates American and Caribbean Social Sciences (LILACS), Complete Medline and Science Direct and electronic library Scientific Electronic Library Online (SciELO). The bank theses of Higher Education Personnel Improvement Coordination (Capes) was used to search for dissertations and theses. After preliminary analysis of the collected texts, the study corpus was composed of 41 publications, which were concentrated between 2012 and 2014, a total of 23 works, including theses, dissertations and articles. Science & Collective Health published the most articles in the period (a total of six items), compared with other scientific journals.With the procedures adopted for the thematic categorization, four major groups were developed : development models and environmental issues (13 articles); health care and environmental issues (12 texts); urbanization, sanitation and vectors (10 texts) and environmental health surveillance and worker's health surveillance (6 texts). It was found that, in many cases, the concept of territory in the academic production on health and environment does not consider something essential: the social relations of power, economic, political and cultural that are set up in different spaces.
Descritores: Meio Ambiente
Saúde Ambiental
Vigilância Sanitária Ambiental
Atenção à Saúde
Saúde Pública
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Urbanização
-Vetores de Doenças
Saneamento
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T363.7, S599c


  6 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-972660
Autor: Fenner, André Luiz Dutra; Machado, Aletheia de Almeida; Gomes, Guilherme Augusto Pires.
Título: Inserção da agenda de Vigilância em Saúde Ambiental do Brasil no Contexto da Saúde Global / Mainstreaming Brazilian Environmental Health Surveillance Agenda into Global Health
Fonte: Comun. ciênc. saúde;28(2):140-148, abr. 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo parte dos conceitos de saúde global e saúde ambiental no contexto da globalização. Nesse sentido visa discutir questões ambientais globais que envolvem o setor saúde e que originam processos de tomada de decisões domésticos, em especial as relacionadas às coletividades de maiores níveis de vulnerabilidade socioambiental. Utiliza como metodologia levantamento de material sobre os cursos de ações, adotados no âmbito dos regimes internacionais e pelas comunidades epistêmicas relacionados à saúde e ao ambiente; revisão da literatura existente sobre os temas de regimes internacionais e comunidades epistêmicas, relacionados com saúde e ambiente; e coleta de informações e dados, durante observação participante destes pesquisador-técnicos. Constatou-se que em relação aos diversos Acordos Multilaterais Ambientais (AMA), o setor saúde vem desenvolvendo inúmeras atividades para responder às demandas e auxiliar a população a enfrentar esses diversos aspectos que impactam o ambiente e a saúde das populações. Defendemos neste momento, que a área de Saúde Ambiental tenha um setor que possibilite a articulação destas demandas para evitar que os compromissos decorrentes dos AMA possuam um enorme déficit na implementação. Ressalta-se a importância da vigilância em saúde de base territorial como estratégia a ser utilizada pela Saúde Ambiente.

The article starts from the concepts of global health and environmentalhealth in the context of globalization. It aims to discuss globalenvironmental issues that involve the health sector and that lead todomestic decision-making processes, especially those related to collectivities with higher levels of socio-environmental vulnerability.As methodology, the article presents a material collection regardingdecisions, adopted within the framework of international regimesand by health and environmental epistemic communities; review ingexisting literature on the themes of international regimes and epistemic communities; and information and data collection, during researcher and technicians participant observations. It was found that, in relationto various Multilateral Environmental Agreements (AMA), the health sector has been developing countless activities to respond to demands and to help population dealing with these diverse aspects that affect populations environment and health. We defend here that the Environmental Health should be conformed as a particular area that canallow the articulation of these demands to avoid that the commitments arising from the AMAs have a huge implementation deficit. Weemphasize the importance of territorial-based health surveillance as astrategy to be used by the Environmental Health area.
Descritores: Saúde Global
Saúde Ambiental
Vigilância Sanitária Ambiental
-Saúde Pública
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)


  7 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-743998
Autor: Revueltas Agüero, Moura; Avila Roque, Ibis; Baqués Merino, Raúl; Beltrán Reguera, Ramona Consuelo.
Título: Los campos electromagnéticos de frecuencia extremadamente baja y su impacto sobre la salud de los seres humanos / Extremely low frequency electromagnetic fields and their impact on human health
Fonte: Rev. cuba. hig. epidemiol;52(2):210-227, Mayo.-ago. 2014.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la intensidad registrada del campo electromagnético de frecuencia extremadamente baja proveniente del uso de la energía eléctrica en los ambientes laborales y comunales, supera varias veces los valores del fondo natural y se espera que se incrementen en los próximos años. El acercamiento a los CEM y el conocimiento de lo controvertido del tema, motivó la realización de este trabajo. Objetivo: mostrar la influencia de los mismos en el cuerpo humano y sus posibles implicaciones a la salud. Métodos: se realizó una revisión temática sobre este tema en revistas especializadas en salud ambiental, publicadas de 1988-1997, entre las que se encuentran: Occupational and Medicine, Scandinavian Journal of Work, Environmental and Health. Se exploraron bases de datos internacionales, otras fuentes y recursos de información. Resultados: del total de publicaciones referenciadas, solo en 4 no se relaciona la exposición a campo electromagnético con la aparición de afecciones a la salud humana; pero la gran mayoría (55 documentos) si las consideran de una u otra forma; 6 hacen referencias a que los campo electromagnético producen de alguna manera cambios a nivel biológico y fisiológico en humanos, y 49, los asocian a la ocurrencia de enfermedades. Conclusiones: es indudable que el desarrollo tecno productivo no ha sido inocente con la salud de los seres humanos. Es una necesidad actual el determinar, cuantificar y evaluar el riesgo en aras de precisar su relación con la salud humana, lo que permitirá tomar medidas en función de la protección y seguridad en el futuro(AU)

Introduction: recorded intensity of the extremely low frequency electromagnetic field (EMF) from the use of electricity at work and in community settings, exceeds several times the natural background values and is expected to increase in the coming years. The approach to the EMF and knowledge of the controversial issue prompted us to prepare this paper. Objective: to show the influence of the electromagnetic fields on the human body and its possible implications for health. Methods: occupational and Medicine, Scandinavian Journal of Work, Environmental and Health were among the specialized journals on environmental health published from 1988-1997 and used to make a literature review on this topic. International databases, sources and other information resources were explored. Results: of the total number of publications, only 4 did not relate exposure to electromagnetic field with onset of human health problems; but the vast majority (55 documents) did so in one way or another. Six made reference to the electromagnetic field causing somehow biological and physiological changes in humans whereas 49 associated it with the occurrence of diseases. Conclusions: there is no doubt that the productive and technical development has not been unrelated to human health. Therefore, it is required to determine, quantify and assess the risk in order to clarify its relation to human health, which will allow taking actions towards protection and safety in the future(AU)
Descritores: Saúde Ambiental/normas
Riscos Ambientais
Vigilância Sanitária Ambiental
Campos Magnéticos/efeitos adversos
-Literatura de Revisão como Assunto
Bases de Dados Bibliográficas/estatística & dados numéricos
Exposição Ambiental
Limites: Seres Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-743997
Autor: Menocal Heredia, Lenina Tamara; Caraballo Sánchez, Yuria Isabel.
Título: Importancia de la vigilancia sanitaria de los parásitos en la calidad del agua, según su uso / Importance of health surveillance of parasites in water quality according to use
Fonte: Rev. cuba. hig. epidemiol;52(2):196-209, Mayo.-ago. 2014.
Idioma: es.
Resumo: El agua contaminada puede transmitir infinidad de patógenos con comportamientos y resistencias diversas. Dentro de los patógenos a determinar los parásitos son de especial relevancia pues se destacan por su alta resistencia a los diversos factores ambientales además se encuentran relacionados con altos índices de morbilidad y mortalidad en los países en desarrollo, especialmente en la población infantil. El objetivo de este trabajo es destacar la importancia de la vigilancia sanitaria de los parásitos en la calidad del agua según su uso y en su relación con el ambiente. Los huevos de helmintos son el principal riesgo a la salud debido al uso seguro del agua residual o lodos en la agricultura. Los quistes de los protozoarios como Giardia y Cryptosporidium, son difíciles de eliminar del agua de consumo sin tratar, debido a su pequeño tamaño y resistencia a oxidantes usados comúnmente como el cloro. Aunque no se recomienda su monitoreo de rutina en el agua, sí es necesario realizar investigaciones para detectar su presencia y establecer normativas propias adecuadas a nuestras condiciones(AU)

Polluted water can transmit lots of pathogens with various behaviors and resistances. Among the pathogens, the parasites are particularly important since they stand out for their high resistance to various environmental factors in addition to being associated to high morbidity and mortality rates in the developing countries, particularly children. The objective of this paper was to highlight the importance of health surveillance of parasites in water quality according to use and its relationship with the environment. The helminth eggs are the main health risk due to the safe use of wastewater or sludge in agriculture. Protozoan cysts like Cryptosporidium and Giardia, are difficult to remove from untreated drinking water due to its small size and resistance to commonly used oxidants such as chlorine. Although the routine monitoring of these cysts in water is not recommended, it is necessary to conduct research to detect its presence and to establish suitable guidelines according to our conditions(AU)
Descritores: Qualidade da Água/normas
Vigilância Sanitária/normas
Consumo de Água (Saúde Ambiental)
Análise Parasitológica/métodos
Purificação da Água
Enteropatias Parasitárias/prevenção & controle
-Análise da Água
Análise Parasitológica/prevenção & controle
Vigilância Sanitária Ambiental
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, U.S. Gov't, Non-P.H.S.
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  9 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-969112
Autor: Sánchez Consuegra, Ricardo.
Título: Virus y alertas sanitarias, ¿todas son por su mortalidad? / Viruses and health alerts, are they all because of their mortality?
Fonte: Biociencias;11(1):9-11, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Las enfermedades forman parte de nuestro entorno, tanto que ha sido difícil escribir una definición sencilla de lo que es ser una persona sana, porque la salud no es solo estar libre de enfermedad. Con la globalización de las comunicaciones se han abierto puertas a nuevos mercados, lo que ha permitido que la gente viaje continuamente buscando nuevas oportunidades de estudio, trabajo o diversión según el caso, pero con estos viajes también se nota el movimiento de agentes infecciosos que se propagan causando brotes que pueden producir miedo a las poblaciones.

Diseases are part of our environment, so much so that it has been difficult to write a simple definition of what it means to be a healthy person, because health is not just freedom from disease. With the globalization of communications doors have opened to new markets, which has allowed people to travel continuously looking for new opportunities for study, work or fun as the case may be, but with these trips you can also see the movement of infectious agents they spread causing outbreaks that can cause fear to populations
Descritores: Vigilância Sanitária Ambiental
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO69.3 - Biblioteca


  10 / 36 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-962552
Autor: Bezerra, Anselmo César Vasconcelos.
Título: Vigilância em saúde ambiental no Brasil: heranças e desafios / Environmental health surveillance in Brazil: inheritance and challenges
Fonte: Saúde Soc;26(4):1044-1057, Oct.-Dec. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo apresenta alguns pontos do debate sobre o campo da saúde ambiental, em especial sobre o surgimento da vigilância em saúde ambiental no âmbito das políticas públicas do Sistema Único de Saúde (SUS). Para sua construção, realizou-se uma revisão teórica e uma análise de alguns instrumentos normativos que regulam essa área de vigilância. O texto está estruturado em quatro partes: num primeiro momento, destacaremos a importância da compreensão da saúde ambiental como um campo interdisciplinar; o segundo tópico corresponde a um breve histórico das relações entre saúde e ambiente; na terceira seção destacamos a discussão sobre as categorias de promoção e vigilância à saúde, quando discutiremos suas heranças e desafios; por fim, debatemos a questão da vigilância em saúde ambiental, apresentando sua organização enquanto parte integrante do SUS, seus marcos teóricos e institucionais. Concluímos que a área da vigilância em saúde ambiental no Brasil apresenta alguns importantes avanços e está em processo de amadurecimento, haja vista as constantes modificações na sua estrutura regulatória, mas também consideramos lenta a incorporação das questões ambientais no campo das políticas públicas de saúde.

Abstract This article presents some points of the debate on the field of environmental health, especially on the rising of environmental health surveillance within the public health policies of the Brazilian National Health System (SUS). For its construction, a theoretical review and an analysis of some normative instruments which regulate this area of surveillance were performed. The text is structured in four parts: first we will highlight the importance of understanding environmental health as an interdisciplinary field; the second topic refers to a brief history of the relationship between health and environment; in the third section we highlight a debate on the categories of promotion and surveillance of health, when we discuss their inheritances and challenges; finally, we discuss the issue of environmental health surveillance, presenting its organization as an integrating part of SUS, its theoretical and institutional frameworks. We concluded that the area of environmental health surveillance in Brazil presents some important advances and is in the process of maturation, given the constant changes in its regulatory structure, but we also think the incorporation of environmental issues in the field of public health policies is slow.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Saúde Ambiental
Políticas Públicas de Saúde
Vigilância Sanitária Ambiental
Promoção da Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde