Base de dados : LILACS
Pesquisa : D03.633.300.953.275.300 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Longo]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Arcuri, Roberto Alfonso
Id: lil-567694
Autor: Castro, Antonio Alexandre de; Alves, Elizabeth de Carvalho; Arcuri, Roberto Alfonso.
Título: A imuno-histoquímica no linfonodo sentinela por câncer de mama: um estudo de 247 casos / Immunohistochemistry of sentinel lymph node in breast cancer: analysis of 247 cases
Fonte: Rev. bras. mastologia;15(3):109-113, set. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi determinar, em pacientes com carcinoma mamário, o valor da imuno-histoquímica (IHQ) na detecção de micrometástase, submicrometástase e células tumorais isoladas em linfonodo sentinela (LNS) negativo na hematoxilina e eosina (HE). Foram estudados 247 LNS axilares diagnosticados entre 23 de agosto de 2000 e 27 de dezembro de 2003. O LNS fixado em formol foi seccionado em fatias de 2 mm de espessura. Após inclusão em parafina, de cada bloco realizou-se três cortes de 5 mm, com intervalos de 40 mm, corados na HE. Outros três cortes foram realizados em seqüência para IHQ (pancitoceratina AE1/AE3). Resultados: Os 247 LNS resultaram na HE 220 negativos (89%) e 27 positivos para metástases (11 %). Na IHQ: 210 negativos (dos 220 casos negativos na HE) (concordância: 96%) e 27 positivos (dos 27 casos positivos na HE). Nos 10 casos negativos na HE (4,5% dos negativos), a IHQ resultou positiva. Conclusão: A pesquisa de citoceratinas por IHQ no LNS negativo na HE permite detectar um subgrupo de pacientes portadores de micrometástases, de submicrometástases ou de células tumorais isoladas, representando em nossa casuística 4,5% dos linfonodos negativos.

The objective of this research was to assess the increased ratio of tumour detection detected by immunohistochemistry (IHC) in HE negative sentinel lymph nodes (SLN) of patients with breast cancer. We studied 247 SLN of patients with breast cancer reports from August 23rd 2000 to December 27th 2003.The formalin-fixed SLN was sectioned in tissue slices about 2 mm thick. Following paraffin embedding, three 5-llm-thick sections were cut from each slice and stained with HE. Another three sections were cut for IHC staining. Results: Of the 247 SLN, 220 were negative and 27 were positive for metastases with HE. IHC assays were positive in all HE-positive cases and negative in 210 of 220 HE-negative cases (concordance = 96%). The other 10 HE negative cases (4.5% of negative cases) were IHC positive. Comparisons of data from HE-stained sections and cytokeratin immunohistochemistry showed an overall sensitivity of 73% with 100% specificity. Conclusions: The addition of IHC in the study of serial sections of HE stained preparations from SLN negative patients with breast cancer increased the percentage of detection of metastatic tumour cells. Moreover, it identified subgroup of breast cancer with micrometastases that were stained only by IHC, representing, in our series, 4.5% of HE negative SLNs.
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-556490
Autor: Prudêncio, Rubens Murilo; Daia, Érico Antônio; Muniz, Fábio Antônio Almeida; Soares, Rodrigo; Ventura, Alessandra F; Badan, Gustavo Machado; Azevedo, Caroline d'Abadia S de; Brun, Diogo Lopes; Barbosa, Jaqueline Alves.
Título: Coll: colour occult lesion localization. localização de lesões mamárias não-palpáveis com corante e identificação concomitante do linfonodo sentinela em tumores mamários / Coll: colour occult lesion localization. localization of occult breast lesions with corant and concomitant identification of the sentinel node in breast tumors
Fonte: Rev. bras. mastologia;17(2):54-60, jun. 2007.
Idioma: pt.
Resumo: A incidência de lesões não-palpáveis da mama vem aumentando através dos tempos, fato intimamente correlacionado à difusão da mamografia de alta resolução. Para tanto, tornam-se necessárias marcações pré-operatórias para localização dessas lesões, por meio de técnicas com fio metálico, material radioativo, carvão ativado ou, como no nosso serviço, a utilização de corante vital (azul patente). Apresentaremos a experiência do Hospital e Maternidade São Cristóvão na utilização do corante azul patente para a marcação de lesões não-palpáveis da mama, abordando em concomitância a localização do linfonodo sentinela em alguns casos. Selecionaram-se as pacientes que haviam sido submetidas à marcação pré-operatória com azul patente no Hospital e Maternidade São Cristóvão, no período de julho de 1999 a março de 2007, totalizando 285 pacientes com lesão (ões) não-palpável (eis) da mama. Foram 332 marcações, por orientação mamográfica, injetando–se 1 mL de azul patente intratumoral, 30 minutos a três horas antes do procedimento cirúrgico. A lesão foi excisada e confirmada por radiografia da peça operatória e/ou congelação intra-operatória. Houve 160 casos que tinham indicação para realização do linfonodo sentinela (LS), sendo realizado, nessas pacientes, um reforço da dose de azul patente na sala operatória, acrescentando-se 1 mL do corante na região subareolar e biópsia do LS com congelação intra-operatória deste. Procedeu-se a dissecção axilar completa somente nos casos em que o LS foi positivo. A idade média das pacientes foi de 60,92 anos (23 a 89 anos). As lesões foram identificadas em todos os casos (100%) e totalmente excisadas sem intercorrências cirúrgicas. Nos casos indicados de linfonodo sentinela, a taxa de localização concomitante do LS foi de 98,13%. O tamanho médio dos tumores foi de 1,3 cm. A avaliação histopatológica em parafina revelou 133 casos malignos (40,1%), 26 lesões precursoras de risco (7,8%) e 173 tumores benignos em geral (52,1%). A localização...

The incidence of non-palpable breast lesions is increasing due to the diffusion of the high resolution mammography. For surgical biopsies orientation there are several techniques, such as the insertion of a metallic hook wire and the injection of radioisotopes or corants. The aim of this paper is to present the of the Hospita and Maternity São Cristóvão experience with blue corant for marking occult breast injuries allowing concomitantly the localization of sentinel node (SN). There were 332 markings under, mammography and/or ultrasonograph orientation, with the injection of 1 ml of bluedye intra-tumoral, from 30 minutes to 3 hours before surgical procedure. The lesion was excised and confirmed by specren radiography.In 160 cases there was indication of SN biopsy. In these patients it was injected, a reinforcement of the dose of the blue patent just in the surgical room, adding more l ml of the blue dye in the subareolar region. There average age of the patients it was 60.9 years (23 – 89). The non-palpable breast lesions were identified in all of the cases (100%) without any surgical complication. In the cases of SN biopsy, the rate of localization of the SN was 98,1%. The average size of tumors was 1.3 cm ou the histopatological evaluation in paraffin sections being the results as follows: 133 malignant (40.1%), 26 pre-malignant injuries of risk (7.8%) and 173 benign lesions (52.1%). The localization of occult lesions using blue patent - COLL (Colour Occult Lesion Localization) - and concomitant sentinel node in breast tumors are practical, safe and confident allowing, treinament with minimum aggression and satisfactory aesthetic result. As the radiocolloids method, this is a methodology of high sensitivity, with the advantage of the low cost, being able to be used in hospitals without nuclear medicine services.
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-436420
Autor: Gil Martínez, Luisa Elena; Rojas Bustamente, Hanoi; Mata, José Francisco; Parthe, Gustavo; Tahan, Jorge; De Andrade, Robert.
Título: Cáncer del tracto gastrointestinal: estudio del ganglio centinela / Cancer of the gastrointestinal tract: study of the ganglion sentinel
Fonte: Rev. venez. oncol;17(4):189-195, oct.-dic. 2005. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El estudio del ganglio centinela es un procedimiento actualmente válido para melanoma y cáncer de mama. Su utilidad en el cáncer gastrointestinal aún está en investigación, sin embargo, su aplicación podría mejorar la estadificación ganglionar, influyendo en la terapéutica y el pronóstico en este tipo de cáncer. Evaluamos la factibilidad del método en pacientes con diagnóstico de cáncer gastrointestinal. En el período comprendido entre agosto de 2001 y mayo de 2004, se incluyeron pacientes con diagnóstico histológico de adenocarcinoma gástrico y colónico en estadios tempranos. Al inicio de la cirugía, se inyectó en forma peritumoral y subserosa 1 mL de azul patente. Una vez identificado y extirpado el ganglio centinela, se procedió a la cirugía habitual. A los ganglios centinela cuyo estudio histopatógico con coloración con hematoxilina y eosina fue negativo, se les realizaron estudios de inmunohistoquímica. Se incluyeron nueve pacientes, de los cuales, cinco con adenocarcinoma gástrico y cuatro con adenocarcinoma de colon. El porcentaje de detección del ganglio centinela fue de 66,6 por ciento. El promedio de ganglios centinela por paciente fue 1,16. Dos ganglios centinela (33 por ciento) fueron positivos, uno de ellos (16 por ciento) por inmunohistoquímica. Se observó 16 por ciento de metastasis en salto. No hubo falsos negativos ni drenaje linfático aberrante. El mapeo linfático es un procedimiento factible y sencillo que incrementa la posibilidad de detección de micrometástasis
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde