Base de dados : LILACS
Pesquisa : 41465 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-41465
Autor: Rosemberg, José.
Título: Modernas concepçöes sobre a fisiopatologia do enfisema pulmonar: papel do tabagismo / Recent concepts on pulmonary emphysema physiopathology: role of smoking
Fonte: J. pneumol;13(2):87-108, jun. 1987. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O enfisema pulmonar vem ocupando progressivos espaços na literatura, pelo aumento extraordinário do número de casos, por ser doença tabaco-associada (80-90%), altamente incapacitante, apressando a morte por insuficiência cardiorrespiratória. Incluídos no rótulo de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), os estudos clínicos e experimentais nos últimos 25 anos descortinaram novos mecanismos fisiopatológicos, dentre os quais salientamos a produçäo experimental do enfisema através da instilaçäo intratraqueal da papaína e da elastase pancreática porcina ou colagenase. Os desequilíbrios dos sistemas protease-antiprotease, do sistema oxidante-antioxidante do pulmäo, ocasionados em determinadas situaçöes como o fumo, infecçöes e em algumas deficiências enzimáticas como a da alfa-1-antitripsina (alfa1-AP) desencadeiam a doença por três caminhos essenciais: provocando o aumento da elastase, obstaculizando a sua inibiçäo e dificultando a ressíntese da elastina. As tentativas de tratamento, grosso modo, se dirigem a dois grupos: do enfisema por deficiência genética de alfa1-AP e do enfisema por níveis normais da alfa1-AP, porém inativada por desequilíbrio do sistema oxidante-antioxidante. Nessa situaçäo, a N-acetilcisteína garantiria a reposiçäo de glutationa, a qual garantiria a integridade do sistema oxidante-antioxidante - seria uma açäo varredora de oxidantes. Outras tentativas incluem: terapêutica de substituiçäo de alfa1-AP e sua elevaçäo endógena por etiltestosterona, inibiçäo da elastase por drogas e pesquisas de engenharia genética com objetivo profilático. De qualquer forma, näo obstante o interesse despertado pelas pesquisas terapêuticas do enfisema, tendo-se em mente que a histoarquitetura pulmonar näo se recompöe depois de destruída, mais significativas säo aquelas que visam impedir o seu aparecimento, portanto, de açäo profilática
Descritores: Enfisema Pulmonar/fisiopatologia
Tabaco
-Enfisema Pulmonar/etiologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde