Base de dados : LILACS
Pesquisa : 320791 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Braz, Marlene
Id: lil-320791
Autor: Braz, Marlene.
Título: Aceitaçäo pragmática, otimismo utópico ou reflexäo sistemática? nano-biotecnologia, bioética, psicanálise... e os testes preditivos de câncer de mama / Pragmatic acceptance, utopian optimism or systematic reflection? Nano-biotechnology, bioética, psychoanalysis... and the preditivos tests of breast cancer.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2001. x,271 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Fernandes Figueira para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Uma das principais características da nossa contemporaneidade ou pós-modernidade, como preferem algumas pessoas, é uma nova percepçäo do corpo. A mudança na percepçäo do nosso corpo é um dos resultados da tecnociência. Esta percepçäo nos últimos 40 anos implica em considerar o corpo como uma carga ou uma bençäo. Antes o corpo era o que tínhamos e nada poderíamos fazer para modificar o que a "natureza" tinha nos dado. Atualmente podemos almejar o corpo que imaginarmos. A "tecnologia do desejo" está a serviço de modificar a nossa natureza biológica, näo somente em relaçäo à estética, mas principalmente para decifrar os segredos de cada um de nós - o DNA, código da vida. Os avanços da tecnologia, destacando a Biologia Molecular, nos causam perplexidade e otimismo. Perplexidade por näo sermos capazes de interromper os avanços da ciência e os riscos que podem criar. Otimismo por alimentar a utopia de um corpo sem doenças. Utilizando referências bioéticas e psicanalíticas, propôs-se compreender o "desejo" que levou as mulheres entrevistadas a procurar pelo teste genético de câncer de mama, sem que elas estivessem doentes, e para refletir sobre as questöes éticas relacionadas a esta pesquisa - ser portador de uma mutaçäo chamada BRCA1 (gene do câncer de mama), localizada no longo braço do cromossoma 17 (17q. 12-21). Concluímos pela existência de uma crença na tecnociência, em algo que näo irá somente diagnosticar o gene mutante, mas também em algo que irá prevenir o câncer. Quando informadas que o diagnóstico molecular pode ser normal, e mesmo assim, podem vir a ter a doença, por pertencerem a famílias de risco, as pacientes podem optar por ignorar as estatísticas e näo se cuidar ao invés de viver em funçäo de uma doença ainda inexistente. O resultado negativo, em determinadas mulheres, näo trouxe nenhum alívio em relaçäo ao risco de adoecer. O mutante BCRA1/226 restantes ainda näo se conhecem as causas. É importante enfatizar a ineficácia de que se revestem os resultados dos testes disponíveis comercialmente, feitos para mulheres sem o suporte de uma equipe especializada (interdisciplinar). Os testes realizados pelos pesquisadores do IFF da FIOCRUZ, säo orientados para mulheres com câncer de mama familiar cujo objetivo é aprimorar os conhecimentos nos diversos assuntos relacionados ao câncer de mama; portanto näo têm a finalidade de um screening genético e nem devem ser utilizados como exames de rotina em funçäo de suas implicaçöes éticas e psíquicas.
Descritores: Bioética
Neoplasias da Mama
Ética Profissional
-Psicanálise
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; IFF174.9574, B827a



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde