Base de dados : LILACS
Pesquisa : 283835 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Modolo, José Rafael
Moreno, Gilberti
Lopes, Carlos Alberto de Magalhäes
Id: lil-283835
Autor: Modolo, José Rafael; Gottschalk, Arnold Frederico; Moreno, Gilberti; Lopes, Carlos Alberto de Magalhäes; Margatho, Luiz Florence; Del Fava, Claudia.
Título: Campylobacter em cäes com e sem diarréia: incidência e suscetibilidade a 21 antimicrobianos / Incidence of Campylobacter in stools of diarrheic and non-doarrheic dogs
Fonte: Rev. microbiol;22(4):288-92, out.-dez. 1991. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foram examinadas para pesquisa de Campylobacter, 102 amostras de fezes de cäes de ambulatório com diarréia (0 - 12 meses de idade) e 102 amostras de cäes errantes sem diarréia (com idade indeterminada). No grupo com diarréia, o Campylobacter foi isolado em 46 por cento dos animais, notando-se tendência nos cäes de até cinco meses de idade estarem amis acometidos pelo microorganismo (72 por cento) e de 6 por cento nos com apenas uma semana de vida. As 47 estirpes isoladas dos cäes com diarréia foram classificadas como sendo: C. jejuni biotipo1 (49 por cento); C. jejuni biotipo2 (11 por cento); C. jejuni/coli (19 por cento); C. cli (8.5 por cento), NARTC - grupo (8.5 por cento) e C. sputorum (4 por cento). No grupo sem diarréia a incidência foi de 28 por cento sendo as 27 estirpes isoladas classificadas como: C. jejuni biotipo1 (34 por cento) e biotipo2 (28 por cento); C. jejuni/coli (24 por cento) e C. coli (14 por cento). Nas provas bioquímicas, o teste de tolerância a 1 por cento de glicina falhou em 45 por cento das estirpes classificadas fenotipicamente como C. jejuni e três estirpes näo reduziram o selenito de sódio. Duas estirpes do NARTC-grupo, mostraram ainda reaçöes fenotípicas cruzadas com C. jejuni e C. coli e duas de C. jejuni também cresceram a 25ºC. As 76 estirpes isoladas foram sensíveis à gentamicina, à nitrofurantoína e à neomicina e resistentes à oxacilina e à penicilina. Para as 16 drogas restantes testadas a resistência bacteriana variou entre 8 por cento e 73 por cento das amostras. A presença de Campylobacter nos cäes pode evidenciar o risco de infecçäo ao homem, sendo por esse fato a campilobacteriose também freqüentemente citada como importante zoonose.
Descritores: Cães
Infecções por Campylobacter/diagnóstico
-Diarreia
Cães
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|