Base de dados : LILACS
Pesquisa : 385820 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-385820
Autor: Silva, Ademir Baptista; Coelho, Christina Funatsu; Marras, Raquel; Lopes, Eliane Aversa; Macedo, Cristiane Rufino de.
Título: Distúrbios do sono / Sleeping disorders
Fonte: RBM rev. bras. med;60(NE):145:154:158:passim-151-156-163, dez. 2003.
Idioma: pt.
Resumo: Os distúrbios do sono são considerados ofensas graves à saúde pessoal e coletiva. Peculiarmente o sono desajustado de um indivíduo afeta um número considerável de pessoas por efeitos diretos e indiretos. Imaginemos um acidente nuclear (fato já ocorrido) causado por distúrbio do sono de uma pessoa e as repercussões médicas, econômicas e sociais. Podemos elencar nada menos que uma centena de distúrbios do sono. Didaticamente exploraremos cinco eixos de diagnóstico em sono: insônias, distúrbios respiratórios do sono, hipersônias primárias, distúrbios do movimento noturno e parassônias. As insônias apresentam grande repercussão médica e social, pois os insones ecoam seu sofrimento e insatisfação. A queixa do insone é um pedido de socorro para uma qualidade de vida ruim, onde o dia reflete a falta da noite bem dormida. O diagnóstico preciso é a chave para a melhor terapêutica, que na maioria dos casos, prescinde de remédios, fundando-se na terapia comportamental de reconhecido sucesso. Os distúrbios respiratórios do sono são a vertente genuinamente clínica dos distúrbios do sono. O ronco, muitas vezes mal-interpretado até por médicos, merece a atenção, pois não raramente é a ponta do "íceberg" de distúrbios tão sérios como a híperresístêncía de vias aéreas superiores e a apnéia obstrutíva do sono. O tratamento clínico da apnéia ganha ênfase sobrepondo-se ao tratamento cirúrgico, tem aplicações limitadas e bem determinadas. Os avanços recentes da narcolepsia mostram que novas formas de controle da doença estão por acontecer, embora a terapêutica atualiá consiga um bom controle dos sintomas, com melhora substancial da qualidade de vida do paciente. Diagnosticar e tratar ade- quadamente os movimentos periódicos dos membros e a sín- drome das pernas inquietas pode fazer uma diferença considerável sobre o padrão de assistência médica. Também considerar adequadamente as parassônías que merecem tratamento ajuda a equilibrar a ânsia do médico em atuar, necessitando levar em consideração o custo-benefício.
Descritores: Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/diagnóstico
Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/terapia
Hipnóticos e Sedativos/farmacologia
Hipnóticos e Sedativos/uso terapêutico
Narcolepsia
Síndromes da Apneia do Sono/cirurgia
Síndromes da Apneia do Sono/prevenção & controle
Síndromes da Apneia do Sono/terapia
Transtornos do Sono-Vigília
Tranquilizantes
-Síndrome das Pernas Inquietas/diagnóstico
Síndrome das Pernas Inquietas/terapia
Sonambulismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde