Base de dados : LILACS
Pesquisa : VS4.002 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 97 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 10 ir para página                        

  1 / 97 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1129372
Autor: Bahia. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador. Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador.
Título: Orientações técnicas para a investigação e notificação de casos de Covid-19 relacionados ao trabalho SUS/BAHIA / Technical guidelines for investigating and reporting cases of Covid-19 work related SUS / BAHIA.
Fonte: Salvador; CESAT/DIVAST; 2020. 60 p. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O acompanhamento da expansão da pandemia do novo coronavírus para novos bairros, municípios e estados tem demonstrado que a transmissão do contágio pelo SARS-CoV-2 tem atingido e se propagado entre grupos de trabalhadores e ao longo das cadeias produtivas dos diversos ramos e setores de atividades econômicas, seja naquelas atividades consideradas essenciais (como serviços de saúde, comércio de gêneros alimentícios, transporte de pessoas e mercadorias, geração de energia, agricultura e produção de alimentos etc), quanto em atividades não essenciais, que não interromperam seu funcionamento durante o período de isolamento social (como indústrias diversas, mineração, comércio em geral, entre outras). Casos de Covid-19 ocorridos em domicílio ou na comunidade, ao chegar aos locais de trabalho, encontram ambiente propício para sua rápida propagação e contágio de maior número de pessoas, pois, em geral, são ambientes fechados, com condições adversas de trabalho (exposição a poeiras, substâncias químicas, calor, ventilação inadequada etc), com aglomeração de trabalhadores em alguns setores, trabalhando em contato próximo durante várias horas por dia e compartilhando instalações, bancadas, instrumentos ferramentas, refeitórios, alojamentos, transportes
Descritores: Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Notificação de Doenças
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Pandemias
-Pneumonia Viral/prevenção & controle
Pneumonia Viral/epidemiologia
Sistema Único de Saúde
Monitoramento Epidemiológico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  2 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1129663
Autor: Bahia. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador. Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador.
Título: Protocolo de atenção à saúde mental e trabalho / Protocol on attention to mental health and work.
Fonte: Salvador; DIVAST; 2014. 60 p. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O documento aborda as questões relacionadas à saúde mental e trabalho, disponibiliza orientações técnicas que auxiliam os profissionais dos serviços de saúde pública no enfrentamento do fenômeno do crescimento dos transtornos mentais em nosso estado. O Protocolo é uma importante ferramenta para o diagnóstico e manejo das principais situações de adoecimento e transtornos mentais relacionados ao trabalho no âmbito da Rede Estadual de Atenção à Saúde do Trabalhador na Bahia (Renast-BA)
Descritores: Estresse Psicológico/prevenção & controle
Trabalho
Saúde do Trabalhador
Protocolos
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Transtornos Mentais/diagnóstico
-Saúde Mental
Limites: Humanos
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  3 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1129292
Autor: Bahia. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador. Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador.
Título: Orientações técnicas para ações de vigilância de ambientes e processos de trabalho em Postos de Revenda de Combustíveis - SUS/Bahia / Technical guidelines for actions to monitor environments and work processes at fuel resale stations - SUS / Bahia.
Fonte: Salvador; CESAT/DIVAST; 2014. 76 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Riscos Ocupacionais
Saúde do Trabalhador
Vigilância Sanitária Ambiental
Posto de Combustível
-Sistema Único de Saúde
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  4 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1129351
Autor: Bahia. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador.
Título: Orientações técnicas para ações de vigilância de ambientes e processos de trabalho / Technical guidelines for actions to monitor environments and work processes.
Fonte: Salvador; DIVAST; 2012. 56 p. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A existência de condições inadequadas nos ambientes de trabalho com exposição de trabalhadores a diversos riscos demonstram a utilização de processos de trabalho arcaicos e ou de incorporação de tecnologias que decorrem, muitas vezes, de estratégias gerenciais inapropriadas, o que tem resultado em novas formas de adoecimento dos trabalhadores com aumento significativo de acidentes e de doenças relacionadas ao trabalho. A publicação busca subsidiar e fortalecer a Política do Estado para as ações de Saúde do Trabalhador, uma vez que instrumentalizará a ação dos técnicos de vigilância em saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), prioritariamente, os técnicos de referência em saúde do trabalhador das Diretorias Regionais de Saúde (Dires), dos municípios e dos Centros de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest) no exercício da vigilância de ambientes e processos de trabalho. Além disso, norteará os responsáveis pela implementação dessas ações no âmbito do Estado e dos municípios para o o planejamento e acompanhamento sistemático que esse tipo de vigilância requer
Descritores: Saúde do Trabalhador
Vigilância Sanitária Ambiental
-Sistema Único de Saúde
Fatores de Risco
Carga de Trabalho
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  5 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1129352
Autor: Bahia. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador. Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador..
Título: Orientações técnicas para ações de prevenção e manejo da incapacidade para o trabalho no SUS / Technical guidelines for prevention and management actions incapacity to work in SUS.
Fonte: Salvador; DIVAST; 2014. 49 p. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A publicação reúne informações sobre a magnitude do problema da incapacidade para o trabalho no Brasil e apresenta aspectos teórico-conceituais e práticos para prevenção e manejo. Essas orientações são fruto do estudo e da troca de experiências da equipe técnica do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador/Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador (Cesat/Divast) com profissionais e pesquisadores engajados na Rede Brasileira de ApoioSocial e Pesquisa em Prevenção e Reabilitação da Incapacidade Laboral
Descritores: Reabilitação
Sistema Único de Saúde
Transtornos Traumáticos Cumulativos/prevenção & controle
Saúde do Trabalhador
Vigilância em Saúde do Trabalhador
-Trabalho
Nível de Saúde
Serviços de Saúde do Trabalhador
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  6 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-935514
Autor: Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Coordenação de Prevenção e Controle.
Título: Vigilância do câncer relacionado ao trabalho e ao ambiente - 2010.
Fonte: Rio de Janeiro; INCA; 2010. 66 p.
Idioma: pt.
Descritores: Neoplasias/prevenção & controle
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1


  7 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-933983
Autor: Instituto Nacional de Câncer.
Título: Vigilância do câncer relacionado ao trabalho e ao ambiente.
Fonte: Rio de Janeiro; INCA; s.d. 2 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Neoplasias/prevenção & controle
Câncer Ocupacional
Vigilância em Saúde do Trabalhador
-Institutos de Câncer
Limites: Humanos
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1


  8 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1012083
Autor: Domingues, Jaqueline Gonçalves; Silva, Bianca Barbieri Correa da; Bierhals, Isabel Oliveira; Barros, Fernando Celso.
Título: Doenças crônicas não transmissíveis em profissionais de enfermagem de um hospital filantrópico no Sul do Brasil / Enfermedades crónicas no transmisibles en profesionales de enfermería de un hospital filantrópico en el sur de Brasil / Noncommunicable diseases among nursing professionals at a charitable hospital in Southern Brazil
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;28(2):e2018298, 2019. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: descrever a prevalência de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), uso de medicamentos, valores tensionais e glicemia capilar de uma equipe de enfermagem de um hospital filantrópico de Pelotas, RS, Brasil. Métodos: estudo transversal; as perguntas foram adaptadas do questionário do sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel); todos tiveram pressão arterial e glicemia aferidos. Resultados: do total de 272 funcionários avaliados, 29,4% afirmaram ter DCNT, 48,9% faziam uso de medicamento contínuo e 73,9% referiram antecedentes familiares para DCNT; dos entrevistados, 20,6% usavam anti-hipertensivos, e destes, 27,7% apresentaram níveis tensionais elevados e 2,6% referiram usar hipoglicemiantes; destes últimos, 42,9% apresentaram níveis glicêmicos elevados. Conclusão: dos profissionais autodeclarados hipertensos e diabéticos, aqueles em uso de medicações apresentaram valores tensionais e glicemia mais elevados do que os que não faziam tratamento medicamentoso.

Objetivo: Describir la prevalencia de enfermedades crónicas no transmisibles (ECNT), uso de medicamentos y valores de tensión y glucemia capilar de un equipo de enfermería de un hospital filantrópico de Pelotas/RS. Métodos: Estudio transversal; las preguntas fueron adaptadas del cuestionario Vigilancia de Factores de Riesgo y Protección para Enfermedades Crónicas por Encuesta Telefónica (Vigitel). Todos tuvieron la presión arterial y la glucemia medidas. Resultados: Del total de 272 funcionarios evaluados, un 29,4% reportó tener ECNT, un 48,9% hacía uso de medicamento continuado y 73,9% refería antecedentes familiares para ECNT. Entre los entrevistados, 20,6% refirió usar antihipertensivos, de estos 27,7% presentaron niveles de tensión elevados, y un 2,6% refirieron usar hipoglucemiantes, de los cuales 42,9% presentó niveles glucémicos elevados. Conclusión: Los profesionales que se autodeclararon hipertensos y diabéticos y estaban en uso de medicamentos presentaron valores de tensión y glucemia más elevados que aquellos que no hacían tratamiento medicamentoso.

Objective: to describe the prevalence of noncommunicable diseases (NCDs), long term (current) drug therapy, blood pressure levels and capillary glycemia among a nursing team at a charitable hospital in Pelotas/RS. Methods: This was a cross-sectional study. The questions were adapted from the Vigitel system questionnaire (Telephone Surveillance of Chronic Disease Risk and Protection Factors). All participants had their blood pressure and blood glucose measured. Results: Of the 272 staff assessed, 29.4% reported having NCDs, 48.9% were on long term (current) drug therapy and 73.9% reported a family history of NCDs. Among those interviewed, 20.6% reported using antihypertensive drugs, of these 27.7% had high blood pressure levels, and 2.6% reported using antihypoglycemic agents, 42.9% of whom had high blood glucose. Conclusion: Among those professionals who stated they had high blood pressure and diabetes, those who were on medication had higher blood pressure and glucose levels than those who were not on medication.
Descritores: Doença Crônica/epidemiologia
Saúde do Trabalhador/tendências
Diabetes Mellitus/epidemiologia
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Hipertensão/epidemiologia
Equipe de Enfermagem/estatística & dados numéricos
-Brasil
Análise Socioeconômica
Estudos Transversais
Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial
Índice Glicêmico
Autoavaliação Diagnóstica
Hipoglicemiantes/uso terapêutico
Anti-Hipertensivos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  9 / 97 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1100039
Autor: Peru. EsSalud. Instituto de Evaluación de Tecnologías en Salud e Investigación.
Título: Lineamientos para el retorno progresivo a las actividades laborales en el contexto de pandemia por COVID - 19 / Guidelines for the progressive return to work activities in the context of the COVID pandemic-19.
Fonte: Lima; EsSalud; 16 jun. 2020.
Idioma: es.
Resumo: GENERALIDADES: Objetivo y población de las recomendaciones: Brindar a los empleadores recomendaciones generales de medidas preventivas y prácticas seguras para la prevención de contagio de COVID - 19 en centros laborales. Población a la cual se aplicará las recomendaciones: Empleados que retornan a sus centros laborales en contexto de pandemia por COVID - 19. Usuarios y ámbito de las recomendaciones: Usuarios de las recomendaciones clínicas. Estos lineamientos están dirigidos a los empleadores y autoridades administrativas de Institutos y centros especializados de EsSalud en contexto de pandemia por COVID - 19. Ámbito de las recomendaciones clínicas: El presente documento es de aplicación en centros laborales. MÉTODOS: a. Búsqueda y selección de protocolos, guías de práctica clínica y documentos técnicos prévios: El 05 de junio de 2020 se realizó una búsqueda manual de guías de práctica clínica, y documentos técnicos nacionales e internacionales que brinden orientaciones para el retorno seguro a los centros laborales en contexto de pandemia por COVID - 19. Se consideró tomar como principal fuente de información a aquellos documentos que brindaron recomendaciones para la prevención de la transmisión e infección por COVID - 19 en centros laborales. b. Formulación de recomendaciones: Se revisaron los documentos previamente seleccionados que describieron ampliamente los procedimientos y consideraciones a tener antes del retorno a las actividades laborales, así como las actividades preventivas durante el desarrollo de las actividades laborales. Posteriormente se adaptaron al contexto del Seguro Social de Salud ­ EsSalud aquellos documentos cuyas recomendaciones estaban en concordancia con lo establecido en los documentos técnicos locales. DEFINICIONES OPERATIVAS: Centro laboral: Unidad productiva en el que se desarrolla la actividad laboral de una organización con la presencia de trabajadores. Desinfección: Reducción por medio de sustancia químicas y/o métodos físicos del número de microorganismos presentes en una superficie o en el ambiente, hasta un nivel que no ponga en riesgo la salud. EPP: Equipo de Protección Personal. Limpieza: Eliminación de suciedad e impurezas de las superficies utilizando agua, jabón, detergente o sustancias químicas. Puestos de trabajo con riesgo de exposición a SARS-CoV-2 (COVID-19): Son aquellos puestos con diferente nivel de riesgo, que depende del tipo de actividad que realiza, por ejemplo, la necesidad de contacto a menos de 1 metro con personas que se conoce o se sospecha que estén infectadas con el virus del SARS-CoV-2, o el requerimiento de contacto repetido o prolongado con personas que se conoce o se sospecha que estén infectadas con el virus SARS-CoV-2. Empleador: Persona natural, jurídica, privada o pública, que emplea a uno o varios trabajadores. Trabajador: Persona que tiene vínculo laboral con el empleador; y a toda persona que presta servicios dentro de un centro laboral, cualquiera sea la modalidad contractual, incluyendo al personal de contratas, subcontratas, tercerización de servicios, entre otros. Trabajo en modalidad mixto: Hace referencia a la combinación de trabajo presencial con trabajo remoto, alternando las modalidades en atención a las necesidades de la entidad. Trabajo presencial: Se refiere a las tareas o funciones desempeñadas por un servidor con presencia física en el centro de labores, como consecuencia de una prestación laboral. Trabajo remoto: Es la prestación de servicios sujeta a subordinación, con la presencia física del servidor en su domicilio o lugar de aislamiento domiciliario, utilizando cualquier medio o mecanismo que le posibilite realizar sus funciones fuera del centro laboral, siempre que la naturaleza de las labores lo permita. RECOMENDACIONES EN EL CENTRO LABORAL: 1. Información y sensibilización del riesgo de transmisión e infección por COVID ­ 19. Difusión de mensajes clave: Difundir mensajes charlas informativas, paneles informativos, distribución de material informativo y de recordatorio como afiches o por medios electrónicos. Medidas de prevención de riesgo de infección por COVID ­ 19: Medidas generales de higiene. Limpieza del ambiente laboral. Equipos de protección individual. Medidas de control de riesgo de infección por COVID - 19: Lavado y desinfección de manos obligatorio. Medidas de protección personal. Vigilancia de salud del trabajador.
Descritores: Desinfecção/normas
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/transmissão
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Retorno ao Trabalho/tendências
Equipamento de Proteção Individual/normas
Serviço de Limpeza/normas
-Avaliação da Tecnologia Biomédica
Avaliação em Saúde
Tipo de Publ: Revisão
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 97 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-936669
Autor: Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva.
Título: Diretrizes para a vigilância do câncer relacionado ao trabalho - 2012.
Fonte: Rio de Janeiro; INCA; 2012. 187 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Carcinógenos Ambientais
Câncer Ocupacional
Doenças Profissionais
Exposição Ocupacional
Fatores de Risco
Vigilância do Ambiente de Trabalho
Vigilância em Saúde do Trabalhador
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR440.4 - Biblioteca
BR440.1



página 1 de 10 ir para página                        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde