Base de dados : LILACS
Pesquisa : IDE - LILACS
Referências encontradas : 203 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 21 ir para página                         

  1 / 203 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692733
Autor: Herrmann, Fabio; Herrmann, Leda.
Título: Notas sobre campo e campo psicanalítico / Notes on field and psychoanalytic field
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):139-147, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de artigo inédito, escrito em 2001, a partir de notas para a conferência "Campo Psicanalítico" proferida pelo autor, no mesmo ano, na SBPSP. Trata de dois conceitos metodológicos da Teoria dos Campos: a) Campo, definido como inconsciente operacional enquanto efeito reconhecível ou o caminho e as operações que o desvelam, e sempre tomado no plural; b) Campo Psicanalítico, o campo das rupturas de campo. O autor revisita seu trabalho com o conceito de inconsciente, entendido como campo de suporte de sentidos que se manifestam ao homem e no mundo em representações - campo que abriga regras que o método psicanalítico revela, desvela e produz por sua ação inerente de ruptura de sentidos, ou, nos termos do autor, por ruptura de campo. Usa, também, fragmentos da discussão que compõe o prefácio do livro que estava em vias de publicar naquele ano, Introdução à teoria dos campos.

This paper, yet unpublished, was written in 2001 following some notes for a lecture given at SBPSP that same year. It deals with two concepts from Multiple Fields Theory: a) Field, considered as an operational unconscious showing its path and the operations that uncovered it, and always used in its plural form; b) Psychoanalytic Field, the field of the field ruptures. The paper also returns the author’s work on the concept of unconscious, which is understood as the field that bears the senses presented to man and in the world - field that contains rules that the psychoanalytic method reveals, uncovers and produces through its inner action of senses rupture, or in the authors words, throughout field rupture. The paper also refers to some aspects of the Prologue of the author’s book that was about to be issued, Introduction to Multiple Fields Theory.
Descritores: Psicanálise
Teoria Psicanalítica
Inconsciente (Psicologia)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692732
Autor: Palis Junior, Fauzi.
Título: Nem Caos, nem Cosmos: "Conhecimento" e "Metaconsciência" (sobre a possibilidade de uma mente humana) / Not Chaos or Cosmos: "Knowledge"; and "Metaconsciousness&" (on the possibility of a human mind)
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):127-138, jul. 2012. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo investiga o conceito de "Metaconsciência", a partir de compreensões anteriores, como um novo elemento constituinte, dentre os fenômenos universais conhecidos. Parte do exame de alguns campos do conhecimento humano, incluindo todos e sendo incluído por eles. Enfatiza o papel da psicanálise como área privilegiada do saber, reforçando seu papel primaz na condução conjunta desta etapa do desenvolvimento. Estimula, assim, investigação contínua.

This paper investigates the concept of "Metaconsciousness" from previous understandings, as a new constituent element from the known universal phenomena. Part of the examination of some fields of human knowledge, including all and being included by them. Emphasizes the role of psychoanalysis as a privileged area of knowledge, strengthening its role in conducting joint primate of this stage of development. Stimulates thus continuing research.
Descritores: Psicanálise
Pesquisa
Consciência
Conhecimento
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692731
Autor: Pastore, Jassanan Amoroso Dias.
Título: O caos, o acaso e o trágico / The chaos, the hazard and the tragic
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):109-125, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho discute a concepção de caos, de acaso e de trágico desde a Antiguidade Grega, passando pela filosofia trágica, até chegar à psicanálise.

This paper considers the concept of chaos, hazard and tragic, from the Ancient Greece, passing through the tragic philosophy, finally coming to psychoanalysis.
Descritores: Filosofia
Psicanálise
Mundo Grego/história
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692730
Autor: Alarcão, Gustavo Gil.
Título: Caos e psicanálise em cinco atos / Chaos and psychoanalysis in five acts
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):97-107, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo aborda as significações do caos mediadas pela clínica analítica contemporânea a partir de um ponto de vista que privilegia a noção de um movimento contínuo de divisão desorganizado. O texto caminha em duas vertentes: microscopicamente, pensando a ação analítica como possível organizadora do caos em uma sessão clínica, e macroscopicamente, refletindo sobre a psicanálise como campo de pensamento organizador do caos.

The article discusses the meanings of chaos mediated by the contemporary analytical clinic from a perspective that privileges the notion of a continuous movement of disorganized division. The text moves on two fronts: microscopically, thinking about the analytical action as a possible manager of the chaos in an analytical session, and macroscopically, thinking about psychoanalysis as a field of knowledge that could also help in organizing the chaos.
Descritores: Psicanálise
Interpretação Psicanalítica
Movimento
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692729
Autor: Tognolli, Dora.
Título: As palavras, as coisas, o caos: função do mito nas narrativas clínicas / The words, the things, the chaos: the function of myth on clinical narratives
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):81-95, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho focaliza os conceitos de caos, ordem e razão. Para lidar com o caos, é possível construir histórias que, como os mitos, podem oferecer saídas criativas. A Psicanálise faz uso dessas histórias, em forma de narrativas clínicas. O texto é ilustrado por vinhetas clínicas e relatos de mitos.

The paper works through the concept of chaos, order and rationality. To deal with chaos, is possible to built histories that like the myths, offer a creative way. Psychoanalysis represents a field to trial these ways. The text shows examples that were originated from the mythical histories and clinical practice.
Descritores: Psicanálise
Terapia Narrativa
-Mitologia/psicologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692728
Autor: Azambuja, Deodato Curvo de.
Título: Solidão e pós-modernidade / Solitude and postmodernity
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):73-79, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O autor investiga diferentes facetas da solidão na pós-modernidade, tal como expostas em cartoons, redes sociais de relacionamento, filmes e na literatura, e articula essas manifestações com achados da clínica. Discute o conceito do "sentimento de solidão" de M. Klein, centrado em torno do objeto primário materno, justapondo-o a uma interpretação pessoal da figura paterna como o determinante primário de todo o desamparo e sentimento de solidão.

The author investigates multiple faces of solitude in the postmodernity, such as exposed in cartoons, social network, films and literature, and try to articulate these manifestations with clinical developments. He discusses the concept of "feeling of solitude" in M. Klein, centered in the maternal object, and points to a personal interpretation of the parental image as the primary determinant of all helplessness and feeling of solitude.
Descritores: Pós-Modernismo
Desamparo Aprendido
Individuação
Solidão/psicologia
Narcisismo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692727
Autor: Delouya, Daniel.
Título: O caos, a arca e o mundo: análise, sujeição e liberdade / Chaos, Noah's ark and earth: analysis, subjection and liberty
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):55-71, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho inspira-se em um conto de Machado de Assis voltado à arca de Noé para traçar sua relevância na discussão da viabilidade dos fins da análise, isto é, da elaboração do árduo caminho à liberdade. Neste, os remanejamentos da segunda tópica quanto ao eu, à angústia e ao sintoma, destacam a elasticidade psíquica em meio ao alerta sobre os desvios crescentes para diversas formas de gozo e de sujeição, para os quais a cultura oferece várias vias de escoamento.

The work is inspired by a story of Machado de Assis in relation to Noah's ark, tracing its relevance to the discussion on the feasibility of the goals of analytical work, which implies hard and long way to freedom. The rearrangements that Freud realizes in his theories about self, anxiety and symptom, emphasize the psychic elasticity, while warning us of the increasing deviations of subjects to various forms of joy and subjection to which culture offers several outlets.
Descritores: Sinais e Sintomas
Estresse Psicológico/psicologia
Liberdade
Masoquismo/psicologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692726
Autor: Benito Júnior, Eugênio.
Título: A ética, o caos e a felicidade / Ethics, chaos and happiness
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):39-54, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O Caos se instala como personagem na cultura ocidental ao surgir como divindade primordial na mitologia grega. De sua infinita capacidade de criar o vazio sem fim, vão surgindo alguns de seus descendentes - a Noite e suas filhas Vingança, Sarcasmo e Morte. Para equilibrar o desenvolvimento caótico surge Eros e sua luta contra o Caos ajuda a criar o conceito de racionalidade. Gradativamente, em um ciclo eterno, a razão parece ir retornando ao caos e renascendo, como mostram as inúmeras crises do pensamento racional, desde a Grécia aristotélica até os tempos atuais em que a Física Quântica mostra o Universo como uma combinação de naturezas que convivem em um estado de superposição. Em meio a esse frenesi caótico de vida e de morte, em que lugar se encontra a felicidade?.

As a primordial deity in Greek mythology, Chaos sets in as a character in Western culture. From his infinite ability to create endless emptiness, some of his descendants are coming from his daughter, the darkest Night, such as Revenge, Sarcasm and Death. To balance the chaotic environment, Eros jumps to the Gaia-stage and his struggle against Chaos helped to create the concept of rationality. Gradually, in an eternal cycle, the reason seems to go back to chaos and to rebirth, as shown by many crises of rational thought since Aristotelian Greece to contemporary times in which Quantum Physics shows the Universe as a combination of several Natures that coexist in a state overlap. Amid this chaotic frenzy of life and death in what place can happiness be found?.
Descritores: Tecnologia
Ética
Felicidade
-Mitologia/psicologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 203 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692725
Autor: Torrano, Jaa.
Título: A noção mítica de Kháos na Teogonia de Hesíodo / The mythical notion of Khaos in Hesiod's Theogony
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):29-38, jul. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Sobre a noção mítica de Caos se formulam e se analisam três questões, a saber, 1) em que e 2) por que 3) o que se lê no livro O universo, os deuses, os homens de Jean-Pierre Vernant se distingue e difere do que se pode ler no texto da Teogonia de Hesíodo?.

On the mythical notion of Khaos, we can ask three questions: 1) in which and 2) why 3) what can be read in the book L'univers, les dieux, les hommes by Jean-Pierre Vernant is distinct and different from what can be read in Hesiod's Theogony?.
Descritores: Pensamento
Mundo Grego
-Guerra/psicologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 203 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-692724
Autor: Tognolli, Dora; Vergueiro, Francisca Vieitas.
Título: Entrevista com Rodrigo Naves / Interview with Rodrigo Naves
Fonte: Ide (São Paulo);35(54):19-28, jul. 2012.
Idioma: pt.
Descritores: Filosofia
Arte
Psicanálise
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 21 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde