Base de dados : LILACS
Pesquisa : 38227 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Caovilla, Heloisa Helena
Id: lil-38227
Autor: Mangabeira Albernaz, Pedro Luiz; Ganança, Maurício Malavasi; Ito, Yasuko Imasato; Caovilla, Heloisa Helena.
Título: Estudo duplo-cego da atividade do extrato de Ginkgo biloba no tratamento das labirintopatias / Double-blind study of Ginkgo biloba extract activity in the treatment of labyrinth diseases
Fonte: Folha méd;93(5/6):375-7, nov.-dez. 1986. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foi realizado um estudo clínico em 56 pacientes labirínticos que apresentavam vertigens, diminuiçäo da acuidade auditiva, náuseas e/ou outros sintomas de origem vestibular central ou periférica, confirmado através do exame otorrinolaringológico, neurológico e otoneurológico. Foi realizada uma cócleo-vestibular completa, antes e depois do tratamento com extrato de Ginkgo biloba, incluindo exame otorrinolaringológico, audiograma tonal simples, teste de discriminaçäo, impedanciometria e registro vectonistagmográfico do nistagmo espontâneo, semi-espontâneo e de posiçäo, teste optocinético e de rastreio pendular, prova rotatória pendular decrescente e teste calórico. A dose prescrita neste estudo duplo-cego, randomizado, foi de 40mg (um comprimido) de Ginkgo biloba ou um comprimido de placebo três vezes ao dia, durante 40 dias consecutivos . Conclui-se que 82,1% dos casos tornaram-se assintomáticos ou obtiveram melhora com o uso de Ginkgo biloba, enquanto que 42,9% dos pacientes tornaram-se assintomáticos ou obtiveram melhora com o uso de placebo. A análise estatística demonstrou que o Ginkgo biloba teve um efeito terapêutico mais intenso do que o placebo. Näo foram observados efeitos colaterais. Os resultados sugerem que o Ginkgo Biloba é uma opçäo muito importante no tratamento dos distúrbios cócleo-vestibulares
Descritores: Doenças do Labirinto/tratamento farmacológico
Extratos Vegetais/uso terapêutico
-Ensaios Clínicos como Assunto
Método Duplo-Cego
Limites: Adulto
Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|