Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.643.259 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 841 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 85 ir para página                         

  1 / 841 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 751584
Autor: Pedroso, Maria de Lourdes Rodrigues.
Título: Compreensões de famílias de crianças hospitalizadas vivendo com doenças crônicas: trajetórias de cuidado / Understandings hospitalized children families living with chronic diseases: care trajectories.
Fonte: Porto Alegre; s.n; 2014. 173 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. ESCOLA DE ENFERMAGEM. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Neste estudo, vinculado à Linha de Pesquisa Cuidado de Enfermagem na Saúde da Mulher, Criança, Adolescente e Família. Área de Concentração: Cuidado em Enfermagem e Saúde do Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, apresenta-se a temática central: práticas de cuidado e sua inserção no cotidiano de crianças e famílias que vivem com a doença crônica. O objetivo foi compreender as trajetórias de cuidado de famílias de crianças que vivem com doenças crônicas e hospitalizadas. A pesquisa é qualitativa, na perspectiva de um estudo exploratório descritivo, cujo contexto são as Unidades de Internação Pediátrica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Os participantes foram dez familiares de crianças que vivem com a doença crônica, hospitalizadas. Para a coleta de informações utilizaram-se as estratégias: entrevista semiestruturada, genograma, ecomapa e observação participante. As informações foram analisadas conforme referencial da Análise de Conteúdo proposta por Minayo. O estudo obteve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Instituição, parecer nº 5158/2012. As famílias, em suas verbalizações, fizeram emergir as seguintes categorias de análise: Diagnóstico da doença crônica: descobertas, adaptações e o conhecimento de uma nova forma de entender a vida; A experiência das famílias no viver com a doença crônica; Experiências e percepções da família acerca da internação hospitalar; e Compressões sobre o cuidado. Os resultados revelam que as trajetórias de cuidado constituem-se em desafios como o de existir constantemente em meio aos dualismos saúde/doença, alegria/tristeza, presenças/ausências, aceitação da doença/revolta, vida/morte...(AU)
Descritores: Criança Hospitalizada
Família
Doença Crônica
Enfermagem Pediátrica
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR546.1 - Biblioteca


  2 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 748605
Autor: Gomes, Giovana Calcagno; Xavier, Daiani Modernel; Mota, Marina Soares; Salvador, Marli dos Santos; Silveira, Rosemary Silva da; Barlem, Edison Luiz Devos.
Título: Dando notícias difíceis à família da criança em situação grave ou em processo de terminalidade / Giving difficult news to families of children in serious condition or process of terminality / Dando notícias difíciles para la família del ninõ en situación grave o en proceso terminal
Fonte: Rev. enferm. UERJ;22(3):347-352, mai.-jun. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se conhecer as vivências dos profissionais de enfermagem ao darem notícias difíceis à família da criança hospitalizada em situação grave ou em processo terminal. Realizou-se uma pesquisa qualitativa com nove profissionais da equipe de enfermagem de uma unidade de tratamento intensivo neonatal de um hospital universitário do sul do país, no segundo semestre de 2008. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas e os dados foram tratados pela técnica de análise temática, gerando três categorias: preferindo não ser o primeiro a dar a notícia; tendo dificuldade de comunicar-se com a família; rompendo a esperança através da comunicação da notícia difícil. Concluiu-se que desenvolver a habilidade de comunicar notícias difíceis de forma humanizada fortalece a família para o desempenho do seu papel de cuidadora. (AU)

The aim was to learn the experiences of nurses in communicating difficult news to families of hospitalized children in serious condition or process of terminality. This qualitative study of nine nursing professionals on the staff of a newborn intensive care unit was conducted at a university hospital in southern Brazil, in the second half of 2008. Data were collected by semi-structured interview, and analyzed using thematic analysis, which yielded three categories: preferring not be the first to give the news, having difficulty communicating with the family, and destroying hope by giving the difficult news. It was concluded that developing the ability to communicate difficult news humanely strengthens the family in its role as caregiver. (AU)

Se objetivó conocer las experiencias de los profesionales de enfermería para dar noticias difíciles a las familias de los niños hospitalizados en situación grave o en proceso terminal. Se realizó un estudio cualitativo con nueve profesionales de enfermería de una unidade de cuidado intensivo neonatal en el sur de Brasil, en el segundo semestre de 2008. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas y fueron tratados utilizando el análisis temático, generando tres categorías: prefiriendo no ser el primero a dar la noticia; teniendo dificultades para comunicarse con la familia; rompiendo la esperanza a través de las noticias difíciles. Se concluyó que el desarrollo de la habilidad de comunicar noticias difíciles de manera humanizada fortalece la familia para el desempeño de su papel de cuidadora. (AU)
Descritores: Comunicação em Saúde
Criança Hospitalizada
Cuidadores
Saúde da Família
Cuidados de Enfermagem
Pessoal de Saúde
Humanização da Assistência
-Epidemiologia Descritiva
Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1366.1 - Serviço de Bibliotecas Biomédicas B - Odontologia e Enfermagem


  3 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Magalhäes, Celina Maria Colino
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 746359
Autor: Lima, Mayara Barbosa Sindeaux; Magalhães, Celina Maria Colino.
Título: Brinquedotecas hospitalares em Belém: Criação, espaço e funcionamento / Hospital toy library in Belem, Para State, Brazil: Creation, space and operation
Fonte: Psicol. argum;31(73):247-255, abr.-jun. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: A brinquedoteca hospitalar é um direito assegurado às crianças por meio da Lei n. 11.104/051, entretanto ainda não foi concretizado integralmente no país. Este estudo objetivou descrever e analisar as condições de serviços e espaços disponibilizados pelas brinquedotecas hospitalares em Belém do Pará. Fizeram parte da pesquisa quatro hospitais que possuem este serviço. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais com dez técnicos, observações dos atendimentos e registro fotográfico. Dentre os principais resultados encontrados estão: (a) todos os hospitais eram públicos; (b) existem poucos registros acerca da implantação e funcionamento desses espaços; (c) no tocante ao acervo lúdico, este se diferenciou em relação à quantidade; (d) as equipes apresentam composição diferenciada em relação ao número de membros e formação; (e) são oferecidas atividades livres e dirigidas. O estudo permitiu verificar aspectos que favorecem a concretização dos objetivos de uma brinquedoteca e reflexões sobre possibilidades de melhorias...(AU)

The hospital toy library is a right granted to children through Law 11.104/05, though it’s not yet fully implemented in the country. This study was aimed at describing and analyzing the conditions of services and spaces made available by the hospital toy library in Belem, Para State, Brazil. Four hospitals with this service participated in the study. Data were collected through individual interviews with 10 technicians, observation of the service and photographic record. The main results found are: (a) all the hospitals with toy library were public; (b) there are few records regarding the deployment andoperation of these spaces; (c) regarding the collection of toys, it differed in quantity; (d) teams present different compositions in relation to the number of members and to their education; (e) free and targeted activities are offered. This study allowed us to show aspects that promote the achievement of the objectives in toy library and reflections on possible improvements...(AU)
Descritores: Criança
Criança Hospitalizada/legislação & jurisprudência
Recreação
Jogos e Brinquedos
-Defesa da Criança e do Adolescente
Limites: Criança
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  4 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 743413
Autor: Queiroz, Terezinha Almeida.
Título: Mãe acompanhante no contexto do centro cirúrgico: comportamentos e reações adaptativas segundo o modelo de Roy / Accompanying mother in the context of the surgical center: adaptive behavior and reactions modeled Roy.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2000. 127 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O estudo em evidência trata do assunto da mãe acompanhante que, por motivo de cirurgia em seu filho hospitalizado, permanece também internada, tentando contribuir para a recuperação e manutenção de sua saúde, enquanto ser que vivencia, ao mesmo tempo, um processo de adaptação no contexto do centro cirúrgico. A pesquisa foi amparada no Modelo de Adaptação de Roy, especialmente num de seus elementos que é a pessoa que recebe o cuidado, tendo a mãe acompanhante como representante desse elemento recebido influências, também, dos demais elementos do modelo, os quais contribuíram bastante para o alcance dos seguintes objetivos: analisar os comportamentos das mães acompanhantes no contexto do centro cirúrgico, ao encaminhar seus filhos para a sala de cirurgia e verificar os mecanismos de enfrentamento utilizados por essas mães como meios de adaptação ao estado de acompanhante durante a espera da cirurgia de seus filhos. O estudo foi do tipo exploratório e descritivo, desenvolvido especialmente no contexto do centro cirúrgico. A coleta de dados se deu no período de junho a setembro de 1999 e teve como sujeitos de investigação dezoito mães acompanhantes, que permaneceram por todo o tempo no local do estudo durante a cirurgia de seus filhos...(AU)
Descritores: Humanização da Assistência
Centro Cirúrgico Hospitalar
Criança Hospitalizada
Enfermagem Pediátrica
Enfermagem Obstétrica
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  5 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rodrigues, Benedita Maria Rêgo Deusdará
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 743023
Autor: Pacheco, Sandra Teixeira de Araújo; Rodrigues, Benedita Maria Rêgo Deusdará; Dionísio, Mirian Carla Rosse; Machado, Antônia da Conceição Cylindro; Coutinho, Katia Aparecida Andrade; Gomes, Ana Paula Rocha.
Título: Cuidado centrado na família: aplicação pela enfermagem no contexto da criança hospitalizada / Family-centered care: nursing application in the context of the hospitalized child / Atención centrada en la familia: aplicación por la enfermería en el contexto del niño hospitalizado
Fonte: Rev. enferm. UERJ;21(1):106-112, jan.-mar. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de uma revisão integrativa de estudos publicados em periódicos indexados nas bases de dados BDENF, LILACS e portal CAPES, com recorte temporal de 1990 a 2012. Objetivou-se revisar a literatura sobre o reconhecimento pela enfermagem da importância do cuidado centrado na família (CCF), no contexto da criança hospitalizada. A partir dos critérios de seleção, foram identificados 21 artigos sobre a temática. Emergiram da análise textual três categorias: Percepções da enfermagem sobre o CCF; Vivências no contexto da criança hospitalizada; Implantação do CCF; Estratégias de implantação do CCF. Concluiu-se que o CCF qualifica a assistência à criança hospitalizada e para sua implantação há necessidade de instrumentalização e sensibilização dos profissionais desde a sua formação. (AU)

It is an integrative review of studies published in journals indexed in databases BDENF, Lilacs and CAPES portal, with time frame from 1990 to 2012. The objective was to review the literature on the nursing recognition of the importance of family-centered care (CCF), in the context of the hospitalized child. Based on the selection criteria, we identified 21 articles on the subject. Textual analysis, emergiram três categories: Perceptions of nursing on CCF: Experiences in the context of hospitalized children; Deployment model CCF and CCF deployment strategies. It was concluded that the TLC qualifies the care of hospitalized children and their deployment is necessary instrumentation and sensitization of professionals since its formation. (AU)

Se trata de una revisión integradora de estudios publicados en revistas indexadas en las bases de datos BDENF, LILACS y en el portal CAPES, con el marco de tiempo desde 1990 hasta 2012. El objetivo fue revisar la literatura sobre el reconocimiento por la enfermería de la importancia de la atención centrada en la familia (ACF), en el contexto del niño hospitalizado. Con base en los criterios de selección, se identificaron 21 artículos sobre el tema. Del análisis textual emergierontres categorías: Percepciones de la enfermería sobre la ACF; Experiencias en el contexto del niño hospitalizado; Implantación de la ACF; Estrategias de implantación de la ACF. Se concluyó que el ACF califica el cuidado al niño hospitalizado y para su implantación es necesaria instrumentalización y sensibilización de los profesionales desde su formación. (AU)
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Família
Criança Hospitalizada
Enfermagem Pediátrica
Criança
Limites: Humanos
Responsável: BR1366.1 - Serviço de Bibliotecas Biomédicas B - Odontologia e Enfermagem
BR1366.1


  6 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 737419
Autor: Leyva Orellana, Yeda Sussi.
Título: Percepción del familiar del escolar sometido a intervención quirúrgica acerca de la atención de enfermería en el Hospital de Emergencias Pediátricas - 2013 / Perception of the family of the school child submitted to surgical intervention about nursing care at the Hospital of Pediatric Emergency - 2013.
Fonte: Lima; s.n; 2014. 54 p. tab, graf.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Facultad de Medicina para obtenção do grau de Especialista.
Resumo: El objetivo fue determinar la percepción del familiar del escolar sometido a intervención quirúrgica acerca de la atención de enfermería en el Hospital de Emergencias Pediátricas. Material y Método: El estudio es de nivel aplicativo, tipo cuantitativo, método descriptivo. La población estuvo conformada por 50 escolares que han sido sometidos a cirugía. La técnica fue la encuesta y el instrumento un formulario tipo Escala de Likert modificado aplicado previo consentimiento informado. Resultados: Del 100 por ciento (50), 58 por ciento (29) es medianamente favorable, 24 por ciento (12) favorable y 18 por ciento (09) desfavorable; en la dimensión humana 60 por ciento (30) tienen una percepción medianamente favorable, 24 por ciento (12) desfavorable y 16 por ciento (08) favorable; en la dimensión segura 48 por ciento (24) tienen una percepción medianamente favorable, 28 por ciento (14) desfavorable y 24 por ciento (12) favorable; en la dimensión continua 62 por ciento (31) tienen una percepción medianamente favorable, 26 por ciento (13) desfavorable y 12 por ciento (06) favorable; y en la dimensión oportuna 66 por ciento (33) tienen una percepción medianamente favorable, 16 por ciento (08) desfavorable y 18 por ciento (09) favorable. Conclusiones: La percepción del familiar del escolar sometido a intervención quirúrgica acerca de la atención de enfermería en su mayoría es medianamente favorable a favorable referido a que la enfermera le ha recibido con agrado y amabilidad, le informa sobre los procedimientos que le va a realizar al niño, se preocupa por el tiempo de espera, deja que el familiar acompañe a su niño, brinda confianza y seguridad a su familiar, le permite expresar sus temores y preocupaciones; seguido de un porcentaje significativo que tienen una percepción desfavorable que esta dado porque la enfermera no se preocupa por atender a su hijo y no le dejan colaborar para la atención de su niño...(AU)

The objective was to determine the perception of the family of the school submitted to surgery about nursing in the Hospital's pediatric emergency care. Material and Method: The study is application level, quantitative, descriptive method. The population was formed by 50 schoolchildren who have undergone surgery. The technique was the survey and the instrument a form modified Likert scale type applied prior informed consent. Results: 100 per cent (50), 58 per cent (29) is fairly favorable, 24 per cent (12) favorable and 18 per cent (09) unfavorable; in the human dimension of 60 per cent (30) have a moderately favorable perception, 24 per cent (12) unfavorable and 16 per cent (08) favorable; in the dimension safe 48 per cent (24) have a moderately favorable perception, 28 per cent (14) unfavorable and 24 per cent (12) Pro; in the dimension continuous 62 per cent (31) have a moderately favorable perception, 26 per cent (13) unfavorable and 12 per cent (06) favorable; and in the dimension timely 66 per cent (33) have a moderately favorable perception, 16 per cent (08) unfavorable and 18 per cent (09) favorable. Conclusions: The perception of the family of the school undergo surgical intervention about nursing care mostly is moderately favorable to favorable referred to that nurse has received him with pleasure and kindness, informs you on the procedures that will make the child, cares for the waiting time, leaves the family to accompany your child it provides confidence and security to his family, he allows her to express their fears and concerns; followed by a significant percentage who have an unfavorable perception that is given because the nurse does not worry for attending his son and not let you collaborate for the care of your child...(AU)
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Cuidados Pós-Operatórios/enfermagem
Criança Hospitalizada
Cuidado da Criança
Cuidadores
Relações Profissional-Família
-Análise Quantitativa
Estudos Transversais
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Feminino
Adulto Jovem
Meia-Idade
Responsável: PE13.1 - Oficina de Biblioteca, Hemeroteca y Centro de Documentación
PE13.1


  7 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 736701
Autor: Gomes, Ilvana Lima Verde; Queiroz, Maria Veraci Oliveira; Bezerra, Luiza Luana de Araújo Lira; Souza, Natália Pimentel Gomes.
Título: A HOSPITALIZAÇÃO NO OLHAR DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: SENTIMENTOS E EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS / HOSPITALIZATION IN THE VIEW OF CHILDREN AND ADOLESCENTS: FEELINGS AND EXPERIENCES LIVED THROUGH
Fonte: Cogitare enferm;17(4):703-709, out-dez, 2012. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se compreender a hospitalização pelo olhar da criança e do adolescente, observada por meio de seus sentimentos e experiências. Estudo qualitativo realizado com 8 participantes internados em uma unidade pediátrica de um hospital público de Fortaleza - Ceará em 2011, os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e desenho-estória com tema. Da análise dos dados emergiram as categorias: Hospital representado na estrutura física e Significados da hospitalização. A hospitalização é percebida como experiência estressante para crianças e adolescentes por causar agravos emocionais, expressos como tristeza, prisão, saudade de casa, falta dos amigos/irmãos/parentes e impossibilidade de brincar. Os achados permitiram discutir o processo de hospitalização a partir dos pressupostos teóricos da integralidade e da humanização da assistência hospitalar. Conclui-se que há necessidade de (re)pensar o modelo tradicional de assistência a crianças e adolescentes hospitalizados, rumo à humanização do cuidado.(AU)
Descritores: Criança Hospitalizada
Enfermagem Pediátrica
Humanização da Assistência
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  8 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 736696
Autor: Souza, Alexandra de; Favero, Luciane.
Título: USO DO BRINQUEDO TERAPÊUTICO NO CUIDADO DE ENFERMAGEM À CRIANÇA COM LEUCEMIA HOSPITALIZADA / USE OF THERAPEUTIC TOYS IN NURSING CARE OF THE HOSPITALIZED CHILD WITH LEUKEMIA
Fonte: Cogitare enferm;17(4):669-675, out-dez, 2012.
Idioma: pt.
Resumo: : Pesquisa qualitativa exploratório-descritiva objetivou identificar o conhecimento da equipe de enfermagem acerca da utilização do brinquedo terapêutico, discutir os benefícios e particularidades do seu uso e propor sua implantação. Participaram quatro profissionais de uma unidade hospitalar oncopediátrica. Os dados foram obtidos durante a técnica de discussão de grupo em dois encontros de cerca de meia hora cada, no local de estudo, no mês de julho de 2010. Após análise temática, quatro categorias remeteram ao desconhecimento da utilização do brinquedo terapêutico; à expectativa e à adesão do seu uso; e à presença do brinquedo terapêutico durante os cuidados à criança hospitalizada. Visitas semanais foram realizadas durante quatro meses com o intuito de observar a adesão e constatou-se o uso desta estratégia durante o cuidado de enfermagem. São necessários estudos que contemplem maior número de participantes para que outros membros da equipe sejam capacitados e sensibilizados para a utilização do brinquedo terapêutico.(AU)
Descritores: Jogos e Brinquedos
Cuidados de Enfermagem
Criança Hospitalizada
Enfermagem Pediátrica
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rodrigues, Benedita Maria Rêgo Deusdará
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 733488
Autor: Rodrigues, Benedita Maria Rêgo Deusdará; Pacheco, Sandra Teixeira de Araújo; Gomes, Ana Paula Rocha; Ciuffo, Lia Leão.
Título: A ética no cuidado à criança hospitalizada: uma perspectiva para a enfermagem / La ética en el cuidado al niño hospitalizado: una perspectiva para la enfermería / Care ethics in hospitalized child: a perspective for nursing
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);6(4):1475-1484, out.-nov. 2014.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To apprehend the ethical aspects guiding care provided by nurses to the hospitalized child. Method: A qualitative study focusing on Alfred Schutz sociological phenomenology. In this sense, 10 (ten) nurses crowded in hospitalization units of a municipal hospital located in the city of Rio de Janeiro were interviewed in 2011. Results: For data analysis the phenomenological interview was adopted, with 02 (two) categories: Respecting child’s privacy and; respecting hospitalized child’s family. Conclusion: The nurse’s interaction with the child’s family allows actions of care based on respect and strengthening ties, because family is recognized as an essential element in nursing assistance.(AU)

Objetivo: Apreender quais são os aspectos éticos que norteiam o cuidado prestado pelo enfermeiro à criança hospitalizada. Método: estudo qualitativo com enfoque na fenomenologia sociológica de Alfred Schutz. Foram entrevistados 10 enfermeiros lotados nas unidades de internação de um hospital municipal, localizado na cidade do Rio de Janeiro, em 2011. Resultados: para análise dos dados, adotou-se a entrevista fenomenológica, originando 02 (duas) categorias: Respeito à privacidade da criança e Respeito à família da criança hospitalizada. Conclusão: a interação do enfermeiro com a família da criança possibilita que sua ação de cuidar seja pautada no respeito e fortalecimento de vínculos, haja vista que a família é reconhecida como elemento indispensável na assistência de enfermagem.(AU)

Objetivo: Aprehender cuales son los aspectos éticos que orientan el cuidado prestado por el enfermero al niño hospitalizado. Método: Estudio cualitativo con enfoque en la fenomenologia sociológica de Alfred Schutz. Fueron entrevistados 10 enfermeros actuantes en las unidades de internación de un hospital Municipal de la ciudad de Rio de Janeiro-RJ-Brasil, en 2011. Resultados: Para el análisis de los dados se adoptó la entrevista fenomenológica que originó dos categorias: Respeto a la privacidad del niño y Respeto a la família del niño hospitalizado. Conclusión: La interacción del enfermero con la família del niño posibilita que su acción de cuidar sea pautada en el respeto y fortalecimento de vínculos, visto que la familia es reconocida como elemento indispensable en la asistencia de enfermería.(AU)
Descritores: Criança Hospitalizada
Ética Clínica
Ética em Enfermagem
Cuidados de Enfermagem/ética
-Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  10 / 841 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 733420
Autor: Madeira, Lélia Maria.
Título: Reinternação infantil: descortinando os determinantes sociais do fenômeno / Reinternaciones infantiles: aclaramento de los determinantes sociales del fenómeno / Child hospital readmission: highlighting the social determinants of the phenomenon
Fonte: REME rev. min. enferm;1(1):27-35, nov.-dez. 1997.
Idioma: pt.
Resumo: Buscando elucidar os determinantes sociais das reinternações infantis procedeu-se ao presente estudo, com os seguintes objetivos: identificar determinantes de reinternações de crianças, relacionados às suas condições de vida e aos serviços de saúde; conhecer as representações de familiares sobre o processo saúde-doença da criança que se reinterna, e evidenciar as contradições existentes entre a realidade vivida e a representação de familiares sobre o fenômeno da reinternação infantil...(AU)
Descritores: Saúde da Criança
Criança Hospitalizada
Processo Saúde-Doença
Condições Sociais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG



página 1 de 85 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde