Base de dados : LILACS
Pesquisa : 383540 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-383540
Autor: Britto, Maria das Graças Machado; Barbosa, Larissa Lima; Merchán-Hamann, Edgar.
Título: Avaliação sanitária dos bancos de leite humano na rede hospitalar do Distrito Federal, 1999-2000 / Sanitary Assessment of Human Milk Banks in the Hospital Networks of Distrito Federal, 1999-2000
Fonte: Rev. saúde Dist. Fed;13(3/4):17-28, jul.-dez. 2002. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Nos bancos de leite humano (BLHs), os processos de coleta-doação, triagem, pasteurização, estocagem e conversão em forma de consumo envolvem procedimentos com riscos de contaminação. Este trabalho objetiva realizar um inquérito sanitário em BLHs de Brasília, avaliando quatro áreas: estrutura física, procedimentos, equipamentos e recursos humanos. Foi aplicado o métododo de estudo operacional descritivo qualitativo-quantitativo em nove hospitais públicos e quatro privados do Distrito Federal, baseado nas normas sanitárias vigentes, utilizando questionário semi-estruturado. Como resultados: 1) a estrutura física: o atributo localização foi satisfatório em 61,5 por cento dos BLHs. Já a adequação foi menor para salas de recepção e registro de doadoras (30,8 por cento), laboratório de qualidade (15,4 por cento), salas de lavagem, preparo e esterilização de materiais (15,4 por cento), e áreas de estocagem do leite (7,7 por cento). Houve bom nível de higiene das instalações, porém sem proteção contra insentos (em 84,6 por cento). 2) Qualidade dos procedimentos: na maioria dos itens, a avaliação foi satisfatória em cerca da metade dos locais. Na pasteurização, houve falta de registro contínuo de temperatura e coleta de amostras para testes microbiológicos. Houve falhas na higiene das mamas, na padronização de normas, no controle de qualidade e na higiene das mãos. 3) Condições dos equipamentos: em seis dos dez itens estudados, o nível foi considerado satisfatório em 2/3 dos hospitais (materiais e utensílios apropriados; higiene desses materiais e utensílios e de pasteurizadores, armários e bancadas). O número de equipamentos foi inadequado para a demanda real em 53,9 por cento dos BLHs. 4) Recursos humanos: dos quatro itens pesquisados, apenas a orientação às doadoras atingiu níveis de satisfação em 2/3 do BLHs. Faltou capacitação ao pessoal e o número de profissionais foi insuficiente para a demanda em 30,8 por cento dos BLHs. Os resultados foram discutidos, comparando-os com as normas vigentes. Em geral, o desempenho dos hospitais públicos foi melhor do que os privados.
Descritores: Bancos de Leite/normas
Leite Humano/microbiologia
Vigilância Sanitária/métodos
Limites: Humanos
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde