Base de dados : LILACS
Pesquisa : Z01.542 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 209 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 21 ir para página                         

  1 / 209 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-967680
Autor: Nogueira, Quéfren Weld Cardozo.
Título: Aversão puritana ao divertimento: uma análise dos divertimentos e as tentativas de reforma da cultura popular europeia medieval / Puritane aversion to fun: an analysis of the fun and the reforming tries of medieval european people's culture
Fonte: Licere (Online);21(3):i:410-f:441, set.2018.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo descreve e analisa as recreações populares medievais e o modo como estas passaram por um processo de reforma para a constituição de uma nova moralidade dos costumes. São analisadas como diversas práticas começam a entrar em decadência a partir do modo com o clero, a nobreza e burguesia começam a coloca-las em suspeita. Particularmente, é analisada a influência do movimento puritano, na direção de uma nova ética pautada no trabalho e com fins racionais.

This article describes and analyses the popular medieval recreations and how they went through a process of reform for the constitution of a new morality of customs. They are analysed how diverse practices begin to fall into decadence from the way the clergy, the nobility and bourgeoisie begin to put them in suspicion. In particular, the influence of the Puritan movement is analysed, in the direction of a new ethics based on work and with rational goals.
Descritores: Recreação
Religião e Ciência
Catolicismo
História Medieval
Europa (Continente)
Cultura Popular
Atividades de Lazer
Limites: História Medieval
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rocha, Lys Esther
Texto completo
Id: lil-440212
Autor: Vianna, Jayme Augusto Rocha; Rocha, Lys Esther.
Título: Comparação do código de ética médica do Brasil e de 11 países / Comparison of the code of medical ethics of Brazil with those of eleven countries
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);52(6):435-440, nov.-dez. 2006. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo. Projeto de Bolsa de Pesquisa em Ética Médica.
Resumo: OBJETIVO: Comparar o Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina do Brasil com códigos de diferentes países com o objetivo de melhorar a compreensão da sua estrutura, contribuindo para o cumprimento de seus objetivos. MÉTODOS: Foram estudados 11 países dos cinco continentes: Argentina, Chile, Canadá, Estados Unidos, Portugal, Reino Unido, Africa do Sul, Egito, China, índia e Austrália. As informações foram obtidas na internet, pelo acesso a sites de agências reguladoras e associações médicas. Os códigos foram descritos e comparados segundo informações sobre sua organização elaboradora, abrangência espacial, obrigatoriedade, data de elaboração, organização das orientações, e documentos auxiliares. RESULTADOS: Os códigos de ética médica estudados eram: 59 por cento elaborados pela agência reguladora da medicina de seu país, 92 por cento com abrangência nacional, 67 por cento obrigatórios para todos os médicos e 73 por cento tiveram sua última reelaboração após o ano 2000. Foi observada relação entre a organização elaboradora e a obrigatoriedade e abrangência espacial dos códigos. Foi evidenciada a necessidade de atualização sistemática dos códigos, o que freqüentemente é realizado por meio de documentos auxiliares, entretanto, pode haver dificuldade de conhecimento desse conteúdo. Foi observada a possibilidade de organizar as orientações por tópicos, na forma de pequenos textos para cada tema. CONCLUSÃO: Este estudo apresentou sugestões quanto ao Código de Ética Médica do Brasil: realizar uma revisão e atualização do código; organizar suas orientações de modo a incluir explicações e justificativas; e separar as resoluções de caráter ético, melhorando sua divulgação.

OBJECTIVE: Compare the Code of Medical Ethics of the Federal Council of Medicine of Brazil with codes from 11 different countries, with the purpose of improving the comprehension of their structure and contribute to the achievement of their objectives. METHODS: Codes from five continents and 11 countries: Argentina, Chile, Canada, United States, Portugal, United Kingdom, South Africa, Egypt, China, India, and Australia were studied. Information was obtained from the Internet, by accessing sites of regulatory agencies and medical associations. Codes were described and compared according to information about the setting-up organization, spatial scope, compulsory extent, date of enforcement, organizational rules and auxiliary documents. RESULTS: The codes of ethics studied were: 59 percent created by the medical regulatory agency of the country, 92 percent of national scope, 67 percent compulsive for all physicians and 73 percent were last updated after the year 2000. A relation between the setting-up organization and the compulsory extent and spatial scope of the codes was observed. Need for systematic updating of the codes was noted. Updating is often carried out through auxiliary documents, however, there may be difficulties in making these contents known. The possibility of organizing the guidelines by topics, each followed by a small text was considered. CONCLUSION: This study presented suggestions for the Code of Medical Ethics of Brazil: conduct a review and an update of the code, organize the guidelines, including explanations and justifications, separate the ethical resolutions and finally improve its divulgation.
Descritores: Códigos de Ética
Comparação Transcultural
Ética Médica
-África
Argentina
Ásia
Austrália
Brasil
Chile
Europa (Continente)
América do Norte
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623907
Autor: Povolny, Dalibor; Znojil, Vladimír.
Título: Synanthropic trends in urban andextraurban taxocenoses of Sarcophaginae (Diptera) in three central european cities
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;84(supl.4):441-447, 1989. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: An attempt has been made to characterize the synanthropic trends in Sarcophaginae of three Central European cities, viz. Brno, Bratislava and Budapest. The polar ordination of both sarcophagine taxa and of their taxocenoses revealed clear-cut trends towards culturophily and synanthropy in the male preconnubial aggregations of Sarchophaginae evidencing that this group of high Diptera represent an excellent model for the study of this phenomenon.
Descritores: Área Urbana
Sarcofagídeos
Biota
-Ecologia
Europa (Continente)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1021333
Autor: Font Saravia, Jorge; Dezanzo, Vicente.
Título: Capítulo 7. La coloproctología en el exterior / Chapter 7. Coloproctology abroad
Fonte: Rev. argent. coloproctología;29(2):14-15, Nov. 2018. tab.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Congreso Argentino de Coloproctología, 43, Ciudad Autónoma de Buenos Aires, 10-12 dic. 2018.
Descritores: Sociedades Médicas/história
Cirurgia Colorretal/história
-Argentina
Américas
Europa (Continente)
História da Medicina
Limites: História do Século XIX
História do Século XX
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  5 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-673972
Autor: Pessini, Leo.
Título: As origens da bioética: do credo bioético de Potter ao imperativo bioético de Fritz Jahr / En los orígenes de la bioética: de la creencia bioética de Potter hacia el imperativo bioético de Fritz Jahr / At the origins of bioethics: from Potter's bioethical creed to Fritz Jahr's bioethical imperative
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);21(1), jan.-abr. 2013.
Idioma: en; pt.
Resumo: Este artigo apresenta as origens históricas da bioética a partir dos trabalhos de Van Rensselaer Potter e de Fritz Jahr, que em dois momentos distintos cunharam a expressão bioética. Traz breve histórico deste último autor e analisa a formulação de cada um deles para o conceito de bioética, considerando seu impacto no contexto das discussões ambientais hodiernas. Conclui apontando a importância de aprofundar a reflexão bioética nos moldes propostos por estes autores, considerando, especialmente, os pontos de intersecção de suas propostas teóricas que podem revelar-se determinantes para a compreensão de um novo paradigma ecológico.

Este artículo presenta los orígenes históricos de la bioética a partir del trabajo de Van Rensselaer Potter y Fritz Jahr que acuñaron, en dos momentos distintos, la expresión Bioética. Presenta un breve historial de este último autor y analiza la creación del concepto de bioética a cada uno de ellos, teniendo en cuenta su impacto en el contexto de las discusiones ambientales de hoy. Concluye poniendo de relieve el profundizar la reflexión bioética en los modelos propuestos por dichos autores, considerando especialmente los puntos de intersección de sus propuestas teóricas que pueden revelarse determinantes a la comprensión de un nuevo paradigma ecológico

This article presents the historical origins of bioethics from the work of Van Rensselaer Potter and Fritz Jahr who coined into two distinct moments the expression Bioethics. This article displays the brief history of the latter author and analyzes the concept of bioethics formulation for each of them, considering their impact in the context of today's environmental debates. At the end concludes by emphasizing the importance of deepening bioethical reflection as proposed by these authors, especially considering the points of intersection of their theoretical proposals that could prove crucial to the understanding of a new ecological paradigm.
Descritores: Bioética/história
Temas Bioéticos
-Estados Unidos
Bioética/tendências
Europa (Continente)
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  6 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-886023
Autor: Emaldi Cirión, Aitziber.
Título: Implicaciones éticas y jurídicas de la maternidad subrogada. Aproximación a una visión europea / Ethical and juridical implications relating to surrogate pregnancy. An overview from a european perspective / Implicações éticas e jurídicas da maternidade por substituição. Aproximação de uma visão europeia
Fonte: Acta bioeth;23(2):227-235, jul. 2017.
Idioma: es.
Projeto: Departamento de Educación, Universidades e Investigación del Gobierno Vasco.
Resumo: Resumen: avances biotecnológicos son abrumadores y la realidad social cambia con ellos. En efecto, la nueva ley en España sobre los matrimonios homosexuales ha propiciado que parejas de mujeres y de hombres que se casan puedan procrear no solo mediante la adopción, sino también por la fecundación in vitro. Así, la gestación por sustitución se está convirtiendo en la vía preferente para que parejas heterosexuales u homosexuales con problemas específicos, parejas de hombres y para el varón sin pareja puedan tener descendencia. Esta situación crea múltiples conflictos éticos y jurídicos difíciles de resolver: filiación del menor, mercantilización de la mujer, instrumentalización y compraventa de niños, etc. En este artículo se analizarán los aspectos bioéticos en conflicto, sin olvidar la regulación jurídica que existe al respecto.

Abstract: We find ourselves in a time of far reaching biotechnological breakthroughs and alongside with this, society is also experiencing changes. In this sense, new regulations regarding homosexual marriage have opened an scenario where same sex couples of men or women, may "procreate", not only by means of adoption - not permitted for homosexual couples in many countries - but also through in vitro fertilization. For this reason, surrogate pregnancy is becoming the option of choice enabling heterosexual couples with specific problems, male couples, and males without a female partner to have a child. Indeed, as surrogate pregnancy techniques proliferates, ethical conflicts arise: the possibility of men to have their own children, problems relating filiation, instrumentalization of women and babies, legal solutions given by different European countries. In this article, both bioethical and legal issues regarding surrogate pregnancy will be analyse looking for the best interest of the minors.

Resumo: Os avanços biotecnológicos são avassaladores e a realidade social se transforma com eles. Com efeito, a nova lei espanhola sobre o casamento homossexual tem propiciado que casais de mulheres e de homens que se casam possam procriar não só através da adoção, mas também por fertilização in vitro. Assim, a gestação por substituição está se tornando a alternativa preferida para que casais heterossexuais ou homossexuais com problemas específicos, casais de homens e homens solteiros possam ter filhos. Esta situação cria vários conflitos éticos e jurídicos que são difíceis de resolver: filiação da criança, mercantilização da mulher, instrumentalização e compra e venda de crianças, etc. Este artigo irá analisar os aspectos bioéticos, sem esquecer a regulação jurídica a este respeito.
Descritores: Bioética
Fertilização In Vitro/legislação & jurisprudência
Poder Familiar
Ética
Jurisprudência
-Europa (Continente)
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: CL58.1 - Biblioteca


  7 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1009230
Autor: Gorodner, Jorge Osvaldo.
Título: Fiebre amarilla. Patología de alta significación epidemiológica / Yellow fever. Pathology of high epidemiological significance
Fonte: Rev. Asoc. Méd. Argent;131(3):14-16, Sept. 2018.
Idioma: es.
Resumo: Se describen la biología y la epidemiología de la fiebre amarilla (FA), haciendo referencia a la historia de la patología en Argentina y su situación en consonancia con los países vecinos de Brasil, Paraguay y Perú. Se describe su incidencia de los dos últimos años hasta la fecha en Brasil y Perú y su dispersión por infección humana a Chile y algunos países de Europa. Se recomienda para su prevención la implementación de mecanismos de vigilancia epidemiológica, que incluyan educación sanitaria, considerando que la toma de conciencia de la comunidad es trascendente para un adecuado control. (AU)

The biology and the epidemiology of yellow fever are described, with reference to the history of the disease in Argentina and its situation in line with the neighbouring countries of Brazil, Paraguay and Peru. It describes its incidence over the last two years to date in Brazil and Peru and its spread by human infection to Chile and some European countries. Epidemiological surveillance mechanisms are recommended for prevention, including heatlh education, considering that community awareness is important for adequate control. (AU)
Descritores: Febre Amarela/prevenção & controle
Febre Amarela/epidemiologia
Educação em Saúde
Vacina contra Febre Amarela
Monitoramento Epidemiológico
-Paraguai
Peru
Argentina
Brasil
Chile
Saúde Pública
Incidência
Europa (Continente)
Limites: Seres Humanos
Animais
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  8 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-961774
Autor: Luxardo, Rosario; Kramer, Anneke; González-Bedat, Maria Carlota; Massy, Ziad A; Jager, Kitty J; Rosa-Diez, Guillermo; Noordzij, Marlies.
Título: The epidemiology of renal replacement therapy in two different parts of the world: the Latin American Dialysis and Transplant Registry versus the European Renal Association-European Dialysis and Transplant Association Registry / Datos epidemiológicos del tratamiento sustitutivo de la función renal en dos partes del mundo: el Registro Latinoamericano de Diálisis y Trasplante Renal frente al Registro de la Asociación Europea de Nefrología y Asociación Europea de Diálisis y trasplante / Epidemiologia da terapia renal substitutiva em dois pontos distintos do planeta: Registro Latino-Americano de Diálise e Transplante Renal e Registro da Associação Europeia de Nefrologia e Associação Europeia de Diálise e Transplante
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;42:e87, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To compare the epidemiology of renal replacement therapy (RRT) for end-stage renal disease (ESRD) in Latin America and Europe, as well as to study differences in macroeconomic indicators, demographic and clinical patient characteristics, mortality rates, and causes of death between these two populations. Methods We used data from 20 Latin American and 49 European national and subnational renal registries that had provided data to the Latin American Dialysis and Renal Transplant Registry (RLADTR) and the European Renal Association-European Dialysis and Transplant Association (ERA-EDTA) Registry, respectively. The incidence and prevalence of RRT in 2013 were calculated per million population (pmp), overall and by subcategories of age, sex, primary renal disease, and treatment modality. The correlation between gross domestic product and the prevalence of RRT was analyzed using linear regression. Trends in the prevalence of RRT between 2004 and 2013 were assessed using Joinpoint regression analysis. Results In 2013, the overall incidence at day 91 after the onset of RRT was 181 pmp for Latin American countries and 130 pmp for European countries. The overall prevalence was 660 pmp for Latin America and 782 pmp for Europe. In the Latin American countries, the annual increase in the prevalence averaged 4.0% (95% confidence interval (CI): 2.5%-5.6%) from 2004 to 2013, while the European countries showed an average annual increase of 2.2% (95% CI: 2.0%-2.4%) for the same time period. The crude mortality rate was higher in Latin America than in Europe (112 versus 100 deaths per 1 000 patient-years), and cardiovascular disease was the main cause of death in both of those regions. Conclusions There are considerable differences between Latin America and Europe in the epidemiology of RRT for ESRD. Further research is needed to explore the reasons for these differences.

RESUMEN Objetivo Comparar los datos epidemiológicos del tratamiento sustitutivo de la función renal (TSFR) para la nefropatía terminal en América Latina y Europa, así como estudiar las diferencias en cuanto a indicadores macroeconómicos, características demográficas y clínicas de los pacientes, tasas de mortalidad y causas de defunción entre estas dos poblaciones. Métodos Utilizamos los datos de 20 registros renales latinoamericanos y 49 europeos, a nivel nacional y subnacional, que le habían proporcionado datos al Registro Latinoamericano de Diálisis y Trasplante Renal (RLADTR) y al Registro de la Asociación Europea Renal-Asociación Europea de Diálisis y Trasplantes (ERA-EDTA, por su sigla en inglés), respectivamente. Se calculó la incidencia y la prevalencia del TSFR en el 2013 por millón de habitantes, en total y por subcategoría (edad, sexo, nefropatía primaria y modalidad de tratamiento). Se analizó la correlación entre el producto interno bruto y la prevalencia de TSFR mediante regresión lineal. Se evaluaron las tendencias en la prevalencia de TSFR entre el 2004 y el 2013 mediante un análisis de regresiones lineales segmentadas. Resultados En el 2013, la incidencia general al día 91 después de iniciar el tratamiento sustitutivo de la función renal era de 181 por millón de habitantes en los países latinoamericanos y de 130 en los países europeos. La prevalencia general era de 660 por millón de habitantes para América Latina y de 782 para Europa. En los países latinoamericanos, el aumento anual promedio de la prevalencia fue de 4,0% (intervalo de confianza de 95% [IC]: 2,5%-5,6%) entre el 2004 y el 2013, mientras que los países europeos registraron un aumento anual promedio de 2,2% (IC de 95%: 2,0%-2,4%) durante el mismo período. La tasa bruta de mortalidad fue mayor en América Latina que en Europa (112 defunciones por 1 000 años-paciente, en comparación con 100 defunciones), y las enfermedades cardiovasculares fueron la principal causa de muerte en ambas regiones. Conclusiones Hay considerables diferencias entre América Latina y Europa en cuanto a los datos epidemiológicos del tratamiento sustitutivo de la función renal para la nefropatía terminal. Es necesario hacer más investigaciones para explorar las razones de tales diferencias.

RESUMO Objetivo Comparar o perfil epidemiológico de pacientes com doença renal em estágio final (DREF) em terapia renal substitutiva (TRS) na América Latina e na Europa e examinar as diferenças nos indicadores macroeconômicos, características demográficas e clínicas, taxas de mortalidade e causas de morte entre as duas populações de pacientes. Métodos O estudo foi baseado em informação de 20 registros latino-americanos e 49 registros nacionais e subnacionais europeus que haviam fornecido dados ao Registro Latino-Americano de Diálise e Transplante Renal (RLADTR) e Registro da Associação Europeia de Nefrologia e Associação Europeia de Diálise e Transplante (ERA-EDTA), respectivamente. A incidência e a prevalência de TRS em 2013 foram calculadas por milhão de habitantes (pmh), geral e por subcategorias de idade, sexo, doença renal primária e modalidade de tratamento. A correlação entre o produto interno bruto (PIB) e a prevalência de TRS foi analisada com o uso de regressão linear. Tendências na prevalência de TRS entre 2004 e 2013 foram analisadas com o uso de regressão linear segmentada. Resultados Em 2013, a incidência geral ao dia 91 do início de TRS foi 181 pmh nos países latino-americanos e 130 pmh nos países europeus. Observou-se uma prevalência geral de TRS de 660 pmh na América Latina e 782 pmh na Europa. No período 2004-2013, o aumento médio anual da prevalência foi de 4,0% (intervalo de confiança de 95% [IC 95%] 2,5%-5,6%) nos países latino-americanos, enquanto que houve um aumento médio anual de 2,2% (IC 95% 2,0%-2,4%) nos países europeus. A taxa de mortalidade bruta foi maior na América Latina que na Europa (112 versus 100 óbitos por 1.000 pacientes-anos) e doença cardiovascular foi a principal causa de morte em ambas as regiões. Conclusões Existem diferenças consideráveis entre a América Latina e a Europa no perfil epidemiológico dos pacientes com DREF em TRS. Outras pesquisas devem ser realizadas para investigar mais a fundo estas diferenças.
Descritores: Transplante de Rim/reabilitação
Terapia de Substituição Renal
Insuficiência Renal
-Europa (Continente)
América Latina
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 209 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1005091
Autor: Helena Najjar Abdo, Carmita.
Título: Terapia com testosterona / Testosterone Therapy
Fonte: Diagn. tratamento;24(1):[16-20], jan -mar 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Descoberta e sintetizada na Alemanha na década de 1930, a testosterona foi utilizada em vários experimentos, além da reposição no hipogonadismo clinicamente diagnosticado. Seu uso aumentou nos anos 1970, principalmente na pesquisa clínica como contraceptivo masculino. Nos anos 1990, novas formulações foram disponibilizadas, mas emergiram dúvidas sobre a segurança da reposição, ensejando mais ensaios clínicos. Nas duas últimas décadas, sociedades médicas desenvolveram diretrizes, instituindo parâmetros de tratamento (níveis hormonais, resultados sintomáticos, monitoramento da segurança) e regulamentando a prescrição de testosterona. Recente publicação apresentou e discutiu as abordagens referentes à terapia com testosterona para homens, conforme atuais condutas adotadas por médicos dos Estados Unidos e da Europa. Na Europa, a motivação para a prescrição de testosterona está embasada no argumento de que a terapia de reposição beneficia o paciente, o que é apoiado por diretrizes. Nos Estados Unidos, o cenário varia: num extremo, reposição de testosterona sem testes prévios nem monitoramento terapêutico e pouca supervisão; no outro, testes laboratoriais extensivos e prescrição limitada. Duas diretrizes (da American Urological Association e da Endocrine Society) orientam sobre o uso adequado, mas não há controle formal. Apesar das diferenças entre o cenário europeu e o norte-americano, há semelhanças importantes: recomendações de diretrizes para que apenas homens com testosterona baixa e sinais/sintomas associados sejam candidatos ao tratamento, comprovação de eficácia clínica e segurança das terapias para serem aprovadas, práticas baseadas em evidências e opiniões de especialistas, melhora da qualidade de vida e longevidade, por meio de modelos financeiramente viáveis.
Descritores: Testosterona
Estados Unidos
Tratamento Farmacológico
Europa (Continente)
Saúde do Homem
Hipogonadismo
Limites: Seres Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  10 / 209 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-207703
Autor: Birn, Anne-Emmanuelle; Cueto, Marcos.
Título: Syllabus del curso: historia social de la salud publica en America Latina / Course syllabus: the social history of public health in Latin America
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;3(1):181-193, mar.-jun. 1996.
Idioma: es.
Resumo: Relata a experiencia da Historia da Ciencia relacionada com a historia da Saude Publica na America Latina. Mostra nos ultimos anos a investigacao de pesquisadores e docentes sobre a historia da saude, onde enfoca a falta de recursos bibliograficos, educacionais, financeiros e sobre a conservacao desses documentos. Reformula a imagem da saude publica contemporanea, diante da sensacao de crise pelo qual o setor vem passando. Propoe construir uma nova imagem da saude publica a partir do exame do conhecimento e interpretacao por parte dos profissionais historiadores em relacao a saude publica na Europa, Estados Unidos, America Latina e Caribe.
Descritores: Saúde Pública/história
-Bacteriologia/história
Europa (Continente)
América Latina
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde



página 1 de 21 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde