Base de dados : LILACS
Pesquisa : Aletheia (todos os anos) - LILACS
Referências encontradas : 449 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 45 ir para página                         

  1 / 449 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740998 LILACS-Express
Autor: Anderle, Paula; Souza, Bianca Belmonte de; Julião, Gésica Graziela; Millão, Luzia Fernandes; Santos, Claisson Jodel dos; Monteiro, Jecimara Aparecida da Silva.
Título: Perfil dos pacientes assistidos pela residência integrada em saúde: um olhar humanizado na assistência domiciliar / Profile of patients assisted by residence integrated in health: a humanized look at the home care assistance
Fonte: Aletheia;(41):164-173, maio-ago. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo visa identificar o perfil dos usuários que necessitam de assistência domiciliar por uma equipe de Estratégia de Saúde da Família. Estudo descritivo analítico, transversal com abordagem quantitativa, desenvolvido em uma região denominada área 26, na Unidade Básica de Saúde (UBS) União, Bairro Mathias Velho, Município de Canoas/RS. Participaram desta pesquisa 33 usuários incluídos no programa de assistência domiciliar. A média de idade foi de 68,9 anos; 55% dos participantes são do gênero feminino e 45% do masculino. Quanto às morbidades apresentadas, o maior índice (81,81%) foi a má adesão ao tratamento. Quando relacionada à hipertensão arterial sistêmica (HAS), verificou-se significância (p= 0,018), apontando que 59,3% dos pacientes com HAS tem dificuldade em aderir ao tratamento. Através destes resultados, foi possível uma intervenção multiprofissional voltada para a melhoria da qualidade de vida desses usuários de forma integral, resultando em maior adesão e aceitação ao tratamento.(AU)

This study aims to identify the profile of the users who need home care by a team of the Family Health Strategy. Analytical-descriptive and cross-sectional study with a quantitative approach, developed in a region known as Area 26, in Basic Health Unit União, in Mathias Velho neighborhood, in Canoas/RS. 33 users participated in this study and were included in the home care program. The mean age was 68.9 years, 55% of participants are female and 45% male. As regards comorbidities presented the highest rate (81.81%) was the poor treatment adherence. When related to systemic arterial hypertension (SAH), there was significant score (p = 0.018), indicating that 59.3% of patients with SAH have difficulty adhering to treatment. Using these results, it was possible a multidisciplinary intervention to improve the quality of life of users in full, resulting in greater acceptance and adherence to treatment.(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  2 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740989
Autor: Jesus, Luciana Oliveira de; Scarparo, Helena Beatriz K; Lermen, Helena Salgueiro.
Título: Desafios profissionais no campo da saúde no sistema prisional: dilemas na interface entre a saúde e a segurança / Professional challenges in the field of health in the penitentiary system: dilemmas in the interface between health and security
Fonte: Aletheia;(41):39-52, maio-ago. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo, situado no campo da saúde no sistema prisional do Rio Grande do Sul, tem como objetivo conhecer experiências de profissionais de saúde que atuam em equipes de saúde prisional e os desafios por eles enfrentados para efetivar ações de saúde dentro de um espaço que prioriza práticas punitivas. Foram realizadas oito entrevistas narrativas com profissionais de saúde prisional. As análises foram desenvolvidas pelo modelo de Schütze. Como resultados, foi possível constatar que a formação acadêmica da maioria dos profissionais estava voltada para o SUS e grande parte teve experiências no campo das políticas públicas antes de trabalhar nas prisões. Os participantes também mostraram os dilemas da relação entre as equipes de segurança e da saúde e as estratégias utilizadas para garantir a realização de ações de saúde. Assim, o estudo evidenciou interlocuções e divergências entre saúde e segurança no contexto das políticas de saúde dentro das prisões.(AU)

This study, related to the field of health in the Rio Grande do Sul penitentiary system, is aimed at learning more about the experiences of health professionals that act on prison health teams and the challenges faced by them in making health initiatives effective within a space that enforces punitive actions. Eight narrative interviews were conducted with penitentiary health professionals. The analyses were developed according to the Schütze model. As results, it was shown that the academic formation of the majority of professionals was geared towards SUS (Single Health System) and that most had field experience in the area of public policies prior to working in prisons. Participant also showcased the dilemmas involved in relationships between the security and health teams and the strategies used to ensure the implementation of health initiatives. Thus, the study showed differences and dialogues between health and safety in the context of health policies within prisons.(AU)
Descritores: Prisões
Saúde Pública
Pessoal de Saúde
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  3 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740988
Autor: Passos, Eduardo; Palombini, Analice de Lima; Campos, Rosana Onocko; Rodrigues, Sandro Eduardo; Melo, Jorge; Maggi, Paula Milward; Marques, Cecília de Castro e; Zanchet, Lívia; Cervo, Michele da Rocha; Emerich, Bruno.
Título: Autonomia e cogestão na prática em saúde mental: o dispositivo da gestão autônoma da medicação (GAM) / Autonomy and co-management in mental health practice: the autonomous medication management device (AMM)
Fonte: Aletheia;(41):24-38, maio-ago. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo aborda a articulação entre autonomia e cogestão nas práticas em saúde mental no Brasil, baseado em estudo multicêntrico. Tal estudo objetivou a elaboração do Guia Brasileiro da Gestão Autônoma da Medicação (Guia GAM-BR), com base na tradução e adaptação do Guia GAM desenvolvido no Quebec - instrumento dirigido a pessoas com transtornos mentais graves. Uma primeira versão do Guia GAM traduzida e adaptada ao contexto brasileiro foi utilizada em Grupos de Intervenção (GI) com usuários de serviços de saúde mental nos campos da pesquisa. A construção da versão final do Guia GAM brasileiro incluiu as modificações propostas pelos GI em cada campo, debatidas em reuniões multicêntricas com a participação de pesquisadores, trabalhadores e usuários integrantes dos GI. No curso da pesquisa, a estratégia GAM assumiu o desafio de propor-se como prática cogestiva, compatibilizando exercício da autonomia, direito e protagonismo dos usuários com o funcionamento e cultura organizacional das instituições de saúde mental.(AU)

The present paper discusses the relation of autonomy and co-management on Brazil´s mental health practices following a previous multicenter approach. That approach aimed at translating, adapting, and testing in Brazil the Autonomous Medication Management Guide (AMMG), a Canadian tool directed for people with severe mental disorders. A first version of the AMMG, translated and adapted to the Brazilian context, was applied through Intervention Groups (IGs) of mental health users at each research center. Resulting on a final version of the Brazilian AMMG including modifications discussed in multicenter meetings where researchers, workers, and users of the IGs attended. The AMM strategy has therefore taken the challenge to propose itself as a co-management mental health practice, combining exercise of autonomy, rights and role of the users with the operation and organizational culture of mental health institutions.(AU)
Descritores: Saúde Mental
Gestão em Saúde
Consórcios de Saúde
-Direito à Saúde
Saúde Pública
Administração em Saúde
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  4 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740987
Autor: Lellis, Martin de.
Título: Salud mental en la agenda de las politicas públicas de salud / Saúde mental na agenda da política de saúde pública
Fonte: Aletheia;(41):8-23, maio-ago. 2013.
Idioma: es.
Resumo: La promulgación de la Ley Nacional de Salud Mental se inscribe en un proceso de recientes transformaciones políticas acontecidas en Argentina. El presente trabajo se propone caracterizar el proceso de institucionalización asociado al modelo asilar, una reflexión en torno a la adecuación del conocimiento epidemiológico en salud mental producido en las últimas décadas y de la formación de recursos humanos para dar respuesta a las demandas del nuevo paradigma. Seguidamente se exponen propuestas que se enmarcan en el nuevo escenario: a) La organización de una red de servicios que sustituya al paradigma asilar; b) El fortalecimiento de la visión epidemiológica que permita la formulación de prioridades y la toma de decisiones; c) La adopción de lineamientos para la gestión y formación de los recursos humanos en salud mental.(AU)

A promulgação da Lei Nacional de Saúde Mental é parte de um processo de mudanças políticas recentes ocorreram na Argentina. O presente trabalho tem como objetivo caracterizar o processo de institucionalização associado com o modelo de asilo, uma reflexão sobre a adequação do conhecimento epidemiológico em saúde mental ocorreu nas últimas décadas e da formação de recursos humanos para atender às demandas do novo paradigma. Aqui, as propostas que se enquadram no novo cenário são as seguintes: b) Fortalecimento da abordagem epidemiológica que permita a formulação de prioridades e tomada de decisão: a) A organização de uma rede de serviços para substituir o paradigma isolado c) Adopção de orientações para a gestão e formação de recursos humanos na área da saúde mental.(AU)
Descritores: Direito à Saúde
Saúde Mental
Institucionalização
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  5 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-741000 LILACS-Express
Autor: Vivian, Aline Groff; Rocha, Claudia Corrêa da; Oliveira, Josieli Freitas de; Agra, Kátia Pereira; Muhlen, Mara Cristiane von; Agostini, Luciane.
Título: "Vamos conversar sobre seu filho?": relato de experiência de intervenção em grupo na comunidade / "Let's talk about your child?": experience report on group intervention in the community
Fonte: Aletheia;(41):185-192, maio-ago. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Ações de prevenção e promoção à saúde são realizadas com o intuito de ampliar o acesso integral de moradores de uma comunidade através de sua participação em diferentes atividades. Esse relato de experiência tem como objetivo apresentar um trabalho de intervenção psicossocial em grupo de pais, em uma comunidade na Região Metropolitana de Porto Alegre. Foram realizados 17 encontros, entre julho e dezembro de 2013, conduzidos por acadêmicas de Psicologia e supervisionadas por professora psicóloga. Participaram dos grupos 118 pais e familiares, com idades a partir de 25 anos. A duração dos encontros foi, em média, de 90 minutos, com frequência quinzenal. Temas ligados às conflitivas do desenvolvimento infantil e da adolescência e os desafios da criação dos filhos foram discutidos. Os resultados foram analisados à luz da literatura, a partir das repercussões da intervenção para os pais e cuidadores. Destacou-se o benefício da troca de experiências e informações entre os participantes. O trabalho em grupo ofereceu orientações de forma preventiva quanto às questões ligadas aos conflitos familiares inerentes ao desenvolvimento dos filhos, com destaque para a promoção da saúde e da qualidade de vida dos participantes.(AU)

Prevention and health promotion interventions are carried out in order to extend the full access of residents of a community through their participation in different activities. This experience report aims to present a psychosocial intervention group of parents in a community of Porto Alegre Metropolitan Region. Seventeen meetings were performed between July and December 2013, conducted by Psychology students and supervised by a professor psychologist. The participants totalized 118 parents and family members, aged from 25 years on. The meetings lasts on average 90 minutes, with fortnightly basis. Topics related to conflicts on child and adolescent development and the challenges of parenting were discussed. The results were analyzed according to the literature, considering the impact of the intervention for parents and caregivers. The author's emphasized the benefit of the exchange of experiences and information among participants. Group work preventively offered guidance on issues related to family conflicts inherent to human development, emphasising health promotion and the life quality of the participants.(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  6 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740999 LILACS-Express
Autor: Melo-de-Aguiar, Aline; Aguiar, Talita Maria Nunes de; Seidl-de-Moura, Maria Lucia; Mendes, Deise Maria Leal Fernandes.
Título: Atendimento psicoeducativo em grupo para mulheres no pós-parto: relato de experiência / Psychoeducational assistance group for women in the postpartum period: an experience report
Fonte: Aletheia;(41):174-184, maio-ago. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Este relato de experiência tem por objetivo abordar uma metodologia de atendimento psicoeducativo em grupo para mulheres no pós-parto de bebês nascidos a termo e prematuros baseada na prática em psicologia clínica de duas das autoras. O atendimento em grupo de mães tem como bases teóricas a Psicologia Evolucionista (PE) e a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC). A primeira fornece referencial conceitual para a compreensão do processo de desenvolvimento e do que é um bebê humano, e a segunda, a metodologia para o atendimento às mães. As mães relataram diminuição da ansiedade ao participarem dos grupos, bem como do sentimento de solidão por entenderem que suas angústias também aconteciam com outras mulheres. Esse é um estudo inicial, em que não foram aplicados instrumentos para uma avaliação mais objetiva da redução de ansiedade. Desse modo, estudos controlados precisam ser desenvolvidos para testar a validade da proposta de atendimento psicoeducativo no pós-parto.(AU)

The aim of this experience report is to approach a methodology of psychoeducational care in groups for postpartum women with term and preterm infants, based on both authors' clinical practice. The experience report is based on evolutionary psychology (EP) and cognitive behavioral therapy (CBT). The first provides a conceptual framework for understanding the development process and what a human baby is. The latter, the methodology employed to the care of the mothers. The mothers report a decrease in anxiety after taking part in the group, as well as, feeling less lonely as they learn that other women also suffer from similar anguish. This is an initial study and no instruments were used in order to verify objectively the anxiety reduction. Hence, controlled studies have to be developed as a means to observe the validity of psychoeducational care in the postpartum.(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  7 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Béria, Jorge Umberto
Texto completo
Id: lil-740997 LILACS-Express
Autor: Tietzmann, Daniela Cardoso; Béria, Jorge Umberto; Santos, Giovanna Miron dos; Mallmann, Daniela Avena; Trombini, Eliana Silva; Schermann, Lígia Braun.
Título: Prevalências de adesão à terapia antirretroviral e fatores associados em pacientes adultos de três centros urbanos do Sul do Brasil / Prevalence of adherence to antiretroviral therapy and associated factors in adult patients of three urban centers of southern Brazil
Fonte: Aletheia;(41):154-163, maio-ago. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Conhecer a prevalência e os fatores associados à adesão a terapia antirretroviral (TARV) em pacientes adultos atendidos no Serviço de Assistência Especializada aos portadores do HIV/Aids de três municípios do RS. MÉTODO: Estudo de delineamento transversal com coleta de dados através de questionários de dados sociodemográficos e referente ao esquema de tratamento; auto relato de medicamentos tomados; avaliações de problemas relacionados ao álcool (AUDIT); de transtornos psiquiátricos menores (SRQ-20) e do estado clínico no momento da entrevista. RESULTADOS: Foram entrevistados 453 pacientes dos quais 79,2% foram aderentes à TARV. Os homens apresentaram uma prevalência de adesão à TARV 37% maior em relação às mulheres. Os pacientes com estado clínico leve e moderado aderiram 18% mais do que os com estado clínico grave. CONCLUSÕES: As políticas de prevenção ao HIV/Aids devem considerar que a epidemia afeta homens e mulheres de forma heterogênea e que isto deve ser levado em conta para mobilizar, no paciente, o tratamento adequado.(AU)

OBJECTIVE: To determine the prevalence and associated factors to adherence in antiretroviral therapy (HAART) of adult patients treated at the Division of Specialized Care for HIV/Aids (SAE) of three cities in RS. METHODS: Cross-sectional multicenter study with data collected by a socio-demographic questionnaire with questions relative to the treatment regimen, self-report of medication taken and of minor psychiatric disorder (SRQ20), questionnaire Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT), and assessment of the clinical status at the time of the interview. RESULTS: A total of 453 adult patients with HIV/Aids and users of the SAE was interviewed and 79.2% were adherent to HAART. Men presented 37% more prevalence of adherence to HAART in relation to women and patients with low and moderate clinical status presented 18% times more prevalence of adherence to HAART in relation to patients with grave clinical status. CONCLUSIONS: Policies to prevent HIV/Aids must consider that the epidemy affects men and women unequally which should be understood to mobilize, in the patient, appropriate treatment.(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  8 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740996 LILACS-Express
Autor: Abrahão, Rafaela Carvalho; Godoy, Julia Almeida; Halpern, Ricardo.
Título: Automedicação e comportamento entre adolescentes em uma cidade do Rio Grande do Sul / Self-medication and behavior in adolescents from a city in Rio Grande do Sul
Fonte: Aletheia;(41):134-153, maio-ago. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Estudar o consumo de medicamentos e associações com variáveis sociodemográficas e comportamentais, bem como, os fármacos mais utilizados. MÉTODOS: Estudo transversal com escolares a partir da 5ª série. Os dados foram coletados através de um questionário com variáveis sociodemográficos e comportamentais, e a análise realizada utilizando-se o teste do qui-quadrado. RESULTADOS: 11,9% utilizavam regularmente medicamentos. 35,9% utilizaram medicação na semana anterior à aplicação do questionário, nos dois grupos tinha predomínio de meninas e consumo maior de álcool, seguido de drogas ilícitas e tabaco. CONCLUSÕES: A automedicação mostrou-se prevalente nas meninas maiores de 16 anos. Observou-se relação familiar quanto à indicação da mesma. Existem relações significativas quando se associa automedicação com álcool e drogas. O grupo de uso regular apresenta nível de escolaridade superior dos alunos e dos pais. Anti-histamínicos e medicações para doenças respiratórias foram mais utilizados regularmente, enquanto analgésicos, anti-inflamatórios e antitérmicos foram mais utilizados no recordatório da última semana.(AU)

OBJECTIVE: To study the consumption of drugs and associations with socio-demographic and behavioral variables, as well as, the most frequently used drugs. METHODS: Cross-sectional study with students from the 5th grade. Data were collected through a questionnaire with demographic and behavioral variables, the analysis was done by SPSS 18.0 and Chi - square test. RESULTS: 11.9 % used drugs regularly. 35.9 % used medication in the previous week to the questionaire in both groups had a predominance of girls and higher alcohol consumption, followed by illicit drugs and tobacco. CONCLUSIONS: Self-medication was found to be prevalent among girls with 16 years old. In observed family relationship as the indication of the same. There are significant positive associations with self-medication with alcohol and drugs abuse. Students and their families with regular use has higher education in comparison with the other group. Antihistamines and drugs for respiratory diseases were used more regularly, but analgesic, antiinflammatory and antipyretic were more prevalente in the last week recordatory.(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  9 / 449 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740995 LILACS-Express
Autor: Godoy, Julia Almeida; Abrahão, Rafaela Carvalho; Halpern, Ricardo.
Título: Autopercepção de dificuldades escolares em alunos do ensino fundamental e médio em município do Rio Grande do Sul / Self-perception of learning difficulties in students of elementary and high school in a city in Rio Grande do Sul
Fonte: Aletheia;(41):121-133, maio-ago. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve como objetivo investigar a autopercepção de áreas do desenvolvimento infantil que são relevantes no desempenho escolar e podem levar a dificuldades escolares em alunos do ensino fundamental e médio de um município do Rio Grande do Sul, bem como sua associação com repetência, sexo e nível de escolaridade dos pais. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com 1070 escolares. Os dados foram analisados através de estatística descritiva. Os resultados indicaram maior autopercepção de dificuldades escolares no sexo feminino. Também foi observada significância estatística nas correlações entre repetência, nível de escolaridade dos pais dos alunos e sexo. A partir dos resultados foi possível constatar que a autopercepção negativa pode ser determinante no desempenho dos alunos. Investigações sobre o tema são relevantes para o planejamento de intervenções no âmbito escolar.(AU)

This study aimed to investigate the self-perception of learning difficulties in students of elementary and high school in a city in Rio Grande do Sul, as well as its association with repetition, gender and level of parental education. Cross-sectional population-based study comprising 1070 students. Data were analyzed through descriptive statistics. The results indicated a higher perception of learning difficulties in women. Significance was also observed in correlations between repetition, parents education level and students gender. From the results it can be concluded that research on this issue are relevant for planning interventions in the school setting. Negative self-perception can be determinant in student performance.(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  10 / 449 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740994 LILACS-Express
Autor: Vanzin, Rafaela; Aerts, Denise; Alves, Gehysa; Câmara, Sheila; Palazzo, Lilian; Elicker, Eliane; Evangelista, Leila Aparecida; Neto, Manoel L.
Título: Vida sexual de adolescentes escolares da rede pública de Porto Velho-RO / Sex life of school adolescents from Porto Velho-RO
Fonte: Aletheia;(41):109-120, maio-ago. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Estudar a prevalência de início de vida sexual (IVS) e seus fatores associados em escolares do 8º ano da rede pública de Porto Velho-RO, em 2010. MATERIAL E MÉTODOS: estudo transversal com amostra representativa de 996 escolares analisada com teste T Student e regressão de Cox. RESULTADOS: a prevalência de IVS foi 25,5%. O IVS associou-se com sexo, idade, prática de atividades físicas, consumo de álcool, tabaco e drogas, falta às aulas sem o conhecimento dos pais, sentimento de tristeza e planejamento suicida. Os jovens que referiram que seus pais os entendem, que sabem onde estão no seu tempo livre e sentem discriminação apresentaram menos início de vida sexual. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A escola deve discutir com seus alunos questões referentes à sexualidade e a estilos de vida saudáveis o mais precocemente possível, a fim de prepará-los para sua iniciação sexual e uma vida com mais qualidade.(AU)

OBJECTIVE: To study the prevalence of the beginning of sexual life (IVS) and related factors in school adolescents on the 8° year of the public school in Porto Velho-RO in 2010. MATERIAL AND METHODS: Transversal study with a representative sample of 996 school analyzed with t-Student test and Cox Regression. RESULTS: The prevalence of IVS was 25.5%. The IVS is associated with age, physical activity, alcohol, tobacco and drugs consumption, missing school without their parents' knowledge, sadness and suicidal plans. The adolescents, who reported that their parents understand them, know where they are in their free time and feel discrimination showed fewer sexual beginning. CONCLUSION: The school has to deal with the students questions related to sexuality and healthy lifestyle the early as possible, in a way to prepare them for their sexual initiation and a life with more quality.(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite



página 1 de 45 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde