Base de dados : BBO
Pesquisa : L01.143.506.423.796 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 9 [refinar]
Mostrando: 1 .. 9   no formato [Longo]

página 1 de 1

  1 / 9 BBO  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 42563
Autor: Moura, Mariella Dutra Gontijo; Gontijo, Cristiano Mauro Assis; López de Blanc, Silvia; Mesquita, Ricardo Alves de; Ferreira, Efigênia Ferreira e.
Título: Development of questionnaire on dentists' knowledge of HIV/AIDS
Fonte: Arq. odontol;50(01):06-12, 2014. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Aim: This study aimed to construct and evaluate the cross-cultural adaptation of DK-HIV-Q in an Argentine Spanish version. Methods: A translation and back translation of the DK-HIV-Q questionnaire were completed, as the original questionnaire had been formulated in Portuguese by a Brazilian researcher. The DKHIV-Q was tested in two pilot studies conducted with Argentine dentists. Results: The committee of experts, consisting of three bilingual dentists, an epidemiology dentist, a general clinical dentist, and an oral pathology specialist, fully agreed on the conceptual relevance of the general domain and the 4-domain structure for the DK-HIV-Q, such as the declarative knowledge of the transmission of HIV/AIDS, the declarative knowledge of oral manifestations of HIV/AIDS, the procedural knowledge of proper dental practice, and the proceduralknowledge of infection control measures. A final version of the DK-HIV-Q showed a satisfactory degreeof semantic accuracy and semantic equivalence with the original version, and proved to be satisfactorilyconceptual and useful as an initial indicator for a subsequent study of construct validity. Conclusion: Thisstudy described the specific details of the construction of the DK-HIV-Q and aspects of the content validity process, which is one of the main procedures to be considered by healthcare researchers and professionals who are interested in using reliable and appropriate measurements and instrument scales for given populationgroups, such as HIV/AIDS patients. (AU)
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca
BR365.1


  2 / 9 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 39338
Autor: Sangiorgio, João Paulo Menck.
Título: Estresse em odontologia: adaptação transcultural e validação do Dental Environmental Stress para estudantes de odontologia brasileiros / Stress in dentistry: cross-cultural adaptation and validation of the dental environmental stress for brazilian dental students.
Fonte: Londrina; s.n; 2013. 78 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Londrina para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A formação do cirurgião-dentista necessita do desenvolvimento de competências em diversas áreas do conhecimento. Além do conhecimento técnico-científico, o acadêmico de odontologia deve desenvolver a capacidade de se relacionar com pacientes e com outros profissionais. Essa complexa formação promove algum grau de estresse durante a faculdade. Para verificação desse estresse e de suas características, o instrumento americano Dental Environmental Stress (DES) foi desenvolvido em 1980. No entanto, para que estudos semelhantes sejam realizados no Brasil, esse instrumento deve passar por um rigoroso processo de adaptação. O objetivo deste estudo é traduzir, realizar a adaptação transcultural, e verificar as propriedades psicométricas do instrumento DES para, posteriormente, avaliar os fatores de estresse presentes em estudantes de odontologia no Brasil. O instrumento foi traduzido e adaptado culturalmente para a população brasileira, de acordo com uma metodologia padronizada. A versão traduzida foi revisada por uma comissão e, em seguida, aplicada em um grupo de 42 estudantes de odontologia para verificar o nível de compreensão das alternativas. Alguns itens tiveram problemas de interpretação e necessitaram ser reelaborados. A versão final foi, então, aplicada a uma amostra de 225 estudantes de Odontologia para verificação das propriedades do questionário. O coeficiente alfa de Cronbach foi utilizado para verificar a consistência interna e para testar a validade de constructo utilizou-se a análise fatorial exploratória. Alguns itens do instrumento original foram considerados como não relevantes e foram retirados do questionário. Pela análise fatorial, encontraram-se cinco fatores, e consistência interna de cada fator foi adequada, com alfa de Cronbach de 0,65 até 0,84. Para verificação dos fatores mais prevalentes, análise univariada e multivariada foram realizadas, considerando o ano de estudo e gênero como possíveis preditores. Os fatores considerados de maior...(AU)
Responsável: BR510.1 - Biblioteca Setorial da Clínica Odontológica


  3 / 9 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bevilacqua, Maria Cecília
Texto completo
Id: 38751
Autor: Ferreira, Karina; Moret, Adriane Lima Mortari; Bevilacqua, Maria Cecilia; Jacob, Regina de Souza Tangerino.
Título: Translation and adaptation of functional auditory performance indicators (FAPI)
Fonte: J. appl. oral sci;19(6):586-598, Nov.-Dec. 2011. tab.
Idioma: en.
Resumo: Work with deaf children has gained new attention since the expectation and goal of therapy has expanded to language development and subsequent language learning. Many clinical tests were developed for evaluation of speech sound perception in young children in response to the need for accurate assessment of hearing skills that developed from the use of individual hearing aids or cochlear implants. These tests also allow the evaluation of the rehabilitation program. However, few of these tests are available in Portuguese. Evaluation with the Functional Auditory Performance Indicators (FAPI) generates a child's functional auditory skills profile, which lists auditory skills in an integrated and hierarchical order. It has seven hierarchical categories, including sound awareness, meaningful sound, auditory feedback, sound source localizing, auditory discrimination, short-term auditory memory, and linguistic auditory processing. FAPI evaluation allows the therapist to map the child's hearing profile performance, determine the target for increasing the hearing abilities, and develop an effective therapeutic plan. Objective: Since the FAPI is an American test, the inventory was adapted for application in the Brazilian population. Material and Methods: The translation was done following the steps of translation and back translation, and reproducibility was evaluated. Four translated versions (two originals and two back-translated) were compared, and revisions were done to ensure language adaptation and grammatical and idiomatic equivalence. Results: The inventory was duly translated and adapted. Conclusion: Further studies about the application of the translated FAPI are necessary to make the test practicable in Brazilian clinical use.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 9 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 38079
Autor: Universidade de Pernambuco; Universidade de Pernambuco.
Título: Validação da Versão Brasileira Curta do Fear of Dental Pain Questionnaire - Short Form (S-FDPQ) / Validation of the Brazilian Version of the Fear of Dental Pain Questionnaire - Short Form (S-FDPQ)
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integrPesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(02):275-279, abr./jun. 2011. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Validar a versão brasileira curta do instrumento Fear of Dental Pain Questionnaire (S-FDPQ) para uso com adolescentes brasileiros. Método: O S-FDPQ é um instrumento auto aplicativo, constituído de 5 itens selecionados e baseado nas propriedades psicométricas e validação de face do instrumento original que é formado por 18 itens que descrevem procedimentos odontológicos possíveis de causar dor, e que avaliam o medo da dor do indivíduo através da associação com cada situação. O estudo contou com a participação de 233 adolescentes de ambos os sexos, de 14 a 19 anos de idade, matriculados em escola pública e privada na cidade do Recife. O instrumento original foi submetido ao processo de tradução, retro tradução e adaptação transcultural. Após a validação de face (n=20), o instrumento proposto foi testado em um estudo piloto (n=31) resultando na versão final utilizada neste estudo. O instrumento então foi aplicado em um teste e re-teste com 182 adolescentes alunos de escolas pública e privada da cidade do Recife, de forma coletiva em ambiente de sala de aula.Resultados: O coeficiente Alfa de Cronbach obtido foi de 0,82; e o coeficiente de correlação de Kappa variou de 0,56 a 0,84 intra-avaliador e 0,47 a 0,84 inter-avaliador; evidenciando elevada consistência interna e satisfatória reprodutibilidade.Conclusão: A versão brasileira curta do S-FDPQ apresentou uma elevada confiabilidade e validade para uso com adolescentes brasileiros. Sendo de fácil interpretação e aplicação. No entanto, novas pesquisas são necessárias para a confirmação dessas propriedades em outros estudos (AU)

Objective: To validate the Brazilian short version of the instrument Fear of Dental Pain Questionnaire (S-FDPQ) for use with Brazilian adolescents. Method: The S-FDPQ is a 5-item self-applied instrument based on psychometric properties and validation of the original face instrument, which is composed by 18 items that describe dental procedures that might cause pain and that assess the individual's fear of pain through an association with each situation. The study involved 233 adolescents of both genders aged 14 to 19 years, who were regularly attending public and private schools in the city of Recife. The original instrument was subjected to translation, back-translation and cross-cultural adaptation. After face validation (n=20), the proposed instrument was tested in a pilot study (n=31) resulting in the final version used in the present study. The instrument was then applied in a test and retest process with 182 adolescents studying at public and private schools of the city of Recife, in a collective manner in the classrooms.Results: Cronbach's Alpha coefficient was 0.82. Intra-examiner and inter-examiner Kappa's correlation coefficient ranged from 0.56 to 0.84 and from 0.47 to 0.84, respectively, demonstrating high internal consistency and satisfactory reproducibility.Conclusion: The Brazilian short version of the S-FDPQ presented high reliability and validity for use with Brazilian adolescents, being an instrument of ease interpretation and application. However, further research is needed to confirm these properties in other investigations (AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1264.1


  5 / 9 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 38078
Autor: Universidade Estadual de Campinas; Universidade Estadual de Campinas; Universidade Estadual de Campinas.
Título: Versão Brasileira do The Nordic Orofacial Test - Screening (NOT-S) para Avaliação de Disfunções Orofaciais / Brazilian Version of the Nordic Orofacial Test - Screening (NOT-S) for Evaluation of Orofacial Dysfunctions
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integrPesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(02):281-289, abr./jun. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Traduzir o instrumento The Nordic Orofacial Test - Screening (NOT-S), que avalia disfunções orofaciais, para a língua portuguesa e realizar a adaptação transcultural em crianças brasileiras.Método: O instrumento foi submetido às seguintes etapas: tradução para português (Brasil), tradução reversa, revisão por comitê (composto por três professores universitários de Odontologia e um paciente formalmente instruído) e pré-teste. Para a fase de equivalência cultural (pré-teste), a cada um dos itens do instrumento foi acrescentada a alternativa “não entendi” ou “não aplicável”, se o índice dessas repostas fosse superior a 15%, a questão deveria ser reformulada pelo comitê e reaplicada em outro grupo de crianças. O NOT-S foi aplicado em uma amostra de 20 crianças de 8 a 14 anos, de escolas da rede pública de Piracicaba, selecionadas aleatoriamente.Resultados: A comparação entre o instrumento original e o resultado da tradução reversa mostrou forte concordância entre ambos. As mudanças realizadas pelo comitê revisor foram o acréscimo de palavras e frases e a substituição de advérbios e palavras por sinônimos para facilitar o entendimento. No pré-teste, duas questões tiveram um índice de respostas “não entendi” de 15%, foram reformuladas e, a partir disso, o índice de resposta “não entendi” foi nulo.Conclusão: A versão em português do NOT-S foi criteriosamente traduzida e adaptada à cultura brasileira e mostrou-se ser de fácil compreensão pela população de crianças brasileiras avaliada (AU)

Objective: To translate the instrument The Nordic Orofacial Test -Screening (NOT-S), which evaluates orofacial dysfunctions, into Brazilian Portuguese and to perform the cross-cultural adaptation for Brazilian children.Method: The instrument was subjected to the following stages: translation into Brazilian Portuguese, back-translation, revision by a committee (composed by three Professors of Dentistry and a formally instructed patient) and pretest. For the phase of cultural equivalency (pretest), a “did not understand” or “does not apply” item was added to each one of the items of the instrument; if the rate of these answers was 15% or above, the question should be reformulated by the committee and reapplied to another group of children. The NOT-S was applied to a sample of randomly selected 20 children aged 8 to 14 years from public schools of the city of Piracicaba, SP, Brazil.Results: There was a strong agreement between the original instrument and its back translated version. The changes made by the revising committee were the addition of words and sentences and the substitution of adverbials and words by synonyms to facilitate the understanding. In the pretest, two questions had 15% of “did not understand” answers and were reformulated; thereafter, the rate of “did not understand” answers was null.Conclusion: The final Portuguese version of NOT-S was rigorously translated and adapted to the Brazilian culture, and was easily understood by the sample of Brazilian children evaluated (AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1264.1


  6 / 9 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
ABREU, Mauro Henrique Nogueira Guimaraes de
Texto completo
Id: 33355
Autor: Pires, Cássia Pérola dos Anjos Braga; Ferraz, Marcos Bosi; Abreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães de.
Título: Translation into Brazilian portuguese, cultural adaptation and validation of the oral health impact profile (OHIP-49) / Tradução para a língua portuguesa, adaptação cultural e validação do "oral health impact profile" (OHIP-49)
Fonte: Braz. oral res;20(3):263-268, Jul.-Sept. 2006. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: The aim of this study is to develop a Portuguese version of the OHIP-49 to be used in Brazil. The adopted methodology involves translation, back-translation, revision of the first version, cultural adaptation and evaluation of its measurement properties. The questionnaire was administered in interviews with 60 year-old and older Brazilian people. The Kendall-tau correlation coefficient was used to assess reproducibility; the Cronbach alpha coefficient was used to verify internal consistency and the Kruskal-Wallis and Mann-Whitney U tests were used to assess validity. Reproducibility was shown to be statistically significant, with coefficients ranging from 0.72 to 0.74 between dimensions of three interviews. The Cronbach alpha coefficients were 0.96 and 0.90 respectively for the dimensions of the interviews and for total items. Constructive validity, demonstrated through a comparison between the questionnaire dimensions and the clinical parameters, showed statistical significance for "presence of carious lesion" (p < 0.05). Significant correlations between similar dimensions of the OHIP-49 and the SF-36 were also identified (p < 0.05). In the present sample, the Portuguese version of the OHIP-49 presented results similar to those found in the literature and proved to be a reproducible and valid parameter for evaluating the impact of oral conditions on the quality of life of Brazilians.(AU)

O objetivo deste estudo é desenvolver uma versão na língua portuguesa do OHIP-49 para ser utilizado no Brasil. A metodologia utilizada consiste de tradução, tradução de volta e revisão da tradução inicial, adaptação cultural e avaliação das propriedades de medida. O questionário foi aplicado, por meio de entrevistas, em brasileiros com 60 ou mais anos. Utilizou-se o coeficiente de correlação Kendall-tau para testar reprodutibilidade, coeficiente alfa de Cronbach para consistência interna e testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney para validação. A reprodutibilidade demonstrou ser estatisticamente significante, com os coeficientes variando de 0,72 a 0,74, entre as dimensões de três entrevistas. Os coeficientes alfa de Cronbach foram iguais a 0,96 e 0,90, para as dimensões das entrevistas e para o total de itens, respectivamente. A validade construtiva, demonstrada pela comparação das dimensões do questionário com os parâmetros clínicos apresentou-se estatisticamente significante para "presença de lesão cariosa" (p < 0,05). Foram identificadas correlações significantes entre dimensões similares do OHIP-49 e do SF-36 (p < 0,05). Nesta amostra, a versão em português do OHIP-49 apresentou resultados semelhantes aos da literatura, demonstrou ser um parâmetro reprodutível e válido para avaliar impactos das condições bucais na qualidade de vida de brasileiros.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 9 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Costa, Lino Joäo da
Texto completo
Id: 33347
Autor: Lucena, Luciana Barbosa Sousa de; Kosminsky, Maurício; Costa, Lino João da; Góes, Paulo Sávio Angeiras de.
Título: Validation of the Portuguese version of the RDC/TMD Axis II questionnaire
Fonte: Braz. oral res;20(4):312-317, Oct.-Dec. 2006. tab.
Idioma: en.
Resumo: The present paper aimed at evaluating the validity of the Portuguese version of the Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD) Axis II Questionnaire. The sample was comprised of 155 patients with signs and symptoms of Temporomandibular Disorders (TMD), evaluated at the Orofacial Pain Control Center, School of Dentistry, University of Pernambuco, Brazil, between July 2003 and February 2004. Data collection was performed with the following tools: the RDC/TMD Axis I (clinical evaluation and TMD classification), and Axis II (psychosocial evaluation), as well as specific questionnaires for evaluation of Oral Health Related Quality of Life, namely, Oral Impacts on Daily Performances and the Oral Health Impact Profile-14, considered to be gold standard criteria. Validity evaluation consisted of internal consistency evaluation by the Cronbach alfa reliability test, reliability and reproducibility estimated by the Kappa test and the Spearman's correlation, and concurring validation through Spearman's correlation. The Portuguese version of the RDC/TMD Axis II questionnaire was considered consistent (Cronbach alfa = 0.72), reproducible (Kappa values from 0.73 to 0.91, p < 0.01), and valid (p < 0.01). It was concluded that this version showed valid and reproducible results for the Brazilian population, thus paving the way for including Brazil in transcultural epidemiological studies on TMD.(AU)

O presente trabalho objetivou avaliar a validade da versão em português do questionário Eixo II dos Critérios Diagnósticos de Pesquisa em Disfunção Temporomandibular (RDC/TMD). A amostra foi composta por 155 pacientes com sinais e sintomas de disfunção temporomandibular (DTM) atendidos no Centro de Controle da Dor Orofacial da Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco, Brasil, no período de julho de 2003 a fevereiro de 2004. Para a coleta de dados foram utilizados os seguintes instrumentos: RDC/TMD Eixo I, para avaliação clínica e classificação da DTM, Eixo II, para avaliação psicossocial, e os questionários específicos para avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde bucal: Impacto da Saúde Bucal nas Atividades Diárias e Perfil do Impacto na Saúde Bucal-14, considerados padrões-ouro. A validação consistiu na avaliação da consistência interna pelo teste de confiabilidade alfa Cronbach, confiabilidade e reprodutibilidade estimadas pela estatística Kappa e correlação de Spearman e validação concorrente, mediante correlação de Spearman. A versão em português do questionário Eixo II do RDC/TMD foi considerada consistente (alfa Cronbach = 0,72), reprodutível (valores de Kappa entre 0,73 e 0,91; p < 0,01) e válida (p < 0,01). Conclui-se que o instrumento em estudo mostrou-se reprodutível e válido para a população brasileira, possibilitando, assim, a inclusão do Brasil em estudos epidemiológicos transculturais em disfunção temporomandibular.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 9 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: 21643
Autor: Santos, Maria Teresa B. R; Manzano, Felipe S; Hora, Diubina J; Oliveira, Leda M.
Título: Tradução, adaptação e validação Non-Communicating Children´s Pain Checklist / Translation, adaptation and validation Non-Communicating Children´s Checklist
Fonte: Rev. bras. odontol;61(3/4):184-187, 2004. tab.
Idioma: Pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi traduzir adaptar e validar o questionário Non-Communicating Children´s Pain Checklist Revised para o português. Foi utilizada a metodologia proposta por GUILLEMIN, BOMBARDIER, BEATON (7). Encontrou-se forte associação (p<0,01) entre todas as medidas aplicadas dentro do instrumento para a primeira e segunda avaliação. Encontrou-se também forte associação (p<0,01) para coeficiente de correlação de Pearson entre a escala de Barthell e o Non-Communicating Children´s Pain Checklist-Revised (NC-CPC-R). Concluiu-se que o Brasil-Non-Communicating Children´s Pain Checklist-Revised foi traduzido e adaptado com sucesso para aplicação em pacientes brasileiros sem comunicação verbal ou suplementar alternativa (AU)
Responsável: BR1141.1 - Biblioteca Central
BR1141.1; BR97.1


  9 / 9 BBO  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: 20407
Autor: Kosminsky, Maurício; Lucena, Luciana Barbosa Sousa; Siqueira, José Tadeu Tesseroli de; Pereira Junior, Francisco J; Góes, Paulo Sávio Angeiras.
Título: Adaptação cultural do questionário "Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders: Axis II" para o português / Cultural adaptation of the
Fonte: JBC j. bras. clin. odontol. integr;8(43):51-61, jan.-fev. 2004. tab, graf.
Idioma: Pt.
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo estabelecer a adaptação cultural do questionário "Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders: Axis II (RDC/TMD)" para o idioma português. Foram selecionados consecutivamente 20 pacientes portadores de Disfunção Temporomandibular (DTM) que procuraram atendimento no Centro de Controle da Dor Orofacial da Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco. A idade dos 20 pacientes que participaram do estudo variou entre 15 e 68 anos (média 41,0) sendo 16 (80 por cento) do gênero feminino e 4 (20 por cento) masculino. A adaptação cultural do questionário Eixo II do RDC/TMD foi executada a partir da tradução inglês-português realizada previamente. A metodologia empregada constou de três etapas: avaliação da tradução inglês-português (IP); validação de face por um comitê multidisciplinar; e pré-teste. Dentre as 31 questões da versão inglês-português, 28 tiveram alterações ortográfica, idiomática, cultural ou semântica na versão final. As questões referentes aos dados sociodemográficos foram adaptadas à população brasileira, baseando-se no IBGE (2000). Conclui-se que o processo de adaptação cultural resultou em um instrumento com linguagem de fácil entendimento, apresentando equivalência idiomática e cultural aplicável para a população brasileira. Futuras pesquisas são necessárias para que possa ser avaliada a validação discriminante e convergente (AU)
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 00550; BR97.1



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde