Base de dados : LILACS
Pesquisa : 262197 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Castro, Margaret de
Id: lil-262197
Autor: Antonini, Sonir R. R; Castro, Margaret de.
Título: Síndrome de resistência generalizada aos glicocorticóides / Generalized resistance syndrome to the glucocorticoids
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;42(5):351-6, out. 1998. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O gene humano do receptor de glicocorticóide (hRG) apresenta duas isoformas, a clássica alpha e a beta, produzidas por um "splicing" alternativo de um único gene, no cromossomo 5. Estas isoformas possuem os primeiros oito exons em comum, diferindo no exon 9. Esta diferença torna a isoforma beta incapaz de ligar-se aos glicocorticóides e de ativar a transcrição dos genes responsivos a eles. A isoforma beta é um inibidor dominante negativo da isoforma alpha e regula a sensibilidade endógena aos glicocorticóides. A síndrome de resistência generalizada aos glicocorticóides caracteriza-se pela hipossensibilidade de todos os tecidos do organismo ao cortisol. A retroalimentação negativa ao nível do eixo hipotálamo-hipofisário encontra-se comprometida, resultando em elevadas concentrações de ACTH, com conseqüente elevação do cortisol, hipersecreção de mineralocorticóides e andrógenos. As manifestações clínicas variam desde pacientes assintomáticos ou com queixas sutis de fadiga crônica até hipertensão e alcalose hipocalêmica, secundárias ao hipermineralocorticismo, virilização na mulher (acne, hirsutismo, oligomenorréia, oligo-anovulação e infertilidade), adrenarca precoce na criança e alterações na espermatogênese no homem, secundários ao hiperandrogenismo. Estudos funcionais dos RGs demonstram diminuição da afinidade ou do número deste receptores. Diferentes alterações moleculares como mutações puntiformes e microdeleções, com conseqüente redução da expressão da proteína do RG ou da afinidade dos RG, têm sido descritas e parecem causar resistência aos glicocorticóides. O tratamento requer a administração de doses elevadas de glicocorticóides para suprimir a hipersecreção de ACTH, diminuindo, conseqüentemente, a secreção de cortisol, mineralocorticóides e andrógenos.
Descritores: Glucocorticoides/farmacologia
-Receptores de Glucocorticoides/genética
Resistência a Medicamentos/genética
Síndrome
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde