Base de dados : LILACS
Pesquisa : G16.500.275.553.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 211 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Longo]

página 1 de 22 ir para página                         

  1 / 211 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-785033
Autor: Londe, L R; Novo, E M L M; Barbosa, C; Araujo, C A S.
Título: Water residence time affecting phytoplankton blooms: study case in Ibitinga Reservoir (São Paulo, Brazil) using Landsat/TM images / Efeito de variações no tempo de residência hidráulica sobre a ocorrência de florações de fitoplâncton: estudo de caso no Reservatório de Ibitinga (SP) com o uso de imagens Landsat/TM
Fonte: Braz. j. biol;76(3):664-672tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Satellite images are an effective tool for the detection of phytoplankton blooms, since they cause striking changes in water color. Bloom intensity can be expressed in terms of chlorophyll-a concentration. Previous studies suggest the use of Landsat TM4/TM3 reflectance ratio to retrieve surface chlorophyll-a concentration from aquatic systems. In this study we assumed that a remote sensing trophic state index can be applied to investigate how changes in HRT along the hydrologic year affect the spatial distribution of the phytoplankton blooms at Ibitinga’s reservoir surface. For that, we formulated two objectives: (1) apply a semi-empirical model which uses this reflectance ratio to map chlorophyll-a concentration at Ibitinga reservoir along the 2005 hydrologic year and (2) assess how changes in hydraulic residence time (HRT) affect the spatial distribution of phytoplankton blooms at Ibitinga Reservoir. The study site was chosen because previous studies reported seasonal changes in the reservoir limnology which might be related to the reservoir seasonality and hydrodynamics. Six Landsat/TM images were acquired over Ibitinga reservoir during 2005 and water flow measurements provided by the Brazilian Electric System National Operator - ONS were used to compute the reservoir´s residence time, which varied from 5.37 to 52.39 days during 2005. The HRT in the date of image acquisition was then compared to the distribution of chlorophyll-a in the reservoir. The results showed that the HRT increasing implies the increasing of the reservoir surface occupied by phytoplankton blooms.

Resumo As imagens de satélite são frequentemente usadas para a identificação de florações de fitoplâncton porque sua presença causa mudanças significativas na cor da água. A abundância das florações pode ser quantificada por medidas de concentração de clorofila-a. Diversos estudos sugerem o uso da razão de reflectância das bandas TM4/TM3 Landsat, para determinar as concentrações de clorofila-a em sistemas aquáticos. Este trabalho tem como objetivos: (1) aplicar um modelo semi-empírico que usa essa razão para mapear a concentração de clorofila-a no reservatório de Ibitinga ao longo do ano hidrológico de 2005; (2) avaliar como as mudanças no tempo de residência hidráulica afetaram a distribuição de florações na superfície do reservatório. O reservatório de Ibitinga foi selecionado porque estudos prévios indicavam mudanças sazonais nas propriedades limnológicas do reservatório, as quais poderiam estar relacionadas à sazonalidade e à hidrodinâmica. Seis imagens TM/Landsat foram adquiridas sobre o reservatório de Ibitinga durante o ano de 2005. Foi então usada uma tabela associando intervalos de razão de banda a intervalos de concentração de clorofila-a. Medidas de vazão fornecidas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS foram utilizadas para calcular o tempo de residência hidráulica do reservatório, que variou entre 5,37 e 52,39 dias durante 2005. O tempo de residência hidráulica em cada data de aquisição da imagem foi então comparado com a área ocupada pelas florações de fitoplancton. Os resultados indicaram uma forte relação entre o tempo de residência hidráulica e a área ocupada por florações. Em junho de 2005, quando o reservatório atingiu seu menor tempo de residência hidráulica, apenas 20% de sua área estiveram ocupadas por florações. Em setembro e outubro, quando a residência hidráulica atinge o seu máximo, mais que 80% da superfície do reservatório foram ocupadas por florações de fitoplancton.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-785052
Autor: Cunha-Santino, M B; Fushita, A T; Peret, A C; Bianchini-Junior, I.
Título: Morphometry and retention time as forcing functions to establishment and maintenance of aquatic macrophytes in a tropical reservoir / Morfometria e tempo de residência como fatores determinantes no estabelecimento e manutenção de macrófitas aquáticas em um reservatório tropical
Fonte: Braz. j. biol;76(3):673-685tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: Abstract Macrophytes may constitute an important resource for several chemical, physical and biological processes within aquatic ecosystems. This study considers that in tropical reservoirs with low retention time and with low values of shoreline development (DL), the expansion and persistence of aquatic macrophytes are mainly reported to local conditions (e.g., hydrodynamic and wind exposure) rather than trophic status and depth of the euphotic zone. In this context, this study aimed at describing and comparing the incidence of aquatic macrophytes in a throughflowing, non-dendritic tropical reservoir. During February 2006 to November 2007, eight limnological surveys were performed quarterly within the Ourinhos Reservoir, and in the mouth areas of its tributaries. At the six sampling stations 30 variables were measured. The number of sites with plants varied between 21 and 38 and at the end of the 1st year the total richness was found. The sampling survey outcome the recognition of 18 species of aquatic macrophytes; Cyperaceae (2 genera and 1 species), Pontederiaceae (3 species) and Onarograceae (3 genera) were the families with higher diversity. Seven species (Typha domingensis Pers., Myriophyllum aquaticum (Vell.) Verdec, Salvinia auriculata Aubl., Eichhornia azurea (Sw.) Kunth, Eleocharis sp1, Eichhornia crassipes (Mart.) Solms, Oxycaryum cubense (Poepp. & Kunth) Lye) always were present and were more frequent in the sites. The occurrence of emergent species predominated (45.9%), followed by submersed rooted (24.5%), free floating (19.5%), floating rooted (9.7%) and free submersed (0.3%). Although limnological variables and the distribution of macrophytes have discriminated the same sampling points, the stepwise multiple linear regressions did not pointed out strong correspondences (or coherence) among the most constant and distributed macrophyte species and the selected limnological variables, as well the trophic statuses. Seeing the low relationship among limnological variables and macrophytes distribution, in the case of Ourinhos Reservoir, the results pointed out that the water turbulence, low DL and wind exposure are the main driving forces that determine its aquatic plant distribution, life forms and species composition.

Resumo As macrófitas podem constituir um recurso importante para vários processos físicos, químicos e biológicos dos ecossistemas aquáticos. Esse estudo considera que nos reservatórios tropicais com baixo tempo de retenção e com baixos valores do grau de desenvolvimento das margens (DL), a expansão e manutenção das macrófitas aquáticas são referidas principalmente às condições locais (e.g., hidrodinâmica e exposição ao vento), ao invés do estado trófico e da profundidade de zona eufótica. Nesse contexto, o presente estudo teve como objetivo descrever e comparar a incidência de macrófitas aquáticas em um reservatório tropical de fluxo rápido e não dendrítico. De fevereiro de 2006 a novembro de 2007, oito avaliações limnológicas foram realizadas trimestralmente no reservatório Ourinhos e nas regiões de desembocadura de seus afluentes. Nas seis estações de amostragem 30 variáveis foram determinadas. O número de locais com plantas variou entre 21 e 38 e no final do primeiro ano o número total de espécies foi encontrado. Foram relacionadas 18 espécies de macrófitas aquáticas; Cyperaceae (2 gêneros e espécies), Pontederiaceae (3 espécies) e Onarograceae (3 gêneros) foram as famílias com mais diversidade. Sete espécies (Typha domingensis Pers., Myriophyllum aquaticum (Vell.) Verdec, Salvinia auriculata Aubl., Eichhornia azurea (Sw.) Kunth, Eleocharis sp1, Eichhornia crassipes (Mart.) Solms, Oxycaryum cubense (Poepp. & Kunth) Lye) sempre estiveram presentes e foram as mais frequentes. As ocorrências de espécies emergentes predominaram (45,9%), seguidas das submersas enraizadas (24,5%), flutuantes livres (19,5%), flutuantes enraizadas (9,7%) e submersas livres (0,3%). Embora as variáveis limnológicas e as distribuições de macrófitas tenham discriminado os mesmo pontos de coleta, regressões lineares múltiplas stepwise não apontaram correspondências fortes (ou coerentes) entre as espécies de macrófitas mais constantes e distribuídas e as variáveis limnológicas, assim como os estados tróficos. No reservatório Ourinhos, a baixa relação entre as variáveis limnológicas e a distribuição das macrófitas aponta que a turbulência da água, o baixo valor de DL e a exposição ao vento sejam as principais forças que determinam a distribuição das plantas aquáticas, as suas formas de vida e a composição das espécies.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-984005
Autor: Moura Júnior, E G; Pott, A; Severi, W; Zickel, C S.
Título: Response of aquatic macrophyte biomass to limnological changes under water level fluctuation in tropical reservoirs / Resposta da biomassa de macrófitas aquáticas às mudanças limnológicas consequentes da variação do nível da água em reservatórios tropicais
Fonte: Braz. j. biol;79(1):120-126, Jan.-Mar 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract We evaluated the response of the biomass of aquatic macrophytes under limnological changes after water level fluctuation (WLF) of two tropical reservoirs (R1 and R2), located in northeastern Brazil. Initially we tested the hypothesis that post-WLF limnological conditions and biomass of macrophytes increase or decrease, depending on the variable or species. We monitored a 4 × 50 m permanent plot, in four expeditions per period (pre- or post-WLF), assessing species biomass and 10 limnological variables. We utilized 0.25 × 0.25 m quadrats for biomass. Once the effect of WLF in limnological variables and species biomass was confirmed, we utilized Canonical Correspondence Analysis to understand the relationship between limnological variables and species biomass. The abundant and/or dominant species in pre-WLF of R1 ( Pistia stratiotes, Eichhornia crassipes and Salvinia auriculata) and R2 (Paspalidium geminatum and S. auriculata) reduced their biomass post-WLF and were correlated with temperature, total phosphorous and nitrate. The reduced biomass of P. stratiotes, E. crassipes and S. auriculata in post-WLF widened resource availability, allowing coexistence of species. Therefore, we suggest that the change of limnological conditions in post-WLF in artificial lakes acts only as a moderator factor of the interspecific interaction (especially coexistence), without direct relation between these conditions and species biomass.

Resumo Avaliamos a resposta da biomassa de macrófitas aquáticas às alterações ambientais após flutuação do nível de água (WLF) de dois reservatórios tropicais (R1 e R2), localizados no Nordeste do Brasil. Inicialmente, testamos a hipótese de que após uma WLF as condições limnológicas e a biomassa das macrófitas aumentam ou diminuem, dependendo da variável ou espécie. Por isso, monitoramos uma parcela permanente de 4 × 50 m, em quatro amostragens por período (pré ou pós-WLF), avaliando a biomassa de espécies e 10 variáveis ​​limnológicas. Utilizamos quadrados de 0,25 × 0,25 m na amostragem da biomassa. Uma vez que o efeito do WLF em variáveis limnológicas e biomassa das espécies foi confirmado, utilizamos a Análise de Correspondência Canônica para compreender a relação das variáveis ​​limnológicas com a biomassa de espécies. As espécies abundantes e/ou dominantes no pré-WLF de R1 (Pistia stratiotes, Eichhornia crassipes e Salvinia auriculata ) e R2 (Paspalidium geminatum e S. auriculata ) reduziram sua biomassa pós-WLF, correlacionando-se diretamente com temperatura, fósforo total e nitrato. A redução da biomassa de P. stratiotes , E. crassipes e S. auriculata em pós-WLF ampliou a disponibilidade de recursos, permitindo a coexistência de espécies. Portanto, sugerimos que a mudança das condições limnológicas no pós-WLF em lagos artificiais atua apenas como um fator moderador da interação interespecífica (em especial a coexistência), sem relação direta entre essas condições e a biomassa das espécies.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-563938
Autor: Garaycochea, María del Carmen; Beltrán, María; Morón, Cecilia.
Título: Patogenicidad de las amebas de vida libre aisladas de fuentes de agua en Lima / Patogenicity of free-living amoebas isolates in body waters from Lima
Fonte: Rev. peru. med. exp. salud publica;25(2):204-207, abr.-jun. 2008.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos. Determinar la presencia de amebas de vida libre (AVL) en fuentes de agua del departamento de Lima y evaluar su capacidad patógena en ratones normales e inmunosuprimidos. Materiales y métodos. Se recolectaron muestras de agua de ríos, lagos, piscinas y pozos de Lima. El aislamiento se realizó por cultivo en agar no nutritivo al 2 por ciento con E. coli o E. aerogenes a 37 °C. Posteriormente se instiló en ratones normales e inmunosuprimidos (betametasona 1,4 mg/mL, dosis única) una suspensión con las amebas aisladas. A los 15 díasse evaluaron histológicamente los daños en ambos grupos. Resultados. Se identificaron AVL en 40/83 muestras, 31,3 por ciento de las muestras se desarrollaron en los cultivos. Se aislaron 26 cepas de AVL de siete géneros (Hartmannella, Acanthamoeba, Mayorella, Naegleria, Vahlkampfia, Vannella y Saccamoeba), Acanthamoeba fue la más frecuente (44,2 por ciento). Se encontraron AVL en 53,8 por ciento de los ratones inmunosuprimidos y 15,4 por ciento de los normales (p menor que 0,05). Conclusiones. Existen AVL en cuerpos de agua de Lima, las cuales tienen un potencial patógeno en pacientes inmunosuprimidos, existiendo un riesgo de infección amebiana asociada con estas fuentes de agua.

Objectives. To determine the presence of free-living amoeba (FLA) in water bodies from Lima department and assess their pathogenic ability in normal mice and immunosuppressed. Material and methods. Water samples were collected from rivers, lakes, swimmingpools and wells in Lima, Peru. The isolation was performed by culture in non-nutritious agar with 2 per cent of E. coli or E. aerogenes at 37 °C. Subsequently were injected into normal mice and immunosuppressed (betamethasone 1.4 mg/mL, a single dose) with a suspension of amoeba isolated. For the 15 days were assessed histological damage in both groups. Results. AVL were identified in 40/83 samples, 31.3 per cent of the samples were developed in cultures. 26 strains were isolated from AVL of seven genera (Hartmannella, Acanthamoeba,Mayorella, Naegleria, Vahlkampfia, Vannella and Saccamoeba), Acanthamoeba was the most frequent (44.2 per cent). AVL was found in 53.8 per cent of immunosuppressed mice and 15.4 per cent of the normal (p minor that 0.05). Conclusions. AVL exist in water bodies from Lima, which have a potential pathogen in immunosuppressed patients, there is a risk of amoebic infection associated with these water sources.
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  5 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-357040
Autor: Suárez, Roxana; Espinoza Blanco, Yrma; Villanueva, Carmen; Huapaya Herreros, Pedro Ernesto; Marquina, Renzo.
Título: Aislamiento de amebas de vida libre del género Acanthamoeba a partir de fuentes de agua en la ciudad de Ica / Acanthamoeba genus free-living amoebae isolated from Ica city water sources
Fonte: An. Fac. Med. (Perú);63(2):101-105, abr. 2002. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Determinar la presencia del género Acanthamoeba en diversas fuentes de agua, en la ciudad de Ica, al sur de Lima. Material y Métodos: Se examinó 31 muestras de 7 fuentes de aguas naturales (lagunas) y 25 artificiales (pozos, tanques para terapia de rehabilitación, reservorios y cisternas) durante mayo de 1997, en diversos puntos de la ciudad de Ica. Las muestras fueron sembradas en Agar Myast y en Agar Napolitano, incubadas a 37ºC y observadas a los 10 días. Las muestras positivas fueron inoculadas en ratones inmunocompetentes por vía intranasal, las lesiones producidas fueron cultivadas nuevamente siguiendo el mismo procedimiento. Resultados: De las 31 muestras revisadas, en 11 (35,5 por ciento), se observó quistes de Acanthamoeba, 6 fueron aisladas de fuentes naturales y 5 de fuentes artificiales, mientras que entre las muestras negativas sólo una provino de fuente natural y las otras 19 provinieron de aguas artificiales intradomiciliarias o del hospital local. Estos resultados permiten obtener un OR =22,8 para la exposición de fuentes naturales de agua, como causante de la infección (límite de confianza 95 por ciento 1,83-642,55, X2 =7,83). Conclusiones: La presencia del género Acanthamoeba es más frecuente en fuentes de agua naturales en la ciudad de Ica, aunque es necesario realizar un estudio de mayor cobertura para confirmar esta situación.
Responsável: PE13.1 - Oficina de Biblioteca, Hemeroteca y Centro de Documentación


  6 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-339528
Autor: Sâo Paulo (Estado). Secretaria do Meio Ambiente.
Título: Agenda 21: Conferência das Naçöes Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento / Agenda 21: Naçöes Unidas Conference about environment and development.
Fonte: Säo Paulo; São Pualo (Estado). Secretaria do Meio Ambiente; 1997. 383 p. (Documentos Ambientais).
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Conferência das Naçöes Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, Rio de Janeiro, 3-14 jun. 1992.
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; 301.31, 148


  7 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-641739
Autor: Patrício, Zuleica Maria; Pompêo, César Augusto; Siervi, Elizabeth Maria Campanella de.
Título: A política nacional de recursos hídricos e a política nacional de promoção da saúde no contexto de formação de gestores públicos / The national policy for water resources and the national policy for health promotion in the context of public managers training
Fonte: Saúde Soc;21(2):479-491, abr.-jun. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Pesquisa exploratória de abordagem qualitativa e quantitativa. Teve como objetivo verificar a ocorrência de aproximação entre os objetivos e as diretrizes da Política Nacional de Recursos Hídricos e da Política Nacional de Promoção à Saúde nos conteúdos de 64 monografias produzidas em Cursos de Especialização sobre Gestão de Recursos Hídricos, realizados em Santa Catarina e no Nordeste. O processo da pesquisa desenvolveu-se em três momentos, focados na análise de conteúdo e na quantificação dos resultados das fases anteriores. A análise dos dados mostra a existência de aproximação entre os objetivos da PNPS e da PNRH nas monografias, construída a partir de três grandes temáticas - "sustentabilidade", "participação social" e "intersetorialidade", e evidencia a carência de estudos sobre o cuidado com as águas na perspectiva da formação de gestores em recursos hídricos. Entende-se que a ampliação da compreensão das pessoas sobre a complexidade desta temática contribuirá para participação efetiva de toda a sociedade na promoção de políticas e ambientes coletivos mais saudáveis.
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-797177
Autor: Oliveira, Caio Matheus da Rocha Couqueiro Monteiro de; Cardoso, Kaíque Mesquita; Souza, Milena Mendes de; Santos, José Soares dos; Santos, Maria Lúcia Pires dos.
Título: Validação de um método prático para determinação de níveis de amoxicilina em águas naturais por CLAE-UV e sua aplicação na qualidade ambiental / Validation of a practical method for determination of amoxicillin contents in natural waters by means of HPLC-UV and its application in the environmental quality
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;74(4):361-370, out.-dez.2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A amoxicilina é penicilina sintética de uso em ambiente hospitalar, residencial e veterinário. O uso indiscriminado deste medicamento pode acarretar prejuízos sociais e ambientais. O presente trabalho determinou os níveis de amoxicilina em dois rios localizados no sudoeste do estado da Bahia, rios Água Fria e Verruga. Uma metodologia analítica foi desenvolvida, otimizada e validada para efetuar a determinação de resíduos de amoxicilina, empregando-se a cromatografia líquida de alta eficiência acoplada ao detector UV-visível (CLAE-UV). A avaliação do mérito do método foi baseada nos parâmetros cromatográficos de validação: linearidade, limites de detecção e quantificação, precisão, exatidão e seletividade. Devido à inexistência de valores máximos de amoxicilina aceitáveis para a água de consumo, os resultados obtidos podem constituir um indicativo dos níveis de contaminação dos recursos hídricos por este medicamento. As maiores concentrações, superiores a 11 mg.L-1 deste antibiótico, foram detectadas nas zonas onde recebem aportes dos deflúvios urbanos. Os parâmetros de validação demonstraram que o método apresentou capacidade de detecção de baixos valores dos limites de quantificação (2,7 mg.L-1) e de detecção (0,7 mg.L-1), boa precisão (DPR 7 %) e exatidão (96,75 %), constituindo-se em uma importante ferramenta na avaliação de teores de amoxicilina...
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  9 / 211 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-512683
Autor: Castelo Branco Junior, Armando; Andrade, Carina; Izique, Felipe Navarro; Lauer, Roberta; Moreira, Willian Tavares.
Título: Avaliação das condições sanitárias e ambientais da sub-bacia do córrego Barbosa no município de Marília/SP / Assessment of sanitary and environment conditions of the Barbosa stream basin in Marilia municipality, SP/Brazil
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;67(3):183-189, set.-dez. 2008. mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Foi avaliada e monitorada a qualidade da água da sub-bacia do córrego Barbosa, afluente do rio do peixe no município de Marilia-SP, no centro-oeste paulista. Foram demarcadas sete estações de coleta ao longo dos mananciais que formam a sub-bacia (córrego das Clínicas, Água do Bonfim e Barbosa). As coletas de amostras de água foram feitas mensalmente no período de março a outubro de 2007, nas quais foram realizadas análises físico-químicas e biológicas (microbiológica e parasitológica). Os aspectos físicoquímicos avaliados foram temperatura, oxigênio dissolvido, dureza, amônia, cloro, ferro, fosfato, pH, turbidez e cloreto, foram feitos em campo com o uso de kits de reagentes de ensaio colorimétrico. Para efetuar a análise microbiológica e parasitológica da água foram empregados respectivamente os protocolos da Portaria MS n° 518 e do Ministério da Saúde do Brasil (2004). As características físico-químicas e biológicas da água da sub-bacia do córrego de Barbosa mostraram-se fora dos limites estabelecidos para córrego Classe II, de acordo com a Resolução CONAMA nº 357/ 2005. Esses achados indicam o não atendimento às condições de qualidade previstas em lei e, ainda, a possibilidade de causar risco a saúde do homem e na preservação das comunidades aquáticas.
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  10 / 211 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-435789
Autor: Fonseca, Helder Silva; Salvador, Nemésio Neves Batista.
Título: Estudo integrado da qualidade das águas da bacia hidrográfica do rio Bonito em Descalvado - SP / Integrated study on the water quality from rio Bonito watershed in Descalvado - SP
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;64(2):179-185, jul.-dez. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neste estudo é apresentada a qualidade das águas da bacia hidrográfica do rio Bonito, Descalvado - SP. Entre setembro/2000 e dezembro/2001 foram avaliados, por meio de coletas e análises de água, quinze parâmetros de qualidade, tais como: condutividade, cor aparente, coliformes totais, coliformes fecais, demanda bioquímica de oxigênio, demanda química de oxigênio, fósforo total, nitrogênio total, oxigênio dissolvido, sólidos dissolvidos totais, sólidos suspensos totais, sólidos totais, pH, temperatura e turbidez. Os resultados obtidos mostraram que a condutividade, cor aparente, coliformes totais, coliformes fecais, demanda bioquímica de oxigênio, demanda química de oxigênio, fósforo total, nitrogênio total, oxigênio dissolvido e turbidez, foram proporcionados pelo lançamento in natura dos esgotos do município de Descalvado. As concentrações de nutrientes - nitrogênio e fósforo sugeriram a contribuição também, dasatividades de agricultura e pecuária. Com relação aos fatores pedológicos, a cor aparente, sólidos dissolvidos totais, sólidos suspensos totais e a turbidez receberam influência de processos erosivos do solo (latossolo vermelho-amarelo), no primeiro ponto de amostragem, mais à montante. A poluição provocada pelos lançamentos do abatedouro de frangos e de mineradoras de areia foi detectada. A variação de pH de 6,0 a 7,3, parece estar associada com a própria composição pedológica dos solos da bacia.
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação



página 1 de 22 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde