Base de dados : LILACS
Pesquisa : 229631 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-229631
Autor: Tanaka, Pedro Paulo.
Título: Estudo comparativo entre modelo de analgesia com morfina controlada pelo paciete e com cetoprofeno e dipirona no pós-operatório de colecistectomia / Patient-controlled analgesia with morphine versus treatment with metamizol and ketoprofen in patients submitted to cholecystectomy
Fonte: Rev. bras. anestesiol;48(3):191-7, maio-jun. 1998. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Justificativa e objetivos - considerando que em nosso serviço, na maioria das vezes os cuidados no tratamento da dor fica a cargo do médico residente, näo existindo uniformidade na conduta, resolvemos fazer um estudo envolvendo o tratamento aplicado na rotina do serviço. Este estudo visa comparar o modelo de analgesia controlada pelo paciente com o tratamento com cetoprofeno e dipirona em pacientes colecistectomozadas. Método - as pacientes foram divididas em dois grupos: grupo PCA - tratamento com morfina por via venosa em bomba de PCA; e grupo Controle - tratamento com cetoprofeno e dipirona. A bomba de PCA permitia doses intermitentes de morfina (1 mg), sendo que o intervalo mínimo permitido entre as doses era de 8 minutos. Foram anotadas em ambos os grupos: pressäo arterial, frequência respiratória, frequência cardíaca, escala de sedaçäo, escala visual analógica para dor em repouso e ao movimento, incidência de náusea e vômito e satisfaçäo com relaçäo a analgesia pós-operatória. Resultados - näo houve diferença significativa entre os dois grupos no que concerne a idade, frequência respiratória, peso, duraçäo da cirurgia e quantidade de fentanil utilizada intra-operatoriamente. A incidência de náusea e vômito foi semelhante em ambos os grupos. O grupo PCA apresentou menor intensidade (diferença significativa) de dor na quarta hora do estudo em relaçäo ao grupo controle. Conclusöes - as complicaçöes mais frequentes com o uso de opióides näo foram significativas. A autonomia do paciente confere maior satisfaçäo com o método de analgesia pela PCA
Descritores: Analgesia Controlada pelo Paciente
Colecistectomia
Dipirona/administração & dosagem
Dipirona/uso terapêutico
Quimioterapia Combinada
Cetoprofeno/administração & dosagem
Cetoprofeno/uso terapêutico
Morfina/administração & dosagem
Morfina/uso terapêutico
Período Pós-Operatório
-Atracúrio/administração & dosagem
Atropina/administração & dosagem
Diazepam/administração & dosagem
Fentanila/administração & dosagem
Halotano/administração & dosagem
Neostigmina/administração & dosagem
Óxido Nitroso/administração & dosagem
Oxigênio/administração & dosagem
Medicação Pré-Anestésica
Tiopental/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde