Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.643.259 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 797 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 80 ir para página                         

  1 / 797 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 712341
Autor: Nicola, Glaucia Dal Omo; Freitas, Hilda Maria Barbosa de; Gomes, Giovana Calcagno; Costenaro, Regina Gema Santini; Nietsche, Elisabeta Albertina; Ilha, Silomar.
Título: Cuidado lúdico à criança hospitalizada: perspectiva do familiar cuidador e equipe de enfermagem / Cuidado lúdico al niño hospitalizado: perspectiva de los familiares cuidadores y equipo de enfermería / Ludic care for hospitalized children: perspective of family caregivers and nursing staff
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);6(2):703-715, abr.-jun. 2014.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: This study aimed to known how the ludic care has been incorporated into the making of the professional nurses and family caregivers during the hospitalization of the child. Method: This is an exploratory-descriptive research, with qualitative approach, conducted in the first half of 2011, with nursing professionals and family caregivers of hospitalized children at the Pediatric Unit of a medium-sized Hospital. The data collection was performed by semi-structured interviews and the analysis by Bardin's Content Analysis. Results: Three categories emerged: Importance of ludic care; difficulties to perform the ludic care and Strategies used to provide the ludic care for the child in hospital. Conclusion: The study showed that it is necessary to consolidate the challenge of incorporating the ludic care at the Pediatric not only to treatment of diseases but to the promotion of the child health in an expanded context, easing the trauma of hospitalization and its possible consequences. (AU)

Objetivo: Conhecer como o cuidado lúdico vem sendo incorporado no fazer dos profissionais de enfermagem e do familiar cuidador durante a hospitalização da criança. Método: Trata-se de uma pesquisa exploratória, descritiva de caráter qualitativa, realizada no primeiro semestre de 2011, com profissionais de enfermagem e familiares cuidadores de crianças internadas na Unidade de Pediatria de um Hospital de médio porte. A coleta dos dados deu-se por entrevista semiestruturada e a análise pela Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados: Emergiram três categorias: Importância do cuidado lúdico; Dificuldades para realizar o cuidado lúdico e Estratégias utilizadas para propiciar o cuidado lúdico à criança no hospital. Conclusão: O estudo evidenciou que é preciso consolidar o desafio de incorporar o cuidado lúdico na Pediatria visando não somente ao tratamento de doenças, mas à promoção da saúde da criança em um contexto ampliado, amenizando o trauma da hospitalização e suas possíveis consequências. (AU)

Objetivo: Conocer cómo el cuidado lúdico ha sido incorporado en el hacer de los profesionales de enfermería y de los familiares cuidadores, durante la hospitalización del niño. Método: Se trata de una investigación exploratoria, descriptiva de carácter cualitativo, realizada en el primer semestre de 2011, con profesionales de enfermería y los familiares cuidadores de niños internados en la Unidad de Pediatría de un Hospital de medio porte. La recolección de los datos fue realizada por entrevistas semi estructuradas y la análisis, por análisis de contenido de Bardin. Resultados: Surgieron tres categorías: la Importancia del cuidado lúdico, las Dificultades para llevar a cabo el cuidado lúdico y las Estrategias utilizadas para propiciar el cuidado lúdico para el niño en el hospital. Conclusión: El estudio demostró que es necesario consolidar el desafío de incorporar el cuidado lúdico en la Pediatría a fin no sólo al tratamiento de enfermedades, así como también promover la salud de los niños en un contexto ampliado, amenizando el trauma de la hospitalización y sus posibles consecuencias. (AU)
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Criança Hospitalizada
Jogos e Brinquedos
Ludoterapia
-Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  2 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 711958
Autor: Gómez, Marcela Alejandra.
Título: Comunicación terapeutica de enfermeras y medicos, con los padres de niños internados en el Servicio Neonatología de Maternidad Martín (Rosario, año 2010) / Therapeutic communication for nurses and doctors, parents of children in the Neonatal Maternity Martin Service (Rosario, 2010).
Fonte: Córdoba; s.n; 2012. 111 p. graf.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional de Córdoba. Facultad de Ciencias Médicas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: La presente investigación aborda el tema: "La comunicación teraéutica de enfermeras y médicos, con los padres de niños internados en el Servicio de Neonatología de la Maternidad Martín", es un estudio de tipo calitativo, descriptivo y eplicativo. El objetivo fue identificar los factores que favorecen y los que dificultan el establecimiento de la comunicación terapéutica, por parte de los profesonales de la salud con los padres de los niños internados, durante el período de Mayo a Agosto 2010. El universo de estudio estuvo conformado por dos poblaciones: una 144 padres de los niñosinternados y la segunda por 64 profesionales (enfermeras y médicos), que fueron seleccionada teniendo en cuenta los siguientes criterio de inclusión: Los padres que tuvieran como mínimo 48 hs. de internación de su hijo y no tener experiencia previa de internación de otro hijo en el servicio de neonatología; y en los profesionales poseer como mínimo 1 año de antiguédad laboral en el servicio(AU)
Descritores: Pacientes Internados
Neonatologia
Comunicação
Comunicação Interdisciplinar
Criança Hospitalizada
Notificação aos Pais
Relações Profissional-Paciente
Relações Enfermeiro-Paciente
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Criança
Tipo de Publ: Estudos de Validação
Responsável: AR32.1 - Biblioteca Prof. Dr. J. M. Allende
AR32.1; TM, G-34 2012


  3 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo2
experimentalDocumentos relacionados
Id: 711409
Autor: Dias, Jucielma de Jesus; Silva, Ana Paula da Conceição; Freire, Roseane Lino da Silva; Andrade, Aglaé da Silva Araújo.
Título: A experiência de crianças com câncer no processo de hospitalização e no brincar / Experience of children with cancer and the importance of recreational activities during hospitalization
Fonte: REME rev. min. enferm;17(3):608-613, jul.-set. 2013.
Idioma: en; pt.
Resumo: O estudo aborda o câncer infantil, o processo de hospitalização exigido para o tratamento e a inserção das atividades lúdicas no hospital, tendo como objetivo identificar o conhecimento da criança com câncer sobre sua hospitalização e a utilização do brincar em uma unidade de internamento. Trata-se de um estudo investigativo, exploratório, com abordagem qualitativa. Participaram do projeto 13 crianças na faixa etária de seis a 10 anos, internadas nas enfermarias da unidade oncológica de um hospital público do município de Aracaju. A coleta foi realizada nos meses de julho e agosto e utilizou-se como instrumento um formulário de perguntas abertas e um diário de campo. As crianças, na sua totalidade, relataram gostar de brincar e refletiram a brincadeira como maneira de amenizar o trauma da hospitalização, sendo os procedimentos invasivos o maior causador desse trauma. Conclui-se, portanto, que as atividades lúdicas são importantes para o enfrentamento da hospitalização.(AU)

The present study addresses childhood cancer, hospital-based treatment and play activities. It aimed to learn whether the children were aware about the reasons for their hospitalization and how play-based activities were developed in an inpatient unit. It is an investigative exploratory qualitative study. Thirteen children between the ages of 6 and 10 years participated in the project. They had been admitted to the oncology unit of a hospital in the city of Aracaju. Data was collected between July and August through an open-ended questionnaire form and a field journal. All children reported to enjoy playing; the activity eased the trauma of hospitalization and the treatment’s invasive procedures. The study concludes that play is important for coping with hospitalization.(AU)
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Saúde da Criança
Serviços de Saúde da Criança
Neoplasias
Hospitalização
Criança Hospitalizada
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  4 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 708247
Autor: Cubillos, Susana; Gutierrez, Alejandra; Loguercio, Giovanna; Lizana, Angela; Medina, Natalia; San Martín, Paulina; Vernal, Patricia; Lobos, Susana; Peña, Monica.
Título: Salud mental familiar en recién nacidos hospitalizados / Hospitalized new borns and family mental health
Fonte: Psiquiatr. salud ment;26(1/2):30-38, ene.-jun. 2009. graf.
Idioma: es.
Resumo: Un equipo multidisciplinario inicia en la Unidad de Neonatología de un hospital público el programa de “Apoyo al Desarrollo Biopsicosocial”. En familias de RN que permanecen en UCI, hospitalizados más de 20 días, embarazos no controlados y en aquellas en quienes se observan dificultades emocionales para el vínculo, se investiga factores de riesgo y protección en salud mental. Con un enfoque de vulnerabilidad-resiliencia se estudian factores biológicos, psicológicos y sociocomunitarios que intervienen en el desarrollo de un vínculo de apego seguro, detectándose una alta frecuencia de alteraciones de la salud mental susceptibles de tratamiento, en un momento del ciclo vital familiar que ofrece una ventana de oportunidad para el cambio. Es un trabajo exploratorio de investigación acción, que ha ofrecido contención emocional y apoyo a las familias estudiadas.(AU)

A multidisciplinary team works on a newborn unit at a public hospital beginning a “Biopsycosocial development help program”. In families of UCI babies, over 20 days hospitalization babies, uncontrolled pregnancies and observed bonding difficulties on goes a mental health research under vulnerability-resilience paradigm. Biological, psychological and sociocomunitary factors involved in attachment are studied, founding high frecuency of treatable mental health problems, in a very sensible moment of family life cicle, proper to changes. It is an exploratory action research, that offered emotional holding and support on studied families.(AU)
Descritores: Saúde Mental
Saúde da Família
Pais/psicologia
Apego ao Objeto
-Fatores Socioeconômicos
Relações Pais-Filho
Adaptação Psicológica
Ajustamento Social
Resiliência Psicológica
Grupos de Risco
Criança Hospitalizada
Berçários Hospitalares
Prematuro
Pobreza
Apoio Social
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Feminino
Recém-Nascido
Responsável: CL100.1 - Biblioteca Profesor Dr Agustín Téllez


  5 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 707455
Autor: Zelicman, Alicia; Repetto, Nora.
Título: La importancia del juego en la recuperación de los niños hospitalizados / The importance of play in the recovery of hospitalized children
Fonte: Vis. enferm. actual;6(24):20-25, 2010.
Idioma: es.
Resumo: Este trabajo propone abrir al debate un tema poco tratado en nuestra sociedad: el lugar que ocupa el juego para los niños de hasta 12 años internados en los hospitales públicos con afecciones de buen pronóstico, entendiendo que dichas instituciones deberían funcionar como espacios de salud integral y el juego ser un recurso de salud paral los niños. Los niños internados en las salas de internación pediátrica por problemas de salud no dejan de ser niños, sus necesidades de juego y creatividad no desaparecen, más bien al contrario, cobran especial significado. El hospital no debería ser solamente el lugar donde estamos enfermos y sufrimos, sino el espacio donde nos curamos. En tal sentido, intentamos destacar al aspecto creativo del juego y su influencia como valor positivo en el tratamiento de la enfermedad. Nos apoyamos en otros trabajos que se interesaron en el tema y es nuestra intención generar un espacio de reflexión en donde nosotros, los adultos que tenemos la responsabilidad de cuidar a los niños, tomemos real conciencia de la relevancia del juego en el desarrollo del niño como persona. Jugar es un derecho inalienable del niño y es nuestro deber no olvidarnos de respetarlo y cumplirlo. (AU)
Descritores: Pediatria
Ludoterapia/métodos
-Criança Hospitalizada/psicologia
Argentina
Limites: Humanos
Criança
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  6 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
EN)
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
Monteiro, Ana Ruth Macêdo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 697757
Autor: Figueiredo, Sarah Vieira; Gomes, Ilvana Lima Verde; Pennafort, Viviane Peixoto dos Santos; Monteiro, Ana Ruth Macêdo; Figueiredo, Juliana Vieira.
Título: Comunicacao terapeutica entre profissionais de saude e maes acompanhantes durante a hospitalizacao do filho / Comunicación terapéutica entre profesionales de la salud y madres acompañantes durante la hospitalización de su hijo / Therapeutic communication between health professionals and mothers accompanying children during inpatient treatment
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;17(4):697-697, Sep-Dec/2013.
Idioma: pt.
Resumo: OBJECTIVE: To describe the communication process in advice given by health professionals to the accompanying mother regarding the illness and inpatient treatment of her child. METHODS:Descriptive research with a qualitative approach, undertaken in Ceará in a public hospital which is a center of excellence in pediatrics, in August 2011. Data was collected via semi-structured interviews and, using the technique of thematic content analysis, three categories were selected: The mother's need to feel well-informed; Health professionals who provided information on the child's illness; and, Barriers found in the communication between the health professional and the accompanying mother. RESULTS: It was observed that all the mothers were anxious to receive information on their children, but that therewere some obstacles in the communication with the professionals, such as the technical language that these use. CONCLUSION: Based on the understanding of the importance of providing information to those accompanying the children, the health team needs to improve its performance, so as to produce a more efficient therapeutic communication.(AU)

Este estudo objetivou descrever o processo de comunicação na orientação acerca do adoecimento e da hospitalização da criança por profissionais de saúde para mães acompanhantes. MÉTODOS: pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, desenvolvida em hospital público de referência pediátrica do Ceará, em agosto de 2011. Coletaram-se os dados por meio de entrevista semiestruturada e, pela técnica de análise de conteúdo temática, elencaram-se as categorias: Necessidade da mãe de sentir-se bem informada; Profissionais de saúde que forneceram informações acerca do adoecimento da criança; Barreiras encontradas na comunicação entre o profissional de saúde e a mãe acompanhante. RESULTADOS: observou-se que todas as mães ansiavam receber informações sobre seus filhos, contudo, existiam alguns obstáculos na comunicação com os profissionais, como a linguagem técnica utilizada por estes. CONCLUSÃO: A partir do entendimento acerca da importância do fornecimento de informações para as acompanhantes, a equipe de saúde precisa aperfeiçoar sua atuação visando a uma comunicação terapêutica mais eficaz.(AU)

OBJETIVO: describir el proceso de comunicación en la orientación sobre la enfermedad y la hospitalización del niño por los profesionales de salud para las madres acompañantes. MÉTODOS: investigación descriptiva con enfoque cualitativo, desarrollado en un hospital público pediátrico de Ceará, en agosto de 2011. Los datos fueron recolectados por medio de entrevista semiestructurada y, utilizando la técnica de análisis de contenido temático, fueron listadas las categorías: necesidad de la madre de sentirse bien informada; profesionales de salud que trasmiten informaciones acerca de la enfermedad del niño; barreras de comunicación entre profesionales de salud y madres acompañantes. RESULTADOS: se observó que las madres estaban deseosas de recibir información acerca de los niños. Pero había algunos obstáculos de comunicación con los profesionales, como el lenguaje técnico usado por ellos. CONCLUSIÓN: A partir de la comprensión de la importancia de proporcionar información a las acompañantes, el equipo de salud debe mejorar su actuación, visando a una comunicación terapéutica más eficaz.(AU)
Descritores: Criança Hospitalizada
Saúde da Criança
Humanização da Assistência
-Hospitais Públicos
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  7 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
EN)
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
Collet, Neusa
experimentalDocumentos relacionados
Id: 697749
Autor: Rodrigues, Polianna Formiga; Amador, Daniela Doulavince; Silva, Kenya de Lima; Reichert, Altamira Pereira da Silva; Collet, Neusa.
Título: Interacao entre equipe de enfermagem e familia na percepcao dos familiares de criancas com doencas cronicas / Interacción equipo de enfermería y familia en la percepción de los familiares / Interaction between the nursing staff and family from the family's perspective
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;17(4):787-787, Sep-Dec/2013.
Idioma: pt.
Resumo: OBJECTIVE: To investigate the interaction between the nursing staff and the families of the hospitalized children with chronic diseases. METHOD: Qualitative descriptive study conducted with seven family members of children hospitalized from August to October 2010. Data were collected using semi-structured interviews. The project was approved by the Institutional Review Board at the hospital under study (Protocol 363/10). RESULTS: Three empirical categories emerged from the thematic analysis: Need for dialogue and information; Undermined communication between the nursing staff and family; Dialogue as a tool in family care. When families are faced with child hospitalization, they expect health professionals to approach them, be communicative, and understand the experience they are going through. CONCLUSION: Interaction and bonding can be important tools in strengthening human relationships. Attentive listening and empathy can enable the delivery of humanized care.(AU)

O objetivo deste estudo foi investigar a interação da equipe de enfermagem com a família da criança hospitalizada com doença crônica, sob a ótica dos familiares. MÉTODOS: pesquisa descritiva de natureza qualitativa realizada com sete familiares de crianças hospitalizadas no período de agosto a outubro de 2010. A técnica de coleta dos dados foi a entrevista semiestruturada. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética do hospital em estudo (Protocolo nº 363/10). RESULTADOS: A partir da análise temática foram construídas três categorias empíricas: Identificando a necessidade de diálogo e informação; Comunicação fragilizada da equipe de enfermagem com a família; Diálogo como ferramenta de cuidado à família. A família, ao se deparar com a hospitalização da criança, espera que os profissionais de saúde se aproximem, sejam comunicativos e compreendam aquilo que ela está passando. CONCLUSÃO: A interação e vínculo podem ser ferramentas importantes no fortalecimento das relações humanas. A escuta atenta e as atitudes de empatia podem tornar a assistência humanizada.(AU)

OBJETIVO: Investigar la interacción del equipo de enfermería con la familia del niño hospitalizado con enfermedad crónica. MÉTODOS: Investigación descriptiva de naturaleza cualitativa, llevada a cabo con siete familiares de niños hospitalizados, en el período de Agosto a Octubre de 2010. La técnica de recogida de datos fue la entrevista semiestructurada. El proyecto ha sido aprobado por el Comité de Ética del hospital en estudio (Protocolo 363/10). RESULTADOS: A partir del análisis temático, fueron construidas tres categorías empíricas: identificación de la necesidad de diálogo e información; comunicación fragilizada del equipo de enfermería con la familia; diálogo como herramienta de atención a la familia. Las familias retrataron una asistencia fragmentada, enfocada en procedimientos técnicos en detrimento de la dimensión de las relaciones en los encuentros de cuidado. CONCLUSIÓN: La interacción y la unión pueden ser una herramienta importante para el fortalecimiento de las relaciones humanas. La escucha atenta y las actitudes de empatía pueden hacer humanizada la asistencia.(AU)
Descritores: Relações Profissional-Família
Saúde da Criança
Criança Hospitalizada
Doença Crônica/enfermagem
Enfermagem Pediátrica
Limites: Humanos
Criança
Adulto
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  8 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 696403
Autor: Souza, Marcela Astolphi de; Melo, Luciana de Lione.
Título: Sendo-mãe de criança hospitalizada com doença crônica / Being a mother of child hospitalized with a chronic illness
Fonte: REME rev. min. enferm;17(2):126-131, abr.-jun. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo fenomenológico cujo objetivo foi compreender mães de crianças hospitalizadas com doenças crônicas. O acesso aossujeitos se deu no serviço de enfermagem pediátrica de um hospital universitário do interior do estado de São Paulo, com 14 mães que estavamvivenciando a experiência, por meio de entrevista aberta com a questão norteadora “como é ser mãe de uma criança com doença crônica”. Osdiscursos foram gravados e transcritos. A compreensão destes se deu pela descrição das experiências de acordo com a análise da estrutura dofenômeno situado. Ser mãe de uma criança com doença crônica envolve múltiplos olhares e compreensões. Do olhar para si própria evidenciandoas mudanças advindas da cronicidade da doença do filho às transformações na dinâmica familiar, as mães vão caminhando por sinuosas trilhas,ora com mais otimismo, ora mais impotentes diante da facticidade da doença. (AU)

This work is a phenomenological study whose objective was to understand mothers of children hospitalized with chronic illnesses. Access to subjectswas performed at the Pediatric Nursing Unit in a university hospital in the countryside of the state of Sao Paulo, Brazil. Fourteen mothers in thissituation were interviewed by answering the open question: “how is it to be the mother of a child with a chronic illness?” The mothers’ answers wererecorded and transcribed. The understanding of these discourses was performed by evaluating the mothers’ descriptions of the given experiencesaccording to the analysis of the specific phenomenon’s structure. Being a mother of a child with a chronic illness involves multiple perspectives andunderstandings. From the mother’s own introspection showing the changes resulting from the child’s chronic illness to changes in family dynamics,the mothers traverse winding roads, at times more optimistically, at times powerless when facing the true reality of the disease. (AU)
Descritores: Criança Hospitalizada
Doença Crônica
Enfermagem Pediátrica
Relações Mãe-Filho
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 692140
Autor: Santos, Keila Cristina Oliveira dos.
Título: Transmissão de informações às famílias das crianças assistidas numa unidade de emergência: implicações para a enfermagem pediátrica / Delivery of information to the families of children being assisted in an emergency care unit: implications onto pediatric nursing.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; out. 2013. 79f p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O estudo tem como objeto a atuação da enfermagem quanto às informações transmitidas às famílias das crianças na emergência. Os objetivos do estudo são: descrever as informações transmitidas pela enfermagem; analisar a atuação da enfermagem quanto às informações transmitidas às famílias; e discutir as implicações das informações para a prática assistencial de enfermagem junto às famílias das crianças na emergência. O referencial teórico está vinculado ao direito à informação na perspectiva dos preceitos da Política Nacional de Humanização (PNH). A pesquisa é qualitativa, tipo estudo de caso. O cenário foi o setor de emergência pediátrica do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Os sujeitos foram 16 membros da equipe de enfermagem dos serviços diurnos e noturnos do referido setor. Os procedimentos metodológicos foram o formulário de caracterização dos sujeitos, a entrevista não diretiva em grupo, e a observação participante com diário de campo. Para a análise dos dados foi utilizada a análise temática...(AU)
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Saúde da Criança
Enfermagem em Emergência
Relações Profissional-Família
Publicações Seriadas
Criança Hospitalizada
Pesquisa Qualitativa
-Hospitais Universitários
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; T700 EEAN


  10 / 797 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 691938
Autor: Oliveira, Roberta Ramos de.
Título: A brinquedoteca no contexto hospitalar pediátrico: o cotidiano da enfermagem / The toy library in the pediatric hospital context: the routine of nursing.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; dez. 2012. 101f p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O estudo tem como objeto o cotidiano da enfermagem frente à brinquedoteca no cenário hospitalar. Os objetivos são descrever as ações de enfermagem frente à brinquedoteca hospitalar; analisar o cotidiano da enfermagem frente à brinquedoteca hospitalar e discutir as implicações da brinquedoteca no cotidiano da enfermagem no cenário hospitalar. O referencial teórico está vinculado ao conceito de cotidiano de Heller (1994). Trata-se de um estudo de natureza qualitativa. O cenário é a unidade de internação pediátrica de um hospital federal do Município do Rio de Janeiro. Os sujeitos foram nove enfermeiros e sete auxiliares de enfermagem, que atuam no referido cenário nos períodos diurno e noturno. Os procedimentos metodológicos foram a entrevista não diretiva em grupo e um formulário para a caracterização dos sujeitos. Os dados foram analisados por meio da análise temática. Constatou-se que a equipe de enfermagem menciona os dias e horários de funcionamento da brinquedoteca, porém desconhece as atividades realizadas e os objetivos do espaço. A maioria das depoentes atribui vantagens da brinquedoteca para a criança e seu familiar/acompanhante, em especial, as mães. O brincar é um direito da criança, sendo evidenciado pelas depoentes como importante e fundamental, e faz parte do cotidiano da criança em qualquer ambiente, inclusive durante a hospitalização. Constatou-se que não há interação entre a equipe de enfermagem e as recreadoras, dificultando o acesso das crianças à brinquedoteca...(AU)
Descritores: Saúde da Criança
Enfermagem Pediátrica
Jogos e Brinquedos
Criança Hospitalizada
Equipe de Enfermagem
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; T686 EEAN



página 1 de 80 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde