Base de dados : LILACS
Pesquisa : Psicologia: Reflexão e Crítica - LILACS
Referências encontradas : 1342 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 135 ir para página                         

  1 / 1342 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-763122
Autor: Gondim, Sonia Maria Guedes; Pereira, Cícero Roberto; Hirschle, Ana Lúcia Teixeira; Palma, Emanuel M. Silva; Alberton, Gisele Debiasi; Paranhos, Juliana; Santana, Vitor; Ribeiro, Wilma Raquel Barbosa.
Título: Evidências de validação de uma medida de características pessoais de regulação das emoções / Validation evidences of a measure of personal characteristics of emotional regulation
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(4):659-667, out.-dez. 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: ResumoEste artigo apresenta o Emotion Regulation Profile(ERP) como um instrumento para medir diferenças individuais na regulação de emoções. O ERP é constituído por 15 cenários que apresentam situações características de eventos da vida cotidiana desprazerosos (nove cenários) ou prazerosos (seis cenários). Cada cenário avalia a quantidade de respostas adaptativas/funcionais e desadaptativas/disfuncionais dos participantes. O instrumento foi aplicado a uma amostra de 686 pessoas entre 18 e 51 anos de idade. A amostra foi sudividida em dois grupos de 343 participantes para procedimentos de análises fatoriais exploratórias e confirmatórias. Os resultados da análise de componentes principais (primeira amostra) corroborou a estrutura bifatorial identificada no estudo original da medida, isto é, um fator de regulação das emoções negativas (down regulation) e um fator de regulação das emoções positivas (up regulation). Além disso, um conjunto de análises fatoriais confirmatórias (segunda amostra) mostrou que a estrutura bifatorial proposta teve um bom ajustamento aos dados. Por fim, foi possível propor uma versão reduzida do ERP com seis cenários (três que descrevem situações desprazerosas e três prazerosas) para avaliar adequadamente as diferentes estratégias usadas pelas pessoas na regulação de suas emoções.

AbstractThis article presents the Emotion Regulation Profile (ERP) as an instrument for measuring individual differences in the regulation of emotions. The ERP consists of 15 vignettes that portray everyday life situations describing pleasant (nine vignettes) and unpleasant (six vignettes) events. Each vignette assesses the number of adaptive/functional and maladaptive/dysfunctional responses chosen by the participants. The instrument was administered to a sample of 686 people between the ages of 18 and 51. The sample was divided into two groups of 343 participants each so that exploratory and confirmatory factor analysis could be conducted. Results from the principal component analysis (first sample) corroborated the bifactorial structure identified in the original study of the measure, that is, a regulation of negative emotion factor (down regulation) and a regulation of positive emotion factor (up regulation). Furthermore, a set of confirmatory factor analysis (second sample) revealed that the proposed bifactorial structure showed good fit indices. Finally, it was possible to propose a reduced version of the ERP with six vignettes (three describing pleasant events and three describing unpleasant events) to adequately assess the different strategies people use when regulating their emotions.
Descritores: Inquéritos e Questionários
Reprodutibilidade dos Testes
Emoções
Individualidade
-Psicometria
Brasil
Análise Fatorial
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-763116
Autor: Silva, Thaciana Araujo da; Cavalcante, Lilia Iêda Chaves.
Título: Habilidades sociais e características pessoais em escolares de Belém / Social skills and personal features at Belém students
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(4):850-858, out.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo relacionou a frequência da emissão de reação socialmente habilidosa, não-habilidosa passiva e não-habilidosa ativa às variáveis da criança (sexo, idade, condições clínicas). Participaram 57 meninos e 52 meninas, entre seis e 12 anos. O Questionário de Caracterização da Criança (QCC) levantou informações sobre sexo, idade e condições clínicas e o Inventário Multimídia de Habilidades Sociais de Crianças (IMHSC-Del Prette) avaliou as habilidades sociais, respondidos pelos cuidadores e escolares, respectivamente. Utilizou-se os testes U de Mann-Whitney, o coeficiente de correlação de Pearson e o teste t para análises dos dados. Os resultados indicaram: (a) diferenças significativas na adequação das reações habilidosas e não-habilidosas (p < 0,001); (b) aumento do repertório de habilidades sociais conforme o avançar dos anos (p < 0,001); e (c) meninas apresentaram mais frequência de habilidades sociais que meninos (p = 0,040). Não houve associações significativas entre habilidades sociais e condições clínicas (p = 0,539). Verificou-se que sexo e idade podem interferir na presença e desempenho de repertório socialmente habilidoso. Sugerem-se outras técnicas de avaliação que complementem os dados investigados e possibilitem intervenções futuras para amostras semelhantes. (AU)

This study linked the emission frequency of socially skilled reaction, unskilled passive reaction and unskilled active reaction to the child's variables (gender, age, medical conditions). Participated 57 boys and 52 girls between six and 12 years old. The Child Characterization Questionnaire (QCC) collected data on sex, age and clinical conditions and the Social Skills of Children Multimedia Inventory (IMHSC-Del Prette) evaluated social skills answered by caregivers and students, respectively. It is used the Mann-Whitney U test, Pearson's correlation coefficient and the t test were used for data analysis. The results indicated: (a) significant differences in the adequacy of skilled and unskilled reactions (p < .001); (b) increase in social skills repertoire as the years advance (p< .001); (c) higher frequency of social skills in girls than in boys (p = .040).There were no significant associations between social skills and clinical conditions (p = .539). The study observed that gender and age may interfere with the presence and performance of socially skilled repertoire. Other evaluation techniques may be suggested to complement the investigated data and allow for future interventions to similar samples. (AU)
Descritores: Nível de Saúde
Fatores Etários
Caracteres Sexuais
Habilidades Sociais
-Estudantes
Cuidadores
Ensino Fundamental e Médio
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-763112
Autor: Gaspar, Tânia; Tomé, Gina Quinas; Simões, Celeste; Matos, Margarida Gaspar de.
Título: Estratégias de auto-regulação em pré-adolescentes e adolescentes: versão portuguesa do TESQ-E / Self-regulatory strategies in pre-adolescents and adolescents: portuguese version of TESQ-E
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(4):649-658, out.-dez. 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: 7º Programa Quadro/Comunidade Europeia.
Resumo: ResumoA auto-regulação tem um papel fundamental no comportamento alimentar em crianças e adolescentes face às "tentações" do ambiente. O Tempest Self-Regulation Questionnaire for Eating (TESQ-E; www.tempestproject.eu) é um instrumento de medida da auto-regulação transcultural que foi construído, traduzido e adaptado em nove países europeus, no âmbito do Projeto TEMPEST. Este artigo tem como objetivo o estudo da validação da versão Portuguesa do instrumento. Participaram da amostra 1200 pré-adolescentes e adolescentes Portugueses, com média de idades de 12,5 anos (DP=1,61), entre os nove e os 17 anos de idade, 48,3% rapazes, de diferentes níveis de escolaridade 5º ano (16,8%), 6º ano (19,8%), 7º ano (30,8%), 8º ano (17,8%) e 9º ano (14,9%). A versão portuguesa do instrumento demonstrou boas propriedades métricas, e confirmou a estrutura factorial da versão original: três dimensões, que incluem seis estratégias de auto-regulação, duas em cada dimensão. A dimensão mais popular foi a Manutenção de objectivos de alimentação saudável, e a menos popular, Mudança do sentido atribuído às tentações. Conclui-se que o TESQ-E é um instrumento confiável para estimar as estratégias de auto-regulação em crianças e adolescentes. Orientações psicométricas são apresentadas para a população portuguesa entre os nove e os 17 anos.

AbstractSelf-regulation plays a key role in the eating behavior of children and adolescents, while facing the environment "temptations". The Tempest Self-Regulation Questionnaire (TESQ-E; www.tempestproject.eu) is an instrument for measuring cross-cultural self-regulation. It has been constructed, adapted and translated into nine European Countries within the TEMPEST project. This article aims to study the validation of the Portuguese version of the instrument. The sample includes 1200 Portuguese pre-adolescents and adolescents, of average age 12.5 years (SD = 1.61) between nine and 17 years of age, 48.3% boys, from different educational grades: 5th grade (16.8%), 6th grade (19.8%), 7th grade (30.8%), 8th grade (17.8%) and 9th grade (14.9%). The Portuguese version of the instrument demonstrated good psychometric properties and kept the factor structure of the original version: three dimensions, which include six strategies for self -regulation, two in each dimension. The most popular dimension was Maintaining healthy eating objectives, and the less popular Change the meaning of temptation. The study concluded that the TESQ-E is a reliable instrument to estimate the self-regulation strategies in children and adolescents. Psychometric guidelines are presented to the Portuguese population aged nine to 17 years old.
Descritores: Inquéritos e Questionários
Reprodutibilidade dos Testes
Comportamento Alimentar/psicologia
Autocontrole/psicologia
-Portugal
Psicometria
Traduções
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-763111
Autor: Oliveira, Juliana Célia de; Barbosa, Altemir José Gonçalves.
Título: Escalas de sobre-excitabilidade: construção e evidências de validade baseadas no conteúdo e na estrutura interna / Overexcitability scales: construction, validity evidence based on content and on internal structure
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(4):668-677, out.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: ResumoEste estudo teve como objetivo desenvolver uma medida de sobre-excitabilidade (SE) - tendência para reagir intensa e sensivelmente a estímulos - e obter evidências de validade baseadas no conteúdo e na estrutura interna dessa medida. Para tanto, foram necessárias duas etapas de pesquisa. Na primeira, que detalha a construção das Escalas de Sobre-Excitabilidade (ESE), foram realizadas análises por juízes (N = 9) e aplicação piloto (N = 18). Estudantes do Ensino Fundamental (N =263) participaram da segunda etapa para verificação das propriedades psicométricas do instrumento. Obteve-se um conjunto de cinco escalas que avaliam cinco padrões de SE (Psicomotor, Sensorial, Imaginativo, Intelectual e Emocional). Observou-se alta concordância entre os juízes e a aplicação piloto foi bem sucedida. Os valores de consistência interna das escalas foram considerados adequados. A maioria dos itens apresentou correlação item-total aceitável. Estruturas multidimensionais foram observadas nos padrões Psicomotor, Sensorial e Emocional nas análises fatoriais confirmatórias. Bons índices de ajustes para os modelos testados foram obtidos. Esses resultados constituem evidências de validade baseadas no conteúdo e na estrutura interna para as ESE. Portanto, a medida possui propriedades psicométricas iniciais adequadas.

AbstractThis study aimed to develop a measure of overexcitability (OE) - tendency to react intensely and sensitively to stimuli - and obtain validity evidences based on the content and internal structure of this measure. For this, two phases of research were necessary. In the first phase, which details the construction of Overexcitability Scales (OS), analysis by judges (N=9) and pilot application (N=18) were performed. Elementary school students (N=263) participated in the second phase to verify the psychometric properties of the instrument. A set of five scales that assess five OE patterns (Psychomotor, Sensual, Imaginative, Intellectual and Emotional) was obtained. There was high correlation among the judges and the pilot application was successful. The internal consistency values of the scales were considered adequate. Most items showed acceptable item-total correlation. Multidimensional structures were observed in Psychomotor, Sensual, and Emotional patterns in the confirmatory factor analyzes. Good indexes of adjustment to the models tested were obtained. These results constitute validity evidence based on content and internal structure to the OS. Therefore, the measure has appropriate initial psychometric properties.
Descritores: Criança Superdotada/psicologia
Inquéritos e Questionários
Reprodutibilidade dos Testes
-Psicometria
Estudantes
Ensino Fundamental e Médio
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-751995
Autor: Silva, Cristina; Almeida, Tiago.
Título: Programas de intervenção de escritas inventadas: comparação de uma abordagem transmissiva e construtivista / Invented spelling training programs: comparing knowledge-transmission model and the constructivist model of learning
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(3):613-622, Jul-Sep/2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objectivo deste estudo é comparar programas de intervenção de escritas inventadas de natureza construtivista ou transmissiva. Participaram nesta investigação 78 crianças de idade pré-escolar, cujas escritas não representavam ainda os sons, tendo sido distribuídas por cinco grupos, quatro experimentais e um de controlo, equivalentes quanto à idade, inteligência, número de letras conhecidas e consciência fonológica. Entre o pré e o pós teste, as crianças dos grupos experimentais participaram num programa de intervenção de escritas inventadas de natureza construtivista ou transmissiva, manipulando-se ainda variáveis relacionadas com as características das palavras de treino e o tipo de instruções. Só se verificou uma evolução significativa da qualidade das escritas inventadas nas crianças que participaram nos programas de intervenção de natureza construtivista.

The aim of this study was to compare two intervention programs of invented spelling, a constructivist and a knowledge-transmission one. Participants were 78 pre-school children, whose invented spelling did not represent any sounds, distributed into five groups, four experimental and a control one with equivalent age, intelligence, number of known letters and phonological awareness. Between the pre-and post-test, children from experimental groups participated in an intervention program of invented spelling (constructivist or knowledge transmission), and there were manipulated variables related to the characteristics of the training words and the type of instructions. There has been significant evolution in the quality of invented spelling only in children who participated in the constructivist intervention programs.
Descritores: Medidas, Métodos e Teorias
Educação Infantil
Escrita Manual
Aprendizagem
-Conhecimento
Limites: Seres Humanos
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-752007
Autor: Huziwara, Edson Massayuki; Silva, Marcelo José Machado; Perez, William Ferreira; Tomanari, Gerson Yukio.
Título: Analyzing the stimulus control acquisition in simple discrimination tasks through eye movement / Análise da aquisição de controle de estímulos em tarefas de discriminação simples por meio do movimento dos olhos
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(3):603-612, Jul-Sep/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: In order to investigate whether simultaneous or successive presentation of stimuli is related to the duration of eye fixation (i.e., the time spent gazing a specific stimulus), this study described the eye movements of young adults in simultaneous and successive simple discrimination tasks. Using 12 landscape scenes as visual stimuli, three participants were exposed to a simple discrimination training with simultaneously presented stimuli (Si Procedure) and then to a second simple discrimination training with successively presented stimuli (Su Procedure). Another three participants were exposed to the Procedure in the opposite order. In both cases, the learning criterion was that at least 90% of the responses should be correct in one block. Eye movements were recorded during the whole experiment. Participants achieved the learning criteria in both procedures. Beyond that, eye fixation time in the Su Procedure was higher than in the Si Procedure, regardless of the training sequence. Taken together with previous results in different experiments, our findings suggest that the duration of eye fixation plays a central role in the establishment of different stimulus control topographies.

Com o objetivo de investigar se a apresentação simultânea ou sucessiva de estímulos estaria relacionada com a duração da fixação do olhar (i.e., o tempo gasto fixando um estímulo específico), este estudo descreveu os movimentos dos olhos de adultos em tarefas de discriminação simples simultâneas e sucessivas. Utilizando 12 cenas de paisagens como estímulos visuais, três participantes foram expostos a um treino de discriminação simples com estímulos apresentados simultaneamente (Procedimento Si) e, em seguida, a um segundo treino de discriminação simples com estímulos apresentados sucessivamente (Procedimento Su). Outros três participantes foram expostos ao Procedimento em ordem inversa. Em ambos os casos, uma concentração mínima de 90% das respostas ao estímulo correto, em um mesmo bloco, definia a aquisição da discriminação. Os movimentos dos olhos foram registrados durante todo o experimento. Participantes atingiram os critérios de aquisição da discriminação em ambos os procedimentos. Além disso, o tempo de fixação do olhar no Procedimento Su foi maior do que no Procedimento Si, independentemente da sequência de treino. Considerados em conjunto com resultados prévios em diferentes experimentos, nossos dados sugerem que a duração da fixação do olhar exerce um papel central no estabelecimento de diferentes topografias de controle de estímulos.
Descritores: Discriminação (Psicologia)
Movimentos Oculares
Fixação Ocular
Limites: Seres Humanos
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-752005
Autor: Sousa, Lorena de Medeiros; Paracampo, Carla Cristina Paiva; Albuquerque, Luiz Carlos.
Título: Efeitos de histórias experimentais e de justificativas sociais sobre o comportamento de seguir regras / Effects of experimental stories and social justifications on rule following behavior
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(3):583-592, Jul-Sep/2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo avaliou o efeito de justificativas sobre o comportamento de seguir regras, quando foi construída uma história de reforço para não seguir regra. Dez crianças foram expostas a um procedimento de escolha segundo o modelo, cuja tarefa era tocar um de dois estímulos de comparação na presença de um estímulo contextual. Nas Condições I e II, as Fases 1, 2 e 4 eram iniciadas com a apresentação de instruções discrepantes das contingências programadas, cujo comportamento de segui-las produzia perda de fichas. Na Fase 3 era apresentada uma instrução correspondente com uma justificativa para seguir a instrução que produzia perda de fichas. A Condição I diferia da Condição II apenas com relação ao tipo de justificativa apresentada na Fase 3. Na Condição I era apresentada uma justificativa para ajudar crianças carentes e na Condição II uma justificativa que envolvia a aprovação do experimentador. O comportamento de nove dos 10 participantes ficou sob o controle da história de reforço para o não seguir instrução e das consequências imediatas produzidas pelo comportamento de não seguir instruções; o comportamento de um participante ficou sob o controle da justificativa para seguir a instrução correspondente.

The effect of justifications on rule-following behavior after a history of reinforcement for not following rules was evaluated. Ten children were submitted to a matching to sample procedure such as the task was to touch one of two comparison stimuli in the presence of a contextual stimulus. In Conditions 1 and 2, the Phases 1, 2, and 4 begun with the presentation of an instruction that was discrepant to the contingencies; following the rule lead to the loss of tokens. In Phase 3 it was presented an instruction corresponding to the contingencies, with a justification for following the instruction that lead to the loss of tokens. The difference of Conditions 1 and 2 was only regarding to the justification presented in Phase 3. The justification presented in Condition 1 was "to help poor children" and in Condition 2 a justification regarding experimenter's approval. The behavior of 9 out of 10 participants was under control of the experimental history of reinforcement for not following instructions and of the immediate consequences produced by the behavior of not following instructions; the behavior of one participant was under control of the justification for following the corresponding instruction.
Descritores: Reforço (Psicologia)
Controle Comportamental/psicologia
Narração
-Análise de Consequências
Limites: Seres Humanos
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Maluf, Maria Regina
Texto completo
Id: lil-751989
Autor: Sargiani, Renan de Almeida; Maluf, Maria Regina; Bosse, Marie-Line.
Título: O papel da amplitude visuoatencional e da consciência fonêmica na aprendizagem da leitura / The role of visual attention span and phonemic awareness in learning to read
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(3):593-602, Jul-Sep/2015. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CNPq; . FAPESP.
Resumo: Este estudo objetivou verificar as relações entre amplitude visuoatencional (AVA), consciência fonêmica (CF) e desempenho em leitura em uma amostra de 48 alunos de 1º, 3º e 5º anos do ensino fundamental de uma escola pública de São Paulo. As crianças foram avaliadas em três sessões em tarefas de leitura de palavras isoladas, AVA, CF, inteligência não verbal, memória fonológica e limiar de identificação de letras. Os resultados indicam que a AVA e a CF se relacionam com a leitura desde o 1º até o 5º ano e que essas relações são mais fortes no 1º ano, mas continuam tendo um papel relevante no 3º ano e no 5º ano, principalmente na leitura de pseudopalavras e palavras irregulares.

This study aimed to verify the relationship between visual attention span (VAS), phonemic awareness (PA) and reading performance in a sample of 48 students from the 1st, 3rd and 5th grade from a public elementary school in Sao Paulo. Children were assessed in three sessions through a battery of tasks, which included single word reading, VAS, PA, nonverbal intelligence, phonological memory and letter identification threshold. Results showed that the VAS and PA correlated with performance in reading from 1st to 5th grade, and they play a more important role at 1st grade, but remain relevant in 3rd and 5th grade, especially in the reading of nonwords and irregular words.
Descritores: Leitura
Atenção
Conscientização/fisiologia
Fonética
-Estudantes
Ensino Fundamental e Médio
Escolaridade
Desenvolvimento da Linguagem
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1342 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-763118
Autor: Saraiva, Renan Benigno; Gastal, Camila Azevedo; Campelo, Gabriela; Iglesias, Fabio.
Título: Escala de urgência com o tempo e ocupação constante: adaptação, validade e versão reduzida / Time urgency and perpetual activation scale: adaptation, validity and a short-version
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(4):639-648, out.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: ResumoCada indivíduo possui um repertório de estratégias e maneiras de lidar com o tempo, diferenciando-se na urgência com que realiza suas tarefas e na quantidade de compromissos a que se submete. Alguns instrumentos foram propostos para acessar tais diferenças individuais em relação ao tempo, destacando-se a Time Urgency and Perpetual Activation Scale (TUPA), que acessa níveis de urgência com o tempo e ativação constante. Neste trabalho são descritas a adaptação e as evidências de validade da TUPA para o contexto brasileiro, assim como a proposta de uma versão reduzida. A escala traduzida foi submetida por meio de formulários online a 395 participantes (71,4% mulheres), com idades de 17 a 64 anos (M = 25,36, DP = 8,65). Análises fatoriais exploratórias e confirmatórias apontaram uma nova estrutura bifatorial, com boas propriedades psicométricas, envolvendo um fator de urgência com o tempo e outro relacionado a ocupações, nomeada como Escala de Urgência com o Tempo e Ocupação Constante (UTOC). Conclui-se que a UTOC apresentou boas evidências de validade de construto, incluindo validade convergente com medidas robustas de ansiedade e estresse.

AbstractEach individual has a repertoire of strategies for dealing with time, differentiating themselves in terms of levels of urgency when performing tasks and the number of appointments they are committed to. A few instruments have been developed to access these individual differences concerning time, notably the Time Urgency and Perpetual Activation Scale (TUPA), which measures levels of time urgency and perceptual activation. This paper describes a translated and adapted TUPA for the Brazilian context, and proposes its short-version. The translated scale was submitted as part of an online survey to 395 participants (71.4% female), ranging in age from 17 to 64 years (M = 25.36, SD = 8.65). Exploratory and confirmatory factor analyses suggested a new bifactorial solution with good psychometric properties, involving a time urgency dimension and another related to occupations, named Time Urgency and Constant Ocupation Scale (UTOC). The UTOC showed good evidence of construct validity, as well as appropriate levels of convergent validity with robust measures of anxiety and stress.
Descritores: Psicometria
Tempo
Inquéritos e Questionários
Reprodutibilidade dos Testes
-Ansiedade
Percepção do Tempo
Traduções
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1342 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-752001
Autor: Oliveira, Helena Mendes; Albuquerque, Pedro Barbas de.
Título: Mecanismos explicativos das falsas memórias no paradigma DRM / Explanatory mechanisms of false memories in DRM paradigm
Fonte: Psicol. reflex. crit;28(3):554-564, Jul-Sep/2015.
Idioma: pt.
Resumo: Neste artigo apresenta-se uma revisão da literatura sobre as principais teorias e mecanismos explicativos da ocorrência de falsas memórias no paradigma Deese-Roediger-McDermott (DRM). São também apresentados dados de artigos empíricos que suportam cada uma das teorias, e discutidas as suas implicações para a compreensão deste fenômeno. Historicamente, as primeiras explicações teóricas centravam-se no conceito de associação para explicar as intrusões em tarefas de memória. Mais tarde, o conceito de ativação assumiu grande relevância para explicar a ocorrência de memórias falsas no paradigma DRM. Contudo, o conceito de ativação revelou-se insuficiente para explicar alguns resultados descritos por vários autores. Assim, junto com os mecanismos de ativação, as duas grandes teorias explicativas (teoria de ativação e monitoramento e teoria do traço difuso) consideram a existência de mecanismos de monitoramento ou controle. Os mecanismos de monitoramento permitem explicar a diminuição ou o desaparecimento das memórias falsas em algumas condições experimentais. Apesar de serem diferentes, as visões de ambas as teorias não são inconciliáveis e talvez sejam necessárias para a integral compreensão das falsas memórias no paradigma DRM. Assim, propõe-se a adoção de uma abordagem teórica que integre contributos das duas teorias.

This literature review explores the major theories and explanatory mechanisms in the occurrence of false memories in the Deese-Roediger-McDermott paradigm (DRM). This study presents data from empirical studies that support each of the theories and discusses their implications for understanding false memories. Historically, the first theories explaining false memories focused on the concept of association in order to explain intrusions in memory tasks. Later on, the concept of activation received greater importance in explaining false memories in the DRM paradigm. However, activation by itself is insufficient to explain all the results described by several authors. Therefore, the two current major theories that explain false memories in the DRM paradigm (activation monitoring theory and fuzzy trace theory) consider the existence of monitoring or control mechanisms, together with activation mechanisms. These monitoring mechanisms, which operate in opposite direction to activation mechanisms, explain the decrease or disappearance of false memories under certain circumstances. Although different, activation monitoring and fuzzy trace theories have reconcilable perspectives and may be both necessary for a comprehensive understanding of false memories in the DRM paradigm. Thus, we propose the adoption of a theoretical approach that integrates contributionsfrom both theories.
Descritores: Teoria Psicológica
Memória
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 135 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde