Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.043.075 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 23 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Longo]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 23 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1000071
Autor: Camilo, Valéria Macedo Almeida; Souza, Jamille da Conceição; Freitas, Fernanda de; Miranda, Felipe Silva de; Campiolo, Sofia; Boehs, Guisla.
Título: Parasitism by Nematopsis sp. (Apicomplexa: Eugregarinida) in Mytella guyanensis at the Marine Extractive Reserve Baía do Iguape, Bahia, Brazil / Parasitismo por Nematopsis sp. (Apicomplexa: Eugregarinida) em Mytella guyanensis na Reserva Extrativista Marinha Baía do Iguape, Bahia, Brasil
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);55(4):[e145204], Dezembro 21, 2018. ilus, graf, mapas, tab.
Idioma: en.
Resumo: Several studies show the presence of protozoa of the genus Nematopsis Schneider, 1892, in many species of bivalves. The pathogenicity of this Apicomplexa is still much debated, which is possibly related to the parasitism degree and host habitat. In this context, this study investigated parasitism by Nematopsis sp. in Mytella guyanensis (Bivalvia: Mytilidae) in a mangrove of the Marine Extractive Reserve Baía do Iguape, Bahia, Brazil. The collections were made monthly, from March 2014 to March 2015, consisting of 30 adults with shell height above 40 mm per month, totaling 360 specimens. The specimens were measured, weighed, opened, and macroscopically examined for identifying parasites and/or signs of morphological changes. After that, they were fixed in Davidson's solution and processed according to classical histological techniques, with inclusion in paraffin, obtaining 5 µm-thick sections by microtomy, and stained by Harris' Hematoxylin and Eosin (HE). The water temperature ranged from 25.5 to 33.6 ºC and the salinity from 21.1 to 34.3 Practical Salinity Units (PSU). The specimens measured between 41.1 and 68.6 mm and had an average weight of 7.24 g. Macroscopically, there was no presence of the parasite or any morphological changes related its presence. The frequency percentage of Nematopsis sp. was 99.45%. The mantle was the organ with the highest frequency of infection (46.26%), followed by the gonads (18.36%). Among the analyzed organs, all presented the parasite and, in a few severely infected cases, microscopical changes were observed in the mantle conformation. The infection intensity for most of the sessions analyzed was 1 to 3 oocysts/phagocyte; however, in one of the sessions, 9 oocysts/phagocytes were recorded. The parasite had a negative correlation with salinity. The high frequency of Nematopsis sp. should be considered for the sustainability of natural stocks, especially if such parasitism occurs simultaneously with other pathogens and stressful environmental conditions.(AU)

Diversos estudos evidenciam a presença de protozoários do gênero Nematopsis Schneider, 1892 em várias espécies de bivalves. A patogenicidade desse apicomplexo ainda é bastante debatida, a qual possivelmente relaciona-se ao grau de parasitismo e habitat do hospedeiro. Nesse contexto, este estudo investigou o parasitismo por Nematopsis sp. em Mytellaguyanensis(Bivalvia: Mytilidae) em um manguezal da Reserva Extrativista Marinha Baía do Iguape, Bahia, Brasil. As coletas foram efetuadas mensalmente, de março de 2014 a março de 2015, constando 30 adultos com altura da concha acima de 40 mm, totalizando 360 espécimens. Os espécimens foram medidos, pesados, abertos e examinados macroscopicamente para a identificação de parasitos e/ou sinais de alterações morfológicas, em seguida fixados em solução de Davidson e processados segundo técnica histológica clássica, com inclusão em parafina, obtenção de cortes de 5 µm de espessura por microtomia e coloração por hematoxilina de Harris e Eosina (HE). A temperatura da água variou de 25,5 a 33,6 ºC e a salinidade de 21,1 a 34,3 Unidades Práticas de Salinidade (UPS). Os espécimens mediram entre 41,1 e 68,6 mm e tiveram um peso médio de 7,24g. Macroscopicamente, não se observou presença do parasito ou qualquer alteração morfológica relacionada à presença do mesmo. A frequência percentual de Nematopsis sp. foi de 99,45%. O manto foi o órgão de maior frequência de infecção (46,26%), seguido das gônadas (18,36%). Entre os órgãos analisados, todos apresentaram o parasito, sendo que, para poucos casos severamente infectados, observaram-se microscopicamente modificações na conformação do manto. A intensidade de infecção para a maioria das sessões analisadas foi de 1 a 3 oocistos/fagócitos, contudo em uma das sessões foram registrados 9 oocistos/fagócitos. O parasito apresentou correlação negativa com a salinidade. A elevada frequência do Nematopsis sp. deve ser levada em consideração para a sustentabilidade dos estoques naturais, principalmente se tal parasitismo ocorrer simultaneamente a outros patógenos e condições ambientais estressantes.(AU)
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-841993
Autor: Portella, Luiza P; Cadore, Gustavo C; Lima, Marcelo de; Sangioni, Luís A; Fischer, Geferson; Vogel, Fernanda S. F.
Título: Antibodies against Neospora caninum, Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii detected in buffaloes from Rio Grande do Sul, Brazil / Anticorpos contra Neospora caninum, Sarcocystis spp. e Toxoplasma gondii detectados em búfalos no Rio Grande do Sul
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;36(10):947-950, out. 2016. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The presence of antibodies against Neospora caninum, Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii was evaluated in buffaloes (Bubalus bubalis) from Rio Grande do Sul state (RS), southern Brazil. Serum samples (n=220) were analyzed for antibodies by indirect fluorescent antibody test (IFAT). Antibody presence was considered when the titers were equal or higher than 100 for these protozoa. A total of 60.5% (133/220) buffalo serum samples were positive for at least one of the protozoa evaluated in this study. Antibodies for N. caninum, Sarcocystis spp. and T. gondii were found in 36.4% (80/220), 25.5% (56/220) and 16.8% (37/220) of the buffaloes respectively, indicating a higher frequency of N. caninum infection (p=0.0133). The IFAT is a suitable method to diagnose N. caninum, Sarcocystis spp. and T. gondii infection in buffaloes for detecting IgG antibodies. This study demonstrates the presence of these three protozoa in buffalo herds in RS, Brazil, which may be source of infection to other animals. The high frequency of animals positive for N. caninum is important and could be related to reproductive problems. Additionally, the presence of Sarcocystis spp. and T. gondii in buffaloes can be a possible public health issue.(AU)

A presença de anticorpos contra Neospora caninum, Sarcocystis spp. e Toxoplasma gondii foi avaliada em búfalos (Bubalus bubalis) no estado do Rio Grande do Sul (RS), Região Sul do Brasil. Amostras de soro de 220 bubalinos foi analisada para presença de anticorpos, através de reação de imunofluorescência indireta (RIFI). Foram consideradas positivas as amostras que apresentaram títulos de anticorpos maiores ou iguais a 100, para os protozoários estudados. Um total de 60,5% (133/220) das amostras sorológicas dos búfalos foram positivas para pelo menos um dos parasitas pesquisados. Anticorpos para N. caninum, Sarcocystis spp. e T. gondii foram encontrados em 36,4% (80/220); 25,5% (56/220) e 16,8% (37/220) dos búfalos respectivamente, indicando que houve uma maior frequência de infecção de N. caninum em relação aos demais protozoários (p=0.0133). A RIFI é um método adequado para o diagnóstico sorológico da infecção por N. caninum, Sarcocystis spp. e T. gondii em búfalos. Este estudo demonstrou a presença destes três protozoários em bubalinos no RS, Brasil, que pode ser fonte de infecção para outros animais. A elevada ocorrência de animais positivos para N. caninum é importante e pode estar relacionada a problemas reprodutivos. Adicionalmente, a presença de Sarcocystis spp. e T. gondii em búfalos, pode significar um possível problema de saúde pública.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-707194
Autor: Berto, Bruno Pereira; McIntosh, Douglas; Lopes, Carlos Wilson Gomes.
Título: Studies on coccidian oocysts (Apicomplexa: Eucoccidiorida) / Estudos sobre oocistos de coccídios (Apicomplexa: Eucoccidiorida)
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;23(1):1-15, Jan-Mar/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPERJ.
Resumo: The oocysts of the coccidia are robust structures, frequently isolated from the feces or urine of their hosts, which provide resistance to mechanical damage and allow the parasites to survive and remain infective for prolonged periods. The diagnosis of coccidiosis, species description and systematics, are all dependent upon characterization of the oocyst. Therefore, this review aimed to the provide a critical overview of the methodologies, advantages and limitations of the currently available morphological, morphometrical and molecular biology based approaches that may be utilized for characterization of these important structures. It has become apparent that no single methodology is sufficient to fully characterize these structures and the majority of researchers favor the use of combinational or polyphasic approaches.

Os oocistos de coccídios são estruturas robustas, frequentemente isoladas das fezes ou urina de seus hospedeiros, os quais oferecem resistência a danos mecânicos e permitem que os parasitas sobrevivam e permaneçam infecciosos por períodos prolongados. O diagnóstico da coccidiose, descrição das espécies e sistemática são dependentes da caracterização do oocisto. Portanto, esta revisão teve como objetivo fornecer uma visão crítica das metodologias, vantagens e limitações dos métodos morfológicos, morfométricos e moleculares que podem ser utilizados para a caracterização destas estruturas importantes. Tornou-se evidente que nenhuma metodologia única é suficiente para caracterizar completamente essas estruturas e que a maioria das pesquisas favorecem o uso de metodologias combinadas ou polifásicas.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-688258
Autor: Silva, Daiana de Souza Perce da.
Título: Antígeno 175 de Ligação ao Eritrócito (EBA-175) de Plasmodium falciparum: determinação genotípica em isolados de indivíduos naturalmente expostos residentes em área endêmica brasileira de malária / Antigen-Binding erythrocyte 175 (EBA-175) of Plasmodium falciparum: genotypic determination isolated from naturally exposed individuals living in malaria endemic area of Brazil.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2011. xvii,105 p. tab, ilus, mapas, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O Antígeno de Ligação ao Eritrócito de 175kDa (EBA-175) é o ligante preferencial do P. falciparum no processo de penetração em eritrócitos sendo considerado, portanto, um importante antígeno candidato à vacina, O EBA-175 apresenta duas regiões bem caracterizadas: a região II - conservada, imunogênica e com 2 segmentos ricos em cisteína (F1 e F2) que estão envolvidos na ligação do parasito à glicoforina-A da superfície dos eritrócitos e, a região III – apresentando fragmentos C (cepa CAMP) e F (cepa FCR3), que são mutuamente exclusivos, que definem as famílias alélicas do EBA-175. Estudos realizados em áreas hiperendêmicas de malária na África mostraram uma forte associação entre a forma clínica da doença e o dimorfismo da região III do EBA-175. As diferenças observadas entre áreas endêmicas em relação aos parasitos circulantes são fatores importantes em termos de estratégias de desenvolvimento de uma vacina visto que sua eficácia pode variar em diferentes cenários epidemiológicos. Neste estudo avaliou-se a diversidade genética das regiões II e III do EBA-175 apresentada pelos isolados naturais de P. falciparum provenientes de Porto Velho (RO), área de transmissão instável como são as áreas brasileiras, associando-a as variáveis de morbidade e exposição à malaria. Os isolados, obtidos ao longo de 13 anos, foram divididos em grupos de acordo com o ano da coleta: PV94/1994 (n= 101), PV02/2002 (n= 57) e PV07/2007 (n=30). Após a extração do DNA o polimorfismo genético foi analisado por PCR e seqüenciamento. Observamos na região II apenas um tipo de fragmento, com 926 pb. Na região III, observamos o clássico dimorfismo com uma freqüência maior do fragmento-C (84.3%). A infecção mista foi observada em 1,6% dos isolados. O fragmento-C foi amplificado em maior freqüência nos isolados das três coletas realizadas. Não observamos diferenças nas frequências dos fragmentos C e F entre os 3 grupos estudados. A análise do seqüenciamento da região II revelou 5 alterações nucleotídicas em 3 dos 15 isolados. Essas alterações levaram a 2 trocas de aminoácidos. A análise do seqüenciamento da região III evidenciou: no fragmento-C, 8 trocas de nucleotídeos em 3 das 45 amostras. Essas alterações levaram a 7 mudanças de aminoácidos; no fragmento-F, 2 alterações nucleotídicas foram reveladas em 2 das 11 amostras. Estas alterações levaram a 4 trocas de aminoácidos. Esses dados sugerem que não há diferenças significantes nas porções gênicas que codificam as regiões II e III do EBA-175 entre os isolados de P. falciparum circulantes em Porto Velho. Além disso, observamos que a frequência do dimorfismo alélico do EBA-175 é temporalmente estável e ausência de associação entre o polimorfismo encontrado e as variáveis de morbidade e exposição à malária.
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1


  5 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-688255
Autor: Costa, Beatriz Guerreiro Basilio.
Título: Estudo da modulação do metabolismo lipídico de células dendríticas humanas na infecção por Toxoplasma gondii / Study of modulating lipid metabolism in human dendritic cells infected with Toxoplasma gondii.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2012. xvii,109 p. graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A toxoplasmose é uma doença de alta prevalência no mundo, causada pelo Toxoplasma gondii, um parasita intracelular obrigatório. O T. gondii possui mecanismos de modulação do metabolismo do seu hospedeiro que garantem sua sobrevivência e a instalação da infecção crônica. Um dos tipos celulares mais permissivos à infecção e multiplicação do T. gondii são as células dendríticas (DC), paradoxalmente as células apresentadoras de antígeno mais eficazes, com capacidade de deflagrar uma resposta imune protetora eficaz e duradoura. Neste trabalho, estudamos a modulação do metabolismo lipídico de células dendríticas humanas na infecção por T. gondii. Mostramos que o parasita induziu a maturação da célula e um padrão misto de resposta inflamatória, com altas concentrações das citocinas pró-inflamatórias IL-6 e TNF-alfa e da citocina antiinflamatória IL-10. Após 3 horas de infecção, verificamos que T. gondii induziu a expressão gênica de ciclooxigenase-2 (COX-2). De forma importante, observamos por qRT-PCR que a infecção com T. gondii regulou positivamente a expressão do gene do receptor nuclear (RN) regulado por lipídios PPARgama, mas não do LXRbeta. Já a expressão do mRNA das moléculas envolvidas no transporte e estoque de lipídios, FABP4 e ADRP, alvos do PPARgama, e ABCA1, alvo do LXRbeta, foram aumentadas pela infecção de 3 horas com o parasita. Utilizando duas técnicas distintas (BODIPY e coloração com ósmio) avaliamos a biogênese de corpúsculos lipídicos (CL) após infecção com o T. gondii e constatamos que essas organelas não foram induzidas após 3 horas de infecção. Entretanto, após 24 horas, 90% das DC apresentaram CL e o número de CL por DC foi estatisticamente maior. Observamos a presença de CL em DC não infectadas pelo parasita, mostrando que a indução da biogênese de CL é um fenômeno parácrino, não dependente da infecção celular. Avaliamos também a importância do PPARgama na infecção por T. gondii, através do tratamento das DC com seu agonista ou antagonista. Após 3 horas, apenas os genes ADRP, FABP4 e ABCA1, alvos dos receptores nucleares, foram modulados. Por último, investigamos a influência do T. gondii na expressão das moléculas apresentadoras de antígenos lipídicos. Por citometria de fluxo, constatamos que não há alteração na expressão de membrana dessas moléculas. Contudo, por qRT-PCR, observamos que o T. gondii regula negativamente a expressão dos genes cd1d e cd1e. Em conclusão, mostramos que T. gondii foi capaz de regular positivamente o metabolismo lipídico das DC e negativamente as moléculas apresentadoras de lipídios CD1, sem a participação essencial de PPAR nesses processos.
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1


  6 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-679411
Autor: Revista Brasileira de Parasitologia Veterinaria; Maia, Leticia Mendes Pupio; Cerqueira, Aloysio de Mello Figueiredo; de Barros Macieira, Daniel; de Souza, Aline Moreira; Moreira, Namir Santos; da Silva, Adrianna Vieira; Messick, Joanne Belle; Ferreira, Renata Fernandes; Almosny, Nadia Regina Pereira.
Título: Cytauxzoon felis and 'Candidatus Mycoplasma haemominutum' coinfection in a Brazilian domestic cat (Felis catus) / Co-infecção por Cytauxzoon felis e 'Candidatus Mycoplasma haemominutum' em um gato doméstico (Felis catus) no Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;22(2):289-291, Apr./June/2013. graf.
Idioma: en.
Resumo: This article describes the first detection of Cytauxzoon felis, using molecular techniques, in a naturally infected domestic cat from Brazil, South America. Coinfection with 'Candidatus Mycoplasma haemominutum' was also found. The molecular identification of the piroplasmid species was performed by Polymerase Chain Reaction (PCR) and sequencing analysis. A 284 pb fragment of the gene encoding the 18S ribosomal RNA region was amplified and showed 99% identity with other C. felis strains from North America. In addition, PCR-RFLP (restriction fragment length polymorphism) analysis, which amplifies a 595 bp fragment of the gene encoding 16S ribosomal RNA of some bacterial species, identified the co-infecting species as 'Candidatus M. haemominutum'.

Este artigo descreve a primeira detecção de Cytauxzoon felis em um gato doméstico naturalmente infectado no Brasil, América do Sul, através de técnicas moleculares. Também foi encontrada co-infecção com 'Candidatus Mycoplasma haemominutum'. A detecção molecular da espécie do piroplasmídeo foi realizada através da reação em cadeia pela polimerase (PCR) e sequenciamento. Um fragmento de 284 pb do gene codificador da região 18S do RNA ribossomal do parasito foi sequenciada e mostrou 99% de identidade com outros isolados de C. felis da América do Norte. Ademais, através da análise por meio de PCR-RFLP (Polimorfismo no comprimento de fragmentos de restrição), que amplifica um fragmento de 595 pb do gene codificador da porção 16 do RNA ribossomal de algumas espécies de bactérias, concluiu-se que a espécie com-infectante era 'Candidatus M. haemominutum'.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-604706
Autor: O'Dwyer, Lucia Helena.
Título: Brazilian canine hepatozoonosis / Hepatozoonose canina brasileira
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;20(3):181-193, July-Sept. 2011. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The genus Hepatozoon includes hundreds of species that infect birds, reptiles, amphibians and mammals, in all continents with tropical and subtropical climates. Two species have been described in domestic dogs: H. canis, reported in Europe, Asia, Africa, South America and the United States; and H. americanum, which so far has only been diagnosed in the United States. In Brazil, the only species found infecting dogs is H. canis. The objective of this review was to detail some aspects of canine hepatozoonosis, caused by H. canis, and the main points of its biology, transmission, pathogenicity, symptoms, epidemiology and diagnostic methods, with emphasis on research developed in Brazil.

O gênero Hepatozoon compreende centenas de espécies que infectam aves, répteis, anfíbios e mamíferos, em todos os continentes de clima tropical e subtropical. No cão doméstico duas espécies são descritas, H. canis e H. americanum; a primeira presente na Europa, Ásia, África, América do Sul e nos Estados Unidos da América do Norte (EUA), e a segunda, diagnosticada até o momento somente nos EUA. No Brasil, a espécie que infecta o cão foi caracterizada como H. canis. Esta revisão objetiva detalhar alguns aspectos da hepatozoose canina, causada pelo H. canis e principais pontos de biologia, transmissão, patogenia e sintomas, epidemiologia e métodos de diagnóstico, enfatizando as pesquisas desenvolvidas no Brasil.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-574425
Autor: Dias, Lúcio André Viana.
Título: Hepatozoon caimani (Apicomplexa: Hepatozoidae) no jacaré Caiman yacare no Pantanal Sul Mato-Grossense: prevalência e transmissão natural / Caiman Hepatozoon (Apicomplexa: Hepatozoidae) in yacare caiman in the Pantanal of Mato Grosso Sul: prevalence and natural transmission.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2010. x,140 p. ilus, tab, graf, mapas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Na presente tese, foram estudados aspectos da relação parasito-hospedeiro, constituída pelo protozoário parasito Hepatozoon caimani (Apicomplexa: Adeleorina) e seu hospedeiro vertebrado, o jacaré Caiman yacare (Crocodylia: Alligatoridae), na região do Pantanal Sul, Brasil. Com o objetivo de esclarecer os componentes epizootiológicos desta relação procuramos no primeiro momento examinar os níveis de prevalência e distribuição da parasitemia do H. caimani em uma população do C. yacare, procurando por fatores que poderiam estar associados ao maior risco de infecção, tais como gênero, tamanho/idade, e condição corporal, no período de julho de 2006 a fevereiro de 2008, encontramos prevalência de 76por cento para toda população amostrada (n=229) e o risco de infecção foi associado somente como tamanho/idade dos jacarés, onde os animais filhotes não apresentam infecção, os juvenis apresentaram 63por cento, adulto jovens e adultos foram 100por cento infectados. O H. caimani apresentou ainda uma distribuição agregada na população do C. yacare. De maneira a esclarecer os fatores responsáveis pela alta qualidade de jacarés infectados na região do Pantanal Sul, iniciamos estudos para investigar os possíveis fatores responsáveis por este fenômeno. Em um segundo momento, realizamos o levantamento dos culicídeos que realizam repasto sanguíneos nos C. yacaré e verificamos infecções naturais pelo H. caimani somente em exemplares do gênero Culex, sobretudo no subgênero Melanoconion. Obtivemos infecções experimentais de C. yacare limpos após a ingestão de mosquitos Culex spp. com oocistos esporulados. A espécie incriminada...
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1


  9 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Souza, Wanderley de
Attias, Marcia
Texto completo
Id: lil-567170
Autor: Souza, Wanderley de; Martins-Duarte, Érica dos Santos; Lemgruber, Leandro; Attias, Márcia; Vommaro, Rossiane Claudia.
Título: Organização estrutural do taquizoíto de toxoplasma gondii: [revisão] / Structural organization of the tachyzoite of toxoplasma gondii: [review]
Fonte: Sci. med;20(1), jan.-mar. 2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: fazer uma revisão dos aspectos básicos da ultraestrutura do taquizoíto de Toxoplasma gondii, agente etiológico da toxoplasmose. Fonte de dados: os dados apresentados tomam como referência resultados recentes obtidos pelos principais grupos de pesquisadores no mundo, que se dedicam ao estudo do Toxoplasma gondii, incluindo-se dados do próprio grupo de autores. Síntese dos dados: os taquizoítos de Toxoplasma gondii são responsáveis pela fase aguda da infecção, penetrando ativamente, através do complexo apical, em células dos hospedeiros onde se multiplicam. São abordadas características ultraestruturais e moleculares particulares da película, do citoesqueleto, de organelas secretórias (róptrias, micronemas e grânulos densos) e não secretórias (apicoplasto) exclusivas do filo Apicomplexa, além das peculiaridades do núcleo, mitocôndria, acidocalcisomas, retículo endoplasmático e complexo de Golgi desses parasitos intracelulares. Conclusões: estas características confirmam que o sucesso nas etapas de adesão, invasão e multiplicação do parasito possui clara correlação com suas características morfofuncionais.

Aims: To review basic aspects on the ultrastructure of the tachyzoite of Toxoplasma gondii, the causative agent of toxoplasmosis. Source of data: The data presented are based on recent publications by the most distinguished research groups in the area dedicated to the study of Toxoplasma gondii, including studies from the present authors. Summary of findings: The tachyzoites are responsible for the acute phase of the infection by actively penetrating, through the parasites? apical complex, the host cells where they multiply. Both ultrastructural and molecular particularities of the pellicle, the cytoskeleton, secretory (rhoptries, micronemas and dense granules) and non secretory (apicoplast) organelles, specific to Apicomplexa phylum, besides peculiar features of the nucleus, mitochondrion, acidocalcisomes, endoplasmic reticulum and Golgi complex of these intracellular parasites. Conclusions: These characteristics confirm that the success in the process of adhesion, invasion and multiplication of this parasite is clearly correlated to its morphology.
Responsável: BR500.1 - Biblioteca


  10 / 23 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-509256
Autor: Scarpelli, Leslie; Lopes, Welber Daniel Zanetti; Migani, Matheus; Bresciani, Katia Denise Saraiva; Costa, Alvimar José da.
Título: Toxoplasma gondii in experimentally infected Bos taurus and Bos indicus semen and tissues: [revision] / Toxoplasma gondii em semen e tecidos de Bos taurus and Bos indicus experimentalmente infectados: [revisão]
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;29(1):59-64, jan. 2009. tab.
Idioma: en.
Resumo: Eighteen young steers were inoculated with Toxoplasma gondii and randomly distributed into three groups of six animals each: GI, 2.5x10(5) "P" strain oocysts, GII, 5.0x10(6) "RH" strain tachyzoites, and GIII (Control). Clinical, serological and parasitemia exams were realized. Parasite investigation by bioassay and PCR was realized on semen and fragments of skeletal musculature, lymph nodes, brain, retina, spleen, liver, lung, testicle, epididymis and seminal vesicle. Blood and semen samples were collected on days -2, -1, 1, 3, 5, 7, 14 and weekly thereafter, up to postinfection day (PID) 84. The inoculated steers (GI and GII) presented hyperthermia from PID 3 to 16. Antibodies against T. gondii were detected through the indirect fluorescence antibody test (IFAT) on PID 5 (1:16) in both inoculated groups (oocysts and tachyzoites), reaching peaks of 1:4096 on PID 7. Parasitemia outbursts occurred in all infected bovines, principally from PID 7 to 28, independent of the strain and inoculate used. Bioassays revealed the presence of parasites in semen samples of animals infected with oocysts (GI) and tachyzoites (GII) on several experimental days between PID 7 and 84. Tissue parasitism by T. gondii was diagnosed by bioassay and the PCR technique in several organ and tissue fragments. These findings suggest the possibility of sexual transmission of T. gondii in the bovine species.

Dezoito bovinos foram inoculados com Toxoplasma gondii e distribuídos aleatoriamente em três grupos de seis bovinos cada: GI (2,5x10(5) oocistos da cepa "P"), GII (5,0x10(6) taquizoítos da cepa "RH") e GIII (controle). Exames clínicos, sorológicos e parasitêmicos foram realizados. Pesquisas do parasito, por meio da bioprova e pela técnica de Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR), foram realizadas no sêmen e em fragmentos de musculatura esquelética, linfonodos, cérebro, retina, baço, fígado, pulmão, testículo, epidídimo e vesícula seminal. Amostras de sangue e sêmen foram colhidas nos dias -2, -1, 1, 3, 5, 7, 14 e, semanalmente, até o 84º dia pós-infecção (DPI). Os bovinos inoculados (GI e GII) apresentaram hipertermia do 3º ao 16º DPI. Anticorpos contra T. gondii foram detectados (IFI) no 5º DPI (1:16), em ambos grupos inoculados (oocistos e taquizoítos), atingindo picos de 1:4096 no 7º DPI. Surtos parasitêmicos ocorreram em todos os bovinos infectados, principalmente do 7º ao 28º DPI, independente da cepa e inóculo utilizados. O bioensaio revelou a presença do parasito em amostras seminais dos bovinos infectados com oocistos (GI) e taquizoítos (GII), em diversas datas experimentais, entre o 7º e 84º DPI. Parasitismo tissular por T. gondii foi diagnosticado por meio da bioprova e pela técnica da PCR, em vários fragmentos de tecidos e/ou órgãos. Os achados sugerem a possibilidade da ocorrência da transmissão sexual do T. gondii na espécie bovina.
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde