Base de dados : LILACS
Pesquisa : 402208 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Plavnik, Frida Liane
Tavares, Agostinho
Id: lil-402208
Autor: Balda, Carlos Alberto; Plavnik, Frida Liane; Tavares, Agostinho.
Título: Revisão: Ácido úrico e hipertensão arterial sistêmica - evidências e controvérsias / Uric acid and systemic arterial hypertension - evidences and controversies
Fonte: J. bras. nefrol;24(3):147-152, set. 2002. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Diversos estudos conduzidos nas últimas seis décadas têm tentado correlacionar níveis séricos elevados de ácido úrico a uma maior incidência de eventos cardiovasculares. Estudos recentes concluíram que, em população portadora de hipertensão arterial, o nível sérico de ácido úrico correlacionou-se à maior freqüência de eventos cardiovasculares, fato validado também para a população geral. A literatura, assim, tem consistentemente demonstrado forte associação entre nível de ácido úrico, como fator independente, e mortalidade cardiovascular. Estudos utilizando drogas que podem, de forma direta ou indireta, reduzir os níveis séricos do ácido úrico devem ser realizados na tentativa de comprovar o efeito benéfico desse tratamento sobre a taxa de ocorrência de eventos cardiovasculares(au)
Descritores: Hipertensão
Ácido Úrico
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde