Base de dados : LILACS
Pesquisa : Z01.107.757.176 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 56119 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5612 ir para página                         

  1 / 56119 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741315
Autor: Schor, Paulo.
Título: Let us do it ourselves / Façamos nós mesmos
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);81(1):6-7, Jan-Feb/2015.
Idioma: en.
Descritores: Melhoramento Biomédico
Invenções
-Brasil
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039523
Autor: Gomes, Sâmea Cristina Santos; Mendonça, Isabela Vieira dos Santos; Oliveira, Luana Pontes; Caldas, Arlene de Jesus Mendes.
Título: Acidentes de trabalho entre profissionais da limpeza hospitalar em uma capital do Nordeste, Brasil / Workplace accidents among hospital cleaning professionals at a hospital in the city of Maranhão, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4123-4132, nov. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência e os fatores associados aos acidentes de trabalho entre profissionais da limpeza hospitalar. Foram entrevistados 199 trabalhadores da limpeza de seis hospitais em São Luís, Maranhão, Brasil. Primeiramente, realizou-se análise univariada e, posteriormente, utilizaram-se as análises de regressão de Poisson com variância robusta, com modelagem hierarquizada dos dados a fim de estimar razões de prevalências (RP) entre as variáveis independentes e o desfecho (acidentes de trabalho). Houve prevalência de 13,57% de acidentes de trabalho, destes, 81,48% ocorridos com materiais perfurocortantes. Ao final da análise multivariada, identificaram-se fatores associados á ocorrência de acidentes de trabalho: idade de 18 a 30 anos, ter ensino médio incompleto, tempo de serviço de 2 a 5 anos, segregação inadequada dos resíduos de serviços de saúde (RSS), ter capacitação somente na admissão, não considerar os riscos dos resíduos à saúde e o não uso de equipamento de proteção individual (EPI). Os fatores avaliados apresentaram-se associados significativamente aos acidentes de trabalho e ressaltam a importância da educação permanente em saúde, com ênfase em capacitações periódicas e uso de EPI.

Abstract The goal of this study was to investigate the prevalence and factors associated with workplace accidents among hospital cleaning professionals. This is a cross-sectional, analytical study of a sample of 199 cleaning workers at six hospitals in São Luís, Maranhão, Brazil. We first ran a univariate analysis, and later the Poisson regression analyzes with robust variance were used, with hierarchized modeling of the data in order to estimate the prevalence ratios (PR) between the independent variables and the outcome (workplace accidents). The prevalence of workplace accidents is 13.57%, 81.48% of them with sharps. At the end of the multivariate analysis the following were found to be associated with workplace accidents: age between 18 and 30, not having a high-school degree, on the job for 2 to 5 years, inadequate segregation of health service waste (HSW), training only on admission, failure to consider the health hazards of hospital waste and failure to use personal protective equipment (PPE). Our findings reinforce the importance of continued health education, stressing periodic training and the use of PPE.
Descritores: Recursos Humanos em Hospital/estatística & dados numéricos
Acidentes de Trabalho/estatística & dados numéricos
Equipamento de Proteção Individual/estatística & dados numéricos
Serviço Hospitalar de Limpeza/estatística & dados numéricos
-Fatores de Tempo
Brasil
Prevalência
Estudos Transversais
Saúde do Trabalhador
Escolaridade
Emprego/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039525
Autor: Noronha, Beatriz Prado; Nascimento-Souza, Mary Anne; Lima-Costa, Maria Fernanda; Peixoto, Sérgio Viana.
Título: Padrões de consumo de álcool e fatores associados entre idosos brasileiros: Pesquisa Nacional de Saúde (2013) / Alcohol consumption patterns and associated factors among elderly Brazilians: National Health Survey (2013)
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4171-4180, nov. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo foi analisar o padrão de consumo de álcool entre idosos (60 anos ou mais) brasileiros e sua associação com fatores sociodemográficos, hábitos de vida e condições de saúde. Trata-se de um estudo transversal, realizado com 10.537 idosos (90,1%) participantes da Pesquisa Nacional de Saúde de 2013. O consumo de bebidas alcoólicas foi classificado em não uso, uso leve/ moderado e uso de risco. Utilizou-se o modelo de regressão multinomial para o estudo dos fatores associados. A prevalência para uso leve/moderado e de risco foi de 9,4% (IC95%: 8,4-10,6%) e 4,6% (IC95%:4,0-5,3%), respectivamente. Os dois padrões de consumo foram inversamente associados à idade, mais frequentes entre homens, mais escolarizados, fumantes e que praticavam atividade física. O consumo leve/moderado foi menos frequente entre não brancos e entre aqueles com relato de AVC e diabetes, enquanto o consumo de risco foi menos frequente entre idosos com diagnóstico para doenças do coração e mais frequentes entre os que reportaram depressão. Esse resultado identifica perfis de maior vulnerabilidade, com pequenas diferenças entre os padrões de consumo. Essas informações devem ser consideradas na elaboração de propostas para promoção de hábitos saudáveis e controle do abuso de álcool em idosos.

Abstract The scope of this study was to analyze the pattern of alcohol consumption among elderly Brazilians (60 years and over) and their association with sociodemographic factors, lifestyle habits and health conditions. This is a cross-sectional study of 10,537 elderly (90.1%) participants from the National Health Survey of 2013. The consumption of alcoholic beverages was classified as non-use, mild / moderate use and risk use. The multinomial regression model was used to study the associated factors. The prevalence for mild / moderate and risk use was 9.4% (95% CI: 8.4- 10.6%) and 4.6% (95%CI: 4.0-5.3%), respectively. The two consumption patterns were inversely associated with age and more frequent among men, better schooling, smokers and physical activity practitioners. Mild / moderate consumption was less frequent among non-whites and those with a history of stroke and diabetes, whereas risk use was less frequent among the elderly diagnosed for heart disease and more frequent among those suffering from depression. This result identifies profiles of greater vulnerability, with small differences between two patterns of consumption. This information should be considered in the preparation of proposals to promote healthy habits and control of alcohol use among the elderly.
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia
Exercício Físico/psicologia
Estilo de Vida
-Brasil/epidemiologia
Fatores Sexuais
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Inquéritos Epidemiológicos
Fatores Etários
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039524
Autor: Rajão, Stela Drumond de Menezes; Zarzar, Patricia Maria; Ferreira, Raquel Conceição; Ferreira, Efigenia Ferreira e.
Título: O capital social entre adolescentes escolares de um município brasileiro / The social capital among adolescent students of a brazilian municipality
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4061-4070, nov. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo do artigo foi verificar associação do capital social de adolescentes com os fatores condições de vida e participação em atividades coletivas. No estudo transversal, aplicou-se questionário validado (SCQ-AS) para medir o capital social de escolares do sétimo ano de escolas públicas e privadas de um município brasileiro. Os pais responderam a um questionário sobre condições de vida e participação dos filhos em atividades coletivas. Após teste qui-quadrado, fez-se regressão logística múltipla com os domínios do capital social, variáveis dependentes e variáveis independentes (p≤0.20). Observou-se maior frequência de coesão social na escola, em adolescentes de escolas privadas (OR= 4.08; IC 95% 1.39 - 11.96) e com renda familiar de 1 a 3 salários mínimos, maior rede de amigos entre os que tinham pais vivendo juntos (OR= 2.21; IC 95% 1.28 - 3.78) e maior frequência de confiança na escola/bairro em escolares de escolas privadas (OR=2.71; IC 95% 1.16 - 6.32). Não houve associação com coesão social no bairro. Estudar em escola privada e ter renda familiar de 1 a 3 salários mínimos podem impulsionar a coesão social na escola, bem como a pratica de atividade esportiva. Os pais viverem juntos pode favorecer maior rede de amigos.

Abstract The article aimed to verify the association of adolescent social capital with living conditions factors and participation in collective activities. In the cross-sectional study, a validated questionnaire (SCQ-AS) was used to measure the social capital of seventh grade students from public and private schools in a Brazilian city. The parents answered a questionnaire on living conditions and children's participation in collective activities. After chi-square test, multiple logistic regression was performed with social capital' domains, dependent variables and independent variables (p≤0.20). There was higher frequency of social cohesion at school in adolescents from private schools (OR=4.08, 95% CI 1.39-11.96) and who have a family income of 1 to 3 minimum wages, a larger network of friends among those with parents living together OR = 2.21, 95% CI 1.28 - 3.78) and higher school/neighborhood confidence in private school students (OR=2.71, 95% CI 1.16 - 6.32). There was no association with neighborhood social cohesion. Studying in private school and having a family income of 1 to 3 minimum wages can boost social cohesion in school, as well as practice sports. Parents living together can favor larger network of friends.
Descritores: Estudantes/estatística & dados numéricos
Amigos
Capital Social
Relações Interpessoais
-Pais
Instituições Acadêmicas
Brasil
Características de Residência
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Renda/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039526
Autor: Jorge, Rafaela; Teixeira, Andreia; Calanzani, Natália; Nunes, Rui; Sousa, Liliana.
Título: Preferências de pessoas idosas pela informação prognóstica numa situação de doença grave, com menos de um ano de vida / Older people's preferences for prognostic information in a situation of serious illness with less than a year to live
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4313-4324, nov. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste estudo foi determinar as preferências de pessoas idosas, residentes na comunidade, pela divulgação de informações relativas ao tempo de vida limitado, sintomas e problemas, e opções disponíveis para cuidados numa situação de doença grave, com menos de um ano de vida; e identificar os fatores associados com a preferência pela informação sobre prognóstico de vida limitado. Foi aplicado a versão brasileira do questionário sobre Preferências e Prioridades para os Cuidados de Fim de Vida (PRISMA), por meio de entrevista face-a-face, a 400 pessoas idosas, residentes na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Os principais resultados indicam que: 74.0% preferem ser informados sobre o tempo de vida limitado, 89.3% sobre os sintomas e problemas e 96.3% acerca das opções de cuidados. Os fatores associados à preferência pela informação sobre prognóstico de vida limitado foram: gênero (mulheres: OR=0.446, 95% IC:0.269-0.738) e local menos preferido de morte (casa de um familiar ou amigo: OR=2.423, 95% IC:1.130-5.198). Esses resultados mostram que a maioria das pessoas idosas deseja ser informada numa situação de doença avançada, com menos de um ano de vida. Os profissionais de saúde precisam estar preparados para antecipar notícias sobre o prognóstico de vida limitado e a doença.

Abstract This study aimed to determine the preferences of community-dwelling older people about information disclosure regarding poor prognosis, the likely symptoms and problems, and the care options available in a situation of serious illness with less than a year to live; and to identify factors associated with a preference for information disclosure regarding poor prognosis. The Brazilian version of the Preferences and Priorities for End of Life Care (PRISMA) questionnaire was administered face-to-face to 400 older people, living in the city of Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. The main results indicated that 74.0% preferred to be informed that they had limited time left, 89.3% wished to be informed about symptoms and problems, and 96.3% about available care options. The factors associated with preferences for information about poor prognosis were: gender (women: OR = 0.446, 95% CI: 0.269-0.738) and choosing the least preferred place to die (home of a relative or friend: OR = 2.423, 95% CI: 1.130-5.198. These results show that most older people want to be informed in an advanced illness situation with less than a year to live. Health care professionals need to be prepared to anticipate news about poor prognosis and the disease.
Descritores: Assistência Terminal/psicologia
Atitude Frente a Morte
Revelação/estatística & dados numéricos
Preferência do Paciente/estatística & dados numéricos
-Prognóstico
Brasil
Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Vida Independente
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039528
Autor: Ramos, Dionei; Pestana, Paula Roberta Silva; Trevisan, Iara Buriola; Christofaro, Diego Giulliano Destro; Tacao, Guilherme Yassuyuki; Coripio, Iris Cristina; Ferreira, Aline Duarte; Ramos, Ercy Mara Cipulo.
Título: Impacto da queima da cana-de-açúcar sobre internações hospitalares por doenças respiratórias / The impact of sugarcane burning on hospitalization due to respiratory diseases
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4133-4140, nov. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste artigo é avaliar o impacto das emissões da queima da cana-de-açúcar sobre o número de internações hospitalares por doenças respiratórias em uma região canavieira. Registros de internações hospitalares por doenças respiratórias foram adquiridas a partir da base de dados referentes ao sistema de informações hospitalares do sistema único de saúde (SIH-SUS), no período de 28 de março de 2011 a 28 de dezembro de 2012. Níveis de MP10, NO2, O3, temperatura e umidade relativa foram registradas. Modelos de regressão logística foram construídos para analisar a associação entre o número total de internações, poluentes atmosféricos e variáveis meteorológicas. Foram registradas 1.179 internações, dentre elas a pneumonia mostrou aumento significativo no período de queima (p = 0,005). Neste mesmo período observou-se que o cluster MP10 e NO2 influenciou 67,9% (IC95%: 11,111-2,537), seguido do cluster MP10, NO2, O3 e temperatura que influenciou 91,1% (IC95%: 1,116; 3,271) no número total de internações. Durante o período de queima houve maior número de internações por doenças respiratórias, principalmente de pneumonia, quando foi observada a influência dos poluentes e temperatura no processo de adoecimento da população.

Abstract The scope of this article is to evaluate the impact of emissions from sugarcane burning on hospital admission numbers for respiratory diseases in a sugarcane region. Hospital admission records for respiratory diseases were acquired from the database of the Hospital Information System of the Unified Health System (SIH-SUS) in the period from March 28, 2011 to December 28, 2012. Levels of PM10, NO2, O3, Temperature and Relative Humidity were recorded. Logistic regression models were created to analyze the association between the total number of hospitalizations, atmospheric pollutants and meteorological variables. A total of 1,179 hospitalization admissions were recorded, with a significant increase in cases of pneumonia in the burning period (p = 0.005). Likewise, it was observed that the cluster of PM10 and NO2 was influenced 67.9% (95% CI: 11.111-2.537) followed by cluster PM10, NO2, O3 and Temperature that influenced 91.1% (95% CI: 1.116; 3.271) in the total number of hospitalization admissions. During the sugarcane burning period there were more hospitalization admissions due to respiratory tract diseases, mainly pneumonia, where the influence of air pollutants and temperature in the process of illness in the population was detected.
Descritores: Pneumonia/epidemiologia
Doenças Respiratórias/epidemiologia
Saccharum
Exposição Ambiental/efeitos adversos
-Temperatura
Brasil
Bases de Dados Factuais
Poluentes Atmosféricos/toxicidade
Material Particulado/toxicidade
Fogo
Hospitalização/estatística & dados numéricos
Umidade
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039529
Autor: Lorencini, Bruna Venturin; Bissoli, Bruna Costa; Simões, Jeremias Campos; Miotto, Maria Helena Monteiro de Barros; Siqueira, Marluce Mechelli de; Zandonade, Eliana.
Título: Dor dentária em usuários de Substâncias Psicoativas dos CAPS AD de Vitória, Vila Velha e Serra, ES, Brasil / Dental pain among psychoactive substance users in CAPS AD in Vitoria, Vila Velha and Serra, ES, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4093-4102, nov. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A dor dentária é um problema de saúde pública que causa grande incômodo aos usuários de substâncias psicoativas. Objetivou-se determinar a prevalência de dor dentária e suas associações em usuários de substâncias psicoativas dos CAPS AD dos municípios de Vitória, Vila Velha e Serra, ES, Brasil. Um estudo transversal foi realizado com 280 participantes, entre junho de 2015 e fevereiro de 2016, por meio de cinco roteiros, um para os dados sociodemográficos e percepção de saúde, outro para saúde bucal, o Oral Health Impact Profile, o Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test e o World Health Organization Quality of Life. Os dados foram organizados em tabelas de frequência, analisados com o pacote estatístico SPSS 20, as comparações foram feitas com o teste de Fisher e Odds Ratio (OR) foi utilizado para verificar a força da associação entre as variáveis. A prevalência de dor na população estudada foi de 59,3% e os indivíduos que apresentaram impacto das condições bucais na qualidade de vida, tiveram 2,2 vezes mais chances de relatar dor de dente nos últimos 6 meses. A população estudada apresentou alta prevalência de dor dentária, o estudo aponta que a dor dentária interfere na qualidade de vida dos usuários de substâncias psicoativas que utilizam os serviços dos CAPS AD dos três municípios.

Abstract Toothache is a public health problem that causes great inconvenience to psychoactive substances users. The objective was to verify the prevalence of dental pain and its associations among psychoactive substances users from Alcohol and Drug Psychosocial Care Centers (CAPS AD) in Vitoria, Vila Velha and Serra, Espírito Santo, Brazil. A transversal study was conducted with 280 participants between June 2015 and February 2016, using five scripts: one for socio-demographic data and health perception; another for oral health; the Oral Health Impact Profile; the Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test and the World Health Organization Quality of Life Test. Data were organized in frequency tables and analyzed with the SPSS 20 statistical package. Comparisons were made with Fisher's test and the Odds Ratio (OR) was used to check the strength of the association between the variables. The prevalence of pain in the population studied was 59.3%, and individuals whose quality of life was impacted due to their oral conditions were 2.2 times more likely to report toothache in the last 6 months. The population studied showed a high prevalence of dental pain and the study indicates that dental pain interferes in the quality of life of psychoactive substances users who are treated at CAPS AD services in these three cities.
Descritores: Qualidade de Vida
Odontalgia/epidemiologia
Saúde Bucal
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia
-Psicotrópicos/administração & dosagem
Brasil/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Moysés, Samuel Jorge
Texto completo
Id: biblio-1039530
Autor: Kfouri, Maria da Graça; Moysés, Simone Tetu; Gabardo, Marilisa Carneiro Leão; Nascimento, Antonio Carlos; Rosa, Saulo Vinicius da; Moysés, Samuel Jorge.
Título: The feminization of dentistry and the perceptions of public service users about gender issues in oral health / A feminização da odontologia e as percepções dos usuários do serviço público sobre as questões de gênero em saúde bucal
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4285-4296, nov. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract It was investigated the perception of service users in relation to the professional practice of dentists, based on gender differences. The Primary Care Assessment Tool (PCATool) was applied to 900 users of the Public Service in Curitiba, PR, Brazil. Sixty clinics were selected using random sampling, divided between conventional Primary Health Care (PHC) Units and PHC with Family Health System Units. The attributes of PHC that compound the PCATool were analyzed. A question was added about user preference regarding the gender of the dental professional, thus generating four dyads derived from user gender/dentist gender (FF, FM, MM, MF). The attributes were linked to the dyads by applying the independent sample t test. Using logistic regression, the dyads were linked to 23 factors relating to scaled-up care in PHC. Many users showed a clear preference for being attended by female dentists. Users who prefer to be cared for by women tend to better evaluate PHC on issues related to "active listening", while those who prefer to be cared for by male dentists highlight the attributes of "care integration" and "community guidance". In other factors and attributes studied, there is no difference between the care given by men or women, regardless the unit.

Resumo Investigou-se a percepção dos usuários do serviço quanto à prática profissional dos dentistas, com base em diferenças de gênero. O Primary Care Assessment Tool (PCATool) foi aplicado a 900 usuários do Serviço Público de Curitiba, PR, Brasil. Sessenta clínicas odontológicas foram selecionadas usando amostragem aleatória, divididas entre unidades de Atenção Primária à Saúde (APS) convencional e unidades de APS com Estratégia Saúde da Família. Os atributos da APS no PCATool foram analisados. Uma questão foi adicionada acerca da preferência do usuário em relação ao gênero do dentista, gerando quatro díades derivadas da combinação do gênero do usuário/gênero do dentista (FF, FM, MM, MF). Os atributos foram ligados às díades pelo teste t para amostras independentes. Por regressão logística, as díades foram relacionadas a 23 fatores referentes aos cuidados ampliados na APS. Muitos usuários mostraram preferência por dentistas mulheres. Esses tendem a avaliar melhor os cuidados de saúde primários quanto à "escuta ativa e qualificada", enquanto aqueles que preferem ser atendidos por homens destacam os atributos de "integração do cuidado" e "orientação comunitária". Em outros fatores e atributos estudados, não há diferença entre o atendimento prestado por homens ou mulheres, independentemente da unidade.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos
Relações Dentista-Paciente
Odontologia/estatística & dados numéricos
Odontólogos/estatística & dados numéricos
-Prática Profissional
Brasil
Saúde Bucal
Saúde da Família/estatística & dados numéricos
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Odontólogas/estatística & dados numéricos
Preferência do Paciente/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 56119 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039532
Autor: Bisol, Jairo.
Título: Uma gestão elegante / An elegant management
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(6):1991-1992, jun. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Política de Saúde
Programas Nacionais de Saúde
-Política Pública
Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 56119 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039531
Autor: Oliveira, Daniel Vicentini de; Oliveira, Veridiane Brigato de; Caruzo, Géssica Aline; Ferreira, Áurea Gonçalves; Nascimento Júnior, José Roberto Andrade do; Cunha, Paolo Marcello da; Cavaglieri, Cláudia Regina.
Título: O nível de atividade física como um fator interveniente no estado cognitivo de idosos da atenção básica à saúde / The level of physical activity as an intervening factor in the cognitive state of primary care older adults
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4163-4170, nov. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este estudo propôs a avaliar o nível de atividade física e o estado cognitivo de idosos usuários das Unidades Básicas de saúde (UBS) do Município de Maringá, Paraná. Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, de corte observacional e transversal, realizado com 654 idosos, de ambos os sexos, usuários das UBS. Foi utilizado um questionário sociodemográfico, o Mini exame do estado mental e o International Activity Questionnaire (IPAQ), versão curta. A análise dos dados foi realizada mediante o teste Kolmogorov-Smirnov, Qui quadrado, Kruskal-Wallis e "U" de Mann-Whitney, adotando significância quando p < 0,05. Os idosos não realizam atividades físicas vigorosas e poucas atividades moderadas durante a semana. Porém, apresentaram alto escore na orientação temporal (Md = 5,0), Orientação espacial (Md = 5,0), memória imediata (Md = 3,0), evocação (Md = 3,0) e linguagem (Md = 8,0). Ao comparar o estado mental em função do nível de atividade física dos idosos verificou-se que os Muito ativo/ativo possuem melhor atenção e cálculo (p = 0,036), evocação (p = 0,001) e estado cognitivo geral (p = 0,002), se comparado aos irregularmente ativos e sedentários. Níveis adequados de atividade física podem estar relacionados a melhores escores de funções cognitivas de sujeitos idosos.

Abstract This study proposed to evaluate the level of physical activity and the cognitive state of elderly users of Primary Care Facilities (UBS) of the Municipality of Maringá, State of Paraná, Brazil. This is a descriptive, cross-sectional, epidemiological study with 654 elderly men and women UBS users. A sociodemographic questionnaire, the Mini Mental State Examination (MMSE) and the short version of the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) were employed. Data was analyzed using the Kolmogorov-Smirnov, Chi-square, Kruskal-Wallis and Mann-Whitney "U" tests, with a significance level of p<0.05. However, they evidenced a high score in temporal orientation (Md = 5.0), spatial orientation (Md = 5.0), immediate memory (Md = 3.0), recall (Md = 3.0) and language (Md = 8.0). When comparing the mental state according to the level of physical activity of the elderly, we observed that very active/active individuals had better attention and calculation (p = 0.036), recall (p = 0.001) and general cognitive status (p = 0.002) against irregularly active and sedentary elderly. Adequate levels of physical activity may be related to better scores of cognitive functions of elderly subjects.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Exercício Físico/psicologia
Cognição/fisiologia
-Rememoração Mental/fisiologia
Brasil
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Comportamento Sedentário
Orientação Espacial/fisiologia
Testes de Estado Mental e Demência
Memória/fisiologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 5612 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde